Ir para conteúdo

Cristiano Rochinha

Membro
  • Total de itens

    1.196
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    25

Histórico de Reputação

  1. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Breno Rabelo Carneiro em Redai encerrando as atividades?   
    Com todo respeito ao fabricante...Sei o quanto é difícil empreender nesse país,e não poderia ser diferente nesse mercado.Produzir varas de pesca no Brasil com certeza também não é nada fácil,mas na minha visão (sei que muitos vão discordar) essas varas não tem espaço pra concorrer com outras marcas estrangeiras,que vendem um produto de mesma qualidade (ou pelo menos 90% disso) pela metade do preço....Não estou me referindo à todas as marcas,mas hoje em dia encontramos excelentes varas no mercado por 400,500 reais,o que apesar de já ser caro pro mercado brasileiro,é no meu entendimento um preço "até justo" se considerarmos a utilização dessas varas...Mesmo sabendo da qualidade do produto e sem questionar,os preços praticados por eles fogem da nossa realidade.
  2. Upvote
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Cezar.ATL em Redai encerrando as atividades?   
    Com todo respeito ao fabricante...Sei o quanto é difícil empreender nesse país,e não poderia ser diferente nesse mercado.Produzir varas de pesca no Brasil com certeza também não é nada fácil,mas na minha visão (sei que muitos vão discordar) essas varas não tem espaço pra concorrer com outras marcas estrangeiras,que vendem um produto de mesma qualidade (ou pelo menos 90% disso) pela metade do preço....Não estou me referindo à todas as marcas,mas hoje em dia encontramos excelentes varas no mercado por 400,500 reais,o que apesar de já ser caro pro mercado brasileiro,é no meu entendimento um preço "até justo" se considerarmos a utilização dessas varas...Mesmo sabendo da qualidade do produto e sem questionar,os preços praticados por eles fogem da nossa realidade.
  3. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Kid M em Ciclo de eventos do final do ano...   
    O que tem a ver com o final do ano ?    
     
    Claramente as imagens não tem qualquer traço de festas de final de ano, Natal ou Réveillon ! Isso é mesmo um fato.
    Mas ao que (ou o que) se brinda nesses eventos ? Seria o festejo pelo ano que se encerra, talvez pelo cunho religioso do evento natalino, ou quem sabe até por conta da esperança (e expectativa) de um novo ano melhor, onde possamos realizar parte dos nossos infindáveis sonhos...
    Sendo mais objetivo, que pai não deseja para seu filho(a) algo que os fascine tanto quanto a si próprio, independente da idade de todos.
    Pois então e já buscando uma ligação com as imagens, poder transmitir a eles (filhos) a magia existente num encerramento de dia é incomparável.
    Nada de "papel picado", de retrospecto anual e essas coisas que vemos no retrovisor de nossas vidas, mas sim a singeleza do aqui e agora.
    Cada dia mais se torna mais complicado criar filhos (quiçá netos) num mundo competitivo e perigoso onde nos atrelamos diariamente.
    Buscar por momentos onde a serenidade possa ser desfrutada é uma rara (mas possível) realidade para qualquer um de nós - sempre.
    Falando de Natal, seria tão incoerente colocar nossos descendentes nessa forma de enxergar uma realidade espiritual presente neles ? 
    E por fim, o que seria mais adequado para um reinício de relacionamento (independente da época) do que essa junção através da pesca entre pais & filhos ? Difícil até de pensar em algo de impacto familiar parecido. Esses são os valores que costumamos desejar sejam herdados por nossos descendentes e que farão deles - certamente - pessoas melhores do que fomos, ou tentamos ser.  
    A renovação das pessoas se faz com seus respectivos dogmas e crenças. Não vamos continuar culpando outros quando o problema é de todos.
    Tentar restabelecer a ordem das coisas, os valores, a realidade onde vivemos, me parece ser o que há de mais importante (sempre) para todos nós.
     
    Que possamos em 2020 resgatar um pouco desses desejos e com eles, sermos mais felizes !
     
          
     
  4. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Henrique Rossini em Ajuda com as Melhores Multifilamentos   
    Eu particularmente tenho usado a J-BRAID 4X 0,24mm e tenho gostado bastante.
     
  5. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Ley em La Zona do paraíso ao purgatório em poucos metros.   
    VALORES: para 3 dias completos de pescaria com translado saindo de Porto Alegre
    • Quatro pescadores por lancha/quarto – R$ 2.790,00 (preço por pescador);
    • Três pescadores por lancha/quarto – R$ 3.590,00 (preço por pescador);
    • Dois pescadores por lancha/quarto – R$ 4.290,00 (preço por pescador);
    *OPCIONAL DO PACOTE:
    3 horas de pesca esportiva dia/período na área de reserva à + ou - 500m abaixo da parede da barragem, (custo US$ 175,00 dólares por pescador), período de quase 3 horas (das 12h às 15h)...
  6. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Ley em La Zona do paraíso ao purgatório em poucos metros.   
    Boa noite pescadores.
    Conheci o fórum há pouco tempo vou tentar fazer aqui o meu primeiro relato de pescaria.
    Para quem estiver com problemas na visualização do poste por completo no navegador Chome recomendo que usem o Firefox esse funciona normalmente.
     
    Vamos lá já fui pescar nas águas argentinas algumas vezes, entre elas os destinos de Paso de La Pátria, Goya, Empedrado e essa ultima a qual vou relatar a tão famosa La Zona, localizada na hidrelétrica de salto Chico, entre as cidades de concórdia na argentina e salto no Uruguai.
    A La Zona é uma reserva demarcada do paredão da hidrelétrica, a ate 1km abaixo no rio Uruguai, que nasce na junção dos rios Canoas e Pelotas, nas divisas de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul. Percorre aproximadamente 1800 km, fazendo as dividas entre Argentina e Brasil e a Argentina com o Uruguai, onde então deságua no Paranazão formando o rio da Prata.
     

     
    Saímos de Porto Alegre por volta da 14:00 horas com o ônibus da Douradobus, atendimento show, motoristas nota 10 bebidas a vontade all inclusive. Por volta das 21:00 horas fizemos uma parada em Rosário do Sul – RS para a janta, todos alimentados seguimos viajem.  Eu estava em uma vaga de encaixe, mesmo sem conhecer ninguém do grupo inicialmente deu para fazer boas amizades já no trajeto.
     




     
     
    Chegamos à pousada La Zona Lodge, por volta das 6:00 da manha fomos recebido pelo Lucas, que prontamente nos recepcionou e encaminhou para os nossos quartos, esses por sinal muitos bons bem arrumados um verdadeiro brinco, em comparado as pousadas de pesca das terras dos hermanos.
     




     
     
     
     
    Arrumamos a tralha, ansiosos por aquele café da manha reforçado, que para nossa infelicidade só era servido as 7:30 triste triste. Chegado então à hora tomamos o café da manhã que em minha opinião, poderia ser melhor e ter mais opções e variações, no entanto foi a mesma coisa durante todos os três dias da estadia.
     

     
     
    Somente as 8:00 da manhã os carros estavam lá, para então nos levar ate o ponto de embarque no camping da Tortuga Alegre, que fica a 2km do local da pousada.
    Nosso pacote era para pescar fora de reserva durante o dia inteiro, adentrando na parte da reserva nos horários de 12:00 as 15:00, bom todos sabem que esse horário não é o melhor para os amarelões, mas é horários que os gringos deixam para nos meros mortais e menos abastados heheheh.
    Vários americanos pescando por lá durante os horários de 8:00 as 12:00 e das 15:00 as 18:00, se você for procurar reservas nessa modalidade, provavelmente vai ter que espera muito tempo, ate surgir vaga principalmente na alta temporada que vai de janeiro ate abril.
     
    Chegamos à beira do rio que estava cheio 3 a 4 metros acima do normal, água suja decorrente das chuvas que caíram aqui nas bandas do Rio Grande do Sul, na semana anterior para piorar todas as comportas da represa abertas jorrando muita água.
     

     
     
    Hora da pescaria, estávamos em dois no barco saímos do canal onde embarcamos, fomos em direção a parte logo a baixo da reserva, primeiro arremesso do dia na artificial senti um tranco. “Eitha (editado) negocio vai ser louco” varinha de 10-20 libras carretilha brisa, depois de uma breve briga um belo Curimba, fisgado pelo lombo não foi nem para a foto o piloteiro apenas jogou na água. Infelizmente essa foi a única ação da manhã em meio a artificiais e morenitas triste triste, mas de olho no relógio a espera das 12:00 horas, quando iria mudar de barco para poder entrar na La Zona. O piloteiro já me recomendou a trocar o equipamento para um kit mais parrudo, disse que a ação lá dentro deveria ser bruta, prontamente montei minha carretilha Titan BG com uma vara de 20-50 libras.
    Chegada a hora voltamos para o local de embarque, o pessoal da pousada já estava aguardando com os almoços dos pescadores, que iriam entrar na reserva no intervalo do das 12 :00 as 15:00. Uns 10 minutos depois chega o Alejandro (piloteiro) com a turma que estava pescando lá dentro pela manhã, turma desceu do barco nos já pulamos dentro, vamos vamos coloca mais morenitas aqui para não faltar, ansiedade a mil heheh.
    Go go enfim devidamente embarcados, seguimos para a reserva, todos os que entram na La Zona, são obrigados a passar no posto da fiscalização da reserva, lá mesmo na hidrelétrica para informar seu nome e numero do documento, para só depois seguir com a pescaria. Finalizados os tramites burocráticos, iscas nos anzóis e borá jogar na água que isca no barco não pega peixe uhuuuu..
     
     

     
    Aqui entra o trabalho fantástico do Alejandro, pense em um cara gente fina piloteiro nota 1000, tiro o chapéu para o trabalho dele simplesmente perfeito, arremessava, fazia as fotos e vídeo tirava os peixes, iscava as morenita, deixava o barco certinho de acordo com a posição dos pescadores, já foi perguntando quem de nos tinha o melhor celular para as fotos, que podia deixar com ele. Arremessava praticamente dentro da boca dos amarelões e logo gritava “peixe, peixe puxa que nem hombre”, só nos preocupávamos em trazer o peixe até perto do barco e fazer a pose para a foto heheheh. Uma fisgada atrás da outra, nunca tive uma pescaria com tantas ações a não ser de lambari, em riacho, em meio a fartura de dourados variando de 3 a 14kg, saio um “hermoso” pintado de 29kg “uhuuuu animal”. Como tudo que bom dura pouco nossas 3 horas lá dentro passaram que foi um piscar de olhos, triste triste, mas valeu cada minuto foi ação do inicio ao fim.
     




























     
     
    Acabado a festa dentro da La Zona, voltamos a pescar fora da reserva na qual ali só saíram poucos bem poucos douraditos todos pequenos. Aventuramo-nos no lado Uruguai do rio, triste triste, infelizmente os hermanos uruguaio ao contrario dos hermanos argentinos não tem as mesmas leis e consciência em ralação ao peixe. Lá a pesca é predatória não se tem nenhum tipo de regra ou cota, a margem do rio no lado uruguaio é minado de redes, espinheis e todo tido de artifícios ilegais para a pesca, triste triste, retornamos ao lado argentino para continuar a pescaria. Seguimos pescando com poucas ações de dourados pequeno pelo resto da tarde, e para nossa infelicidade assim perpetuou todo o segundo dia também.
     


     
     
    Já no terceiro e ultimo dia de pesca não saio nada pela manha inteira, “triste triste”, mas para me livrar do tédio eu ainda tinha mais um período para pescar dentro da La Zona, das 12:00 as 15:00 então sem delongas, chegada a hora trocamos de barco dessa vez o piloteiro era o Elbio, “triste triste”, lá vamos nos começamos a pesca cada um que se virasse com sua vara e posição no barco, que rodava ao sabor da correnteza no estilo “deixa a vida me levar, vida leva eu”, eu e os 2 parceiros tínhamos que passar de um lado para o outro para não embolar linhas varas, etc etc em meio ao caos e dança das cadeiras para não cruzar as linhas umas na outras, entravam alguns dourados enquanto nosso piloteiro estava ocupado mexendo no celular. ate teve ações de vários dourados mais nada comparado com a produtividade do primeiro dia ou do outro barco que estava pescando ao nosso lado com a outra turma com o Alejandro de piloteiro.
     
     




     
    Concluindo quem quiser ter uma boa experiência na La Zona, faça de tudo para ir com o Alejandro. Isso mostra a importância de um piloteiro bom para uma boa pescaria, se em uma área de 500 metros já faz essa diferença absurda na piscosidade, imagine em um rio de quilômetros e quilômetros com água a perder de vista.
    Voltaria a La Zona?
    Com certeza, mas na época certa e com o Alejandro como piloteiro.
    Foi isso pessoal, espero que gostem qualquer informação adicional podem ficar a vontade em perguntar.
    att: Leysle Carneiro (Ley)
     
     
     
  7. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Vini PescaEsportiva em Bass grande, Bass gaúcho!!!   
    Vou iniciar com um feito que muito me alegra, desde já peço desculpas pelas poucas fotos, afinal esta pescaria se passou a mais de 5 anos atras e desde lá troquei de celular, computador e as fotos foram assim se perdendo, mas vamos ao que interessa;
    Começo de agosto e o frio ainda reinava no sul, recebi o covite de meu grande irmão que a vida me deu Diogenes Hoffmann, pescaríamos Black Bass para nossa página de fotos do facebook, claro que a esperança não era das melhores, o tempo estava uma doideira, uma mistura de chuvas e ventanias de verão, com o frio do inverno, mas nada que desencoraje nós pescadores. Pois bem, chegamos ao local ainda estava escuro, frio de "renguear cusco" e uma neblina que quase dava pra pegar com a mão, de imediato já iniciamos a pescaria , as horas foram se passando e nada, variando mil e um jeitos de pescar sem efeito nenhum, e na minha cabeça ja se passava a possibilidade de ter pouquíssimos peixes no lago, o primeiro destemido a atacar a isca na montagem midosto fez jus a fama do bass de guloso, que devido ao seu tamanho pensava ter arrastado capim porém foi a unica ação da manhã.
     
    Pois bem, passado o meio dia, barriga cheia e disposição renovada voltamos a luta, em meio a abre tempo e fecha tempo, vento cortando o rosto optei por um rubber jig pesado pra vencer todas aquelas condições e BOOOM, o primeiro resolveu sair do meio de uma galhada, lá longe, no meio do açude, pensava se tratar de um peixe pequeno, sem muita briga, ameaçou saltar e chegou ao barranco entregue, como se tivesse brigado feito um touro, pra minha surpresa se tratava de um bom black, mais alguns arremessos e mais um resolveu sair para foto, também no mesmo padrão, tamanho bom, peixe incrivelmente saudável, claro que não seria somente eu que poderia fisgar os monstros, logo meu parceiro sacou outro belo black  rente a margem com uma INNA 90 cabeça vermelha 
     


     
    Descoberto onde os bichos poderiam estar, seguimos no mesmo local e técnica, insistência era meu sobrenome, arremesso atras de arremesso esperava sacar um monstro ainda maior, a empolgação começou a diminuir e a certeza de que aquele seria o meu ultimo peixe parecia aumentar a cada arremesso, a galhada já não me parecia mais um local promissor mas mesmo assim resolvi mudar de isca, criatura da yum (não lembro o nome) montada no texas, recolhimento lento, chegando quase nos meus pés a isca, vi um MONSTRO segui, cheguei me arrepiar, arremessei perto e mais uma vez ele seguiu mas sem exito, pela terceira vez arremessei e trabalhei a isca com toques vigorosos de ponta de vara, FISGADO!!!!!!! FORTE, BRAVO saltou mais de uma vez, juro que esse doido parecia um tucunaré e pra minha surpresa o animal foi meu record, um Bass descomunal perto de todos que ja havia fisgado
     
    O vento parou e o calor foi chegando, de um dia típico de inverno pulamos para o verão, pescaria prometia muito mais, afinal se no vento os monstros estavam dando as caras no fundo, com a água feito espelho a pescaria prometia mudar, e mudar para melhor, dito e feito mais peixes, wacky fez sucesso, já meu parceiro apostou suas fichas na INNA e também se deu bem, os peixes continuaram aparecendo em excelentes tamanhos, achei interessante ao notar que no canto da boca de um black ja havia cicatrizado, crio eu que de outra fisgada possivelmente.
      


     
     
     
    E assim amigos eu encerrei a pescaria, confesso que esta pescaria foi de me tirar o folego, monstro atrás de monstro e quanto aos peixes pequenos... bem, estes devem ter virado comida pois não teve muito peixe pequeno não, na verdade teve apenas um hehehe
    Só lamento que após tanto tempo e tantas pescaria depois nuca tenha batido este record, e quanto ao local desta pescaria, retornei mais 3 vezes logo depois desta pescaria e não obtive resultado algum, depois disso nunca mais retornei, quem sabe esteja na hora de outra pescaria por lá...
    Abraço a todos e boas pescarias
     
     
     
     
     
     

     
     
  8. Like
    Cristiano Rochinha deu reputação a Hulhio em [ Ajuda ] Vara + Molinete   
    Boa Tarde!
    Primeiro post - pedido no forum.
    Para a pesca de robalo de 5 a 10 kg, em uma lagoa de no maximo 2 metros fr profundidade, o kit abaixo serviria para mim? Aqui proximo a Valenca - Bahia, tem uma maricultura que retira a agua do mar afim de utilizar nos camaroes, apos essa limpeza, essa agua "suja", eh despejada em uma lagoa. Esse "sujo", nada masi eh que ovas de robalo, tilápia e muitos outros. A racao desses peixes sao as cabeças de camaroes retirados dos camaroes na maricultura. Sobre a pesca em si, pra nao dizer burro, sou leigo.
    Queria comecar com uma vara e molinete ate $ 100, pq a minha pesca é mais para se divertir com a familia, nada profissional.
    http://cachor.ro/om3


  9. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Carlos Dini em CarlosDini-Pescaria de açus no Rio Juma-abrir c internet explorer   
    Amigos, agora em novembro decidimos voltar ao lendário Rio Juma, sabíamos que encontraríamos uma situação pouco favorável, pois nesta época o rio esta muito seco, e o peixe fica extremamente manhoso.
    Um pouco sobre o Rio Juma. Este rio, na verdade junto com os demais(Maçarico, Mamori, Mutuca, Tracajá, Madeirinha, Pantaleão, Matupiri, Igapó-Açu, Tupana e inúmeros outros) são gigantescos lagos, com comprimento de rios, que são formados durante a cheia do Solimões e Madeira. Suas aguas não correm, descem lentamente acompanhando o Rio Solimões na altura do município do Careiro do Várzea-AM. Eles pertencem aos alagados do município de Autazes-AM, na margem oposta a cidade de Manaus. Um parabéns ao município de Autazes-AM, que através de lei municipal, proíbe o abate e comercio do Tucunaré, reflexo é a quantidade de peixes em um local tão próximo da capital. Lá não existe repiquete, tem um regime bem fixo de aguas, pois é um alagado, então ele começa secar em julho, entra na caixa em meio de setembro e atinge o ápice da seca em novembro. Em dezembro ele começa novamente encher. Aqui a subida da agua não atrapalha, pois ela não tem a acidez da agua do Negro, então o pH flutua pouco(motivo que faz o temensis parar de comer), a subida da agua até aumenta a atividade do açu, pois traz agua nova com mais alimentos, coisas da Amazônia. As espécies que habitam são o tucunaré açu, o tucunaré popoca, aruana branca e pirarucu(estes cada dia mais frequentes na linha dos pescadores), não existem peixes de couro, pois a agua é parada.
    O Rio Juma:

     
    Chegando em Manaus, já encontro o lendário e gde amigo Magal.

    Alguns minutos depois

     
    Nosso grupo, Rodoval, Gustavo, Arimatea, Marcão, Jose Bento, Alfio, Andrezinho e este que aqui fala, grupo10.
    Esperando no porto do Ceasa para fazer a travessia do outro lado do Rio Amazonas


     
    Atravessando o encontro das aguas(rio Negro e Solimões)

     
    Pequeno mercado do peixe, na margem oposta a Manaus, já no porto do Careiro do Várzea-AM

     
    São mais uns 80kms de estrada de asfalto e terra, até chegarmos no Parana do Mamori


     
    e Chuva que cai

     
    De lá embarcamos em um barco rápido e em 2horas chegamos a Pousada Taboca no Rio Juma

     
    Recepção na Pousada Taboca

     
    Nossa anfitriã

     
     
    Primeiro dia optamos por pescar próximo a pousada, começamos com hélices e zaras, com poucas ações, qdo colocamos jigs ai começaram a aparecer. Os amigos que pescaram de spinerbait arrebentaram e foi assim até o fim da pescaria(isca do mal,kkkk)



     
    Estavam furadas

     
    Vida dura

     
    Segundo dia, fomo rio abaixo até o lago do Taquara, o único lago que estava mantendo uma cor de agua bonita. Lá foi meu melhor dia, pescaria de jig, mas diversos peixes perdidos e embarcados.

     
    11lbs jig

     


     
    Este já devia ter sido pego uma vez, estava caolho 10lbs 76cm-isca jig


    A tarde o tempo desabou

     
    Mas ainda saíram bons peixes

     
    10lbs-jig

     
    A noite uma boa caldeirada para esquentar

     
    Terceiro dia, subimos em direção ao Mamorizinho, comecei no jigs e embarquei alguns peixes bons, como lá as estruturas convidam bater hélice(pés de Macacaracuias secos), não aguentei e hélice na agua. Tomei 3 pauladas dignas de Rio Negro, infelizmente ninguém ficou para foto, só lembrança.
     

    10lbs 74cm-isca jig


     
    matar a sede

     

     
    Peixe não sabe brincar

     
     
    Quarto dia, o pior de todos, pescamos em lagos, rios, subimos, descemos, só porqueira. Somente o pessoal do spinner pegou peixe. Bom pelo menos tinha mais tempo para cerveja.

    Mas não dá para resistir


     
    Nosso Mutum de estimação


     
    Como foi ruim de peixe, matamos diversos desta espécie para encher a caixa térmica

     
     
     
    Quinto dia, subimos 1hora o rio, próximo ao Igarapé Preto, lá o rio fica estreito, a agua lá já sentia bem a seca, estava com aquele aspecto leitoso, manha toda perdida. A tarde falei, "truco", como não queria pescar de spinner bait(sou uma besta memso) comecei jogar Jumping Minnow e trabalhar nas raseiras e bicos, tarde muito divertidas, nada gde mas muitas ações.
     

     

     
     
    Hora do almoço


     
     
    Sexto dia, pesquei até a hora do almoço, tentei repetir o estilo do quinto dia, T20 na agua, foi menos ativo, mas divertido.
     



     
    Crianças voltando da escola


     
    Retornando a minha amada Manaus

     
    Alguns peixes dos amigos





















     
    Duro é voltar trabalhar

     
     
    Um comentário sobre o spinner bait, realmente é impressionante como o tucunaré açu pega bem nele, não tem como comparar nem com jig. Acho eu, que seu uso esta bem indicado em rios bem secos, muita pressão de pesca, peixe choco e pouco ativo, podem acreditar faz a diferença. Infelizmente os que existem no mercado quebram a haste metálica depois de alguns peixes. Recomendo os spinner bait com anzol 6/0 de 15-30g, evitem comprar alguns de tamanho gigante, pois peixe velhaco quer isca pequena. A Deconto tem um bom spinner bait, sei que nosso amigo Flavio da Extreme já esta preparando algo feito para os açus.

     
     
    Material Utilizado:
    1-Varas
    -Saint Croix SCIII 20lbs 5'7" by Waka
    -Venator SE 25lbs 5'6"
    -Falcon Cara 5'7"
    2-Carretilhas-Scorpion 201 e 201HG
    3-Linha Multi PP 50lbs
    4-Leadr Line System 50lbs
    5-Snap Capella G Amazonas
    6-Iscas mais utilizadas, Jigs(single tail 6/0 16g) e Jumping Minnow T20 cor osso
     
    A pousada Taboca-Rio Juma
     
    Ambiente familiar, muita cerveja gelada, quartos amplos com ar condicionado , banheiro privativo, barcos com motor 30hp zerados.
    Contato David-92-993470456
    -Instagram @taboca_amazon_lodge ou @pousadatabocaamazon

     
    Agradeço a Deus e minha família por esta vida maravilhosa.
     
    Abs a todos
     
    Carlos Dini
  10. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Fabricio.Passos em Pescaria insana Lago de Balbina Cabana Quatá Outubro de 2019   
    Bom meus amigos bora aproveitar o feriado para escrever o relato da melhor pescaria da minha vida. Devo muito ao fórum o sucesso desta viagem, pois aqui recebi a indicação da excelente Cabana Quatá. Cabe um elogio para a operação em geral (estrutura, cozinheira de primeira, guias excelentes, barcos novos e uma localização muito boa onde ficamos bem isolados e praticamente não vimos outros barcos.

    Na saída de Minas infelizmente tivemos um grande problemas com a LATAM e um atraso de mais de dez horas na chegada a Manaus. Enquanto a LATAM procurava nossas malas que tinham perdido, fui comer o tal KFC, Starbucks, tomar um choop e deu tempo até de jogar baralho.

     
    Chegando em Manaus já na madrugada do dia 16/10 ficamos no Hotel DaVinci e logo cedo já tomamos um café reforçado e partimos para o excelente passeio do encontro das águas, cidade flutuante e pesca do pirarucu.
    Turma uniformizada saindo do Hotel

    Pescaria do pirarucu é uma experiência sensacional

    Tomar uma cerveja num bar flutuante também foi bem diferente e divertido.

    A região de Presidente Figueiredo, caminho para Balbina, é muito famosa pelas belíssimas cachoeiras e paramos para almoçar em um restaurante bem ao lado de uma delas.

    Bora falar de peixe que é o que a turma gosta e graças a Deus teve de monte. No lago de Balbina habitam os tucunarés Cicla Vazorelli e são peixes muito fortes, mas que segundo tinham me falado dificilmente passam de 60cm. De acordo com alguns tucunarés acima de 50cm são considerados troféus e na maioria das vezes saem mais os pequenos.
    Na primeira manhã de pescaria já percebemos que realmente o peixe tem uma briga bruta e que exemplares acima de 50 não eram raros não. Até a hora do almoço já tinhamos capturados 12 peixes acima de 55cm e muitos peixes pequenos e médios em cardumes.


    Debaixo de chuva e o pau tava quebrando

    Destaque para a grande quantidade de cardumes, dubles e triples que pegamos todos os dias












     
    Teve um intruso nas nossas iscas também

     
    Todo dia chegar da pescaria e sentar na mesa da varanda da pousada e comer aquele tira gosto que já estava preparado e contar das capturas, peixes perdidos, troféus, e bichos avistados


    Realmente foram cinco dias maravilhosos de muito, mas muito peixe, bate papo, alegria e satisfação de ver um lugar tão maravilhoso e preservado como aquele.
    Foto do grupo com os guias Nias e Eduardo que se tornaram grandes amigos depois dessa empreitada. De muitos lugares que já fui pescar, sem dúvida estes foram os melhores guias que já tive contato

     
    Agradecer primeiramente a Deus por essa oportunidade maravilhosa de estar na Amazônia, a minha esposa que ficou cuidando da minha pequena durante essa semana, ao Cristiano que fez de tudo para que eu fosse nessa viagem, aos amigos Kayro e Mateus que fizeram parte dessa empreitada e a toda excelente equipe da Cabana Quatá.
     
    Um abraço pessoal e boas pescarias.
     
     




     
     
     







  11. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a JCKruel em LIBERADA A PESCA ESPORTIVA 12 MESES POR ANO EM GOIÁS   
    Pois é companheiros!
     
    Depois de muita mídia, entrevistas etc sobre a IN 02 da SEMAD que regulamentou a pesca na piracema em Goiás venho informar que a Secretária de Meio Ambiente Andrea Vulcanis , atendendo as ponderações da cadeia produtiva da pesca (lojas, pousadas, associações de pesca, guias) concordou em rever  a IN e ouvida a área técnica do órgão, revogou o inciso I do art.9 proporcionando que os pescadores esportivos possam pescar 12 meses por ano em Goiás!
    E´uma conquista que vai envolver muita responsabilidade por parte dos usuários dos rios e reservatórios....
    Para começar quero lembrar que a pesca esportiva em Goiás está regulamentada em lei e, como consequência, é imprescindível que para pescar na piracema que os interessados tirem a licença de pesca esportiva no site da SEMAD.
    Vem algumas novidades por aí, inclusive um aplicativo sensacional para os pescadores que na minha opinião trará enorme benefícios a quem se utilizar dele! Vou conversar com o Fabricio, colocar ele em contato com o autor desta maravilha (ele é de BSB- Carlos Pesque Já) e ver como poderá ser disponibilizado aqui no site FBT. 
    Que quiser contribuir com a pesca esportiva, em vez de ficar reclamando,  poderá contribuir com denuncias  de infrações ou de crimes ambientais! E´a sociedade que não pergunta o que o governo poderá fazer por ela, mas o que faremos para contribuir com o governo (sem ideologias). Mas a ferramenta vai para auxiliar (muito) nas pescarias e é exponencial que significa que pode ser usada em qualquer rio, reservatório, mar ou no exterior (qualquer país) e para quem pode pescar no Alasca e outras paradas mais $$$
    Esta conquista devemos especialmente a três pessoas:  vereador Gustavo Cruvinel ( pres. da comissão de meio ambiente), que abriu as portas para falarmos com o governador e o vice, ao Engº Ambiental Marco Minami e ao Ademir (viver Pesca) que conduziram de forma brilhante uma negociação difícil, sem atritos, confusões ou mal entendidos. Parabéns aos três!!!
     
    abração a todos
     
  12. Thanks
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Tammer Mendes em Pescaria Rio Uatumã - Outubro de 2019.   
    Belo relato....Com certeza uma semana de muitas felicidades!
    Parabéns!
  13. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Tammer Mendes em Pescaria Rio Uatumã - Outubro de 2019.   
    Boa noite pessoal. Vou tentar aqui fazer meu primeiro relato no fórum...
    Voltamos ao Rio Uatumã... Afluente do rio Amazonas. Morada de grandes tucunares açus e que devido a ter se tornado reserva, acredito e muito que os grandes peixes vão aparecer com mais frequência.
    Estivemos em Janeiro com a operação do amigo Juliano Lasca na Pousada do Dica, onde realizamos uma difícil pescaria, mais que rendeu belos troféus. 
     
    Como a vontade de voltar era grande... marcamos para Outubro... ja direto com a Pousada ja que o amigo Lasca foi operar com seu barco hotel no rio Apuau. 
     
    Pousada marcada.. e eu e meu amigo e parceiro Mario de Uberaba rumamos para Manaus.
    Nos encontramos no aeroporto e partimos com o transfer do tambem amigo Kennedy, da empresa Tarumã pesca e lazer. 
     
    Após 3 horas de viagem... chegamos ao porto da Morena... onde embarcamos rumo a pousada. Mais 1 hora e meia... rio abaixo em meio a mata selvagem... onde ate ribeirinhos é difícil de se ver tamanha preservação... chegamos ao posto de fiscalização da reserva, onde pagamos o valor de R$ 50,00 cada um... e seguimos para a pousada. Ja recepcionados por uma cerveja gelada.
     
    Pescamos por 5 dias e meio. Pescaria novamente dificil... Infelizmente tivemos o "Azar" de encontrar rio alto... devido a abertura das comportas da represa de Balbina... Encontramos alguns pescadores na pousada reclamando que a pescaria estava difícil... poucos e pequenos peixes aparecendo para as fotos.
     
    Como o peixe pra nós é um mero detalhe... bora arrumar a tralha... tomar uma gelada... para segurar a ansiedade.
     
    1° dia de pesca... Partimos a um ponto ja conhecido por nós... pois foi nele que pegamos nossos troféus em Janeiro. "Tucumainduba" é o nome do lugar... Ponto característico de peixe grande... pauleira pra todos os lados... e dalhe isca na água... pegamos em torno de 5 peixes cada um... e tivemos 6 ações de peixes Grandes!!! No primeiro dia ja vimos a cara dos bocudos.... que estouraram na famosa T20 e não voltaram mais.
     
    2°, 3° e 4° dia... rio baixando... peixes manhosos... e cerca de 10 peixes por cabeça dia... nada de embarcarmos os grandes... mais em todos os dias pelo menos um bruto dava as caras... hora perdiamos para a pauleira... hora só espantava a isca e nao voltava mais. Nestes dias fomos em outros pontos... como Lago do bicho, Tarumã, Campina, Kalaba, Lago do Padre, Jatuarana entre outros... mais sempre... "davamos" uma passadinha no tucumainduba kkkkk os grandes acreditamos que moram lá kkkk.
     
    5° dia e 6° dia... dedicamos ao tucumainduba e a boca de lagoas... sairam peixes maiores... Mario acertou um belo peixe de 75 cm e seus 7kg... na Bora 12... adivinhem a onde saiu o bitelo?? kkk novamente tivemos ações de peixes grandes na T20, que nao acertavam as iscas... 
     
    Na ultima manhã dedicando nas bocas de lagoas... acertei o meu maior peixe... um brigador tucunaré de 67 cm e que pesou seus mais de 6 kg... festa garantida... 
     
    além destes peixes... tivemos garateias abertas... de Inna 140... o bitelo puxou na vara do Mario como se fosse um Boto kkkk se nao estivessemos no meio de uma pauleira... teria dúvidas se era tucunare ou boto kkkk o bicho saiu se enroscando em tudo quanto foi pau que viu pela frente e escapou.... 
    É estes "Bandidos" que fazem a gente querer voltar no próximo ano...
     
    Pescaria encerrada... com belas fotos para a lembrança... muitas risadas e "mentiras" para contar.  Agradeço a Deus a oportunidade de novamente poder voltar a esse lugar mágico que é a Amazônia... e a minha esposa que ficou em casa cuidando do filhão de apenas 1 ano e meio... 
     
    segue algumas fotos da pescaria... detalhe do peixinho em algumas fotos... foi uma homenagem minha para meu pequeno... que se Deus permitir um dia vai pescar comigo.
     
    valeu turma. 
     
    Troféus pegos em Janeiro deste ano. 

     

     
    Fotos abaixo todas de Outubro.
     

     

     

     

    Picanha e um Peixinho porquê ninguem é de ferro!!! kkk

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     
    Desenho feito na área por algum ribeirinho!

     

     

     

     

    Estruturas do tucumainduba.

     

     

     

     
    Iscas mais usadas: T20 osso, Bonnie 128, Inna 12 e 14 cores verde limão e transparente, Bora 12, xrap 10 e shad Strike shad by Braguinha. 
     
     

     


     

     

     

    Dormiu... ferrou!!! kkk

     

    ai dormeeeee kkkkk

     
  14. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Eduardo Sone em OS GIGANTES DE "LOS HERMANOS"   
    Galera,acabo de retornar de uma pescaria no já tão conhecido e famoso destino de pesca de grandes peixes de água doce,nossa vizinha Argentina....O local escolhido em específico também já não é novidade pra nenhum pescador esportivo,Paso de Lá Pátria,na província de Corrientes,norte da Argentina.
    A última vez que eu havia estado lá foi em 2014,e não trazia boas recordações,pois pegamos uma semana realmente muito fraca de peixe..Se não fossem as piaparas,mais de 80% do grupo teria voltado de dedão atolado...O motivo para o fracasso daquela pescaria foram as fortíssimas chuvas que haviam caído na região de Foz do Iguaçu cerca de 10 dias antes,o que elevou o nível das águas e tornou o rio Paraná,que costuma ter águas límpidas,num rio de águas extremamente turvas,coisa difícil de acontecer...
    E mesmo sabendo que Paso se tornou um destino muito popular,melhor dizendo,batido mesmo,resolvemos arriscar mais uma vez,visto que alguns conhecidos haviam estado lá na temporada passada e conseguiram sucesso na pescaria..
    Como sempre,antes de seguirmos a Paso,demos aquela passada por Foz do Iguaçu,alguns para fazerem as tradicionais compras no Paraguai,outros (como eu) apenas pra curtir um pouco dessa belíssima cidade e tomar umas antes de entrar em terras estrangeiras 
    Aliás,boas opções gastronômicas não faltam em Foz,e uma dessas que eu recomendo, é o Bar Rafain Chopp.....Contra-Filé Argentino e chopp de qualidade...

     
    A partir de Foz,fizemos aquele tradicional esquema de fretamento de ônibus e adentrar na Argentina através de agência de turismo de pesca....
    Passagem tranquila pela Aduana e viagem também.....Muita cerveja e truco foram nosso passatempo pelos 600km que separam Foz do Iguaçu à Paso de La Pátria...

     
    Como já havíamos fechado essa pescaria à pouco mais de um ano,dessa vez escolhemos uma pousada um pouco mais "requintada" ,pois essa foi a opção de maior parte do grupo (apesar de eu sempre querer o mais simples possível)demos preferência ao pedido da maioria do grupo e então escolhemos a pousada Jardin del Paraná....Pousada de estrutura realmente muito boa....Bastante ampla,comida muito boa e realmente um lugar muito bonito....Minha única reclamação é do ar condicionado tipo janela que urrava feito um bugio na madrugada kkkkkkk( mas dei um pouco de azar,apenas alguns quartos ainda não possuem ar split).....
     
    Piscina com os quartos em toda a lateral... 

     
    Restaurante e adega....

     
     
    Como todos já sabem,a Argentina se tornou referência quando o assunto é preservação de seus rios...Rígidas leis fazem com que os estoques pesqueiros no norte da Argentina levem uma legião de pescadores de muitas partes do mundo em busca de seus grandes troféus,principalmente gigantes dourados e pintados,além dos grandes cardumes de piaparas...E mais uma vez confirmamos isso...Os gigantes continuam por lá...Em tamanhos e quantidades excelentes...Porém,pra quem nunca foi,pescaria na Argentina tem algumas particularidades,coisas um pouco diferentes do que estamos acostumados a ver por aqui...Por exemplo,os piloteiros seguem a risca uma espécie de CLT deles...Os horários de pescaria costumam ser cumpridos fielmente...Eles não saem pro rio antes das  7:30h,voltam as 12h pra almoço,retornam para o rio as 15h(alguns acabam saindo um pouquinho antes) e permanecem no rio até as 18:30.....Isso pode parecer um pouco estranho pra alguns,uma jornada de pesca um pouco reduzida em relação as nossas,porém em Paso isso não costuma ser problema,uma vez que normalmente navega-se no máximo 15 minutos pra se chegar nos pontos de pesca....Na verdade,boa parte desses pontos estão a no máximo 5 minutos do centro da cidade....Rio preservado realmente é outra coisa...
     
    Partimos para o primeiro dia de pesca para pescar na rodada na confluência do rio Paraguai com o Paranazão....Ali,a grande quantidade de cardumes de curimbas e piaparas chama a atenção dos grandes predadores,formando um excelente ponto de pesca...Porém,essa região (abaixo de Paso)fica numa outra província chamada de Chaco,província essa que proíbe a pesca em seu território todas as terças e quarta-feiras...
     
    Não demorou muito pra sentirmos as primeiras puxadas nas iscas,tuviras,porém a quantidade de piaparas nessa região é tão grande,que elas vão mordendo tuviras de quase 30cm até comerem pelo menos metade delas rsrs....Numa dessas,uma piapara de cerca de 2kg foi fisgada com tuvira e anzol 6/0.....
    Mas os dourados também estavam por lá,e logo os primeiros apareceram...Nada muito grande,mas já muito animador pra uma primeira manhã de pesca.

     
    Agora por favor,não riam muito desse óculos que tive que usar nessa primeira manhã de pesca.....Esqueci o meu no quarto da pousada e acabei pegando um que meu amigo Flávio tinha nas tralhas dele (óculos da filha dele por sinal)....Trata-se de um óculos de quem é realmente muito,muito macho

     
    Na parte da tarde resolvemos ir atrás das piaparas....Demorei um pouco pra pegar o esquema da rodadinha naquele lugar...Quem pesca piapara nesse esquema de rodadinha sabe que em cada tipo de água existe uma diferença na pescaria,uma certa manha até acertar o peso ideal do chumbo e tamanho do leader,pra conseguirmos sentir o fundo do rio....E esse local era de águas bem rápidas...Pingadinha nível hard....Mas essa região tem tanta piapara que as vezes elas acabam atacando de qualquer jeito.....

     
     
    Curimba fisgada com milho e que deu um trabalhão danado pra sair da água...

     
    E vejam só....Na parte da tarde eu novamente esqueci meu óculos...Será que eu estava gostando daquele????

     
    Nesse primeiro dia pescaria,grandes dourados já foram fisgados.....

     
    Inclusive uma monstrona de uma fêmea  de quase 17kg....

     
    Animados com o resultado do primeira dia,resolvemos repetir a dose no segundo,porém só mudamos de ponto e pescamos mais no canal do rio Paraná,numa região conhecida pelas torres de transmissão de energia existentes no local...
    Decisão acertada,pois nessa manhã embarcamos 4 dourados,de 8 a 12kg.....Pensa numa alegria que ficamos.....

     
    A tarde pegamos mais algumas piaparas...Algumas eu digo no nosso barco,pois teve barco nessa tarde que contabilizou mais de 60 piaparas...Absurdo mas é isso mesmo...60 piaparas numa tarde de pesca,3 pescadores....
    E mais excelentes dourados foram fisgados,além de 2 grandes patis (peixe que era muito comum principalmente no Pantanal)hoje cada vez mais raro em nossas águas...

     
    Nosso terceiro dia de pesca caiu num terça-feira,e como já havia falado no início,a pescaria nesse dia fica fechada na região do Chaco,justamente a região onde pegamos todos esses lindos peixes nos 2 dias anteriores.Um certo clima de preocupação começou a tomar conta da galera,pois ainda não nasceu pescador que queira mudar de ponto quando está pegando peixe....E pra aumentar esse clima que pairava no ar,o dia amanhece com muito vento...Subimos então até o ponto acima da cidade onde poderíamos pescar pelos próximos 2 dias,e ao chegar a esse ponto,cerca de 5 minutos apenas de barco da praia de onde estávamos saindo,mais um "provável problema" que eu e outros amigos imaginávamos se confirmou...Com a proibição da pesca rio abaixo,nesse ponto rio acima logo de manhã já havia umas 30 lanchas...Confesso que meio "incrédulo" da situação,lancei minha isca na água só pra ver mesmo que bicho ia dar....E eis que ali começou um dos dias mais surreais de pescaria já vivi em minha vida....Vento forte,30 lanchas rodando pra cima e pra baixo o tempo todo,fazendo barulho,enroscando e desenroscando anzol no fundo do rio,barcos passando praticamente "em cima de nossas linhas" e adivinhem....PEIXE PRA TODO LADO.....SEM EXAGEROS OU PUXA-SAQUISMO PRO LADO DOS ARGENTINOS....Quem me conhece sabe que não troco uma pescaria em nossas águas por nenhum outro lugar desse mundo,mas o que vi nesse dia realmente foi algo marcante...Era barco tirando peixe pra todo lado....Dourados gigantes,pintados,barbados,jaús na rodada com tuvira,pacus também sendo fisgados na mesma modalidade,equipamento,isca e local...Toda essa farra de peixe em meio á uma verdadeira farra de barcos e todo aquele escarcéu..... Ali,naquele dia,mais do que nunca,consegui mais uma vez compreender profundamente o significado da palavra PRESERVAÇÃO....Putz....Quem sabe um dia chegamos lá...

     
    Consegui ver um pescador tirar um dourado que seguramente estava na faixa de 20kg,e em determinado momento,estávamos rodando a pouco mais de 10m de distância de outra lancha,quando senti um tranco em minha isca que estava praticamente embaixo dessa lancha...Fisguei e ao olhar para a ponta da linha já vi um dos pescadores do outro barco fisgar também...Pensei comigo: PEGAMOS O MESMO PEIXE! Porém em questão de segundos,os outros 2 pescadores da outra lancha também fisgaram e as linhas correram em sentidos opostos..Aí sim eu disse :EITA POHA....ESTAMOS COM 4 DOURADOS AO MESMO TEMPO.....Deus do céu...Que coisa mais linda!!!Embarquei e rapidamente soltei o meu,que nem era muito grande,para fazer questão de comprovar e registrar esse momento...Os 4 juntos não saíram na foto,mas o triplê eu consegui registrar...

     
    Passada toda essa euforia da manhã,obviamente que antes do almoço tivemos que brindar....


     
    Sashimi de piapara,já que ninguém é de ferro..

     
    Na parte da tarde,novamente muitos peixes fisgados...
     
    Nosso local de embarque e desembarque...

     
    Na manhã seguinte,obviamente repetimos o ponto de pesca,mas como era de se esperar, o peixe finalmente começou a se incomodar um pouco com aquela algazarra toda,e ficaram mais manhosos...Mesmo assim,alguns excelentes exemplares foram fisgados,inclusive um jaú de cerca de 30kg e um pintado de cerca de 35kg...

     
    Devido à essa alteração no comportamento dos peixes,na parte da tarde nosso piloteiro disse que mudaríamos o ponto de pesca....Rapidamente concordamos,só não esperávamos que esse ponto fosse ainda mais perto que os outros rsrsrs....Apenas chegamos até o canal do rio,menos de 2 minutos de navegação,e começamos a pescar....
     
    Nessa tarde,conheci os dourados mais espertos que vi em minha vida rsrsrs....Acho que 100% dos dourados que bateram em nossas iscas,mordiam e já saíam nadando rio acima...Após a primeira e segunda fisgada,logo já sentíamos a linha totalmente bamba e leve...Pensávamos:perdi o peixe...Mas ao começar recolher,sempre vinha aquele inesperado tranco,ou até mesmo dourado saltando as nossas frentes...Hora então de fisgar novamente,porém quase sempre tarde demais rsrsrsr.....Perdemos seguramente umas 9 ou 10 fisgadas dessa maneira....Outro fator que influenciou também nisso foi o fato de que todas as tuviras eram bem grandes,e nesse ponto havia uma grande concentração de dourados menores,com cerca de 3kg, o que também dificultou as fisgadas...Talvez um suporte hook ajudasse nessa hora,mas como era a última tarde de pescaria ninguém quis saber de inventar moda...
    Numa dessas fisgadas perdidas,presenciei mais uma daquelas cenas de gravar pra sempre na memória....Um dourado mordeu minha isca e errei a primeira fisgada...Como sempre o dourado faz,logo em seguida ele volta e dou a segunda fisgada...Senti o peso do bicho na ponta linha,brigou no fundo por alguns segundos e escapou...Aí realmente não vi mais o que fazer...Comecei então a recolher vagarosamente já sentindo que o dourado havia comido toda a tuvira,mas eis que a uns 5m do barco,ao ver que ainda restava apenas um pequeno pedaço da tuvira no anzol,um dourado maravilhoso,de cerca de 6 a 7kg surge calmamente e literalmente "sugou a isca"colocando todo seu lombo dourado pra fora da água...Que cena incrível...Rapidamente fisguei,vi ele afundar e já subir rapidamente pra saltar...E cuspir meu anzol longe,mais uma vez kkkkkk....
    Mas,com muito custo consegui tirar 2 peixes...

     
    Tuviras,conhecidas por lá como "morenas"

     
    Em nosso barco,pra finalizar,só faltava mesmo um pintado...E no final da tarde,do último dia de pesca,ele veio...

     
    É isso aí amigos...Mais uma vez a Argentina dando uma verdadeira aula à nós brasileiros de como cuidar de seus rios....Não é de hoje que isso acontece...Turistas brasileiros indo pescar por aquelas bandas pelo simples fato de que lá existe algo que sonhamos muito por aqui: PRESERVAÇÃO.....
     
    E dias de tantos dourados assim,não poderiam terminar sem o maior dourado que podemos ver na Terra.....
    Um forte abraço à todos!

     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  15. Upvote
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Eder Nascimento em RIO SUCUNDURI OUTUBRO 2019 - VILANOVA AMAZON - ESPETACULAR   
    Parabéns à essa turma...E esses filhotes de pirarucu hein....Coisa linda....
    Valeu por compartilhar!
  16. Thanks
    Cristiano Rochinha deu reputação a Eder Nascimento em RIO SUCUNDURI OUTUBRO 2019 - VILANOVA AMAZON - ESPETACULAR   
    Uma pescaria para ficar eternizada em nossas memórias. Muito peixe, muita diversidade e muita diversão.
     
    DEVIDO A PROBLEMAS COM MEU COMPUTADOR, DESTA VEZ TIVE QUE OPTAR POR UM RELATO SEM COTAR DIA-A-DIA DE PESCA COMO JÁ É TRADICIONAL DA MINHA PARTE, JÁ  PEÇO DESCULPAS POR ISSO.
     
    Chegamos em Manaus no dia 19 de Outubro de 2019 e ficamos hospedados no novíssimo Hotel Noblie Suites, muito próximo ao aeroporto, já incluído no pacote da Vilanova Amazon. Desta vez não ficamos no Quality como de costume da operação, pois estava lotado devido a um evento do Comitê Olímpico Internacional. Mas fomos muito bem atendidos pelo Noblie.
     
     
    No outro dia bem cedo o translado já nos buscou e fomos direto para o aeroporto embarcar em dois hidroaviões.
    Turma de alta categoria, muito extrovertida e ótima de estar junto.

    Na foto: Branco, Tucunaleo, Edinho, Branco, Tássio, Piuí, Ricardo, Gabriel, Marlon, Gildasio, Eder,Talma, Mozart, Bruno, Dalcio e Pedrojr.

    Marlon, Gabriel (filho de Marlon), Gildasio e Piuí (Fábricio)
     
    Chegamos no Sucunduri e vimos que o Rio esta um pouco abaixo da caixa, nível muito promissor. No ano anterior fizemos uma grande pescaria no mês de setembro com rio mais cheio, então esta seria a chance de pescar em outras condições.

    Angler I - nossa casa por uma semana                                                                                 Partida do Hidroavião
     
    Foram seis fantásticos dias de pesca, pegamos muito peixe, muito peixe mesmo.
    Desta vez não vou fazer um relato contando dia por dia como já informei , mas as fotos vão falar por si só.
     
     
    Porém tem alguns pontos altos da pescaria que posso destacar aqui:
     
    - No meu bote em um único dia pegamos 30 pirarucus (pequenos) no Lago de difícil acesso, além de bons pinimas, aruanas e até cachara no jig. Esse dia foi extraordinário.
    - Muitos tucunarés grandes nas praias, e claro os maiores sempre escapam, mas eles estavam lá só não quiseram sair para foto.
    - Uma única dupla tirou o final do dia para pescar peixe de couro e o Grabriel (jovem de apenas 12 anos) acertou uma Piraíba para alegria de seu pai que testemunhou tudo.
    - A quantidade de jacarés foi impressionante.
    - Tucunarés perdemos as contas.
     
    Fica aqui o registro de algumas fotos (é muito foto e nem todos do grupo mandaram ainda).
     
    DUPLA: EDER E MOZART(mais conhecido como moranguinho)

     
    DUPLA: BRUNO E TALMA (Bruno acertou muitos peixes grandes, destaque para uma linda Aruanã com seus 92cm)
     

     
    DUPLA: DALCIO E RICARDO 
     

     
    DUPLA: MARLON E GABRIEL (destaque para Piraíba do Gabriel, menino pesca muito)
     
     
    IMPRESSIONANTE COMO O RIO SUCUNDURI/CAMAIU É MUITO BOM PARA PEIXE DE COURO, MAS POUCOS PARAM PARA FAZER ESTA PESCARIA, ESTA PIRAÍBA FOI CAPTURADA COM POUCOS MINUTOS E ANO PASSADO COM POUQUÍSSIMO TEMPO ACERTEMOS 3 PIRARARAS. SEM CONTAR QUE JÁ VI SAIR CACHARA MUITO GRANDE POR LÁ.
     
    DUPLA: PEDROJR E EDINHO
     

     
    MAIS ALGUMAS FOTOS DE DEMAIS PESCADORES DO GRUPO, COMO EU DISSE ALGUMAS FOTOS AINDA NÃO RECEBI.

     
    TEM MUITA FOTO DE JACARÉ, MAS ESTA CAPTURADA PELO EDINHO MERECE DESTAQUE (poderia postar aqui mais de 20 fotos só de jacarés kkkk)

     
    Peço desculpas mais uma vez por não ser um relato como eu tenho costume de publicar turma, meu pc esta muito ruim.
     
    AGRADECIMENTOS:
     
    Em primeiro lugar a Deus, que o Senhor da minha vida e me sustenta a cada amanhecer.
    Não podeira deixar de agradecer a cada um do grupo que esteve junto durante esta semana que ficará marcada em minha vida para sempre.
    Agradeço também a toda tripulação do Angler I e aos excelentes guias da Vilanova Amazon, em especial a meu amigo @Victor Vilanova que não mede esforços em nos atender.
    Fica aqui uma menção especial a Presa Viva na pessoa do meu amigo @Francis Pinto que se desdobrou para confeccionar nossas camisas seguindo a risca o que eu tinha em mente e ficou espetacular.
    Faço também uma menção honrosa ao Carlos da Impacto Jigs, com apenas um jig embarcamos muitos pirarucus e tucunarés e jig esta perfeito. Para mim o melhor jig do mercado disparado, não ganho nada por mencionar, apenas pratico o princípio da honra e o que é bom merece ser lembrado.
     
     
    2020 - tem mais e já estou organizando um novo grupo, quem tiver interesse será muito bem vindo.
     
    Para vídeos de soltura e mais fotos podem acompanhar no meu instagram: @ederfishing 
     
    Obrigado a todos.

    Momento de agradecer a Deus por nossa Amazônia - SIM ELA É NOSSA

    Camisa Presa Viva - Top demais

    Turma sensacional, faltaram alguns para fotos, mas todos tem meu carinho e agradecimento.
     
  17. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Edson C. Martins em OS GIGANTES DE "LOS HERMANOS"   
    Galera,acabo de retornar de uma pescaria no já tão conhecido e famoso destino de pesca de grandes peixes de água doce,nossa vizinha Argentina....O local escolhido em específico também já não é novidade pra nenhum pescador esportivo,Paso de Lá Pátria,na província de Corrientes,norte da Argentina.
    A última vez que eu havia estado lá foi em 2014,e não trazia boas recordações,pois pegamos uma semana realmente muito fraca de peixe..Se não fossem as piaparas,mais de 80% do grupo teria voltado de dedão atolado...O motivo para o fracasso daquela pescaria foram as fortíssimas chuvas que haviam caído na região de Foz do Iguaçu cerca de 10 dias antes,o que elevou o nível das águas e tornou o rio Paraná,que costuma ter águas límpidas,num rio de águas extremamente turvas,coisa difícil de acontecer...
    E mesmo sabendo que Paso se tornou um destino muito popular,melhor dizendo,batido mesmo,resolvemos arriscar mais uma vez,visto que alguns conhecidos haviam estado lá na temporada passada e conseguiram sucesso na pescaria..
    Como sempre,antes de seguirmos a Paso,demos aquela passada por Foz do Iguaçu,alguns para fazerem as tradicionais compras no Paraguai,outros (como eu) apenas pra curtir um pouco dessa belíssima cidade e tomar umas antes de entrar em terras estrangeiras 
    Aliás,boas opções gastronômicas não faltam em Foz,e uma dessas que eu recomendo, é o Bar Rafain Chopp.....Contra-Filé Argentino e chopp de qualidade...

     
    A partir de Foz,fizemos aquele tradicional esquema de fretamento de ônibus e adentrar na Argentina através de agência de turismo de pesca....
    Passagem tranquila pela Aduana e viagem também.....Muita cerveja e truco foram nosso passatempo pelos 600km que separam Foz do Iguaçu à Paso de La Pátria...

     
    Como já havíamos fechado essa pescaria à pouco mais de um ano,dessa vez escolhemos uma pousada um pouco mais "requintada" ,pois essa foi a opção de maior parte do grupo (apesar de eu sempre querer o mais simples possível)demos preferência ao pedido da maioria do grupo e então escolhemos a pousada Jardin del Paraná....Pousada de estrutura realmente muito boa....Bastante ampla,comida muito boa e realmente um lugar muito bonito....Minha única reclamação é do ar condicionado tipo janela que urrava feito um bugio na madrugada kkkkkkk( mas dei um pouco de azar,apenas alguns quartos ainda não possuem ar split).....
     
    Piscina com os quartos em toda a lateral... 

     
    Restaurante e adega....

     
     
    Como todos já sabem,a Argentina se tornou referência quando o assunto é preservação de seus rios...Rígidas leis fazem com que os estoques pesqueiros no norte da Argentina levem uma legião de pescadores de muitas partes do mundo em busca de seus grandes troféus,principalmente gigantes dourados e pintados,além dos grandes cardumes de piaparas...E mais uma vez confirmamos isso...Os gigantes continuam por lá...Em tamanhos e quantidades excelentes...Porém,pra quem nunca foi,pescaria na Argentina tem algumas particularidades,coisas um pouco diferentes do que estamos acostumados a ver por aqui...Por exemplo,os piloteiros seguem a risca uma espécie de CLT deles...Os horários de pescaria costumam ser cumpridos fielmente...Eles não saem pro rio antes das  7:30h,voltam as 12h pra almoço,retornam para o rio as 15h(alguns acabam saindo um pouquinho antes) e permanecem no rio até as 18:30.....Isso pode parecer um pouco estranho pra alguns,uma jornada de pesca um pouco reduzida em relação as nossas,porém em Paso isso não costuma ser problema,uma vez que normalmente navega-se no máximo 15 minutos pra se chegar nos pontos de pesca....Na verdade,boa parte desses pontos estão a no máximo 5 minutos do centro da cidade....Rio preservado realmente é outra coisa...
     
    Partimos para o primeiro dia de pesca para pescar na rodada na confluência do rio Paraguai com o Paranazão....Ali,a grande quantidade de cardumes de curimbas e piaparas chama a atenção dos grandes predadores,formando um excelente ponto de pesca...Porém,essa região (abaixo de Paso)fica numa outra província chamada de Chaco,província essa que proíbe a pesca em seu território todas as terças e quarta-feiras...
     
    Não demorou muito pra sentirmos as primeiras puxadas nas iscas,tuviras,porém a quantidade de piaparas nessa região é tão grande,que elas vão mordendo tuviras de quase 30cm até comerem pelo menos metade delas rsrs....Numa dessas,uma piapara de cerca de 2kg foi fisgada com tuvira e anzol 6/0.....
    Mas os dourados também estavam por lá,e logo os primeiros apareceram...Nada muito grande,mas já muito animador pra uma primeira manhã de pesca.

     
    Agora por favor,não riam muito desse óculos que tive que usar nessa primeira manhã de pesca.....Esqueci o meu no quarto da pousada e acabei pegando um que meu amigo Flávio tinha nas tralhas dele (óculos da filha dele por sinal)....Trata-se de um óculos de quem é realmente muito,muito macho

     
    Na parte da tarde resolvemos ir atrás das piaparas....Demorei um pouco pra pegar o esquema da rodadinha naquele lugar...Quem pesca piapara nesse esquema de rodadinha sabe que em cada tipo de água existe uma diferença na pescaria,uma certa manha até acertar o peso ideal do chumbo e tamanho do leader,pra conseguirmos sentir o fundo do rio....E esse local era de águas bem rápidas...Pingadinha nível hard....Mas essa região tem tanta piapara que as vezes elas acabam atacando de qualquer jeito.....

     
     
    Curimba fisgada com milho e que deu um trabalhão danado pra sair da água...

     
    E vejam só....Na parte da tarde eu novamente esqueci meu óculos...Será que eu estava gostando daquele????

     
    Nesse primeiro dia pescaria,grandes dourados já foram fisgados.....

     
    Inclusive uma monstrona de uma fêmea  de quase 17kg....

     
    Animados com o resultado do primeira dia,resolvemos repetir a dose no segundo,porém só mudamos de ponto e pescamos mais no canal do rio Paraná,numa região conhecida pelas torres de transmissão de energia existentes no local...
    Decisão acertada,pois nessa manhã embarcamos 4 dourados,de 8 a 12kg.....Pensa numa alegria que ficamos.....

     
    A tarde pegamos mais algumas piaparas...Algumas eu digo no nosso barco,pois teve barco nessa tarde que contabilizou mais de 60 piaparas...Absurdo mas é isso mesmo...60 piaparas numa tarde de pesca,3 pescadores....
    E mais excelentes dourados foram fisgados,além de 2 grandes patis (peixe que era muito comum principalmente no Pantanal)hoje cada vez mais raro em nossas águas...

     
    Nosso terceiro dia de pesca caiu num terça-feira,e como já havia falado no início,a pescaria nesse dia fica fechada na região do Chaco,justamente a região onde pegamos todos esses lindos peixes nos 2 dias anteriores.Um certo clima de preocupação começou a tomar conta da galera,pois ainda não nasceu pescador que queira mudar de ponto quando está pegando peixe....E pra aumentar esse clima que pairava no ar,o dia amanhece com muito vento...Subimos então até o ponto acima da cidade onde poderíamos pescar pelos próximos 2 dias,e ao chegar a esse ponto,cerca de 5 minutos apenas de barco da praia de onde estávamos saindo,mais um "provável problema" que eu e outros amigos imaginávamos se confirmou...Com a proibição da pesca rio abaixo,nesse ponto rio acima logo de manhã já havia umas 30 lanchas...Confesso que meio "incrédulo" da situação,lancei minha isca na água só pra ver mesmo que bicho ia dar....E eis que ali começou um dos dias mais surreais de pescaria já vivi em minha vida....Vento forte,30 lanchas rodando pra cima e pra baixo o tempo todo,fazendo barulho,enroscando e desenroscando anzol no fundo do rio,barcos passando praticamente "em cima de nossas linhas" e adivinhem....PEIXE PRA TODO LADO.....SEM EXAGEROS OU PUXA-SAQUISMO PRO LADO DOS ARGENTINOS....Quem me conhece sabe que não troco uma pescaria em nossas águas por nenhum outro lugar desse mundo,mas o que vi nesse dia realmente foi algo marcante...Era barco tirando peixe pra todo lado....Dourados gigantes,pintados,barbados,jaús na rodada com tuvira,pacus também sendo fisgados na mesma modalidade,equipamento,isca e local...Toda essa farra de peixe em meio á uma verdadeira farra de barcos e todo aquele escarcéu..... Ali,naquele dia,mais do que nunca,consegui mais uma vez compreender profundamente o significado da palavra PRESERVAÇÃO....Putz....Quem sabe um dia chegamos lá...

     
    Consegui ver um pescador tirar um dourado que seguramente estava na faixa de 20kg,e em determinado momento,estávamos rodando a pouco mais de 10m de distância de outra lancha,quando senti um tranco em minha isca que estava praticamente embaixo dessa lancha...Fisguei e ao olhar para a ponta da linha já vi um dos pescadores do outro barco fisgar também...Pensei comigo: PEGAMOS O MESMO PEIXE! Porém em questão de segundos,os outros 2 pescadores da outra lancha também fisgaram e as linhas correram em sentidos opostos..Aí sim eu disse :EITA POHA....ESTAMOS COM 4 DOURADOS AO MESMO TEMPO.....Deus do céu...Que coisa mais linda!!!Embarquei e rapidamente soltei o meu,que nem era muito grande,para fazer questão de comprovar e registrar esse momento...Os 4 juntos não saíram na foto,mas o triplê eu consegui registrar...

     
    Passada toda essa euforia da manhã,obviamente que antes do almoço tivemos que brindar....


     
    Sashimi de piapara,já que ninguém é de ferro..

     
    Na parte da tarde,novamente muitos peixes fisgados...
     
    Nosso local de embarque e desembarque...

     
    Na manhã seguinte,obviamente repetimos o ponto de pesca,mas como era de se esperar, o peixe finalmente começou a se incomodar um pouco com aquela algazarra toda,e ficaram mais manhosos...Mesmo assim,alguns excelentes exemplares foram fisgados,inclusive um jaú de cerca de 30kg e um pintado de cerca de 35kg...

     
    Devido à essa alteração no comportamento dos peixes,na parte da tarde nosso piloteiro disse que mudaríamos o ponto de pesca....Rapidamente concordamos,só não esperávamos que esse ponto fosse ainda mais perto que os outros rsrsrs....Apenas chegamos até o canal do rio,menos de 2 minutos de navegação,e começamos a pescar....
     
    Nessa tarde,conheci os dourados mais espertos que vi em minha vida rsrsrs....Acho que 100% dos dourados que bateram em nossas iscas,mordiam e já saíam nadando rio acima...Após a primeira e segunda fisgada,logo já sentíamos a linha totalmente bamba e leve...Pensávamos:perdi o peixe...Mas ao começar recolher,sempre vinha aquele inesperado tranco,ou até mesmo dourado saltando as nossas frentes...Hora então de fisgar novamente,porém quase sempre tarde demais rsrsrsr.....Perdemos seguramente umas 9 ou 10 fisgadas dessa maneira....Outro fator que influenciou também nisso foi o fato de que todas as tuviras eram bem grandes,e nesse ponto havia uma grande concentração de dourados menores,com cerca de 3kg, o que também dificultou as fisgadas...Talvez um suporte hook ajudasse nessa hora,mas como era a última tarde de pescaria ninguém quis saber de inventar moda...
    Numa dessas fisgadas perdidas,presenciei mais uma daquelas cenas de gravar pra sempre na memória....Um dourado mordeu minha isca e errei a primeira fisgada...Como sempre o dourado faz,logo em seguida ele volta e dou a segunda fisgada...Senti o peso do bicho na ponta linha,brigou no fundo por alguns segundos e escapou...Aí realmente não vi mais o que fazer...Comecei então a recolher vagarosamente já sentindo que o dourado havia comido toda a tuvira,mas eis que a uns 5m do barco,ao ver que ainda restava apenas um pequeno pedaço da tuvira no anzol,um dourado maravilhoso,de cerca de 6 a 7kg surge calmamente e literalmente "sugou a isca"colocando todo seu lombo dourado pra fora da água...Que cena incrível...Rapidamente fisguei,vi ele afundar e já subir rapidamente pra saltar...E cuspir meu anzol longe,mais uma vez kkkkkk....
    Mas,com muito custo consegui tirar 2 peixes...

     
    Tuviras,conhecidas por lá como "morenas"

     
    Em nosso barco,pra finalizar,só faltava mesmo um pintado...E no final da tarde,do último dia de pesca,ele veio...

     
    É isso aí amigos...Mais uma vez a Argentina dando uma verdadeira aula à nós brasileiros de como cuidar de seus rios....Não é de hoje que isso acontece...Turistas brasileiros indo pescar por aquelas bandas pelo simples fato de que lá existe algo que sonhamos muito por aqui: PRESERVAÇÃO.....
     
    E dias de tantos dourados assim,não poderiam terminar sem o maior dourado que podemos ver na Terra.....
    Um forte abraço à todos!

     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  18. Upvote
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Fabrício Biguá em OS GIGANTES DE "LOS HERMANOS"   
    Galera,acabo de retornar de uma pescaria no já tão conhecido e famoso destino de pesca de grandes peixes de água doce,nossa vizinha Argentina....O local escolhido em específico também já não é novidade pra nenhum pescador esportivo,Paso de Lá Pátria,na província de Corrientes,norte da Argentina.
    A última vez que eu havia estado lá foi em 2014,e não trazia boas recordações,pois pegamos uma semana realmente muito fraca de peixe..Se não fossem as piaparas,mais de 80% do grupo teria voltado de dedão atolado...O motivo para o fracasso daquela pescaria foram as fortíssimas chuvas que haviam caído na região de Foz do Iguaçu cerca de 10 dias antes,o que elevou o nível das águas e tornou o rio Paraná,que costuma ter águas límpidas,num rio de águas extremamente turvas,coisa difícil de acontecer...
    E mesmo sabendo que Paso se tornou um destino muito popular,melhor dizendo,batido mesmo,resolvemos arriscar mais uma vez,visto que alguns conhecidos haviam estado lá na temporada passada e conseguiram sucesso na pescaria..
    Como sempre,antes de seguirmos a Paso,demos aquela passada por Foz do Iguaçu,alguns para fazerem as tradicionais compras no Paraguai,outros (como eu) apenas pra curtir um pouco dessa belíssima cidade e tomar umas antes de entrar em terras estrangeiras 
    Aliás,boas opções gastronômicas não faltam em Foz,e uma dessas que eu recomendo, é o Bar Rafain Chopp.....Contra-Filé Argentino e chopp de qualidade...

     
    A partir de Foz,fizemos aquele tradicional esquema de fretamento de ônibus e adentrar na Argentina através de agência de turismo de pesca....
    Passagem tranquila pela Aduana e viagem também.....Muita cerveja e truco foram nosso passatempo pelos 600km que separam Foz do Iguaçu à Paso de La Pátria...

     
    Como já havíamos fechado essa pescaria à pouco mais de um ano,dessa vez escolhemos uma pousada um pouco mais "requintada" ,pois essa foi a opção de maior parte do grupo (apesar de eu sempre querer o mais simples possível)demos preferência ao pedido da maioria do grupo e então escolhemos a pousada Jardin del Paraná....Pousada de estrutura realmente muito boa....Bastante ampla,comida muito boa e realmente um lugar muito bonito....Minha única reclamação é do ar condicionado tipo janela que urrava feito um bugio na madrugada kkkkkkk( mas dei um pouco de azar,apenas alguns quartos ainda não possuem ar split).....
     
    Piscina com os quartos em toda a lateral... 

     
    Restaurante e adega....

     
     
    Como todos já sabem,a Argentina se tornou referência quando o assunto é preservação de seus rios...Rígidas leis fazem com que os estoques pesqueiros no norte da Argentina levem uma legião de pescadores de muitas partes do mundo em busca de seus grandes troféus,principalmente gigantes dourados e pintados,além dos grandes cardumes de piaparas...E mais uma vez confirmamos isso...Os gigantes continuam por lá...Em tamanhos e quantidades excelentes...Porém,pra quem nunca foi,pescaria na Argentina tem algumas particularidades,coisas um pouco diferentes do que estamos acostumados a ver por aqui...Por exemplo,os piloteiros seguem a risca uma espécie de CLT deles...Os horários de pescaria costumam ser cumpridos fielmente...Eles não saem pro rio antes das  7:30h,voltam as 12h pra almoço,retornam para o rio as 15h(alguns acabam saindo um pouquinho antes) e permanecem no rio até as 18:30.....Isso pode parecer um pouco estranho pra alguns,uma jornada de pesca um pouco reduzida em relação as nossas,porém em Paso isso não costuma ser problema,uma vez que normalmente navega-se no máximo 15 minutos pra se chegar nos pontos de pesca....Na verdade,boa parte desses pontos estão a no máximo 5 minutos do centro da cidade....Rio preservado realmente é outra coisa...
     
    Partimos para o primeiro dia de pesca para pescar na rodada na confluência do rio Paraguai com o Paranazão....Ali,a grande quantidade de cardumes de curimbas e piaparas chama a atenção dos grandes predadores,formando um excelente ponto de pesca...Porém,essa região (abaixo de Paso)fica numa outra província chamada de Chaco,província essa que proíbe a pesca em seu território todas as terças e quarta-feiras...
     
    Não demorou muito pra sentirmos as primeiras puxadas nas iscas,tuviras,porém a quantidade de piaparas nessa região é tão grande,que elas vão mordendo tuviras de quase 30cm até comerem pelo menos metade delas rsrs....Numa dessas,uma piapara de cerca de 2kg foi fisgada com tuvira e anzol 6/0.....
    Mas os dourados também estavam por lá,e logo os primeiros apareceram...Nada muito grande,mas já muito animador pra uma primeira manhã de pesca.

     
    Agora por favor,não riam muito desse óculos que tive que usar nessa primeira manhã de pesca.....Esqueci o meu no quarto da pousada e acabei pegando um que meu amigo Flávio tinha nas tralhas dele (óculos da filha dele por sinal)....Trata-se de um óculos de quem é realmente muito,muito macho

     
    Na parte da tarde resolvemos ir atrás das piaparas....Demorei um pouco pra pegar o esquema da rodadinha naquele lugar...Quem pesca piapara nesse esquema de rodadinha sabe que em cada tipo de água existe uma diferença na pescaria,uma certa manha até acertar o peso ideal do chumbo e tamanho do leader,pra conseguirmos sentir o fundo do rio....E esse local era de águas bem rápidas...Pingadinha nível hard....Mas essa região tem tanta piapara que as vezes elas acabam atacando de qualquer jeito.....

     
     
    Curimba fisgada com milho e que deu um trabalhão danado pra sair da água...

     
    E vejam só....Na parte da tarde eu novamente esqueci meu óculos...Será que eu estava gostando daquele????

     
    Nesse primeiro dia pescaria,grandes dourados já foram fisgados.....

     
    Inclusive uma monstrona de uma fêmea  de quase 17kg....

     
    Animados com o resultado do primeira dia,resolvemos repetir a dose no segundo,porém só mudamos de ponto e pescamos mais no canal do rio Paraná,numa região conhecida pelas torres de transmissão de energia existentes no local...
    Decisão acertada,pois nessa manhã embarcamos 4 dourados,de 8 a 12kg.....Pensa numa alegria que ficamos.....

     
    A tarde pegamos mais algumas piaparas...Algumas eu digo no nosso barco,pois teve barco nessa tarde que contabilizou mais de 60 piaparas...Absurdo mas é isso mesmo...60 piaparas numa tarde de pesca,3 pescadores....
    E mais excelentes dourados foram fisgados,além de 2 grandes patis (peixe que era muito comum principalmente no Pantanal)hoje cada vez mais raro em nossas águas...

     
    Nosso terceiro dia de pesca caiu num terça-feira,e como já havia falado no início,a pescaria nesse dia fica fechada na região do Chaco,justamente a região onde pegamos todos esses lindos peixes nos 2 dias anteriores.Um certo clima de preocupação começou a tomar conta da galera,pois ainda não nasceu pescador que queira mudar de ponto quando está pegando peixe....E pra aumentar esse clima que pairava no ar,o dia amanhece com muito vento...Subimos então até o ponto acima da cidade onde poderíamos pescar pelos próximos 2 dias,e ao chegar a esse ponto,cerca de 5 minutos apenas de barco da praia de onde estávamos saindo,mais um "provável problema" que eu e outros amigos imaginávamos se confirmou...Com a proibição da pesca rio abaixo,nesse ponto rio acima logo de manhã já havia umas 30 lanchas...Confesso que meio "incrédulo" da situação,lancei minha isca na água só pra ver mesmo que bicho ia dar....E eis que ali começou um dos dias mais surreais de pescaria já vivi em minha vida....Vento forte,30 lanchas rodando pra cima e pra baixo o tempo todo,fazendo barulho,enroscando e desenroscando anzol no fundo do rio,barcos passando praticamente "em cima de nossas linhas" e adivinhem....PEIXE PRA TODO LADO.....SEM EXAGEROS OU PUXA-SAQUISMO PRO LADO DOS ARGENTINOS....Quem me conhece sabe que não troco uma pescaria em nossas águas por nenhum outro lugar desse mundo,mas o que vi nesse dia realmente foi algo marcante...Era barco tirando peixe pra todo lado....Dourados gigantes,pintados,barbados,jaús na rodada com tuvira,pacus também sendo fisgados na mesma modalidade,equipamento,isca e local...Toda essa farra de peixe em meio á uma verdadeira farra de barcos e todo aquele escarcéu..... Ali,naquele dia,mais do que nunca,consegui mais uma vez compreender profundamente o significado da palavra PRESERVAÇÃO....Putz....Quem sabe um dia chegamos lá...

     
    Consegui ver um pescador tirar um dourado que seguramente estava na faixa de 20kg,e em determinado momento,estávamos rodando a pouco mais de 10m de distância de outra lancha,quando senti um tranco em minha isca que estava praticamente embaixo dessa lancha...Fisguei e ao olhar para a ponta da linha já vi um dos pescadores do outro barco fisgar também...Pensei comigo: PEGAMOS O MESMO PEIXE! Porém em questão de segundos,os outros 2 pescadores da outra lancha também fisgaram e as linhas correram em sentidos opostos..Aí sim eu disse :EITA POHA....ESTAMOS COM 4 DOURADOS AO MESMO TEMPO.....Deus do céu...Que coisa mais linda!!!Embarquei e rapidamente soltei o meu,que nem era muito grande,para fazer questão de comprovar e registrar esse momento...Os 4 juntos não saíram na foto,mas o triplê eu consegui registrar...

     
    Passada toda essa euforia da manhã,obviamente que antes do almoço tivemos que brindar....


     
    Sashimi de piapara,já que ninguém é de ferro..

     
    Na parte da tarde,novamente muitos peixes fisgados...
     
    Nosso local de embarque e desembarque...

     
    Na manhã seguinte,obviamente repetimos o ponto de pesca,mas como era de se esperar, o peixe finalmente começou a se incomodar um pouco com aquela algazarra toda,e ficaram mais manhosos...Mesmo assim,alguns excelentes exemplares foram fisgados,inclusive um jaú de cerca de 30kg e um pintado de cerca de 35kg...

     
    Devido à essa alteração no comportamento dos peixes,na parte da tarde nosso piloteiro disse que mudaríamos o ponto de pesca....Rapidamente concordamos,só não esperávamos que esse ponto fosse ainda mais perto que os outros rsrsrs....Apenas chegamos até o canal do rio,menos de 2 minutos de navegação,e começamos a pescar....
     
    Nessa tarde,conheci os dourados mais espertos que vi em minha vida rsrsrs....Acho que 100% dos dourados que bateram em nossas iscas,mordiam e já saíam nadando rio acima...Após a primeira e segunda fisgada,logo já sentíamos a linha totalmente bamba e leve...Pensávamos:perdi o peixe...Mas ao começar recolher,sempre vinha aquele inesperado tranco,ou até mesmo dourado saltando as nossas frentes...Hora então de fisgar novamente,porém quase sempre tarde demais rsrsrsr.....Perdemos seguramente umas 9 ou 10 fisgadas dessa maneira....Outro fator que influenciou também nisso foi o fato de que todas as tuviras eram bem grandes,e nesse ponto havia uma grande concentração de dourados menores,com cerca de 3kg, o que também dificultou as fisgadas...Talvez um suporte hook ajudasse nessa hora,mas como era a última tarde de pescaria ninguém quis saber de inventar moda...
    Numa dessas fisgadas perdidas,presenciei mais uma daquelas cenas de gravar pra sempre na memória....Um dourado mordeu minha isca e errei a primeira fisgada...Como sempre o dourado faz,logo em seguida ele volta e dou a segunda fisgada...Senti o peso do bicho na ponta linha,brigou no fundo por alguns segundos e escapou...Aí realmente não vi mais o que fazer...Comecei então a recolher vagarosamente já sentindo que o dourado havia comido toda a tuvira,mas eis que a uns 5m do barco,ao ver que ainda restava apenas um pequeno pedaço da tuvira no anzol,um dourado maravilhoso,de cerca de 6 a 7kg surge calmamente e literalmente "sugou a isca"colocando todo seu lombo dourado pra fora da água...Que cena incrível...Rapidamente fisguei,vi ele afundar e já subir rapidamente pra saltar...E cuspir meu anzol longe,mais uma vez kkkkkk....
    Mas,com muito custo consegui tirar 2 peixes...

     
    Tuviras,conhecidas por lá como "morenas"

     
    Em nosso barco,pra finalizar,só faltava mesmo um pintado...E no final da tarde,do último dia de pesca,ele veio...

     
    É isso aí amigos...Mais uma vez a Argentina dando uma verdadeira aula à nós brasileiros de como cuidar de seus rios....Não é de hoje que isso acontece...Turistas brasileiros indo pescar por aquelas bandas pelo simples fato de que lá existe algo que sonhamos muito por aqui: PRESERVAÇÃO.....
     
    E dias de tantos dourados assim,não poderiam terminar sem o maior dourado que podemos ver na Terra.....
    Um forte abraço à todos!

     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  19. Upvote
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Guto Pinto em Planura Rio Grande out 19 . Atrás dos Barbados monstros   
    Parabéns pelos peixes....Esse ano realmente foi surpreendente a quantidade de grandes barbados nesse fim de temporada...Todos os dias penso comigo mesmo como seria esse rio se fosse preservado....Meu amigo....Isso aqui ia ser a MECA DA PESCA no Sudeste sem dúvida alguma...
  20. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Guto Pinto em Planura Rio Grande out 19 . Atrás dos Barbados monstros   
    Depois de um pescaria surpreendende em Planura no Rio Grande no começo do ano pescando piauçus, resolvemos voltar agora no fim da pesca atrás do peixes de Couro.   
    Como sempre saimos daqui de Rio Pardo 300km direto.

     
       De praxe passamos na loja do nosso amigo Piapara fazer umas comprinhas , infelizmente ele não estava  pois foi pescar na Argentina,  mas do mesmo modo fomos muito bem atendidos pelos filhos dele, loja é campeã. 

     
    Já chegamos em Planura, logo depois chega meu irmão e meus primos , já fomos bem recepcionados  pelo Rodrigo dono da pousada Yokohama com uma cervejnha trincando e um peixe frito a beira da piscina

     

     
     
    Vamos a Pescaria:
    Seria no estilo rodada pindocando no fundo com chumbo grande  ou apoitado, usando lambari ou tuvira como isca.
    No primeiro dia logo apoitamos ja sairam uns Pintadinhos e Barbados alguns até de dublê
     

     

     
     

     
     
     

     
     

     

    E assim foram  muitos até que meu primo acerta um monstrinho de 5.5 kg no fim da tarde, como briga esse peixe

     

     
     
     
    A noite um churrasquinho na porta do AP. 

     
    Segundo dia, mesma coisa até que o Branco acerta um monstro de 7kg, em se tratando do material leve que usamos a briga perdurou por  25minutos.  
     

     

     

     
     

     

     

     
     
    Terceiro dia resolvemos sair da pescaria "raiz " e ir bater uns tucunas na artificial na represa de cima, sao apenas 12km.   
     
    Fuscão do Rodrigo e carros encarretados partimos pro Náutico 

     
    Represa estava um espelho  o que nos trouxe muitas esperanças acertar um Azulão,  ainda mais pra mim que pesquei nessa represa uns 8 anos seguidos.
     
     

     

     
    Infelizmente só saiu uns tricks pela manhã na Zigzarinha e xuxinha.  Paramos numa margem pra assar uma carninha foi  quando o tempo mudou, uma ventania e um temporal de fazer marolas de mais de metro,  tivemos que  vazar rápido sorte que estávamos de motores 40 e 50hp senão o trem ia azedar,  acabamos tendo que encerrar a pescaria antes das 14h 

     

     
     
    Quarto dia e último, como a pescaria de tucuna foi fraca e quase todos dias estava dando um temporalzinho, resolvemos voltar a pescaria de rodada, na parte de baixo como o rio é mais estreito e corre muito o risco de marolas é baixo.  E sairam mais uns peixes bonitos
     

     
     

     

     
     

     

     
     
     
    E assim encerramos mais uma boa e pescaria no Rio Grande,  rio que enfrenta muitas adversidades e mesmo assim sobrevive.  É um pantanal dentro do estado de SP.   Agradecemos aos Guias Zé Roberto e Marcão, sempre muito profissionais e responsáveis. E a Pousada Yokohama por mais uma estadia perfeita, coisa difícil de se ver por nossa região
     
    Materiais utilizados: 
    Carretilhas Perfil baixo e BG. 
    Linhas multi 0.20 a 0.23 ou mono  0.40 a 0.43
    Leader 0.44 
    Varas carbono sólido tipo Evolution g3,   hunter fish x, Maruri bhrava e Ganges , Saint Profishing , Albatroz comander. entre 17 a 30lbs. Evite usar varas carbono oco, pois como se pesca com chumbo de 50  60g na vertical pindocando  chance de quebrar são grandes, 3 foram pro vinagre, kkkkkk
    Anzois 4330 2 a 3/0 ou maruseigo 22 a 24
    Um vídeo da pesca:
     
     
     
     
    A cereja do bolo:
     
    Como estaria mais um dia de folga, não tive duvida.  O Marcão nosso guia  vende isca,  já comprei 300 lambaris e parti direto de Planura pro Pardo aqui no quintal de casa tentar uns tucunas. 
     
    Lambaris bem acodicionados

     
     
    E naõ é que acertamos o Record de tucunas nosso,  foram 132 tucunas em 1 dia de pesca, inacreditável numa represa tão pequena,  variando em 35 a 42cm, até no pincho dessa vez vieram, pois os bichos aqui são enjoados
     

     

     

     
     

  21. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Beto Caranha em IPBC em Barcelos- Outubro 2019- Barco Angatu Mirim   
    IPBC em Barcelos- Outubro 2019- Barco Angatu Mirim
     
    Galera, é com muita felicidade que venho aqui escrever mais um relato de viagem para compartilhar com vocês um pouco do que passamos nessa semana amazônica! São 11 anos já fazendo pelo menos uma pescaria por ano na região do médio Rio Negro e se Deus permitir quero estender ainda mais! (Só espero também que parem com essa de "vender" rio, pedaço de rio e etc! Mas esse papo chato deixarei de lado como sempre!)
     
    Bom, nosso grupo tá chique demais agora! Tem nome, uniforme e logomarca! Instituto de Pesca Beto Caranha - IPBC
    A turma sabe que eu não suporto ser chamado de "professor" . . . Que morro de medo de ser confundido com um "midiático" . . . Mas como gosto de fazer de tudo para ajudar meus amigos capturarem seus troféus, tive que aceitar o nome! E confesso que agora estou até gostando. . . rsrs e muito!
     
    O grupo já tava definido em Eu, Rogério, Sone, Tracajá, Paulo. . . faltava o sexto elemento. . . O cabra pra entrar no nosso grupo precisa saber se divertir! Saber pescar não é nem critério. . . Parece fácil né? Mas acreditem, hoje em dia nesses tempos modernos a coisa tá difícil. . . Como diria um amigo meu que quer casar- "mulher direita já ta casada! As que se encontra nas baladas são tudo complicadas!"  Então, faltando somente 2 meses para a pescaria que meu amigo Vicentão deu sinal de que iria conosco! Pense que acertamos em cheio na escolha! Cabra sangue bom! Se tem peixe ele dar risada, se não tem ele da também! Fiz o convite e ele me pediu 1 semana pra responder. . . no outro dia me manda um print das passagens aéreas compradas! hahaha já sabia que o cabra ia agregar! Somar! Multiplicar!
     
    Lá vamos nós pra Manaus. . .
     

    Almoço tradicional de comida típica regional! Restaurante escolhido dessa vez foi o Moquém do Banzeiro
    Boa comida! Temperos e acompanhamentos um tanto exóticos digamos assim. . . Valeu a experiência!
    Tinha gente que já tava de olho miúdo de cerveja. . .
     

    Depois das compras na Loja de Pesca Sucuri seguimos o procedimento normal de ir à Cachaçaria do Dedé!
     

    Voo pra Barcelos partiu muito cedo. . . e não se pode mais nem tirar um cochilo em paz! kkkk
     

    Alegria em pousar em Barcelos-Am
     

    Angatu Mirim a poucos minutos da zarpada. . . Povo ansioso arrumando a tralha!
     

    Réplica do tucunaré de mais de 29lbs que é o recorde mundial! Pra quem não sabe. . . o recordista, o pescador Andrea, é um dos donos da empresa Angatu! Empresa com a qual eu pesco desde 2008 e tenho um enorme carinho! Sempre me atende muiiiiiiito bem! Recomendo com louvor! Dessa vez então deram show! ( antes que me joguem pedra- esse bichinho verde fomos nós que colocamos na boca do peixe! não faz parte da réplica! Mas bem que poderia fazer né? kkkkk)
     
    Deixando de papo furado, vamos aos peixes que é o que todo mundo quer ver!
     
    Só mais uma mensagem pra começar. . . A vida passa muito rápido! Aproveitem cada segundo como se fosse seu último! Se vc deixar passar por conta de bobagem quando querer voltar no tempo já não vai conseguir mais! Cultive amigos e amizades! E esqueça (em partes kkk) a Puts desse peixe de 22lbs/10kg!
     
     

    Tinha que começar o relato com o pescador revelação que mandou muito mais muito bem! Vicentão!
     
    Vicentão envelhece cachaça por hobby, mas merecia ser um exportador! A cachaça Vale do Vicentão é uma delícia!
     

    Paulo, mineiro fino! Tem classe até na pose com o tuca! Não gostava de ser chamado de "Catatau" mas já aderiu. . . apelido liberado para os amigos mais íntimos!
     

    Rogério "Catarina" era fã do Juninho e agora virou fanático mesmo! Segundo o Sone, o Roger usou cuecas J-Feeling a pescaria inteira. . . como o assunto é delicado, vou parar por aqui! kkk
    Brincadeiras a parte, pense num cara top 10! Até pra se manifestar em uma conversa, ele só entra na boa! Foge de polêmica e etc. . .
     

    Eu acertando um peixinho nesse mundão de água! Olhem o nível lá trás! Tava difícil demais! Tive que esticar bem o braço pra valorizar o peixe, pois não foi fácil . . .
     
     

    Tracajá! O sorrisão já diz tudo! Vivendo a vida com intensidade e curtindo cada peixe!
     

    Sone- Esse japa é batalhador! Um vitorioso na vida graças a muita luta sua! Merece tudo de bom! Como todo japonês é bom pescador. . . já sabem né? Bi campeão no troféu de maior peixe da pescaria pelo Angatu!
     

    Paulo, Tracajá e o guia Sabá lá no fundo! Pensem numa pescaria descontraída!
     

    Comilança a todo momento!
     

    Dublê de aruanãs é sempre festa garantida!
     

    Comemorando a vitória!
     

    Admirando o açu que foi "impresso" em alta resolução! Muito top a coloração desse peixe!
     

    Tracajá ferrador!
     

    Paulo fazendo a pose clássica IPBC! Peixe em uma mão e Heineken na outra!
    Borboleta bitelo! Mais uma vez olhem o nível do afluente. . . tava de lascar!
     

    Paquinha! Onde tava mais seco. . . o peixe tava manhoso! Esse bicho aí refugou t20! Refugou subwalk! Só saiu no shad!
    Como diria Fabrício. . . "Ah! vão se lascar seus peixes!" kkkk
     

    Culinária do Angatu tava daquelas de engordar 10kg numa semana! Top demais
     

    Botar de dose em dose no copo tava dando trabalho demais!
     

    Adiantando o serviço!
     

    Cafezim top! Acertando as estratégias do dia!
     

    Roger curtindo o momento!
     

    Desenferrujando . . . eu já tava com medo de mudarem meu apelido pra Beto Popoca!
     

    Tracajá pesca 99% com isca de hélice! Mas abre exceções de vez em quando. . .
     

    Sone acertou esse monstro e Paulo acertou essa foto! Top demais!
     

    IPBC - Pegou peixe grande tem que beber cerveja!
     

    Sone tava demais!
     

    2 peixes grandes por dia- já pode pedir música no Fantástico! Ou ficar bebum se vc não bebe normalmente né Sone?
     

    Da-lhe comilança!
     

     

     

     

    Banho pra reativar!
     
    De volta aos trabalhos!

     

     

     

     

    A Equipe toda aí! Guias da esquerda pra direita- Sabá- Adriano-Kiko! Pense numa equipe de guias top!
     

    Sone com jigs atados por ele mesmo! Felicidade dobrada!
     

     
     

    Detalhe além da soltura bacana- Afluente de água preta tava com a água parecendo água branca por conta das chuvas e repiquete!
     

    Esse peixe aqui vale uma historia demorada! Pescado exatamente no mesmo lugar que outros amigos do FTB
     
    Nosso grupo é curtidor, mas não abandonamos em nenhum momento as estratégias e técnicas para fisgar um peixe grande! Exemplo- Nessa pescaria, sabíamos que íamos sofrer com a grande pressão de pesca que vive Barcelos ,  então navegamos o primeiro dia quase a madrugada inteira aproveitando a lua cheia! E pescamos praticamente sozinhos no alto do afluente ,  só viemos encontrar com outro barco no ultimo dia de pesca! Claro que pra isso dependemos de um bom operador e de uma boa relação com ele!
     
    Voltando ao peixe, olha só que legal!
     
    Eu tenho uma boa memória fotográfica e alguns lagos de alguns afluentes eu consigo reconhecer por fotos! Essas fotos foram postadas aqui no FTB anos atrás! Se o dono da foto não gostar, eu retiro! Mas acho que não é nada demais!
     

    Essa foto se não me engano foi do grupo do Gustavo Stringueta! Postada aqui anos atrás! Não lembro o nome do pescador que fez a captura! Me desculpem
     
     

    Essa aqui o nosso amigo Marcelo Rodrigues! Também postada aqui anos atrás
    Essa pedra tem a forma de um bicho que da nome ao lago em questão!
     

    Essa aqui nosso amigo Teodoro brigando com um açu de 18lbs
     
    Olhem só que legal- É exatamente o mesmo lugar! Eu tenho uma teoria de que alguns lagos tem características que fazem com que sempre tenha peixes grandes neles! Meus maior peixe (22 ,5lbs) foi nesse lago! Tirei a foto la no fundo perto daquelas arvores! Ah! E já pulei no meio dele em comemoração!  kkkkk então conheço cada centímetro de terra e cada milímetro cúbico de agua aí!
     
    Voltando mais uma vez pra minha captura desse ano! Tocamos pra aí- Pedi pro Adriano (guia) parar bem onde eu queria! (cara de pau minha pedir isso pra um guia experiente como o Adriano! mas são 11 anos de amizade!) Dei 3 arremessos de hélice mas senti o clima frio (eram umas 16 horas já e nesses lugares top é bom pescar das 11 as 15) e mudei pra t20! Cantei pro Paulo - "Entramos no campo de guerra!" rapaz ,  no primeiro arremesso na região exata dessas fotos aí o peixe entrou! Correu pra pauleira! Adriano pediu pra deixar o peixe ir! Foi uma loucura! Eu não sabia se brigava ou se pedia a Deus pra conseguir embarcar esse peixe! Na minha cabeça era outro de mais de 22lbs com certeza! Foi um sapeco! Adriano pulou na agua com o boga e foi mergulhar atrás do peixe! Eu com a carreta destravada e o dedo em cima do carretel controlando pra o peixe tomar linha suave! Eu quem controlava a fricção com o dedo! Peixe saiu da pauleira e foi pro meio do lago e lá vai Adriano brigar com ele de linhada de mão! Até que o peixe se entregou! No momento da bogada eu percebi que não era grande nem perto do que eu imaginava! Mas quer saber? Que se dane o tamanho! Nunca mais vou esquecer desse peixe!
     

    Essa é zueira pra terminar o relato em alto astral! kkkk
     
    Que venha 2020!
  22. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Francisco Jr em TURMA DO CHICÃO EM SIRN OUTUBRO 2019   
    Beleza Amigos Pescadores, venho relatar a nossa pescaria a Bordo do Tauá Mirim com os Amigos da Turma do Chicão no mês de Outubro em SIRN.
     
    Embarcando no aeroclube de Manaus com destino a SIRN.

     
    A Pescaria foi um pouco difícil pois os peixes estavam manhosos e os rios acima do nível ideal, muita persistência  grande parte da pescaria para conseguir levantar os Açus as batalhas foram principalmente na hélice valeu a pena para ter o que mais esperávamos, as pancadas.
     
    Nosso amigo Athayde com esse belo Açu para começar a Pescaria.
     
     

     
    Começaram a sair Açu para mim, do segundo dia em diante:
     
     
     
     

     
    Outro Belo Açu do Athayde.
     
     

     
      
    Em uma lagoa saíram 4 açus pretos, para começar bem o dia de pescaria.

     
     

     


     

     


     

     

     
     
    Fredy com seus tucunas na nossa pescaria.

     
      
     
     
     
     
     

     
    Rodolfo com o seu bonito Açu em relação a tamanho e coloração.

     
    Na parte final da Pescaria Acertamos alguns pontos que saíram alguns bonitos Tucunarés, principalmente na hélice.
      
     

     
     
     
     
     
     
     
     
     


    Agradecer aos amigos da Pescaria e ao grande piloteiro Sr. Neto, conhece muito a região.

     
    Agradecer a Deus os Amigos e a direção do Tauá Mirim e que venham as próximas pescarias da nossa TURMA já com saudades...
     

     

     
    Abraço
  23. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Edu Garcia em *RELATO* SIRN- Semana 06 a 13/10 Emoção até o FIM #TauáAdventureX   
    Ansiedade, Apreensão e União, marcaram a nossa tão desejada semana amazônica.
    Com um grupo Fantástico, composto por 8 pescadores, sendo 2 recordistas IGFA (@nicola e @Ednaldo) Eu @Edu Garcia, @Renato51, @Rafael Panizza, @Bruca  , @caio (o bruxo do molinete) e o violeiro movido a Vodka e RedBull @victor dutra. O grupo estava formado!
     
    Faltando exatamente 1 semana para início da nossa pescaria, fomos surpreendidos tristemente com a notícia de que o Tauá havia adernado na madrugada de Sábado para Domingo, conforme matéria: https://www.pescamadora.com.br/2019/09/mau-tempo-e-ma-visibilidade-provocam-acidente-com-barco-da-empresa-jrs-pesca-esportiva-em-barcelos-am/ 
     
    A princípio, um balde de água fria tomou conta do grupo, e aí vc logo pensa, 12 meses de planejamento jogados fora!
    Algum tempo se passou e foi quando um dos sócios da operação @Joelson (Panga), nos deu a notícia que não deixaria o grupo na mão e iria correr atrás de um barco. Dois dias se passaram e veio a grande notícia, a semana estava garantida, Panga havia conseguido um barco cedido pelo grupo Angatu.
     
    É lógico que a euforia de estar tão perto de nosso embarque tomou conta novamente do grupo, ao mesmo tempo que o Rio Negro secava bem e a confiança ficava cada vez maior.
    O último boletim do CPRM nem intimidou o grupo, com a temida informação que havia chovido 171mm na região. Pra falar a verdade, depois do susto, não estávamos mais nem aí p/ repiquete ou cabeça d'água. #Partiu MANAUS!

    Foto saindo de Brasília!
     

    Foto do Sábado em Manaus, galera do grupo Baitcasting
     
    Mas, se você acha que a emoção tinha acabado, negativo... coração de pescador é forte!
    No final da tarde de Sábado, pouco menos de 12 horas antes do embarque para SIRN, chega até nós mais uma notícia ruim. O Angatu já quase chegando em SIRN havia ficado preso nas pedras do Rio Negro, isso mesmo galera, acreditem! Panga mais uma vez, não mediu esforços e mobilizou amigos até o local p/ ajudar na retirada do barco.
    Com a ajuda do Barco Amazon do Flavio e mais um rebocador, o Angatu foi retirado, sem avarias e disponível para nos receber, Graças a Deus!
     

    Partiu SIRN!!!!
     
    Já na chegada ao porto de SIRN com um lindo dia de sol, o barcão ajeitado nos aguardava!

     
    Combustível devidamente alocado na prateleira, tralha desembalada e montada, finalmente e com méritos, partiu bocudos!

     
    Já no PRIMEIRO dia, domingão, Caio o bruxo do molinete (pesca muito), acerta um bonito 80up, no popper!

     
    Em nosso grupo é assim, o amigo acerta, acerta todo mundo, hora de voltar p/ barco, comemorar e encerrar o primeiro dia.
     
    SEGUNDO dia mais fraco, particularmente achei a água mais fria, peixe muito manhoso, e desta vez o peixe do dia foi do Rafa! 76up

     
    TERCEIRO dia, a equipe montou uma estratégia interessante, com todas as voadeiras mais próximas exploramos uma região que agora não vou lembrar o nome (perdão) mas que Caio chama de lago da Pedra Branca kkkk, onde tem uma aldeia, com uma série de lagos interconectados até sair pela região do Paranã. Dia de mais ações, tive a sorte de levar o peixe do dia com um 72up, fazer o que né. rsrs

     
    QUARTO dia, o melhor, todo mundo "bamburrou" média de 70 peixes por barco, era porrada p/ todo lado. Comigo, deixei as hélices um pouco de lado e me diverti nos Sticks, muito peixe de 60 a 70up. Esse dia foi top p/ todos. Mas quem levou o peixão do dia foi o Brunão, com um Pacão 76up.
     

     
    Mais fotos do Quarto dia, animallll
     

     

    Mestre Nicola!
     

    Ednaldo o (véio)
     

    Vitão, nosso violeiro!
     

    Olha onde foi parar a Sara Sara 120, oh loco!
     
    E tome peixe nesse dia...

     

     

     
    QUINTO dia chega, expectativa de mais atividade dos peixes ainda, mas não foi o que aconteceu. Os peixes sumiram!
    Mas... SIRN é SIRN né papai... E com toda dificuldade Dr. Renato acerta uma placa, mais um 80up! Peixe lindo!!!!
     

    Peixaço!!!! Não tem jeito, as hélices selecionam.
     
    SEXTO dia, subimos p SIRN e decidimos explorar a parte de cima, bons ataques, mas o peixes errando demais as hélices. Eis que mesmo assim saem as Placas!!!
    Maior peixe do dia do Ednaldo, 76,5up.

     

     
    Caio também, como sempre levantando bons peixes no seu infernal molinete Stella 3k!

     
    SÉTIMO e INFELIZMENTE último dia, surpresas à vista!
    Peixaço do dia do RAFA, um JUMELÃO de 83up vai! (82,7) e 22Lbs.

    Tive a felicidade de tirar esta foto, depois de um temporal que pegamos, achamos esse tronco gigantesco boiando no lago, perfeito para a foto! Parabéns mlk!
     

     
    E não acabou.. Ednaldo achou mais um belo peixe, só que antes da chuva, olha o bitelo de 77up...
     
     
     
    Enfim galera, foi uma semana de muita apreensão, chuva forte o tempo todo, mas no final deu tudo certo.
     
    O Lual veio em uma noite linda, coroando uma semana mágica p/ gente!

     

     

     
    Foi uma semana incrível ao lado desses camaradas, feras da pesca esportiva!
    São momentos como estes que levamos conosco no fim de nossas vidas.
    Aproveite a vida!
     
    Meus agradecimentos a comissão da Copa PEM- Pesca Esportiva Mineira.
    A operação Tauá Adventure X, na pessoa do Panga, por todos os esforços para manter essa semana de pesca.
    A toda a tripulação e guias do Tauá, que fizeram das tripas ao coração para minimizar os impactos de uma semana tão atribulada.
    E também aos proprietários do Barco Angatu, claro, se não fossem ele(s) nossa semana ia ser mais complicada.
     
    Abraços Galera, desculpem se me alonguei demais.
    #Pesque & Solte
    #Avante PEM

     
    OBS: o Barco Tauá foi retirado, sem graves avarias ou danos estruturais, já passou pela vistoria em Manaus e agora vai passar por manutenção e retoques p/ voltar a ativa, logo logo!

     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  24. Thanks
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de FabianoTucunare em O que esperar de um operador de pesca ?   
    O assunto é longo mesmo,e por aí estenderiam-se horas de conversa sobre tal sem dúvida alguma...Então pra encerrar a conversa,eu digo-lhes: NÃO FIQUEM PREOCUPADOS...ESTOU PRA GANHAR NA MEGA-SENA E VOU MONTAR UMA POUSADA TOP,NUM LUGAR TOP DA AMAZÔNIA E COBRAR 500 PAU A DIÁRIA COM TUDO INCLUSO...AÍ FICA BOM PRA NÓS TODOS 
    Abraços rapaziada rsrsrs.....
  25. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a MatheusGirardelli em HÉLICES OCL   
    M-Prop 140 Slim
    M-Prop 140
     
    Vídeo da M-Prop 140 trabalhando 
     
    As lojas que já estão vendendo, conforme o Instagram deles:
     

     
    Gosto muito da Spitfire 75 da OCL, imagino que essa hélice também seja muito boa!
     
×
×
  • Criar Novo...