Ir para conteúdo
Fabrício Biguá

Esquema elétrico básico para pequenas embarcações - aqui -

Posts Recomendados

Qual a melhor forma de ligar o retificador/estator/alternador do seu motor de popa no sistema elétrico do barco?

Os motores com estatores/alternadores de energia são uma mão na roda.

Esses "alternadores" conseguem repor boa parte da energia utilizada durante a partida do motor (no caso dos com partida elétrica), assim como lâmpadas, sistema de som (simples), rádio/CD, sonar, e etc..

Lembrando q geralmente nossos deslocamentos são pequenos, e esses "alternadores" não foram projetados como carregadores de baterias, ok?!?! São apenas "repositores" de carga.

Apesar dos termos serem sinônimos, tentem entender a diferença.

Para facilitar o entendimento de todos....vamos chamar essa bateria de bateria 1 ou bateria do barco. OK?!?!

Esse tipo de ligação é bem simples...Conecta-se os fios do estator/retificador/alternador na bateria do barco, e, também nela, conecta-se os fios vindos do painel do barco, das luzes de navegação, sonar e etc.

Inserir uma caixa de fusíveis para cada um dos componentes eletrônicos utilizados pode evitar uma grande dor de cabeça.

Utilizar também um disjuntor, ou uma chave geral, entre a bateria e os componentes eletrônicos do barco ajudarão muito. Qualquer pequeno curto-circuito irá desarmar o disjustor, preservando o estator do motor, e todos os eletrônicos do barco. É um investimento barato e q vale a pena.

Vamos complicar um pouco....hehehee...

O problema maior dessa ligação ocorre quando ligamos a bateria utilizada pelo motor elétrico (bateria 2), na bateria do barco (1).

A bateria do elétrico (2) é muito mais utilizada q a bateria do barco (1)...com isso, acaba roubando carga da bateria do barco (1), e comprometendo os eletrônicos da embarcação, assim como a partida do motor.

Como as baterias utilizadas pelo elétrico geralmente possuem uma maior capacidade de carga....elas judiam muito da bateria menor, fazendo esta aquecer demais, e diminuindo a sua vida útil.

Pensando nisso, e com a ajuda da turma do fórum, descobrimos uma maneira simples de utilizar 2 baterias na mesma embarcação, seja uma para o barco e outra para o elétrico, sem q o sistema seja prejudicado.

Aqui o esqueminha q eu montei. Caso alguém veja algum erro aí, por favor me avisem...hehee....estou apenas tentando ajudar. (e aprender tb...)

Imagem Postada

Estator/Retificador/Alternador (os motores q possuem, é claro) = cada motor de popa gera uma carga diferente...Normalmente os motores de 50Hp geram em torno de 12amp a 15amp por hora para a bateria.

Dele só saem 2 fios, um positivo e outro negativo q devem ser ligados diretamente no isolador de baterias.

Caso vc esteja interessado em saber mais sobre o q é estator, alternador e tals....clique no link abaixo.

http://www.turmadobigua.com.br/turmadobigua/forum/viewtopic.php?f=74&t=11873

Isolador de Baterias = na verdade essa peçinha serve para não deixar q uma bateria com menos carga, roube carga da bateria com mais carga. Contudo, a energia gerada pelo alternador/estator passa por esse isolador carregando simultamente as duas baterias.

O isolador para 1 estator possue 3 terminais. Neles serão conectados os fios positivos do estator, da bateria do barco (1) e da bateria do motor elétrico (2).

Caso queira se aprofundar no assunto, clique no link abaixo.

http://www.turmadobigua.com.br/turmadobigua/forum/viewtopic.php?f=74&t=11907

Baterias = procurem informações sobre baterias automotivas e baterias de ciclo profundo. Vale a pena pesquisar no Google...hehee..

Baterias automotivas são otimizadas para a partida do motor....pois elas não "aceitam" a perda de grande parte da sua carga, além de não aguentarem constantes cargas completas. Estas chegam a liberar de uma única vez 900amp quando solicitadas.

Já as de ciclo profundo foram desenvolvidas para perderem grande parte da sua capacidade de carga, mas aos poucos.

Chave Geral = Apenas deixa ou não passar a energia pelo circuito. Existem chaves próprias para embarcações. Atenção para o limite de carga suportada.

Procure por chaves BepMarine ou Perko.

Painel de Instrumentos = fica localizado no painel da embarcação. A grande maioria dos painéis de instrumentos possuem fusíveis em cada uma das suas chaves. Caso o seu painel não tenha fusíveis, providencie a ligação deles.

Instrumentos = sonar, relógios do motor, rádio, luzes de navegação, cortezia, e etc...Tudo deve estar muito bem protegido por fusíveis ou disjuntores.

Muitos eletricistas são preguiçosos e irão lhe dizer q não é preciso tanta "frescura"....Vc é quem vai decidir se quer continuar sendo um fresco, mas com tudo no barco funcionando...ou um tapado com tudo queimado. Tente fazer todo o esquema elétrico do seu barco primeiramente num papel...mostre ao eletricista exatamente o q vc quer.

Fazendo isso é muito provável q vc jamais terá problemas elétricos na sua embarcação, e o melhor, não terá seus caros equipamentos eletrônicos estragados.

Lembrando também q quanto mais equipamentos eletrônicos vc tiver no barco, mais "coisas" podem estragar com a sua festa, ou melhor, pesca.

Espero q tenham gostado do tópico... joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabricio, acho que vc complicou então um pouco o esquema das ligações.

Ou eu não entendi direito.

Pra que duas chaves após o isolador? Vc isola as duas baterias e depois ainda coloca um disjuntor e uma chave? Não é exagero não?

Um esquema elétrico muito mais simples, pode ser feito com uma chave geral para duas baterias, na qual vc consegue colocar apenas uma para carregar de cada vez.

A unica complicação é que teria que colocar esta chave em um lugar de fácil acesso, para facilitar sua operação.

Ficaria muito mais barato do que o seu complexo sistema.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabricio, acho que vc complicou então um pouco o esquema das ligações.

Ou eu não entendi direito.

Pra que duas chaves após o isolador? Vc isola as duas baterias e depois ainda coloca um disjuntor e uma chave? Não é exagero não?

Um esquema elétrico muito mais simples, pode ser feito com uma chave geral para duas baterias, na qual vc consegue colocar apenas uma para carregar de cada vez.

A unica complicação é que teria que colocar esta chave em um lugar de fácil acesso, para facilitar sua operação.

Ficaria muito mais barato do que o seu complexo sistema.

Opa Alex...vlw a dica.

Talvez a chave do elétrico não seja realmente necessária, visto q o próprio disjuntor irá segurar um curto-circuito e tals....

Já a chave geral q segue para o painel de instrumentos, e etc, na minha opinião, é extremamente útil...

Primeiro pq só irá ligar a chave depois q a bateria estiver devidamente conectada nos cabos, depois pq vc ao guardar o barco, ou deixá-lo parado por um tempo maior, terá a certeza q nenhum equipamento eletrônico (som, luz, e etc) ficará ligado neste período. Basta desligar a chave.

Nesse esquema acima vc consegue carregar as duas baterias SIMULTANEAMENTE....

No esquema tratado por vc....vc consegue apenas carregar uma ÚNICA bateria por vez....e caso coloque a chave em ALL, para assim carregar as duas baterias....poderá estar comprometendo o sistema elétrico do barco, conforme tratamos nesse tópico aqui.

http://www.turmadobigua.com.br/turmadobigua/forum/viewtopic.php?f=74&t=11907

....e aqui tb.

http://www.turmadobigua.com.br/turmadobigua/forum/viewtopic.php?f=74&t=11873

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tbm não vejo necessidade de duas chaves gerais. Uma que o "alternador" não vai vencer carregar, e a carga que vai mandar para a bateria não faz muita diferença.

Compensa no lugar de duas gerais, pegar a grana de uma delas, que uma boa não é mto barata e investir em uma bateria maior e um bom carregador, nem que for onboard, pois de qq maneira vai ter que repor a carga em um carregador externo.

O negocio é fazer um esquema para ligar um carregador externo sem a necessidade de tirar a bateria fora da lancha. No caso de lanchas, onde ficam em porões. Caprichar nos fios, ja que o idela é colocar as baterias na popa, para não alterar o centro de equilibrio do casco, ja que na frente uma bateria e outros acessorios mudam bem o peso.

Vou dar um exemplo de uma pescaria de pincho no rio parana, que tem corredeiras fortes. Uso uma bateria acdelco de 70amp por turno de pescaria, e o eletrico sofree pra segurar a lancha nas aguas rapidas. Coisa que uma bateria maior e de ciclo profundo poderia fazer sozinha. Peso por peso compensa eu comprar uma de 150amp que pesa cerca de 40 e poucos kg.

Essa é uma ideia.

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Imaginem a sequência dos fios, se entendi vão ficar assim...Fios que saem do painel passam pela Chave Geral depois vão para a Bateira e depois motor de popa. Se desligar a chave (OFF) posso esquecer algum equipamento ligado tipo bomba de porão que o automático não vai funcionar, certo? A Bateira do elétrico é só para ele e pronto...certo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício, novamente tenho que insistir com vc que é perfeitamente possível a instalação da chave para duas baterias para carregar as duas baterias, como se chamam uma de serviço (motor elétrico) e uma para partida do motor.

Nas lanchas marítimas, existem inversores, para ligarem geladeira, ar condicionado, tv dvd, etc. e se usa um esquema deste. Não é o nosso caso certo?

Então deixa eu dar a minha idéia para uma instalação simples de uma bateria na POPA (motor) e outra na PROA (elétrico).

1° Comprar duas baterias IGUAIS, de mesma amperagem;

2° LInstalar uma chave geral do modelo que vc postou no outro tópico, EM LUGAR ACESSÍVEL;

3° Comprar um cabo de PELO MENOS 8mm para levar a energia do motor até a bateria na frente;

4° Colocar um FUSÍVEL de 30 AMPERES ENTRE A CHAVE E O CABO QUE VAI PARA BATERIA DA FRENTE, DE PREFERÊNCIA LOGO NA SAÍDA DA CHAVE;

5° Ligar o cabo do motor na bateria da popa (através da chave).

A operação deste sistema seria muito simples:

-No início da pescaria (baterias carregadas) sair da pousada, rancho, barraca ou o que o valha, com a chave na posição ALL, navegando até o ponto de pesca;

- Ao chegar no ponto de pesca passar a chave para a posição 2 (elétrico), isolando desta forma a bateria 1 (motor), utilizar normalmente o elétrico;

- Ao religar o motor, voltar a chave para posição ALL, navegando assim até o próximo ponto de pesca;

- Ao chegar voltar a chave para a posição 2 (elétrico), e utilizar normalmente o elétrico;

- Novamente ao dar a partida voltar a chave para posição ALL, e assim sucessivamente.

Alguns conceitos que são aplicados neste sitema que vcs precisam saber:

1° as duas baterias estarão ligadas EM PARALELO, logo, sua capacidade será SOMADA(ex. duas baterias de 60 amperes ficarão com 120 amps de carga);

2° mesmo que no caso a do elétrico baixe para 50 amps ou menos AINDA ESTARÁ COM 12 V, e quando vc passar a chave para o ALL, a bateria que está isolada estará com plena carga, podendo dar a partida facilmente, MESMO QUE A OUTRA ESTEJA COM MENOS AMPERAGEM;

3° A corrente necessária (amperagem) para dar partida no motor do barco, é muito menor que a de um automóvel, por exemplo;

4° Vamos supor que a bateria do elétrico seja usada ATÉ QUE TOTALMENTE DESCARREGADA. Neste caso, vc pode voltar a chave para a bateria 1, QUE VAI ESTAR COM CARGA, e dar a partida normalmente. Após o motor pegar, vc volta a chave para a POSIÇãO ALL, e navega de volta, carregando a bateria do elétrico e a do motor, ao chegar na pousada ou o que o valha, vc coloca o carregador com a chave na posição ALL, e ele vai carregar as duas baterias a noite inteira, repondo assim a carga;

5° Voltando no exemplo acima, vc ainda pode TEIMAR e pescar mais um pouco com o elétrico, com a chave na posição ALL, POR ALGUNS MINUTOS, que a bateria do motor vai forneçer energia para ele, e voltando para posição 1 ainda assim dar a partida no motor, sabendo que não há mais carga na bateir ado elétrico, se ficar muito tempo as DUAS ficarão descarregadas;

Com esta utilização, quem vai fazer a função do isolador será VOCÊ, manualmente, pois de qualquer modo, o isolador vai mandar a carga PARA AS DUAS BATERIAS, quando houver carga, pois quando não houver, as baterias serão isoladas.

Apenas para exemplificar, eu possuo em meu barco APENAS UMA BATERIA de 60 AMPS, e ela dá conta do sonar, do som, do inversor, do motor elétrico, enfim de todo sistema eletrico do barco.

È LÓGICO que eu não uso MUITO o elérico, pois pesco mais na rodada mesmo.

Espero ter ajudado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Diego...boa dica essa tb. Funciona perfeitamente.

A dica para se comprar chaves boas e baratas é o Ebay....Lá vc compra uma BEP Marine, manda entregar aqui no Brasil, e não paga mais de 100 reais em tudo (peça + frete).

Um problema q detectei foi a falta de carregadores on-board com voltagem 220v de entrada. A totalidade US é 110v..., mas q um banco para 2 baterias, carregando 15Amp por hora deve ser incrível, isso deve.

Adão....é mais ou menos por aí....eu me esqueci da colocar no esquema elétrico a bomba de porão e o automático dela... suici::

...mas acredito eu q o interessante mesmo seria ligar tudo depois da chave...pois ao desligá-la vc terá a certeza q nenhum equipamento eletrônico no barco irá funcionar.

E Alex....show demais as suas dicas... palmas::

Entendi perfeitamente o proposto por vc...mas ainda tenho algumas dúvidas...

Eu acreditava que fazendo a ligação como vc descreve eu jamais teria problemas com o meu "retificador" ou com as minhas baterias....mas como eu disse lá no tópico acima...o fabricante do barco não recomendou mesmo.

Tenho certeza q a experiência dele é de grande valia...mas ainda estou aprendendo muito com todos vcs.

1 - Me disseram q apenas motores acima de 115Hp é q possuem alternadores...sendo q os de menor potência possuem apenas um retificador.

2 - O Alternador é muito mais eficiente q o retificador, então no caso de lanchas (115hp pra cima), o uso de chave para 2 ou mais baterias não seria problema.

3 - Duas baterias novas e de mesma marca e amperagem ajudaria mmuiiiiiitttttoooo nesse puxa e leva de carga de uma bateria pra outra.

Não entendi um conceito q vc repassou.

Eu tinha em mente q caso a bateria do elétrico estivesse fraca, e vc, ao passar a chave para a posição ALL....a bateria mais fraca (elétrico) iria puxar carga da mais forte (motor), até q as amperagens se equilibrassem. Não seria isso?

Tb não entendi essa parte aqui.

Com esta utilização, quem vai fazer a função do isolador será VOCÊ, manualmente, pois de qualquer modo, o isolador vai mandar a carga PARA AS DUAS BATERIAS, quando houver carga, pois quando não houver, as baterias serão isoladas.

O isolador manual é o pescador, ok...tudo certo até aqui...mas depois vc fala q "o isolador irá mandar carga PARA AS DUAS BATERIAS, quando houver carga"...aqui vc tb ser refere ao pescador como o isolador?!?!? Pq a chave não isola a transferência de carga entre as baterias.

E desculpa aí a minha burrice....hehee....Aos poucos estou pegando as manhas do negócio.

E o bom disso tudo é q daqui a pouco teremos um super material em nosso fórum e q ajudará muiitttttaaaa gente. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Fabricio, acho que vc complicou então um pouco o esquema das ligações.

Ou eu não entendi direito.

Pra que duas chaves após o isolador? Vc isola as duas baterias e depois ainda coloca um disjuntor e uma chave? Não é exagero não?

Um esquema elétrico muito mais simples, pode ser feito com uma chave geral para duas baterias, na qual vc consegue colocar apenas uma para carregar de cada vez.

A unica complicação é que teria que colocar esta chave em um lugar de fácil acesso, para facilitar sua operação.

Ficaria muito mais barato do que o seu complexo sistema.

Meu esquema é igual a este e funciona perfeitamente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa Fabrício, deixa eu te explicar melhor então.

O conceito que te disse, está correto, com as duas baterias ligadas em paralelo, elas se comunicarão e chegarão ao mesmo nível de carga, mas a transferência não se dá instantaneamente, por isso há tempo de dar a partida no motor imediatamente ao virar a chave para posição ALL. Se vc demorar para dar a partida, pode ocorrer que descarreguem as duas, mais é coisa de mais de 20 minutos pra vc ter uma noção.

Quanto a segunda dúvida, é pra comparar o isolador automático, que vc sugere com a cahave na posição ALL.

Explicando melhor, estendo o motor ligado e forneçendo carga, o isolador trabalha IGUAL a chave na posição ALL, ou seja, manda a carga para as duas baterias igualmente. Entendeu agora?

Quanto ao fabricante do seu barco, me pareçe que ele quer empurrar pra vc um sistema deste cobrando sei lá quanto.

O sistema por mim sugerido é muito mais seguro, pois em caso de curto ciquito, o fusível (que estará isolando todo o cabo que vai pra frente) vai queimar, protegendo assim o sistema elétrico.

Aliás, como no meu barco, eu tenho dois porta fusíveis um para o motor elétrico e outro para os eletrônicos e instrumentos, este com menor amperagem, apenas 15A.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E apenas para constar, um carregador lento, forneçe apenas 5A para carga da bateria, protegendo assim as placas, que não esquentarão durante a carga.

Logo, um carregador do motor de popa forneçendo 16A é suficiente para repor a energia perdida durante a partida para o motor.

Explico, isto parte do princípio que a bateria teve força para ligar o motor estando então com a tensão perto de 12 volts.

Lembrando que um alternador de carro, no caso um vectra, pode gerar até 120 AMPS, mas ele não eleva a tensão da bateria a mais de 14 volts.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelas explicações, Alex...Agora entendi blz. joia:::

Ainda tenho algumas dúvidas, mas a repeito do Kit Carregador de Bateria....Depois abrirei um novo tópico pra não misturarmos as coisas.

Ah....e assim q tiver um tempo eu ajusto o esquema elétrico lá de cima... ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quanto ao fabricante do seu barco, me pareçe que ele quer empurrar pra vc um sistema deste cobrando sei lá quanto.

Ah....e de forma alguma.

Segundo o fabricante, quanto mais simples, melhor a ligação.

Pra ele bateria deve ficar isolada lá pra frente...sem contato com o retificador do motor.

E atrás....apenas a chave geral e caixa de fusível nos eletrônicos... joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×