Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Weberton Pascuoti

O CARRO E A CARRETA ENCALHOU, E AÍ???

Posts Recomendados

Bom dia amigos(as)

Última ida a represa foi para testar algumas modificações na carreta, o que acabou agregando alguns kilos a mais na bichinha. Mais metal pra suspender as lanternas, duas vigotas para a canoa deslizar, suporte de gincho e guincho, acredito que aproximados +- 50 kg a mais.

Pra descarretar foi tranquilo, haviam desembarcado poucos barcos naquele dia...

Mas na hora de carretar, aí já tinha um furduncio, haviam chego muitos barcos e diversos jet´s, não percebi qdo desembarcamos mas qdo fomos embarcar percebemos algumas depressões na "rampa" devido ao grande volume de embarcações que descarretaram e a marolinha foi erudindo a margem.

Bem, a minha Ranger não é traçada [4x4] e o rodeiro da frente atolou, não foi muita coisa, mas ficou numa pequena valeta, não era o barro que segurava/colava mas sim a depressão da valeta que encobriu pouca coisa, somente o perfil dos pneus dianteiros, não chegou nem na roda.

Bem haviam vários banhistas e curiosos no local, um dos "turistas" estava com uma f250 e veio ao meu socorro, porém a dele tb 4x2 e o local é uma "prainha" com area branca, resultado a f250 soltava a maior lingua de fumaça mas não tracionava tb, as duas acelerando juntas e nem sinal de se mover, eu ia murchar os pneus trazeiros qdo alguns garotos que brincavam por ali vieram e muito amistosamente se dispuseram a ajudar, ficou os 2 veículos acelerando e a galera embalando a ranger, não conseguimos vencer a valeta, tivemos que descarretar, e ainda assim só com o auxilio da rapaziada pra f250 conseguir arrastar a ranger.

Algumas considerações pra vc´s me auxiliarem na avaliação:

Pneus urbanos, 99% da aplicação, não dá pra colocar off-road, não aguento o ruido, uso a caminhonete no dia a dia e meu perímetro é só urbano e pista asfaltada.

Carga, vazia, somente a carreta acoplada com o barco em cima, barco +- 250 kg contando com toda a carga.

Qual a melhor solução:

guincho, estou propenso a instalar um guincho na frente; porem nessa situação em específico não teria resolvido, não havia nada próximo a menos de 50 mts pra ancorar o gincho. Os guinchos que andei vendo tem 30 mts de guincho e o carretel já está todo preenchido.

4x4 inviável, como mencionei 99% do uso é urbano, vai dar pau só de não usar... isso sem falar no investimento sem aplicação no cotidiano. doeu::

estou pensando em aumentar umas 2 polegas no rodeiro, o que tb não sei se será garantia de alguma diferença pois tenho que permanecer com rodeiro urbano, sem cravos, e a mesma medida que vai aumentar a área de contato na tração vai proporcionalmente aumentar a área de contato no rodeiro sem tração que pode estar colado como foi a ocosião em particular.

a Carreta deve pesar uns 250 kg +- e o barco outros 250 kg qdo carregado = 500 kg aproximadamente caveira::

Gostaria de ouvir dos colegas que já passaram por apuros assim qual a melhor alternativa; pois tivemos sorte de haver muita gente no local, voltamos cedo o propósito do dia não era pesca ::fisherman mas sim testar a carreta com o barco [carretar e descarretar] mas já houve dias de voltarmos tarde e só estamos nós por lá, única saída que vejo seria desacoplar a carreta e colocar o estepe embaixo de uma das rodas atoladas para tirar da valeta, acredito que assim eu resolveria, mas preciso pensar uma saída mais fácil para o caso.

viola:: abraço aos amigos :amigo:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então meu caro, eu peguei minha ranger esse ano, na loja havia 2, uma 4x2 e uma 4x4; como eu uso praticamente só em perímeto urbano, optei pela 4x2 mas foi muito mais pelos fatores externos a isso, tipo a 4x4 era xlt e vinha com console o que eu não queria, eu queria o banco sem partição na frente; outro detalhe a que peguei estava lisinha de lata e a xlt acho que a pessoa morava em condomínio ou estacionava em garagens apertadas as 4 portas estavam todas com amassados de batidas de portas.... não tive dúvida, fiquei com a 4x2, as cores e acessórios eram identicos nos modelos, a não ser pelo 4x4 e computador de bordo da xlt, o preço era praticamente o mesmo, não foi fator decisivo... foram mais os outros detalhes mesmo, e eu realmente pensei que o 4x4 pra não usar iria acabar dando manutenção por falta de uso, tipo rececamento de retentores e tal´s...

abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ow assunto que dá pano pra manga... hehehehe

bem colega, ja passei por situação parecida num foi nem uma nem duas x, mas variasss.. hehehehe

tenho carro pequeno, tração dianteira, ai ja viu ne.

mas, teimoso que sou, tento primeiro tirar direto da água, simplesmente, entrando com o carro quase dentro do lago, engatando e tirando. mas como vc mesmo bem relatou, fim do dia, o chão ja ta todo solto e alguns buracos por conta de outros que tambem usaram o porto. talvez tb o lago esteja baixando e vira um quiabo hehehe.

a solução que encontrei foi de usar o guincho e colocar uma roda na frente da carreta (retiro ela quando não to fazendo a operação de retirada do rio/lago). coloco meu siena em terreno mais firme (geralmente o comprimento da correia do guincho é suficiente) e engato a correia do guincho (que esta instalada na carreta) no engate do carro e vou manivelando ate chegar ate o carro (simples assim, hehehe). mas confesso que meu sonho (to juntando dinheiro pra isso lacou:: lacou:: ) é fazer essa mesma operação com o guincho eletrico, so que tem um que é adaptado com um furo no proprio engate, podendo colocar e retirar na hora que quiser. joia::: joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ow assunto que dá pano pra manga... hehehehe

bem colega, ja passei por situação parecida num foi nem uma nem duas x, mas variasss.. hehehehe

tenho carro pequeno, tração dianteira, ai ja viu ne.

mas, teimoso que sou, tento primeiro tirar direto da água, simplesmente, entrando com o carro quase dentro do lago, engatando e tirando. mas como vc mesmo bem relatou, fim do dia, o chão ja ta todo solto e alguns buracos por conta de outros que tambem usaram o porto. talvez tb o lago esteja baixando e vira um quiabo hehehe.

a solução que encontrei foi de usar o guincho e colocar uma roda na frente da carreta (retiro ela quando não to fazendo a operação de retirada do rio/lago). coloco meu siena em terreno mais firme (geralmente o comprimento da correia do guincho é suficiente) e engato a correia do guincho (que esta instalada na carreta) no engate do carro e vou manivelando ate chegar ate o carro (simples assim, hehehe). mas confesso que meu sonho (to juntando dinheiro pra isso lacou:: lacou:: ) é fazer essa mesma operação com o guincho eletrico, so que tem um que é adaptado com um furo no proprio engate, podendo colocar e retirar na hora que quiser. joia::: joia:::

ah... e ja tirei barco assim, apesar do meu ser pequeno (calaça soldado 5m com motor mercury super), mas com toda tralha de acampamento dentro do barco (barracas, cozinha, fogão, botijão, caixas termicas, baterias, mesas, cadeiras, tralha completa de pesca, motor, etc.). obs. geralmente so pesco eu e minha esposa, ou seja, sem muita força motriz pra ajudar, e acaba sobrando o pesado pra mim. hehehehe... (meu sogro vai sempre comigo, mas aquele fela num conta, :gorfei: :gorfei: :gorfei: )

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É o assunto é bom e vai ter opinião para todos os gostos

reboco o meu conjunto com um fox 1.6, o peso total eu estimo em uns 300 a 350 kg

como o Fox é 100 % urbano o que sempre faço e efitar confusões, só vou com o carro até onde é terra é firme, dai para frente é no feijão mesmo rindo3:: desengata e enpurra para a agua

na hora de tirar a mesma coisa, arrasto a carreta com corda, se necessário, mas não chego na faixa de areia nem a p....

nessa situação o que ajuda bem é uma "roda louca" de diametro grande, mais ou menos do tamanho das usadas em carrinhos de pedreiro

eu particularmente acho que não tem muita solução não caminhonete para essa situação sem 4x4 é quase um carro (tudo bem que elas são mais altas e tem mais força), à uns meses atolamos uma D20 cabine dupla na areia ás margens de uma represa que não teve solução, precisamos arrumar um trator para conseguir tirar a danada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora tu falou do lado que eu entendo. tenho umaland rover defender 4x4, ja rodei toda america do sul, resumindo ja atolei muito nessa vida. Compra um par de pranchas de desatolagem, vai resolver seu problema

Segue o link

http://www.armazem4x4.com.br/resgate/pranchas.html

ou direto no fabricante, fica ai em são paulo, chama metalurgica antoalde. Procure por chapa anti encalhe é de metal, a melhor do mercado, funciona até como ponte. segue o, link

http://www.antoalde.com.br/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

4x4 inviável, como mencionei 99% do uso é urbano, vai dar pau só de não usar... isso sem falar no investimento sem aplicação no cotidiano.

Quem falou isso que dá problema se não usar?

A aplicação é justamente na hora que PRECISA.

Eu tenho uma S 10 98, HSD 4x4. Uso na cidade e pra puxar a lancha. O carro mais barato com tração!!

Qdo vejo que o terreno está lamacento, não abuso. Levo sempre um fitão de 15 metros e engato na carreta e puxo ela pra fora até um terreno firme.

Guincho bom é caro pra comprar e pra instalar. Se comprar pegue os HiPull pra off road.

Imagem Postada

O problema que alguém pode roubar. O sistema de tração não.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo, eu uso uma L200 4X4 e mesmo assim já fiquei atolado em areias e lamaçais com a carreta então desengato a carreta saio uns 30 m até lugar mais firme e puxo com a mesma corda da poita(pra não ter que andar com duas cordas).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dependendo da situação da rampa (água baixando, vários barcos sendo retirados e desníveis) nem com 4x4 e reduzida você tira o barco. Já atolei uma Cherokee tentando tirar um jet ski e só saiu puxado por trator.

O ideal é que antes de jogar a carreta n'água, faça uma vistoria da situação da rampa.

O que eu faço nestas situações é prender uma boa corda com comprimento suficiente para que o carro fique no seco e desço a carreta desengatada, com o auxílio de uma roda louca. Não tem erro.

Hoje eu tenho uma Pajero Sport 4x4 e dependendo da situação uso a corda. Não me imagino ficar atolado sem ninguém por perto para te ajudar.

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

como funciona

Num off-road funciona mas acho que para esse caso seria mais uma tranqueira para carregar e a corda resolve bem. Tenho uma de 35 metros no carro e ainda tem a da poita para qualquer emergência.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora tu falou do lado que eu entendo. tenho umaland rover defender 4x4, ja rodei toda america do sul, resumindo ja atolei muito nessa vida. Compra um par de pranchas de desatolagem, vai resolver seu problema

Segue o link

http://www.armazem4x4.com.br/resgate/pranchas.html

ou direto no fabricante, fica ai em são paulo, chama metalurgica antoalde. Procure por chapa anti encalhe é de metal, a melhor do mercado, funciona até como ponte. segue o, link

http://www.antoalde.com.br/

Rapaz gostei muito da sua indicação; preciso mesmo fazer duas pranchas pra andar sobre a carreta que já até deixamos os suportes prontos, vou fazer de um jeito que dê para encaixar essas pranchas pra desatolar, uhhh esse fim de semana as ferramentas vão cantar.... hahaha ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É o assunto é bom e vai ter opinião para todos os gostos

reboco o meu conjunto com um fox 1.6, o peso total eu estimo em uns 300 a 350 kg

como o Fox é 100 % urbano o que sempre faço e efitar confusões, só vou com o carro até onde é terra é firme, dai para frente é no feijão mesmo rindo3:: desengata e enpurra para a agua

na hora de tirar a mesma coisa, arrasto a carreta com corda, se necessário, mas não chego na faixa de areia nem a p....

nessa situação o que ajuda bem é uma "roda louca" de diametro grande, mais ou menos do tamanho das usadas em carrinhos de pedreiro

eu particularmente acho que não tem muita solução não caminhonete para essa situação sem 4x4 é quase um carro (tudo bem que elas são mais altas e tem mais força), à uns meses atolamos uma D20 cabine dupla na areia ás margens de uma represa que não teve solução, precisamos arrumar um trator para conseguir tirar a danada

uia, eu sempre vi carretas com a roda loca na frente, mas eu imaginava que era usada só pra manobrar tipo dento de barracão e tal... cara uma boa medida essa, é só eu párar a net no piso firme e com o próprio guincho da carreta eu puxo o meu guincho que tem o cabo suficiente.

de grande auxílio a opinião dos amigos, tinha certeza que ia colher bons frutos aqui... valeu mesmo!!! alegre::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

depois posta fotos

Com certeza Alberto, tô pensando em usar aquela chapa de alumínio que reveste açoalho de ônibus, o mesmo que os fabricantes naúticos colocam nas plataformas, mas com uma espessura maior eu e meu parceiro até temos a chapa para fazer o estrado da carreta mas compramos de 2,5 mm, vai ser pouco para a rampa de desatolamento, mas prefiro descartar a 2,5 e fazer uma coisa só, aí nos encaixamos na carreta e qdo precisar é só sacar da carreta, vai ficar top. ::tudo::

Por via das dúvidas, vou aproveitar a opinião dos demais colegas e vou instalar uma roda loca na frente da carreta, ae ficamos com mais opções na hora do aperto.

bom fim de semana a todos. ::fisherman

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Faça o que a maioria disse, qdo ia pescar com Silverado do véio que é 4x2 descia o barco carreta no braço e deixava ela no seco, depois amarrava uma corda comprida e arrastava td pra fora de uma vez, sem problemas. Depois que comprei a F1000 4x4 aí entro no rio até entrar agua na cabine, rsrsrsrs. Pra ajudar um pouco coloca uns pneus mistos atrás que tipo Pirelli Scorpion ou BF Goddrich AT. Concordo qdo a opção do 4x4, a maioria que compra hj em dia é pra mero

status, 99% nunca usaram, e a falta de uso é o maior problema só ver quantas Rangers e S10 de mais de 5 anos de uso que não funciona a tração.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pessoal, faço parte do forum 4x4brasil (http://www.4x4brasil.com.br) e tem muitas informações pra gente (me incluo) que gosta de entrar em cantões pouco amigáveis com nossas viaturas...

alguns mitos que foram criados:

* pick up 4x4 (convencional) nao pode andar tracionado em asfalto? PODE, desde que nao se esterce o volante até o final, você pode acionar a tração enquanto estiver andando em linha reta, que seja 2 km é o suficiente para fazer o sistema trabalhar. a maioria dos veiculos hoje em dia, que são traçados, permitem que a tração seja acionada em velocidade de até 80/100 km/h. não precisa parar o carro pra jogar a tração (4H), somente quando precisa acionar a reduzida (4L) que tem que estar com o carro parado.

em tempo, hj em dia, se compra pick up para ir ao shopping, não para utilizar como pick up. nada contra, cada um na sua...

a maior parte de problemas na tração se dá por mal contato dos sensores (solenoides) ou conectores, por nao ser usado. mas sendo usado a cada 15 dias, que seja por 2,3 km, é suficiente. e em casos de mal contato, normalmente o uso de um "limpa contatos" é suficiente para normalizar o equipo.

antes de ter pick up, eu tinha um golf que tinha alergia a areia, seja do rio ou do mar, era encostar na areia, com o reboque engatado, e batata, ficava.

mesmo com carro traçado, na mão de quem não sabe usar a tração, vai ficar atolado tb.

sempre que acontecer um caso desse como citado, ou desengata o reboque e passa a corda, tirando o carro solto e deixando-o em local de atrito bom nos pneus, ou acopla o carro ao reboque fazendo um L, e sempre que puder, saindo na diagonal a "rampa", pq sempre uma das rodas será deslocado primeiro do que a outra, e é suficiente para tirar 99% dos casos o carro que está "patinando".

o guincho elétrico é uma boa opção, mas depende de modificação na frente do carro e tem valor considerável para um uso muito raro. existem fitas de tração no mercado, com bom preço e boa resistencia tb (até 6 ton).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo a boa e velha corda é indispensável (30mts), use a roda ”maluca” na carreta p/ conjuntos (leves/médio), este procedimento com um pouco de paciência ja me tirou de situações onde colegas com 4x4 ficaram garrados...basta parar o veículo no local com melhores condições de tração e rebocar através da corda ate um local mais seco, com esta operação vc raramente terá surpresas... Para mim uma opção simples barata e eficiente. Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pessoal, faço parte do forum 4x4brasil (http://www.4x4brasil.com.br) e tem muitas informações pra gente (me incluo) que gosta de entrar em cantões pouco amigáveis com nossas viaturas...

alguns mitos que foram criados:

* pick up 4x4 (convencional) nao pode andar tracionado em asfalto? PODE, desde que nao se esterce o volante até o final, você pode acionar a tração enquanto estiver andando em linha reta, que seja 2 km é o suficiente para fazer o sistema trabalhar. a maioria dos veiculos hoje em dia, que são traçados, permitem que a tração seja acionada em velocidade de até 80/100 km/h. não precisa parar o carro pra jogar a tração (4H), somente quando precisa acionar a reduzida (4L) que tem que estar com o carro parado.

em tempo, hj em dia, se compra pick up para ir ao shopping, não para utilizar como pick up. nada contra, cada um na sua...

a maior parte de problemas na tração se dá por mal contato dos sensores (solenoides) ou conectores, por nao ser usado. mas sendo usado a cada 15 dias, que seja por 2,3 km, é suficiente. e em casos de mal contato, normalmente o uso de um "limpa contatos" é suficiente para normalizar o equipo.

antes de ter pick up, eu tinha um golf que tinha alergia a areia, seja do rio ou do mar, era encostar na areia, com o reboque engatado, e batata, ficava.

mesmo com carro traçado, na mão de quem não sabe usar a tração, vai ficar atolado tb.

sempre que acontecer um caso desse como citado, ou desengata o reboque e passa a corda, tirando o carro solto e deixando-o em local de atrito bom nos pneus, ou acopla o carro ao reboque fazendo um L, e sempre que puder, saindo na diagonal a "rampa", pq sempre uma das rodas será deslocado primeiro do que a outra, e é suficiente para tirar 99% dos casos o carro que está "patinando".

o guincho elétrico é uma boa opção, mas depende de modificação na frente do carro e tem valor considerável para um uso muito raro. existem fitas de tração no mercado, com bom preço e boa resistencia tb (até 6 ton).

Agora vc falou tudo!!

É comum ver os motoristas tentando desatolar , e quando se tocam já fizeram aquele buracão com as rodas.

Patinou, PARE!

Eu vejo o tipo de solo, se grudar na sola do sapato é argiloso, vai ATOLAR NA CERTA.

Se não grudar é arenoso, portanto mais dificil, mas não impossível, de atolar.

Morei muito tempo em sítio, e na época das chuvas era 9 km só de atoleiro , e as vezes tinha que usar Correntes nas rodas da D20. Tivemos que comprar uma Bandeirantes, que aliás me permitiu levar a minha esposa para ganhar nossa filha no meio de uma tempestade.

Quanto ao uso de cordas para desatolar, cabe um aviso importante.

Jamais fique perto da corda tensionada.

Se puder coloque um dos tapetes do carro na corda, para que , caso ela arrebente, não ricocheteie e atinge alguém. Conheço um bombeiro que perdeu uma vista com um acidente desses, mesmo com transplante de córnea não teve melhora significativa.

O fitão é mais aconselhado pois não ricocheteia e dificilmente arrebenta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pessoal, faço parte do forum 4x4brasil (http://www.4x4brasil.com.br) e tem muitas informações pra gente (me incluo) que gosta de entrar em cantões pouco amigáveis com nossas viaturas...

alguns mitos que foram criados:

* pick up 4x4 (convencional) nao pode andar tracionado em asfalto? PODE, desde que nao se esterce o volante até o final, você pode acionar a tração enquanto estiver andando em linha reta, que seja 2 km é o suficiente para fazer o sistema trabalhar. a maioria dos veiculos hoje em dia, que são traçados, permitem que a tração seja acionada em velocidade de até 80/100 km/h. não precisa parar o carro pra jogar a tração (4H), somente quando precisa acionar a reduzida (4L) que tem que estar com o carro parado.

em tempo, hj em dia, se compra pick up para ir ao shopping, não para utilizar como pick up. nada contra, cada um na sua...

a maior parte de problemas na tração se dá por mal contato dos sensores (solenoides) ou conectores, por nao ser usado. mas sendo usado a cada 15 dias, que seja por 2,3 km, é suficiente. e em casos de mal contato, normalmente o uso de um "limpa contatos" é suficiente para normalizar o equipo.

antes de ter pick up, eu tinha um golf que tinha alergia a areia, seja do rio ou do mar, era encostar na areia, com o reboque engatado, e batata, ficava.

mesmo com carro traçado, na mão de quem não sabe usar a tração, vai ficar atolado tb.

sempre que acontecer um caso desse como citado, ou desengata o reboque e passa a corda, tirando o carro solto e deixando-o em local de atrito bom nos pneus, ou acopla o carro ao reboque fazendo um L, e sempre que puder, saindo na diagonal a "rampa", pq sempre uma das rodas será deslocado primeiro do que a outra, e é suficiente para tirar 99% dos casos o carro que está "patinando".

o guincho elétrico é uma boa opção, mas depende de modificação na frente do carro e tem valor considerável para um uso muito raro. existem fitas de tração no mercado, com bom preço e boa resistencia tb (até 6 ton).

Agora vc falou tudo!!

É comum ver os motoristas tentando desatolar , e quando se tocam já fizeram aquele buracão com as rodas.

Patinou, PARE!

Eu vejo o tipo de solo, se grudar na sola do sapato é argiloso, vai ATOLAR NA CERTA.

Se não grudar é arenoso, portanto mais dificil, mas não impossível, de atolar.

Morei muito tempo em sítio, e na época das chuvas era 9 km só de atoleiro , e as vezes tinha que usar Correntes nas rodas da D20. Tivemos que comprar uma Bandeirantes, que aliás me permitiu levar a minha esposa para ganhar nossa filha no meio de uma tempestade.

Quanto ao uso de cordas para desatolar, cabe um aviso importante.

Jamais fique perto da corda tensionada.

Se puder coloque um dos tapetes do carro na corda, para que , caso ela arrebente, não ricocheteie e atinge alguém. Conheço um bombeiro que perdeu uma vista com um acidente desses, mesmo com transplante de córnea não teve melhora significativa.

O fitão é mais aconselhado pois não ricocheteia e dificilmente arrebenta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

off topic

Band e willis são tratores que te permitem andar no transito, :gorfei: :gorfei: :gorfei:

quem tem Band em fazenda, inteira, não vendi de jeito nenhum. acho que a ultima série foi fabricada em 1990 (pow, to ficando véio, rsrsrs). já atravessei um pequeno rio dentro de uma, com agua quase na altura da janela e passamos na boa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×