Ir para conteúdo
Maninho

Jack plate para casco de alumínio

Posts Recomendados

@Lúcio Rezende Ferreira....é isso aí. joia:::

Apenas pra ajudar a turma q nos lê a entender o q é a medida do PAD e o GAP, aqui vai a imagem.

comomediropad.jpg

 

Ajustar a altura do jack é tão, ou mais complicado, que ajustar a altura do trim.

Quando falamos que não compensa instalar jack em cascos de alumínio, isso se deve, na maioria dos casos, pelo elevado custo do jackplate em relação a casco. Hj um jack de 6" mecânico de boa marca custa na faixa dos R$ 2.000,00, sendo que um 14" hidráulico sai perto dos R$ 10.000,00. Além disso, os ganhos de desempenho podem não ser tão expressivos.
No q se refere a cavalgada, puts, testei uma vez num Pantanáutica de 5.5m, com motor 90hp Etec e não adiantou nada.
Além disso o espelho de popa da grande maioria dos cascos de alumínio não foram fabricados para suportar o peso e a pressão que o jack juntamente como motor. Se o dono insistir é muito provável q o espelho de popa irá rachar em algum ponto. Então, CUIDADO!!!

arrow:: E pra que serve um jackplate?!?!

Captura de Tela 2017-03-12 às 21.45.41.png

- Menor arrasto do motor da água. 
O jackplate irá levantar o motor na vertical...ou seja, ele irá aumentar ou diminuir o GAP (diferença de altura entre o fundo do casco e centro do eixo da hélice).
E pra que eu aumentaria ou diminuiria essa medida?!?!
Simples, para diminuir o arrasto da rabeta da água. Imagine vc em um barco em alta velocidade enfiando o braço dentro da água?!?! rsrsrs... A pressão seria enorme, não é mesmo?!?! A rabeta do barco também exerce esta mesma pressão, fazendo com que a velocidade diminua.
Uma das funções do jackplate é diminuir este arrasto a medida em q vc vai subindo o motor da água.
Assim, de forma prática, vc vai subindo o motor, subindo, subindo até q o arrasto diminua. Por consequência a velocidade final vai aumentar, assim como o giro do motor.
Em contra partida, vc pode ir subindo até q a hélice entre (ou se "esconda") no espelho da popa e perca totalmente a pressão na água. Em alguns casos o piloto vai subindo tanto o motor, que a traseira do barco sai tanto da água q chega a perder a pressão (hélice com a água) fazendo com que a proa do barco toque na água e exerça uma pressão maior que a popa, fazendo o barco rodar. Isso é comumente chamando de blow-out.

- Mudança do centro de gravidade (CO) do barco.
O centro de gravidade ideal de uma embarcação também influencia na navegação.
Se o CO está muito na frente, a proa do barco afunda e irá gerar muito arrasto.
Se o CO está muito atrás, a popa enterra na água e o barco começa a cavalgar. 
Entendendo este princípio vc conseguirá imaginar pq existe jackplate de diversos tamanhos (maioria entre 4' e 16').

Captura de Tela 2017-03-12 às 21.00.29.png

O que observei (na prática) sobre a utilização de jackplates nestes últimos anos:
- Subir o motor na vertical traz enormes vantagens ao desempenho do barco. Subir o jack em apenas 1 polegada pode representar uma diferença de 2 ou 3 Km/h na velocidade final. Vale muito a pena. Isso com o barco leve (leia mais abaixo).
- Sobre o tamanho do jack, pouco ou nada se alterou na performance...Mas atribuo isso ao enorme peso que transportamos em nosso barcos quando em condições de pesca. Já acelerei cascos iguais, como motores iguais, um deles com jack de 4" enquanto q o outro de 16"...e o barco com o jack menor teve melhor desempenho.

E pq isso?!?!?!
- Barco Leve
Imagine o seguinte....Imagine o casco super leve e sem qualquer acessório ou equipamento dentro. Nada de baterias, motor elétrico, carregadores, gelo, nada....Além disso o barco está com 10 litros de combustível apenas para o teste, ok?!?! Imagine agora um motor de 250hp espetado na traseira dele e apenas um piloto magricela ao volante. Vc terá o máximo de desempenho do conjunto.
Vc concorda q a medida em q for subindo o jack e trim do motor vc irá tirar o barco quase q completamente da linha da água?!?! Isso mesmo, apenas uma pequena parte da popa irá tocar na água gerando uma excelente velocidade final.
Nesta situação vc pode subir o jack ao máximo q o motor dará conta - terá força - de tirar o casco da água. Vc levanta o jack e percebe na hora que o casco que está totalmente fora da água. O casco parece flutuar nesta situação.

- Barco Pesado
Imagine agora este mesmo barco mas com 3 pescadores de 90kg cada, 120 litros de combustível, 3 baterias de 105amp, carregadores onboard, gelo e bebida, tralhas de pesca, e etc...Vc concorda que, por mais que vc suba o trim e o jack do motor, este mesmo barco não irá sair da água da mesma forma q ele leve?!?!?
Por mais que vc suba o jack, o motor não tem força pra tirar o casco da água. Vc vai dando jack e vai percebendo q o desempenho não muda (ou apenas piora)...Isso se dá pq o jack começa a subir mas não consegue tirar a popa da água, a força do motor q deveria apenas impulsionar o barco pra frente começa a se dissipar em outras direções. O melhor desempenho encontrado é com o jack lá embaixo. Nestes casos dizemos que o conjunto está muito pesado, o que representa 95% dos pescadores que estão na água com o objetivo de passar o dia fora PESCANDO.

E é por isso q jacks compridos em embarcações pra pesca (muito carregados) não tem muita utilidade.

Voltando a pergunta do Lúcio.

Lúcio...cada barco tem um ajuste de trim e jack diferentes.
Alguns conseguem navegar com o GAP negativo, ou seja, acima da linha do PAD.
Em outros casos (ou na grande maioria dos casos), o GAP é positivo, ou seja, o eixo do hélice trabalha abaixo da linha do fundo do casco.

Como se acha o melhor ajuste?!?!?!
Resposta = TESTANDO.

Se vc leu e entendeu o q expliquei acima, certamente irá saber como regular e encontrar a melhor medida do GAP do seu conjunto.

Tente lá e vá postando aqui o progresso do ajuste. Vc verá como é interessante achar a melhor regulagem de uma embarcação.

Qualquer dúvida vá postando aqui pra turma ir te ajudando.

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

palmas::palmas::palmas::palmas::

 

 

Valeu @Fabrício Biguá  excelente explicação !

Tenho ainda opção de subir o motor nos furos de fixação do mesmo no espelho ! Diante disso, antes de partir pro alto investimento do Jack tentarei nos furos do próprio motor !

Obrigado pelo ótimo esclarecimento! joia:::

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Lúcio Rezende Ferreira disse:

palmas::palmas::palmas::palmas::

 

 

Valeu @Fabrício Biguá  excelente explicação !

Tenho ainda opção de subir o motor nos furos de fixação do mesmo no espelho ! Diante disso, antes de partir pro alto investimento do Jack tentarei nos furos do próprio motor !

Obrigado pelo ótimo esclarecimento! joia:::

 

É isso aí...Suba todos os furos e veja o comportamento do barco. Geralmente em barcos de alumínio o eixo do hélice anda bem abaixo do fundo do barco, blz?!?!
No próprio manual de instalação do motor vc vê uma foto que demonstra onde deve ficar o eixo do hélice em relação ao PAD. De qualquer forma, teste com ele mais alto e veja se não perde pressão na água e desempenho. 

Canoas de alumínio geralmente não descolam totalmente da água....ou seja, o fundo do casco gera uma turbulência na água q pode atrapalhar o melhor desempenho da hélice, sacou?!?!

Mas teste em várias configurações q vale a pena.

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos, falando em relação do JackPlate em casco de alumínio. 

 

Geralmente quase todos os cascos de alumínio não terão nenhuma diferença significativa com um Jack, devido simplesmente ao casco ser fabricado de forma tradicional, não é atoa que muitos tentam utilizar mas acaba não surtindo nenhum efeito pois são cascos de desenvolvimento mais antigo (mesmo casco a quase 30 anos) como do amigo @AlissonCividini e falado sobre barcos de alumínio pelo @Caparroz

 

Mas isso, especificamente esse fato dos cascos de alumínio não proporcionarem alta velocidade, entre outros fatores já foi resolvido. Nos da Calaça Náutica resolvemos com nossos modelos.

São mais de 30 modelos para motores de 5 a 400 HP. Porém vou mencionar alguns de 90 a 400 HP especificamente.

Vamos falar da nossa BASS, simplesmente para espetar na popa um motor de 150,200,250,300,350 ou 400 e ser feliz! É um casco com generosas proporções. já que são 6.23m de comprimento e 2.42 m de boca. Largamos de mão daqueles cascos tradicionais que todas as marcas fazem em alumínio e inovamos. Possuem tecnologia de primeira, são cascos com toda a parte navegável lisa, sem nenhum único rebite, com maior resistência, ótimo peso e design novo tanto na estética quanto na engenharia. Com um motor de 300 HP pode ultrapassar as 80 mph. 

- Casco de alumínio, porém diferente dos tradicionais.

- Engenharia inteligente 

- Casco liso, sem nenhum rebite na parte navegável 

- A junção do fundo com as laterais é lisa, sem rebites ou soldas.

- Maior resistência 

- Comportamento e navegabilidade diferentes 

 

Além disso, nossa unidade de testes com motor 300 HP está equipada com um Jack Plate Bobs Machine de 8'', onde depois de alguns testes fizemos uma especie de alongador onde chegou a 12'', e melhorou a performance e navegação. O veredito é que sim, O JackPlate faz diferença tanto em cascos de fibra quanto de alumínio, DEPENDENDO DA ENGENHARIA DO CASCO.

 

Outra coisa é falarem que barco de alumínio não faz curva. Bem... As coisas agora mudaram, não só a BASS mas todos os cascos da Calaça são surpreendentes em curvas. 

 

Então vamos aos fatos com fotos e vídeos. Primeiro dois vídeos, um com 85% de aceleração com um motor 300 HP e o segundo fazendo algumas curvas(ah, a última é a melhor), podendo fazer até mais.

 

 

Olhem um pouco algumas fotos do casco.

Essa é na lateral, exatamente onde o fundo se encontra com as laterais, o acabamento é todo liso. 

17265043_735829813257500_154628680161572

 

Agora em relação ao casco, aqui algumas fotos do fundo tiradas olhando da proa.

17265071_735829769924171_265185556672749

17155279_735829763257505_387426803507260

 

Aqui também o JackPlate, reparem no alongador entre o Jack e o espelho de popa, ele foi feito no mesmo formato e o motor usado Evinrude G2 de 300 HP.

17352126_735829766590838_482111838299034

17309118_735829759924172_599444074398707

 

Muitos tem preconceito contra o alumínio, mas é normal devido a maioria dos barcos e lanchas do país serem os mesmos e antigos cascos (formato) a quase 30 anos, parecem ser todo iguais, e muitos os julgam por serem pouco confortáveis e navegação inferior aos de fibra.

Mas não é bem assim, entre alumínio e fibra NÃO HÁ DIFERENÇA, o que muda é o que você consegue fazer com os dois materiais, e buscando inovações e tecnologia chegamos a tecnologias assim, com os barcos mais confortáveis com ótima navegação.

A Calaça Náutica veio para revolucionar, já estamos a 27 anos no mercado, mas os modelos novos são tão revolucionários que vendemos mais de 5.000 barcos e lanchas em pouco mais de 2 anos mesmo com esta crise, de forma simples, apenas inovando. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 14/03/2017 at 14:37, Barcos Calaça disse:

Amigos, falando em relação do JackPlate em casco de alumínio. 

 

Geralmente quase todos os cascos de alumínio não terão nenhuma diferença significativa com um Jack, devido simplesmente ao casco ser fabricado de forma tradicional, não é atoa que muitos tentam utilizar mas acaba não surtindo nenhum efeito pois são cascos de desenvolvimento mais antigo (mesmo casco a quase 30 anos) como do amigo @AlissonCividini e falado sobre barcos de alumínio pelo @Caparroz

 

Mas isso, especificamente esse fato dos cascos de alumínio não proporcionarem alta velocidade, entre outros fatores já foi resolvido. Nos da Calaça Náutica resolvemos com nossos modelos.

São mais de 30 modelos para motores de 5 a 400 HP. Porém vou mencionar alguns de 90 a 400 HP especificamente.

Vamos falar da nossa BASS, simplesmente para espetar na popa um motor de 150,200,250,300,350 ou 400 e ser feliz! É um casco com generosas proporções. já que são 6.23m de comprimento e 2.42 m de boca. Largamos de mão daqueles cascos tradicionais que todas as marcas fazem em alumínio e inovamos. Possuem tecnologia de primeira, são cascos com toda a parte navegável lisa, sem nenhum único rebite, com maior resistência, ótimo peso e design novo tanto na estética quanto na engenharia. Com um motor de 300 HP pode ultrapassar as 80 mph. 

- Casco de alumínio, porém diferente dos tradicionais.

- Engenharia inteligente 

- Casco liso, sem nenhum rebite na parte navegável 

- A junção do fundo com as laterais é lisa, sem rebites ou soldas.

- Maior resistência 

- Comportamento e navegabilidade diferentes 

 

Além disso, nossa unidade de testes com motor 300 HP está equipada com um Jack Plate Bobs Machine de 8'', onde depois de alguns testes fizemos uma especie de alongador onde chegou a 12'', e melhorou a performance e navegação. O veredito é que sim, O JackPlate faz diferença tanto em cascos de fibra quanto de alumínio, DEPENDENDO DA ENGENHARIA DO CASCO.

 

Outra coisa é falarem que barco de alumínio não faz curva. Bem... As coisas agora mudaram, não só a BASS mas todos os cascos da Calaça são surpreendentes em curvas. 

 

Então vamos aos fatos com fotos e vídeos. Primeiro dois vídeos, um com 85% de aceleração com um motor 300 HP e o segundo fazendo algumas curvas(ah, a última é a melhor), podendo fazer até mais.

 

 

Olhem um pouco algumas fotos do casco.

Essa é na lateral, exatamente onde o fundo se encontra com as laterais, o acabamento é todo liso. 

17265043_735829813257500_154628680161572

 

Agora em relação ao casco, aqui algumas fotos do fundo tiradas olhando da proa.

17265071_735829769924171_265185556672749

17155279_735829763257505_387426803507260

 

Aqui também o JackPlate, reparem no alongador entre o Jack e o espelho de popa, ele foi feito no mesmo formato e o motor usado Evinrude G2 de 300 HP.

17352126_735829766590838_482111838299034

17309118_735829759924172_599444074398707

 

Muitos tem preconceito contra o alumínio, mas é normal devido a maioria dos barcos e lanchas do país serem os mesmos e antigos cascos (formato) a quase 30 anos, parecem ser todo iguais, e muitos os julgam por serem pouco confortáveis e navegação inferior aos de fibra.

Mas não é bem assim, entre alumínio e fibra NÃO HÁ DIFERENÇA, o que muda é o que você consegue fazer com os dois materiais, e buscando inovações e tecnologia chegamos a tecnologias assim, com os barcos mais confortáveis com ótima navegação.

A Calaça Náutica veio para revolucionar, já estamos a 27 anos no mercado, mas os modelos novos são tão revolucionários que vendemos mais de 5.000 barcos e lanchas em pouco mais de 2 anos mesmo com esta crise, de forma simples, apenas inovando. 

Concordo com boa parte dos comentários, contudo vejo-me instado a discordar de alguns pontos, e são os seguintes:

a) É óbvio que quanto mais "liso" for o casco, melhor o desempenho do barco, independentemente da motorização. Logo, um barco rebitado jamais terá a mesma performance que um de caso liso;

b) O Jack  otimizará o desempenho de qualquer dos cascos, em menor ou maior grau. Dizer que o equipamento não deve ou não pode ser instalado num barco comum não representa verdade única, tampouco relativa. É por tal razão que você encontra Jack's para todo tamanho e gosto. Para se ter uma ideia, fiz um "racha" contra um barco rebitado de 5 metros, a mesma medida e motorização que o meu, que é soldado. No dele tinha um Jack, e no meu não. Acabei ficando na poeira.

c) recuar o Jack para aquém da popa é procedimento comum em lanchas de pequeno porte, vi várias com essa configuração. O efeito obtido é o de minimizar os impactos hidrodinâmicos decorrentes da proximidade do sistema propulsor ao barco.

d) Creio que a Calaça segue no ruma certo, fabricando apenas barcos soldados, com boa diversificação de modelos. O que vejo com alguma ressalva é que o comentário possui mero caráter mercadológico, pouco contribuindo para um melhor conhecimento sobre os Jack's.

   

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Gilbertinho disse:

Concordo com boa parte dos comentários, contudo vejo-me instado a discordar de alguns pontos, e são os seguintes:

a) É óbvio que quanto mais "liso" for o casco, melhor o desempenho do barco, independentemente da motorização. Logo, um barco rebitado jamais terá a mesma performance que um de caso liso;

b) O Jack  otimizará o desempenho de qualquer dos cascos, em menor ou maior grau. Dizer que o equipamento não deve ou não pode ser instalado num barco comum não representa verdade única, tampouco relativa. É por tal razão que você encontra Jack's para todo tamanho e gosto. Para se ter uma ideia, fiz um "racha" contra um barco rebitado de 5 metros, a mesma medida e motorização que o meu, que é soldado. No dele tinha um Jack, e no meu não. Acabei ficando na poeira.

c) recuar o Jack para aquém da popa é procedimento comum em lanchas de pequeno porte, vi várias com essa configuração. O efeito obtido é o de minimizar os impactos hidrodinâmicos decorrentes da proximidade do sistema propulsor ao barco.

d) Creio que a Calaça segue no ruma certo, fabricando apenas barcos soldados, com boa diversificação de modelos. O que vejo com alguma ressalva é que o comentário possui mero caráter mercadológico, pouco contribuindo para um melhor conhecimento sobre os Jack's.

   

 

Olá, Gilbertinho. Boa noite!

Entao, em relação aos comentários, alguns podem nao terem sido expressados da melhor forma.

Respondendo a seus comentários.

 

A) Isso é verdade, qualquer rebite faz a diferença. Utilize um exemplo simples, tente colocar sua mão para dentro da água em um barco a 40km/H, você não conseguirá. Agora imagine o arrasto criado em maiores velocidades até por poucos rebites.

 

B) Sim, isso é verdade. Mas o que tentei expor no comentário é que mesmo fazendo a diferença em todos os cascos, em alguns ou os que são preparados para isso, a diferença é gritantemente maior. 

 

C) Realmente, o tamanho do Jack faz diferença. 

 

D) Sim e não em relação a ressalva. Por qual motivo? Além de demonstrar que um barco de alumínio pode atingir uma alta perfomance(contradizendo comentários anteriores), e pode ser notada grande diferença com um JackPlate não apenas na teoria, utilIamos o exemplo do modelo, das fotos e vídeos para provar. Além disso, para os amigos conhecerem, pois não adiantaria nada nosso comentário falando sobre tal coisa em barcos de alumínio se não existisse nenhuma prova. Agora puxando um pouco para esse lado, o que proporcionou toda essa evolução foram todos vocês que estão lendo isso, que criticam, demonstram opiniões e através disso acontecem as evoluções! ;) 

 

Observacao: Em relação ao JackPlate, uma das coisas mais notadas antes e depois do alongamento, foi a mudança do centro de equilíbrio do casco, o que ajudou na performance. 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos...quando se fala q não compensa usar jack em barcos de alumínio....em 99% dos casos estamos nos referindo a pequenas e leves embarcações. Não há como justificar, enfiar uma peça de valor igual ou maior ao próprio casco, só isso. Ou melhor, além do q foi falado anteriormente, motores de até 60hp dificilmente conseguirão levantar a embarcação DE PESCA da água a ponto de se justificar a instalação de um jack (estamos falando em performance, exclusivamente).

Outra coisa q é bom deixar claro. Não existe esta frescura de preconceito entre barco de fibra x alumínio x madeira x plástico ou o q quer q seja...O tipo de barco q estamos falando serve pra pescar. Se fosse pra comer, talvez o tipo de material fizesse diferença...rsrsr.
A partir do momento em q a fundo do casco, mesmo q seja de materiais diferentes, mas tenha o mesmo tipo de superfície (pintura, lisura, sem soldas, sem rebites, dobras e etc)...o casco teoricamente deverá navegar da mesma forma.

Centro de gravidade tem a mesma definição para todo e qualquer corpo, ou seja, não muda devido a mudança do material utilizado.

E é bom q se diga que tudo o q estamos debatendo em torno de barcos, jacks e materiais, está ligado a BARCO DE PESCA E PRA PESCA....Se fôssemos falar em barco para VELOCIDADE E PERFORMANCE, tudo o q estamos discutindo valeria quase nada.

Pesca é lazer, é pesca, é beber e comer a bordo. É colocar "tráias" e "tráias", som, e vários esquipamentos que são desnecessários para NAVEGAR.

Performance está ligado diretamente a potência e leveza....Se quer andar no limite máximo do seu conjunto, uma coisa é certa...Vc não irá pescar como sempre pescou...rsrs

Beijos..love::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Capita,

Detesto admitir, mas você está mais uma vez certo. É difícil apanhá-lo em flagrante deslize.

O pessoal da Calaça foi muito cortês nas respostas ao que submeti. Mas diante de suas sábias digressões, a coisa toda se subsume ao que efetivamente interessa à comunidade de pescadores. Qualquer coisa, até mesmo uma "lata de querosene cortada ao meio" como nos acostumamos debochar de barcos de 3 ou 4 metros, se prestam muito bem para a pesca, dentro de seus limites. Não importa o motor, se é de 3, 5 ou 8 HP (ideais para "bater" uma caipirinha na beira do rio), ou de 300 HP, desde que o negócio seja mesmo pescar. Todo o resto é exibicionismo (tem paca), ou competição.

Com certeza, nosso mundo é muito melhor quando apanhamos nossa velha (ou nova) tralha de pesca e nos mandamos para o rio, sem pensar se estamos atualizados ou defasados em matéria de tecnologias e produtos. Que se dane tudo, o bom mesmo é dar uma canseira nos peixes ou tomar uma deles. A natureza, a cervejinha, o churrasquinho e até a chuva tomada ao relento compensa tudo, afinal, é a aventura que queremos ter em doses cavalares. É um bem ou um mal crônico, incurável.

Mas essa turma da Calaça fica me provocando, qualquer hora dessas acabo por comprar um barco deles, desde que o frete ou minha mulher não me matem.

Abraço do Gilbertinho 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

lucio  amigao  ;  da uma olhada  no  topico = flash bass  x  mercury 55 hp sea pro

do nosso amigo  =  paulo senerino;   aqui do forum ok /

 belo conjunto  ; jack  casco aluminio  5,5mts   ;  e um motorzoao ;;;;::bassboat::

ele tá contente = c/ a dirigibilidade ;   mas ñ sei se aferiu os dados  ....

abraço  ; boa sort  :good:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
19 horas atrás, Fabio Giovanoni disse:

lucio  amigao  ;  da uma olhada  no  topico = flash bass  x  mercury 55 hp sea pro

do nosso amigo  =  paulo senerino;   aqui do forum ok /

 belo conjunto  ; jack  casco aluminio  5,5mts   ;  e um motorzoao ;;;;::bassboat::

ele tá contente = c/ a dirigibilidade ;   mas ñ sei se aferiu os dados  ....

abraço  ; boa sort  :good:

@Fabio Giovanoni vou da uma olhada ! valeu !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde

Acabei de colocar um jack de um amigo que não esta usando em meu barco, espero que melhore ainda mais a performance dele que já não esta ruim eu acredito. 

Antes do jack, consegui navegar  a 71 km por hora cavalgando um pouco e navego de  63 a 66 km normal com 3 pessoas.

montei ele a uns 4 meses. É um pantagold da pantanaltica modificado do meu jeito, plataforma, compartimentos, largura, comprimento, etc

Assim que testar, volto e reporto o resultado que obtive 

b101cd99-3c0c-464c-9977-05b3d603375a.jpg

WhatsApp Image 2018-11-20 at 14.13.23.jpeg

WhatsApp Image 2018-11-20 at 14.13.22.jpeg

WhatsApp Image 2018-11-20 at 14.13.24.jpeg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 20/11/2018 em 14:15, Leandro Rudolf Pereira disse:

Boa tarde

Acabei de colocar um jack de um amigo que não esta usando em meu barco, espero que melhore ainda mais a performance dele que já não esta ruim eu acredito. 

Antes do jack, consegui navegar  a 71 km por hora cavalgando um pouco e navego de  63 a 66 km normal com 3 pessoas.

montei ele a uns 4 meses. É um pantagold da pantanaltica modificado do meu jeito, plataforma, compartimentos, largura, comprimento, etc

Assim que testar, volto e reporto o resultado que obtive 

b101cd99-3c0c-464c-9977-05b3d603375a.jpg

WhatsApp Image 2018-11-20 at 14.13.23.jpeg

WhatsApp Image 2018-11-20 at 14.13.22.jpeg

WhatsApp Image 2018-11-20 at 14.13.24.jpeg

Show! o Trabalho do Leandro realmente é como o @Astra-Taranis citou com carinho e calma!

Já pesquei nesse barco e em outros que ele trabalhou, se alguém precisar vale a penas demais na região de franca-sp, minucioso como ninguém.

 

Parabéns Leandro, você trata os barcos dos clientes como seu barco!
Quanto ao Jack vamos avaliar quando a performance.

 

abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×