Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

CleversonBatista

BARCOS DE ALUMÍNIO 5 E 6 MT AFUNDAM OU NÃO...!

Posts Recomendados

Boa tarde pessoal..

Bem, tive uma experiencia não muito boa nesse final de semana, sai para navegar com o meu barco de alumínio, pety brazil 500 s (5 metros) com motor Mercury Sea Pro 25 Hp, em uma represa.

Estávamos entre 4 pessoas e fomos surpreendidos por um vendaval no meio da represa o qual levantou marolas de aproximadamente 1, 5 metros, o pavor bateu no pessoal e em mim haja vista eu ser meio novato na lida, entrou bastante água dentro do barco, mas graças a Deus consegui chegar em terra firme.

Depois do susto ficou a duvida se esse tipo de embarcação possui ou não sistema de flutuamento para caso a embarcação venha a emborcar essa se mantenha acima da água.

Algumas pessoas me falaram que seria bom dentro do compartimento onde fica o tanque de combustível  ( no caso do meu barco e dentro do acento do piloteiro) encher de garrafas Pet, assim a popa não afundaria.

Bem pessoal, como eu seu que existe varias pessoas experientes nesse fórum, gostaria de suas opiniões e dicas para no caso de a embarcação virar, mante-la o maior tempo possível ela flutuando.

Desde já agradeço a atenção dos senhores.

Abraço a todos.

Cleverson. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Antes de saber se a embarcação flutua ou não, a primeira coisa que você tem que pensar é que todas as pessoas estejam de colete salva vidas, sem ele não vai adiantar se a embarcação flutua ou não.

Outro item muito importante é a chavinha corta corrente, em uma situação dessas o barco ficar desgovernado com as pessoas na água não é nada agradável( já presencie uma situação dessa)

Agora com relação ao barco, não vou opinar com certeza, mas acredito que a embarcação não vai flutuar. E mesmo que flutue a parte que ira ficar fora da água é muito pequena e como no seu caso havia quatro pessoas no barco, acredito que não iria adiantar muito.

Como falei, o mais prudente é todos usarem coletes e ficar muito esperto quando o tempo mudar, nunca arriscar. Melhor encostar no barranco caso seja pego de surpresa, ou então voltar antes que o tempo fique feio. 

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

mais um caso  ; ::nada::   

gaças a  DEUS    =  felismente  todos  sao e salvo   joia:::

todos  estavam de colete  ????  

batista  ;  amigao  =  4 pessoas ; e mais carga;   c/ um casco 5mts  ;  agua toda mexida;  e vento  c/ 25 hp ???  ::nada:: 

ñ que ñ vai  =   como aconteçeu c/ vçs  = foram  c/ dia bom ;  agua  lisa ;  sem vento  ;  e tals  ok /

mas   = se fosse assim na volta  = tudo beleza  ok /joia:::

só que  ñ foi bem assim ??? né amigao ???/ =  isso  é o fator segurança  ; conjunto ; navegaçao  ; cautela /

 represa  ; e mar ;  é fodaa  msmo  =  muitas surpresas  = onde ñ se deve brincar ; facilitar  ; muito menos vascilar  /

espera; ja´ja´;  a turma  mais experiente   =   pessoal  vai falar=   sobre segurança ;  e navegaçao melhor q eu  amigao  joia:::

agora  foi batizado  ;  né  amigao .....  viu só ;    como funciona na hora do pega  ..... ;    apavoraaa ;   né  :gorfei:

   um susto  ;  e mais uma experiencia  ;  em represa ; e  tempo  ruim joia:::

todos bem  e felizes  graças a deus  ; bola p/ frente joia:::

abraço :good:

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Respondendo a colocação do amigo Luiz Nogueira, sim todos estavam de colete, a chave estava no meu pulso, a questão é.. eu conseguir posteriormente retornar ao local e recuperar o barco e o motor.

Com certeza a s pessoas em primeiro lugar, por isso ninguém entra no barco sem colete.

abraço 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nunca mais quero experimentar uma situação dessa...

acredito que o barco apesar de flutuantes internos não consiga suportar tal prova doeu:: (dúvida)

Sei que é difícil mas caso aconteça, o melhor é todos manterem a calma, baixar o centro de gravidade e esquecer onde é o rumo desejado e sim cortar as ondas com a proa... foi assim que saímos de uma situação semelhante :good:

Vou aguardar os comentários dos amigos "feras" joia::: 

(motor ligado = colete sempre)

:amigo:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

primeiro vc precisa definir o que é afundar, na minha visao, afundar é submergir por completo, do tipo bau bau, ja era, cabou, never...

 

ficar na superficie (ainda que 90% dele) , ficar a meia agua (nem afunda nem fica na superficie), pra mim nao é afundar.

 

feito isso, veremos, hoje todos os barcos sao feitos para nao afundarem, ou seja, tem EVA que por si só gera uma estabilidade de flutuacao muito importante, ou seja, ele se estiver preso ao barco (bem preso!), vai impedir que o barco afunde, mas provavelmente nao vai deixa-lo na superficie por uma questao de peso.

 

Flutuadores hoje sao colocados dentro dos bancos, como garrafas pet, espuma expansiva , isopor etc, nao precisa ser muito genio pra perceber que o barco pesa uns 100 a 140 kilos, ou seja, algumas pets e isopores facilmente suportam isso, mas so vao atuar quando o barco estiver com bastante agua dentro, ou seja, nivel de agua interno e externo quase igual . Igual vc na piscina, nao fica 100% pra fora da agua...

 

ate aqui ok neh? O barco provavelmente vai flutuar ou semi flutuar ou algumas partes boiarao e outras nao... agora se vc adicionar ai poita, motor, tralhas, peso de todo tipo, etc, etc, etc, dificilmente o seu barco ira flutuar a contento, provavelmente ele vai adernar e ficar so um bico ou algo assim pra fora, ou seja, vc recupera depois alguma coisa, mas pouca coisa.

 

agora vamos ao seu momento em particular, se o barco nao virou, apenas entrou aguar, vc conseguirá navegar ate quase afundar ou o motor nao beber agua (seja pelo escape ou pelas laterais). é assustador mas é a realidade, se ele estiver com a boca pra cima, com vcs dentro, so afunda se vc parar por completo ou entrar mais agua que o a borda chegar a tocar na agua, ai nao tem jeito mesmo...

 

a explicacao eh simples, forca do empuxo, ela continua atuando mesmo qdo o barco quase inteiro na agua, acontece que o peso extra joga ele pra baixo, entao qdo vc para por completo, a hidrica deixa de atuar no casco e ele vai adernar ate a agua equilibrar com interno e externo. 

agora, colocou peso, etc, certamente vai ficar meia agua ou afundar. mas fique tranquilo, ja cheguei a navegar com apenas dois dedos de borda apenas, quase nao sai do lugar, da um cagaço da p****, vc perde tralha mas chega na margem ehehehhe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom  minha opiniao qto a sua pergunta batista =  

eu ñ gosta ria ;   de passar por isso  ok  / 

mas  caso aconteçe  =   pontos de flutuaçao  =  castelo de proa X  e bancos  x  sem viveiro  = TUDO FLUTUADORES   E ESTAQUES  ; se quiser  ainda sobra espaço p/ mais flutuadores  entre o tank  no banco do piloto ok  /  

ai vai flutuar  = p/ o resgate  ok  amigao  /  

vamos ver oq  os expert no assunto  diz  /  

abraço :good:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

como astra disse   palmas::

e qdo eu disse =  flutuar  ; p/ fazer o resgate  =   ñ é que o barco ; c/ motor ;  ancora  ; corda ;  e tudo o q tiver preso nele  = VAI  BOIAR  TODO P/ FORA D AGUA  OK / 

é como a turma disee ai batista ;;;;

abraço  amigao :good:

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caramba...sei q a turma quer ajudar...mas encontrar a resposta da pergunta dele tá difícil...rsrsr

@CleversonBatista...É PRA FLUTUAR, SIM.

Acredito inclusive q seja OBRIGATÓRIO o barco flutuar (exigência da Marinha).
Agora, confira por baixo dos bancos se há ou não preenchimento com isopor. Geralmente vc passa a mão por baixo do banco e já percebe as placas de isopor.

Agora, quer garantir a sua segurança?!?! Faça como vc mesmo ouviu...Encha de garrafas pet nos vãos q vc encontrar.
Se não tiver vão, basta amarrar um galão de 10lt na estrutura do barco.

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Difícil só no Rio mesmo, mas acredito que se virando ele entrando ar formando bolsões junto com o tanque na popa ele poderia no máximo ficar com o bico só de fora.  São muitos fatores.  Só tive experiência que ocorreu comigo  onde o  barco  encheu  água devido a chuva ou esquecer tampão aberto ambos no barranco  e o unico que o motor não afundou foi meu 7m antigo que tem 4 bancos revesitdos de isopor sem nenhum viveiro ou porta tanque, qualquer outro barco que tenha porta tanque atras vai afundar ainda mais com um 25hp na popa, no máxmo ficar só o bico de fora .  Já vi um acidente tb onde um  vizinho de rancho entrou na traseira de outro barco devido a manguaça a popa afundou e tb só ficou o bico de fora, era um Canadian 5m com yamaha 15

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ESSA DA MANGUAÇA ;  FOI BOA GUTAO  :gorfei::gorfei:

SÓ FICOU O BICO DE FORA kkkkkk

vi uma cena ao vivo  tambem;   na represa  =  4  figuras  ; NO GRAU   bomba2  :gorfei::gorfei:....

ESQUECERAM  O TAMPAO ;  E O MOTOR APAGOU  = Ñ PEGOU MSMO  =  CONCLUSAO  =

SÓ O BICO  DA LANCHINHA  DE FORA  KKKKKKKK   = Ñ TEM COMO Ñ RIr  NÉ  :gorfei:

EU ROLAVA DE RIR NO BARRANCO;   E OS CARAS QUASE MORRENDO AFOGADO kkkkkkk

OUTRO BARCO FEZ O SALVAMENTO  joia:::         todos estavam =     sem colete  ::nada::  e no grau  kkkkkk

MAS JUDIAÇAO  ;  LANCHINHA CHIKK ;  EQUIPADINHA ;  SOM ;  E TALS  ;

DEU DÓ  VIU  =   DA ; LANCHA NÉ ...:gorfei:

abraço :good:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo,

Com base em experiências que vivenciei, digo que está certo quem diz que num caso desse só a proa fica fora d'água, o peso do motor faz com que o resto afunde. Mas para isso, é preciso que o barco tenha elementos de flutuação já colocados na fábrica, tipo isopor, injetados ou outro recurso. Buscando contribuir para soluções aplicáveis a esse tipo de problema, que é raro, já que na maioria das vezes ocorre por conta de eventos naturais excepcionais, sugiro que:

1) Bote a turma toda no colete salva-vidas, não tem desculpa;

2) confirme se o barco tem elementos flutuadores internos. Caso não tenha, coloque garrafas pet até onde puder, e fixe-as de forma a impedir que elas saiam em situações emergenciais;

3) Coloque uma bomba de porão, vai ajudar bastante no escoamento de águas infiltradas;

4) Diante desses eventos, pilote sempre contra o vento, cortando as marolas perpendicularmente. Nunca dê os flancos para elas e mantenha o motor em aceleração, senão não terá controle de leme.

Olhe, tenho 68 anos e já naveguei em ainda navego em corredeiras e sob tempestades com marolas de respeito aqui na Amazônia. Sem desrespeitar nenhuma dessas situações, vá sempre tranquilo, evite excessos de peso e siga as sugestões que ofereci e outras que os colegas do FTB deixaram com propriedade, baseadas em experiências assemelhadas.

"Navegar é preciso", diz o poeta, mas também reserva um grande prazer. 

Siga com Deus.

Abraço do Gilbertinho da Amazônia

  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

a maioria dos barcos, só vem com isopor ou flutuadores na frente(Bico do Barco) e com isso permite flutuar somente o bico do barco para efetuar o resgate do equipamento(Barco e Motor). Alguns modelos possuem flutuadores em toda extensão do barco, ou seja no bico, nos lados do viveiro e no banco traseiro, permitindo que o barco flutue e não afunde, mesmo cheio de agua.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

PESSOAL, GOSTARIA DE AGRADECER TODAS AS INFORMAÇÕES QUE POSTARAM, COM CERTEZA SERÁ DE GRANDE VALIA.

VOU FAZER UM TESTE!!

VOU ENCHER O VIVEIRO E O COMPARTIMENTO ONDE VAI O TANQUE DE COMBUSTÍVEL COM OS ESPAGUETES UTILIZADOS EM PISCINAS E DEPOIS VOU ENCHER O BARCO DE ÁGUA E VER O QUE ACONTECE.

MAIS TARDE RETORNO PRA INFORMAR O QUE ACONTECEU AOS SENHORES.

ABRAÇO.

CLEVERSON

OBS: VOU COLOCAR UM PESO NA POPA EQUIVALENTE O PESO DO MOTOR DURANTE O TESTE.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu já vi barco afundado por conta de marola (ventania) 

era um canoa de 6 metros (bem básica) com um 15 (não sei a marca do barco)

ficou só o bico para fora 

era pescaria de corvina e tinha vários barcos por perto 

quando a turma viu que deu merda (desculpem) vários foram ajudar, inclusive eu 

alguns barcos resgataram o pessoal e eu e mais um barco arrastamos a canoa para a margem 

tudos bem e a canoa resgatada, lógico que o motor foi para a oficina cheio de barro 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo,não tenho experiência de pilotagem,mas no curriculo joia::: já presenciei e ajudei a construir 5 embarcaçoes:1 BASS BOAT DE 5.50M,2 BARCO DE PESCA E PASSEIO DE 5.50M,1 BARCO DE PESCA DE 6M E MAIS UMA CHATA DE 5M.O que que acontece,a dita 'FLUTUAÇÃO POSITIVA" descrita pelos fabricantes é para no máximo como descrito por alguns aqui,por experiência,manter a proa na superfície,mas isso te garanto,são excecoes,pois ela atua com o barco no fundo do rio,mantendo a proa inclinada,para que a embarcação,não seja submersa pela areia,o que torna muito raro seu resgate quanto mais localização.Resumindo:Alagou? é fundo na certa e lá com muita sorte a flutuação vai permitir a localização da embarcação......o vídeo acima da uma idéia(o da piscina)mas cadê o motor?o tanque até a tampa?a bateria?hélices reserva?Kit de chaves?material de pesca chumbadas,anzóis,carretilhas e demais que tem atuação da gravidade no sentido fundo::nada::não há mágica,sem contar o alumínio finíssimo usado na maioria das embarcaçoes,acabamos de concertar 1 que furou com um galho de rio:blush:imagina num lugar de pedra,então, como um todo as embarcaçoes são frágeis,de pesca principalmente, prevenção e bom senso sempre,água e bebida não combinam,coletes e tudo que necessário.

Obs:Não adianta querer dar flutuação na parte mais pesada do barco,ou seja,na polpa,faça isso na proa assim aumentam as chances de encontrar a embarcação no fundo,a areia não vai cobrir tudo,e outra sempre bom amarrar uma corda,ou até mesmo uma linha de pesca com uma simples boia de pesca no barco com extensão necessária para funcionar como localizador do barco ,caso naufrague.

Curiosidade:No rio Madeira em Rondônia o pessoal costuma amarrar na embarcação um tambor(aquele azul) de 200 litros para não perder o barco e a vida em caso de acidente...Seguem algumas fotos das embarcaçoes citadas:

 

SAM_2186.JPG

018.jpg

20160417_154825.jpg

20160601_165424.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, estou meio atrasado no tópico, mas acho que posso contribuir um pouco no assunto.

A densidade específica do alumínio é 2.7, e a da água doce 1. Assim, um barco de alumínio sozinho, que pese 100kg, precisa compensar 100kg x (2.7 - 1.0) = 170kg.

Ou seja, coloque agua o suficiente que ele afunda! Como uma pedra! Isso sem contatar motor, baterias, e qualquer coisa mais pesada que a água.

Me preocupo MUITO com isso! Acabei de fazer um barco junto a Pantanaltica com flutuação positiva, suporta cerca de 430kg de carga além do peso do barco sem afundar. Explico mais abaixo.

O barco possui 6 metros, boca de quase 1,80 e borda de 80cm a 1metro (na proa avançada). Fiz para navegar na costa.

Para conseguir flutuação positiva abri mão de caixas secas, viveiro grande, geladeiras térmicas, etc.  O banco da proa (bico) e o segundo banco inteiro foram cheios de isopor ensacado em plástico resistente.

O banco do console, 2/3 cheio de isopor, também ensacado.

O banco da popa é vazado para acomodar o tanque de combustível. Mesmo assim, 40% dele também é estanque, com isopor ensacado. Entre esse banco e o espelho de popa coloquei mais isopor, sempre ensacado.

Além disso, coloquei bomba de porão de 2000 galões por hora, por precaução.

Obs: Ao ensacar o isopor evitamos reação do mesmo com óleos, combustível ou gases.  Prolonga a vida do isopor, retém ar dentro dos sacos, evita insetos e absorção de água.

Ao todo, tenho cerca de 1 metro cúbico de isopor no barco. Somando os pesos do barco 200kg, motor de 111 kg, bateria 25kg, temos 336kg. Isso vezes (2.7 - 1.) equivale a 571 kg de saldo NEGATIVO de flutuação.

1 metro cúbico de isopor tem empuxo de 1000kg dentro dagua. Desconsidero o peso do isopor pois ele já foi pesado junto com o barco. Ou seja, 1000 - 571 e tenho flutuação POSITIVA de aproximadamente 430kg. Margem de segurança, vamos colocar 350kg. Além disso, os compartimentos foram selados tanto quanto possível, para evitar entrada rápida dagua. Ideal seria estanque, mas não podemos garantir isso num acidente ou com o passar dos anos.

Ou seja, posso colocar três pescadores + tralha com segurança, encher o barco dagua até a borda, e ainda ficar dentro dele sem afundar. Mas se virar com onda lateral, por exemplo, ele ainda poderia ficar emborcado. Mas não afundaria, isso tenho certeza.

Lembrando: Gasolina é menos densa que agua, idem para gelo, caixa térmica, latinhas, pets com refrigerante, etc... Esses materiais não precisam ser considerados. Pessoas, alias, tem densidade próxima a da água. Qualquer parte submersa de nossos corpos é neutralizada dentro da agua. Assim, se sentar no fundo do barco cheio dagua, está diminuindo consideravelmente a carga do mesmo.

Evidentemente prefiro ficar sentado no banco e bem sequinho, hehehe.

Um ultimo fator é com relação ao casco do barco. Ele somente afunda se ficar TOTALMENTE cheio de água. Para isso acontecer a carga deve ser EXTREMAMENTE grande, ou o barco virar.

Desde que a água esteja abaixo da borda, o calculo da flutuabilidade será dado em função do empuxo do volume téórico do casco. Ou seja, como se o casco fosse estanque e fechado em cima.

Espero ter contribuído em algo.

Semana que vem (terça) pego o barco, pois comprei um motor maior e ainda não foi instalado.

O barco é do modelo NAUTILUS 19 MAR LX, o primeiro da série. Acompanhei o desenvolvimento do mesmo desde o início, foi realmente uma parceria. E ele será comercializado pela Pantanáltica (não sou representante, não ganho comissão, apenas estou feliz e impressionado com o trabalho feito por eles, por isso divulgo).

O casco é em V profundo, extremamente marinheiro.  Amigos de SP que passarem em Caraguatatuba me avisem, poderei mostrar o barco caso a agenda permita, quem sabe marcar uma pescaria!

Abaixo umas fotos, de curiosidade.  O motor não faz parte dele! Será instalado um 60HP 4t.

Abraços

 

 

 

 

IMG-20161108-WA0122.jpeg

IMG-20161109-WA0014.jpeg

IMG-20161109-WA0026.jpeg

IMG-20161109-WA0028.jpeg

IMG-20161109-WA0030.jpeg

IMG-20161109-WA0034.jpeg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 10/11/2016 em 15:41, CleversonBatista disse:

PESSOAL, GOSTARIA DE AGRADECER TODAS AS INFORMAÇÕES QUE POSTARAM, COM CERTEZA SERÁ DE GRANDE VALIA.

VOU FAZER UM TESTE!!

VOU ENCHER O VIVEIRO E O COMPARTIMENTO ONDE VAI O TANQUE DE COMBUSTÍVEL COM OS ESPAGUETES UTILIZADOS EM PISCINAS E DEPOIS VOU ENCHER O BARCO DE ÁGUA E VER O QUE ACONTECE.

MAIS TARDE RETORNO PRA INFORMAR O QUE ACONTECEU AOS SENHORES.

ABRAÇO.

CLEVERSON

OBS: VOU COLOCAR UM PESO NA POPA EQUIVALENTE O PESO DO MOTOR DURANTE O TESTE.

Companheiro, Cleverson !!!
apesar do tempo do tópico, acabei de vê-lo somente agora e me deparei com uma situação bastante familiar, já que tenho um barco exatamente igual ao seu....
Por volta de um ano e meio atrás, tive a infelicidade de ter a minha embarcação naufragada por conta de uma navegação noturna bem irresponsável da minha parte(01:00), e posso te assegurar com plena convicção de que esse barca submerge totalmente, pois o meu barco ficou a 14 metros de profundidade numa represa aqui na Bahia, fato que me levou a nadar 130m até a margem mais próxima.
Posterior ao ocorrido(susto passado), soube de usuários desse mesmo barco que adaptam artefatos flutuantes naquela pequena cavidade(fechada) da proa.
Não conte com essa possibilidade de flutuação, companheiro !!!!

Prudência e cautela são itens básicos do nosso lazer, aprendi da forma mais assustadora !!!!
Grande abraço e boas pescarias !!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Laonardo Cortez.

Vc fez realmente um trabalho de primeira no seu barco. Eu já estava planejando encher os espaços vazios da minha canoa com ISOPOR, mas não tinha pensado em ensacar. Vou fazer isso. 

Muito bacana e proveitoso seu relato, ainda mais com os cálculos sobre flutuação.

Um abraço.

Boas pescarias

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem pessoal!!

Conforme combinado fiz o teste com o meu barco, dentro do assento onde é reservado para guardar o tanque de combustível (onde o piloteiro senta) coloquei 50 garrafas pet de 2 e 3 litros e lacrei as tampas localizada em cima do assento.

Levei até a barragem e enchi d'água todo o barco, virei ele, subi em cima e por incrível que pareça ele não afundou, ao mesmo tempo que eu colocava água dentro do barco, ela saia pela popa, ( se mantendo sempre acima da linha d'água ) onde existe um rebaixe para a fixação do motor.   

Bem pessoal fiz isso, não para dizer que o meu barco não afunda, mas em caso de vir a ocorrer de o barco virar eu possa mais tarde acha-lo e retira-lo da água.

Um abraço.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...