Ir para conteúdo
Kid M

Planejamento de um ano x repiquete... o que fazer ?

Posts Recomendados

pacote-de-pesca-na-amazonia-17.jpg.47d0a38380d40294fb8dac7f6d3237d0.jpg 266.jpg.3fa9869d32f9bfd9fdc6504927c75e73.jpg

                                         REPIQUETE

Este é o "inimigo mais assustador" de qualquer pescador que se dispõe a enfrentar uma ida à Amazônia...

O planejamento prévio da pescaria parece ter mitigado grande parte dos riscos, ou do que possa "não dar certo".

Mas em se tratando de Amazônia, essa possibilidade nem sempre pode ser prevista (ou prevenida) !

Chuva fora de época (dentro da tradição anual) nas cabeceiras dos rios são o "calafrio" que bate nos pescadores.

Pescar com chuva não é (e não será jamais) um problema, mas mexeu no ph da água e/ou fazer o fluxo de descarga parar, ou pior ainda, virar nível crescente, é trágico !

Peixe fica inativo quando não passam a "rabanar" as iscas em defesa de ninhos ou da filhotada recém nascida.

A troca das iscas e tentativa de "tudo que se tem disponível" é insuficiente para reverter esse quadro negativo.

É preciso não perder o "fair play" e buscar outras formas de desfrute desses dias tão intensamente programados com antecedência.

A pesca dos peixes é uma alternativa, embora o "repiquete" também desacelere a caça desse grupo de peixes no rio.

Àqueles que estiverem em barco hotéis, devem desfrutar mais do que essas embarcações lhes oferecem - sempre relegadas quando o peixe está comendo...

Almoçar embarcado, descanso pós almoço minimizando os efeitos do sol do meio dia são sugestões a serem pensadas e talvez utilizadas !

Aproveitar melhor os momentos do grupo junto para fazer a "resenha" e tentar evitar que o desânimo possa ser o condutor dessas conversas !

Estar na Amazônia já é para ser visto como uma realidade positiva para cada vez menos novos pescadores pelos custos de chegar nesses pontos !

Em momento algum há a sugestão de "deixar de" lançar as iscas, mas talvez fazer isso sem aquela "ansiedade" de a cada arremesso uma batida.

Desfrutar do entorno nos locais onde o piloteiro lhe levou é uma boa sugestão, pois ele é um dos principais interessados no seu sucesso que se refletirá na gratificação.

Trabalhar as iscas com mais técnica e menos alvoroço costuma dar algum resultado. Lembre-se que "da próxima vez" será muito melhor... ::fishing

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Kid M disse:

pacote-de-pesca-na-amazonia-17.jpg.47d0a38380d40294fb8dac7f6d3237d0.jpg 266.jpg.3fa9869d32f9bfd9fdc6504927c75e73.jpg

                                         REPIQUETE

Este é o "inimigo mais assustador" de qualquer pescador que se dispõe a enfrentar uma ida à Amazônia...

O planejamento prévio da pescaria parece ter mitigado grande parte dos riscos, ou do que possa "não dar certo".

Mas em se tratando de Amazônia, essa possibilidade nem sempre pode ser prevista (ou prevenida) !

Chuva fora de época (dentro da tradição anual) nas cabeceiras dos rios são o "calafrio" que bate nos pescadores.

Pescar com chuva não é (e não será jamais) um problema, mas mexeu no ph da água e/ou fazer o fluxo de descarga parar, ou pior ainda, virar nível crescente, é trágico !

Peixe fica inativo quando não passam a "rabanar" as iscas em defesa de ninhos ou da filhotada recém nascida.

A troca das iscas e tentativa de "tudo que se tem disponível" é insuficiente para reverter esse quadro negativo.

É preciso não perder o "fair play" e buscar outras formas de desfrute desses dias tão intensamente programados com antecedência.

A pesca dos peixes é uma alternativa, embora o "repiquete" também desacelere a caça desse grupo de peixes no rio.

Àqueles que estiverem em barco hotéis, devem desfrutar mais do que essas embarcações lhes oferecem - sempre relegadas quando o peixe está comendo...

Almoçar embarcado, descanso pós almoço minimizando os efeitos do sol do meio dia são sugestões a serem pensadas e talvez utilizadas !

Aproveitar melhor os momentos do grupo junto para fazer a "resenha" e tentar evitar que o desânimo possa ser o condutor dessas conversas !

Estar na Amazônia já é para ser visto como uma realidade positiva para cada vez menos novos pescadores pelos custos de chegar nesses pontos !

Em momento algum há a sugestão de "deixar de" lançar as iscas, mas talvez fazer isso sem aquela "ansiedade" de a cada arremesso uma batida.

Desfrutar do entorno nos locais onde o piloteiro lhe levou é uma boa sugestão, pois ele é um dos principais interessados no seu sucesso que se refletirá na gratificação.

Trabalhar as iscas com mais técnica e menos alvoroço costuma dar algum resultado. Lembre-se que "da próxima vez" será muito melhor... ::fishing

Ja desisti de ficar aborrecido com essas situações de Repiquete. 

Agora vou , curto , tomo minha cachaças, curto as paisagens, etc...

Penso que muitos gostariam de estar no meu lugar, mas por motivos diversos não podem, então.........RELAXAR É MANDATORIO.

 

bora pescar

 

abrçs aos amigos do Forum

 

dia 24 estou indo para Barcelos, com ou sem repiquete...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou nesse time também!! Já faz tempo que desvinculei a pescaria da obrigatoriedade de pegar muito peixe!! Faz falta? É claro q faz! Mas hoje em dia consigo aproveitar cada momento da viagem!! Então, com ou sem repiquete, com ou sem peixe, pesco do mesmo jeito!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ver muitos ficando paranoicos, meses antes verificando níveis, chuvas, informações, já nem me estressa. Então vejo muito e não dou tanta atenção a tantas informações que vão e vem nos diversos grupos.

 

Ai, com tanta coisa favorável pra tal época segundo os mais variados pitacos, palpites, gráficos e informantes, repentinamente e na última hora caem totalmente por terra diante do vilão "repiquete".

 

E pensa-se, mas tem muitos rios, muitos lagos, muito lugar onde talvez não haja tanta influencia, delírio geral, o pescador pira e se vira. Eu não encano mais, aguardo as apostas de quem conhece muito mais tudo de lá e vamos pros planos B, C, D, ... qualquer opção que salve parte dos dias. Nunca se perde totalmente. No fim, tá cada vez tá mais dificil pegar bons peixes, a principal variante passa a ser a sorte, mas melhora a técnica e a tralha nova, além do conhecimento das mais diversas novidades e experiências, sem contar as mentiras que também aumentam muito.

 

Assim, insisto e continuo indo 2x por ano, no começo e no fim de cada temporada, mais no meio, mais pro final, tanto faz, é tudo muito bom e arriscar acertar uma semana da vida, que nesse dia, estarei sempre preparado e mais treinado ante as semanas ruins que se passaram e passarão enquanto for possível.

 

As viagens, aventuras e novas estórias estão sempre melhorando, a cada vez como (comida) melhor, bebo melhor e tenho melhores velhos e novos amigos por lá.

 

Então, simbora pescar, dia 17/01/2020 to indo pra lá.

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...