Ir para conteúdo

Olá amigo que está de passagem pelo Fórum Turma do Biguá (FTB).

É um enorme prazer tê-lo em nossa casa. O fórum é aberto a todos. Pra nós, tê-lo participando é sempre um prazer. Para utilizar nossa plataforma em sua totalidade, basta clicar em CADASTRE-SE e siga os passos seguintes. É fácil e em poucos segundos você estará interagindo com todos.

Para aqueles que já se cadastraram mas não se recordam dos seus nomes de usuário, SOLICITAMOS QUE NÃO EFETUE UM NOVO CADASTRO. Basta enviar um email para fbigua@gmail.com nos informando os dados que vc se recorda, que em pouco tempo resetaremos seu perfil e enviaremos os dados para você.

Qualquer dúvida basta ser enviada para o mesmo email acima mencionado.

Att. Equipe de Moderação do FTB

Fabrício Biguá Fabrício Biguá

Bem vindo ao Fórum Turma do Biguá

Sinta-se em casa. O Fórum Turma do Biguá há mais de 10 anos é a casa do pescador esportivo. Você encontrará milhares de informações sobre a pesca esportiva, náutica, camping, e tudo o que envolve o esporte mais praticado no Brasil. Contamos com a sua participação para deixar o nosso blog fórum ainda mais interessante. Seja muito bem vindo!!!

Confira os mais de 4.000 relatos postados pelos nossos amigos

Clique aqui e vá direto para a sala dos Relatos de Pescaria. São milhares de belíssimos relatos repleto de fotos, paixão e muito peixe grande. Aproveite para eternizar sua pescaria, publicando detalhes sobre a sua aventura.
Acesse agora

Apaixonados pelo Tucunaré Açu

Adoramos a pesca esportiva em todas as suas modalidades, independente do peixe escolhido, mas temos uma paixão especial pelo tucunaré de olhos vermelhos. Navegue em nossas páginas e saiba tudo sobre eles.

Mas esportividade é a nossa razão de ser

Pequenos, grandes, bagróides, redondos?!?! Não importa.

BASSBOAT BRASIL

Mais uma marca registrada do FTB. O Bassboat Brasil é o único fórum do Brasil que traz tudo sobre os barcos de pesca esportiva de alta performance.
Acesse agora
  • +26 °C
  • Cadastre-se
Gustavo Martins

Estratégia de pesca do tuncunaré-açu em Barcelos

Posts Recomendados

Amigos,

Como alguns sabem, estou na faze final de preparativos para um jornada de pesca em Barcelos. O objetivo é o tucunaré-açu amazônico, claro! joia:::

A tralha tá pronta, a ansiedade tá a mil... rindo3::

Só falta uma coisa: definir a estratégia de pesca! "Que p... é essa?" blink:: alguns podem perguntar. Entendo por "estratégia de pesca" o conjunto e a sequência de ações utilizadas para capturar o peixe. palmas:: Quero entender melhor os horários e iscas que serão utilizadas, velocidade do trabalho das iscas, quando "apelar" para as meia-água e jigs, qual a melhor hora do dia para se trabalhar iscas de hélice, uso ou não isca viva...

Estou pensando nisso e acho que farei o seguinte:

1) Abro o dia (6:30 às 8:30) com iscas de superfície mais lentas (Jumping Minnows), sub-superfícies (Primas e Perversas), meia-água (Rapala X-Rap 14) e jigs (1/2 oz, com trailer grande).

2) Na sequência (8:30 às 10:00), já com o dia "quente", vou para as Zaras Spook, Dr. Zara KV e Trairão, aumentando a velocidade de trabalho gradualmente.

3) Fecho a manhã (10:00 às 12:00) com as iscas de hélice Rip Roller (4,5', 5,5' e 6,5'), Jaraqui da Borboleta e Discovery Boat da KV. Hora dos gigantes!!! alegre::

4) Após o almoço, persisto nas iscas de hélice, até por volta das 16:00.

5) Fecho o dia (16:00 às 18:00) da mesma forma que abri, só que da forma inversa, ou seja, zaras, JM, sub-superfície, meia-água e jigs, nessa ordem.

O que vocês acham? Isso faz sentido pra vocês? Ou eu tô ficando louco? rindo2::

Agradeço desde já toda ajuda que puderem me oferecer!

Abração.

Gustavo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa. Gustavoo!!! heheheheheh

Legal isso...eu usei estratégia em Outubro e deu super certo.....!!!

Primeiramente, acho que vc vai pegar uma época boa...as notícias de lá que vai começar abaixar, pois tem feito sol de rachar.......!!! alegre:: alegre:: alegre:: alegre::

Acho legal mesmo vc ir com uma idéia formada, e lógico que dependendo das condições vc vai alterando....de acordo com as capturas dos seus parceiros e sua experiência dia após dia...!!!

Vou comentar sobre a minha que usei....!! A intensão minha na verdade era "aquecer" o braço para a cabeceira do rio...pra ficar apenas com Rip Roller.

Primeiro dia: Usei Trairão e Perversas.

Segundo Dia: Trairão e Perversa.

Terceiro dia ao Sétimo dia: Rip Roller Halloween e Nikita. ::evil:: ::evil:: ::evil::

Os horários que mais tinhamos ação era entre 12:00 e 16:00. Meus maiores peixes eu peguei nesse período, sendo o maior as 13:00.

Show!!! E boa sorte e pescaria!! palmas:: palmas:: palmas:: palmas::

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caracas isso e que e estrategia, eu nunca imaginei pescar com tão grande organização. palmas:: danca:: tchau:: rindo2:: alegre:: alegre:: suici:: suici::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavo, me permite um aparte?.

Em meu ponto de vista essa estratégia pooode até funcionar, mas tenho dúvidas. Cada pescaria é diferente uma da outra.

Eu começaria usando a isca que mais gosto, ou a que trabalho melhor. O ideal será perguntar ao p iloteiro, eles sempre dão boas dicas, de local, onde jogar, como puxar ou trabalhar a isca. Claro que essas iscas que você mencionou tem tudo para deixar você feliz. No mais boa sorte e acreditar em cada arremesso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Gustavo, se me permite. Ao invés de alternar iscas pelo horário, alterne com o parceiro. Vc está pondo as hélices na hora mais quente, é muito cansativo, e as vezes o peixe está mais fundo. O rio está cheio, vc terá que arremessar muito em um mesmo lugar. Não deixe de usar hélices pela manhã, pelo menos um do barco, e das grandes, são sinonimos de alegria. alegre::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, valeu demais! palmas:: palmas:: palmas::

Vocês são mesmo mestres! mestre:: mestre:: mestre::

Tô anotando tudo aqui!!! alegre:: alegre:: alegre::

Quero ver se na hora que o brutão "montar" na isca eu vou lembrar disso tudo!!! rindo3:: rindo3:: rindo3::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mestre Fabrício,

Valeu! Tomara que dê certo mesmo!

Mestre Kid M,

Já estão na tralha! Vou comprar mais umas duas de cada, só pra garantir... Teve uma época que eu só pescava com essas isca!!! rindo3:: Nem punha outra, pois achava perda de tempo! Eu já mandava logo uma Zagaia douradinha ou a Perversa verde e laranja!!!

Depois que eu fui aprendendo trabalhar Jumping Minnow, Zara, popper... doutor::

Valeu!

Abraço a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conheço um pescador com mais de 20 semanas de pesca na amazônia que só usa jumping minow o tempo todo, outro ainda mais experiente que adora a Pop Quem e vários apaixonados pelas rip rolers. TODOS com ótimos resultados. A partir do momento que você se especializa numa isca, aprende a arremeçar e trabalhar bem a danada. Logo, prefira as iscas que você está familiarizado.

Acho que é importante variar ao máximo os tipos de iscas e tentar estabelecer um padrao preferencial de acordo com o horário e o tipo de estrutura. Seria legal que você e o seu parceiro sempre usem iscas com trabalho diferentes, pois melhoram as chances de definiçao deste padrao. Já pinchei mais de dez vezes uma zara num ponto promissor e no primeiro com uma hélice o bichao montou.

Gostei da sua estratégia, mas cuidado para estar aberto a adaptaçoes.

BOA PESCARIA!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não gosto de dar opnião na naquilo que não entendo direito. Só fui uma vez pra Amazônia e sinto não estar apto a dar um palpite bem fundamentado. Mas não resistir...

Insista na Subwalk da Rapala. Vc coloca ela na sua estratégia da senguinte forma: "Toda vez que for entrar num lago, arremessar Subwalk nas quinas da boca de entrada" - Trabalhar essa isca como um twichbait e não como uma zara submersa - 3 puxões longos e uma pequena parada, coisa de 1 ou 2 segundos . Me ensinaram assim, aprovei e estou passando a dica...

Sugeri essa isca pois os maiores peixes do nosso grupo sairam nela...100% de aprovação

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não gosto de dar opnião na naquilo que não entendo direito. Só fui uma vez pra Amazônia e sinto não estar apto a dar um palpite bem fundamentado. Mas não resistir...

Insista na Subwalk da Rapala. Vc coloca ela na sua estratégia da senguinte forma: "Toda vez que for entrar num lago, arremessar Subwalk nas quinas da boca de entrada" - Trabalhar essa isca como um twichbait e não como uma zara submersa - 3 puxões longos e uma pequena parada, coisa de 1 ou 2 segundos . Me ensinaram assim, aprovei e estou passando a dica...

Sugeri essa isca pois os maiores peixes do nosso grupo sairam nela...100% de aprovação

Já eu me dei bem trabalhando ela como uma zara submersa, só peguei assim e foi o que ""salvou"" a pescaria com a água ruim do jeito que tava!

Pode levar umas 8 subwalkers pois se pegar o temido repiquete ela ""salva"", a pescaria e trabalhe de vários jeitos até voce escolher o que se dá melhor!

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos,

Como alguns sabem, estou na faze final de preparativos para um jornada de pesca em Barcelos. O objetivo é o tucunaré-açu amazônico, claro!

A tralha tá pronta, a ansiedade tá a mil...

Só falta uma coisa: definir a estratégia de pesca! "Que p... é essa?" alguns podem perguntar. Entendo por "estratégia de pesca" o conjunto e a sequência de ações utilizadas para capturar o peixe. Quero entender melhor os horários e iscas que serão utilizadas, velocidade do trabalho das iscas, quando "apelar" para as meia-água e jigs, qual a melhor hora do dia para se trabalhar iscas de hélice, uso ou não isca viva...

Estou pensando nisso e acho que farei o seguinte:

1) Abro o dia (6:30 às 8:30) com iscas de superfície mais lentas (Jumping Minnows), sub-superfícies (Primas e Perversas), meia-água (Rapala X-Rap 14) e jigs (1/2 oz, com trailer grande).

2) Na sequência (8:30 às 10:00), já com o dia "quente", vou para as Zaras Spook, Dr. Zara KV e Trairão, aumentando a velocidade de trabalho gradualmente.

3) Fecho a manhã (10:00 às 12:00) com as iscas de hélice Rip Roller (4,5', 5,5' e 6,5'), Jaraqui da Borboleta e Discovery Boat da KV. Hora dos gigantes!!!

4) Após o almoço, persisto nas iscas de hélice, até por volta das 16:00.

5) Fecho o dia (16:00 às 18:00) da mesma forma que abri, só que da forma inversa, ou seja, zaras, JM, sub-superfície, meia-água e jigs, nessa ordem.

O que vocês acham? Isso faz sentido pra vocês? Ou eu tô ficando louco?

Agradeço desde já toda ajuda que puderem me oferecer!

Abração.

Gustavo

Gustavo, exelente... Uma outra opcao que eu costumo fazer e o tamanho das iscas, a medida que vc vai almentando o "barulho" das iscas, vou almentando o tamanho também, comeco sempre com iscas menores... Quando eu fiz esse teste ajudou muito!

Abracao :bompost:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ae Carocinho.. Pá de Ouro pra você hein.. rsrsrs Desenterrou mesmo ..

Mas é um bom tópico e merece ser relembrado..

Apesar que na prática a coisa é outra... Quando fui.. pensava muito nisso também... e na hora tive que me readaptar... Comigo deu muito certo usar a Pop Queen pela manha.. e depois Jumping Minnow... e as vezes as hélices...

O problema é que quando começa bater direto na T20, quero ver da coragem de colocar a hélice... :gorfei: :gorfei: :gorfei:

Um abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Xará!

Pela foto do seu avatar vejo que se nao essa, outra técnica deu resultado! rsrsrs seria interessante compartilhar conosco se a sua idéia inicial foi efetiva.

Abraço

Gustavo,

Tem funcionado muito bem (daqui a pouco eu posto os links dos meus relatos) , mas de lá para cá eu fiz algumas adaptações... Essa é uma estratégia eficaz para pescarias com objetivo "misto", ou seja, quantidade e tamanho. Como eu tenho pescado ultimamente só em função dos grandes, mudei um pouco a coisa...

Não uso isca de meia-água mais, só em um caso: quando o meu parceiro de canoa está pescando com ela e os peixes só estão entrando nela. Não tenho sorte e nem paciência com iscas de meia-água.

Para a pesca dos brutos, a estratégia hoje seria a que segue:

1) Abro o dia entre 7:00 e 7:30. Nunca peguei um grandão antes das 8:30, mas como estamos lá pra pescar, não consigo ficar esperando esse horário para começar... Uso, normalmente, subs, poppers e zaras, com uma vara na reserva com um jig. Isso vai até, no máximo, às 9:00.

2) Daí em diante, é só hélice. Esquece essa história de Jaraqui da Borboleta, ou Dicovery Boat da KV, pois o que funciona mesmo é Rip Roller, Tucunarex e Caribe Lures. Alterno tamanhos, cores e entre as três, até achar o que está funcionando melhor. Na minha última pescaria, foi Rip Roller 6,5. Na penúltima, Tucunarex Turbo (duas hélices). Trabalho também as iscas menores e mais leves (Rip Roller 5,5, Caribe 6 ou Tucunarex) para descansar o braço. Ocasionalmente, trabalho um popper ou Dr. Spock KV, com o mesmo objetivo. Sempre tenho três varas à mão: uma com hélice, uma com zara, popper ou sub e a treceira com jig ou (raramente) meia-água.

3) Não almoço. Ponto final. O pico do sol e do calor é o melhor horário para bons ataques. Eu já fiz estatística sobre isso e não deixo de pescar para almoçar por nada. Vou comendo ao longo do dia, frutas, sanduíches, barra de cereais, tomo muita água, alguns refrigerantes e pouca cerveja. Não deixo de pescar entre 13:00 e 14:30, sempre com a mesma estratégia.

4) Do início da tarde até às 17:00, mantenho a mesma tática.

5) Quando o sol começa a cair, volto ao trabalho do início da manhã. Lembro sempre uma coisa que me disseram uma vez: tucunaré não é robalo! E acrescento outra: água preta não é água do mar! Ou seja: não adianta ficar, nos afluentes do Rio Negro, ficar fazendo "chamadinha", "popadinha", "paradinha". Como diria o meu ídolo Muricy Ramalho, o negócio é trabalho! Independente da isca que for utilizada, trabalho com intensidade, num ritmo acelerado (não frenético, como alguns) e não desisto. Às vezes arremessamos (eu e meus companheiros) 50, 60 vezes num mesmo ponto (sabidamente "fértil", claro) antes de desistir.

Quero beber 20 latinhas de cerveja no dia? Não é para lá que eu vou! ::nada::

Quero almoçar bem, sem pressa? Vou na casa da minha avó, que cozinha 10 vezes melhor que qualquer um! ::tudo::

Quero descansar? Fico em casa! ::tudo::

Abração! Espero ter ajudado! Ahh..... seguem os links dos meus relatos:

http://www.turmadobigua.com.br/forum/vi ... =4&t=15303

http://www.turmadobigua.com.br/forum/vi ... lit=relato

http://www.turmadobigua.com.br/forum/vi ... f=4&t=5763

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Xará!

Pela foto do seu avatar vejo que se nao essa, outra técnica deu resultado! rsrsrs seria interessante compartilhar conosco se a sua idéia inicial foi efetiva.

Abraço

Gustavo,

Tem funcionado muito bem (daqui a pouco eu posto os links dos meus relatos) , mas de lá para cá eu fiz algumas adaptações... Essa é uma estratégia eficaz para pescarias com objetivo "misto", ou seja, quantidade e tamanho. Como eu tenho pescado ultimamente só em função dos grandes, mudei um pouco a coisa...

Não uso isca de meia-água mais, só em um caso: quando o meu parceiro de canoa está pescando com ela e os peixes só estão entrando nela. Não tenho sorte e nem paciência com iscas de meia-água.

Para a pesca dos brutos, a estratégia hoje seria a que segue:

1) Abro o dia entre 7:00 e 7:30. Nunca peguei um grandão antes das 8:30, mas como estamos lá pra pescar, não consigo ficar esperando esse horário para começar... Uso, normalmente, subs, poppers e zaras, com uma vara na reserva com um jig. Isso vai até, no máximo, às 9:00.

2) Daí em diante, é só hélice. Esquece essa história de Jaraqui da Borboleta, ou Dicovery Boat da KV, pois o que funciona mesmo é Rip Roller, Tucunarex e Caribe Lures. Alterno tamanhos, cores e entre as três, até achar o que está funcionando melhor. Na minha última pescaria, foi Rip Roller 6,5. Na penúltima, Tucunarex Turbo (duas hélices). Trabalho também as iscas menores e mais leves (Rip Roller 5,5, Caribe 6 ou Tucunarex) para descansar o braço. Ocasionalmente, trabalho um popper ou Dr. Spock KV, com o mesmo objetivo. Sempre tenho três varas à mão: uma com hélice, uma com zara, popper ou sub e a treceira com jig ou (raramente) meia-água.

3) Não almoço. Ponto final. O pico do sol e do calor é o melhor horário para bons ataques. Eu já fiz estatística sobre isso e não deixo de pescar para almoçar por nada. Vou comendo ao longo do dia, frutas, sanduíches, barra de cereais, tomo muita água, alguns refrigerantes e pouca cerveja. Não deixo de pescar entre 13:00 e 14:30, sempre com a mesma estratégia.

4) Do início da tarde até às 17:00, mantenho a mesma tática.

5) Quando o sol começa a cair, volto ao trabalho do início da manhã. Lembro sempre uma coisa que me disseram uma vez: tucunaré não é robalo! E acrescento outra: água preta não é água do mar! Ou seja: não adianta ficar, nos afluentes do Rio Negro, ficar fazendo "chamadinha", "popadinha", "paradinha". Como diria o meu ídolo Muricy Ramalho, o negócio é trabalho! Independente da isca que for utilizada, trabalho com intensidade, num ritmo acelerado (não frenético, como alguns) e não desisto. Às vezes arremessamos (eu e meus companheiros) 50, 60 vezes num mesmo ponto (sabidamente "fértil", claro) antes de desistir.

Quero beber 20 latinhas de cerveja no dia? Não é para lá que eu vou! ::nada::

Quero almoçar bem, sem pressa? Vou na casa da minha avó, que cozinha 10 vezes melhor que qualquer um! ::tudo::

Quero descansar? Fico em casa! ::tudo::

Abração! Espero ter ajudado! Ahh..... seguem os links dos meus relatos:

http://www.turmadobigua.com.br/forum/vi ... =4&t=15303

http://www.turmadobigua.com.br/forum/vi ... lit=relato

http://www.turmadobigua.com.br/forum/vi ... f=4&t=5763

Perfeito Gustavo....Sigo a mesma estratégia.... joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavo,

Parabéns e obrigado,nota 10 pelo post e desculpe-me pela "invasão",mas eu gostaria de esclarecer uma dúvida com vc e com os amigos do FTB:nos grandes lagos,arremessos longos para o meio seriam um "tiro no escuro" ou uma boa opção para buscar os grandes Açus??? joia::: Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fernando,

Na qualidade de parceiro de pesca do Gustavo vou te responder essa pergunta. Depois ele aparece aqui para completar...

Então, por mais que o arremesso para o meio do lago possa parecer "tiro no escuro", eles foram bem efetivos nas nossas útlimas pescarias. Sem medo de errar, digo que grande parte dos peixes grandes que pegamos foram no meio do lago. No começo, pode parecer chato, mas depois que bate o primeiro monstro, vc se acostuma rapidinho...

Testa na sua próxima pescaria, depois posta aqui os resultados.

Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fernando,

Como o Newton colocou bem aí em cima, arremessar no meio do lago não tem nada de tiro no escuro. É dalí que vão sair seus maiores peixes, principalmente se você for pescar na região de SIRN e nos horários mais quentes do dia. Ajuda muito se você, com o óculos polarizado, conseguir identificar locais mais rasos nos centros dos lagos. Seu piloteiro vai te ajudar muito nessa tarefa, pois ele, teoricamente, conhece os lagos e sabe onde estão os baixios. Lembre-se que o tucunaré é um predador e busca locais onde possa se "camuflar" e ficar à espreita de suas presas.

Eu arremesso nas beiradas mais pela manhã e fim de tarde ou quando existe uma estrutura muuuuuuito interessante lá, como um grande tronco caído. Ahhh... e ao arremessar nas beiradas, lembre-se sempre de apertar a sua frição. As estruturas que o peixe usa para escapar estão mais perto e você não pode deixar o bicho correr solto.

Todas essas estratégias são compartilhadas, com variações, pela nossa "turma". O Rafael, por exemplo, gosta muito de jumping minnow e meia-água. O Rubens, pai do Newton, por ser mais veterano, não pesca o tempo todo com hélice, usa bastante as iscas sub, Trairão e outras mais fáceis e leves. O Newton praticamente não usa iscas sub. Mesmo assim, dividimos informações sobre as capturas, iscas, trabalhos, cores, velocidade de recolhimento, por exemplo, sempre que possível. Às vezes só dá para fazer isso no fim do dia, mas às vezes encontramos durante o dia de pesca para trocar informações (já pensamos em comprar rádios amadores só pra ficar trocando idéias ao longo do dia!). Assim a pescaria de todo mundo fica legal e todos pegam os seus monstros, o que é fundamental para querermos voltar sempre e juntos!

É isso! Dá uma olhada no conjunto de posts fixos do Fabrício, que são um verdadeiro manual para a pesca dos açús!

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×