Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Louzada Escobar

relembrando pescaria de muitos anos atraz

Posts Recomendados

Parece um causo mas nao e.A mais de 20 anos atraz eu era um rapaz quase atletco servindo a aeronautica,me lembro bem como se fosce hoge,fui trabalhar em um sitio no km 3.5 da rio friburgo pertencente a um coronel chamado oswaldo guimaraes da cruz,conheci neste local uma menina que comescei a namorar chamada eucilia goretti com o convivio com seu padrasto uma tarde me chamarao para uma pescaria dentro de uma fazenda abandonada onde tinha uma localidade chamada sete pontes nome dado a sete passagens feitas com tronco que atravesavao o mesmo riacho varias vezes fui com eles,lua alta no ceu bonita facoes lanternas mais ate entao cade as linhas anzois fiquei intrigado,levavamos tambem uma pequena rede ,passamos pela porteira e seguimos quase uma hora a pe olhavamos a estrada de chao batido parecia de prata devido a luz da lua,passamos a primeira ponte um pequeno corrego conforme iamos passando as outras o riacho ia se alargando ate que chegamos em um ponto em que de um lado da ponte voce andava com agua ao meio da canela do outro chamavao de sumidouro preparamos a pequena rede que praticamente pegava de um lado a outro do rio fincamos duas estacas e prendemos esta rede que dpois fui saber tinha o nome de arrastao no local onde a colocamos a profundidade ja era bem maior pois ali a agua ja batia acima da cintura o resto do pessoal pegou os facoes e lanterna e começarao a caminhar beirando o rio eu nao pude acreditar iao com a lanterna com o foco dentro dagua começarao a matar trairas de tamanho consideravel e bagres ate um cara bandeira bonito foi pego sei que dentro de muito pouco tempo muitos peixes ja estavao na mao sendo que o maior deles foi pego quando ja iamos embora quando passavamos pelo corrego mais estreito um dos rapazes gritou cuidado um jacare todo mundo se assustou e iluminarao o corrego de agua tao limpida que voce via o fundo mais em ves de jacare o que vimos foi um bagre enorme que de tao gordo nadava lentamente o senhor padrasto da menina que eu namorava havia levado uma espingarda de calibre 22 e nao perdeu tempo disparou e na mesma hora o peixe boiou nao chegou nem a se debater eu nunca tinha visto um bagre de agua doce tao grande ,quando nos fomos titar a rede ela estava cheia de um peixe chamado sairu que se paresce muito com a sardinha do mar.saimos dali fomos pra casa onde os peixes forao,divididos e levei uma baita posta do bagre para minha casa em niteroi mais eu nunca havia siquer pensado em pescar com facoes a vida passa dela so temos lembrança eu hoge estou pedindo a quem puder me ajudar com material para confecsao de iscas artificiais a unica coisa que quero e poder trabalhar de novo sei que na minha profiçao nem tao cedo agradeço a todos fiquem com deus.Joao carlos louzada escobar

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...