Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Líderes


Conteúdo Popular

Mostrando conteúdo com a maior reputação desde 19-07-2019 em todas áreas

  1. 7 pontos
    Sabemos que pescar na Amazônia requer um material específico, com características que inspirem confiança. O quesito principal é resistência, seguido de performance e conforto. Baseado na minha experiência, misturando um pouco com o que é mais popular nos fóruns, elaborei uma planilha de tralha econômica, sem abrir mão de qualidade. Porque dá, sim, para ir pescar com menos confiabilidade e performance, mas tem zero luxos na tabela abaixo e somente equipamentos amplamente utilizados. E coloquei míseras 13 iscas artificiais, que sabemos que não é a realidade, nunca vi ninguém levar menos de 30 e a média é umas 60 iscas em dois estojos grandes, sendo que usamos somente 10 mesmo. Fiz as pesquisas na internet, considerando os menores preços encontrados. Como eu comprei bastante material recentemente para alguns clientes do Vazzoleri Camp, também levei em consideração preços promocionais que encontrei em SP. Ou seja, essa é uma tabela bem econômica e enxuta. Vejam que só tem carretilhas baratas, a vara confiável mais barata de todas, quantidades mínimas. Notem que não coloquei ferramentas, como alicates de bico e contenção, tapetes de medição, as caríssimas bolsas de pesca, protetores de varas e carretilhas, tubo de vara - que aliás, me custou 140 Reais a mais na ultima viagem, então podemos somar 280 extras aí nessa conta, caso o pescador viaje pela LATAM. Também não tem nada de reserva. Tudo no limite: perdeu, fica sem. Obviamente, na prática, esse valor dobra muito facilmente. Tem as propagandas influenciando com novidades; tem a isca que, misticamente, matou a pau "na última pescaria" de alguém; tem aquela compra por impulso às vésperas da pescaria; pitaco de amigo e de fórum; e pensa no tanto de material que você já comprou e não usou - isso é uma fortuna se o seu operador não acompanha cada passo seu, cada snap que você compra. Eu faço isso, meus clientes podem falar. Feito esse levantamento, já dá para ter uma noção de quanto você vai gastar para ir pela primeira vez pescar na Amazônia. Mas eu não fiz isso à toa, ou por ociosidade. Decidi incluir no meu pacote de pesca todo este material. Caso o cliente perca ou quebre algo, deverá pagar apenas por aquilo que será preciso repor. A ideia é que alguém que esteja indo pela primeira vez opte pela minha operação, já que sai mais barato me pagar 9.000 do que fechar pela metade desse preço em outro lugar e gastar ainda mais com tralha de pesca. Nada será patrocinado, eu vou disponibilizar exatamente o que eu uso nas minhas pescarias. Aqui não vai ter viés de patrocinador nenhum, meu negócio é turismo. Se algum fabricante resolver botar suas iscas, snap, vara, seja lá o que for, eu poderei abrir espaço e identificar o que está sendo fornecido por mim e o que é cortesia de algum fabricante para que as pessoas conheçam seus produtos e os coloquem à prova - com o risco da minha avaliação sincera! Mas não tenho nada nesse sentido e acho que poucos estariam interessados em avaliações sinceras, então a chance de isso ocorrer é baixa. É muito mais fácil vender porcaria através de marketing pesado. Usaremos carretilhas Curado K e algumas outras que quero testar, mas sempre vai ter Curado K, que eu sei que não vai deixar na mão. Varas serão de 25 lb, a maioria de 6'a 6'6", e algumas mais curtas para os pescadores que insistem em pescar com 5'6", 5'8". Colocarei algumas Enzo, Venator, comprei algumas Major Craft, talvez compre algumas Falcon. Nada de varas muito caras, opto pela grande resistência com custo razoável, leveza se possível. Iscas são T20, Realis Pencil 110, Rip Roller, Jet120 e outras hélices pequenas e reforçadas, iscas nacionais que tenham proporcionado bons resultados em nossa região etc. Obviamente, caso haja desgaste natural de um equipamento, não será cobrado. Uma peça de carretilha que se desgaste naturalmente ou uma isca que envelheça, fazem parte. A reposição pelo cliente se dará quando o peixe quebrar a linha a levar a isca, quando o pescador quebrar uma vara, deixar cair e quebrar/amassar/danificar uma carretilha, coisas assim, mesmo que por acidente (a pessoa está assumindo o risco). As varas, numeradas, serão testadas uma por uma, quando receber e quando devolver. Este ano de 2019, estarei testando as metodologias para aplicar em 2020. Não será proibido levar o material que o pescador já tem - exceto garatéias, estas estão proibidas, só permito o uso de anzóis. Fazendo mais contas simples, baseado em meus grupos de 8 pessoas: 50 iscas ociosas, em média, por pescador, somam 400 por semana. Alguns milhares de iscas na temporada. 8 tubos de vara, que podem ser reduzidos para 4 se as duplas juntarem. Passa de mil ou dois mil Reais só de taxas de tubo. Nem vou calcular quantos metros de linha sobram nos restos de carretéis. Mais do que economizar, também estamos gerando menos lixo ao fazer esse uso mais racional dos recursos. E sem desperdício de dinheiro. Resumindo: pode vir só com a bagagem de mão. Se você for para outra operação, eu já ajudei com esta tabela e se tiverem mais dúvidas, é só me perguntar aqui no tópico. Abraços e bom proveito.
  2. 7 pontos
    Salve gatera parecer técnico da nova Liger, logo mais no site tb: https://youtu.be/Sq6m1GVPuos
  3. 7 pontos
    Marcel Werner

    "Tek" "tek" Curado K

    Então, André, concordo contigo, meu dinheiro também não entra em produto descartável, como Daiwa. Somente as Alphas e Pixy me agradaram, mesmo assim, freio magnético pra mim é pior que ter nada, é simplesmente ineficaz, porque o preço de não ter cabeleiras é arremessar mal. Com centrífugo, eu controlo muito bem e com muito conforto. Já Steez e Zillion vi poucas funcionando sem quebrar, Curado nunca vi quebrar, inclusive meu parceiro está surrando a G7, que muitos dizem ser fraca e ruim, até hoje não trocou nem 1 rolamento, e olha que ele judia demais da carretilha. Na prática, o que eu presenciei foi Daiwa quebrando e Shimano não. Mas, com certeza, muitos viram o oposto e tantos outros viram o mesmo que eu. E olha que ambas são do grupo das melhores, junto com Abu e Quantum. O que vejo é uma campanha anti-bom. Anti-BMW, anti-Shimano, anti-bassboat, anti-ideiadiferentedaminha, anti-tecnologia, anti-inovação. A campanha anti-Shimano é propagada por pessoas que vivem de manutenção, likes e patrocínios, além de algumas pessoas que realmente quebraram a carretilha e acharam absurdo que não seja indestrutível. Mas já vi quebrarem Antares, na mão de pescador grosso, qualquer coisa quebra. Eu ensino a pescar, acho que usar bem o equipamento é mais eficiente para preservar todas as carretilhas de qualquer marca do que manter tecnologias obsoletas em nome de uma suposta resistência insuperável. Curado K não é descartável ou as minhas já teriam quebrado. Estou tentando quebrar a Casitas desde que lançou, com todo tipo de abuso, não consegui ainda. Eu não sou patrocinado, já comprei vários modelos de todas as marcas e somente as Shimano me dão a qualidade e durabilidade que exijo. Na minha operação, eu só tenho Curado K pros clientes usarem. Pra botar outra, só de graça, porque pagando é essa. Eu defendo que cada um use o que quiser. A patrulha é que é chata!
  4. 6 pontos
    Astra-Taranis

    Primeiro Bassboat

    😘 opinião pessoal... Vc recolhe informações e emite a sua, cada um com a sua... Se o povo acha prático ter um barco q pesa 1 tonelada, precisa de carreta de 2 eixo, carro 4x4, motor de 200kg, encher 100litros de gasolina a $5 ao invés de uma canoa chata de 120kg com carretinha normal e usar 20litros de gasolina pra andar 5kmh a mais... Bom q seja... Pra mim não faz sentido.. Bass pra mim tem q andar muito, senão tem opções melhores. Mais práticas. Mais simples. Mais baratas.. Podem cacarejar o q for, contra décadas de experiência e física pura não tem piadinha q sobreponha: Fundo chato: estabilidade parado e navegação razoável Fundo em v ou redondo: estabilidade parado razoável navegação ótima. Qto mais peso o casco tiver: menos ele aderna e balança mas menos prático ele se torna... Não disse q bassboat eh uma bosta... Disse q tem se a velocidade não eh prioridade, tem opções tão boas ou melhores... Agora se vc quer ter um negócio bonito, diferenciado etc, não tem discussão.. alumínio eh pavoroso. Se vc quer ter algo q te leva e traz e vc fica em cima eqto pesca. Tem discussão. Pra mim não faz sentido um bassboat com motor menor q 150hp.. se for pra investir nisso, na minha opinião tem opções melhores. Se for pra eu andar na terra, ando de Fusca, se for pra pegar uma rodovia Bandeirantes em horário de rush, prefiro uma suv, se a pista tiver livre prefiro uma Mercedes AMG... Pra cada parafuso uma ferramenta. Problema dos leitores de fórum eh achar q só há a opinião deles, só a visão deles presta e especialmente o que mais faz afastar usuários: só há uma opção de verdade e uma única resposta.. se não for a sua, bora meter o esculacho nos outros ... Eh por isso q o ftb virou essa decadência... Só sua carretilha presta, se seu barco eh não, só seu motor eh Phodis.. se não for, junta os de sempre pra azucrinar.. Vai la Fabrício, monta mais 10 sub fóruns, se esforça e vai continuar com os mesmos posts com as mesmas pentelhacoes.. Fica aí minha dica: há opções no mercado. Não existe só bassboat no mundo. No Br bassboat eh o único barco com crescimento de mercado nos últimos 30 meses .. mas lá fora os bassboat já não atraem tanto assim, já tem gente q cansou de tanto investimento, peso, etc e percebeu q ser feliz com menos eh uma opção muito mais interessante . Aliás aqui no fórum isso ocorre vez ou outra, começa com 5m e 15hp, sobe pra 30hp, sobe pra 40hp parte pra lancha, bassboat etc... Fica enlouquecido, 3 anos depois e muitos reais a menos, tá lá o cara falando q voltou pras Canoas pq eh mais prático e simples.. Mas eu sou fale, sou sei lá o q e bla bla bla.. Blz.. fica aí com os fodoes da carretilha. Tô me juntando ao time q cansou e foi ciscar em outros galinheiros. Daqui 6 meses te garanto q não terá um único post diferente e interessante, só os mesmos de sempre e as mesmas brigas de sempre... Abraços aí do fake q nunca viu P*** nenhuma mas tem mais posts e tópicos fixos com conteúdo de primeira q esses caras juntos...
  5. 5 pontos
    OPERAÇÃO VILANOVA AMAZON – CAMAIU CAMP Depois de quase um ano de espera a turma se reúne novamente, e mais uma vez a operação de pesca escolhida foi a já consagrada Vilanova Amazon, do meu grande amigo, Victor Vilanova. Desta vez o destino era o Camaiu Camp, lugar sonhado e desejado por todos nós desde a experiência espetacular que tivemos no ano de 2018 em que por dois dias tivemos a oportunidade de pescar neste Rio quando tivemos a bordo do Angler II com a pesca focada no Rio Sucunduri. Deixo aqui o link deste relato da melhor semana de pesca da temporada do Sucunduri em 2018. Vista aérea do Camaiu Camp O GRUPO Falar deste grupo ao mesmo tempo em que é fácil por sermos amigos é uma responsabilidade imensa, tenho um carinho especial por cada um deles. Por isso o que posso dizer para resumir em apenas uma única palavra é: FAMÍLIA. @Evaldo Guerra - @Mozart - @Rafael Nunes Lima - @Igor Toniato - @Lucas Postali Furlani - Rogério Lima - Antonio Carlos Fortunato - Ederfishing Encontrando nas conexão em Brasília: Evaldo, Mozart, Eder, Rafael e Fortunato - Partindo de SP: Rogério e Igor. A grande maioria juntos há três anos e muitos outros virão. Todos nós chegamos um dia antes em Manaus (02 de Agosto) para já ir aquecendo e aproveitando a cidade. Passeio no encontro das águas, aquela tradicional visita no Teatro Municipal, na Feira, no Shopping Manaura, Sucuri Pesca e claro nos restaurantes da cidade. Eu fiquei no hotel, estava passando mal demais, tinha que ficar bem para pesca. A OPERAÇÃO Pescar com a Vilanova Amazon é ter um atendimento impecável em todos os sentidos, tudo é minuciosamente bem elaborado. Ao chegar em Manaus nos hospedamos no Hotel Quaity, super bem localizado e com muito conforto, com café da manhã muito bem servido e com muita variedade. Esta diária já é incluída no pacote de pesca. Chegar em Manaus e não ter custos a parte com Hotel na minha opinião é um diferencial da operadora. No domingo bem cedo, logo após o café da manhã, o translado já estava nos aguardando para partir para o aeroporto. Ter a comodidade de embarcar de hidroavião e já pousar no local de pesca é algo impressionante, faz toda diferença e é um show a parte. Preparando para decolar Boné top - cortesia da operação Com apenas 1h30min de vôo sobre a floresta amazônica já estávamos pousando no lindíssimo Rio Camaiu. Pousando no Rio Camaiu O CAMP Que lugar mágico! Realmente a áurea deste lugar é diferente de tudo que eu já vivi, você sente de fato que esta em meio à selva. Ambiente realmente selvagem, mas com um conforto impressionante e internet via satélite wi-fi, o que nos deixa mais próximos de nossas famílias. Os 4 quartos super amplos, com excelentes camas e um banheiro grande, cada quarto atende uma dupla. Área social para turma se reunir comendo petiscos, tomando uma e resenhando sobre como foi o dia de pesca e um refeitório bem grande que atende perfeitamente os 8 pescadores. Camp Vista do Camp Amanhecer do Camaiu A equipe do Camaiu Camp conta com: 1- Gerente ( Zilane mulher nota mil) 2 - Cozinheiras ( a comida é maravilhosa); 2- Camareiras (serviço de quarto e lavanderia nível 5 estrelas); 1- Garçon ( Ceará, com educação e atendimento preciso); 1 - Apoio (Chico, sempre pestativo) 4- Super guias (Magno, Toniel, Daniel e Preto) Grupo de pescadores e parte da equipe Vilanova Amazon A PESCA Foram seis dias completos de pesca, dias de muito, muito trabalho. Isca na água o tempo todo, sem descanso, acho que todos nós nunca trabalhamos tanta isca nas nossas vidas. O peixe estava super, mega, power, manhoso. Com alguns dias de pesca identificamos que os peixes estavam formando ninho, preparando para colocar as ovas e alguns já no choqueiro. Vimos muitos peixes grandes, só pinimas gigantes. O Rio Camaiu é onde se encontra os maiores pinimas do mundo. Peixe muito forte, nutrido nas corredeiras do Rio, não se entrega fácil e dá muito trabalho para tirar da água. Tivemos muitas histórias de peixes perdidos na beira do barco, linhas estouradas, snaps quebrados. Não vou descrever todas aqui, mas pode acreditar que são reais, não é papo de pescador. Eu mesmo perdi um peixe muito grande que correu em direção ao barco muito rápido e não tive nem tempo para trabalhar o bicho, o gigante saltou tão alto que quase caiu dentro do bote. Assim como eu vários dos amigos passaram por algo parecido, como o peixe estava manhoso muitas vezes o peixe tocava na isca, chegava a carregar mas não sugava e simplesmente soltava a isca. Só peixe gigantesco, a se tivessem atacando com vontade!!! Mas como todo esforço é honrado não saímos do Camaiu sem as recompensas, muitos dos amigos foram premiados com grandes pinimas. CHEGA DE PAPO E VAMOS AOS PEIXES Igor (Seu Alevino) - 70up Mozart (Moranguinho) - 70up Mozart e Guia Magno com maior peixe do primeiro dia Evaldo - sempre mandando bem Rafa e um pinima de coloração linda Eu e meus paquinhas Rafa e um pinima de 68.5cm que eu levantei para ele kkk Três arremessos com a bonnie e dois pacas Lucas com um paca de 73cm Rogério com um 60up (Ele pegou vários acima de 60cm e perdeu muitos também) Evaldo um pinimão de 75,5cm Rogério e mais um acima de 60cm Lucas com mais alguns belos exemplares lgor e mais um tucuninha Evaldo antes de perder a bonnie 128 para um gigante que quebrou seu snap EU E MEUS PEQUENOS PEIXES Impressionante como não tive sorte com peixe grande e os que bateram não ficaram, sem contar que perdi um gigante na hora de embarcar. Fortunato também passou por isso, mas pelo menos ele dominou as cacharas como verão mais abaixo. FESTIVAL DE CACHARAS Impressionante como tem cacharas no Rio Camaiu, se tirar uma tarde para dedicar nelas pega bastante. Com apenas uma tarde Fortunas pegou 12 e Moranguinho que estava pescando com ele pegou umas 8. Rafael parou 15 minutos e pegou 2 eu com coisa de 15 minutos também peguei um Jundia e um Barbado. Rogério e Evaldo também parou pouco tempo e pegaram algumas, inclusive fizeram duble. AS PAISAGENS DO CAMAIU MAIS ALGUNS MOMENTOS DURANTE A PESCARIA Logo na chegada no Camaiu Alevino rola no chão com chachorro (Ele é violento! kkk) e ainda faz jus ao apelido. Como eu disse : Ele é violento! kkkkkk Sashimi de piranha? Só arremessar uma meia água em frente ao Camp. Caldo de piranha? Teve também. Pescaria em alto nível. Magnata e Toniel, guias extremamente qualificados. Preto e Daniel também são espetaculares. Amigos que a pesca me deu, todo o grupo é minha família. Camisa que projetei junto a Presa Viva, ficou top demais. O GRANDE TROFÉU DA PESCARIA E DA TEMPORADA ATÉ O MOMENTO Rafael garantiu o maior pinima da temporada com quase 80cm e beirando aos 8kg. Com muita persistência, técnica e maturidade ele acertou esta placa de tucunaré que merece uma foto em destaque. Parabéns meu amigo, fiquei feliz demais por você. MOMENTO DA PARTIDA Alevino é violento mesmo, até na hora de ir embora me abre uma saidera, kkkkk. Deixando a nossa marca no Camp. AGRADECIMENTOS Em primeiro lugar agradeço a Deus pelo privilégio de desfrutar deste lugar e por amigos tão preciosos. Agradeço a minha amada família. Não poderia deixar de agradecer a cada amigo que esteve comigo nesta jornada e em especial ao amigo Victor Vilanova por toda sua dedicação em nos entregar o melhor. Claro que agradeço também aos que leram até aqui com paciência este meu relato. ANO QUE VEM TEREMOS MAIS UMA JORNADA, SE PINTAR ALGUNS INTERESSADOS EM AUMENTAR A FAMÍLIA SERÁ BEM VINDO. MAIS ALGUMAS FOTOS DESGARRADAS
  6. 5 pontos
    PESCARIA FANTÁSTICA – THAIMAÇU / AGOSTO DE 2019 Pela terceira vez consegui realizar mais uma pescaria sensacional na Pousada Thaimaçu, que fica nas margens do Rio São Benedito (Sul do Pará) e próximo do afluente Rio Azul. Já havia pescado por lá em Novembro de 2013 e em Agosto de 2017, inclusive segue abaixo o relato dessa pescaria de 2017. Eu disse acima “Conseguir”, pois todos sabem o quanto é difícil conseguir uma data para pescar nesta pousada, inclusive essa pescaria só foi possível pois em 2017 fiz essa reserva para Agosto de 2019, pois para 2018 já estava tudo lotado. Rsrs. Foi a primeira vez que fomos em uma turma para a pousada, aliás, que turma TOP que conseguimos montar. Depois de algumas desistências, substituições e etc... Os felizardos que conheceram esse paraíso estão na foto abaixo: Da esquerda para direita: ARILDO, PAULO (SR. MIAGUY), CARLOS SALSICHA, RICARDO, LÉO (T.G.)🤣, FABIO NEVES, DENIS (TAMAGOSHI), DOUGLAS (CARPINCHO), HELIO (CRARU), CAIO PINELLI, TADEU (OTÁVIO MESQUITA), LORI (ANTES)🤣 E MATA GATO. Infelizmente nosso Amigo Matheus por motivos pessoais teve que cancelar a viagem. Matheus saiba que fez a escolha certa meu amigo e pode ter certeza que nas próximas você estará conosco tomando aquela gelada. 🙏 Tivemos pescadores saindo de várias regiões do país e no dia 31/07 todos estavam em Alta Floresta por volta das 14h00 para seguir de Transfer até a pousada, na balsa que cruza o Rio Teles Pires já estávamos no clima da pescaria. Chegamos na pousada no fim da tarde e ninguém nem quis saber de mexer com traia de pesca, todos queriam mesmo era tomar um Heineken gelada e aproveitar cada minuto. A Pousada Thaimaçu é um capítulo à parte da minha opinião, poderia ficar aqui falando por horas sobre as qualidades de lá, quartos extremamente grandes, limpos e confortáveis, comida muito variada e bem feita, caldos todos os dias, petiscos, sobremesas incríveis e variedade de cervejas. Sem contar o atendimento impecável, piscina, horta, etc etc etc. A pescaria começou no dia 01/08 e logo podemos perceber que os Tucunarés estavam bem ativos, nestes dois primeiros dias de pescaria saíram muitos deles nas iscas de superfície. Aliás para muitos (inclusive para mim) essa é a espécie de Tucunaré mais bonita que existe. É impressionante a pintura que é esse peixe. No terceiro dia de pesca, por incrível que pareça tivemos a chegada de uma frente fria, rsrs, só pra manter a tradição de alguns pé frios do grupo, claro que não vou citar nomes (Carpincho e Lori) kkkkkkkkkkkkkkkkkk Os Tucunarés ficaram um pouco mais manhosos, refugando alguns ataques na superfície, mas continuavam entrando alguns bons peixes. Com isso vários amigos começaram a tentar outros tipos de peixes, o que é uma vantagem muito grande do local, pois se pesca peixes de couro, tambaquis, trairões, cachorras, bicudas gigantes etc. E foi em uma dessas tentativas que nosso amigo Léo fisgou uma gigante Pirarara, que depois de muita briga se entregou, já com o dia bem escuro. Acho que pela cara do pescador dá pra ver a felicidade que foi pegar esse monstro. Parabéns pelo troféu Léo. Outro pescador que arrebentou na variedade e no tamanho dos peixes foi nosso amigo Tadeu, destaque para esse imenso Caparari que deu trabalho demais para ser tirado da água. Inclusive no último dia de pesca nossos amigos Tadeu e Lori resolveram ir atrás especificamente do Trairão, peixe que até então tinha dado poucas vezes a cara na nossa pescaria, e em apenas uma manhã de pesca eles pegaram vários deles, inclusive dois gigantes de sete e oito quilos, peixes pegos na isca artificial, nos pedrais do São Benedito, local onde parece estar pescando em um Aquário, não dá nem pra ver se onde vem o ataque do bicho. Rs. Outros que foram tentar algo diferente no último dia foram nossos amigos Helio e Salsicha, que em apenas uma tarde, nas corredeiras bem em frente a pousada, perderam 7 Jaús brutos que estouraram linha (Salsicha disse que pegou raiva do bicho até 🤣) mas conseguiram tirar dois para as fotos. Uma dica bem legal para quem for para a pousada é pedir ao guia para conhecer o Rio Água Limpa, que fica a aproximadamente 10 minutos da pousada, um verdadeiro aquário, um dos locais mais bonitos que já conheci. Finalizando o relato, gostaria demais de agradecer toda a turma pela confiança, pela parceira em todos os momentos, pelas risadas, peixes perdidos, apelidos, noites de poker e pelos dias maravilhosos que passamos juntos. Saibam que vocês foram sensacionais, muito acima do que imaginei que pudesse ser. Agradecer sempre a Deus, pela oportunidade de fazer novos amigos, de ser privilegiado de estar em um local como esse, ainda mais ao lado do meu irmão e do meu pai, meus grandes companheiros de pesca e da vida. A Pousada Thaimaçu mais uma vez obrigado e parabéns por conseguirem melhorar a cada ano, desta vez não consegui sair de lá com uma data marcada, mas sou brasileiro e vou encher o saco até conseguir. Rsrs Espero que tenham gostado do relato, se tiverem dúvidas sobre o local, equipamentos etc fiquem à vontade. Grande abraço a todos e segue mais algumas fotos abaixo:
  7. 5 pontos
    Sou pescador de bass a muitos anos na serra gaucha a questão de rebocar o bass vem dos americanos que a midia mostra por ser um peixe com muita visibilidade em torneiros Americanos valendo milhares de reais, eles rebocam o peixe com varas power na faixa de 25 libras acima de 7 pés , para peixes na média de 2kg para não dar oportunidade do peixe escapar, pois o bass depois de fisgado muitas vezes vem a favor do pescador e salta para frente e acaba escapando, mas é uma pratica usada pelos Americanos, para pescadores no Brasil não a nescessidade o negocio é curtir o peixe... Abraçosss
  8. 4 pontos
    Armando Ito

    Concorrente das Shimanos ?

    mas é exatamente essa diversidade de preferências que faz um forum bacana André ... as vezes ( ou normalmente ) as impressões de 2 pessoas podem ser muito contrárias ... as vezes vc se encaixa em uma ... noutras vezes em outra .... é como aquela discussão recente das DC ... eu concordo que as Scorpion não seja parâmetro para análise ( ou comparação ) ... até pq as DC da Antares e da Calcutta são muito diferentes .... ou ás vezes vc espera uma coisa e vem outra ,... impressão é uma coisa muito pessoal ... mas vida que segue ... rsrsrrsrs
  9. 4 pontos
    Verdade ando sumido, mas estava com saudades. Fiz muita amizade neste meio. O link dela arremessando isca leve é:
  10. 4 pontos
    Fabrício Biguá

    "Tek" "tek" Curado K

    Amigos, ATENÇÃO para o q vou dizer. @Batista...caso você tenha algum problema com o Chedid, resolva com ele no braço, na faca, no tiro, não importa a forma, só peço que seja longe do FTB. O comentário gerador de toda a discussão partiu de você. Por gentileza, comente apenas aquilo que vai agregar. 😉 @Luciano Lopes, o mesmo serve para você em relação ao Victor Cedro. Suas insinuações descabidas, ou não, trouxeram confusão ao tópico, e discussões desnecessárias começaram com elas. Pior, ao ver q o amigo se confundiu nos comentários, ao invés de recuar, jogou mais gasolina na fogueira. Por gentileza, comente apenas aquilo que vai agregar. 😉 @Jorel você sempre polemiza tudo, mas nessa você foi vítima. Só não “tirou o 10 pq caiu nas provocações do Luciano, e revidou. Estarei moderando mais atentamente todas as conversas do fórum. Peço-lhe para continuar dando suas dicas desprovido da “Síndrome de Cachorro Chutado”. Quando você é técnico você atrai muito mais adeptos/interessados que quando está dando tiro pra todo lado. Teste o q eu digo q o fórum vai ganhar muito. Peço-lhe apenas para se segurar um pouco mais e ser mais respeitoso nas porradas dadas. O tópico estava perfeito. 🤭 @Victor Cedro, se segura, velho. O FTB é um lugar de amigos. Você já chegou participando ativamente, o q é ótimo, já deu pra perceber que você entende do que fala, o que é ótimo, mas não esperou para “sentir” o ambiente. Em mais de 13 anos moderando o fórum, percebo claramente quem chega aqui advindo de outros fóruns, outras turmas, facebooks, grupos de zapzap, e etc. Por gentileza, poste assuntos técnicos a vontade, mas, antes de soltar cutucadas ou pequenas insinuações, respire mais, entenda um pouco como o FTB funciona, para aí então, o fazê-lo. Tenho certeza q em 99% das vezes você desestirá de fazê-lo. Aqui primamos pelo que é bem dito, escrito e explicado. Não buscamos seguidores e números, buscamos amigos e qualidade técnica. Só isso! O fórum sempre foi um lugar de bom convívio. Nos últimos anos uma galerinha mais “liberal” ou, digamos, “verdadeira demais” chegou por aqui e mudou um pouco este espírito fraterno. A moderação chegou a passar ano sem ter q chamar a atenção de nenhum marmanjo pescador. O FTB foi atualizado e o Gordinho da Bola aqui voltou a moderar um pouco mais. Vou agir pesadamente contra qualquer mimimi ou blá-blá-blá que não ajuda em nada. Fato é q ninguém aqui é melhor q ninguém. Se eu, você ou qualquer um formos embora daqui, faremos pouca falta. O FTB não é Facebook, Instagram ou qualquer outro tipo de rede social em q embates inúteis e acalorados movimentam a “máquina” e fazem a alegria do povo. O fórum com 1000 usuários era top de linha. Então: - Se não for para ajudar tecnicamente. - Se não for para arrumar um amigo. - Se não for para ajudar o próximo. Q se calem!!! 🤫 E digo isto a todos os 20.000 usuários do FTB. E daqui pra baixo, por favor, apenas comentários referentes ao título do tópico. Bj no coração de todos. 😘
  11. 4 pontos
    Guilherme , a Steez A foi concebida pra quem procurava uma Steez mais "parruda" e pra uso em locais insalubres ... o Body da SV é magnésio ( com placa lateral da manivela em aluminio ) e da Steez A é aluminio ( com placa lateral em aluminio ) ... alça do SV é 80 mm na 6:3 e na 7:1 ( 90mm na 8:1 ) ... e 90mm em todas Steez A ... rolamentos normais na SV e Magsealed na Steez A ( pelo uso em agua salgada ) ... em menor quantidade na Steez A justamente pelo foco da carretilha ( sal ) ... ajuste de freio é mais solto na SV e mais forte na Steez A e carretel de ambas é do mesmo material , mas mais fina na SV e com sistema air brake e raso ... na Steez A é mais grossa e fundo , e mais resistente ... entre as duas , com certeza a Steez A ... ( pelo foco da pescaria ) .... mas como disse o Fabricio e o Ventura ... pra finalidade ( açus ) ... uma Tatula faz a mesma coisa e por muito menos ...
  12. 4 pontos
    DAQUI PRA BAIXO APENAS ASSUNTOS QUE TENHAM CONEXÃO COM O TÓPICO.
  13. 4 pontos
    Fala turma do Biguá! Boa tarde! Cumprindo minha resolução pra 2019, quero pescar mais e compartilhar mais as experiências desse esporte que fascina com mais pessoas! Já com viagem marcada pro Lago do Peixe em outubro, mas com o vício da pesca que não sai da nossa cabeça, resolvemos conhecer São Simão/GO! Sem operador ou turismo voltado pra pesca, o que é ruim, mas é bom, pois a pressão é baixa, comecei a pesquisar, pegar algumas dicas com conhecidos e resolvemos ir, de 18 a 21 de julho, frio, e conhecido período de ventos. Éramos em 4, porém trabalho e um companheiro com amigdalite fez com que fosse pescar somente com um parceiro, no final! Fomos de carro, percorremos mais de 700km de estrada em busca de saciar o vício chamado Tucunaré na superfície. rsrs Pra quem não sabe, na cidade de São Simão/GO, há dois tipos de pescaria em dois lugares, para o Tucunaré (amarelo e azul), pescar no reservatório de São Simão, lado de cima da barragem e a pescaria nos "varjões" do rio Paranaíba. Como tínhamos 3 dias de pesca, o resolvemos que gostaríamos de experimentar pescar nos dois locais. Saímos de SP às 15h de quinta e de madrugada, por volta das 2h da manhã, indo tranquilo, parando quando cansado pra comer e tomar cafés. Nos hospedamos num hotel à beira da represa, esticamos os leaders e fomos dormir, pois tínhamos combinado as 07h com o guia no dia seguinte. O excelente guia Eder nos esperava num posto da cidade pra enchermos o tanque do barco e partirmos, lá conhecemos tb o Tuênio, da Maré Náutica, fabricante de excelentes embarcações de pesca e o barco era dele. No primeiro dia, pescamos no reservatório, poucas estruturas, vento sempre atrapalhando, e como indicação do Eder, pescamos arremessando pra dentro do lago, com iscas de superfície e meia água. Já eram 10h da manhã e nenhuma ação e uma vara partida (a titulaaar), por descuido e falta de comunicação. Às 10h, resolvo arremessar em direção ao raseiro e estoura um peixe bom. Pena que errou a isca. Animamos e resolvi seguir a dica do guia e colocar uma isca verde escuro (Bonnie 95). Arremessando pro meio do lago, com água cristalina, um lindo tucunaré azul sai do fundo e estoura na superfície!!! Coração a mil, meu parceiro engata a fêmea tb - que escapa - e consigo tirar meu primeiro tucuna goiano!! 55cm e a isca aí, ó! Talvez o azulão mais bonito - em cores - que já pesquei! Devidamente solto, claro!! Comecei bem com os tucunas goianos!!! Lá pelas 11h, mais um azulão enorme vem no visual e estoura na Bonnie, porém, esse errou a isca e o coração - meu e do guia - quase sai pela boca! Meu parceiro tb pegou um bom azul na meia água, que brigou e escapou num salto. Até o almoço, fiquei impressionado, pouca ação, porém, só peixe de qualidade. Paramos pra almoçar, levamos carne, pão e aproveitamos pra descansar. Pela tarde, achamos um casal de Amarelos e uma traíra bonita no por do Sol! Muito vento atrapalhou bastante a pescaria, e tomamos a decisão, seguindo as dicas do Guia Eder, de pescar no rio Paranaíba no dia seguinte, pois lá, pescaríamos em abrigados. 2 e 3 dia - saímos cedo e às 08h já estávamos pescando, após 1h de navegação. Locais abrigados, porém água bem movimentada....pra lá a dica é levar iscas de superfície grandes ou pescar com iscas softs no meio das "malícias", tipo unha de gato, que ficam nas beiras dos abrigados. Como nunca tinha pescado com as iscas softs, mas as tinha na caixa, o guia Eder me indicou pra usar a Pop-Action branca que tinha. Mal sabia trabalhar e usar, coloquei uma na cor manjuba e montei na forma anti-enrosco e arremessei, ainda receoso com enroscos. Terceiro arremesso e pronto!! Sai o primeiro da vida na isca soft!!!! Pequenos peixes, grandes emoções, eeeeeira! rsrs A emoção é grande ao capturar um peixe numa técnica nova!!!! Daí pra frente, pegamos outros peixes, todos de porte pequeno a médio e vimos algumas ações de peixes grandes, porém sem sucesso. Esse amarelinho estourou na superfície numa Zig Zarão de 13cm!!! Impressionante a voracidade da espécie! Detalhe: não matamos sequer um peixe e levamos pão, carne, café, bebidas para os almoços no meio do mato. Detalhe 2: guia Eder não pescou. Equipamentos: Vara Redai Black Mamba 17lb 5´8 Vara Redai Viking 20lbs 5´8 Carretilhas Venator Lite, SE Linhas 40 lbs Iscas mais usadas: Bonnie 95, Pop Action 11cm, M Action 9 cm, Fusion Shad. Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida! Tuênio e Eder, muito obrigado pela recepção e dicas valiosas!! A vontade de pegar um 60UP goiano é tão grande que estou voltando logo!!! Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP! Grande abraço rapaziada! Instagram @rafatako
  14. 4 pontos
    o bass após fisgado procura alguma estrutura pra se desvencilhar ou pula fora dágua com mesmo intuito ... manter a linha tensionada aliada ao recolhimento rápido , diminui essa probabilidade ... a forma como os americanos embarcam o bass , vem da característica das competições , em que qualquer tempo economizado no embarque possibilita uma maior cobertura no tempo de pesca ...
  15. 3 pontos
    Ao planejar uma pescaria na Amazônia, há muito mais a ser feito do que a escolha da operação de pesca e a compra das passagens aéreas. Resolvi fazer esse passo-a-passo para que todos que vierem procurar essas informações no fórum possam se orientar. Será um texto longo, mas não dá para economizar em conhecimento. Onde ir? Sim, o primeiro passo é decidir sobre a operação de pesca. A primeira grande dificuldade é conseguir descobrir quais operações são idôneas e confiáveis. O melhor indicativo, na minha opinião, é saber o histórico recente. Relatos de pessoas que foram na última temporada (tá no plural para você procurar mais de 1 referência, não se acomode), programas de pesca que foram gravados há pouco tempo, etc. Desconsidere tudo que faz estardalhaço, ou que é pago, ou ainda comentários pautados em "essa operação é do meu amigo gente boa fulano", afinal de contas, é um negócio, a amizade poderá acontecer se o negócio entre pescador e operador der certo. A segunda coisa importante é não ter pium no local. O operador não pode mentir sobre isso, porque você vai descobrir. Nunca vá a um local que tenha pium. Eu já fui, e não volto nem pago. Não acredite na história de passar loção cremosa, óleo de árvore, repelentes potentes, tudo isso só vai temperar você pro pium devorar. Pium é inaceitável, mas isso é só minha opinião. Por fim, um terceiro fator, e esse é muito importante, mas poucos se dão conta: quem é o pescador ou guia profissional que está PRESENTE nessa operação, dando a vida para que você pegue peixes? Pode parecer algo supérfluo, mas há consequências aqui. Quando tem alguém que, para sobreviver, depende de você pegar peixes, o esforço é completamente diferente. Precisa ter alguém com essa responsabilidade. A operação tende a evoluir, as pescarias tenderão a melhorar a cada vez e os serviços adicionais (todo o conforto da estrutura, a comida maravilhosa do Chef de cozinha, os refinamentos) serão apenas um cenário que valoriza a sua PESCARIA, e não o contrário. Meu grande amigo @Kid M que me desculpe, mas discordo totalmente da frase "peixe é consequência". O peixe é o motivo da pescaria. O cenário do serviço é consequência de um cuidado a mais, mas pegar o peixe é o principal. Nesse contexto de operação, então, nem se fala, aqui que o resto é consequência MESMO! Vejo muitas desculpas sobre como a natureza não propiciou uma boa pescaria, mas bons pescadores/orientadores/guias conseguem contornar a situação e salvar a pescaria em grande parte das vezes que a natureza "não coopera"(ela não é obrigada). Buscar soluções para problemas que o cliente não tem experiência para resolver é, para mim, obrigação da operação. Passagens para Manaus As passagens para Manaus são compradas pelo cliente, não estão inclusas no pacote porque cada cliente vem de um local diferente. Sim, é possível que algum operador ofereça essa comodidade, mas é mais prático e rápido que o próprio pescador o faça - não demora nem 5 minutos no celular. Devem ser compradas com antecedência, isso é óbvio. A atitude mais precavida é chegar a Manaus um dia antes da partida para a pescaria. Chega a ser fundamental no caso das operações que fretam um voo da capital para o local de pesca - mas não se aplica, necessariamente, às pescarias perto de Manaus (Maçarico, Juma etc), pois o transfer acontece diretamente do aeroporto para a pousada (durante o dia, à noite não). A volta também deve considerar a hora de chegada do fretado em Manaus, com a ressalva de que podem acontecer muitas e muitas horas de atraso. O ideal - que raramente pode ser aplicado - seria guardar um dia de folga, ficando mais um dia hospedado em Manaus. Fica a critério - e risco - de cada um. O operador pode e deve ser muito claro quanto a isto. Recomendo aqui um mínimo de 4 horas entre a previsão de chegada em Manaus e o horário do check-in do próximo voo. Hotéis em Manaus Quase sempre necessários, estão disponíveis para todos os bolsos e gostos. Mesmo um Hostel poderá te satisfazer, dependendo do seu perfil. Se o seu pacote de pesca não inclui hotel em Manaus, faça como eu, use o site Booking, prestando atenção nas notas dos hotéis, elas são muito importantes, mas só são bons indicativos quando tem mais de 100 avaliações. Licenças e taxas de pesca Eu não gosto das licenças e você também não. Mas vamos pagar todas! A consequência de não pagarmos é ficarmos sujeitos a aborrecimentos. O fiscal pode fazer o que ele bem entender, por mais errado que ele esteja, as consequências do erro dele sempre serão zero. A licença federal é válida em todo o território nacional, mas o Amazonas resolveu que vai cobrar e pronto, então tire a licença do Ipaam também. O preço das licenças é o valor que você paga para não ser considerado criminoso, mesmo que não tenha cometido crime nenhum. E aqui vai uma dica valiosa: frequentemente, os sistemas do governo estão com problemas de funcionamento. Até a parte da cobrança, opera tudo bem e eles recebem o dinheiro. A parte final, que só interessa ao pescador, essa não tem muita importância , daí estão quase sempre sem funcionar. Ocorre que o fiscal só aceita o comprovante se tiver menos de 30 dias, o que faz sentido nenhum, mas é suficiente para você ter problemas. Saiba usar a regra do jogo: tire sua licença faltando 30 dias para o término da sua pescaria. Equipamentos de pesca Eis um dos maiores custos de uma pescaria amazônica, tanto que resolvi incluir a tralha completa em meus pacotes. Eu abordei este assunto de forma mais detalhada e orientada em outro tópico: Treinamento de pesca Este item pode ser surpreender. Mas porque você iria pescar sem saber o básico? Ou ainda, porque você gastaria preciosas - e caras! - horas de pesca na Amazônia apenas aprendendo a arremessar, lidar com tralha pesada, trabalhar aquelas iscas grandes? Pense: se você pudesse comprar um pacote de 15 minutos andando em um carro de F1, você acharia legal ter que ficar fechando aquela roupa complicada sozinho, entrar no carro com o volante na mão e descobrir sozinho como encaixa, onde está cada comando, como o câmbio, a marcha, o sistema de comunicação... com os 15 minutos contando? olha lá se você vai conseguir terminar uma volta antes do seu tempo estourar. Você precisa aprender o básico, antes de entrar num F1, mesmo que já saiba dirigir um carro normal. É a mesma relação entre pescar tucunarés na Amazônia e fora dela. Eu me ocupo de ensinar os meus clientes - e os de outras operações - técnicas de arremesso, trabalhos de iscas amazônicas e mais um monte de dicas, pessoalmente! Claro que não dá para encontrar todos, mas sempre que possível, coloco no meu roteiro de viagens aqueles destinos onde estão concentrados meus cliente e vou lá. Já introduzo o conhecimento para a pescaria no Amazonas e, se possível, também contribuo tecnicamente para um melhor aproveitamento da pescaria do cotidiano do meu cliente. E aqui posso dar um exemplo do que fiz este ano, em que viajei muito pouco, infelizmente. Pude pescar em São Paulo os pequenos tucunarés amarelos de Igaratá com meu cliente Vitor. Em apenas um dia, pude demonstrar a eficiência dos anzóis Inline frente às garatéias (proibidas no Vazzoleri Camp), contribuí com técnicas de arremessos, trabalhos de isca, posturas. Também reservamos um pequeno período para um primeiro contato do Vitor com o material amazônico. Tenho certeza que ele está mais preparado para iniciar a pescaria já aproveitando cada ponto. Meus clientes e amigos baianos também puderam ter esse suporte presencial, antes da pescaria. E todos que quiserem, podem, mesmo que pesquem na Amazônia em outras operações. Eu quero que todos façam boas pescarias. Quando outra operação falha em proporcionar um boa pescaria, o cliente sai com uma impressão ruim da Amazônia, e não do operador como deveria. E isso me prejudica, indiretamente. Imagina os comentários de "Amazônia não é lá essas coisas", "fui para a Amazônia e não passei de 3 quilos", isso desestimula muita gente e eu perco negócios que preciso para sobreviver. Então, tudo que eu puder contribuir para que a Amazônia seja melhor aproveitada (enquanto ainda existe), farei. E quem oferece tudo isso no pacote? Eu, é claro. "Meu tópico, meu jabá", como bem diagnosticou o Fabrício. Nos meus pacote para 2020 estão inclusos hotel e transfers em Manaus, hidroavião, todas as licenças e taxas, equipamentos de pesca, tudinho. All inclusive mesmo! Só se paga o que perder ou quebrar, e as ligações particulares via telefone satelital. A ideia é que o meu cliente possa fechar o pacote, comprar a passagem e ficar livre. Vai se ocupar apenas de arrumar uma mochila ou mala de mão com as roupas de pesca e pertences pessoais. Tudo isso por 9.000, duvido achar preço melhor. Mas o conhecimento está aí, à disposição de todos, inclusive a possibilidade de me contratar para suprir essas carências em outras operações. Forte abraço a todos e bom proveito.
  16. 3 pontos
    Jorel

    [LUTO] Reinold Baudisch

    Hoje nos deixou esse pescador de peixes e simplicidades, se via o Sr. Reinold pescando uma pequena tilápia com o mesmo prazer e entusiasmo de se pescar um grande peixe, descanse em paz Reinold e obrigado por ensinar que pescando pequenos peixes também se faz grandes pescarias.
  17. 3 pontos
    Resumindo, compra quem quer e confia na marca e no modelo, se for ruim e mesmo assim o consumidor querer comprar problema dele. A Curado é uma carretilha intermediária da marca então o preço é o normal que se cobra por ela, se vale o investimento? Depende do bolso e gosto de cada um, tem carretilhas que são melhores e mais baratas? Sim, mas tem pescador que gosta de certa marca ou modelo, conheço gente que teve todos modelos da Curado, acha que vai convencer o cara trocar por uma Daiwa, MS, Maruri na base de um ou outro relato de quebra?. Graças a evolução do mercado hoje temos centenas de modelos de carretilhas pra todos bolsos e gostos. Do jeito que o povo fala parece se comprar essa carretilha ela vai quebrar no segundo arremesso, assim como falam de tantas outras. Pessoal em média pesca 1x no mês , em dois anos já trocou tudo, até quebrar já trocou ou vendeu. kkkkkkkkkkkk Depois de passar mais de 60 carretilhas em casa nesses 25 anos de pesca de coisa barata a coisa cara eu vi que carretilha é umas das coisas menos importantes na pesca, um bom lugar de pesca , época e condiçãos climáticas favoráveis, um guia experiente, a isca certa o trabalho correto , uma boa vara e linha são na minha opinião muito mais importante que a famigerada causa de discussoes . Com tempo percebi que o tesão da carretilha é muito mais na pré pesca , no entusiasmo de ter um equipamento que tanto queremos ou sonhamos do que na hora que estamos realmente pescando.
  18. 3 pontos
    Minhas Curado K não quebraram ainda. Quando quebrarem, compro mais Curado K ou a geração mais nova que tiver.
  19. 3 pontos
    Hj a turma está com a "macaca solta"...rsrs. Em mais de 10 anos de fórum, não temos meia dúzia de usuários banidos. Sério, só mesmo pescador muito sem noção para ser banido de nossas salas. Hj foi um destes dias. Confesso que isso não me agrada, mas, se é para o bom convívio geral da nação, pau nele. Vamos aos fatos/fotos. O meu xará abriu um tópico perguntando sobre como trazer tucunarés açus lá da amazônia para a fazenda dele, no Goiás. Alguns amigos o responderam de forma tranquila, até q um outro usuário chegou no tópico dando uma voadora na orêia do pescador. E foi aí q a turma chamou a atenção do esquentadinho, deram-lhe algumas negativadas, inclusive eu, mas deixamos a coisa "correr", até para q o cara se emendasse e pudesse aprender com a raivinha dele. Mas não é q ele editou o tópico dele e foi num outro tópico meu, que fala de bassboat, e meu negativou de sacanagem?!?! Ele só não contava que eu iria descobrir, além de ter a citação das ofensas dele postadas no meu tópico...rsrs Então, bani o mau caráter. Aqui não é rede social sem regras. Tchau.
  20. 3 pontos
    o ataque do Bass é muito diferente do ataque do Tucuna ... o ataque do Bass é muito mais sutil ... o tucuna guarda uma certa distância ... quando se certifica , sai em disparada ( em direção à isca ) , abocanha , se vira e retorna em igual disparada ... ( por isso o ataque explosivo ) ... o bass se aproxima , suga sutilmente ( mantendo a boca entreaberta ) ... se vira e volta sutilmente ... quando sente a fisgada , abre o bocão e os opérculos e fica se debatendo sem sair do lugar ... o tucuna te dá a emoção ( pelo comportamento explosivo ) ... mas o bass é infinitamente mais técnico ...
  21. 3 pontos
    Exagerou, hein amigo?!?! Convencer alguém a acreditar nas suas ideias, atacando e ofendendo deste jeito?!?! Não vai conseguir mudar nada assim.
  22. 3 pontos
    Galera,resolvi compartilhar esse material do Youtube,pois mostra um pouco da época que a Globo ainda produzia bons programas...Esse,produzido pela EPTV de Campinas,foi um dos melhores programas que assisti na minha adolescência... A propósito, alguém daqui tem notícias desse tal rio Maracá,no Amapá???Essa foi a única vez que vi uma pescaria nele...
  23. 2 pontos
    Garateia N2 com split CCM 80lbs com trava.
  24. 2 pontos
    @Marcel Werner Tem algum tópico que você fala a respeito dessa troca da garateia pelo anzol ? O que mais pode dizer a respeito disso ( eficiência, preservação do peixe e etc )? Vídeo adicionado pela Moderação em resposta a pergunta:
  25. 2 pontos
    Juliano adquiri uma Enzo 25 lbs 6'3" com a finalidade de arrastar grandes hélices, minha vara pesa 130 gramas, com o tempo pesou e o cabo achei muito longo. Estou fazendo a customização com o Alê da Alê pesca, vamos trocar o cabo de cortiça por um bipartido em EVA, a ponteira por uma anti enrosco e encurtar um pouco o cabo. Minha pedida foi 100 gramas más no final devemos ficar entre 105 e 110 gramas, assim que ficar pronta eu retorno com o resultado.
  26. 2 pontos
    Parabéns Eder, ótimo relato e pelo visto a pescaria foi incrível também! Quero muito poder marcar uma no Camaiu e conhecer esse lugar incrível e com excelentes peixes. Por curiosidade, poderia falar ai pra gente um pouco sobre o material usado, iscas que mais funcionaram...? Forte abraço!
  27. 2 pontos
    Perfeita colocação, Leandro. Este País não é sério. É um País populista, ou seja, agradaram o Pescador Esportivo (com o cota zero), agradaram o Profissional (q continua matando), e fizeram vista grossa para os pescadores do outro lado da fronteira, ou seja, não mudou nada...rsrs Daqui a pouco aparecerão os pescadores amadores para matar e vender aos profissionais, quer apostar?!? rsrsr Já disse aqui algumas vezes, infelizmente só vamos aprender quando tudo acabar. 😪
  28. 2 pontos
    Luciano Lopes

    Concorrente das Shimanos ?

    não , a questão não é essa eu não entendo como é que tem pessoas que pegam uma carretilha pra Jesus Cristo e saem metendo o pau nela aí a pergunta: já teve ou usou ? , não , comprei outra , como assim ? mete o pau e nunca usou ? quer dizer , gente que ficam fuçando comentários na net e depois vai em forum e mete o pau na carretilha , nunca usou e acha que tem gabarito pra palpitar . é ruim ? pode ser , mas usa primeiro e depois palpita , esse povo é chato demais fica vendo post na net , depois vai em foruns e fica metendo o pau na carretilha , aí , se tem alguem que gosta , ou palpita contrário , tá errado ou é defensor de shimano povooooo chatoooooooooo
  29. 2 pontos
    A CPRM atualizou seu boletim de monitoramento hidrológico com dados de 09 de Agosto. O Rio Negro em Barcelos continua mantendo uma vazante constante de aproximadamente 5 cm por dia. Em 09/08 o nível era 8,54 mts Nesta mesma semana no ano passado a medição era 09,40 e a vazante bem mais lenta. Em São Gabriel e Santa Isabel também vazando. http://www.cprm.gov.br/sace/boletins/Amazonas/20190809_18-20190809%20-%20182553.pdf abraços,
  30. 2 pontos
    Jorel, tenho sim a Dog X da Megabass , tenho 3 delas compradas ainda na época do escambo do Caterva...e tenho também a genérica dela, a Lori X , que também é boa, mas a original é sem dúvida melhor Gosto as vezes mesmo tendo a original, de testar a genérica....veja o exemplo da Firestick, que é uma cópia, mas ficou melhor que a original (Ken Stick).
  31. 2 pontos
    Imagina, a Saint Sole é excelente, parece um tanque de guerra de tão durável. Além disso muito fácil de arremessar, tive a com freio magnético e atualmente tenho também a tampa com freio centrifugo. A de freio centrifugo está ainda melhor. Uma ótima carretilha. Sem contar que a assistência técnica é perfeita. Tem peças de reposição e um ótimo atendimento. Eu consegui depois de muito tempo pescando no sal, sem lavar a carretilha, fazer um rolamento travar e forcei demais a ponto de quebrar a carretilha, culpa totalmente minha. Pois a carreta é um tanque de guerra. Mandei para assistência e fui muito bem atendido. Tanto que até gravei um vídeo sobre isto e postei no youtube.
  32. 2 pontos
    Que Peixe fantástico, Rech!!! Porém, o documento é um certificado de captura (poucos brasileiros sabem que isso existe), e não de recorde mundial. Atentei pra isso devido ao peso informado, já que a fração “02 oz” não poderia ser medida com um BogaGrip (na foto dá até pra perceber que não é um). Mas que é um exemplar único para a espécie, com certeza! 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻
  33. 2 pontos
    Salin

    Sugestão de Escolha de carretilhas

    Rapaz... Sabe aquela carretilha top das top's, aquela que se pesca com ela e parece que se ta pescando com uma 'pena'... pois é ela é assim .. parece frágil, mais é uma put@ carretilha pi#% das galaxias ... valeu cada centavo dos quais eu quase chorei em tirar do bolso no dia que comprei, e que hoje é só alegria ... Resumindo : toooooooooooooooooooooppppppppppppppppppp de mais ..carretilha leve que aguenta desaforo, arremessa iscas muito leves que é sua finalidade e em iscas de 20g pra cima arremessa igual a qualquer uma top de linha. acho que sua finalidade nao seja grandes iscas só que ja coloquei em uma vara de 20lbs e arremessei umas iscas mais pesadas a cima de 20g nao vi diferença em relação a tatula quando fiz isso, porem iscas a baixo de 20g arremessa muiittoooo iscas soft então fica show. maior peixe pego nela bicuda de 4.5kg e trairão de 4kg. ( sem papo de pescador ) quer comprar uma compre e vai ser feliz !!! abraços
  34. 2 pontos
    Jorel

    Sugestão de Escolha de carretilhas

    Espero que não tenha gostado assim faço uma oferta nela
  35. 2 pontos
    Gehhard

    Azulao 3 Marias 50UP

    Primeira pescaria embarcada do Gean da Equipe Pega Tromba na represa de Tres Marias. Apesar de estar acmanhado somente do guia Alessandro, tentei fazer um video com o maximo capricho possivel na tentativa de ilustrar o que é a pescaria naquele maravilhoso lugar. Video produzido com muito carinho e o guia Alessandro foi um otimo aprendiz, pois passei varias dicas para ele usar com outros pescadores. O video é simples, mas creio que curtirão a beleza do lugar e da pescaria, incluindo algumas imagens aereas. https://youtu.be/A5D_JvcYe8c
  36. 2 pontos
    Acabou tudo,ou pelo menos quase tudo,pois esses dias um amigo pegou um em Piracaia...As hipóteses levantadas para o sumiço deles são 2: -A soltura de tucunarés...(acho pouco provável,pois em Piracaia não soltaram tucunaré e ele também praticamente desapareceu) -E a hipótese levantada mais coerente ao meu ver,é de que á uns 15 anos atrás, a Sabesp jogou um produto na água pra matar uma espécie de plâncton que estava começando a se desenvolver nas represas...Não tem nada confirmado disso,e o que ouvimos sempre são boatos...Mas,pode ser né...
  37. 2 pontos
    Leandro Gofert

    BlackBASS. Precisa rebocar o peixe?

    Tive oportunidade de pescar alguns há muitos anos atrás, quando trabalhei numa fazenda que tinha um lago particular cheio deles, notei que eles pulam sim, mas bem menos que os tucunarés e traíras, e a boca se assemelha muito à do tucunaré...acredito que a traíra, dourado e robalos escapem muito mais que os basses (os primeiros por terem boca ossuda e chacoalharem a cabeça violentamente e o último por ter boca frágil que rasga). De forma que não sei dizer porque rebocam os basses...lembro de ter visto vídeos do Braguinha (guia de pesca e maior especialista brasileiro em bass) onde ele não reboca não...usa material muito leve, que torna a briga até de peixinhos minúsculos uma diversão...
  38. 2 pontos
    Vagner

    Primeiro Bassboat

    Ja tive os 3 , motor de popa e lancha e agora tenho um bass , concordo em alguns pontos e descordo em outros PRa quem Pesca Tucunaré melho opção e nao tem choro e bass , pode andar ate na borda e nao chacoalha não desiquilibra Agora se a pessoa usa pra pesca apoitado e outros tipo onde se fica sentado lancha e mais confortavel tipo pacu peixe de couro etc outro ponto tem BAss hj no mercado vom motor 115 andado igual ou mais que alguns com 150 ai vai de ter braço e esperiencia pra tocar outro ponto consumo, se leu ai em cima o que ja relatei , hj pesco no mesmo ponto que antes, economizo metade do tempo para chegar no ponto de pesca e gasto cerca de 5l de gazolina a mais, em velocidade de cruzeiro 70 km hora, logico de for andar cochado o gasto sera muito maior outro ponto minha carreta nao e trucada e nao nescecita de camionete 4x4 para arrastar, logicamente quem tiver camionete vai ser mais confortavel e mais seguro ponto negativo hj em dia e grande valor investido , que sim um investimento em reçao aos de aluminio mais alto, agora se for pra comprar um casco de alumioniu que ofereça mesma motorizaçao e meio que equivalente valor sera muito parecido
  39. 2 pontos
    A pessoa pode ter a opinião que ela quiser, é dela! Mas é primordial ter educação, e saber a forma de se expressar! Ninguém é obrigado a tomar patada e chingo de graça, na minha opinião a medida foi cabível!
  40. 2 pontos
    Armando Ito

    Primeiro Bassboat

    é no terrão .... vô de Fusca uai !!!!? .... ..... uhuehuehehuehue
  41. 2 pontos
    Freides Leão

    Primeiro Bassboat

    Primeiramente gostaria de enviar parabéns ao Marcelo, pois a montagem de um BASS BOAT requer uma gama de informações que em geral não se busca ao montar um conjunto aluminio e motor de popa, ao se buscar um conjunto de aluminio com comando as informações vão sendo necessárias e ao buscar a montagem de um bass boat , as informações são de extrema necessidade! Vou tentar colocar o meu ponto de vista, Marcelo, de forma simples e objetiva! Se o conjunto X1 da extream boats for novo , busque um profissional competente para montá-lo, pois muitas marcaçoes e cortes deven ser cirurgicos! Se o conjunto é usado a necessiade de um bom profissional também se torna necessária, mas como já foi feita uma montagem antes o processo é mais "FÁCIL"! Entre os motores citados e levando em consideração que os dois são da tecnologia nova da mercury, indico sem sombra de duvidas o 75 ciclo otto (4t) , mas se são motores usados deve se observar os detalhes tecnicos de cada motor! EU JA TIVE UM X1 COM 75 4T modelo injetado, porém 2011 e andava tranquilamente sem "brigar" com a condução, de 38 à 40 milhas nauticas! otimo , economico, e muito silencioso! A segurança de um casco de fibra modelo BASS BOAT é talvez a maior característica , estáveis ! Tenho plena certeza que em cada momento da vida buscamos o que melhor nos atende, nessa modalidade de barco é indispensável um bom GPS (combos bons aos montes em nosso mercado),mesmo a 38 milhas é possível perder o ponto de partida! Casco de alumínio, como citados, tem seu lugar, mas é incomparável em algumas caracteristicas, são barcos muito diferentes, uma engenharia náultica totalmente diferente, logo, não há de se comparar! "mas cada um com o seu qual" Enfim, monte o seu x1, com 90 2t ou um 75 4t, seja feliz , aproveite, pesque muito! Use o seu tempo em cima de um BASS BOAT com muita responsabilidade e aprecie cada minuto de pescaria , pois vc pode ir mais longe e mais rápido com um bass boat! Espero que tenha ajudado eme perdoe a falta da acentuação estou postando do telefone! boa sorte a todos do grupo
  42. 2 pontos
    Rio Negro em Barcelos com 9,08 em 29/07. Agora baixando por volta de 5 cm/dia. Em São Gabriel e Santa Isabel, segundo a CPRM, a vazante é forte, e deve chegar em Barcelos. Em 2018 nesta época em Barcelos baixava 5 cm em 1 semana. Este ano baixa 5cm em um dia!!!! Bom sinal também para os que vão no início da temporada. É só torcer para esta regularidade se manter!!! abraços 2007/8 2008/9 2009/10 2010/11 2011/12 2012/13 2013/14 2014/15 2015/16 2016/17 2017/18 2018/19 Média 9-set 6,3 6 6 5,2 4,2 5,4 6,3 6,7 5,8 5,7 4,8 7,1 5,79 16-set 5,8 5,1 4,9 4,8 3,5 5 6,1 6 5 4,8 4,4 6,7 5,18 23-set 5,2 4,9 4,2 4,5 3,3 4,9 5,8 4,9 4,5 4,3 3,9 6,3 4,73 30-set 5 4,6 3,9 4 3,2 4 5,5 4,6 3,5 4,3 3,8 5,8 4,35 7-out 4,7 4,4 3,6 3,4 3,4 3,8 5,2 4,3 3 4,2 3,76 5,12 4,07 14-out 4,4 4,2 3,6 2,9 3,4 3,8 4,8 3,7 1,8 4,1 4,12 3,98 3,73 21-out 4,2 4,1 3,7 2,5 3,5 3,5 4,1 4 1,9 4,2 4,45 3,43 3,63 28-out 4,2 4,3 3,7 2,5 3,5 3,3 3,8 4,5 2,1 4,1 4,35 3,28 3,64 4-nov 4,1 4,4 3,8 2,6 3,3 3,5 3,3 4,5 2,4 4 4,27 3,21 3,62 11-nov 3,9 4,4 3,6 2,4 3,3 3 3 4,4 2,6 4 4,14 3,11 3,49 18-nov 3,5 4,2 2,5 2,5 3,4 2,8 3,4 4,3 3 3,75 3,9 3,05 3,36 25-nov 3,5 4,1 2 3,6 3,9 2,6 3,9 4,1 2,8 3,5 3,72 2,98 3,39 2-dez 3,5 4,2 1,7 3,8 4 2,7 4,2 4,3 2,8 3,2 3,36 3,3 3,42 9-dez 3,4 4,4 1,4 4,1 4,1 2,5 4,3 3,8 2,8 3,68 2,9 3,8 3,43 16-dez 3,1 4,9 1,5 4 4,1 2,4 4,1 3,2 2,2 3,5 2,55 4,28 3,32 23-dez 3,5 5 2 3,9 3,9 2,5 4,2 3 2 3,7 2,66 4,3 3,39 30-dez 4,1 5,2 2,7 3,9 4 3 4,3 2,8 2,1 4,38 3,12 4,3 3,66 6-jan 4,5 5,6 2,5 3,9 4,3 3,2 3,8 2,9 2,5 4,86 3,53 4,15 3,81 13-jan 5 5,9 2 4 4,7 3,5 4 2,8 2,7 5,5 3,7 3,66 3,96 20-jan 5 6,2 1,6 4,1 5 3,2 4,2 3,1 2,1 6 3,64 3,72 3,99 27-jan 4,8 6,7 1,7 4 5,1 2,8 4,1 3,5 1,9 5,8 3,7 3,72 3,99 3-fev 4,5 6,7 2 3,9 5,1 2,2 3,7 4 1,3 5,54 4,05 4,1 3,92 10-fev 4 6,5 2,1 3,8 5,2 2,2 3,4 4,2 1 5,32 3,98 4,15 3,82 17-fev 3,5 6,4 2,1 4,1 5,5 2,8 3,6 4 1 5,4 3,62 4,36 3,87 24-fev 4 6,2 2 4,2 5,8 3,7 3,7 3,9 1,3 5,3 3,4 4,43 3,99 3-mar 4,4 6 1,9 4,2 6,1 4,9 3,7 3,9 1,6 5,12 3,56 4,06 4,12 10-mar 5 5,8 2 4,3 6,3 5,8 3,8 4 2 5,2 3,08 3,7 4,25 17-mar 5 5,7 2,1 4,7 6,5 6,1 4,3 4,2 2,8 5,8 2,76 3,55 4,46 24-mar 5,2 5,8 2,2 5 6,7 6,1 4,7 4,5 2,7 6,14 2,4 3,76 4,60 31-mar 5,3 6 2,8 4,9 7 6 5 5,1 2,8 6,8 2,28 3,96 4,83 7-abr 5 6,84 3,5 5 7,8 5,9 5,5 6 3,6 6,5 3,23 4,1 5,25 14-abr 4,3 7,04 4,2 5,1 8,3 5,7 5,9 6,1 4,3 6,8 4,3 4,43 5,54 21-abr 4,4 7,11 5 5,7 8,6 5,5 6 6 4,8 7 4,84 4,82 5,81 28-abr 4,8 7,18 5,8 6 9 6 6,1 6,3 5,2 7,3 5,46 5,42 6,21 5-mai 5,6 7,2 6,5 6,5 9,3 6,6 6,6 6,6 6 7,6 6,09 6 6,72 12-mai 6,1 7,2 7,4 7 9,7 7,3 7,3 7,3 6,6 7,9 7 6,7 7,29 19-mai 6,5 7,3 8,1 7,8 10 8,1 8 7,4 6,9 8,1 7,7 7,47 7,78 26-mai 7 7,2 8,5 8,6 10 8,4 8,2 7,6 7,2 8,3 8,26 8,3 8,13 2-jun 7,7 7,22 8,5 8,9 9,8 8,6 8,5 7,9 7,4 8,3 8,7 9 8,38 9-jun 8,4 7,3 8,4 8,4 9,5 8,7 8,4 8,2 7,6 8,1 9,04 9,44 8,46 16-jun 8,7 7,9 8,5 9,2 9,2 8,8 8,4 8,3 7,8 8 9,22 9,65 8,64 23-jun 9 8,4 8,6 9,4 8,9 8,9 8,5 8,4 8 8 9,3 9,71 8,67 30-jun 8,9 9,1 8,6 9,4 8,5 8,8 8,6 8,5 8,1 8 9,42 9,72 8,72 7-jul 8,8 9,4 8,6 9,5 8,4 8,6 9 8,5 8,1 8,2 9,6 9,65 8,79 14-jul 8,7 9,1 8,6 9,3 8,2 8,3 9,7 8,5 8,2 8,3 9,64 9,58 8,78 21-jul 8,6 8,8 8,4 8,9 8,4 8,1 9,8 8,4 8,4 8,3 9,6 9,41 8,70 28-jul 8,5 8,5 8 8,5 8,5 7,9 9,8 8,3 8,5 8,2 9,54 9,13 8,57 4-ago 8,3 8,1 7,6 7,9 8,4 7,7 9,6 8 8,4 7,96 9,49 8,31 11-ago 8 7,8 7 7,4 8 7,5 9,1 7,6 8,2 7,65 9,36 7,96 18-ago 7,5 7,3 6,5 6,9 7,6 7,1 8,6 7,3 8 7,13 9,11 7,55 25-ago 7 6,8 6 6 6,8 6,8 8,2 6,9 7,4 6,38 8,7 7,00 1-set 6,5 6,5 6,4 5,8 5,5 6 6,5 7,8 6,3 6,6 8 6,54 nivel Rio Negro Barcelos 2007 2019.xlsx
  43. 2 pontos
    Penso igual!
  44. 2 pontos
    Se for para pescar tucunaré eu iria de curadinho 71xg, a Scorpion 1001 xt é mais carretilha, isso não tem dúvida, mas recolhimento 6 pode incomodar um pouco para trabalhar o peixe ou quando tiver que recolher uma isca rápido para dar outro arremesso. Digo por experiência própria pois já tive as duas.
  45. 2 pontos
    Pescaria realizada no lago de Balbina na Amazônia, pousada Ilha de caras Lodge a duras horas de manaus! Operação durou 3 dias, saíram varios exemplares, Pescaria muito divertida, com peixes acima de 55cm!
  46. 2 pontos
    aprovado, com muita competencia, cumpriu tudo que estava prometido e mais alem. @Pimenta Fishing, o Carlos esteve presente em tempo integral o que fez com que pescaria fosse um sucesso.. recomendo
  47. 2 pontos
    Falai Moçada, vou fazer o relato de nossa pescaria da Equipe de Pesca Jaburu, ocorrida no periodo de 09 - 16 Julho 2019, Rio Teles Pires, @Pimenta Fishing Nosso planejamento começou em 2018 quando decidimos ir para o Teles Pires local que nunca estivemos. Pesquisando em varios sites de pesca vi relatos que me interessou sobre a operação @Pimenta Fishing Nosso Grupo Adalberto ( Magrão) Silvio ( Garrote) Ciro Guilherme Sidnei( Ratão) Leo Raymundo ( Ray) Anderson ( Nê) Armandinho ( Mandubé) Edson ( Gugu) Partimos com Voo da Azul, via Guarulhos, para Cuiaba, e depois conexão para Alta Floresta. Ficamos Hospedados no Hotel Floresta Amazonica e no outro dia Cedo partimos para a Pousada. São 60 km de asfalto até a Cidade de Paranaita onde paramos para almoçar, depois seguimos por mais 100 km de estrada de terra até chegar na Barranca do Rio São Benedito, onde pegamos as voadeiras e navegamos por 1 hora e meia até chegar na Pousada, saimos do São Benedito e caimos ja no Teles Pires. Pousada é a Base Operacional Pimenta Fishing, fica numa ilha, bem rustica mas confortavel, tem ar condicionado nos quartos e para quem gosta tem Wi Fi. São Quartos duplos e triplos com wc privativo e agua quente para tomar banho. É muito Top, para nós que gostamos de mato, de roça, de sitio, foi a nossa cara. São 2 cozinheiras, 1 apoio para isca, limpeza e 5 piloteiros que nos atenderam, tudo gente da terra, gente boa demais, todos eles sem excessão. Preparamos as tralhas na chegada, ja com petiscos diversos e muita cerveja gelada, coisa que não faltou durante nossa estadia, assim como refrigerantes, agua . Café da manhã reforçado. Como os pontos de pesca são todos proximos( max. 15 minutos), volta para almoçar todo dia as meio dia, e retorna entre 14:30 - 15:-00 hrs, pescando até 18:30. Tem a possibilidade de fazer uma pescaria noturna, mas isso tem que ser tratado e combinado com o piloteiro. Primeiro dia de pesca tudo é novidade, fomos sentido a barragem do Teles Pires, pesca proximo a barragem na parte de baixo, tem boias de sinalização proximas que é proibido entrar. O forte lá é pesca de couro, e coisa bruta, rio com corredeiras, pedras, muito bonito. Os piloteiros nos ajudaram a ajeitar as tralhas porque tem umas coisas diferentes ( uma pernada de nylon de 1,2 mm por causa das pedras é montada)não usa o aço flexivel, mas isso é tranquilo. Deixando de papo vou postar as fotos. Pegamos um rabinho da frente fria, mas ainda conseguimos bons exemplares, e aquelas historias de sempre.kkkkkkkk estourou linha, o maior escapou, quebrou vara, etc. Enfim , foi uma semana Maravilhosa. Agradecemos ao @Pimenta Fishing, pela recepção, cordialidade e carinho com que tratou da nossa Turma essa Semana A Celia e a Sandi responsaveis por eu engordar 2 kg .kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk em 5 dias..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Muito obrigado e ja pensando em voltar. Fiquem com Deus e a benção de Nossa Sra Aparecida. Abrçs 20190710_123239.mp4
  48. 2 pontos
    Cota pra mim o conjunto completo, não esquece quero a ponteira anti-enrosco
  49. 2 pontos
    Ninja (Bonnie) 85, T10, MS Raptor 70, Realis Pencil 85, X-rap 8, Rozante 77 e quase toda a turminha desse porte: VMC 7237 #1. Obs.: há algumas exceções. Saruna 80, por exemplo, exige anzol mais leve, uso Gamakatsu 53Salt.
  50. 2 pontos
    Em se tratando de tucunaré, matar o peixe é desnecessário. Em outro tópico, já faz quase uma década, o Fabrício falou que o pescador deve estar "preparado, preparado e preparado" para pegar um gigante, mas claro que se aplica mais ainda a um recorde. Isso me marcou de tal forma que já tive 8 recordes mundiais em mãos. 4 eu não sabia que eram recordes para suas espécies. E 4 foram de tucunaré, sendo que 2 estão devidamente documentados e irão ser submetidos à IGFA. Os outros 2 eu não quis registrar por terem pesos iguais, vacilo meu, pois agora faço questão de cada certificado. Fato é que o conhecimento pode dispensar o abate de um recorde de tucunaré. É simples assim. No Vazzoleri Camp, todos os botes têm boga original e tapete de medição, além de Piloteiro treinado para o registro do bicho e ainda pagamos todos os custos. Isso porque eu acredito ser uma boa propaganda para o meu negócio, na mesma linha de quem argumentou que isso projeta o pescador, mesmo que seja entre amigos de fórum. Tudo faz parte do show da pesca esportiva. Quanto à luta pela preservação, a força está nas mãos da iniciativa privada. É querer ou não querer fazer. Eu quero e estou fazendo, com bons resultados. mas sei que sou um dos poucos que fazem algo. Tem muita gente esperando pela hora do lamento. Resumindo: não mataria e não matei. E me orgulho muito disso.
×
×
  • Criar Novo...