Ir para conteúdo

Astra-Taranis

Membro
  • Total de itens

    2.325
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    27

Astra-Taranis venceu a última vez em Maio 17

Astra-Taranis had the most liked content!

8 Seguidores

Sobre Astra-Taranis

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    João Silva

Informações de Perfil

  • Localização
    Ribeirão Preto - SP
  • Interesse
    Pescaria ueh!

Últimos Visitantes

5.118 visualizações
  1. o amigo de cima esta correto, helice maior ou de mais pás, vai gerar mais torque e menor velocidade final. vc so teria velocidade maior se a helice atual estivesse longa demais PARA O PESO utilizado, nesse caso vc diminuindo a helice, melhoraria a transferencia de torque e potencia e portanto, melhoraria o resultado final. Mas atente-se ao PARA O PESO. Uma helice menor ou com mais pas so fara sentido com PESO. Na situacao contrario ela ira andar menos que uma helice maior e com menos pas. No caso o que importa aí é o RPM e nao velocidade final. Se teu RPM esta abaixo do ideal, vc precisa aumentar o rpm pra que o motor possa gerar mais potencia (especialmente em motor 2tempos onde a producao de potencia so ocorre no regime de rpm maximo). De qualquer forma, o motor OMC (johnson e evinrude) nunca foram sinonimos de velocidade. Em especial ao 25, é famoso por andar pouco, beber muito e fazer um barulho imenso. Acho que dificilmente vc vai melhorar essa velocidade de forma razoavel, talvez um alivio de peso, melhora em carburacao, linha de combustivel e equilibrio de peso vc ganhe ai uns 2 a 3 kmh com muita sorte.
  2. como o amigo disse de cima disse: nao vale o risco... troca td, opte por mangueiras de injecao de preferencia de marca (balflex, continental, goodyear, etc) ai vc ta garantido pra mais de 15 anos, e o bulbo coloque da quicksilver ou yamaha, ai nao tem erro... tem pra muitos e muitos anos... Se pegar clipper, e outros, nao dura 2 anos de jeito nenhum, usando ou nao usando... aproveite e fale mais do hidea...
  3. me arrisco em dizer com muita certeza que nao é original. Pode ate ter vindo com o motor, mas original nao é. Uma original é pra durar 8 a 15 anos sem ressecar facilmente (independente se é yamaha ou mercury ou suzuki). Já as paralelas é isso ai mesmo, 2 anos já estão duras, soltando um caldo preto na mão e cheias de rachaduras. Qto mais tempo passar com gasolina pior, portanto, nao mergulhe. Só troque. Nao tem o que fazer.
  4. de qual nivel de sujeira estamos falando? Tem foto? Uma simples lavada com agua e sabao (detergente de cozinha ou xampu pra carro), ja resolve a maioria das sujidades. Fazer sempre a sombra e frio, pra nao dar choque termico... Ja internamente, prefira nao lava-lo a nao ser que a esteja muito feio, e aí proteger tudo que tiver fio e carburador... Se tiver muito sujo, encardido, talvez tera que usar um solvente, tipo querosene, diesel etc ou um ativador ou solupan de carro (que deve ser bem diluida pra nao enferrujar todos os parafusos no dia seguinte!). Nada diferente de um carro ou moto, so ter MUITA paciencia (pq eh cheio de buraquinhos, quinas etc), uma escovinha de dente praqueles lugares inalcançáveis e nada de bucha ou pano que vao riscar , usa uma luva de microfibra ou lã (tem no supermercado custa R$7 !) Feito isso, uma cera ou um polimento, vao fazer maravilhas. Se teu motor for preto, pode usar cera preta, tem em supermercado tb, nao dura nada, mas deixa bonitao! E esconde os riscos. Se for yamaha, ai prefira cera normal pq achar o tom do cinza nem sempre é facil (embora nao impossivel). Capriche no helice, tire toda fumaça, sujeira dela, isso da um aspecto diferente no motor. Assim como no escapamento junto do mijo de agua. Se possivel uma mao de spray na helice, da uma boa maquiada . Em resumo é isso.
  5. As dicas passadas acima foram muito bem colocadas. Passei o mesmo perrengue com um 15hp johnson... do nada as marolas apareceram e se tornaram um tormento de bambear as pernas. E pra piorar meu sogro tem problema na coluna, gordo, nao tinha a menor chance de vida se acontecesse merda. Minhas opiniões: 1- o motor 15 na situação REAL ALI , cumpriu o seu papel, até por que, de 15hp era impossivel dar potencia total, entao ter um de 30-40-60-90-200hp nao me faria muita diferença. A diferença foi depois que sai um pouco do desastre completo e consegui dar potencia e ... Faltou potencia, acabou que andamos junto com o vento 95% do tempo, se eu tivesse de 25-30hp teria fugido dele por alguns minutos e nao teria dado tanto cagaço. 2- peso sempre, sempre, sempre bem equilibrado. Nesse momento, vc percebe que um barco absolutamente bem equilibrado com o peso vai te ajudar a sair da encrenca, seja a nao beber agua, seja a beber MENOS agua (que foi o meu caso), seja surfar e principalmente nao rabear tanto entre uma marola e outra. 3- a decisao de ir ou nao pra X lugar, depende muito do estado em que estiver, no meu caso, eu peguei o vento e as marolas na margem em que iam terminar, ou seja, a margem mais mansa me faria atravessar um rio grande que era intransponível naqueel momento (pelo barco, pelo medo ou por ambos). Simplesmente o risco de virar no meio do lago/riio com alguem que iria morrer, sem chance de vida, nao me deixava ir pra onde eu queria, tive que recuar ate um limite que nao estivesse tao proximo a margem (onde por fisica iria transformar as marolas em ondas) e corresse o risco de bater o motor, mas nao tao fundo a ponto de que nao conseguisse me salvar e puxar meu sogro no braco junto... Entao ai vale o bom senso: as vezes encarar um risco menor é melhor que um risco desconhecido. Eu escolhi andar margeando no menor risco possivel ate onde desse pra abrir o motor e fugir, mas nao enfrentar de cara o problema. 4- Ter todos os itens de salvatagem no barco e prontos pro pior SEMPRE, e nao guardadinhos embaixo de algum lugar. No meu caso: entrou no barco poe o salva vidas e cala a boca. 5- Se precisar enfrentar, tem que avaliar o caso, as vezes entrar na onda em 45º eh a unica solucao, tem horas que enfrentar a 90º eh emlhor... mas nunca em alta velocidade, onda se enfrenta com tempo e potencia calculados... Em algum momento tera que enfrentar a onda de costas (atracar por exemplo), nesse momento vale ir acompanhando se der (muito dificil em temporais pq vem onda de td q eh lado) ou vir o mais proximo possivel no ponto encarando as ondas e depois vira e vai pra margem em velocidade constante baixa/media, assim vc vai beber agua por tras mas pelo menos chega rapido na margem, ai eh so puxar o barco e pronto... Mas enfim, td depende do momento, no meu caso estavamos como porto seguro um chalana q tem o bordo muito alto, meu sogro nao conseguia subir e o barco bebeu muita agua com as tentativas dele de entrar na chalana, qdo eu entrei, dei 50m de corda e o barco ficou a uma boa distancia da chalana, sem ng dentro so ficou pulando prum lado e pro outro mas nao bebeu agua.
  6. Qdo vcs entenderem que matar os rios do pais eh uma politica bem executada, irao parar de sonhar. matar os rios, nao deixar o turismo crescer, nao ter educação, nao ter saúde nao eh um fracasso e sim um sucesso desta política (seja partido a b ou c)… esse país eh um antro de fracassos bem planejados , simples assim.
  7. risco sempre tem, especialmente se gasolina estiver escorrendo pelo barco (tampa ruim ou mal posicionada, dreno aberto eqto o tanque esta cheio, etc), pra isso excelentes conectores, muito bem aparafusados e preferencialmente cobertos com algum tipo de protecao de borracha, ajuda bastante. Mas acima disso, o receptáculo tem que estar aberto, pro vapor sair com facilidade. Pessoal costuma por de td ali dentro, criando bolsoes de ar trancados (tipo coletes, sacolas plasticas, bolsas etc), ou pior, tampar td (com tampas ou escoras), ou simplesmente por uma bolsa proximo dos pes que acaba escorrendo e tampando o local. Sem ar passando facilmente, cria-se vapor facilmente, ali esquenta e ai é problema. Particularmente, eu gosto de colocar o tanque sempre que possivel próximo ao bordo, no espaço dos meus pés. Ali eu consigo monitorar a qtdd de gasolina de forma muito facil, se estiver de pe , ocupa pouquissimo espaço e não corro o risco de ter vapor num local ruim. De bandeija, ainda equilibra melhor o barco. Porem nem sempre isso é possível... Se o fizer, lembre-se de qdo estiver parado, colocar algo sobre o tanque pra nao bater o sol diretamente e ficar quente a gasolina (um simples colete, blusa, ja resolve muito bem). Qdo vc coloca o tanque assim, te sobra um belo espaço pra por coisas debaixo do banco, tipo bolsas, galao de agua (e nesse caso nao ficando no sol esquentando a agua!), etc, q muitas vezes ocupa mais espaco e é mais desengonçado que o proprio tanque em pé.
  8. https://www.uol.com.br/nossa/noticias/redacao/2022/03/21/peixe-fresco-no-brasil-por-que-voce-nunca-comeu-e-provavelmente-nao-comera.htm materia a respeito, de hj
  9. na oconheco ng la, mas indico vc se preparar muitissimo bem. JP venta muito, muito, muito, muito, e muito mesmo.... Se preparar pra ficar mareado, preparar pra gastar mais um pouco mas estar bem de guia/operacao, procurar um barco mais capacitado tb pode ser a diferença entre curtir ou passar aperto. Preparação em todos os aspectos, pq se pegar um dia de vento, meu amigo, tu vai sofrer... se pegar um dia de ventania é bom ta com a reza em dia.
  10. Pelo q ouvi uma vez, essas baratas comem a lingua do tucunare, o peixe para de comer ou tem dificuldade nao lembro… mas tirar tb nao era benefico pq ela prolongaria a lingua… nao lembro direito
  11. fera, nao conheco de go pro, mas pra mim ou ta com alguma configuracao errada (ta gravado em velocidade diferente da real) ou ta com algum problema mesmo interno...
  12. Marcos, td bom? Passei por exatamente esse mesmo "problema" no ano passado... Eu nao discordo dos colegas ai que deram opções, mas eu pensei diametralmente oposto. Me coloquei muito mais no lugar da criança, primeiro contato, sol de rachar, ensinamentos, contato com natureza, especialmente nao deixar nenhum medo acomete-los (como marolas, muita gente, peixes perigosos, riscos de se chover estar longe, etc.) Além dos pontos levantados acima eu considerei: a) meu menino é bem calmo, mesmo assim, vive uma vida urbana, imaginei que pudesse se cansar, marear, nao gostar, querer ir fazer coco, querer comer coisas, se cansar 10x, e isso o dia todo pode se tornar algo muito muito muito repulsivo. Minha ideia é: tenha um tiragosto, sinta a emoção de navegar, curta, tenha atencao dos pais (eu levei minha esposa). b) total segurança, ou seja, sem marola, sem vento, sem chuva, poucas coisas no barco pra poder se movimentar com conforto, pescaria leve, c) comidas de criança (salgadinho, bolacha, suco, agua, etc) a vontade. d) obvio que eu queria pescar e fazer ele sentir o prazer de pegar um trofeu, mas o foco foi nele, portanto era o pai ensinando, a mae curtindo do lado, tamanho pouco importava, nem a especie e) teria que ter um porto facil proximo, seja um tablado/casinha, uma pousada, ou qqr coisa que pudesse tira-lo do barco pro menino se sentir... MENINO, CRIANCA! f) segurança de novo: ensinar um dia antes sobre salva vida, o que pode e oq ue nao pode, pra ele ja durmir sabendo e nao ter muita infomracao na hora H com essas coisas em mente eu fui pra Cardoso- SP, meus sogros moram ha 40 min de lá, entao qqr coisa eu virava o pé e voltava pra casa, tem uma pousada que usei como "porto seguro", é bem simples mas é abrigadissima, calma, bem atendido. Saindo pelo rio, em Cardoso, em 10min de navegaçao vc entra na foz do Rio Turvo, e mais uns 10min vc cai no rio grande propriamente dito. No dia começou calmo, minha ideia era ate ir no rio grande pra msotrar pra ele (nao pescar pq la vira o tempo e vem marola muito grande), no turvo tb da marola... Começamos a pescar, logo senti mudança de vento e a tender marolas, mudamos o ponto e as marolas aumentaram, eles nem perceberam direito, eu recolhi td e voltei pra cardoso, em frente a pousada, ali é muito abrigado e meu filho nem percebeu que estava marolando no grande/turvo e la onde estavamos nem brisa passou. Ficamos numa casinha, bem proximo a margem, onde ele pode andar, correr, pescar, cansou, voltou pescar, etc... sem neura... ficamos das 7 as 14h e ai percebi que ja tinha acabado o primeiro gás do moleque... Achei melhor voltar, ainda deu tempo dele brincar na pousada, lavar o barco, arrumar td com muiiita calma e pegar estrada com sol... Resultado? O muleque adoro, pegou gosto! Esposa se divertiu, tivemos nosso momento, muitas fotos com peixes tipo porquinho, tucuninha de palmo, lambari, etc... Pra ele?? Foi um sucesso! teve contato com natureza, pegou peixe, pegou minhoca, fez massinha, fez xixi no rio, comeu, se sentiu o proprio indiana jones... PRa mim? Valeu demais, gastei quase nada de combustivel, so umas comidas e nao me estourei todo fazendo td sozinho como no dia anterior... Pra esposa? contato com natureza, dia prazeroso Resumindo? o menino teve o contato inicial, foi encantador e quer ir de novo. Ja sei quais sao os limites fisicos de sol, atencao, o que esperar... Sem stress. Se eu tivesse em outro lugar, com vento, marola, esperando pesca produtiva, guia falando merda o dia todo, cara isso ser um put@ estresse e capaz do muleque pegar birra... Ali fomos só nós, sem neura, sem terceiros, sem marola, sem vento, se chovesse tava ha 20 metros da pousada, ele andou de barco, teve historia pra contar e muitas fotos... Essa foi a minha experiencia, veja se te ajuda em algo (sim meu filho ja tinho ido brincar em pesque pague bem pouco mesmo). LEmbrei muito de qdo meu pai me introduziu na pesca, foi sem neura, eu ja era tarado ntes de pescar, vivia uma vida mais urbano/campo que meu filho, entao foi mais facil, mas lembro q iamos de manha, voltavamos pra almocar, durmia, voltava a tarde e nao ficava ate cansar... entao isso eh um alivio.... espero ter ajudado.
  13. a gente pode errar, nao pode é o fabricante ehuhruhuhuhu estourou o flour entao? uma ideia, faca o mesmo teste, com os mesmos itens mas ao inves de 30cm de linha, coloque 2 metros (ou algo maior q 1,5m)... tenho por mim que ira dar um resultado diferente... eu sou adepto de qto menos coisas melhor, primeiro pq eh mais barato, segundo pq qto mais coisas coloca mais pontos de falha adciona e por fim pq nao tenho saco memso pra ficar la colocando 15 tipos de penduricalhos.... de um lado arrisca a isca e o peixe, de outro da mais sensibilidade e emocao...
  14. eu nao faço ideia... mas eu so consigo ficar olhando pro erro basico na grafia dos splits : FIHSING.. pqp o fdp do china nem pra olhar o que ta copiando..
×
×
  • Criar Novo...