Ir para conteúdo

Cristiano Rochinha

Membro
  • Total de itens

    1.432
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    39

Cristiano Rochinha venceu a última vez em Julho 1

Cristiano Rochinha had the most liked content!

6 Seguidores

Sobre Cristiano Rochinha

  • Rank
    Colaborador
  • Data de Nascimento 10-03-1987

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    CRISTIANO APARECIDO ROCHA

Informações de Perfil

  • Localização
    Atibaia - SP
  • Interesse
    INTERAGIR COM PESCADORES ESPORTIVOS PARA CONSOLIDAR NOVOS AMIGOS.

Últimos Visitantes

3.964 visualizações
  1. Arcer,da uma olhada no arquivo anexo...Lá explica que a modalidade pesque e solte é permitida.
  2. Sim Arcer....Vários fatores acabaram com os peixes em SP...Barragens e pesca predatória.Mas veja você. No rio Grande por exemplo,a pouco mais de 15 anos pegávamos muito peixe de corredeira,principalmente dourado...As barragens não acabaram por completo com eles,pois em alguns trechos do rio existem vários afluentes (PARDO,TURVO etc) onde os dourados subiam e se reproduziam normalmente,ou seja,comprovado que as barragens não eliminaram as espécies nativas por completo...Agora nesses 15 anos eu presenciei o extermínio dessa espécie pela pesca predatória,inclusive realizada também por amadores como nós e não só profissionais.Se houvesse existido alguma lei na época que proibisse o abate dessas espécies,o cenário hoje seria outro...Agora,somente depois do meu comentário fui ler o PL anexo e pude ver que não é proibição total,e sim como eu mesmo disse que gostaria que fosse,alguns peixes ainda podem ser consumidos no local,com cotas de tamanho e quantidade...Isso eu acho correto.
  3. Posso até ser achincalhado aqui,mas vou dar minha opinião: SOU CONTRA! COTA 0 pra mim tinha que ser com todas as espécies nativas nobres (dourado,pintado,jaú,piapara entre outras),mas para as espécies exóticas,mais especificamente o tucunaré,defendo que tínhamos que ter cota e tamanho mínimo e máximo...TUDO BEM QUE O TUCUNARÉ É O PEIXE QUE MAIS MOVIMENTA O TURISMO DE PESCA EM SP,mas isso acontece unicamente porque acabaram-se as outras espécies...No nosso estado todos os rios tinham muito dourado...Acham que se ainda existissem esses dourados,o tucunaré seria o peixe mais procurado???Temos aqui excelentes rios que se preservados,teriam todas essas espécies nativas em abundância...Se tivessemos cota 0 pra essas espécies nativas,aí sim poderíamos mesclar o turismo de pesca,dando ao turista a opção de pescar em regime de COTA 0 as espécies nativas nobres e uma determinada cota para o tucunaré...Se de fato proibir o tucunaré, o que resta pra comer na beira do rio???Piranha e pitú...Pois é só o que ta tendo.... Mas enfim,além de tudo isso ainda tenho a certeza que é só mais uma lei que não vai funcionar aqui,tanto por falta de fiscalização como por falta de vergonha na cara dos pescadores mesmo.
  4. Alicate de corte tem que ser de marcas antigas mesmo,dessas consagradas como Wonder ou Belzer...Esses de marcas de pesca são bem inferiores.
  5. É isso aí....Nossos rios do interior paulista e mineiro ainda são nossas salvações pra matar a vontade de dar uma pescada...Pode até não ter muito peixe,mas nos trazem paz e tranquilidade,e o melhor de tudo é ainda poder curtir isso tudo junto a família! Parabéns!
  6. É isso mesmo Fernando,esse ano as piranhas bateram recorde....Tinha demais mesmo rsrs.... Mas realmente é um lugar que sempre vale muito a pena...Rio lindo e cheio de vida...Ah,e pro ano que vem,se possível vá pra região do rio Cristalino...É muito top!!! Abraços!
  7. Realmente a pescaria dos sonhos de muita gente! Parabéns tanto pela linda pescaria como pelo excelente relato!
  8. Sem falar que nas poitadas erradas que damos as vezes as piranhas já comem quase todas as iscas kkkkk...
  9. @Bruno Rodrigo Nogueira e @Gabriel Bragatto,realmente..Tá osso.... Sinceramente nunca tive muita vontade de pescar na região em barco-hotel devido o alto custo e amolações que uma pescaria por lá pode dar (repiquete com falta de peixes,taxas ambientais,transfers caros e complicados,proibição de rios,reservas indígenas etc)mas sempre tive um sonho de fazer uma pescaria acampado na Amazônia,e aí sim acho que Barcelos seria um lugar interessante pra isso,pois por lá tem pessoas que trabalham com esse esquema de acampamento e ao que tudo indica,são de confiança....Estou pesquisando isso pra fevereiro de 2023,num esquema de 4 dias de pesca e indo de Manaus a Barcelos de barco Recreio....Isso barateia muito o custo da viagem,sai menos da metade do que ir num tradicional barco hotel.Lógico,sem luxo,sem conforto e bem mais cansativo,esquema pra aventureiro mesmo,mas como tenho essa vontade de fazer,pretendo encarar,os problemas que encontrei foram como já dito por vocês,a passagem aérea de SP a Manaus e ninguém do meu grupo encara uma dessas,o que respeito,pois são na maioria pessoas aposentadas e já com uma certa idade...Passagem até achei por cerca de 1400 ida e volta ,porém nuns voos malucos,com escalas e conexões e saindo de Guarulhos e voltando por Congonhas.Mas isso acho que até da pra administrar...Aí a falta de parceiro,se tiver algum doido aqui que nem eu,eu topo.....
  10. Quito,a questão acho que é: Alguém ainda tem dinheiro pra pescar em Barcelos?
  11. É isso aí...Precisando de alguma dica só chamar.Abracos!
  12. Pois é, a anos tento explicar isso pro povo da região, mas não adianta, nunca vão entender...A nós resta aproveitar o que a Natureza ainda teimosamente nos oferece.
  13. Pessoal,passando só pra fazer um mini-relato de 2 pescarias nos últimos meses no meu quintal de casa,o rio Grande,na cidade de Colombia-SP. Mini relato esse só pra dar uma movimentada no fórum mesmo,já que os relatos de pesca estão escassos e quando se fala em pescarias no estado de SP então,cada vez mais raros mesmo.Bons tempos quando tínhamos uma galera compartilhando essas aventuras caipiras pelo interior do nosso estado. Bom,vamos lá: Primeiro dia de pesca foi em fevereiro desse ano,apenas eu,meu amigo Marcelo e o piloteiro Louzamar. Fomos até a parte de cima da barragem de Porto Colombia,no Clube Náutico de Planura.Lá na represa,as únicas espécies pescadas amadoramente são os tucunarés (azuis e amarelos) e as corvinas. Peixes manhosos,então insistimos nas iscas de meia água e fundo,deixando de lado as de superfície. E o primeiro peixe a aparecer foi uma surpresa: uma tilápia num plug de meia água... Durante o dia pegamos apenas mais alguns poucos tricks que nem fotografamos,mas conseguimos embarcar 3 peixes melhores,1 azul e 2 amarelões bravos... Após esse dia de pesca não retornei mais ao Náutico,mas fiquei sabendo que muitos tucunas e de bom tamanho foram pegos por lá nos meses de abril e maio. Então,uns dias atrás,no mês de maio,meu cunhado Marlon me disse que havia achado uns corvinões pra baixo da ponte,no ponto conhecido como BÓIA, e me chamou pra darmos uma conferida. Saímos só na parte da tarde,por volta das 14h,já que o ponto de pesca é quase de frente a cidade. Como sempre,esse ponto é bem concorrido,e temos que ficar "picando poita" até acharmos o ponto certo onde as corvinas estão comendo.E depois de umas 284 poitadas rs,já no finzinho da tarde,achamos elas...Mas como não havíamos levado lanternas,resolvemos vir embora e não arriscarmos ficarmos de noite no rio...Conseguimos embarcar 3 corvinas de ótimo tamanho,uma delas de 4kg e um pintadinho....As corvinas dessa vez foram pro assado!!! E assim concluímos mais um dia no meu querido rio Grande! Pescadores de piapara! O por do Sol visto de cima da ponte do rio Grande nesse região é tão bonito que até uma pombinha veio apreciar. É isso aí galera,agora é esperar o frio dar uma diminuída pra voltarmos a dar uns arremessos por lá... Abraços a todos!
×
×
  • Criar Novo...