Ir para conteúdo

Cristiano Rochinha

Membro
  • Total de itens

    1.313
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    32

6 Seguidores

Sobre Cristiano Rochinha

  • Rank
    Super Pescador
  • Data de Nascimento 10-03-1987

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    CRISTIANO APARECIDO ROCHA

Informações de Perfil

  • Localização
    Atibaia - SP
  • Interesse
    INTERAGIR COM PESCADORES ESPORTIVOS PARA CONSOLIDAR NOVOS AMIGOS.

Últimos Visitantes

3.249 visualizações
  1. Falou em lugar que tem pauleira ou pedra,eu sempre acho 10 a 12lb pouco...Pra mim 14lb é o ideal.
  2. Em Nazaré Paulista também está em vias de fato pra se aprovar COTA 0 do tucunaré amarelo.
  3. Belo texto Kid...A evolução sempre traz benefício,mas com eles,consequências também,que no meu entender,as vezes são ruins também....Eu por exemplo estou voltando a era das "pescarias de acampamento"...Minhas 2 últimas pescarias foram no velho estilo "raiz"e pretendo fazer outras assim,já que pagar entre outras coisas,diárias de pousada,pelo menos pra mim,está cada vez mais insustentável.... Grande abraço!
  4. Victor,só por curiosidade...Você já achou algum lugar que venda açus??
  5. Obrigado Mauricio! É, a cachorra larga é um peixe extremamente esportivo. Grande abraço!
  6. João sempre fazendo boas pescarias em Epitácio... Valeu por compartilhar mais essa!!
  7. Caramba,será que estou vendo um "rosto" na garganta do tucuna ou estou ficando loko mesmo kkkk???!!!!
  8. Parabéns a equipe pelo espírito aventureiro...O esforço teve sua recompensa.
  9. Fala galera,tudo bem?! Quero deixar um breve relato aqui das 2 primeiras pescarias de 2021...Mesmo em tempos difíceis,não podemos desanimar nunca e continuar fazendo o que mais gostamos. Vamos lá....Como todos os anos faço,passo a passagem de ano em Colombia,interior de SP,as margens do rio Grande. Esse ano ,mais uma vez fomos atrás dos tucunas acima da barragem de Porto Colombia.....Peixes um pouco manhosos,mas com insistência sempre sai alguns...Normalmente em janeiro sempre acertamos algum bocudão...Dessa vez nenhum grande deu as caras,porém conseguimos alguns num tamanho já considerado bom pra região....A maioria fisgada em plugs de meia água. Como sou um grande apreciador da beleza dessa represa,resolvi voltar no dia seguinte somente pra passar um dia com a família...Não tem dinheiro no mundo que possa pagar a felicidade de estar com quem amamos nesses lugares. E encontrei o que para mim seria maior mansão que um homem pode comprar..Ainda mais num momento desses... Pra finalizar,no dia seguinte fomos pescar abaixo da ponte que divide os estados de de SP e MG.....Conseguimos algumas corvinas usando lambari de isca....Dessas,eu sempre seleciono algumas pra fazer um belo frito... É isso aí....E no final do mês de fevereiro,a convite de amigos,fui conhecer um trecho do rio Teles Pires recém represado pela barragem de Colider,e também o trecho de água corrente que fica entre as barragens de Sinop e Colíder,no Mato Grosso. Fui sozinho de avião até Sinop,e de lá me dirigi pra um hotel a beira da rodovia BR 163,já próximo do município de Itauba e perto das margens do Teles Pires. O legal desse local é que você pode tanto pescar abaixo da usina de Sinop,num trecho de água corrente,como acima da usina de Colíder,já no trecho represado. Nesse primeiro dia,como os amigos não puderam ir pescar,acabei indo sozinho com o guia Gustavo Wolf....Um cara extremamente profissional e grande guia de pesca da região.Resolvemos ir à àrea represada,no local que eles chamam de ALAGADO (antigas pastagens e algumas áreas de mata que foram inundadas devido a construção da barragem). O peixe alvo foi o tucunaré,pois um dia antes alguns amigos já haviam pescado com o Gustavo,e o resultado foi de 56 peixes embarcados e soltos,com direito a 60up,o que me deixou bastante animado. E com um guia experiente e o peixe ativo em boa parte do dia ,o resultado não podia ser diferente...Contabilizamos 66 peixes (10 a mais que do dia anterior)fisgados e soltos....Não matamos nenhum nem mesmo pra comer na beira do lago...Não conseguimos nenhum 60up,mas tivemos muita ação na superfície com direito a lindas explosões e ataques,além de termos feito em pelo menos 2 ou 3 ocasiões, o QUATRUPLÊ....4 varas no barco,4 peixes fisgados e embarcados...Pra mim uma pescaria excepcional.... Alguns peixes.... Guia Gustavo Os peixes se mantiveram bem ativos durante a maior parte do dia,somente ficando mais manhosos entre as 11h e 12:30,que foi a hora que tivemos que insistir mais na meia água.... Essa represa de Colíder é bem nova,por isso ainda não tem todo o seu potencial de pesca esportiva conhecido em boa parte do país,mas com certeza ainda se tornará uma das "MECAS" da pesca esportiva ao tucunaré. Algumas estruturas formadas com a inundação da represa: E no final do dia,sempre mais um belo espetáculo... No dia seguinte,voltei pra mesma região,porém dessa vez fui pescar com meu amigo Junior e fomos no trecho onde a água ainda corre,subindo o rio sentido a usina de Sinop. Nesse local,passamos o dia num flutuante de um conhecido,onde com ceva de soja fizemos uma boa pescaria de piaus,que usamos pra pescar as grandes cachorras que ficam rondando por ali.... De cima do flutuante mesmo,era jogar o piau iscando num anzol 10 ou 11/0,que as branquelonas já grudavam.Por vezes,até brincavamos de contar até 5,que era fatal...Porém,devido a boca óssea e grande quantidade de dentes,era difícil acertar a fisgada e muitas escapam.. O flutuante das cachorras rsrs.... E as grandes vampiras do Teles Pires... Atrás do flutuante há um alagado onde a água corre bem menos...Vez por outra escutávamos algum tucuna batendo lá dentro,até que um amigo depois de insistir bastante acabou acertando um deles de cima do flutuante...Um belo peixe de 58cm... No final da tarde saímos com o barco pelo alagado atrás do flutuante dar uns pinchos....E até o por do Sol ainda conseguimos 6 tucunas,entre eles um lindo peixe de 57cm e um bocudo que atacou a hélice do parceiro abrindo a argola da garateia traseira,nos deixando com aquele ar de frustração por mais uma vez ter perdido o maior do dia.... Detalhe pra isca surrada....Dr Spook Jr,da KV....Minha isca de superfície preferida...Da pra notar pelo estado da isca a quanto tempo já venho usando ela kkkk Terceiro e último dia,fui com meu outro amigo Carlos,conhecer mais um ponto da represa ,esse bem próximo a barragem de Colíder...Nesse local,alguns amigos estão construindo uma pousada,que futuramente com certeza será um badalado pesqueiro esportivo de tucunas... Nessa região,as características do local parecem mudar um pouco...As margens da represa há pequenas serras,e os paliteiros formados por ali são ainda maiores..... Um lugar muito pouco frequentado,de acesso ainda bem complicado....Passamos um dia e meio acampados lá e não vimos presença alguma de humanos que não fossem o pessoal que está trabalhando na obra da pousada. Nesse dia os peixes se mostraram um pouco mais manhosos....Por longos períodos do dia,eles pararam de atacar na superfície a só pegaram na meia água / profundidade....Em um dos pontos,onde achamos um pequeno cardume,fomos atrapalhados por um morador local rs... Mas no período da tarde,deram uma rápida alvoroçada ,onde mais uma vez conseguimos alguns belos exemplares de 55 a 58cm.....E mesmo num dia considerado "difícil" pelos conhecedores da região,ainda capturamos cerca de 40 peixes....Desses,matamos 2 pro almoço no acampamento. Peixe assado na vala kkkkk..... E comido no tampão da carroceria da caminhonete rsrsrs.... Uma semana antes de nossa ida até esse local,o pessoal que está construindo a pousada havia iniciado um aterro na margem da represa,pra jogar cascalho e já dar condições de termos uma rampa improvisada pra descer barcos...Porém,nessa mesma semana choveu sem parar,e não conseguiram cascalhar...Resultado,tivemos que enfrentar um atoleiro de cerca de 50m,arrastando barco,motor,bateria e tralhas,atolando até o joelho kkkkkk....Dormir sem banho foi necessário,tudo isso por amor á pescaria rsrs...... E assim foram as 2 primeiras pescarias do ano....Espero de coração que as coisas melhorem daqui pra frente pra podermos voltar a normalidade e praticarmos nosso hobby preferido sem maiores preocupações.... Aproveito,deixo aqui o contato do Gustavo Wolf e caso alguém queira mais dicas de pesca nessa região,esterei a disposição. Gustavo - 066-99643-8037 Grande abraço a todos!
  10. Magrão,minha opinião é que voltou a valer a pena sim...Essa época que você foi realmente era uma matança geral...Com as novas leis,isso melhorou bastante.Ainda existem algumas operações de pesca que parecem fazer questão do turista levar sua cota,que é de 1+1,e isso ainda acaba fazendo com que vez por outra nos deparamos com grandes pintados ou jaús mortos,mas esses são minoria.As empresas mais idoneas da região,como a própria Raquel ou Joice Tur,tem incentivado bastante a cota 0 em seus grupos...E com a diminuição da matança,a quantidade de peixes vem aumentando aos poucos...Principalmente dourado,hoje já se pega muitos deles por lá e em bons tamanhos....O que falta na minha opinião é agora aprenderem a preservar também o tucunaré.Por ser exótico lá,ainda não existe lei de proteção pra ele.
  11. Eu já sou da opinião,que se for corredeira forte,nem se deve arriscar passar,ou se passar,somente com um guia local muito experiente...Sai bem mais barato pagar a diária de um guia do que se arriscar a perder motor e outros equipamentos,ou pior,perder a própria vida ou a de um parceiro.
  12. Muito bom saber que esses trechos entre usinas no Teles Pires ainda rende boas pescarias. Parabéns a equipe!
  13. Agora sim Murilo,muito top...Ano passado não fui por causa da pandemia,mas esse ano se Deus quiser em junho estaremos por lá. Abraço!
×
×
  • Criar Novo...