Ir para conteúdo

Cristiano Rochinha

Membro
  • Total de itens

    1.331
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    33

Histórico de Reputação

  1. Upvote
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Guto Pinto em REPIQUETE NO ARAGUAIA!!!PODE ISSO ARNALDO???   
    Galera,blz com vocês???!!!
     
    Devido a pandemia,ano passado tivemos que cancelar nossa tradicional pescaria nos rios Araguaia e Cristalino,e remarcamos pra esse ano.Como todos nós temos acompanhado,a situação  do ano passado pra cá em nada melhorou,então até cerca de 15 dias antes de nossa partida,ainda estávamos em dúvida se iríamos ou não.
    Bom,situação definida,nosso grupo que era de 10 pessoas baixou para 8,e resolvemos encarar....O que não esperávamos é que iríamos pegar uma "enchente fora de época" que nem mesmo os ribeirinhos com mais de 30 anos de Araguaia tinham visto....Pois é,acreditem se quiserem,mas fortes chuvas na cabeceira do Araguaia elevaram o nível do rio em cerca de 2m entre as regiões de Barra do Garças e Aruanã.....Aí ficamos naquela situação né: uma viagem cancelada no ano anterior que quase volta a ser cancelada novamente devido a pandemia,e quando finalmente batemos o martelo em ir,vem uma enchente que nunca ninguém viu nessa época bem na nossa semana de pesca ....É pra rachar o c.....do urubu mesmo 
    Bom,problemas a parte,eu particularmente parti pra viagem sem maiores preocupações com a enchente,já que isso é fenômeno natural,e com a Mãe Natureza não se marca compromissos...Embora um ou outro amigo se preocupou ,todos os outros foram focados em apenas uma coisa: FUGIR DA LOUCURA QUE ESTAMOS VIVENDO....
    E lá fomos nós....
     
    E na verdade,não teria muito como dar errado,afinal a pousada escolhida foi mais uma vez a excelente pousada Cristal,local onde já nos sentimos em casa pelo ótimo atendimento e estruturas,além de que,estar no Araguaia pra mim já é algo impagável....Ohhhhh rio que sou apaixonado!!!
     
    Bom,como todos os anos fazemos,fizemos uma pernoite em Luiz Alves antes de ir pra pousada Cristal.Lá,já começamos a sentir o clima do Araguaia,sentir a alegria que é aquele lugar,e esse ano,pudemos ver como estava a condição do rio devido a cheia....
    Em Luiz Alves a água subiu cerca de 1m,já que a enchente que foi bem acima foi perdendo forças pelo caminho...Na região do Cristalino,onde fomos pescar,subiu menos ainda,mas a água deu uma boa turvada e uma leve represada no rio Cristalino...Isso atrapalhou um pouco a pesca dos tucunas e peixes de cardumes no Araguaia,como apapás e cacharas...Esses não apareceram em lugar nenhum,diferente de anos normais onde nessa época é normal encontrar boa quantidade desses peixes,principalmente muitas apapás caçando...
     
     
    Nível e cor da água em Luiz Alves....Mais cheio e bem mais turvo do que o normal pra essa época

     
    Mas ao chegar no Fio Velasco já pudemos constatar que se alguém ia se lascar naquela semana de pescaria,esse alguém não seria só nós kkkkkkkk.....
    Estacionamento das pousadas cheio....

     
    Primeiro dia na pousada Cristal não pescamos,apenas demos aquela ajeitada nas tralhas e tomamos aquela breja gelada as margens do rio....Ohhh coisa boa!!!!!
     
    Na primeira manhã de pesca,todos optaram em ir atrás dos tucunas nos lagos do Cristalino...Lugar que só pela beleza já vale a viagem.
    Pois bem,como o rio Cristalino havia dado uma leve represada devido a enchente no Araguaia,a pescaria de tucunas esse ano foi um pouco mais fraca em ações relacionado a anos anteriores,mas mesmo assim alguns bons azuis apareceram na meia água....Poucas ações na superfície....
    2 barcos de nossa equipe foram a um lago mais isolado,com uns 500m de caminhada pela mata,e lá sim acertaram excelente pescaria,com cerca de 50 peixes embarcados por barco em uma manhã de pesca.

     
    As esportivas aruanãs também apareceram pra dar seu show....

     
    E teve até linguado na isca de superfície kkkkkkk.....

     
    A pescaria no rio Araguaia como eu disse anteriormente não apresentou muita variedade de espécies dessa vez devida a condição da água....Mas Araguaia nunca decepciona...
    Entre os pequenos pudemos nos divertir com palmitos,jurupensens e cachorras...E na pesca pesada,as coloridas pirararas sempre nos proporcionam grandes brigas....
    Dedicamos algumas horas a pesca de piraíba,porém sem sucesso...É um peixe que requer dedicação em tempo quase integral a ele,e como nosso objetivo era termos mais fisgadas pra nos divertirmos,não insistimos tanto....Fica pra próxima...
     

     
    E por fim,aquela boa resenha de pescador,sempre regada a uma boa cerveja gelada,muitas histórias de pescador e muita alegria....Ohhhh coisa boa!!!!

     
    E o mais importante na minha opinião: As paisagens que nos fazem esquecer momentaneamente de qualquer problema!!!!

     
    É isso aí galera...Agradeço a Deus por me permitir mais uma vez estar nesse paraíso....Obrigado a todos os amigos do grupo que me acompanharam,e com certeza,ano que vem tem mais...
     
    Abraços a todos!!
     
    Pousada Cristal
    062-96324678
     
     
     
     
     
     
  2. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a LucasPelicano em REPIQUETE NO ARAGUAIA!!!PODE ISSO ARNALDO???   
    Top demais. 
  3. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Marcelo Terra em REPIQUETE NO ARAGUAIA!!!PODE ISSO ARNALDO???   
    Que bom não terem desistido  pra fujir dessa "loucura" mesmo que os peixes não aparecessem já estaria valendo... 
     
    Parabéns Cristiano e aos amigos 
     

  4. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Vagner em REPIQUETE NO ARAGUAIA!!!PODE ISSO ARNALDO???   
    parabens
  5. Upvote
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Christian Eduardo em Qual o "point" da pesca no Brasil? (qual rio, estado ou bacia hidrográfica)   
    Norte do Mato Grosso....Todas as espécies e modalidades por perto.
  6. Thanks
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Vagner em Tucunaré/pacu Corumba Ms Rancho pescador Paraguai Mirim   
    Top demais..Parabéns ao trio!
     
  7. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Vagner em Tucunaré/pacu Corumba Ms Rancho pescador Paraguai Mirim   
    Pescaria Realiza por Ze Augusto ( Meu Pai) Vagner e Rafael ( meu filho)
    Pessoal estivemos pescando no rio Paraguai mirim na operação Rancho pescador  Paraguai Mirim, muito Tucunare na linha e Pacu na Batida, Primeira pescaria do meu Filho no pantanal, foram 3 dias de pesca neste mês de abril, foram pegos mais de 15 tucunares acima de 50 cm, o maior foi de 57,5 , lugar muito piscoso
    Comida boa e bom guia, local preservado e adepto ao pesque solte
    Para Maiores informações Contato da pousada Juliano 67 99620-6606
























    WhatsApp_Video_2021-04-19_at_12_49_02.mp4 WhatsApp_Video_2021-04-20_at_18_37_48.mp4 WhatsApp_Video_2021-04-20_at_18_47_56.mp4 WhatsApp_Video_2021-04-20_at_18_47_561.mp4 WhatsApp_Video_2021-04-20_at_18_47_5611.mp4 WhatsApp_Video_2021-04-20_at_18_47.581111.mp4 WhatsApp_Video_2021-04-22_at_08_58_03.mp4
  8. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Marcelo Terra em MAIS UMA PESCARIA BOA   
    Já tem um bom tempo que não posto uns vídeos de nossas pescarias... não sobra tempo para editar e blablabla então resolvi postar na integra 
     
     
     
     
     

     
    Coloquei uma fotinho pq a gota de água ferrou a filmagem... kkkkk
     

    SUNP0001 (online-video-cutter.com).mp4  
    Abraço galera 
  9. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Armando Ito em Alma ou espinha da vara   
    Como achar a espinha de uma vara de pesca.
      Certa vez observei em uma pescaria de praia com fortes correntes laterais, que uma vara de carbono da marca X apoiada verticalmente na espera constituída de um tubo cilíndrico, insistia em virar para o lado, deixando os passadores e o molinete conseqüentemente virados também.
    Esta vara submetida à tensão se curvava e rolava sobre seu eixo para o lado direto num angulo aproximado de 60° em relação à linha da água.
    Era uma situação no mínimo incomoda, pois outra vara de carbono da marca Y usada nas mesmas condições ficava estável, ao se curvar para a frente. Não girava sobre seu eixo, mantendo os passadores e molinete alinhados e apontando para a frente. 
    Percebi que a vara X sempre que se curvava respondendo a um esforço, tinha uma tendência natural à torção. Evidentemente a torção deveria estar ocorrendo não só quando se curvava para a frente, mas também quando se curvava para trás, durante o arremesso.
    Um determinado dia em uma pescaria pesada, usando a mesma vara X mas desta vez com carretilha, tive oportunidade de lutar com um peixe de respeito e pude sentir o desconforto de se usar uma vara com tendência à torção. A cada puxada violenta o terceiro estágio se torcia e sentia o blank como querendo girar na minha mão. Essa vara por ser muito forte tem resistido às torções, mas sei que está ocorrendo uma fadiga no material que logo cobrará seu preço..... 
    Tenho como outro exemplo, uma vara de carbono mais fraca, leve e flexível da marca Z que apresentava um grave problema de torção, mas continuei a usá-la por um bom tempo aceitando-a como foi concebida..... 
    Ela acabou se quebrando num arremesso mais forçado mas dentro do seu casting médio.
    A quebra ocorreu logo após o encaixe do terceiro estágio (haste mais fina de uma vara de três partes).
    Depois de analisar a situação, conclui que a vara se quebrou devido a fadiga causada pela torção. Micro rachaduras começam a ocorrer na resina epóxi que cimenta as fibras de carbono, com o tempo elas se propagam enfraquecendo a região afetada.

    Estou longe de querer escrever um tratado sobre quebra de varas, mesmo porque é um assunto complexo. Cada vara tem seu histórico e pequenos acidentes sofridos pela vara no dia a dia, podem uma vez somados favorecer a quebra "inexplicável" da vara em um arremesso leve.
    Meu objetivo ao escrever este tópico, é tão somente mostrar porque algumas varas tubulares torcem e quais as consequências. Estamos nos referindo exclusivamente às varas concebidas pelo processo de enrolamento da manta de carbono pré cortada e impregnada com resina em um mandril metálico no tamanho e formato final de cada parte ou estágio da vara.
    Se a vara X de marca Y apresenta torções, não significa na prática que todas as varas X, desta marca estão com o problema. Mas o controle de qualidade das varas feitas em série, aos montões, podem eventualmente estar negligenciando a questão da chamada espinha da vara e sua relação com o posicionamento dos passadores e por conseguinte do próprio reel seat.

    ESPINHA DA VARA

    Toda vara fabricada pelo processo de enrolamento da manta impregnada com resina em um mandril metálico terá um lado mais grosso e portanto mais duro, conseqüência da inevitável sobreposição da camada de manta no final do enrolamento. Este lado é conhecido como espinha da vara.
    No entanto, nem sempre a espinha tem uma dimensão uniformemente distribuída ao longo do comprimento de cada segmento da vara. Dependendo do corte da manta, a sobreposição poderá ser maior ou menor em certas partes da vara.

    Acumulo de resina durante o processo, escorrimento interno, etc ... em menor grau podem influenciar na dureza localizada da vara, portanto para se fabricar uma vara equilibrada, o ideal seria falarmos de ESPINHA EFETIVA, que seria a média de todas as forças que estão contribuindo para que um lado da vara fique mais duro.
    A espinha efetiva pode ser encontrada através de vários métodos.
    Podemos usar equipamentos chamados de SPINE FINDERS, que são usados inclusive nas montagens de tacos de carbono para golf.
    Nos spine finders de tubo, basta colocar a parte mais grossa da haste dentro do tubo e aplicar uma carga forçando a ponteira para baixo, simulando uma puxada. A espinha da vara automaticamente pulará para cima, fazendo a haste girar no sentido inverso à carga aplicada.

    Podemos usar um método mais simples e igualmente eficaz para se achar a espinha efetiva da vara, baseado na rolagem da haste sobre uma superfície lisa. 
    Em varas de Surf Casting, este método é aplicável para se determinar a espinha principalmente do terceiro estágio da vara ( tubular mais fino e flexível ) e eventualmente do segundo estágio, desde que o tubular da mesma tenha suficiente flexibilidade. Em hastes muito rígidas, a coisa se complica ..... 
    Os equipamentos chamados de Spine Finders podem ajudar nesta tarefa. 
    O vídeo abaixo mostra um Spine Finder em ação e embora se refira à espinha da haste de carbono de tacos de golfe, por analogia pode ser aplicado perfeitamente aos blanks das varas tubulares de pesca, que também são construídas com mantas de carbono e resina moldadas em mandril. 
       


    Para se evitar que a vara torça quando submetida à uma força, recomendamos que os passadores sejam alinhados tendo por base as explicações abaixo.









    Nos molinetes, os passadores são instalados no lado inverso da espinha e nas carretilhas os passadores são instalados sobre a espinha.
    Na prática, respeitadas estas configurações, os arremessos e recolhimentos com molinetes e carretilhas acabam usando sempre o lado certo da vara. Em outras palavras carretilhas e molinetes usariam o lado mais duro da vara para o arremesso e o lado mais flexível para o recolhimento e luta com o peixe.
    Existem algumas montagens especiais, na qual os passadores são instalados com um determinado ângulo em relação ao eixo da espinha da vara. Algumas teorias afirmam que este procedimento favorece certos tipos específicos de arremesso ..... eu não gostaria de entrar no mérito da questão, mesmo porque não tenho conhecimento para tanto! 
    Prefiro ficar dentro do contexto apresentado.

    Equilíbrio e balanceamento de uma vara de alto desempenho.

    Uma vara bem equilibrada e balanceada, não torce e portanto não bamboleia no estágio final do arremesso. Depois do disparo, quando a vara já liberou a energia acumulada, ela deve voltar à sua posição de descanso horizontal após um ligeiro trabalho para cima e para baixo dentro do eixo 0 - 180°.
    Quanto mais rápida for a vara, mais rápido será o retorno à posição original.
    Quanto mais lenta a ação da vara, mais fácil será a observação do comportamento desequilibrado da vara cuja espinha não tenha sido considerada na montagem.
    Abaixo procuramos demonstrar isso através do diagrama:



    Uma vara com o movimento de bamboleio, conforme explicado e mostrado na foto superior tem grandes chances de causar um enrosco na linha do arranque com a ponteira e com os passadores perto da ponteira.
    O resultado pode ser a ruptura da haste. Com arranques de multifilamento, não são raros os casos da haste ser decepada. 



    Os tacos de golfe, são feitos de carbono e muita atenção tem sido dada ao equilíbrio.
    Os torneios de golfe são milionários e portanto muita tecnologia tem sido aplicada na construção das hastes. Se fala e se estuda o assunto da espinha de maneira séria.
    Gostaria de mostrar alguns vídeos que tratam do assunto do equilíbrio, mostrando a movimentação das hastes de carbono dos tacos de golfe em várias situações.
    Os conceitos destes vídeos podem e devem ser aplicados às varas de pesca.
           
     
     
    * retirado do blog:  Conversa de pesca
  10. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Rafael Takahiro em TOCANTINS 2020 - Lago do Peixe e Rio Tocantins - A 1 vez de um iniciante nos rios e lagos!   
    Turma, boa noite!
    Espero que estejam todos se cuidam, da saúde física e mental nessa pandemia. Não está fácil pra ninguém, sorte de quem tem um hobby como esse e pode se apegar a expectativa de futuras pescarias ou tem boas lembranças de uma pescaria passada, como essa que vou relatar!
     
    Ano passado não foi fácil, pra quem trabalha com eventos como eu.

    Em 4 amigos, sendo que um nunca havia arremessado uma carretilha, partimos pra Tocantins, Pousada Rancho do Kojak, com a promessa de uma grande experiência.
    Como tbm me considero iniciante, pesco em rios há menos de 6 anos, sempre tento levar amigos que não pescam em minhas aventuras, acredito que a pescaria pode transformar realidades, descansar a cabeça e proporcionar experiências inesquecíveis.
     
    Combinamos de pescar 5 dias, sendo 2-3 dias no lago do Peixe-Angical e 2-3 dias no rio Tocantins, sendo minha segunda vez nessa pescaria viciante que é das Cachorras na superfície.
     
    Ano retrasado pesquei 1 dia e meio no rio e como só tinha levado equipamento leve (14lbs), sofri demais nas Cachorras e Bicudas, não consegui embarcar quase nenhuma, na vdd só uma, dessa vez levei varas de 17 e 20 lbs também.
     
    A expectativa da turma era grande, iam Cocão e Akira, já pela 2 ou 3 vez no Kojak comigo e o Raffa Igor, que pescaria pela primeira vez em rios e lago, e a primeira vez com carretilha. Por ser mais próximo do Igor, fui a dupla dele nos 5 dias!
     

     
    1º dia -  já fomos pro rio, que estava seco. As notícias no lago também não eram muito boas, muito seco e peixe manhoso, mas quanto mais difícil, mais legal, né?
     
    Meu amigo logo no começo, já pega o jeito da carretilha, como não tem vícios, muito fácil aprendizado! Ele opta pela hélice e meia água enquanto bato as popper e sticks/zara.
    Logo no primeiro ponto, nos primeiros arremessos, já estoura na corredeira uma bela cachorra larga! No Popper da Yara e garatéias reforçadas! Briga boa, olho pro céu e agradeço a Deus e a família por estar ali. Só eles mesmo!
     

     
    Poucas ações, e bate peixe que acaba não entrando ou ficando na garatéia, normal pra cachorras e bicudas.
     
     
    Num ponto de bicudas, estoura uma enorme na Hélice dele, que trava, fica sem ação, não enrolava, nem mexia na vara, parecia o piripaque do Chaves, o peixe salta, vem na direcção do barco e escapa......aaaaaaaaaaaaaah, o primeiro susto dele.....hahaha, muito bom e as pernas tremiam. Estava picado pelo bichinho da superfície. Da artificial. Do rio. Da viagem pra pesca (Até então ele só pescava em pesqueiro).
     
    Mudamos de ponto e meu amigo de isca, como era primeira vez com artificiais, esse primeiro dia, fiz questão dele experimentar todo tipo de isca, ´ra não se acomodar na meia água, afinal, eu queria ele experimentando a explosão de superfície. Ele batendo uma zara da Heddon que ele comprou no escambo sem conhecer, estoura uma caranha que bate duas vezes, toma linha, abre a garatéia e escapa.....hahaha, o menino estava doido! E eu doido tentando entender uma caranha numa zara! 
     
    Eu insistindo num remanso atrás de uma pedra e um baita estouro no popper, briga limpa, força, mas não era Cachorra, nem bicuda, nem apapá, um belo azul, briguento e forte veio pra foto!

     
    Das 10h até umas 15h, as ações foram devagar, almoçamos tranquilos, meus parceiros n tinham conseguido embarcar nada e meu parceiro estava ansioso. Sua hora ia chegar!
     
    Fim do dia já, braços cansados de bater hélice, mais recolhia que trabalhava....rsrs, e estoura uma bicuda enorme! Dessa vez ele firma, briga, vamos descendo a corredeira, adrenalina a mil!!! Abre freio, fecha, segura, dá ponta de vara, levanta, troca de lugar, vai pro fundo do barco e finalmente, ela cansa e vem pra foto! Olha o tamanho da Bicuda! Imaginem a força desse bicho no meio da corredeira. Fiquei muito feliz com isso! E reparem na marca de ataque de peixe no dorso dela, pqp, imagina!
     

     
    Dia 2 - Lago do Peixe
     
    No segundo dia, iríamos pro lago, onde as notícias não estavam boas entre os outros pescadores da pousada. Mas a gente queria mesmo era achar uns cardumes e fazer meu amigo se divertir nos tucunarés! E bóra treinar ele na zara e stick!
     
    Realmente bem poucas ações, muito quente, peixes batiam pra afugentar e difícil definir padrão de alimentação dos azulões.
     
    De manhã só umas 2 ações, Arremesso num raseiro de, no máximo 30cm, e uma estoura na minha bonnie, ele cobre (sim, o bicho até cobrindo já estava com a zara dele) e pega tbm! Dublê!!!!! Não eram grandes, mas a satisfação que tive ao pegar esse dublê com ele é imensurável!!!
     

    Primeiro tucunaré da vida do Raffael!
     
    Bem poucas ações no dia, mas foi bom pq treinamos muito as ações das iscas pra ele ficar acostumado!
     
    Fim do dia, despretenciosamente arremessando pro meio do lago uma pop queen que eu nunca tinha usado, já que mal usava popper (comecei nas cachorras), estoura uma bela azulona!!
     

     
    49cm, mas brigava como um 60tão! rsrsrs, como diz o Beiçola, nosso piloteiro, não importa o tamanho, mas como a gente pegou o peixe!
     
    Dia difícil, mas show de dia!
     
    Dia 3 - Era rio de novo! Estava melhor lá, optamos por ir pro rio e a outra dupla ficou no lago!
     
    Agora sim, devidamente treinado, era dia do Raffa aproveitar melhor a pescada!
     
    Dia beeeem dificil também, insistimos na superfície, tivemos poucas ações, num ponto de Cachorras, consegui o meu trofeú da viagem, num popper antigo da Zagaia, que ganhei!
     

     

     
    83 cm de emoção! Cara, nunca pesquei um açu, mas será que a briga é tão boa quanto de uma cachorra dessa na corredeira?

    Mudamos um pouco pra meia água, o Raffa embarcou uma piranha preta....rsrs, jogou no meio dos rebojos das Cachorras e entrou uma! 
    Como era tudo novo pra ele, nos divertimos!!!
     
    Fim do dia, batendo a tal da famooosa Pop Queen, mais stickando que poppando, estoura um belo peixe na minha linha!
     
    Briga surreal, muita força e velocidade!
     

     

     
    Não medimos a bicuda, pq ela ficou muito estressada e estávamos com medo de perde-la. Solta com sucesso.
    Mais um dia de muito aprendizado!
     
    Tínhamos mais dois dias e eu e o Raffa decidimos fazer mais um dia no rio e um no lago, no último dia.
     
    Dia 3 - Queríamos ir atrás dos lindos e esportivos apapás, também conhecidos como douradas. Não tínhamos visto nenhum cardume nos dias anteriores....mas queria pegar!
     
    Dia bem difícil também, muitos arremessos e poucas ações, e muita escapada também!
     
    Logo cedo, encaixei uma bela cachorra, minha terceira na viagem, média de 1 por dia, fiquei bem satisfeito, pq foi tudo na superfície!
     

     
     

     
    Pensa na briga boa de ter com peixe!!!!
     
    Avistamos alguns cardumes de apapás, mas estavam dificil, no jig tinha bastante ação, mas perdi meu único jig de 15g numa ação na corredeira e ne vi a cara do peixe!
     
    Fomos num ponto diferente, mais profundo, não via pedra, nem ponto de referência nenhum, até brinquei que parecia ponto de corvina....batendo stick e popper pros dois lados do barco, estoura uma apapá gigante na minha Pop Queen!!! Briga demorada, nunca tinha visto desse tamanho, na minha última eram apapás de, no máximo, 50cm.
     

     

     
    As fotos ficaram horríveis, uma pena, mas eu guardo na memória essa briga!
     

     
    72 cm de Apapá!!! Sé looooco!
     
    Fim do dia ainda fomos premiados com outra bitela apapá do meu parceiro, que definitivamente, ficou alucinado!
     

     
    Bitela também de 69cm!
     

     
    Eu peguei mais uma, logo depois da dele, menorzinha, mas saltou demais!!!
    Aaaah, o rio Tocantins, soltamos todos os peixes, espero que vcs sempre preservem esse templo sagrado!
     
    Estávamos mais que satisfeitos com a pescaria no rio! Raffa estava cheio de adrenalina, faltou a cachorra dele, mas não vai faltar oportunidade! Pegou piranha, bicuda, apapá e teve ação até de caranha na superfície!
     
    Dia 5 - Último dia era hora de relaxar no lago do peixe e tentar pegar o maior da viagem, já que não tinha saído nenhum azul maior de 50cm.
     
    De manhã, poucas ações, meu amigo engatou um trick na hélice (ele viciou em pescar de hélice haha).
     

    Trickão abusado!
     
    No almoço, meus amigos relataram que tinham pego um de 60cm e perdido mais dois ou três do mesmo porte, sendo que um levou jig e outro Bonnie limão dos parceiros....tristeza e felicidade juntos!
     
    Piloteiros ganhariam uma caixinha a mais pelo maior azulão, então meu piloteiro Sorriso (Kezin) ficou doido!! Disse que pegaríamos um maior, mesmo quase sem ação até dos tricks, e todos os dias que pesquei com ele (só tinha ido uma vez em 2018), eu tinha pego um 60up.
     
    Fim do dia, aquele ponto guardado pelo piloteiro pras emergências, como ele disse....haha
     

     
    No raseiro, já cantou um azul médio, estouro bonito!! Mas estava loooonge da troféu! rsrs

    17h e pouco já, hora de ir embora, resolvemos bater as iscas voltando no ponto....meu parceiro pegou um jig e eu uma Rapala Xrap, que tb só pra uso emergencial.....
     
    Sinto uma batida forte na meia água, travo a vara, briga comprida, limpa, gostosa....
     

     
    Não é possível!! Parecia grande, será que batia 60cm? Acho que não, mas era quadrado e bravo demaaaaais....medindo, coração a mil.....
     

     
    61,5 cravado! Hahahaha
     
    Último peixe, último arremesso, último dia.....
    Nem acreditei, fiquei até sem graça, parecia gol no VAR!
     
    Alguns peixes dos parceiros:
     

     

     

     
    A maior Cachorra foi deles, de 84cm! Cocão e Sorriso!
     

     
    Na frente meu parceiro, que pela primeira vez, esbanjou categoria, pescou demais, vantagem demais que ele ouve muito, aprendeu muito com os guias Sorriso e Beiçola (o rei do Tocantins!).
     
    Jornada épica! Gostei muito mais de ter levado meu amigo e ter feito ele conseguir uma experiência inesquecível do que pelos peixes, fizemos as contas e foi bem difícil dessa vez, com média de 3 peixes embarcados por barco por dia. Mas foi bem legal, pq entraram peixes de qualidade!!
     
    Equipamentos:
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Vara Black Mamba (1st) 17lbs 5´8
    Vara Major Craft SpeedStyle 14lbs 5´8
    Vara Black Mamba (2nd) 14lbs 5´8
    Carretilhas Venator SE, Black Widow e Curado
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Queen 105, Jet 120, Zagaia Mintoauro, Yara Mambinha, Zara Heddon, Olhete KV, Rapala X-rap.
     
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Beiçola, Sorriso, Vera, Kojak, Rally, muito obrigado sempre pela recepção e dicas valiosas!! Viciei nessa pescaria de Cachorra, Bicuda e Apapás, uma pena essa pandemia afetar tanto a saúde de todos e nosso bolso também, esse ano será bem difícil retornar.

    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  11. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Kid M em Evolução da Pesca Esportiva...   
    Pois é Marcelo, não há como deixar de "voltar no tempo" 
    Já fiz muita coleção dessa "literatura" de pescarias... (temo que tenham acabado por conta da internet...)
     
    Legal Edmar, apenas um compartilhamento nesse tempo de tantas incertezas
     
    Valeu Viapiana. Esse tempo "antigo" sempre foi muito alegre e saudoso... 
     
    Cristiano, pescaria de acampamento é muito legal, MAS é preciso idade para superar as dificuldades (de falta de conforto). 
    Gente mais jovem consegue superar, mas os mais idosos (como eu) já não conseguem recuperação sem que haja uma noite bem dormida.
    Com a idade, chega o conceito de menos e melhor... e nos adaptamos a buscar por uma melhor qualidade nas opções escolhidas.
     
    Pois é Carlos, concordo com suas apreciações. Na verdade temos - a cada ano - tentado estreitar as possibilidades de insucesso do prazer / lazer desse período de pesca. 
    Não tem como pensar em "prever" período sem riscos climáticos, por motivos óbvios, mas dá para TENTAR buscar um período onde historicamente o sucesso se mostra constante.
    Além disso, o melhor a fazer para minimizar as ansiedades (quem não as tem?) é tentar reduzir ao máximo ações que possam ser previamente previstas.
    Normalmente o uso de uma "check list" para se verificar pontos positivos e negativos já cria "uma ambientação" de início de pescaria. Tubo, varas, tralhas, passagens aéreas, hotéis, traslados, etc... ajudam bastante
  12. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Francisco Jr em Pescaria no B. Kalua em Barcelos-Am.   
    Olá Amigo Pescadores.
    Realizamos a pescaria em Barcelos-Am de 08 a 16 de Março.
    A equipe do ótimo Barco Kalua montou uma semana de pescaria de Amigos, que todos eram muito gente boa muitas risadas e fomos muito bem atendido por todos desde Manaus, a tripulação do barco e os Guias que batalharam para conseguir tirar os bocudos da água.

     
    Pegamos uma semana de muita chuva com todos os rios enchendo(repiquete ou inicio da cheia) desde o rio Jurubaxi até o Rio Aracá mas a equipe não poupou força de vontade e não economizou combustíveis em momento algum, saíram bons Tucunarés e peixes de couro.
     
     
     
     
        
     
         
     
       
     
     
     
     
     
     
     
       
     
      
    Grandes iscas customizadas Saad Lures, qualquer interesse estou a dispor para ajudar.
        
     
          
     
     
     
     
     
     
     
        
     
     
     
     
     

     
       
     

     
    Peixes de Couro que a Turma pegou.

     

     

     
     
     
       
     

     
     
     

     

     
    A equipe montando o Luau e é presenteado com essa beleza de Deus.

     

     
     
     

     
    Para finalizar o raiar e o por do Sol na nossa linda Amazônia.

     

     

     

     
    Obrigado a Direção do Kalua e Amigos.
     
    Abraço e até a próxima.
     
  13. Thanks
    Cristiano Rochinha deu reputação a Antonio Joberto em Viveiro para camarão vivo   
    Pessoal dá uma olhada nesse vídeo de como ter um local para guardar camarão vivo. 
     
     
    É um esquema pequeno mas pode servir de parâmetro para um maior. Obrigado. 
  14. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Rafael Venturini em Pescaria Aracá Fev2021   
    Parabéns a equipe pelo espírito aventureiro...O esforço teve sua recompensa.
  15. Thanks
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Murilo Mota em Araguaia 2020 - Grande Surpresa com Dublê de Piraíbas   
    Agora sim Murilo,muito top...Ano passado não fui por causa da pandemia,mas esse ano se Deus quiser em junho estaremos por lá.
    Abraço!
  16. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Cristian Giacomini em Teles Pires - Operação Pimenta Fishing   
    Muito bom saber que esses trechos entre usinas no Teles Pires ainda rende boas pescarias.
    Parabéns a equipe!
  17. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Cristian Giacomini em Teles Pires - Operação Pimenta Fishing   
    Buenas pessoal,
    Vou compartilhar com vocês um pouco da nossa pescaria, realizada no rio Teles Pires do dia 11 a 16 Fevereiro de 2021 , na Operação Pimenta Fishing @Pimenta Fishing.
    O Carlos (Pimenta) possui 2 operações no TP, uma abaixo da usina São Manoel (Base Operacional) e outra entre a São Manoel e a usina Teles Pires.
    Optamos por esta operação entre usinas, que eles chamam de Remanso e esta estruturada na antiga pousada Jerusalém, que é alugada para esta operação do Pimenta.
     
    Resumo, foi SENSACIONAL!!
     
    Partimos em apenas 4 pessoas de Chapecó para Alta Floresta. Voo cedinho (5h da manhã) e as 13h já estávamos em Alta Floresta. Seguimos por mais 160km (sendo destes 60km de asfalto) até a pousada.
    A pousada estava vazia, inteiramente para nós, atendimento VIP literalmente. Quartos amplos para 2 pessoas, climatizados, banheiros privativos, top. Refeições completas e excelentes. Bebidas sempre bem geladas.
     
    Piloteiros espetaculares, já nos auxiliaram na chegada a montar equipamento, fazer nós SF, carregar carretilhas... etc.
    No rio estavam literalmente em casa, conheciam cada poço, cada enrosco, cada drop das praias, sem contar que são gente finíssima e extremamente profissionais.
    Pesca-se das 6h as 12h, com retorno para almoço na pousada. Retornamos ao rio as 14:30h até as 18h. Tem a possibilidade de estender para uma pescaria noturna, mas isso tem que ser tratado e combinado com o guia.      
     
    Como a operação fica entre 2 usinas, o regime de aguas é mais estável, mesmo assim, por termos escolhido o feriadão de carnaval, nos 3 primeiros dias o rio estava um pouco baixo os grandes de couro não estavam comendo. Bom, o jeito foi se divertir com os de escama. 
    Muito peixe mesmo, tucunarés de respeito, cachorras e bicudas gigantes. As bicudas eram um espetáculo a parte, não resistiam a uma hélice e um popper. Até na colher elas batiam.
    Últimos 2 dias o rio subiu quase 80cm, tucunarés se recolheram e começaram a sair alguns bons exemplares de couro.
    Rio ainda muito preservado, com muita diversidade de espécies. Somente no nosso barco pegamos 16 espécies diferentes. Até um Poraquê apareceu.
     
    Deixando de papo vamos para as fotos.
    Gostaríamos de agradecer ao Pimenta e sua equipe pelo atendimento e cordialidade com o grupo.
    Muito obrigado e já pensando em voltar, já que em breve haverá novidades.
    Abraço
     































  18. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Octávio Amaral em Relato Atrasado - Alto do Rio Aracá - Pousada Tupanaçu - Barcelos - AM - Fevereiro 2020   
    Bom dia, Boa tarde e Boa noite amigos do FTB!
     
    Depois de longos anos sem fazer um relato por aqui, admito por pura preguiça, cá estou para relatar uma excelente viagem/pescaria, ocorrida em Fevereiro/2020, no alto do Rio Aracá - Barcelos - AM, na Pousada Tupanaçu.
     
    Antes de iniciar o relato, vou compartilhar algumas informações que pode ser útil a aqueles que tem vontade de conhecer a Pousada Tupanaçu mas não encontram muitas informações disponíveis...
    Falo isso pois na época que comecei a organização dessa pescaria, procurei muito e achei pouquíssimas informações.. bora lá!
    Aqui já vai um agradecimento especial ao @Fabrício Biguá e @Francisco Jr por me ajudarem com as informações que tinham na época... Muito obrigado!
     
    A Pousada Tupanaçu, como já dito anteriormente, fica no alto do Rio Aracá, afluente do Rio Negro, na região de Barcelos-AM, comporta até 10 pescadores, 5 suítes com AC, confortavelmente.
    É oferecido 2 opções de translado (Barcelos>Pousada).
    1ª - Hidro avião, Manaus > Pousada Tupanaçu e depois Pousada Tupanaçu > Manaus.
    - De Barcelos até a pousada, em linha reta, são apenas 80km, então eu acredito que Manaus>Pousada, dê em torno de 1:40 de voo no máximo.
    - O pequeno grande problema dessa opção é que, para valer a pena, financeiramente falando, é necessário "casar as penas" ou seja, o avião sempre voa levando e trazendo as turmas... o que pode ser difícil, pois nem sempre essa é a opção escolhida pela turma anterior e posterior a nossa.
     
    2ª - Translado feito por lanchas rápidas partindo de Barcelos até a Pousada Tupanaçu. 
    - São 360km ao total (partindo da escadaria da Igreja de Barcelos até a pousada) é chão, quer dizer, é agua... rsrs 
    - Essa opção de transfer, lancha rápida, está incluso no valor do pacote da pousada.
     
    Nossa turma escolheu ir de lancha rápida... no começo acharam que seria a pior parte da pescaria, mas recebi feedback de quase todos de que essa foi uma das melhores partes... 
     
    Com um pouco do contexto já fornecido, vou partir para melhor parte, na minha opinião, fotos seguidas de descrições...
     
    Essa pescaria ocorreu entre os dias 15/02 à 22/02/2020. (Pandemia chegando no Brasil e nem sabíamos de nada....)
     
    Fomos em 10 amigos... mas na foto abaixo, estávamos em 8, pois 2 só chegariam no dia seguinte...
    Demos aquele passadinha de leve, na famosa e deliciosa Cachaçaria do Dedé, ponto de reuniões estratégicas.. kkkkk
     

    Começando da esquerda para a direita...
    Marcão, Anivaldo, Tonho, Bah, Canalha, Eu, Anderson e Waltinho.
     
    Abaixo já estávamos com o time completo e todos prontos para o embarque em Manaus, com destino a Barcelos. 
    Fretei o aéreo pela Manaus Aero Taxi, tudo nos conformes!

    Agora com a presença de meus 2 grandes amigos Alexandre e Moacyr, a esquerda da foto...
     
    A foto clássica:

     
    Voo muito tranquilo, de 1:15 aproximadamente e pousamos em Barcelos as 7:30 AM.
    Fomos recepcionados no aeroporto de Barcelos pela Iara, responsável pela Pousada Tupanaçu e pegamos nosso transfer até a escadaria da igreja, onde duas lanchas rápidas nos esperavam para iniciarmos o pequeno translado rumo a Pousada Tupanaçu.
     
    Dividimos a turma em duas lanchas, 4 pessoas em uma lancha e 6 pessoas na outra... todos foram muito bem confortáveis, cadeiras macias e etc... 
    Eu, em frente a escadaria da igreja:

     

    Nos 4 (Eu, Canalha, Ale e Moacyr) devidamente acomodados e prontos para partir.
    Só pra ter uma ideia de como estávamos de bagagem:

     
    Nesse translado tivemos a nossa disposição bebidas geladas (Agua, cerveja, refrigerante) e comida (salgados, pães recheados e etc) ninguém passou sede nem fome, muito pelo contrário. rs
     
    Começamos nossa navegação exatamente as 8:00 AM, quando saímos de frente a igreja...
    O Rio Aracá estava absolutamente seco, torrado.... o que dificultava ainda mais nossa navegação...
    Até o repartimento Aracá / Demeni, nosso translado foi rápido, sem problema com os baixios do Aracá... Só parávamos para abastecer e esvaziar a agua do joelho... rs
    Do Demeni para frente a coisa mudou.... em determinados trechos do Aracá, havia cerca de 30 cm de agua no seu canal... já imaginou isso ?!
    Pois é... precisávamos diminuir a velocidade... e por muitas vezes o ajudante do piloto descia e ajudava na direção...
    Eles não deixavam de forma nenhuma nós desembarcarmos para ajudar... sempre muito preocupados com a nossa segurança...
     
    Bom... depois de tudo isso, quando bateu 17:00 horas no relógio nós chegamos... opa, pera.. chegamos no Acampamento avançado e não ainda na pousada... rs
     
    Isso já era sabido por todo o grupo...  
    Devido ao rio estar muito seco o que atrasava muito na navegação, eles nos sugeriram parar no acampamento avançado, nos instalarmos e descansarmos, para no dia seguindo saissemos pescando sentido a pousada... que ainda estava a umas 3 horas pra cima..
     
    Algumas fotos do acampamento:

     

     

     

     

     

     
    Esse barco que aparece nas fotos acima, possui 3 camarotes para 2 pessoas cada, todos os 3 com banheiros privativos, chuveiro, ar condicionado....
    Possuem também barracas e redes para os demais que optarem por essa opção. Na verdade sobrou até vaga no barco... eu dormi na barraca e os demais amigos que não optaram pelo barco, dormiram em redes na praia... 
     
    Jantamos, arrumarmos as tralhas e dormimos, já ansiosos para o próximo dia, que seria o primeiro dia de pesca...
     
    Como já dito, o Aracá estava bem seco e, graças a Deus, continuava a secar lentamente, o que é excelente para a pesca dos Tucunarés na Amazônia...
    No geral, saíram muitos Borboletas, Pacas e Açus.
    Deram as caras também as grandes Aruanãs, traíras e até Cachara na artificial....
    E claro, os troféus também deram as caras, para a alegria de todos! E não foram poucos!
     
    Vou compartilhar algumas fotos da pescaria de toda a turma.
    Primeiro peixe sempre vai pra foto, caso contrário, dá azar na pescaria:

     
    Canalha ficou com receito da zica pegar nele, e o primeiro também foi pra foto:

     
    Nesses dois padrões acima, saia de porrada... muito peixe, todos atacando iscas de superfície (zara, stick) e para nossa alegria as hélices.

     
    Meu primeiro peixe grande nessa pescaria, lindo Paca Açu:

     

     
    Guia Rafael, excelente profissional, conhecedor da região e sempre otimista, a cada arremesso.

     
    Anivaldo com seu belíssimo Açu de cupinzão!!!!

     
    Linda Aruanã.
    Mas reparem ao fundo, como estava seco o rio....

     
    Paca sempre garantindo aquelas explosões surreais!

     

     

     
    Anderson e seu lindo e comprido Paca!

     
    Mais um gigante capturado pelo Anderson... se ele estava feliz?! kkkk

     
    Por algumas vezes avistávamos um grande cardume de paca açu..... era a isca cair na agua e começava a pancadaria... 
    No cardume, peixes na média de 65~70cm... é top demais!

     
    Abaixo a dupla, Tonho (esq) e Marcão (dir) e um exemplo claro de como não se deve tirar foto... kkkkkk
    Rapaz... eu fiquei com uma dó enorme disso... 
    É um duplezão de respeito.... 81CM e 78CM e a foto do guia saiu assim... kkkkkkk

     
    Ou corta a cabeça deles, ou o rabo do peixe... kakakakak
     

     
    Olha o tamanho das naves.. Guia Sandrinho... Não pesquei com ele, mas virou meu amigo.. ótimo profissional, sempre, sempre mesmo disposto a ajudar.

     
    Pelo o menos uma do Marcão saiu boa kkkkkk

     
    Anderson continua com belos peixes....

     
    Beijo do Tonho... kkkk


     
    Mais um gigante... Dessa vez foi nosso amigo Ale:

     

     

     
    Linda coloração do Paca Açu!

     
    Outro gigante, dessa vez foi o Moacyr!!! Rapaz, é muito peixe grande !

     
    Nosso amigo Bah... pensa em um cara rabudo... por algumas vezes ele mesmo disse que quando a isca bateu na agua, antes de trabalhar, o peixe atacou... estava virado pra lua... kkkk

     

     
    Pensa em um cara que bateu hélice? Foi esse cara ai... o Canalha! 
    Linda foto, diga-se de passagem.. rs

     
    Lembram que falei da Cachara na artificial? Foi ele, o Canalha que fez o feito.. um cardume enorme passando por nós... o rio tinha uns 40cm de agua... cristalina... lindo de se ver!!

     

     
    Eu ainda fui agraciado com esse Acuzão!!
    As fotos não ficaram boas pois foram capturadas do vídeo da GoPro do Canalha... estava chovendo muito e não dava para tirar foto com a câmera fotográfica...

     
    É meus amigos, foi a semana de peixe grande...
    Ao total, contabilizamos na turma mais de 6 peixes acima de 80cm....
    Entre 70 e 79 foram pelo o menos uns 20 peixes pra mais...
    Fomos abençoados!!
     
    Todas as noites, ao retornar da pescaria, fazíamos aquela boa resenha, jogando um bilhar e tomando nosso relaxante muscular!

     

     
    Se teve luau? Claro que teve.
    Optamos por descer um dia antes e finalizar nossa viagem no acampamento e foi onde fizemos nosso luau...

     

     

     

     
    Se existe algo melhor, ainda desconheço!
     
    Algumas fotos do Rio Aracá e da Pousada Tupanaçu:

     

     

     

     
    Região do pedral... Lugar dos pacas malucos... 

     

     

     

     

     
    Como diz o ditado, para descer todo santo ajuda... nossa volta a Barcelos foi bem tranquila...
    Saímos as 7:00 do acampamento e quando era 15:00 horas já avistavamos Barcelos...
    Nos hospedamos no ótimo Hotel Amazonita e fizemos nosso jantar de despedida por lá mesmo...
     
    Ah... e teve monstrinho que ficou com piercing no beiço... rsrsrs

     
    Link do vídeo que mostra o que aconteceu:
     
     
    Agradeço a Deus por me dar saúde e oportunidade de me reunir com amigos e em lugar mágico que é a Amazônia!
    Agradeço a minha família por segurar as pontas nessa ausência em casa...
    Agradeço a toda família Tupanaçu.. para quem não sabe, na pousada trabalham: pai, mãe, filhas, genros... é um ambiente impar... em um lugar impar... agradeço em nome de todo o grupo!
     
    Espero que tenham gostado do relato, meio enferrujado de fazer relatos, mas vou voltando aos poucos!
     
    Estávamos com a semana pronta para irmos agora em Fevereiro/2021, mas por conta do C0vid decidimos postergar para Fevereiro/2022, e ainda temos 1 (uma) vaga para essa pescaria....
    Se gostou das fotos, do local, dos amigos, você está mais que convidado... me chame no pv.
     
     
    Abraços a todos e que todos estejam/fiquem bem!
    Octávio Amaral
  19. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Antonio Maia Junior em Pescaria no Rio Aripuanã - AM. Out-1997   
    Depois de longo tempo sem postar, estou enviando um Vídeo relato de uma pescaria antiga, mas que tem muitas curiosidades e locais que já não existem.
    Normalmente apresento somente o resumo, espero que gostem. Abraços.
     
     
  20. Upvote
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Cezar.ATL em Ajuda! Qual ? Uatumã, Juma, Tupãna, Mutuca, etc... ?   
    Informações sobre o Juma:
    As iscas como spinner, shads e jigs são bem mais produtivas. Procede a informação ?
    A época de setembro e outubro são bem movimentadas e tem congestionamento de voadeiras. Procede a informação ?
    Resposta: Sim, tudo procede. Contudo,há ótimas estruturas de pesca na região e a chance real de pegar peixes de mais de 10kg.
     
    Informações sobre o Mutuca:
    As iscas como spinner, shads e jigs são bem mais produtivas. Procede a informação ?
    Resposta: Sim,tudo procede. É bem parecido com o Juma,contudo costuma ter uma janela de pesca mais curta.
     
    Informações sobre o Uatumã:
    Pelo que eu sei o rio possui uma usina hidrelétrica em seu curso que forma a represa de balbina. Está correto essa informação ?
    O melhor trecho de pesca é o trecho de água corrente ou trecho represado ?
    Há boas pousadas na região ?
    Resposta: Sim,você está correto. Mesmo abaixo da hidrelétrica a água quase não corre,é bem lenta,propicia pros tucunas.Ainda não vi nenhum tucuna gigante na região,embora alguns digam que eles existam...Pousadas na região são estruturas bem simples,como a Pousada do Donato por exemplo,simples mas de bom atendimento.Existia (ou existe ainda ,não sei) uma pousada dentre de uma reserva extrativista na região,que era operada pelo Cuca,da Buriman.
     
    Informações sobre o Tupãna:
    Não sei nada desse rio.
    Resposta: Realmente quase não há relato nenhum de pesca nesse rio.Não sei se há alguma estrutura de pesca em comunidades de suas margens,mas trata-se de um rio não muito grande também,mas que tem tucunas de bom tamanho.Bem semelhante ao Mutucu.
  21. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Eder Nascimento em ARACU CAMP - VILANOVA AMAZON - OUTUBRO 2020   
    Salve amigos do FTB, depois de um bom tempo afastado do Fórum venho trazer esse relato para vocês. Mesmo que atrasado não poderia deixar de registrar aqui esta semana de pesca espetacular na companhia de grandes amigos.
     
    A VIAGEM
     
    Nossa aventura iniciou no dia 09 de Outubro para uma parte do grupo e no dia 10 para o restante, pois alguns decidiram chegar um dia antes por segurança devido a tantas mudanças nos vôos.

    Chegando a Manaus percebemos que a cidade estava indo muito bem no enfrentamento da Covid-19 e podemos curtir restaurantes, shopping e claro aquela passada na Sucuri Pesca. Hoje (18/01/2021) no momento em que escrevo este relato para minha tristeza a realidade é outra.

    Turma reunida no Restaurante Moquen do Banzeiro
     
    Ficamos hospedados no excelente Quality Hotel, já incluso no pacote de pesca.
     

    Café da manhã Quality Hotel - Fábio, Mozart, Rogério e Arthur
     
    No domingo pela manhã embarcamos para o Aracu Camp que fica na junção dos Rios Sucunduri e Camaiu, uma localização extremamente privilegiada.
    A logística da Vilanova Amazon conta com hidroavião incluso no pacote, que além de ser uma aventura a parte é um ganho de tempo precioso.
    Imagina às 6h sair do Hotel em Manaus e antes das 9h você já esta desfrutando do deck da pousada em meio a selva amazônica comendo um petisco e tomando um bebida gelada? Bom demais faz toda diferença!

    Gabry, Eder, Fábio, Rafael, Mozart, Rógerio, Arthur e Ronaldo           Tássio, Guilherme, Jerry, Vander, Evaldo, Roberto, Russo e Lucas
     

    Pousando no Aracu Camp                                                                                    Mozart e Evaldo na chegada ao Aracu Camp, brindando o início da semana de pesca
     
     
    ARACU CAMP - A ESTRUTURA
     
    Resume-se em impecável, esta é a palavra.
    Para quem conhece a Vilanova Amazon, sabe que a empresa opera no Rio Sucunduri há muitos anos, e até o ano de 2019 atendia em barco hotel. Porém com sucesso da estrutura do Camaiu Camp a empresa investiu pesado em uma nova estrutura na junção dos dois rios: Sucunduri e Camaiu, que leva o nome de Aracu Camp.
    A estrutura além de todos os serviços já oferecidos como: pensão completa e serviço de lavanderia, conta com 8 quartos climatizados, um refeitório climatizado que atende com muito conforto 16 pescadores e uma varanda enorme que era onde fazíamos as resenhas ao chegar do dia de pesca, com muitos petiscos, drinks e cerveja gelada.
     

     Sala de descanso muito confortável                                                                                                          Logo ao lado da sala um bar para preparação de drinks
     


     Quarto para dupla climatizado e com banheiro privativo.
     
     
    Mas deixa de conversa e vamos para algumas fotos dos peixes desta semana incrível... 
    *peço desculpas mas desta vez não vou inserir legenda nas fotos
     

     




     

     

     

     

     

     

     

     

     
    AGRADECIMENTOS
    Em primeiro lugar agradeço a Deus, pelo privilégio e por me permitir mais uma vez ter estado naquele lugar.
    Agradeço a minha família, por ser paciente em me esperar e me receber com amor no meu retorno.
    E não poderia deixar de agradecer cada um dos meus amigos que estiveram comigo nesta aventura amazônica, com a companhia de vocês a alegria é garantida. Obrigado meus amigos por sempre estarem juntos.
    E um agradecimento especial ao meu amigo Victor Vilanova, sem ele nada disto seria possível, obrigado por sua perseverança e por sua luta de longa data em tornar o sonho dos pescadores possíveis.
     
    Para mais fotos e vídeos desta pescaria sigam no Instagram @ederfishing 
     
     
    Mais algumas fotos
     

    Eu e meu tio que me sempre me levou para pescar na infância
     

    A dupla mais barulhenta da pescaria kkk ,Mozart e Jerry
     

    Terceiro ano seguido tirando foto nesta árvore
     

    Rio estava bem seco e mesmo assim muito peixe
     

    Turma pesada, só jogador caro: Rafael, Guerra, Lucas e Gabry
     

    Novatos na Amazônia e pegaram os maiores peixes, premiação merecida: Guerra e Jerry
     

    Gabry quebrando a cadeira do restaurante kkkk                  Rafael me presenteado com uma isca top 
     

    Arthur e Rogério ( Pai e filho pescando juntos) bonito de se ver.
     

    Victor Vilanova e Eder (obrigado por tudo meu amigo)
     
     
     
  22. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Tammer Mendes em Morada Nova de Minas Janeiro 2021   
    Ola pessoal... iniciei o ano ja com pescaria marcada... viajamos dia 08 deste mês para Morada Nova de Minas, onde mais uma vez nos hospedamos na Pousada do Rui, e fomos em busca dos Troféus da represa de Três Marias.
    Viajamos em 4 amigos de Campestre sul de minas, por 600 km. Onde nos encontramos na pousada com outro amigo vindo de Brasilia.
    Estavam presentes, Oreia, Titi, Caio, Ze Juninho e eu. Passamos dias de muitas risadas, zoeiras e claro de muita luta para achar os azuis. Pescaria difícil... Muito vento e peixe manhoso! Sairam muitos amarelinhos que nem iam para a foto, mais a procura pelos brutos azuis continuava, embarcamos tres bons peixes, um de 58,5 cm do titi, e tive a sorte de embarcar dois brutos no ultimo dia... na verdade na ultima tarde de pescaria... um belo azul de 54 cm que veio para as fotos... e logo no primeiro arremesso pós soltura.... ja engato uma nave!!! Um bitelo de 61,5 cm... ambos em uma varinha 12 lbs, que bebeu água.... mais venceu o duelo com o peixe. Peixe literalmente de troféu! Como ja é costume, sempre fazemos com o amigo Tulio de sete lagoas um troféu para o Maior peixe... e mais uma vez ele veio ficar aqui em casa!!! Diversão total, pescaria encerrada com chave de ouro... e com aquele ansiedade para voltar logo!!! Foi top demais!!!  Tivemos Snap 40 lb quebrado, Linha estourada do companheiro... pesca la é Bruta!!!! segue abaixo algumas fotos... 
    E também o contato da pousada do Rui!
    Contato do Rui 
    31997093635
    Valeu pessoal!!!










































  23. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Vagner em Pescaria Em Epitacio Realizada dia 9/10 janeiro 2021   
    Boa tarde Pessoal Aqui vai um Relato RApido de uma Pescaria realizada em Presidente Epitácio dias 9 e 10 janeiro 2021,
    Guia Lobão indicado Pelo João Medeiros
    Meu Parceiro de Pesca Crezinho
    Muito Peixe na Linha , Peixe Manhoso pra caramba mas saiu bastante azuis, segue algumas fotos
    Isca que matou a pau brava transparente , peixe so queria ela
    E saius os troféus acima de 50 up ate um amarelão saiu 48, pegamos mais azuis que os amarelos
    Guia Lobão excelente profissional, sempre achava os bitelos e deixava na cara do gol

















  24. Thanks
    Cristiano Rochinha deu reputação a Robson Ludjero em Fátima do Sul/MS - guia e pousada   
    Boa noite Galera, jóia?
    Sou de Vicentina/MS, 7 km de Fátima do Sul.
    Nosso Rio Dourados está show de bola... exemplares de dourados e pintados gigantes...
    Liguem para o Sr Domingão, guia de pesca da cidade, mto gente boa, conhece o rio como ngn, 067-999672701.
    Abraço
  25. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Guto Lopes em Pousada Genipapo   
    Esse ano graças a proteção ao dourado no estado,saiu bastante deles por lá...Porém pescaria de dourado naquela região do Miranda depende muito da condição da água...Tem que pegar o rio baixo e com água limpa...Lá quando chove o rio enche e turva muito rapidamente,o que dificulta muito a pesca do dourado....E também depende bastante do guia...Tem bastante dourado lá sim,porém não são todos os guias que tem as manhas de pescá-los.Mas  isso se resolve avisando antes na pousada.No mais,com água baixa e limpa pode se pegar bons piauçus e piraputangas e alguns pacus (poucos) e com rio cheio e água turva pega-se jurupocas,alguns jaus e jurupensens e muito,mas muito armau...
×
×
  • Criar Novo...