Ir para conteúdo

Cristiano Rochinha

Membro
  • Total de itens

    975
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    17

Histórico de Reputação

  1. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Alberto Guassu em EDITOR DE VÍDEOS   
    Hoje em dia ja tem uns pra celular tbm, que se for edição simples ele atende tbm.
  2. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Alberto Guassu em EDITOR DE VÍDEOS   
    Salve pescador,
    Quando eu preciso editar algum eu utilizo o Hitfilm, ele é bem completo e relativamente simples de usar, só não sei se roda no XP.
     
    Segue um tutorial pra iniciantes : 
     
    Link pra baixar: https://fxhome.com/hitfilm-express/verify?id=55a868cd66c487d75e9c2160
  3. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Marcelo Terra em EDITOR DE VÍDEOS   
    Já utilizei muitos editores e já tive muita dor de cabeça... 
    Atualmente utilizo o Premiere    se tiver condições, assista esta vídeo aula pausando e fazendo passo a passo... VALE MUITO A PENA!!!
     

  4. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Armando Ito em EDITOR DE VÍDEOS   
    meu filho sempre faz trabalhos da facu , usando o Movie maker ... acho que já vem no windows ...
  5. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Renato Barreto em EDITOR DE VÍDEOS   
    Eu uso também o Movie Maker...é gratuito e é bem simples de usar.  Uso no Windows 7, mas acho que no XP ele roda tbem...No YouTube tem uns tutorial para aprender usar todos os recursos de edição dele.
  6. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Alexsei em Ajuda para Pesca no Guaporé em 2020   
    Amigão, recomendo que vá no segundo semestre. Sou morador da região e minhas pescarias são sempre no segundo semestre. No primeiro semestre o rio ainda está bem cheio, é razoável para pegar peixes de couro e tambaquis, mas não se pega tanto. Agora no segundo semestre, principalmente na primeira ou segunda quinzena de julho, quando o rio está na "caixa", ou seja, não está com o mato alagado, pega-se de tudo. É bom para peixes de couro, corvina, ainda pega-se tambaquis e pirapitinga. Tucunarés, nas praias, já se pega muito. Para pesca noturna, nas praias, ou em poços também é bom. Depende muito também o local que irá no Guaporé. Se puder ajudar em mais alguma coisa pode me contactar. Pesco no Guaporé desde 2009, moro a mais ou menos 250km do rio. O que eu não souber tenho muitos amigos que poderão ajudar. Nesse começo de julho, quando aparecem as praias, é excelente para pegar belos Cacharas e Capararis, principalmente nas pontas de praias, é o local que eles gostam, se tiver uma grama, alguma vegetação é quase certo. Nesse época tb é bom para pegar Pirararas, nossa equipe já pegou exemplares que passou dos 30kg, alguns amigos pegaram com mais de 40kg. Abraços.
  7. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Valtolino em Sugestão para pesca em 2020   
    Gostei muito do tópico também...Além de agregar bastante informação,saiu da mesmice do mais que calejado assunto sobre carretilhas kkkkk...
  8. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Valtolino em Sugestão para pesca em 2020   
    Gostei muito do tópico também...Além de agregar bastante informação,saiu da mesmice do mais que calejado assunto sobre carretilhas kkkkk...
  9. Thanks
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Guilherme Liotti em Sugestão para pesca em 2020   
    Guilherme,tudo vai depender do quanto você pretende gastar...Mas estando em Cuiabá você já tem a vantagem do deslocamento...Pra quem está em SP,como eu,passagens aéreas pro Norte e algumas regiões do centro oeste pesam bastante no orçamento.Mas pelo estilo de pescaria que você pretende fazer,começando do mais barato pro mais caro:
    -Araguaia,região do Cristalino,mais em conta com certeza;
    -Suia-Miçu,pousada Suia Miçu;
    -Rios Teles Pires,Juruena (norte do Mato Grosso,região de Alta Floresta)Aripuanã e Roosevelt (Sul do Amazonas) e Trombetas,no norte do Pará...Porém,são rios onde se deve evitar o primeiro semestre devido as cheias,que dificulta muito a pesca com artificiais.
    E acredito que os destinos mais tops (pelo menos estão entre os melhores) seriam a região do rio São Benedito,no sul do Pará,que abrange também os rios Cururu e Azul,e também o rio Bararati,um estreito afluente do Juruena,próximo a divisa do Mato Grosso com o Amazonas....No São Benedito só existem 2 pousadas, a Thaimaçu,mais cara e mais procurada por estar no melhor trecho do rio,e a pousada São Benedito...No Bararati existe a pousada Bararati,mas se quiser pescar tanto no Bararati e Juruena na mesma pescaria (sonho) além de poder pescar no rio Tapajós,tem o Ecolodge da Barra....Uma fortuna,mas um lugar incrível em variedade de espécies sem dúvida alguma.
  10. Thanks
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Guilherme Liotti em Sugestão para pesca em 2020   
    Guilherme,tudo vai depender do quanto você pretende gastar...Mas estando em Cuiabá você já tem a vantagem do deslocamento...Pra quem está em SP,como eu,passagens aéreas pro Norte e algumas regiões do centro oeste pesam bastante no orçamento.Mas pelo estilo de pescaria que você pretende fazer,começando do mais barato pro mais caro:
    -Araguaia,região do Cristalino,mais em conta com certeza;
    -Suia-Miçu,pousada Suia Miçu;
    -Rios Teles Pires,Juruena (norte do Mato Grosso,região de Alta Floresta)Aripuanã e Roosevelt (Sul do Amazonas) e Trombetas,no norte do Pará...Porém,são rios onde se deve evitar o primeiro semestre devido as cheias,que dificulta muito a pesca com artificiais.
    E acredito que os destinos mais tops (pelo menos estão entre os melhores) seriam a região do rio São Benedito,no sul do Pará,que abrange também os rios Cururu e Azul,e também o rio Bararati,um estreito afluente do Juruena,próximo a divisa do Mato Grosso com o Amazonas....No São Benedito só existem 2 pousadas, a Thaimaçu,mais cara e mais procurada por estar no melhor trecho do rio,e a pousada São Benedito...No Bararati existe a pousada Bararati,mas se quiser pescar tanto no Bararati e Juruena na mesma pescaria (sonho) além de poder pescar no rio Tapajós,tem o Ecolodge da Barra....Uma fortuna,mas um lugar incrível em variedade de espécies sem dúvida alguma.
  11. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a JCKruel em GRANDE PERDA PARA A PESCA ESPORTIVA   
    O importante mesmo é a herança que o Laerte deixou para todos nós...
    Pesquisador renomado, grande gestor público que nos deixa um legado de inúmeros trabalhos técnicos/científicos de sua lavra, sem esquecer de sua contribuição para a consolidação da pesca esportiva.
    Que Deus o tenha e o abrigue por tudo que fez por aqui.
     
  12. Thanks
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Gustavo Marchi em Represa xavantes ou Sérgio Motta (pousada Zé tacca)   
    Gustavo,as chances de uma boa pescaria nessas 2 represas ainda são maiores em Sergio Motta...Em Xavantes também tem bons peixes,mas é uma represa menor e Sergio Motta tem mais opções de bons pontos.
  13. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Leandro Gofert em Seaknight Falcon com estoque no Brasil   
    Em primeiro lugar esclareço a todos que nenhum interesse comercial tenho no fato que irei relatar, é apenas porque acho de utilidade pública aos pescadores.
    A Seaknight Falcon tem estoque no Brasil, de forma que comprando pelo Aliexpress, vc paga um preço que não tem nada igual no Brasil, não precisa esperar meses (chega em poucos dias) e não passa pela alfandega brasileira.
    Quem estiver precisando comprar uma carretilha a um baixo custo segue o link:
    https://pt.aliexpress.com/item/SeaKnight-FALCON-7-2-1-8-1-1-Carretel-De-Arremesso-de-alta-Velocidade-204g-Longo/32932792856.html?spm=a2g0o.ams_80559.layer-siq74y.1.676a6397W2deO9&pvid=11aa72d6-d704-4d49-8917-2916df26e939&gps-id=6780573&scm=1007.19881.118560.0&scm-url=1007.19881.118560.0&scm_id=1007.19881.118560.0
  14. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Manoel Renato em pescaria amazonas mais em conta????   
    Fabio, 
    Primeiro aquele abraço e boas pescarias.
    TAmbem estou sentindo no bolso os altos custos da boas pescarias e batedo pao em barcelos resolvi tentar uma pescaria sem quaisquer mordomias que vou detalhar para voce.
    De São Paulo para manaus fomos no voo noturno, chegando em Manaus fomos direto para o Porto São Raimundo , onde pegamos o basrco expresso para Barcelos (R$400,00 ida e volta),  as 10;00 hs chegando 22:00 hs em Barcelos.
    Chegamos em Barcelos a noite e ficamos hospedados no Hotel  Ornamental, ou na Pousada Aguas Negras   (R$50,00 por pessoa), sem café.   De manha já embarcamos e seguimos viagem,  com iniciopesca na parte da tarde,  pescamos até exta retornamos a Barcelos e as 8:00 noite seguimos de volta Manaus onde chegamos cerca 8:00 hs manha. 
    Agora vai  a logistica do barco.
    Procuramos um piloteiro conhecido, alugamos um barco regional QUE NAO TEM NENHUMA MORDOMIA,  para 4 pessoas,  abastecemos de alimentos, bebidas, gelo, combustivel para o barco e voadeiras escolhemos um dos afluentes e partimos em direção a cabeceira, até onde o barco consegue ir sem encalhar e lá ficamos pescando.   Voce vai gastar ao todo partindo de MANAUS, cerca de R$ 3000,00 numa pescaria exclusiva de 6 dias de pesca.   Essa pescaria geralmente é melhor no inicio do ano,  assim voce vai alugar um barco que serve de apoio aos barcos hoteis,  e ter bons piloteiros. 
    Quando eu digo sem nenhuma mordomia é que não tem quarto, ar condicionado, banho no rio,  dormir em colchao no chaão e redes,  comidinha simples, e por aí vai.  
    Não esquecer de levar bateria avulsa para recarga do celular, etc.....
    se quizer bater papo entre meu email   renatodepocos@gmail.com
                                                 celular/zap 35.991079910.
    Abraço.
    Boa pescaria,
    Segue algumas fotos  

  15. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Sucuri Pesca em Sucuri Pesca & Aventura está no Manauara Shoppping & Shopping Ponta Negra em Manaus   
    Sucuri e Cachaçaria do Dedé do shoping Ponta Negra...Local onde encontram-se pescadores,caçadores e outros mentirosos rsrsrs...
  16. Like
    Cristiano Rochinha deu reputação a Kid M em Reminiscências de um tempo...   
    Perdoem-me aqueles que se permitem ler esses tópicos que venho postando como "considerações", alguns dos quais relativamente extensos... (acabam sendo). Uma das formas que me parece interessante de buscar participações nesse nosso Fórum, vez que este já começa dar mostras de diminuição dos usuários "realmente ativos". Nada que não seja interpretado como uma "fase" onde os interesses (ou disponibilidade de tempo) estejam mais "ariscos" de uma participação efetiva. Já vimos isso acontecer antes e quase sempre retomam mais adiante...
    O tema de hoje é "saudosista" e poderá trazer à lembrança alguns fatos que estão guardados nas memórias mais antigas de alguns de nós! Pescar com varinha de bambu, nylon, boia e anzol "mosquitinho" é algo que quase sempre nos remete à idade em que tínhamos a liberdade (e prazer) de procurar pelas minhocas a serem usadas nas pequenas barragens, ou riachos de locais "de roça" onde eventualmente frequentávamos ! Por vezes alguns parentes de idade mais velha eram intitulados como responsáveis pela ida do "grupo" (mínimo, na maior parte das vezes), ou com a presença de alguém mais velho (pai, tio ou avô). Os lambaris (piabas no nordeste) eram velozes nos ataques à iscas oferecidas e não fosse a quantidade dos cardumes, podia se correr o risco de perder a grande maioria das "investidas". Mas era só o jeito de dar o tranco na ponta do bambu e orgulhosamente exibir mais uma captura (me lembro que eram todos praticamente de um mesmo tamanho, parecendo terem sido "clonados"). O tempo se tornava nosso inimigo pela pressa com que esgotava aqueles momentos de folguedo e genuína alegria ! Levar uma "fieira" de lambaris para casa era motivo de enorme orgulho (muitas vezes maior do avô do que do neto...). Já nesse tempo, antes de qualquer "evocação de ecologia", já era um hábito existente a libertação de grande parte dos peixes apanhados, pois não haveria sequer como utilizá-los nas frituras com farinha de trigo. O grau de consciência das pessoas nesse sentido era algo bastante natural e talvez por conta disso parte dessas noções de "equilíbrio" tenham ficado impregnadas no subconsciente, embora adormecidas na fase do "trazer para casa" na época das aventuras e excursões...
    Impressiona-me nos dias de hoje a dificuldade existente em encontrar um material mais simples como os de outrora ! Tenho "receio" de me deparar com uma simples varinha de bambu "made in China" quando for renovar as minhas antigas para uso dos meus netos (já usam as minhas "relíquias" sob supervisão). As linhas de monofilamento (esse é o atual nome para "nylon") permanecem como antes, embora os fabricantes de hoje já não sejam os que ficaram na memória (pelo menos na minha). O chumbinho do peso permanece inalterado, mas a pequena boia mereceu um "banho de loja", não apenas no formato, mas na forma e atuar com a batida do peixe (fica até uma "covardia" com os peixes). Já os anzóis "mosquitinhos" se tornaram mais escassos, sendo constantemente substituídos por uns "moscas" pelo seu tamanho de maior envergadura. Parte dessa "evolução" é devida pela infestação das prolíferas tilápias nos nossos principais cursos de água, e como crescem bem mais que os lambaris, os anzóis foram ajustados para essa demanda.
    Hoje em dia buscamos nossa diversão em torno de peixes mais brigadores, como o dourado, tucunaré, matrinxã, e tantos outros que costumamos encontrar nas nossas pescarias. Momentos de enorme prazer no embarque desses quase campeões de "MMA" (ou UFC) dos rios. Estamos melhor equipados, com material de tecnologia moderna e competitiva, onde a esportividade nos permite ter ondas de adrenalina ao longo desses "cabos de guerra" travados entre o peixe e o pescador. Muita farra e alegria nessas conquistas fazem parte das nossas aventuras da atualidade e como nos fazem bem, mesmo sendo de poucos dias no ano... Todavia aqueles que tiveram a oportunidade de participar das "pescas de lambari" na infância, na companhia de "alguém", saberão que o sentimento de alegria já é seu conhecido, embora o de criança venha sempre ser muito mais apreciado...  
           
     
  17. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Kid M em Acessórios do pescador (úteis)...   
    Mais um início de tópico cujo objetivo é verificar se existe concordância dos mais experientes e que sirva de orientação aos que agora iniciam suas pescarias "mais elaboradas" (tendo a Amazônia como "pano de fundo").
     Longe de ser um material "assertivo", o objetivo é buscar posicionamento dos demais amigos pescadores.
    Itens importantes (porte pessoal do pescador, que podem /devem estar na caixa de pesca).
        
    Filtro solar (inclusive a opção de divisão de um extra com os companheiros) Apito (sabe aquele apitinho de plástico usado pelos juízes do futebol ?) para ser usado no caso de uma quebra de motor e não haver comunicação disponível Esparadrapo par "socorrer os calos" que irão surgir após tantos arremessos e "maniveladas" (luva sendo usada, ameniza bastante o efeito final) Boné extra, pois ninguém está livre de perder aquele em uso, principalmente sem que este tenha uma "cordinha de salvação". Óculos escuros extra, pelos mesmos motivos descritos no item anterior e que geralmente estragam a pescaria se não tiverem substitutos... Remédios para uso pessoal (quais são aqueles que costuma usar em ocorrências ? Sempre bom tê-los "por perto", inclusive relaxantes musculares) Canivete, tesourinha ou cortador de unha (qualquer desses para aparar os nós e emendas feitas durante a pescaria) Caixa de pesca com iscas artificiais compatível ao que pretende utilizar, ou seja, não precisa "levar todas as 50 para o bote" pois só vai usar umas 10...  Linha reserva se não for possível ter um carretel extra pronto para ser usado. A depender do lugar, se houver muita pauleira, é bom substituir no 3º dia... Conjuntos - isso é normalmente algo contestado, pois o mais coerente seriam duas varas à bordo do bote, mas tem muita gente com mais de 3... Sacola plástica impermeável para "blindar" esses itens que "se dissolvem" na umidade (tem de vários tamanhos para a escolha do que vai dentro...) Máquina fotográfica (ou celular) - primordial para "não passar por mentiroso" e poder guardar a lembrança daquele troféu embarcado... Licença de Pesca - não entrar no mérito do que fazem com o dinheiro arrecado e ter a sua atualizada para evitar problemas é uma ótima política !   Capa de chuva - item questionável embora seja útil na "enxurrada". Sugestão: saco de lixo de 200 l - corta para a passagem da cabeça e dos braços. Alicate de bico (tirar o anzol), Boga grip (retirada do peixe), Passaguá (pois é...), Faca/facão amolado, Óculos de mergulho, etc... todos esses itens (*)   Pequeno isqueiro (daqueles "BIC's que são descartáveis) para queimar as pontas dos nós e outras necessidades (Eduardo Sone )  Faquinha (pode ser um canivete também, embora o melhor seja uma faca afiada de pequeno porte) - quem sabe ? (Eduardo Sone )  GPS portátil é algo que pode ter utilidade, seja num eventual desencontro ou mesmo para assinalar rotas e pontos de pesca (Eduardo Sone )  Material de cirurgia simples (pré anestésico, seringa para anestésico (dentista) e pequeno bisturi) quase sempre quebra o galho (Falcão )  Super bonder (ou adesivo similar) para colar alguma ponteira de vara solta ou quebrada - quebra sempre um galho... (Guto )  Alicate de corte de pressão para se cortar alguma garateia extra forte ou anzol grande em caso de acidente - fundamental de se ter no grupo (Guto )  Fita isolante ou silver tape para se arrumar desde um cabo de vara frouxo até um tênis que rasgou - mil e uma utilidades numa pescaria (Guto )  "Enforca gato" que serve pra "N" coisas desde prender os zíperes das malas até uma mangueira frouxa de combustível do barco. (Guto )  Óleo Singer pra lubrificar alguma carretilha ou molinete que emperre - versão pequena que possa ser usada por todos no grupo. (Guto )  Réguas de tomadas no quarto para a recarga do celular ou outro equipamento (filmagem, etc...) a cada dia (C Rochinha )  Uma boa lanterna...para não ocupar muito espaço o ideal seria dessas lanternas táticas, que são muito boas e pequenas (Renato Barreto )  Itens importantes (devem ser uma preocupação do operador junto aos piloteiros ou o coordenador embarcado - se for o caso...).
      
    (*) Esses itens são (deveriam ser) de obrigação do Operador / Piloteiro, já que são eles que manuseiam o peixe pego e abrem caminho pelos matos... Bastante água (líquido) para hidratação dos pescadores, não apenas na base, mas principalmente nos botes onde estarão os pescadores... Não se deixe levar pelas eventuais aparências ! Só beba líquidos que tiverem sido engarrafados e se conheça a procedência... (sempre) Refeições mais "leves", o que não significa "exilar o feijão com arroz", mas sempre o mais frescas possível, para manter o equilíbrio intestinal (e mental)  Maneirar nas bebidas alcoólicas, pois é preciso descansar o corpo para o dia seguinte, e fazer "resenha" noite à dentro é contraproducente ! Revisão da tralha (estado das linhas e conjuntos), substituição da seleção das iscas e outras ações desse tipo devem ser feitas após o banho e antes da janta. Caixa de primeiros socorros - supõe-se que exista, mas a experiência recomenda que alguém do grupo leve alguns remédios "extras" (antibióticos, etc...) Comunicação celular internacional - isso não é para ser usado com constância, mas considerar como um item de segurança para todos os integrantes ! Contato familiar - estabeleça previamente o dia em que vai ligar ou que não irá ligar, evitando os estágios de apreensão - principalmente na família. Estado em que se encontram os botes e motores (gasolina e elétrico - se for o caso), salva vidas, corda, remo (fundamental) e rádio UHF (mais difícil) Se em barco hotel, checar situação do gerador elétrico e experiência do condutor do barco, pois não são poucas as vezes em que se viaja à noite... "Cobrar" sempre dos piloteiros se os demais foram informados para onde seu bote estará indo. Melhor ainda se forem juntos (dois botes) para o mesmo local   Almoço no "barranco" é pitoresco (chega a ser agradável), mas não deve ser uma prática diária, pois um descanso de meia hora pós almoço faz diferença  Se tiver dúvida, qualquer que seja, pergunte ao piloteiro (ou ao operador), pois eles terão muito mais possibilidades de resposta pelo muito que conhecem...  Fazer uma avaliação (feedback) para o principal responsável pela operação, relatando as coisas que considerou ruins, mas principalmente as que foram boas  Daria para escrever mais, porém entendo que já está de bom tamanho até para gerar uma complementação por parte de outros pescadores...
       
    E lembre-se que sair para uma pescaria precisa ser - sempre - uma ação prazerosa, de muita alegria envolvida, quando muitos de nós sentem-se crianças (o que é ótimo). Desfrute de todos os momentos e que eles sejam inesquecíveis ! 
  18. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Falcão em O que esperar de um operador de pesca ?   
    Boa tarde a todos.
    Desculpe me Kid. Desculpe-me também, Marcel...
    Quem tem razão nisso tudo é o Cristiano: cada um tem um ponto de vista e mesmo que não possamos chegar a um consenso, podemos ser amigos e dialogar sobre aquilo que nos interessa: pescaria.
    Um abraço a todos e ótimas pescarias para todos nós... E quando não pudermos mais pescar, que nos restem as fotografias para matar as saudades e os amigos que fizemos nesse caminho.
  19. Upvote
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Renato Barreto em O que esperar de um operador de pesca ?   
    Comentário muito cheio de ironias....Não espero isso de um operador de pesca esportiva num fórum onde só tem pescador esportivo falando justamente sobre o atual cenário da pesca esportiva no nosso país.Mesmo que isso seja um desabafo (compreensível pelo seu ponto de vista) não se esqueça,que antes de ser um operador,você também foi um simples pescador como nós.
  20. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Falcão em Carretilhas Shimano - Tucunaré   
    Valtolino, boa tarde...
    Como os colegas disseram e vc já sabe, existem muitas opções...
    Tenho um amigo vendedor de uma loja de pesca que me disse o seguinte: o pescador compra (isca, carretilha, vara), não para pescar, mas porque ele gosta... parece que tem uma formiguinha que fica beliscando falando no seu ouvido dele: vc precisa comprar essa nova carretilha que saiu... vc precisa de mais essa isca (apesar de ter mais de 2000) kkkk
    Certo é que existem algumas carretilhas melhores e outras piores... mas num nível de shimano, a maioria atinge as expectativas... O resto é meio "fetiche". Eu por exemplo tenho várias carretilhas, algumas modernas e caras... acho lindo abrir aquela maleta e vê-las kkkkk  Mas há algum tempo essa tara passou (graças a Deus kkkkk). Hoje prefiro gastar mais em "ir pescar" que em colecionar equipamento. 
    E na hora de pescar mesmo, acabo pegando sempre a velha e inseparável curadinho 201 E7, aquela verdinha.... (foi minha primeira e até hoje a que realmente uso).
    Descobri que o peixe não conhece marca de carretilha, nem de isca, nem vara customizada, nem camiseta com protetor UVA, UVB, UVX... kkkk .... Se o bicho tiver comendo e vc acertar o arremesso, pode ser de Shimano, Daiwa, Abu Garcia ou Titanzinha, que vai grudar o beiço...
    Ah, essa Scorpion que o amigo citou é ótima também (é meio que uma Curado com outra cor - vinho - linda).
    Um abraço. Boas e muuuuuuuitas pescarias com peixe na linha e gelada no copo.
     
  21. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Falcão em O que esperar de um operador de pesca ?   
    É como eu disse... estamos fazendo para o público externo. Ninguém se interessa pelo pescador "de casa"...
    Quem pesca em nossos rios agora ou é gringo ou muito cheio da gaita...
    Outro dia vi uma pescaria no Pará... Ficava 15 mil por pessoa (5 dias)...
    Acho que algumas "operadoras" ganham muito.... Se vc ver o que o piloteiro ganha, pensar que as iscas saem do proprio rio.... que na maioria das vezes não se almoça na pousada, mas o peixe que pescamos... As condições muitas vezes bem simples (barco/motor) em comparação às oferecidas na Argentina, por exemplo, vamos chegar à conclusão que, como tudo, quem ganha é o atravessador...
    Sinceramente, gostaria de pescar mais.... de ver as pousadas cheias.... de ver os piloteiros que ficam no sol com a gente o dia todo, ganhando seu dinheiro...
    Mas parece que não é assim... Um graudão monta uma pousada... terceiriza serviços que nem sempre são bons... e cobra uma fortuna.
    No Brasil, não se entende nada inferior a 200% de lucro...🤔
  22. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Edson C. Martins (CAPITÃO) em O que deseja com a sua "tralha de pesca" ?   
    Minha humilde opinião: Todos os colegas acima tem suas razões,mas o que o @Shoji Ito disse também deve ser sempre levado em consideração: De que adianta uma tralha leve demais e brigar com o peixe até a total exaustão?? A tal "fórmula" no meu ver é simples: BALANCEAR O EQUIPAMENTO PRA CADA PESCARIA,ou seja,nem pra mais nem pra menos,simples assim...Varas e linhas intermediárias. Enquanto uns dizem que se deve pescar tucunaré na Amazônia com linha de 65lb e outros pescam com linhas de 40lb,fique no meio termo...Use de 50lb.....Ninguém quer rebocar o peixe ,mas também todos nós queremos devolver nosso troféu o mais sadio possível a natureza não é?! Um exemplo: acredito que todos vocês tem acompanhado as pescarias de piraíba no Suriname do Johnny Hoffman né? Já repararam que toda piraíba pescada por ele (ou pelo menos a grande maioria) chega a superfície totalmente exausta,já de barriga pra cima,demonstrando total exaustão e falta de forças sequer pra nadar....Já houve caso até de na hora de soltar o peixe,pararem a filmagem e não mostrar o peixo indo embora..Será que sobreviveu??? Quando ele está pescando com molinete até tenho confiança no equipamento,pois realmente são robustos e projetados para tal,mas e com carretilhas de perfil baixo e varas de 60lb??Como ele já fez algumas vezes....Eu realmente acho equipamento leve demais pelo tamanho dos peixes,mas respeito a opinião contrária.
     
  23. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Falcão em O que esperar de um operador de pesca ?   
    Boa tarde Kid.
    Vc tem muita razão, mas quero acrescentar algumas coisas.
    Por mais pesquisa e cuidado que se tenha, vira e mexe alguém cai numa verdadeira "cilada"... Também já fui vítima disso em Corumbá, com um piloteiro que chegou atrasado e bêbado e quando pedi para substituirem, pasme - mandaram o pai dele kkkkkk
    Pior impossível o clima.
    Isso ocorre porque eles não tem medo de perder clientes... Sempre vai aparecer outro trouxa para ser enrolado...
    (Graças a Deus encontrei meu cantinho e um pousada e piloteiro maravilhosos lá no Araguaia)
    Outro problema que vejo, é que a pesca esportiva tá parecendo carnaval: só "cabe" no bolso de turista gringo...
    Por mais que o serviço seja legal.... por mais que a gente ame pescar, as vezes é preciso fazer as contas...
    Sem querer ser exibido, mas à título de comparação, desisti  de uma pescaria de cinco dias no Amazonas (eu e minha esposa - que também pesca) e fui para Europa, onde, com o mesmo valor, passamos 22 dias viajando por inúmeros lugares (incluindo comida, passagem aérea, aluguel de carro, passeios, etc)...
    Amo demais pescar... mas tá ficando difícil...
    Agora mesmo, estou com um cruzeiro marcado para Grécia e outros lugares.... vai ficar muito mais barato que muita pescaria.
    São coisas diferentes: sim. Ambas são maravilhosas: sim.... mas é preciso entender que poderia se ganhar menos no valor e mais na quantia...
    Infelizmente, muitos querem tirar a perda do defeso na costa do pescador, que muitas vezes junta o ano todo para realizar um sonho de pescar num lugar mágico...
    É triste, mas é verdade...
  24. Upvote
    Cristiano Rochinha deu reputação a Kid M em O que esperar de um operador de pesca ?   
    Amigos,
    Essa é uma "questão recorrente" embora quase sempre tratada apenas quando a experiência foi negativa...
    O preparo para uma pescaria de uma semana (ou quase isso) é algo feito com bastante antecedência (ou deveria ser...)
    Logística, vôos, traslados, refeições, hospedagem e toda essa tranqueira que precisa ser vista e revista, sempre com muita ansiedade.
    Talvez a parte mais importante para que tudo venha dar certo (respeitando a questão climática) é feita - generalizando - com pouco aprofundamento...
    Retornar a um já conhecido operador de pesca (ou sua estrutura disponibilizada) é quase sempre uma tarefa preferida por quem coordena o grupo de pesca.
    Possivelmente por já conhecer os itens que possam vir causar problemas no grupo, e cuidar deles antecipadamente... (pouca cerveja, gasolina, bote reserva, piloteiros sem experiência, comida de qualidade questionável, pontos de pesca, comunicação e por aí segue... quem coordena sabe bem ao que me refiro).
    A recomendação mais adequada aos que começam agora esse "patamar" de pescar com uma assistência profissional de um guia ou mesmo operação de pesca, é que não deixem de fazer suas pesquisas ANTES de contratarem/pagarem o serviço.
    Não se importem de passar "por chatos", pois quanto mais esclarecimento tiverem, menor serão as surpresas adversas às expectativas ! Esclareçam logo que nada melhor que a verdade ! Levar equipamento para pescar couro numa localidade onde esse peixe é difícil de ser encontrado, é aumentar a raiva e frustração. Melhor saber a realidade e se adequar a ela ANTES da pescaria. Mas se o propósito for pegar peixe de couro, claro que o local/operação é que deve mudar...
    Promessas de troféus são quase sempre recorrentes nas operações de pesca, principalmente nas chegadas aos locais escolhidos onde quase sempre "somos informados" que na semana anterior os brutos estavam assanhados e possivelmente na semana após a pescaria é que vai ficar ainda melhor... (isso faz parte do jogo - não pode é acreditar...)
    Um bom operador poderá lhe informar aquilo que ele estará lhe oferecendo (e aí é marketing de venda mesmo), mas você não deve perder a oportunidade de questionar e/ou perguntar sobre questões quase sempre esquecidas, como comunicação, resgate no caso de acidente, vacinas, remédios disponíveis e os que devem ser levados, etc... A lista é grande e recomendo sempre um "check list" para o coordenador do grupo (quase sempre o com maior experiência) ir anotando essas questões. 
    Por fim é importante lembrar que "o operador" é tão somente um prestador de serviços, remunerado para fazer (ou verificar que seja feito) tudo aquilo que "anunciou". Ele não poderá garantir uma "boa pescaria", mesmo com seus piloteiros treinados, mas deverá garantir tudo aquilo que nos ajuda a passar um tempo de alegria em torno da pescaria. Pegar peixe nem sempre é o mais importante (acreditem nisso), mas ter um serviço abaixo do esperado é algo que tira as pessoas (pescadores) do sério. Pesquisar sempre, buscar informações com quem já usou o serviço, são indicadores para que se diminua a "janela" de insucesso durante o período de pesca.
    Por outro lado, o sucesso do serviço praticamente fideliza o grupo por muito tempo...
    Falo por mim e nosso grupo que sempre pesca no rio Negro com o mesmo operador, desde sempre...    
  25. Like
    Cristiano Rochinha recebeu reputação de Edson C. Martins (CAPITÃO) em O que deseja com a sua "tralha de pesca" ?   
    Minha humilde opinião: Todos os colegas acima tem suas razões,mas o que o @Shoji Ito disse também deve ser sempre levado em consideração: De que adianta uma tralha leve demais e brigar com o peixe até a total exaustão?? A tal "fórmula" no meu ver é simples: BALANCEAR O EQUIPAMENTO PRA CADA PESCARIA,ou seja,nem pra mais nem pra menos,simples assim...Varas e linhas intermediárias. Enquanto uns dizem que se deve pescar tucunaré na Amazônia com linha de 65lb e outros pescam com linhas de 40lb,fique no meio termo...Use de 50lb.....Ninguém quer rebocar o peixe ,mas também todos nós queremos devolver nosso troféu o mais sadio possível a natureza não é?! Um exemplo: acredito que todos vocês tem acompanhado as pescarias de piraíba no Suriname do Johnny Hoffman né? Já repararam que toda piraíba pescada por ele (ou pelo menos a grande maioria) chega a superfície totalmente exausta,já de barriga pra cima,demonstrando total exaustão e falta de forças sequer pra nadar....Já houve caso até de na hora de soltar o peixe,pararem a filmagem e não mostrar o peixo indo embora..Será que sobreviveu??? Quando ele está pescando com molinete até tenho confiança no equipamento,pois realmente são robustos e projetados para tal,mas e com carretilhas de perfil baixo e varas de 60lb??Como ele já fez algumas vezes....Eu realmente acho equipamento leve demais pelo tamanho dos peixes,mas respeito a opinião contrária.
     
×