Ir para conteúdo

Gabriel Bragatto

Membro
  • Total de itens

    207
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

Gabriel Bragatto venceu a última vez em Outubro 23 2019

Gabriel Bragatto had the most liked content!

Sobre Gabriel Bragatto

  • Rank
    Já consegue zarar
  • Data de Nascimento 27-10-1987

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    G. Bragatto

Informações de Perfil

  • Localização
    São Paulo - SP
  • Interesse
    Trocar informações de pesca.

Últimos Visitantes

966 visualizações
  1. Obrigado pela informação Marcel. Com certeza esse tamanho faltava no mercado. Quem conhece a isca sabe do seu potencial. Pra mim, na supercifie é realis 85 e 110, bonnie 95 e sara-sara 100 e 120 e Magick Stick 90 e 110. Mas a realis é a que mais vai pra agua. Não costumo pescar de meia agua, mas se tem outra isca fantastica é a Ryuki da Duo. Vale a pena. Abraços.
  2. Parabéns Guto. Perfeita colocação. Sucesso na pescaria independe de apenas um fator, claro que técnica, ambiente, e material contam muito, e muito mesmo. Principalmente conhecer o local e entender o comportamento dos peixes naquele dia para poder trabalhar a isca como eles querem. Conhecer o local é fundamental, por isso a importância de um bom guia de pesca, pois a maioria de nós não tem o privilégio de poder pescar 2 a 3x na semana. kkkkkkkk Mas verdade seja dita pois as vezes nada disso também adianta. Sabemos que tudo afeta nossa pescaria, seja, arremesso preciso, pressão atmosférica, maré, lua, fartura de alimentos, repiquete, rede, boto, piranha, e muito mais. Até aquele parceiro chato com a caixa de som escutando música de chifrudo na frente do barco interfere na pescaria. Você pode fazer várias pescarias no mesmo local, e todas elas serão diferentes umas das outras. Como você disse, as vezes é só a velha e boa sorte que trará resultados. As vezes técnica, as vezes o material, as vezes qualquer coisa e as vezes nada. Com certeza posso dizer que uma ótima pescaria será realizada quando temos todos esses fatores agregados. Claro que quanto mais conhecimento, maior a probabilidade de fazer uma ótima pescaria ou torná-la menos difícil. Mas sem dúvida alguma, acredito que o fator mais importante para o sucesso da pescaria é o churrasco e a diversão com os amigos. Churrasquinho na beira do barranco ajuda muito a pegar peixe. Já comprovei isso várias vezes, inclusive estou realizando um estudo sobre "A importância do cheiro da gordura da picanha pingando no carvão, para atrair os peixes". Parece que os peixes se alegram com o cheiro e com a farra. Pretendo realizar essa técnica mais algumas vezes antes de concluir o estudo. Abs meu amigo. Bragatto. Silvanio, Parabéns pelo tópico e pelo curso. Show. Concordo que isca não é o fator principal, pois muitas vezes gatamos dinheiro só pq nos parece uma coisa fantástica e acabamos sendo fisgados ao invés do peixe. Mas com certeza tem aquelas que fazem a diferença e não tem como negar. “Um pescador ruim com uma isca boa pode até pegar 1 peixe, já um pescador bom com uma isca ruim vai fazer a festa” PERFEITO E vai ter iscas que são ótimas e não funcionam para um pescador e iscas ruins que funcionam para outro pescador. Isca artificial é igual a sapato de mulher, elas tem muitos e usam quase sempre os mesmos, mas vai falar que elas darem. kkkkkkkkkkk Sucesso com o curso meu amigo. Abs.
  3. Brincadeira, precisa expor a pessoa para que ela tome uma iniciativa. Ai podemos perceber como é o trabalho desse belo profissional. Obrigado pelas informações Rafael. Abraço.
  4. Fala amigo, Bão? Vc já chegou a justar as pás da hélice curvando elas? Vc terá que achar o ponto certo pra que ela faça aquele barulho matador. Abs. Bragatto.
  5. Fala Octávio. Bão? Então, conheci os 3 Franks. Seu Francisco, Frank e o Junior. Quem estava em Barcelos era o Frank "Frank", nãi o Junior. Papo de loco esse hein? Kkkkkk E o pior é que os 2 são bem parecidos. No primeiro dia eu encia o saco deles falando que não conseguia destinguir um do outros.kkkkkk O Junior marodo da Jane é gente finíssima. Sr. Francisco tmb, não mede esforços para agradar. Abraço.
  6. Fala metirosos, Bão? Vou postar um breve resumo da minha pescaria realizada em Barcelos na semana de 8 a 16 de novembro. Bem, como todos já sabem esse ano a pescaria foi muito difícil devido as chuvas e o nível dos rios. Essa é a segunda viagem que realizo atrás dos bocudos amazônicos. Tudo se iniciou em março de 2019, temporada de pesca ainda longe mas como de costume ansiedade a mil. Como sempre fica a dúvida, Que região? Em qual data? Com que operadora? Meu grupo de pesca já tinha agendado sua data e local para o final de outubro com destino ao Uatumã. É um prazer pescar com os amigos mas queria algo diferente com que tenho sonhado a muito tempo, conhecer a tão sonhada região do negro. Pronto, destino escolhido (Barcelos) e parceiro nota 10 na companhia. Porém, uma semana antes de fechar o pacote minha avó adoece e acaba ficando internada, não sendo possível confirmar a viagem. Em primeiro lugar a família, pois Deus nos proporciona outras oportunidades e podemos adiar. Infelizmente, após 3 meses ela acabou não resistindo a uma pneumonia. Mas agradeço a Deus por ter o privilégio de conhece-la. Velha crica, reclamona demais, 91 anos muito bem vividos mas nessa idade qualquer coisa é um perigo. Após sua partida, voltei aos planos novamente. Infelizmente a vaga almejada já tinha sido preenchida e teria que correr atrás de um encaixe sem um parceiro. Olha, é muito difícil conseguir uma vaga em cima da hora, sem parceiro é quase impossível. Após muitos contatos com alguns operadores consegui um encaixe com o Osmar da pousada Rei da Amazônia, o qual me atendeu de forma fantástica. Pacote fechado, agora era só arrumar a traia, segurar a ansiedade e esperar chegar a tão sonhada data. Como todos já sabem, 4 semanas antes de iniciar a batalha as notícias eram desanimadoras, água, água e mais água descendo sobre a região do Negro. Bem, não adianta estressar o negócio é se divertir e bola pra frente. Partindo de São Paulo sentido Manaus. Chegando em Manaus era só aguardar pra conhecer a turma formada por 15 Gaúchos, 4 Goianos, 2 Paranaenses e 1 Argentino. Sem palavras para descrever essa turma. Creio que isso é umas das partes mais prazerosas da viagem, poder fazer novas amizades. Foram 6 dias de pesca, muita alegria, muitas risadas, festa, diversão e claro, da minha parte não podia faltar muita mas muita piada de gaúcho. Kkkkkkkkkk. Marcio Costelinha, Abner vulgo Rick Ramos e eu. Uma parte da turma. Chegando na pousada no sábado à tarde, já parti para aquele almoço bem rápido e borá montar as traia. O coração saindo pela boca. A subida no barco treme as pernas, ai é só gritar: -Borá piloto, acelera o bicho. Pronto, chegamos ao local sugerido pelo piloteiro, região ainda muito alagada e trabalhos iniciados, logo vem a pancada na Realis. Alguns tucuninhas engatados. Após engatar alguns peixinhos, arremesso lá no fundo da mata entre as arvores e venho trabalhando. Quase perto do barco vem aquele monstro e powwww. O Infelizmente o nojento veio para rebojar e espantar a isca. O lombo do bicho era imenso, mas era só ar água na boca. O safado não quis voltar, joguei meia agua, jig, quase entrei na agua armado, mas nada. Foi embora. Vida que segue. 2° dia. Peixe muito manhoso, muito poucos ataques. Insisti muito na realis e acertei uns peixinhos com ela. 3° dia. Dia mais difícil de pesca. Foi o dia que mais saiu peixe, mas percebi que os nojentos não estavam atacando, vinham e rebojavam. Quando grudavam na garatéia, muitos vinham com a parte exterior da cara fisgada. Nada de abocanhar. No final do dia estava irritado e pensei: -Esses safados estão dando o maior trabalho de serem fisgados, chegam perto e rebojam. Quer saber, vou apelar (RIP ROLLER na cara deles). 4° 5° e 6° dia O VROOOOOP reinava em meio a floresta. Foram 3 dias seguidos das 7 ás 18 sem trocar de isca, só na Rip Roller. Acertei muita tiriça na hélice, peixes bem pequenos mas pelo menos atacavam a isca e não vinham para rebojar. A pescaria foi difícil, mas me rendeu meu maior tucuna até hoje, 17lbs. Meu piloto segurando o bicho. Sidney o melhor piloteiro da amazônia. 15 minutos antes dessa foto dizia que ele era o pior. kkkkkk Perdi outros bons também. A turma sabia que puxava hélice o dia inteiro e no final do último dia de pesca, meu novo amigo Jacks, um gaúcho daqueles tiradores de sarro nota 1000 já tinha tomados todas e ficou só esperando eu chegar da pescaria pra me zuar. Quando desci do barco lá vinha ele gritando e dando muita risada: -O Bragatto. corre aqui, corre aqui! Paulista, tu precisa ver a lapa de Açu que o Vidal pegou. Um monstro! Sabe como ele pegou? Na meia água! Eu fiquei imaginado tu arrastando aquela bosta daquela isca o dia inteiro debaixo sol escaldante e não pegar nada de bom e vem um cara que só pesca sentado, vive enroscando a isca nas arvores e pega um monstro na meia água. Kkkkkkkkkkkkk Nunca dei tanta risada na vida. Kkkkkkk. Ajudar ninguém ajuda, agora pra tirar sarro o pessoal é uma maravilha. Segue algumas fotos da pescaria. Tirei poucas fotos pois a maioria dos peixes eram pequenos e não sou dos melhores fotógrafos. Aqui meu piloteiro pescando um pouco. Ensinei o garoto a puxar hélice e pegou um tucuninha safadinho. Meu amigo argentino Nacho, apelidado de tarantula para os intimos, comendo um assado de tartaruga. Gente fina, bom amigo. O retorno da pousada para Barcelos é realizado através de uma lancha com vários assentos, cobertura superior e um MOTORZIN 160Hp. No trajeto de volta pegamos uma chuva daquelas bem fracas, sabem? Daquelas que só de olhar já ficamos molhados. Misture isso a 50km por hora. A chuva batia que machucava. Graças a Deus estava com uma jaqueta de capuz dentro da mochila que estava na minha mão. Mas nem todos deram a mesma sorte. Olha o Clovis se protegendo como dava. Aqui a chuva tinha acabado de começar e já estavam agachados. Quando bixo pegou pareciam avestruz com a cabeça enterrada. 20191115_142209.mp4 Quem foi na frente se molhou todo, já o pessoal do fundo quase nada. -Peraí, eu vou chegar todo ensopado e o pessoal lá de trás vai chegar sequinho? NUM VAI NÃO! O pessoal tudo de cabeça baixa pra não tomar agua na cara. Ai eu pegava uma garrafa de água gelada no gelo, dentro do isopor, abria e CHAAAAAAP lá pra trás. Jogava e ficava quietinho. Quando chegou em Barcelos fui brincar com eles e disse: -Poxa, deram sorte de estarem lá trás, nem se molharam. -Você que pensa Bragatto. Não batia muita água, mas quando batia parecia água de congelador. GELADAAAAA que doía. Kkkkkkkkkk. E assim se foi uma semana maravilhosa. No retorno a SP, fui agraciado com esse belo pôr do sol. Só tenho a agradecer a Deus pela oportunidade e minha esposa pelo apoio. Abraço. Bragatto.
  7. Boa noite meu amigo, Marcos, a pousada é sensacional. Ótima estrutura, suits climatizadas, ótima comida (não há palavras para o pirarucu a parmegiana) e tem um diferencial, internet muito boa, muito boa msm. Fiquei até surpreso pois em Barcelos pode se dizer que não tem internet pois é muito ruim, e a da pousada é top. Não ligo para ter internet na pousada, pq vc chega cansado da pescaria, dá uma conversada com os amigos, janta e dorme, mas é ótimo poder mandar uma mensagem pra Nega Véia e dizer que está tudo bem. O Junior, um dos sócios e gerente da pousada tmb é um cara nota 10. A mulher dele, Jane, tmb é fantástica. Manda um abraço pra ela em meu nome, e diz que ela é uma ótima pessoa "FRITA ou DORMINDO" KKKKKKK. Ela vai endoidar. E enche o saco do guia Ronaldo, diz que eu espalhei que o sonho dele é pescar comigo, que eu dei uma surra nele puxando hélice. Não fique preocupado se o rio subiu seus 10 cm. O segredo está na insistência. A pescaria não está fácil mas pescar é assim. Cara, não sei se e ajuda, eu não subi para o estreito do rio Itu mas os colegas que subiram disseram que está mais seco que o resto da região e que foi aonde mais tiveram ações. Pena que só dedcobri no ultimo dia. Tenta ir nos primeiros. Abraço e boa pescaria. Se precisar de algo me avise. Bragatto.
  8. Galera, Voltei ontem de Barcelos. Estive na pousada Rei da Amazonia, nas intermediações do Itu. Rio baixando cerca de 4 cm dia, quase nada. Ontem pela manhã quando ainda estava em Barcelos deu uma chuva braba de 2 horas sem intervalos, torrencial. A pescaria foi muito dificil mas sairam alguns peixes de 70 e 80 up para o grupo. O peixe não estava comendo, apenas rebojando. Abri mão da pescaria para tentar acertar um grande e fiquei só na hélice. Se puder dar uma dica de iscas de superficies seriam DUO RELLIS PENCIL, SPIT FIRE da OCL e HÉLICE. Daqui uns dias posto o relato. Boa pesca pra quem ainda vai subir. A dica é perseverar, porque vai sair uns bocudos. Abraço.
  9. Octávio, Muito obrigado pelo esclarecimento. Espero que toda essa água desça e vá embora ainda essa semana. Estou torcendo para baixar uns 42 cm e estabilizar, ai vai dar pra brincar um pouco. Agora é relaxar e aguardar a ida. Vlw, E boa pescaria pra ti, se ainda estiver para ir. Abraço. Bragatto.
  10. Galera, bom dia. Aparentemente o ralo foi fechado em Manaus, pois já é o 5º dia que não desce 1 cm. Pelo contrário, só sobe. Ontem em 1 dia subiu 12cm em Manaus e em Barcelos 10 cm em 4 dias, marcando 4,42. Tendo em vista que faltam 10 dias para minha pescaria, faço uma pergunta aos mais experientes em nível das águas do Rio Negro. Há a possibilidade do nível do RN baixar em Barcelos ou no máximo é torcer para estabilizar? Abraço. Bragatto.
  11. Bom dia Marcus. Sim, iremos na mesma pousada. Já tinha lido uma resposta sua comentando sobre a pousada a uns dias atrás. Falei com o Osmar ontem e ele disse que tinha dado uma estabilizada. Pela previsão do tempo obtida no google, é que teremos sol entre hj e amanhã em Barcelos. Depois volta a chuva, mas espero que com menor intensidade. Quanto ao nível das aguas em Manaus, é aquilo, descendo seus míseros 5cm por dia. O de Barcelos só subindo.😒 Tenho amigo que encerrará a pescaria hj. Quando tiver noticias postarei as novidades. Vou dia 08/11. Você vai quando? Abraço. Bragatto.
×
×
  • Criar Novo...