Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Leonardo Fernandez

Dúvida Melhores Points para Robalo em SP

Posts Recomendados

Pessoal, conheço mto pouco sobre o robalo, alguém pode me ajudar com os melhores pontos em São Paulo e com as dicas básicas.

Estou muito interessado em conhecer melhor esse peixe, costumo pescar mais em agua doce.

Os locais abaixo são bons? :

- Canal santos/são vicente

- Canal de bertioga

- Canal de itanhaém

- E os canais do litoral norte, qq um é possível realizar boas pescarias?

Outra coisa, quais são os melhores lugares para encontrá-los? Nos mangues? Nas barras? etc?

E última dúvida por enquanto (rs), quais as melhores luas e marés para encontrá-los ?

Agradeço desde já. Grande abraço !!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa Leonardo,

O Robalo é encontrado em todos os locais que você citou.Aqui em SP temos o Robalo Flecha que pode atingir 25kg de peso, o Peva até 5kg e o "discutível" Trick que é muito parecido com o Peva e não atinge 1Kg.Eles são encontrados durante o ano todo, sendo mais comum a captura dos grandes Flechas no Verão a partir do mês de Outubro e dos Pevas e Tricks no inverno.

Mesmo sendo adepto do pesque, fotográfe e solte, seguem as medidas mínimas de captura aqui em SP:

35cm para o Robalo Peva e 50 cm para o Robalo Flecha. ::tudo::

Todos os locais que citou são bons pontos de pesca de Robalo próximos a SP e ainda temos outros um pouco mais distantes como Cananéia e Barra do Una em Peruíbe. Ao meu ver, dos que você citou, não tem nenhum local que seja melhor que o outro, o que pode variar é a condição de pesca de cada um deles na data escolhida.

A pesca do Robalo exige muito estudo e observação por parte do pescador, que deve conhecer muito bem a região e saber fazer a leitura das condições para aplicá-las no dia da pescaria, esta é sem dúvida a parte mais importante. ::tudo::

A pescaria do robalo é um grande desafio pois o comportamento do peixe é diretamente influenciado por fatores externos como pressão atmosférica, temperatura, salinidade, visibilidade da água, etc... doeu:: A leitura correta destes fatores aplicados ao conhecimento do local como saber se determinado ponto de pesca é mais produtivo na enchente ou na vazante da maré, com qual altura de maré, na escolha da isca conforme a visibilidade da água, se o robalo está se alimentando na superfície ou no fundo e assim por diante aumentarão e muito a sua chance de capturas.

Como em outras pescarias, na de Robalo não existem regras absolutas, mas deixo aqui algumas dicas com base em minha experiência:

- Em mangues e canais, dê preferência para pescar em luas de quarto minguante ou crescente, dias em que a maré corre de maneira mais lenta e uniforme, sem muita variação, (ideal de 0,6 a 1,2 mt) o que faz com que o robalo localize visu mais facilmente suas presas, ou melhor, suas iscas. Evite dias de maré "morta", lembre-se que o robalos caçam e movimentan-se com as marés. ::tudo::

- Em lajes e parcéis na região costeira, prefiro pescar em dias de lua grande com maior aplitude de maré.

- Evite dias em que haja muita variação da pressão atmosférica, indiferente se está sol ou frio há 3 dias ou mais, o importante que o clima esteja estável no dia da pescaria como ocorreu nos dias anteriores, como citei antes, o Robalo é muito sensível as variações. doeu::

- Dias que atecedem a entrada de frentes frias normalmente são bem produtivos, pois o Robalo se alimenta mais para ter uma reserva de energia para enfrentar o período de frio, período em que ele ficará inativo e a pesca dificultada.Mas não se preocupe se o frio durar mais de 3 ou 4 dias, pois chega um momento em que a reserva de energia acaba e ele se vê obrigado a abrir a boca e nesta hora, nossas iscas devem estar lá! joia:::

- Busque o máximo de informações sobre o local e procure pescar com Guias de pesca ou pescadores de Robalo experientes na região que saibam fazer a leitura correta.

Equipamentos que eu utilizo e recomendo para a pesca de Robalo com iscas artificiais:

Varas- Tamanho de 5,0´ a 5,6´ com ação moderada de 12 a 14 lbs e varas de ação rápida de 17 lbs.

Carretilhas ou Molinetes abastecidos com linhas multifilamento de 20 a 40 lbs com líder de fluorcarbono.

A pescaria pode ser realizada com iscas artificiais (plug´s plásticos) de meia água e de superfície, com jumping jigs e camarões ou shad´s de silicone, dependendo da condição da maré e visibilidade da água.

As iscas mais produtivas são: 3D minow da Yo-zure, Smith Saruna 90, NN Borá 7,5, Tienco Flat Pepe 60, Jackal Bonnie 85, NN Magic Stick 8, NN Fatal 60 e 70, etc... nas cores transparente, verde limão, amarelo e laranja.

Os jigs devem ter no máximo 30 gramas e os mais produtivos são os conhecidos popularmente como "sapinhos" das marcas NS, LDK ou Dinâmica nas cores dourado, prata, verde limão,com Glow, Laranja com Glow e Preto com holográfico.

Camarões de silicone de 8 e 10 cm nas cores Natural, verde limão, ferrinho e chá com Jig Head de no máximo 15 gramas (os melhores são os da marca Gamaktsu 2/0).

O que levar além das tralhas:

Licença de pesca amadora (http://www.mpa.gov.br), Protetor solar fator 20 ou superior, Repelente, Òculos de Sol, Máquina fotográfica, roupas leves e capa de chuva.

Em uma rápida pesquisa na Web você encontrará muitas outras informações.

Espero ter ajudado e qualquer dúvida, é só falar.

Boa pescaria!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa Schmidt, como diz o craque Neto, baita aula vc deu agora.

Muito obrigado por todas informações...

Ouvi dizer que no canal de são vicente/santos é um pouco perigoso devido a assaltos. Será que é verdade?

Mas de qq forma, vou partir para a prática e ver o que aprendo.

Deixa eu ver se entendi certo, é bem mais fácil achá-lo no momento que a maré está correndo (período da enchente ou vazante) do que nos momentos que a maré está parada? Ou não, isso varia ?

Dentre as opções de iscas que vc passou, o stick é a que mais se destaca? É a mais produtiva?

Se possível vamos agendar uma pescaria um dia desses, é sempre bem mais fácil aprender olhando quem conhece como vc...

Mais uma vez obrigado.

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa Leonardo,

Isso é um pouco do que aprendi nestes anos e que continuo aprendendo a cada dia com estes prateados.

Eu fiquei sabendo de alguns assaltos na região do Jd. Casqueiro sim, mas isso já faz um tempo e ultimamente não soube de mais nenhum episódio por lá.

Vai variar de acordo com o ponto de pesca, existem locais de pesca no reponto que são muito produtivos. joia::: O roteiro da pescaria deve ser planejado na véspera e torcer para seus indicadores estarem corretos no dia seguinte,hehehe.

Ao meu ver, os Jumping Jig´s são as iscas mais produtivas, porém nada se compara ao ataque de um Robalo a uma isca de superficie, principalmente se for um flechão em cima de um stick... È indescritível e viciante. ::tudo::

A pescaria no pincho envolve a técnica de precisão dos arremessos nas estruturas, além do correto trabalho da isca. Por isso o Stick é uma isca muito utilizada pelos pinchadores de robalo, além de ser muito produtiva quando corretamente trabalhada.

Vamos sim é só agendarmos por e- mail.(pescarobalo@gmail.com)

Abraços

Opa Schmidt, como diz o craque Neto, baita aula vc deu agora.

Muito obrigado por todas informações...

Ouvi dizer que no canal de são vicente/santos é um pouco perigoso devido a assaltos. Será que é verdade?

Mas de qq forma, vou partir para a prática e ver o que aprendo.

Deixa eu ver se entendi certo, é bem mais fácil achá-lo no momento que a maré está correndo (período da enchente ou vazante) do que nos momentos que a maré está parada? Ou não, isso varia ?

Dentre as opções de iscas que vc passou, o stick é a que mais se destaca? É a mais produtiva?

Se possível vamos agendar uma pescaria um dia desses, é sempre bem mais fácil aprender olhando quem conhece como vc...

Mais uma vez obrigado.

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo Schmidt falou tudo. Pesco no casqueiro há mais de 15 anos, nunca vi nenhum assalto, e olhe que eu entro bem dentro do mangue. robalo tem ponto hora e mare certa, aconselho inicialmente pescar com um guia, pois se não a chance de fracasso é gde, pois o canal é gigantesco, e os pontos são muito diferentes, e dificil de aprender de primeira.

A bola da vez no momento é o jighead, produtividade e qualidade inquestionaveis.

Na verdade canais em SP são só 2 o complexo lagunar Lagamar(cananeia-Iguape) e Canal Santos, são vicente-Bertioga. O restante são rios de maior ou menor volume Una, Itanhaem, Guarau, Itaguare, Guaratuba, Puruba.

O canal de São Sebastião, não é um mangue, é na verdade o espaço entre a Ilhabela e a cidade de São Sebastião, deve exstir robalos, mas não é um ponto.

No litoral norte se destacam os pequenos rios, os 2 principais Puruba e Guaratuba.

Canal só depois em RJ e abaixo de cananeia no parana o canal de paranagua.

Abs

Dini

Conselho-vai pescar com o amigo schmidt para conhecer o nosso prateado favorito. ::fishing

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×