Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
ThaisonScopel

fiscalização apreende 270 Kg

Posts Recomendados

http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?noticia=Fiscalizacao_apreende_270_Kg_de_pescado_e_aplica_R_22_mi&id=211841

Fiscalização apreende 270 Kg de pescado e aplica R$ 22 mi

De Rondonópolis - Débora Siqueira

Foto: ReproduçãoFiscalização apreende 270 Kg de pescado e aplica R$ 22 mi

Fiscalização integrada da Polícia Ambiental e Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) resultou na apreensão de 271 quilos de pescado fora de medida. Ao todo seis pescadores da região Sul e de outros estados foram multados por tirarem dos rios exemplares com tamanho inferior ao permitido por lei. Juntos, eles foram multados em R$ 22.820,00.

A ação de fiscalização aconteceu nos rios São Lourenço e Piquiri, nos municípios de Santo Antônio de Leverger e Barão de Melgaço. Os fiscais estavam desde o início do mês em campo para registrar os flagrantes. A maioria das apreensões ocorreu em pesqueiros.

Conforme o boletim de ocorrência registrado pelos fiscais no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) de Rondonópolis, o pescador Francisco Galvão, 68 anos, morador de Franca (SP) armazenou a maior quantidade de pescado fora da medida. Ele estava com um grupo de turistas em um pesqueiro em Barão de Melgaço.

O pescador possuía 171 quilos de tucunaré, traíra, cachara, dourado, pacu, piau, barbado. A multa emitida a ele foi de R$ 13.420,00.

Todo o pescado apreendido foi doado para o Recanto dos Idosos, em Rondonópolis.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho muito pouco!

Eles estavam com esses peixes abaixo de medida esperando que com R$50,00 subornariam os florestais...

Espero que essa seja, cada vez mais, a realidade do nosso querido Pantanal... fora isso, nada mais salva aqueles rios

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho muito pouco!

Eles estavam com esses peixes abaixo de medida esperando que com R$50,00 subornariam os florestais...

Espero que essa seja, cada vez mais, a realidade do nosso querido Pantanal... fora isso, nada mais salva aqueles rios

Neco,

É bem por aí mesmo. Isso não é nada!

Tenha certeza de que este órgão estava pressioando pela própria imprensa por alguma cagada recente e fizeram esta matéria para apaziguar.

O que sai na imprensa geralmente é coisa pequena e por muitas vezes até descabida. Faz parte da palhaçada dos órgãos ambienteis, principalmente IBAMA! Mestre nesta palhaçada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

http://www.ipesque.com.br/Materias.asp?id_publicacao=638

14 de Outubro de 2011 - 11h48m

Atualizado: 14 de Outubro de 2011 - 11h48m

Parque Ecológico de Colniza MT

Fiscalização apreende rede, barco, motor e carretinhas usados por pescadores para a prática ilegal

De: 24 Horas News por Elvio Lopes

Um trabalho de fiscalização ambiental resultou na apreensão de grande quantidade de material utilizado em pesca predatória, barco, motor e carretinhas usados por pescadores para a prática ilegal. A fiscalização foi realizada na última semana em parceria entre a Prefeitura de Colniza, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Polícia Militar, com apoio da Rotam.

A apreensão aconteceu durante uma operação realizada nos distritos do Guariba e Três Fronteiras, onde estão localizadas as Reservas Extrativistas Guariba-Roosevelt e a Estação Ecológica do Rio Madeirinha, todas no município de Colniza.

A equipe da fiscalização municipal apreendeu, na rodovia MT-206, que liga Colniza ao distrito de Três Fronteiras, nas imediações do rio Madeirinha, 1.500 metros de rede que seriam utilizadas na pesca predatória; 500 espinhéis (anzóis) de uso proibido; uma carretinha truck, um barco de seis metros de comprimento e um motor de 15 HP.

Nessa apreensão, realizada pela equipe da Rotam e Polícia Militar de Colniza, foram flagrados vários pescadores de posse dos apetrechos de pesca proibidos, configurando crime ambiental. Os materiais foram apreendidos e encaminhados à Promotoria de Justiça de Colniza.

Em outra operação, no rio Madeirinha, em que as equipes da fiscalização municipal e da Polícia Militar desceram cerca de sete horas de barco pelo rio, foi apreendida uma carretinha estacionada na área da Estação Ecológica.

O pescador não foi localizado, porém, a presença da carretinha, atrelada a um veículo, também configurou crime ambiental, pelo uso em área de proibição da pesca.

Ainda durante a operação, várias abordagens foram realizadas na rodovia MT-206 e na própria localidade do distrito de Três Fronteiras, com revista pessoal e checagem das pessoas abordadas pelas equipes da PM e Rotam e apreendidas armas e munições em uma propriedade rural da região. A operação foi coordenada pelo capitão Taques, comandante da 11ª Cia Independente de Polícia Militar de Colniza.

Em agosto passado, outra grande operação policial militar, igualmente realizada pela Polícia Militar em conjunto com a fiscalização municipal e com apoio do Ministério Público Estadual local apreendeu grande quantidade de pescado capturado nas reservas extrativistas e na estação ecológica de Colniza.

Imagem Postada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse tipo de coisa, o certo mesmo era vermos todos os dias, aí sim teriamos certeza que a fiscalização está cumprindo com o seu ordenado!

O pior é ver de vez em quando como agora, e imaginar a toneladas e toneladas que já passaram por esse mesmo local e nada aconetceu...

Mais vamos que vamos, é sempre um passo a mais

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×