Ir para conteúdo

Severo

Membro
  • Total de itens

    12
  • Registro em

  • Última visita

1 Seguidor

Sobre Severo

  • Rank
    Pescador de Lobó
  • Data de Nascimento 06-12-1977

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino

Informações de Perfil

  • Localização
    São Paulo - SP

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Bela pescaria, não erra uma heim. Ainda vou fazer uma dessa com vc. abs
  2. Realmente os guias são bons. Posta o relato pra gente
  3. Pode ir sem medo, tenho certeza que vai gostar o pessoal é 10. abs
  4. Reginaldo muito obrigado pelas palavras, sei que as mesmas são de cunho verdadeiro e sem segundas intenções. Continue no caminho certo tratando os clientes como se fosse um membro de sua família que o sucesso é garantido e duradouro meu amigo. Abraço
  5. Kid M antes de mais nada obrigado, não coloquei os detalhes com medo de fazer propaganda e post ser retirado, aconteceu isso em outro forum.
  6. Olá pessoal, não sou muito de fazer relatos até porquê não tenho muito tempo disponível, mas como sobrou um dia de folga aqui na minha agenda eu resolvi compartilhar com vcs uma experiência vivida na última pescaria que eu vim a realizar em alto mar. Depois de muito aguardo e ansiedade chegou o tão esperado dia, como da última vez eu e o amigo Adenio resolvemos retornar a cidade de Itacaré, a qual já haviamos feito nossa primeira pescaria oceânica no mês de novembro, pescaria que por sinal foi sensacional, pois tive o prazer de pegar diversos peixes como um cherne por volta de 25KG, pitangiolas de 8 a 10kgs, saramonetes de até 6kg e outros peixes da região, fora os estouros de linha que tive o prazer de sofrer devido a falta de experiência com os brutos que se encontra na costa da Bahia.As fotos eu peguei o link do site deles pois não sei bem como faço pra carregar fotos fora o tempo. Na foto o Adenio com o Guia Gustavo e uns dos diversos saramonetes pegos em novembro. http://www.itacarepesca.com.br/fotos/helio/helio-133.JPG Durante a noite saiu alguns desse tamanho, nessa foto é o amigo Frances que não me recordo o nome. Video da minha briga com o Chernào em novembro https://www.youtube.com/watch?v=IUU8pcdHWP8 Sendo que em novembro conseguimos fazer 3 dias de pescaria, sendo o primeiro e o terceiro na plataforma continental de itacaré pescando a 100m de profundidade e o segundo pra fechar no 10 ainda conseguimos pescar nas proximidades de um navio plataforma que estava perfurando a 20 milhas de Itacaré, nesse navio realizei a melhor pescaria da minha vida e pudi superar meus recordes pegando centenas de atuns entre 8 a 30kgs, enfim adrenalina geral e muitas saudades dessa pescaria que ficou gravada na minha mente, na epóca não fiz relato pois como sempre falta tempo até pra ir no banheiro kkkk. Mas enfim nessa última que realizei, foi agora na semana passada, sendo que haviamos marcado as datas logo após a nossa pescaria de novembro, e até então ficamos acompanhando as postagens no site e no face da Itacaré Pesca, o tempo foi passando a ansiedade aumentando a cada foto que o pessoal postava com os pescadores que vinham realizando suas pescarias, até chegou o grande dia do nosso retorno. Dessa pescaria participaram não só eu mas tb o Doutor Adenio e o Sr. Elias, o Sr. Adenio eu já conhecia, grande camarada que além de pescar curti Rock como eu e gosta de tomar um loira bem gelada durante e tb depois das pescarias kkkkkk resumindo gente fínissíma, mas o Elias eu não conhecia, como ele era amigo do Adenio, obviamente deveria ser outro grande pescador. Chegado o dia embarcamos em São paulo com destino ao aeroporto de Ilhéus, onde fica mais próximo de Itacaré, coisa de 80km de viagem, em média 1 hora de deslocamento entre as 2 cidades, a viagem é feita pela costa das 2 cidades, e lindas praias podem serem vistas durante o trajeto. Depois de 1h de viagem chegamos na Fish-House, que é uma das pousadas parceiras do Itacaré Pesca e assim oferecem um preço muito mais em conta para quem pesca com eles. A casa é linda e muito confortavél, coisa de cinema mesmo e como naquele dia estavamos somente nos 3 e os 2 funcionarios da casa, acabamos nós sentindo patrão mesmo kkkkk. Fotos da casa Fish-House Um dos quartos tem paredes de vidro e piscina privativa, muito top mesmo. No outro dia partimos pra pescaria com o Guia Gustavo e seu auxiliar Jó, ambos muito atenciosos e dispostos a encontrar os peixes para satisfazer a nossa ansiedade, até porquê naquela semana foram pegos grandes peixes de até 40kgs por aquelas bandas e assim ficamos muito mais esperançosos. Embarcamos na traineira bem cedo mesmo, sendo que 05:10hs estamos embarcados e as 06:20hs já estavamos jigando nas paredes nos primeiros pontos de 110m. Não demorou muito e deu ínicio as primeiras atividades com o Adenio que apesar da idade é um jigador de primeira e não se cansa fácil, depois de uma batida seca um briguento Olho de boi por volta de 9kgs apareceu pra foto, começamos bem o dia pois esse é um troféu que nem sempre se consegue pescar. Continuamos a pescaria e depois desse peixe demos varias passadas sobre o ponto, mas como deu uma paradeira o Guia Gustavo resolveu mudar de ponto pra aumentar nossas chances, chegando lá continuamos no jig e tb nada, com o tempo resolvemos mudar de ponto e tentar pegar alguns peixes na pargueira, até porque pegamos em novembro bons peixes como o chernão e varios saramonetes. Descemos as pargueiras com lula e logo deu ínicio as atividades, porém de peixes menores como guaiubas e vermelhos pequenos, porém os chernes, badejos e outros peixes de fundo não estavam muito ativos naquele dia, e somente pintou mais uma pitangolinha fisgada pelo Adenio. Resolvemos bater outro ponto e resolvi voltar a jigar e depois de algum tempo engatei algo no meu jig, não brigou muito mas sem dúvida era um peixe que brigava diferente aos outros que pegamos, depois de subir os 130m me deparei com um vermelho estilo o dentão que pegamos aqui em São paulo, o peixe tinha por volta de uns 5 kg e o auxiliar Jó comentou que a carne dele era muito saborosa. Permaneci no jig mas não tive mais ações, o mar estava meio agitado e choveu quase quse que o dia todo e assim dificultou um pouco a pescaria. O Adenio resolveu voltar pro jig e depois de jigar um bom tempo conseguiu engatar um bom peixe que dessa vez deu mais trabalho pro meu amigo, chegou a dar um bom soador no camarada kkkk. Depois de muita briga e descarrego de linhas, que por sinal arrepiam qualquer pescador, acabou pranchando um belo Olho de boi por volta dos seus 16kg. A alegria foi geral e o troféu estava garantido pra nossa turma, como já estava próximo de completar as 10 horas de pescaria, resolvemos retornar pra casa e relaxar para o próximo dia. Video da briga. Chegando em terra o Origenes, que tb é guia da operação, nos recepcionou para levar a gente de Hylux até a pousada onde estavamos hospedados pois a mesma fica a uns 700m do local do embarque, nesse deslocamento ele havia comentado que na região havia muita lagosta e seroa possível compra-lás por um preço bem menor que São Paulo, não pensamos 2 vezes e reservamos alguns kgs, e naquele mesmo dia a Tia Lú que cuida da pousada já preparou um delicioso jantar com lagostas assados no forno, salada e arroz, tudo fresquinho e feito na hora, então resolvemos correr na lojinha do lado e encomendamos algumas caixas de Heinken pra botar na geladeira da pousada e acompanhar aquelas iguarias da região. Nosso jantar foi uma delicia e regado a muitas risadas, logo depois postamos as fotos no face pra matar os parentes e amigos de vontade kkkkk. Nunca comi tanta lagosta na vida, realmente se sentindo patrão naquela casa linda comendo lagosta e tomando Heineken. Postando as fotos no face. Adenio estilo patrão, parece o chef da máfia kkk grande amigo. No outro dia o mar estava muito mais tranquilo e sem chuva e um sol brilhando lá no alto, com certeza o dia prometia e dessa vez eu tb queria pegar o meu troféu, partimos para as paredes e deu ínicio a nossa luta com em busca dos diversos troféus que haviamos visto serem postados no face da operação. Não demorou muito e enagatei uma pitangola e abri as atividades do dia, batemos aquele ponto por algum tempo mas nada de atividades, resolvemos mudar de ponto quando de longe avistamos o outro guia Zé da Véia que tb faz parte da operação, estava com um pescador brigando muito com algo de bom tamanho, assistimos a briga de longe e depois de longos 20 minutos a turma da outra traineira levantou um Obzão por volta de 30kgs. Vendo aquela cena resolvemos tentar insistir mais um pouco no ponto, mas nada de ação. Mudamos para outro ponto e de cara pegamos um badejinho de uns 5kg, insistimos mais um pouco e tb fisgamos uma pitangola de bom tamanho enquanto o Elias pegava diversos peixes menores na pargueira. Permanecemos nesse ponto por um bom tempo só tomando Heinken e saboreando o resto das lagostas do jantar passado, e claro brincando muito com os peixinhos de fundo. Depois de um tempo mudamos de ponto e não demorou muito pra pancada vir na minha vara e a adrenalina subir a 1000, pela pancada percebi que não era dos pequenos e ali seria a chance de pegar o troféu do dia, até porque o troféu do dia ficou com o Adenio e dessa vez a sorte estava do meu lado kkkkk. O bixo brigou bastante e a suadeira é invitavél, junto com a dor nos braços e um pouco de tremedeira que é um misto de emoção e cansaço, mas aos poucos o gigante foi se cansando e depois de uma batalha despontou um grande Olho de boi por volta de seus 19kgs. Muito lindo vc ver aquele branco crescendo no fundo do mar, sem dúvida essas cenas fazem a gente retornar muitas e muitas vezes pra viver momentos como esse. Mas enfim como já estavamos cansados e no fim da tarde resolvemos retornar pra mansão da Fish-House. Vídeo da vriga com Ob. https://www.youtube.com/watch?v=-ZDJG9oOYSY Chegando lá encontramos o amigo Reginaldo lucera o qual é um os responsavéis pela operação, o mesmo havia chegado durante a madrugada com sua mãe e um amigo deles, a noite foi chegando conversa vai conversa vem e novamente pedimos pra tia Lú que por sinal é muito prestativa e um amor de pessoa, para que fizesse uma muquevca arretada com a pitangola e files de badejo frito, pois de lagosta estavamos até a tampa kkkk chique hein, não demorou muito e lá estavamos nós conversando e saboreando um badejo frito a beira da piscina e em seguida comemos a muqueca de pitangola. No outro dia partimos para o mar novamente dispostos a pegar um bom peixe pra finalizar o último dia da nossa pescaria, o dia foi se passando e nada de peixe de expressão, somente um pequenos na pargueira de fundo, insistimos no jig porém os peixes não estavam ativos naquele dia, mudamos por diversas vezes de ponto e nada deboas ações, realmente aquele dia era do peixe e não do pescador, nção demorou muito e o Reginaldo chamou no rádio da embarcação para ver como estava nossa pescaria, uma vez que ele tb estava no mar pescando com outro guia da operação, o guia gustavo conversou com ele e por lá tb nada de ações, ou seja os peixes realmente não estavam ativos naquele lindo dia de sol. Mas como já estavamos satisfeitos com os troféus capturados nos dias anteriores, nem esquentamos a cabeça e aproveitamos para gelar o buxo com as Heinekens. Passamos o dia ali jogando conversa fora e batendo alguns pontos mas nada de grandes peixes, até que o Adenio desce um jig cromado da NS e sente uma pancada seguida de uma arrancada muito forte, o peixe erra brigador e deu diversas tomadas de linha, até pensamos que fosse alguma cavala wahoo ou atum de bom tamanho, mas depois de muita briga despontou um peixe novo pra gente até o momento, se tratava de um xaréu amarelo gigante com seus 11kgs bem pesados na balança, já ouvi falar muito desse peixe, mas não imagina que a briga era tão boa assim, realmente muito emocionante aquelas tomadas de linha, peixe muito valente e proporcionou uma ótima briga. Logo depois dessa ação o Reginado chamou no rádio de novo e disse que havia pego 2 olhos de boi no jig Dunn da Ns, sendo que um deles de 18kg e outro maior que segundo ele havia fritado sua carretilha com os seus 30kgs, e sua mãe havia pego varios vermelhos no fundo sendo que um deles era como se fosse um badejo mas na cor vermelha de uns 5 kgs, depois dessa chamada no rádio até pensamos em tentar mais alguns pontos mas como já estava no fim resollvemos finalizar nossa pescaria com aquele xaréu gigante. Bom galera é isso mesmo, a pescaria foi 10, o Guia Gustavo e seu auxiliar Jó se empenharam o máximo para satisfazer nossos objetivos, a hospedagem na pousada foi 1000. Agradeço a todos da operação itacare pesca pelo empenho prestados para que nossa passagem por itacaré fosse a melhor possível, com certeza voltaremos e dessa vez com nossos familiares, valeu galera. Galera a pedido do Kid M vou passar os detalhes financeiros da pescaria. Quem estiver afim de realizar uma pescaria em Itacaré pode entrar em contato com o pessoal da Itacaré pesca site é www.itacarepesca.com.br . Preço de maio 2014 traineira para 4 pescadores R$ 1.000,00 lá tem a opção para pescar de lancha o valor é R$ 2.000,00. Qualquer dúvida estou a disposição. Para esclarecimento geral sou apenas um cliente muito satisfeito com o atendimento e pelos serviços prestado pela operadora nas duas ocasiões na qual estive pescando com eles.
  7. Poderia mandar detalhes para outubro 2014 email carlos.lui@ig.com.br abs
  8. Tem as varas da sumax modelo Kenzaki comprei uma de 2.40m paquei 189,00 acredito que de 1.80m esteja nessa faixa de preço.Vara muito boa aguenta bem o tranco. Tenho um video nesse site www.spfishing.com.br que estou usando a minha.
  9. gostaria de fazer parte do grupo, sou de São Paulo capital Zona Sul.
  10. Eae rafael beleza ,seja bem vindo,sou amigo do betao aqui da zona sul SP Fishing. Abracos Carlos Souza
×
×
  • Criar Novo...