Ir para conteúdo

Netto

Membro
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Netto

  • Rank
    Pescador de Lobó
  • Data de Nascimento 25-09-1969

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino

Informações de Perfil

  • Localização
    Guará - DF

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Antes de tudo, gostaria de agradecer o carinho, atenção e respeito de todos que participam do tópico. Vocês são dez, melhor, pescadores. Neste mundo corrido, tirar parte do tempo para prestar tais esclarecimentos é algo a se elogiar muito. Realmente fechei o negócio, o barco tinha até seguro (nem sabia que precisava). Levei um colega com experiência de motor e ele o testou no orelhão. Aprovadissimo, de qualquer sorte mandarei para revisão com o intuito de ter o histórico amarradinho em minhas mãos. Acho que se não postasse a minha conclusão seria até desrespeitoso com vocês que me auxiliaram e com aqueles que procuram esclarecer suas duvidas. Robalo e semelhantes – Fui ver um de mesmas dimensões. Maravilhoso, porém é grande de verdade. Induz a levar mais tralha para dentro do barco e dependendo da turma de pesca navegar com 4 pessoas. Para ir leve daria pro Tohatsu 18. Só que o ideal é ao menos o Mercury 25/30. Realmente é mais do que preciso. Para o meu perfil é se servir com mais do que da conta de comer. Feliz do Alex, parabéns pelo seu. Agora vejam só: que contrasenso o meu, bater o pé no Yamaha 15 hp por ter apenas 36 kg e ignorar as dimensões do Robalo. Graças ao nosso debate pude enchergar isso. S500 da Pety e Mandi da Mogimirim. Esta seria a minha escolha. Não iria de Sargo em razão do pontal menor. Ao verificar que a Levefort fabrica sem as estruturas laterais internas, compraria o Mandi (melhor custo benefício), desde que o visse pessoalmente. Devo ir mesmo a fabrica da Mogimirim quando for a Aparecida/SP e posto minha impressão. Estou 99% convencido que a melhor compra para o meu perfil seria S500 da Pety + 15hp Yamaha, caso não gostasse acabamento do Mandi e considerando a opinião até agora unânime da facilidade de negociar com a Pety. Quanto aos semi-chato, como sempre naveguei pouco me detive mais ao fato do bicudo cortar melhor as marolas, fato: só isso me bastava. Respeito muito o Rio/Lago, ao ponto de não procurar outra alternativa. Cá entre nós, o semi-chato não teria a aceitação do mercado se não agregasse parte da qualidade da canoa bicuda. Revi os meus conceitos, e vou experimentar. Me faz até uma pessoa melhor poder mudar opiniões pré-concebidas. Os Big Fish, acho esta linha linda. Não optaria por ela apenas por achar a proa baixa (como alguns aqui). Qualquer dia desse aceito o convite do Artur para conhecer a dele. Dentre os semi-chato novos teria escolhido o da Pety, certamente. Motor: para quem conhece pouco fica limitado apenas ao nome da Yamaha. Obrigado Alex, você e outros foram fundamentais para que me informasse melhor sobre Mercury e Tohatsu. Esses dois são melhores custo benefício pela relação preço X potência X consumo. Ainda assim, os 36 kg da Yamaha ……. Kkkkkkkkkkkk. Desculpe aqueles que não citei nominalmente, mas a opinião de todos foram fundamentais para minha conclusão, ainda aberta para diálogo. Estas são as minhas impressões, e submeto a consideração superior - risos.
  2. Vixe, vida louca!!! Tive um contingenciamento nas receitas, o bicho pegou. Fique borocochô. Na mesma hora um amigo me chamou para ver um conjunto usado, moral da história: To quase fechando um barco semi-chato pantaneira ano 99 , borda alta 53, 1,5 mm de fundo, estruturas internas nas laterais, muito parecido com o Pety, compartimento estanque na proa, viveiro, blá, blá, blá; motor tohatsu 18 hp (2001) + o retificador + carrinho que transporta motor e tanque juntos + capa para transporte de motor (não vi, mas ele disse que é de couro e bem reforçado), revisado, pequenos arranhões no capacete e descascado abaixo da hélice (bateu em pedra e pegou banco de areia, nada que aparentemente o desabone; e carreta estilo baú da Goiás naútica - suspensão, estrutura 100%, remos, lonas e uns "gueres gueres". R$ 7.800,00 o conjunto. Olhei e curti logo de cara!!! Falta por na água, farei no sábado para finalizar. Tudo muito pouco usado, pareceu-me. Carreta preferia o estilo prancha, mas embora seja ano 99, tem um jeitão de 2009, nova. Fechando o negócio só vou conferir o rolamento (sempre faço) e colocar uma roda boba (louca) na carreta. Resumindo, queria um bicudo, levo o semi-chato, queria o Yamaha 15 hp levo o Tohatsu, queria carreta prancha levo baú. Poderia ter esperado ano que vem, haja vista que este ano não pesco mais. Só que o conjunto parecia que tinha o meu nome. Não deu para segurar, mulher deve sentir isso quando vê bolsa e sapato, kkkkkkkkkkkk. Mais importante, tudo me agradou de cara e fechou o orçamento. Resultado estou bastante satisfeito. Eita sábado que não chega!!! Assim que organizar tudo posto as fotos!!!
  3. Alex, vou amadurecer a ideia de ir a Mogi Guaçu para ver o Robalo e o Mandi. Com Chances de pegar o 25 Sea pro. Se optar pelo 500s da Pety devo ficar com o de 15 da Yamaha. Pois é Fernando, díficil a escolha. O lance do Big Fish 5016 toparia até com o 18 tohatsu, o que pega é o pontal em relação aos bicudas. E como a artificial não é minha prioridade a falta de plataforma não é tanto sentida. Onde costumo pescar não tenho problema com marola, mas e se um dia for .... Daí, não estou convencido com o 5016 e preferir os bicudos com pontal superior a 53. Mas, ainda, não tenho nada decidido. Por estética ficaria com o 5016 fácil. Quanto aos preços, o Mercury e Tohatsu foram cotados hoje na Brasilia Nautica, e o Yamaha na Central Nautica. Como tenho judiados 41 anos buaa:: , me preocupo é com os amigos que carregam o motor danca:: danca::
  4. Guto, Quanto à aumentar o barco em 50 cm, pra mim não é viável. Moro em apartamento e a minha garagem dá em torno de 5,30 cm. Ainda vou ter que organizar uma carreta na medida.
  5. Eita Guto, Você caiu do Céu, melhor, surgiu do rio. Tô pensando em ir a Aparecida antes do dia 12 de outubro, olhei no Google e vi que Mogi Guaçu é no caminho. Assim, posso desviar e ver os barcos in loco. Quanto ao Marujo, já tive oportunidade de pescar nele, quase comprei um usado. Só que estou optando por um zero. Gostei. Olhe os preços da Mogi: Sargo R$ 3.966,00 Mandi R$ 4.542,00 Robalo R$ 5.052,00 Metal Glass Big Fish 5014 - R$ 6.371,00 Big Fish 5016 - R$ 5.272,00 Aruak 500 R$ 4.745,00 Pety Brazil S 500 R$ 3.950,00 Amazonas R$ 4.100,00 Miraguaia R$ 5.050,00 Big Fish 5016, Robalo e Miraguaia - Parece que se equivalem, embora o primeiro seja semi-chato. Com certeza iria de motor mínimo de Tohatsu 18 hp. Mandi, Sargo, S500, Aruak, Big Fish 5016, Amazonas ainda dá para encarar com o 15 Yamaha que tenho em mente. Só que o Sargo é borda média, entre um bico fino borda média, prefiro um semi chato. Motor Tohatsu 18 e Mercury 15 Super R$ 5.690,00, enquanto Yamaha 15 hp R$ 5.490,00. De qualquer forma estou aberto as opiniões dos amigos. Vida longa e próspera pescaria!!!
  6. Valeu o convite Artur. Quem sabe agente marca uma pescaria no futuro. Alex, a minha opção pelo yamaha 15 talvez seja por pura desinformação e ter ficado encantado por ele está pesando 36 kg. Até começar a ler aqui no fórum não conhecia o Tohatsu, assim ele ainda é meio estranho pra mim. Hoje pela manhã estive olhando pro cara. Fui namorar o big 5016, mas só tinha o 5014. A loja que fui me ofereceu um barco Marreco Goiás. Preço excelente, mas não agradou o acabamento. Se mudar de opção do Yamaha 15, devo partir para o sea pro 25 mercury. Por enquanto estou atrás só de equipamento novo. Na frente por enquanto está o Robalo, seguido de perto pelo S 500 da Pety, navegando por fora o Big Fish 5016. Alex, você ainda tem o Robalo? Como aqui não tem representante, não tenho como ver o acabamento. Se ainda tiver e puder me mandar fotos do acabamento, emendas - agradeço. Vida longa e próspera pescaria!!!
  7. Voltei pessoal, estava com pouco tempo para ponderar com o colegas, e ante que me esqueça muito obrigado. Caro Jean, acompanhei a sua pesquisa e compra, parabéns!!!! Em relação a sua pesquisa diferenciamos no fato de que você tinha em mente um semi-chato que geralmente são com borda média (pontal 40) e que você partiu de 25hp. Nada impede que eu possa mudar de ideia. Afinal este ano já fiz 3 pescarias e estourei a cota anual, posso aguardar até o ano que vem para comprar, só que a ansiedade mata, risos. A questão do peso, em lugar de difícil acesso é fundamental, pois pesco muito de acampamento subindo e descendo barco e motor. E agora serão dois barcos e motor para 4, as vezes 5 caras com dor na coluna, joelho, ombro e ressaca. Ufa!!! Cansei só de pensar. Mas este “sofrimento” é o tempero da pescaria e motivo de boas risadas depois. Grande Alex, regra geral sempre concordo com os seus posts, muito sensatos. Você já havia colocado duvida na minha cabeça em relação ao conjunto 5016 + 15hp quando respondeu o Fernando. Com certeza é um conjunto mais lento que o Aruak + 15 hp (possuímos um há 15 anos). Eu nunca senti necessidade de mais hp, porém nunca fui o piloteiro oficial, hahahaha, esse volta e meia reclama. Agora o 5016 é muiittto bonito. E encararia ele com 15hp, como você disse 10 a 20 minutos não vão me estressar, fazem parte já do meu conceito de pescar. Navegarei com mais atenção à paisagem. Os barcos mais baratos são os da Mogimirim, com duralminio, prestam? Nunca tinha ouvido falar, mas há tópicos aqui que o elogiam. Menos de 1.5 mm de fundo, nem pensar. O Robalo era minha opinião inicial, com boca de 1,55 e pontal de 62, 100 kg, acho o de 15 no limite. Mas encararia. No mesmo perfil de peso tenho o Karib, boca de 1,40, pontal de 55, 100 kg. E o Pety Miraguaia 1,62, pontal de 60, 110 kg acho demais para o 15 hp. Dentre esses, estou optando momentaneamente no Robalo, com as ressalvas do Alex. Eita Walther, lá vem você com os semi-chatos, assim enloqueço com você e o Alex trazendo mais opção. Quando se compra sem conhecimento é fácil, vai só pelo preço, mas com um pouco mais de conhecimento cada detalhe tem que ser levado em conta. Walther, e o Pontal menor das semi-chatas em relação aos bicudos? Qual a sua opinião? Estou começando a olhar melhor o big fish 5016, mais ainda tá na frente o Robalo. Obrigado pela sua atenção Guto e abrir o leque de opções, parei para olhar novamente o Sargo, não havia dado tanta atenção. O Sargo é bem legal, e é de uma categoria de peso inferior aos barcos citados acima. Boca 1,40, pontal 0,50 e 80 kG. Perfeito, na minha opinião para o 15hp. Compete diretamente com o Aruak. Aproveitei e olhei o Mandi da Mogimirim, boca de 1,45 de boca, 56 de pontal e 91 kg. Me chamou mais atenção o Mandi ao Sargo. Só que o Sargo tem uma estrutura lateral interna que tem no Aruak (acho que o pessoal chama de caverna) que não tem no Mandi e Karib. Para aprendizado em que desmerece um barco ter ou não tais estruturas? Assim, a Mogimirim momentaneamente tem 2 barcos com boas perspectivas: Robalo e Mandi, duvidas em relação aos mesmos é qual a espessura do casco (vou ligar na Mogi para saber), a falta de estrutura lateral intena no Mandi. Ah, ia me esquecendo, os calados dos Mogimirim são sempre bem menores que de todas as outra fábricas, como os da Metal glass por exemplo (está no páreo se mudar o foco para a 5016). É passível de condenar a compra em razão de um baixo calado. Mario Kikuta, passado a todos o aspecto técnico que me gera duvida, coloco no páreo os barcos da Pety. Atendimento é fundamental, as vezes o bom atendimento nos leva a optar não pelo menor preço. Logo, preço tem vantagem a mogimirim (com as ressalvas acima), entretanto não será determinante. Tenho boa experiência com a metalglass, em especial ao aruak, para mudar pro Karib partiria para 25 hp, que muda o foco que dei a pesquisa até agora. Por fora surge o Pety S 500, com 1,39 de boca, pontal de 53 e 95 kg, fundo de 1,5. Só da fábrica se predispor a aumentar o número de porta varas já me agrada. Mario Kikuta, posta as fotos do 1º banco, estou curioso. Como já dito, cada detalhe pode influenciar. Carlos Henrique, concordo com esta questão dos números do Big Fish, qual a lógica? Artur, não costumo ir na Serra da Mesa, e quando fui sempre na condição de passageiro. Daí tanta atenção ao Pontal alto de bicudas no lugar dos semichatos com borda média. Agora este seu conjunto é uma tentação, hein? Trago as minhas considerações para ampliarmos o debate, e em especial o conhecimento. Vida longa e próspera pescaria!!! Netto
  8. Pescadores, Desculpem-me se o tópico parece ser repetido, mas asseguro que li todas as mensagens da área de nautica ao menos 2 vezes e continuo inseguro. Pretendo montar um conjunto para barco com 5 metros e motor de 15. Navegarão 3 no máximo, geralmente serão 2. Estilo de pesca será basicamente no rio Araguaia, de espera, com iscas vivas. Raramente irei para barragem como Serra da Mesa. Quanto a embarcação, até que me convenção, será bicuda (bico fino), principalmente em razão de cortar melhor as marolas, conforme aula do Fabrício no tópico fixo. Motor, devo optar pelo Yamaha 15 (R$ 5.500 - ano 2012) em razão do peso de 36 quilos. Para quem tem que transportar e carregar motor é um argumento muito forte. Quanto a embarcação, é a maior dúvida. Aruak – Metalglass por R$ 4.745,00 Miraguaia – Petybrazil rebitado por R$ 4.660, ou 500S por R$ 3950,00 Robalo – Mogimirim por R$ 5.052,00. Descartei os Levefort – qualidade excelente, porém mais caros. Uberfort – Mais pesados. Há dados nos site que o peso atual é de 102 kg e não mais de 120 kg. Calaça – não me agrada o acabamento. Marreco Goiás e pantanaltica – desconheço. Eis as dúvidas principais: Robalo e mogimirim: é bom, seguro? Fundo em V, quais as vantagens e desvantagens? É pesado para motor 15 hp? miraguaia – Pety Brasil: é bom, seguro? ? É pesado para motor 15 hp? Dentre a minha pesquisa eis a ordem de provável compra: Miraguaia – Pety - se não for muito pesado para 15 hp, me agrada o fato de ter 1,62 de boca e pontal de 60. Contudo 110 kG. 500 s – Pety - boca 1,39, 53 de pontal e 95 KG. Robalo – Mogimirim – se não for muito pesado para 15 hp, me agrada o fato de ter 1,55 de boca e pontal de 62. Contudo 100 kG. Aruak – MetalGlass – Boca 1,39, pontal 53 e 80 kG- já pesquei bastante com 3 pessoas e 15 hp – me agradou bastante. Se alguém com mais conhecimento me provar que os semi-chatos são melhores que os bicudos, analisarei os argumentos com carinho. Obrigado, Netto
  9. Olá pessoal, Embora pesque esporadicamente desde 1995, tenho muitas dúvidas. Sempre procuro no google e acabava parando aqui do FTB. Assim, acabei fazendo o registro. Sou fã do Rio Araguaia, geralmente pesco pelo lado de Araguaiana-MT. Mas confesso que tem um bom tempo que não pego um peixe bacana. Quantos as geladas, tsss. Essas não faltam. Em breve providenciarei um avatar. Vida longa e próspera
×
×
  • Criar Novo...