Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Marcos A Cavalcanti

Vocês já comeram um FDP

Posts Recomendados

Já que no forum não é permitido palavras de baixo, nem alto calão, certamente a sigla FDP, nem precisa de tradução e até pode ser Federação Desportiva de Pesca, mais a pergunta é: Alguem já comeu?

Meu falecido sogro, tinha um parente que morava em Porto Amazonas, o veio João.

O sujeito era uma figura, um cara simples, porem desbocado prá danar.

Quando ele ia contar um "causo" o comum era, no meio das frases dizer PQP-FDP-FORRA e por aí afora.

Certa feita fomos para lá, pescar no Rio Iguaçú e é claro, aproveitávamos a estadia na casa dele e depois de "papo prá lá e prá cá", então, cortamos o mesmo senão, neca de pescaria.

Para nossa surpresa, o veio João, disse que ia nos acompanhar e levar num ótimo pesqueiro, um local chamado a Curva do Ingreis( leia-se Inglês).

E disse mais: Amanhã vocês vão comer um FDP.

Ficamos surpresos e quizemos saber o que era aquilo.

Ele encerrou as dúvidas dizendo, amnhão vocês ficarão sabendo.

Então, pegamos as tralhas de pesca e partimos para o rio.

Chegamos no mesmo, onde antigamente havia uma balsa que fazia a travessia de carros e pessoas no mesmo e lá embarcamos na canoa de madeira de propriedade dele.

Como o velho foi criado naquelas paragens, conhecia os locais do rio como as palmas de sua mão, então, com uma taquara comprida, lá ia ele conduzindo o barco pelos remansos.

Finalmente depois de algum tempo, chegamos ao dito pesqueiro.

Canoa apoitada, então tratamos de pescar alguns lambarís para armar os catueiros e as linhas de mão.

Pegamos alguns, porem não eram suficientes para utilizarmos durante a noite todo, foi então, que o veio João, entrou na mata e voltou com uma redinha de malha fina, entrou no barco e foi armá-la num local próximo.

Neste interim, obviamente começaram as ações nos catueiros, eram bagres e mandis.

As horas passaram e o veio João, pegou o barco novamente e foi revistar a rede, voltando com uma boa quantidade de lambarís, então, as iscas estavam garantidas para a noite toda.

É claro que a noite, fizemos uma fogueira e começamos assar uma carne na brasa e a pinguinha pura ou batita de limão corrria solta, para animar a conversa e naturalmente, de tempos em tempos revistávamos os catueiros e as linhas de mão e aqueles peixes continuavam a sair.

Chegou o momento que todos estávamos cansados, então, uma última reposição de iscas e tentamos dormir.

Amaneceu e lá fomos nós revistar os catueiros e as linhas de mão e numa delas estava fisgada uma trairona.

Enquanto um de nós fez o cafe tropeiro, o veio João limpou a bicha e temperou com sal e limão. Em seguida entrou no mato e voltou com umas folhas de bananeira e uma cortadeira.

Ninguem entendia o que ele pretendia, pois á seguir, pegou a cortadeira e fez um buraco numa margem do rio que havia areia e disse:

Pessoal vão juntar lenha e lá fomos nós.

Trouxemos um tanto, então ele pegou a traira, embrulhou na folha da bananeira e colocando-a no buraco, tapou-o e acendeu a fogueira.

E nós alí, continuamos com nossa pescaria.

Mais ou menos umas duas horas após, ele afastou a brasa, reabriu o buraco e tirou a traira, que nestas alturas do campeonato estava assada e uma beleza.

Foi aí que comemos o dito FDP.

Então agora, vocês também podem comer um FDP.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...