Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Daniel Rochiti

Dia Mundial da Água – 22 de Março – História da Data

Posts Recomendados

E ai turma.....hoje é o dia mundial da água, achei esse relato na net, achei legal e estou compartilhando com vocês.

Dia Mundial da Água – 22 de Março – História da Data

Hoje, dia 22 de março de 2012, estamos comemorando o Dia Mundial da Água. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), no dia 22 de março de 1992.

A partir daí, a data de 22 de março de cada ano, passou a ser destinada para as discussões frente os diversos temas envolvendo este importante recurso natural.

Muitas pessoas ainda devem se perguntar, porque a ONU se preocupa com a água se dois terços de nosso planeta Terra tem sua formação por água? A grande razão para tudo isso é a quantidade de água potável existente no planta, apenas aproximadamente 0,008% pode ser consumida.

Sem contar que grande parte das fontes desta água, como os rios, lagos e represas, estão contaminados, poluídos e degradados pela ação do homem, muitas vezes.

Temos que voltar nossas atenções para os recursos naturais, uma vez que em um futuro bem próximo, as pessoas poderão sofrer com a falta de água para o seu consumo. O objetivo do Dia Mundial da Água é criar um momento de reflexão, conscientização e análise para que sejam elaboradas medidas práticas para a solução do problema.

Foi em 22 de março de 1992 que a ONU fez a divulgação da “Declaração Universal dos Direitos da Água”. O texto apresenta uma série de medidas, informações e sugestões para conscientizar ecologicamente a população e os governantes.

Não somente nesta data, mas em todos os dias, devemos praticar alguns atos que podem nos ajudar futuramente. Não podemos jogar lixo nos rios e lagos, devemos economizar a água em nosso dia a dia, reutilizar ela em algumas situações, entre tantas outras maneiras que podemos ajudar o meio ambiente.

Confira o texto da Declaração Universal dos Direitos da Água -

Art. 1º – A água faz parte do patrimônio do planeta.Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.

Art. 2º – A água é a seiva do nosso planeta.Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.

Art. 3º – Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

Art. 4º – O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.

Art. 5º – A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.

Art. 6º – A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.

Art. 7º – A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.

Art. 8º – A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.

Art. 9º – A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

Art. 10º – O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

fonte:www.agencianoticias.com.br/2012/03/22/dia-mundial-da-agua-22-de-marco-historia-da-data/

Abraço,

Daniel

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

NOTICIA BOA TEM QUE SER DIVULGADA!!!

Jaú - SP

Dia da água terá palestras na região

A Secretaria do Meio Ambiente de Jaú realiza hoje, às 9h, trilha ecológica no Bosque Campos Prado. A atividade será desenvolvida junto a estudantes da rede municipal de ensino e é aberta a toda a população. Às 15h30 está marcada a soltura de 3,5 mil alevinos no Rio Jaú. Os peixes serão soltos no trecho anexo ao Parque do Rio Jaú.

Barra Bonita - SP

Hoje, a partir das 9h, será apresentado workshop com o presidente executivo da organização não-governamental (ONG) Mãe Natureza, capitão Hélio Palmezan. O evento será realizado na marina de Barra Bonita. A palestra será ministrada a autoridades do município e da região, à imprensa e à população. Entre os temas abordados estão a cobrança pelo uso da água e as políticas públicas de preservação. Também serão soltos 50 mil alevinos no Rio Tietê.

Bocaina - SP

A prefeitura de Bocaina comemora o Dia Mundial da Água com a soltura de alevinos no Rio Jacaré-Pepira. Na sexta-feira, cerca de 30 mil alevinos, da espécie pacu e corimba, vão ser soltos em parceria com a AES Tietê.

O evento ocorre na Fazenda Barraca, onde crianças das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs) Deputado Leônidas Pacheco Ferreira e Maristela Marta Moreto participarão da soltura dos alevinos. A iniciativa será acompanhada por professores e funcionários das áreas de juventude, esporte, lazer e meio ambiente da prefeitura.

Ao todo, o município, em parceria com a companhia energética AES Tietê, fez a soltura de 170 mil alevinos nos últimos sete anos e três meses. “Estamos ajudando na preservação do rio e ensinando as crianças sobre a importância do meio ambiente”, comenta o diretor de Meio Ambiente de Bocaina, Plínio Roberto Marques.

Na quinta-feira, Bocaina terá quatro palestras da ambientalista da organização não-governamental (ONG) Rio Vivo Alisangela Spigolon. O tema é o resultado da última expedição de monitoramento do Rio Jacaré-Pepira, que ocorreu em 2011.

A AES Tietê também doou 5 mil mudas de plantas nativas para recuperação da mata ciliar dos córregos de Bocaina. As mudas serão cultivadas no viveiro municipal para ser plantadas na temporada de chuvas, após outubro. (FF)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelentes inciativas. meus parabéns as autoridades competentes.... ::tudo:: ::tudo:: ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Este tema é relevante, porque na água, está a nossa maior diversão. Devemos nos preocupar com que atividades acontecem ao redor de lagos, rios e represas, porque, nalguns casos, a poluição, por vezes invisível, termina por nos prejudicar sensivelmente, como o envenenamento por mercúrio.

Abraços,

Fabrício Ferreira.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...