Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Fernando Braga

Acho Que Esquecemos o Principal.

Posts Recomendados

Qual o nosso objetivo básico, principal, quando vamos pescar?

Com certeza não é pegar peixe.

É como furadeira (exemplo típico e abusado)

ninguém quer uma furadeira ... quer buracos, para resolver algumas necessidades.

Pesca comercial é renda.

Pesca esportiva é lazer.

Mas que tipo de lazer?

Conviver com um grupo de amigos?

Vencer desafios? Quais?

Efeito demonstração porque outros praticam?

Ou ... ... ... ???

É fácil teorizar, por isso vou colocar o que é pescar para mim.

Hoje ... mais ou menos 6 anos depois que comecei a pescar é

- Relax na beira do lago e “envelopado” pela natureza, seja no Recanto ou na Casa dos Lagos

- Auto conhecimento quando seleciono o que acredito no que pesquiso e preparo para a pesca, e naquilo que improviso durante a pesca, e reviso com os sucessos e insucessos

- Desafio ao buscar mais com menos em UL e agora também aquela “marvada” traíra, única, no lago das tilápias no Recanto.

- Partilhar com amigos as experiências de pesca, sapateiro ou não ... não importa ... é um bate papo, só que pela net.

Pescar para mim, não é peixe nem equipamentos ... só fazem parte e Muito Importante.

O Que É Pescar Para Você?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:bompost: Falou tudo Fernando palmas:: Pescar é muito mais que simplesmente pegar peixe.

Pescar é um estilo de vida.

É um ciclo "vicioso".

Para mim ela começa num bate papo qualquer com amigos pescadores no qual decidimos quando e onde vamos pescar. Dai começam as pesquisas: com qual vara, isca, linha, estilo, são horas e horas aqui no forum "pescando" informações. Chega o dia, tem os preparativos da viagem, o passeio em si já é maravilhoso, a companhia dos amigos então nem se fala. Entao, pegamos os peixes, e fazemos a festa, nos orgulhamos de ter feito as melhores escolhas. Então voltamos pra casa e vamos contar as "mentiras" para nossos conhecidos e amigos pescadores e desse bate-papo decidimos quando e onde vamos pescar e tudo começa novamente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é Marcelo...

Sabe uma coisa que me incomoda, um pouco?

É quando alguém posta um pedido de ajuda para definir um conjunto de pesca, e respondem perguntando (inclusive EU!!!):

- qual peixe e tamanho

- que tipo de local

E NUNCA PERGUNTAMOS (INCLUSIVE EU) PORQUE ELE QUER PESCAR?

e isto faz uma enorme diferença, acho ...

Vamos ver como este tópico evolui ...

quero aprender com isto para me entender também como protótipo de pescador.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fernando - Tambem vou teorizar joia::: isto é, fazer da teoria um terror :gorfei: :gorfei: :gorfei:

Pescar é uma simples palavra que tem em sua bagagem bilhões de causas, dependendo da idade do pescador até seu estado de espirito, vou tentar elucidar, usando-me como exemplo:

Comecei a pescar com 8 anos de idade, iniciado na pratica pelo meu doutor:: pai, eu ia pescar e adorava pescar, porque além de passar o dia com o velho, ele preparava na beira do lago um arroz com lambari frito e o mais importante - tubaina a vontade. ::tudo:: ::tudo::

Já aos meus quinze anos, eu ia pescar no canal de bertioga, no barranco, toda segunda feira, com os pais da namorada de um amigo meu, (eles eram feirantes e só sobrava este dia), e eu tinha como objetivo a filha mais nova deles love:: , irmã da namorada deste amigo meu, pesquei danca:: danca:: danca::

Lá pelos meus dezoito anos a quantidade de pescaria era imensa, hora em alto mar com o pai de um amigo que tinha uma lancha com dois motores de 250 HP cada, hora com meu tio no canal de bertioga ou no alto da serra do mar (proximo ao estoril/sp), e eu ia pescar porque era uma baita farra surtei:: surtei:: surtei::

Com vinte anos, na ferias da faculdade, ia pra todo lado deste interior paulista, onde houvesse um rio, as vezes passava 15 dias acampado na beira do barranco. Pescava porque era como carregar minha pilha para um novo ano na faculdade. suici:: suici::

Com vinte e tres anos mais um, já formado, foi a minha primeira vez no pantanal do mato grosso (o estado nem era dividido ainda), fomos com um caminhão e quatro veraneio num total de 20 pessoas. Domiamos nos carros e na caçamba do caminhão. Ficamos 18 dias pescando nas barrancas do rio paraguai ::fisherman ::fisherman ::fisherman Foi a realização de um sonho alegre:: alegre::

Até hoje, com quase sessenta nos, ::fish2 coleciono viagens para argentina, pantanal, araguaia, amazonia e muitos outros locais ::fishing ::fishing

E se me perguntar porque pesco, minha resposta será:

Existe algo mais saudavel para fazer amigos?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Braga, pescar pra mim começa quando penso em ir. Algumas mulheres normalmente não entendem como um homem pode se levantar de madrugada em pleno feriado, juntar toda a sua tralha e viajar um longo caminho para chegar a um rio ou lago, onde será picado por pernilongos, arriscará tomar uma insolação, espetará o corpo com anzóis, comerá comida fria e poderá voltar para casa sem trazer nada, arrebentado, com o corpo dolorido, queimado, machucado, e espetado, mas com um sorriso de felicidade nos lábios.

Há um relaxamento total no corpo de uma pessoa estressada, já a partir do momento em que ela decide fazer uma pescaria. Ela já relaxa com a antevisão do rio e da água deslizando diante dele, sonhando com a fantástica briga que um dia travará com o "pai de todos", aquele peixão que vive na cabeça de todo pescador, que sonha um dia fisgá-lo na briga que para sempre será contada com orgulho, pois para esse peixe nem a história nem o tamanho do bicho precisarão ser aumentados.

Os preparativos, a revisão do equipamento, as providências, tudo isso já coloca o sujeito num outro mundo e todos os problemas até então existentes são deixados de lado com satisfação. Uma impaciência vai tomando conta do indivíduo. As horas vão passando lentamante mas inexoravelmente, até a chegada do grande dia, quando a aventura se inicia e, com certeza, deixará recordações inesquecíveis. Há pessoas que não gostam disso, por isso não se beneficiam dessa maneira primitiva de enfrentar a natureza e reviver a luta ancestral do homem pela sobrevivência. O instinto do caçador que existe em todos nós se manifesta nesse momento. Em cada arremesso aquela esperança, é agora, nesse eu pego.

A pesca é uma luta constante entre a sua inteligência e habilidade e a rapidez do peixe. Entre os dois, intermediando, mas pendendo ora para um lado, ora para outro. Pescar é uma arte e uma ciência que pode ser aprendida nos livros, mas a perfeição só virá com a prática, muita prática. Apenas por meio dela você saberá escolher a melhor isca, fisgar na ora certa, sentir o melhor local ou adivinhar onde está o peixe. Temos que possuir equipamentos varas, molinetes, anzois, carretilhas chumbada e uma caixa para guardar tudo isso, quem nunca pescou ou usou seu pesado equipamento para "guinchar" nossos primeiros peixes privando-nos das emoções da pesca com equipamento mais leve e, por isso, mais emocionante. Pescar é uma arte, não existe uma igual a outra, cada uma é impar, maravilhosa, como se fosse a primenira.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×