Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Max

Pirarucu de 2 metros é capturado em açude

Posts Recomendados

http://diariodonordeste.globo.com/imagem.asp?Imagem=312450

Para conseguir capturar o pirarucu foi necessário cerca de 20 homens. Eles utilizaram arpão e rede para prendê-lo. A pesca ao peixe se prolongou das 8h30 às 13 horas, do último domingo (Foto: Vilani Guedes)

O pirarucu, que tinha 96 quilos, estava na Fazenda Canaã, no município de Aracoiaba, há sete anos

Fortaleza. Foi preciso a força de cerca de 20 homens para capturar, no último domingo, um enorme pirarucu de 96 quilos e 2 metros de comprimento. Ele estava em açude na Fazenda Canaã de Piscicultura, localizada no município de Aracoiaba. De acordo com o proprietário do local, José Joaquim Frota, há algum tempo estava tentando capturá-lo, mas, só neste fim de semana é que foi possível.

Conforme ele, este pirarucu estava prejudicando o seu Laboratório de Produção de Alevinos de Tilápia Revestida. ?Estava rasgando as gaiolas onde estavam as matrizes de tilápia pura. Não teve outro jeito?. José Frota contou que há sete anos comprou em Natal (RN) quatro exemplares de pirarucu para um amigo, destes seu amigo lhe deu dois. ?Um deles morreu e o outro se tornou enorme, não imaginei que fosse ficar tão agressivo. Coloquei no açude só pela beleza?.

Trabalho prolongado

Na pescaria, foram utilizados arpão e rede. Os pescadores se revezaram para segurar a rede, com a qual conseguiram encurralar o pirarucu na margem do açude e puxá-lo para dentro do barco. A pesca ao peixe se prolongou das 8h30 às 13 horas, quando finalmente foi capturado o animal.

De acordo com José Frota, sua idéia era capturar a espécie e encaminhá-la ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), que realiza um projeto de reprodução deste tipo de peixe em cativeiro. No entanto, seu intuito não pôde ser realizado.

?O pirarucu estava muito traumatizado, sofreu muito durante a captura, pois não tínhamos equipamentos eficientes. Então, tivemos que sacrificá-lo?. O peixe foi dividido entre os homens que participaram da ação e os funcionários da fazenda. Ele ainda contou que, em Pentecoste, já foi capturado um pirarucu com 150 quilos.

Dados divulgados na Internet (http://www. rosanevolpatto. trd.br/pirarucu. html), informam que o pirarucu é um dos maiores peixes de água doce do mundo, conhecido como o bacalhau da Amazônia. Seu nome vem da junção de duas palavras indígenas: ?pira?, que significa peixe e ?urucum?, vermelho, por causa da cor que apresenta na cauda. Sua cabeça é achatada e ossificada, com um corpo alongado e escamoso. Este peixe pode crescer até três metros de comprimento e pesar cerca de 250 quilos. É mais comumente encontrado na Bacia Amazônica e na Bacia Tocantins-Araguaia. Típico da região amazônica, uma espécie carnívora, capaz de comer qualquer coisa.

Ainda conforme o site, o pirarucu vive somente em rios brasileiros e africanos, sendo considerado até uma prova viva de que um dia, há milhões de anos, essas duas porções de terra eram unidas. É um ?fóssil vivo?, a família existe sem modificações há mais de 100 milhões de anos. Há quem garanta que tocar nas escamas de um pirarucu, ainda vivo, permite saber se a mulher vai ter filho ou filha: se ao passar a mão uma vez sangra, será mulher, e se não, será homem.[/img]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Imagem Postada

valeu max, a foto é só para ilustrar o seu texto, abraços

http://diariodonordeste.globo.com/imagem.asp?Imagem=312450

Para conseguir capturar o pirarucu foi necessário cerca de 20 homens. Eles utilizaram arpão e rede para prendê-lo. A pesca ao peixe se prolongou das 8h30 às 13 horas, do último domingo (Foto: Vilani Guedes)

O pirarucu, que tinha 96 quilos, estava na Fazenda Canaã, no município de Aracoiaba, há sete anos

Fortaleza. Foi preciso a força de cerca de 20 homens para capturar, no último domingo, um enorme pirarucu de 96 quilos e 2 metros de comprimento. Ele estava em açude na Fazenda Canaã de Piscicultura, localizada no município de Aracoiaba. De acordo com o proprietário do local, José Joaquim Frota, há algum tempo estava tentando capturá-lo, mas, só neste fim de semana é que foi possível.

Conforme ele, este pirarucu estava prejudicando o seu Laboratório de Produção de Alevinos de Tilápia Revestida. ?Estava rasgando as gaiolas onde estavam as matrizes de tilápia pura. Não teve outro jeito?. José Frota contou que há sete anos comprou em Natal (RN) quatro exemplares de pirarucu para um amigo, destes seu amigo lhe deu dois. ?Um deles morreu e o outro se tornou enorme, não imaginei que fosse ficar tão agressivo. Coloquei no açude só pela beleza?.

Trabalho prolongado

Na pescaria, foram utilizados arpão e rede. Os pescadores se revezaram para segurar a rede, com a qual conseguiram encurralar o pirarucu na margem do açude e puxá-lo para dentro do barco. A pesca ao peixe se prolongou das 8h30 às 13 horas, quando finalmente foi capturado o animal.

De acordo com José Frota, sua idéia era capturar a espécie e encaminhá-la ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), que realiza um projeto de reprodução deste tipo de peixe em cativeiro. No entanto, seu intuito não pôde ser realizado.

?O pirarucu estava muito traumatizado, sofreu muito durante a captura, pois não tínhamos equipamentos eficientes. Então, tivemos que sacrificá-lo?. O peixe foi dividido entre os homens que participaram da ação e os funcionários da fazenda. Ele ainda contou que, em Pentecoste, já foi capturado um pirarucu com 150 quilos.

Dados divulgados na Internet (http://www. rosanevolpatto. trd.br/pirarucu. html), informam que o pirarucu é um dos maiores peixes de água doce do mundo, conhecido como o bacalhau da Amazônia. Seu nome vem da junção de duas palavras indígenas: ?pira?, que significa peixe e ?urucum?, vermelho, por causa da cor que apresenta na cauda. Sua cabeça é achatada e ossificada, com um corpo alongado e escamoso. Este peixe pode crescer até três metros de comprimento e pesar cerca de 250 quilos. É mais comumente encontrado na Bacia Amazônica e na Bacia Tocantins-Araguaia. Típico da região amazônica, uma espécie carnívora, capaz de comer qualquer coisa.

Ainda conforme o site, o pirarucu vive somente em rios brasileiros e africanos, sendo considerado até uma prova viva de que um dia, há milhões de anos, essas duas porções de terra eram unidas. É um ?fóssil vivo?, a família existe sem modificações há mais de 100 milhões de anos. Há quem garanta que tocar nas escamas de um pirarucu, ainda vivo, permite saber se a mulher vai ter filho ou filha: se ao passar a mão uma vez sangra, será mulher, e se não, será homem.[/url]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pequeno... neste peso já ví vários....

Acho que demorou muito pq o pessoal era muito amador e não tinha equipamento.

Se fosse na amazônia um caiçara sozinho trazia em uma hora, em cima da canoa de 2 palmos de largura...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso ai bruca , concordo com vc que os caras eram amadores, mas oq impressiona e o tamanho , e o pouco tempo para tal crescimento .. e ele so saiu pq tava comendo as matrizes de tilapia do produtor ..

sempre q puder vou inserir algumas noticias aqui no forum .. abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

o termino da historia

Continuando a historia.... ..hehhehehehe

Ja havia 2 domingos que o mesmo grupo de pescadores passavam o dia no

açude e nada......

Nesse domingo conseguiram no segundo arrasto com a rede tirar o

gigante de dentro dagua....

começaram por volta de 6 horas da manha e so la perto das 14h

conseguiram. ...eram mais de 20 homens pra armar e arrastar a rede....

O problema nao foi tirar o peixe de dentro dagua, o problema foi

quando começaram a dar a noticia q o gigante tinha saido.....de

repente tava a cidade de Aracoiaba toda na porteira da fazenda

querendo ir ver o bixo....pense numa dor de cabeça.....heheheheh heeheh... .

medidas oficias...hehehehhe he

Comprimento - 2,03m

Peso Inteiro - 96,7Kg

So lembrando, amanha (dia 11/03) sairá uma materia no Caderno Regional

do Diario do Nordeste sobre a captura. Aos que se interessarem fica

aqui o link: www.diariodonordest e.com.br

Abraço a todos

Ronaldo Jr

Eng. de Pesca

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...