Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Bete

Garantia de Varas

Posts Recomendados

Muito se fala em todos os fóruns sobre garantia de varas, direito do consumidor enfim tudo a respeito.

As importadoras de materiais de pesca no Brasil, fizeram uma cartilha sobre o assunto.

Como vendedora de equipamentos para pesca, muitas vezes trocamos para não ter problema com o cliente. E assumimos o prejuizo pois eles não trocam mesmo, atualmente fazem a emenda da vara reclamada.

Uma outra coisa que vejo muito aqui, são as varas compradas nos escambro também dos fóruns que quebram e quem troca? ninguem pois remontamos todos os meses, varas mega-bass, shaula e etc.

Como customizadores, damos garantia parcial de nossas varas, o cliente tem o custo do Blank e nós remontamos a vara, e não precisa ter quebrado no peixe, para nós se quebrar na porta, no elevador no carro, para nós não importa, fazemos a reforma, todos os nossos clientes são informados sobre isso.

Imagem Postada

Imagem Postada

O que temos de experiência no mercado há mais de 20 anos, quando uma vara tem defeito de fabricação, quebram se muitas no mesmo local.

Mas todo mundo que compra uma vara de graphite super leve, tem que saber que essa vara é como um vidro, ao sofrer impactos, batidas no barco, na hora do arremesso dar chicotadas com a linha enfim, existe muitas maneiras de se quebrar uma vara.

Bete

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já soube de vários casos de varas da Fleming trocadas pelo fabricante durante o primeiro ano de garantia do produto atravé da loja onde a compra foi realizada, inclusive há um tópico sobre este assunto rolando neste momento no fórum...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em resumo, tirando a garantia das varas da Custom By Marco, como explicou a Bete, esquece a garantia das demais, se vc testar na loja e não der problema, poe estourar ela no outro dia pescando uma tilápia de 300 gramas que a garantia não cobre... Pode ser que o lojista cubra, mas a fábrica fica isenta de qq responsabilidade, conforme o termo de garantia, o que, eu acho, fere o código de defesa do consumidor, se for uma vara cara, acima de 300 ou 400 reais eu acho que entraria no juizado especial cível pedindo o ressarcimento ou a troca, desde, é claro, que a utilização tenha sido a normal, dentro dos limites da vara.

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já soube de vários casos de varas da Fleming trocadas pelo fabricante durante o primeiro ano de garantia do produto atravé da loja onde a compra foi realizada, inclusive há um tópico sobre este assunto rolando neste momento no fórum...

Infelismente o Fabricante China não quer nem saber do pescador seja qual for a nascionalidade, são loucos para entrar forte como gafanhotos no mercado EUA como fizeram aqui e não conseguem , o que já tem são marcas consagradas lá (eua)! e com acompanhamento dos proprietarios da Marca, vou dar um Ex: Rods Rapala, não existe por lá, por isso os codigos Br de Brasil , mas com certeza falta pouco para elas entrarem lá.

E quanto a Fleming quem arcava com a despesa era o Yong (importador)e muitas e muitas vezes o logista trocava para agradar o cliente e quando falava com eles achando que tudo estava nos conformes!! hummmmmmmmmmm , dançava feio!!! (20 anos de loja)

Como Rod Building a 14 anos só posso dizer uma coisa...peixe não quebra vara. e 1 blank não da defeito , quando da defeito é no lote todo, tipo 30 mil, as mantas de seda com grafit e glas e resinas são totalmente identicas em seus cortes e modulos, são enrroladas no mandril exatamente iguais e vão para o forno na temperatura exatamente igual a todos, enfim daria um livro sobre este assunto.

Quanto a troca lá fora existe e muito, porem com as margem de lucro que se obtem no mercado deles!! eles tem é que trocar mesmo, da para trocar 3 vezes e mesmo assim fazem bico, sei de caso que vi pessoalmente que o cara vai.. compra usa nos everglades 1 dia e volta para a loja para rever os U$!isto é vero , vi com meus proprios olhos,e tem casos que nem da para falar aqui, coisas que tem que se ver para crer. e eu vi!!!! e quando presenciei aquilo! fiquei com muito orgulho de ser do 3º mundo hehehehe

Abr Marcão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em resumo, tirando a garantia das varas da Custom By Marco, como explicou a Bete, esquece a garantia das demais, se vc testar na loja e não der problema, poe estourar ela no outro dia pescando uma tilápia de 300 gramas que a garantia não cobre... Pode ser que o lojista cubra, mas a fábrica fica isenta de qq responsabilidade, conforme o termo de garantia, o que, eu acho, fere o código de defesa do consumidor, se for uma vara cara, acima de 300 ou 400 reais eu acho que entraria no juizado especial cível pedindo o ressarcimento ou a troca, desde, é claro, que a utilização tenha sido a normal, dentro dos limites da vara.

Abs.

Exatamente!!! mas pelo andar da carrugem vejo que ultimamente é Vara de 20 lbs com multi de 70lbs, mais leeder de fluor de 70lbs e garateias 4 ou 5X e fora aquelas famosas batitinhas contantes na borda do barco com as grande helices, no 5º dia de pesca o cara vai arremessar um pouco mais longe e com força desnecesaria, o que acontece? Tek!!!! e vem e me diz pô Marcão foi num arremissinho de nada ou... pô Marcão e o peixe nem era muito grande era ssim Hó... 25cm, então eu digo... é cliente sempre tem razão mas.... até onde começa a minha, um comerciante jamais quer perder um cliente, pois cliente hoje em dia é artigo de luxo em qualquer ramo até na Ferrari, mas tudo tem um limite, concorda grande João?

Abr Marcão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Marcão, concordo que alguns exageram no uso, mas eu acho que a única maneira de provar se houve exagero ou não é no juizado especial cível, aí o cliente vai e leva suas testemunhas, se não houve o uso abusivo ele vai ganhar a ação e o importador vai ter de arcar com a despesa, faz parte do jogo. Como vc bem falou, nos USA o cara compra e usa um computador por 15 dias, uma TV LCD 60 polegadas por 1 mês, não gostou do barulho do PC ou da temperatura de funcionamento da TV, devolve e a loja devolve o dinheiro, integralmente... Sem choro nem vela. No Brasil tem de entrar na justiça e só leva se provar um defeito grave. E lá nos USA uma TV e um PC ultimo tipo custam 1/3 do que custam aqui, assim como uma vara Berkley que aqui custa R$ 300,00 e vale US$ 29,00 lá. Isso se chama respeito ao consumidor, algumas lojas até respeitam, como vcs por exemplo, que são extremamente leais com seus clientes, mas os fabricantes e importadores não respeitam nada, pq sabem que apenas uma minoria vai pra justiça. Lá nem precisa disso, pq se não respeitar o consumidor, uma associação de consumidores mete uma ação civil pública (civil action) e a empresa leva uma multa de 1 milhão de dólares na cola... Tem que fazer doer no órgão mais sensível do corpo do capitalista, ou seja, o bolso. Aí, meu velho, quando entra o medo de levar uma ferroada dessas, eles dançam direitinho conforme a musica. Já no Brasil, como uma multa nesses casos é de R$ 10.000,00, eles não dão a mínima.

Falta aparecer no Brasil uma figura como o Ralph Nader, que, a partir dos anos 60 até hoje, ensinou ao povo americano que eles tem direitos, consomem muito, gastam bilhões, as corporações lucram enormemente em função do consumidor, portanto, quem financia a indústria tem poder para, inclusive, acabar com a própria indústria, pois não existe vendedor sem existir comprador, a questão é que o comprador desorganizado, não tem poder. De que adianta eu dizer que não compro mais uma vara da Fenwick, por exemplo (só exemplo, eu nada tenho contra a Fenwick), se todo mundo seguir comprando? A organização do consumidor é que gera o respeito dos fabricantes e grandes distribuidores...

Me alonguei bastante, hehehe, mas é que esse tema me deixa louco da vida...

Um abração,

João Luiz

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

João de pleno acordo em 97% de sua palavras´.

João estou de partida 4ª agora para lá NC, estarei com com grandes fornecedores e estarei trazendo uma vara que aqui vai custar de 350 a 400 pois o "importador" vai pagar só no porto uma grana lascada para conseguir liberar a mercadoria fora os impostos do br, se não ele não tem nem como vender, ai entra aquela conversa que não adianta nos alongarmos.

João nas lojas EUA a vara citada é vendida a 56U$ e em algumas 66U$ pelo que me prometeram vou pagar nesta vara 36% do menor valor acima, João deu para enteder o que estou qurendo dizer? ( margem de lucro deles) e vendem muiiiiiiiiiiiiiito

João fui atras para trazer forte meus componetes por uma firma especializada em importação legal sabe qual % ia aumentar nas mercadorias?? 221% disse importar legal!!! em tudo ok?

Outra... recentemente faltou alguns componetes e tive que pedir em uma loja especializada do Ramo e o Dono me mandou em nome Juridico e não fisico como sempre compro.

Chegou no correio... fui chamado para retirar e convidado heheheh a pagar as taxas, inclusive sobre o frete cobrado pelos EUA, paguei mas nem me preocupei em fazer as contas, chegando na loja fui calcular, quase tive um enfarto,deu somente 174% de acrescimo em minhas mercadorias, tenho o recibo heheheheh, deu para entender o por que de uma vara custar lá 30U$ e aqui custar 300R$ ? é só calcular e nunca esquecer a margem do lojista, que em muitos casos e falo com muita convicção que é 50 ou 60% em certas mercadorias ( ex: estas varas citadas por voce) e tambem não esquecer dos famosos descontos quase que intimado pelos clientes , isso não existe lá! a não ser em mercadorias que estão encalhadas ou no dia da queima, e quando tem já vem na etiqueta e ninguem digo ninguem chega no caixa e intima o desconto ou o brinde, só por que esta comprando na loja, e depois de todo o choro joga o cartão de credito em 6 X e voce deve saber as taxas que os cartões cobram ,fora o aluguel de 80 ou 100 por mes das maquinas, e ai ai do comerciante que precisar pedir antecipação do $$$$ para eles.

João falo pelo meu ramo que estou a 20 anos, ai voce fala...pô se é tão ruim por que não arruma outra coisa, este ramo é igual a restaurante por kilo para entrar é facil mas para sair ......, voce já viu Lojas de pesca sendo vendida? muito poucas não? sabe por que? não se consegue vender só consegue vender as mercadoria a preços de banana, nem de banana pois elas estão em um bom momento, sobre restaurante... já tive 3 e fazem 3 anos que consegui entregar os ponto danca:: danca:: e sair com uma mão na frente e outra atras negativo:: até hoje tenho os equipamento! pode? mas valeu!! alias sempre vale não é?

Quanto aos outros itens citados por voce! bem...só digo e pergunto o seguinte: sabe quanto cresceu o grupo pão de açucar, casas Bahia, etc etc etc e cresceu assim por que a margem é pequena sobre milhoes de U$ de faturamento? acho que não! o lucro é astronomico sobre produtos fabricados aqui ou na zona franca e em muitos casos com incentivos fiscais.

heheheheh voce disse que se alongou!! imagine eu !!!!

ALIAS NÃO QUER UMA VARINHA NÃO? PRONTO!!!! MEU LADO VENDEDOR ESTA COMEÇANDO A FALAR MAIS ALTO! :gorfei: :gorfei: :gorfei: :gorfei:

João não esquenta ou fique P...... o mundo desde que eu o conheço é assim, não vale a ira!!! e muitas decepções em tudo virão. hehehehehe

Abr amigo Marcão

Ps: vou ganhar o premio lá em NC EUA novamente danca:: danca:: danca::

postarei as varas para o pessoal ver o que estou levando hehehehheeh

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Marcão, se vc concordou com 97% do que eu escrevi, eu te ganho, concordo com 100% do que vc escreveu :gorfei: , sei que o mercado brasileiro é incipiente perto do americano, que é impossível praticar aqui os preços dos USA, pelo tamanho do mercado, pelos impostos e fretes a mais que pagamos por estarmos em uma país de terceiro mundo que o governo (e só eles) jura ser de primeiro... ::nada::

Mas, aí eu insisto, não é pelo mercado ser menor, pelos preços serem maiores, que o consumidor não possa ser respeitado, pelo contrário, pois se um pescador iniciante compra uma vara, paga 300-400 reais, aí vai usar num pesque-pague e ela quebra por defeito, coisa que é rara, mas ACONTECE, se o importador não garantir o produto, trocando ou reembolsando o lojista pela troca, esse consumidor vai se sentir lesado e pode até desistir do hobby que estava gostando tanto, afinal, ninguém gosta de fazer papel de bobo, não é? Por isso é que eu digo que o mais importante é o respeito ao consumidor, coisa na qual o mercado brasileiro, na mairroia dos ramos, ainda engatinha. Tem que respeitar o comprador, até mesmo para que o esporte cresça e, por conseguinte, o mercado se torne forte e, talvez um dia, chegue perto do mercado americano.

Quanto à varinha, quero sim, já, já, agora em março próximo, vou encomendar minha segunda vara CBM, pois estou encantado com a primeira, assim como com o atendimento e o respeito que vcs tem pelos seus clientes, assim é que se cria um mercado comprador, com eficiência, qualidade e bom atendimento. ::tudo::

ET: Mudando o tema da conversa, pra um mais interessante, ainda tenho duas varas que estou pensando em mandar pra vcs customizarem, aproveitando o blank, uma fenwick bass class e uma abu garcia promax, se vc me disser que vale a pena, pois os blanks estão perfeitos, só os cabos e passadores é que estão em mau estado. joia:::

Um abração, :amigo:

João Luiz

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×