Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Masayuki Sakurai

Membro
  • Total de itens

    54
  • Registro em

  • Última visita

1 Seguidor

Sobre Masayuki Sakurai

  • Rank
    Já consegue zarar
  • Data de Nascimento 09-03-1947

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino

Informações de Perfil

  • Localização
    Sorocaba - SP
  • Interesse
    pesca de iscas artificiais

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. No caso de destravar, a isca deixa de ser stick??. Como fiquei na dúvida, tenho acrescentado uma esfera de aço. Pode ser que não fique igual ao seu, mas fica legal. Tenho feito em diversas iscas, inclusive da KV.
  2. Independentemente de ser Aldebaran ou outro modelo, Shimano é Shimano fabricado no Japão ou Malásia. Tenho 8 de diversos modelos, não tão top como Aldebaran, estou satisfeitíssimo. Tenho vários de outros marcas, é só "pepino". Já "emprestei" vários para pescadores de menor poder aquisitivo, e não me preocupo em ter de volta. O que quebra de guia fio, gatilho de desarme de carretel, etc., etc... Vai de Shimano que dor de cabeça não terá tão ja.
  3. Eu acho que é mais preconceito e gosto. A maioria não aceita varas de 2 partes. Eu particularmente tenho várias varas de 2 partes, mas acabo não utilizando, pois, tem o problema de equilibrio do material. É muito difícil customizar uma dessas varas. Hoje pesco exclusivamente com varas montadas por mim, inteiriças é claro.
  4. Carretilhas é preferível ter uma Shimano, mesmo que seja de menor valor. De preferencia fabricado no Japão, as fabricadas na Malásia, o acabamento não é legal. Tenho algumas que já são "pré-históricas" e estão funcionando perfeitamente (curado e chronarch bantam), tenho algumas mais novas que são muito boas:curado 200 E7, citica E7, scorpion MG e Metanium Bantam(raridade), em compensação tenho umas da Marine Sports que dão pau regularmente.São boas de uso, mas não aguentam o malho, principalmente em tucunas. A unha da guia fio desgasta rá pidamente, se não fizer manutenção após cada pescaria. E tem o problema da quebra do gatilho (o pino é muito curto), os meus coloquei reforço de resina, acabou o problema. Único que está aguentando o malho é a contender gto, que é provavelmente o antecessor das Lubinas. Na verdade pelo preço estão de bom tamanho, questão de custo/benefício.Qto as varas é preférível, montar uma para voce, no meu caso tenho mais de 30 varas que não uso pelo fato de estarem "desequilibradas", estou refazendo as varas (ainda bem que sei fazer isso). Pague uma vez só e tenha vara para muito tempo. Qto as iscas, cada lugar tem o seu matador. Se tem dificuldade para trabalhar a isca, eu optaria para pescar com a Brava da Marine Sports tem de vários tamanhos, é matador em qualquer lugar. Não se esqueça de ver tambem as iscas do Nelson Nakamura.
  5. No outro forum, foi mencionado pelo Tuba, peça que fica embaixo da engrenagem (coroa) que está gasto, é o que aconteceu na minha cronarch, troquei e ficou um canhão. Comprei no Alemão em S.Paulo, ficha na Rua Paula Souza, custou menos de 20 pilas.
  6. Boa noite Giba, Eu tentaria unir com o nó de agulha, que é muito parecido com o SF, mas o aperto é mecânico, no braço mesmo. Se o muilti for bom e aguentar o aperto, com certeza dará certo. Se quiser ver como é apareça em casa, que tentaremos fazer um "in loco" .
  7. Boas tardes Pescadores...Se nao for pedir muito tambem gostaria de receber as fotos da sua invenção... Obrigado, Boa noite Silvio, Não tenho o hábito de utilizar o MSN, por isso se tiver um e-mail e passar para mim, mando as fotos. O Luidson já deve ter recebido as fotos. Abraços Sakurai
  8. Infelizmente não consegui postar as fotos. Nunca fiz isto. Tentei seguir o tutorial mas cai do cavalo. Passem o e-mail para mim que ai consigo passar. OK?
  9. O meu torninho fiz com motor de microondas, custa em torno de 10 pilas, e para segurar a vara coloquei 2 prendedores de lampadas dessas de 40w, e para girar adaptei um pedal dessas de máquinas de costura elétrica. Vc achará em oficinas de máquinas de costura por preço bem baixo. Tenho 2 prendedores de varas próprios para colocar em motor de forno microondas, mas como a minha gambiarra está funcionando............está guardada para futuras obras de engenharia tupininquim . Para apoio dos blanks cortei 2 pedaços de madeira em V com proteção de carpetes para não riscar o blank. Quanto a linha para amarração, recomendo adquirir em lojas que fazem customização de varas,pois, as linhas que vendem no mercado nacional, não são adequadas para este tipo de trabalho. A resina não penetra na linha, descascando facilmente com o tempo. A resina também deverá ser comprada no mesmo local. As "nacionais" costumam amarelar com o tempo (dessas que são vendidas em lojas de artesanato como vidro liquido) . Eu consegui comprar, por acaso, em SP na região da 25 de Março um material que é muito bom. Resinei uma vara hà mais de 3 anos e ainda está perfeita. O problema é ir até la. As importadas os valores são altos, por ex: 20 grs por 30 a 40 pilas, mas dá para fazer no mínimo 8 varas.
  10. Tenho por baixo umas 30 varas para remontar. Imaginem o que vou encontrar. Até agora ainda não tive surpresas desagradáveis, mas estou preparado para o pior, que venha as gambiarras chinesas. Já vi varas com recheio de barbantes e papelão. De acordo com customizadores mais antigos, é absolutamente "normal" tal procedimento. Tenho montado varas com blanks novos adquiridos de gente honesta tal como a Bete, o Alemão a Miraguaia, etc. Em conversas com profissionais da área de pesca, principalmente em feiras de S.Paulo, ouvi deles que na China tem mais de 500 fábricas de varas, imaginem o que tem de picaretas por lá. Se der azar de fechar negócio com alguns deles (picaretas) ..... é o que deve ter acontecido com a Sumax . Tenho várias varas da marca.
  11. Tenho por hábito, comprar iscas de cores ruins e repinta-los, além de alterar, se for o caso, o ratlin, e tambem trocar argolas e garatéias. Customizo também iscas para lojas, principalmente nas cores vibrantes, que é meio raro em catálogos de fábricas. De vez em quando recupero iscas detonadas dos amigos e meus também.
  12. Tenho por hábito pescar trairas com iscas gdes., como por ex: Spock jr da KV, principalemente na cor vermelha (custom), entra trairas gdes e pequenas. Qdo o local tem trairas gdes eu costumo usar a cão fila da Aicás. Não aprecio muito o uso de iscas pequenas, pois, costuma acabar com os lideres e chega a cortar linhas. A gde vantagem das iscas avantajadas é o trabalho mais lento e cadenciado, dando tempo para o ataque certeiro das dentuças.
  13. Tenho uma 17 lbs. as Daiwas costuman ser rápidas. Excelente vara custo/benefício. Hoje é muito difícil achar varas lentas p/ médias. Tenho comprados blanks da fleming "Cavalier" e montado para mim. Ficam excelentes. Uso em Serra da Mesa e Epitácio e adjacencias.
  14. As 2 atenderao a sua expectativa. A lubina e fabricado pela MS, que trqdicionalmente fabricam materiis fortes, q aguentam pau, proprios p pesqueiros. No seu casoacredito que e apenas questao de preco
  15. As 2 atenderao a sua expectativa. A lubina e fabricado pela MS, que trqdicionalmente fabricam materiis fortes, q aguentam pau, proprios p pesqueiros. No seu casoacredito que e apenas questao de preco
×
×
  • Criar Novo...