Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Leo Marrara

O Mineirim e o Coroné

Posts Recomendados

Em tempos de eleição, dois candidatos mineiros adversários, um da cidade - o "Coroné", e outro caipira - o "Mineirim", se encontram na mesma barbearia.

Lá sentados lado a lado não se falou palavra alguma.

Os barbeiros temiam iniciar qualquer conversa, pois poderia descambar para discussão e o "Coroné" só andava armado.

Terminaram a barba de seus clientes mais ou menos ao mesmo tempo.

O primeiro barbeiro estendeu o braço para pegar a loção pós-barba e oferecer ao "Coroné", no que foi interrompido rapidamente por seu cliente:

- Não obrigado, a minha esposa vai sentir o cheiro e pensar que eu estava num puteiro.

O segundo barbeiro virou-se para o "Mineirim":

- E o senhor? - indagou.

- Uai, popassá, sô! A minha muié num sabe mesmo como é cheiro de puteiro...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×