Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
ThaisonScopel

parabens a sema

Posts Recomendados

palmas:: palmas:: palmas:: Esse ano a queria parabeniza a SEMA-MT e a POLICIA AMBIENTAL que estao fazendo um trabalho fenomenal com diversas operações e apreensões de barcos carros e tralha de pesca (molinete, carretilha, redes, espinheis...) e pescado ( joia::: joia::: sendo doado pra intuições de caridades joia::: joia::: ) e mau:: mau:: pescadores “PESCADOR NÃO E SIM PREDADOR” mau:: mau:: (deixa presos por alguns dias o sendo liberado sobre fiança e pagamento da multa) ::tudo:: ::tudo:: ::tudo:: e que a SEMA E A POLICIA AMBIENTAL continuem com esse trabalho o ano inteiro não apenas só na época da piracema. ::tudo:: ::tudo:: ::tudo:: ::tudo::

arrow:: http://www.sonoticias.com.br/noticias/9/118198/prf-apreende-109-quilos-de-pescado-e-animais-em-mato-grosso

arrow:: http://www.sonoticias.com.br/noticias/7/117983/sema-sinop-apreende-produtos-de-pesca-predatoria-no-teles-pires

arrow:: http://www.sonoticias.com.br/noticias/7/118065/sema-apreende-material-de-pesca-no-nortao-e-aplica-multa

arrow:: http://www.sonoticias.com.br/noticias/7/116057/apreendidos-materiais-de-pesca-ilegais-em-juara-e-sorriso

arrow:: continua..........

arrow:: http://www.sonoticias.com.br/noticias/7/118203/cerca-de-100-peixes-vivos-apreendidos-sao-devolvidos-para-o-rio-cuiaba

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

http://www.sema.mt.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=506:fiscalizacao-coordenada-traz-resultados-positivos-na-piracema-2010-2011&catid=198:fiscalizacao&Itemid=180

palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: Fiscalização coordenada traz resultados positivos na Piracema 2010-2011 palmas:: palmas:: palmas::

e acordo com balanço parcial feito pela Coordenadoria de Fiscalização de Pesca, vinculada a Superintendência de Fiscalização da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), durante o mês de novembro, em todo o Estado, foram efetuadas 28 prisões e apreendidos diabo:: diabo:: diabo:: 1.939,5 quilos de pescado irregular. diabo:: diabo:: diabo:: diabo:: diabo::

As ações, realizadas pela Sema contam com o apoio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio do Batalhão Ambiental da Policia Militar, Delegacia Especializada do Meio Ambiente da Polícia Judiciária Civil (PJC) e Unidades Regionais da Sema do órgão.

Desde o início do período proibitivo (no dia 01 de novembro, nos rios da Bacia Hidrográfica do Araguaia/Tocantins e no dia a 05 de novembro, nos rios das Bacias Hidrográficas do Amazonas e do Paraguai), uma série de ações vem sendo realizadas visando conter a pesca depredatória. Nas ações de abordagem, momento em que os fiscais aproveitam também para orientar a população, 1.746 pessoas foram vistoriadas além de 621 veículos, 93 embarcações e, 118 empreendimentos tiveram seus estoques checados.

No total, além do pescado irregular, foram apreendidos sete veículos, 43 embarcações, 3.449 apetrechos de pesca, 20 armas e 11 motores.

Ao todo, a Coordenadoria de Fiscalização de Pesca emitiu 50 Autos de Infração, 271 Autos de Inspeção, 128 Termos de Notificação e 25 Termos de Doação.

O período de defeso da piracema vai até o dia 28 de fevereiro de 2011, quando a pesca é proibida no Estado, inclusive na modalidade “pesque e solte”. Aqueles que forem pegos desrespeitando a restrição incorrem nas penalidades previstas na legislação que vão de multa até a detenção (Lei Estadual nº 9.096, de 16 de janeiro de 2009, Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, e legislações pertinentes).

A multa tanto para aquele que for pego sem a Declaração de Estoque de Pescado ou praticando a pesca depredatória está definida na Lei 9096, e varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil...............................................

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

arrow:: Homens são presos por pesca predatória no Rio Cuiabá

Fonte: Só Notícias com assessoria

Policiais da Delegacia Especializada de Meio Ambiente e fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) prenderam em flagrante dois paia:: paia:: homens, ontem à noite, praticando diabo:: diabo:: pesca predatória, na região do Sucuri, em Cuiabá. Eles estavam em uma canoa no Rio Cuiabá, utilizando uma rede com aproximadamente 50 metros.

joia::: joia::: joia::: De acordo com informações da polícia, não foi possível apreender o pescado porque a ação foi realizada no início da pescaria. Com a ação, foi possível impedir que os peixes fossem retirados do rio. palmas:: palmas:: palmas::

http://www.sonoticias.com.br/noticias/9/119019/homens-sao-presos-por-pesca-predatoria-no-rio-cuiaba

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

arrow:: Fiscais da Sema apreendem redes em operação surpresa

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

Os fiscais da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) de Barra do Garças não precisaram ir muito longe e nem demorarem muito nos rios para registrar uma apreensão recorde de redes e tarrafas. O resultado de uma operação surpresa realizada no final de semana foi apresentado nesta segunda pela direção da Sema em Barra do Garças. diabo:: diabo:: Foram apreendidas 32 redes e tarrafas nos rios Araguaia, Garças e Diamantino.

O diretor da Sema Cléber Fabiano informou que a varredura começou no sábado o rio Araguaia desde os travessões a barra do rio Garças subindo em direção a praia da Arara e chegando ao Diamantino próximo a cidade de Torixoréu pelo rio Araguaia. mau:: mau:: mau:: Ninguém foi preso na operação porque quando os pescadores mau:: mau:: mau:: mau:: percebíam a aproximação do barco da palmas:: palmas:: Sema corriam abandonando as redes na margem do rio.

Perguntado sobre o motivo que há tantas redes nas mãos de pescadores o diretor da Sema disse que há falha no sistema que permite a venda de redes e tarrafas indiscriminadamente. “Deveria ter uma controle nessa vendagem até mesmo para diminuir a prática dos depredadores” frisou. Hoje é possível comprar rede em qualquer loja de pesca com argumento que é para tanque, todavia é utilizado para outros fins.

O rio Araguaia e seus afluentes são muito procurados pela variedade de peixes principalmente no Culuene e Couto Magalhães.

http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?noticia=Fiscais_da_Sema_apreendem_redes_em_operacao_surpresa&id=152128

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

http://www.sonoticias.com.br/noticias/7/119460/operacao-da-sema-no-nortao-resulta-em-apreensao-e-multas

palmas:: palmas:: palmas:: Operação da Sema no Nortão resulta em apreensão e multas palmas:: palmas::

Fonte: Só Notícias com assessoria

A equipe de fiscalização da Diretoria Desconcentrada da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) de Juara, em uma ação conjunta com policiais militares do 21º Batalhão de Polícia Militar do município, realizou no fim de semana, operação com o objetivo de coibir a pesca depredatória neste período de defeso, nas imediações do Rio Arinos.

A operação iniciou no último sábado (15), no município Porto dos Gaúchos e finalizou no domingo (16), no encontro do Rio Arinos com o Rio dos Peixes, em Juara, com mais de 100 km de extensão, sendo percorrido por fiscais da regional da Sema em conjunto com policiais militares da região.

A iniciativa resultou na apreensão de vários apetrechos como espinhel, redes, cinco espingardas, varas de pesca, anzol de galhos, fisga, e três barcos. Duas pessoas foram autuadas por praticarem a pesca em período de defeso, gerando um total de R$ 7 mil em multa. Os apetrechos apreendidos encontram-se na Unidade Desconcentrada da Sema de Juara e os barcos foram encaminhados para 21º Batalhão de Polícia Militar do município.

"Mais uma vez conseguimos autuar os infratores antes que os mesmos extraíssem o pescado, com um trabalho ostensivo e preventivo, contribuindo de maneira efetiva para coibir a pesca durante este período", frisou o diretor da unidade regional da Sema em Juara, Joelson de Figueiredo Campos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Mais uma vez conseguimos autuar os infratores antes que os mesmos extraíssem o pescado, com um trabalho ostensivo e preventivo, contribuindo de maneira efetiva para coibir a pesca durante este período", frisou o diretor da unidade regional da Sema em Juara, Joelson de Figueiredo Campos.[/size]

iSSO É BOM!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

http://www.sema.mt.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=596:fiscalizacao-da-sema-continua-combate-a-pesca-depredatoria-e-apreende-100-kg-de-pescado-no-medio-norte&catid=198:fiscalizacao&Itemid=180

Fiscalização da Sema continua combate a pesca depredatória e apreende 100 kg de pescado no Médio Norte

Publicado em: Ter, 01 de Fevereiro de 2011 14:38

DUDA TORRES - Assessoria/Sema-MT

Equipe de fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), da Diretoria Desconcentrada do município de Tangará da Serra (239 Km a Médio Norte de Cuiabá), apreenderam na noite da última quinta-feira (27.01), no Rio Paraguai, no município de Denise (211 km a Médio Norte de Cuiabá), pescado irregular e apetrechos de pesca. A apreensão aconteceu durante uma atividade de fiscalização fluvial em conjunto com a Polícia Militar Ambiental do município de Barra do Bugres (168 km a Médio Norte de Cuiabá).

Na ação três pessoas foram flagradas realizando pesca depredatória embarcada na região. Os fiscais em conjunto com policiais ambientais, apreenderam o barco com o motor, uma tarrafa e pescado ilegal. Duas pessoas conseguiram fugir e a outra foi detida e posteriormente encaminhada à Delegacia Municipal de Nortelândia, onde foi lavrado boletim de ocorrência (BO). Após o encaminhamento, a equipe fez e levantamento do pescado que totalizou 100 quilos entre espécies de pacu e pintado.

De acordo com a analista ambiental Letícia Freitas, que acompanhou os detalhes da operação, a equipe da Sema em conjunto com a Policia Militar Ambiental dará continuidade às atividades de fiscalização em escala de equipe no período integral (dia/noite) até o final do período de defeso da piracema.

Os apetrechos utilizados na pesca encontram-se na Policia Militar Ambiental da região e o pescado apreendido será destinado a entidades filantrópicas do município de Barra do Bugres.

PIRACEMA

Durante o período de defeso da piracema, que vai até o dia 28 de fevereiro de 2011, é permitida somente a pesca de subsistência desembarcada, ou seja, aquela praticada artesanalmente por populações ribeirinhas e tradicionais, para garantir a alimentação familiar, sem fins comerciais. De acordo com a lei é proibido também o transporte e a comercialização do pescado proveniente da pesca de subsistência.

No caso da pesca de subsistência, existe uma cota diária permitida de três quilos ou um exemplar de qualquer peso, por pescador, respeitados os tamanhos mínimos de captura estabelecidos pela legislação, para cada espécie.

PENALIDADES

As penalidades previstas para os infratores vão desde multa até a detenção, prevista pela Lei Estadual nº 9.096, de 16 de janeiro de 2009, Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, e legislações pertinentes. Nesse período a pesca estará proibida no Estado, inclusive na modalidade "pesque e solte".

A multa para quem for pego sem a Declaração de Estoque de Pescado ou praticando a pesca depredatória está definida na Lei 9096, e varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil.

DENUNCIE

As denúncias sobre pesca no período da piracema e outros crimes ambientais podem ser feitas na Ouvidoria Setorial da Sema pelo número 0800 65 3838, ou no site da secretaria no endereço http://www.sema.mt.gov.br, por meio de formulário. Você não precisa se identificar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

creio que devemos não só apoiar como demonstrar nossa satisfação com os mesmos enviando a eles e-mails de

agradecimento e incentivo, assim além da valorização dos bons serviços demonstramos nossa gratidão.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nortão: Sema apreende anzóis e solta peixes durante fiscalização

Fonte: Só Notícias/Karoline Kuhn

Agentes da unidade da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, em Sinop, apreenderam 21 molinetes, seis redes, um motor de poupa, mais de 70 anzóis, além de 30 anzóis de galhos, no final de semana, durante fiscalização no rio Teles Pires, na região de Itaúba (100 km de Sinop).

De acordo com o diretor da unidade, Luiz Antônio Callegari, pelo menos 46 peixes que estavam presos em redes e gaiolas voltaram para o rio. Não houve autuações já que não foram encontrados responsáveis, no entanto, oito pessoas que estavam na beira do rio foram orientadas sobre o período proibitivo da pesca.

Essa não é a primeira fiscalização feita durante o período. Em janeiro, a unidade identificou pontos de pesca predatória na região dos rios Branco e Verde, a cerca de 40 km de Sinop, sentido Ipiranga do Norte. Foram encontradas gaiolas para prender peixes.

A Piracema (período proibitivo de pesca para a procriações dos peixes) termina no dia 28.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

joia::: joia::: joia::: joia::: joia::: joia::: Fiscais da Sema continuam o combate a pesca depredatória

Publicado em: Ter, 08 de Fevereiro de 2011 15:58

DUDA TORRES - Assessoria/Sema-MT

Fiscais da Diretoria Desconcentrada da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (DUD/Sema) em Juara (709 km ao Médio-Norte da Capital), em parceria com policiais militares do 21º Batalhão de Polícia Militar do município, realizaram no último fim de semana uma operação na tentativa de evitar a pesca depredatória nas imediações dos Rios Arinos, dos Peixes, do Sangue e Juruena.

A Operação teve início no último sábado (05.02), no Rio Arinos, e terminou no domingo (06.02), no município de Nova Maringá (400 km de Cuiabá), que faz parte da DUD/Juara, com mais de 150 km de extensão sendo percorrido por fiscais da regional da Sema em conjunto com policiais militares da região.

A iniciativa resultou na apreensão de 63 quilos de pescado, vários apetrechos, um barco, um motor e um ônibus. Duas pessoas do distrito de Brianorte foram autuadas por praticarem a pesca em pleno período de defeso. Os objetos apreendidos foram encaminhados para o 21º Batalhão de Polícia Militar do município.

De acordo com o técnico ambiental da Sema, Francisco Tadeu Piroli, "as ações irão continuar em toda a região até o final do período proibitivo e será intensificada na abertura da pesca, com fiscalizações por terra e água, para cobrar a carteira de pesca e coibir a pesca depredatória".

PIRACEMA

Durante o período de defeso que vai até o dia 28 de fevereiro de 2011 é permitida somente a pesca de subsistência desembarcada por populações ribeirinhas e/ou tradicionais, para garantir a alimentação familiar, sem fins comerciais. O profissional que desenvolve o trabalho ou o lazer da pesca, precisa de autorização da Sema ou do IBAMA para exercer a atividade. Essa documentação é a carteira de pescador, que pode ser feita pelo site da Sema.

Para aqueles que forem pegos desrespeitando o período de defeso da piracema, as penalidades previstas vão desde multa até a detenção (Lei Estadual nº 9.096, de 16 de janeiro de 2009, Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, e legislações pertinentes). Nesse período a pesca estará proibida no Estado, inclusive na modalidade "pesque e solte".

A multa para quem for pego sem a Declaração de Estoque de Pescado ou praticando a pesca depredatória está definida na Lei 9096, e varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil.

Segundo a lei estadual 9.096, anexo V, ao exercício da pesca sem carteira de pescador é aplicada uma multa de R$ 500,00 (quinhentos reais) a R$ 2.000,00 (dois mil reais).

DISK-DENÚNCIA

As denúncias sobre pesca no período da piracema e outros crimes ambientais podem ser feitas na Ouvidoria Setorial da Sema pelo número 0800 65 3838 ou pelo site da secretaria no endereço www.sema.mt.gov.br. As ligações podem ser anônimas.

palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: palmas::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: palmas:: no link abaixo mostra um vídeo onde que a SEMA-MT junto com a POLICIA AMBIENTAL fizeram uma operação contra a pesca predatória no rio TELES PIRES e outros RIOS do MT joia::: joia::: joia::: joia::: joia::: joia::: joia:::

http://www.mttem.com.br/sinoptem/cotegointerna.php?subcat=18

arrow:: video que mostra a operacao 05/02/2011

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom pessoal esse e o resultado apresentado pela SEMA –MT no período da piracema nunca vi eles trabalhando tanto mais podia ser melhor ainda, agora vamos ver se na época de pesca eles vão bater em cima dos limpa rios. diabo:: diabo:: diabo:: diabo:: diabo:: diabo::

http://www.sonoticias.com.br/noticias/7/122515/piracema-terminou-com-15-mil-kg-de-peixes-apreendidos-e-65-pessoas-detidas

Piracema terminou com 15 mil kg de peixes apreendidos e 65 pessoas detidas

Fonte: Só Notícias com assessoria

O secretário de Meio Ambiente, Alexander Torres Maia, avaliou como positiva a atuação da fiscalização no período da Piracema, que terminou há poucos dias, e que o diferencial em relação aos anos anteriores, foi a atuação integrada dos órgãos do Governo do Estado, como a Secretaria de Estado do Meio Ambiente, por meio das superintendências de Fiscalização e Educação Ambiental; Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil a Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs). "A reativação do Batalhão Ambiental, após quase três anos, fez toda a diferença nas ações de repressão e orientação desencadeadas no período", destacou. O acréscimo de 100 policiais militares e 30 policiais civis, ao contingente de fiscais da Sema e das Unidades Regionais do órgão, preencheu uma lacuna importante no trabalho de repressão à prática depredatória. "É claro que sabemos que esse número ainda não é o suficiente para atender a todo o Estado mas, é maior do que tínhamos à nossa disposição em anos anteriores", reconheceu.

O número de apreensões foi bastante expressivo: 15.528,5 quilos de pescado irregular, 29 veículos, 135 embarcações, 16.973 apetrechos de pesca, 43 armas e 34 motores. No período anterior, foram apreendidos 21.635, quilos de pescado.

Superintendência de Fiscalização emitiu 156 Autos de Infração; 649 Autos de Inspeção; 404 Termos de Apreensão; 16 Notificações e 60 Termos de Doação.

Foram detidas 65 pessoas, número maior do que o registrado no período anterior (2009-2010), quando foram autuados em flagrante 34 que estavam pescando.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×