Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
ThaisonScopel

ambições na piscicultura

Posts Recomendados

Ontem vendo no globo rurall mostra a ambição do MT se torna o maior produtor de pescado ::tudo:: ::tudo:: ::tudo:: ::tudo:: ::tudo:: ::tudo:: ::tudo::

Empresa se instala no MT com grandes ambições na piscicultura

Fundador quer implantar modelo de produção do frango e do porco.

Peixes da Amazônia são aposta para o sucesso da empreitada.

Sorriso (MT), terra da soja, está se tornando também terra do peixe, e o município tem potencial. Os tanques que sobrevoamos agora são relativamente novos, e parte de um projeto ambicioso. A última grande empresa a se instalar no município também tem fazenda própria, frigorífico moderno e mais: planos de fazer com o peixe o que se faz hoje com o frango e o porco.

A última empresa a se instalar na região chegou com investimentos na ordem de R$ 80 milhões e, em apenas dois anos de funcionamento, processa cerca de 20 toneladas de peixe por dia, e já é considerada uma das empresas mais modernas do país no seu segmento. Mato Grosso responde por 9% da produção nacional de peixes e outros animais aquáticos criados em cativeiro. Perde para Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Ceará.....................................................

arrow:: segue o link do vídeo com a reportagem

http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2011/05/empresa-se-instala-no-mt-com-grandes-ambicoes-na-piscicultura.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Thaison,

Há tempos venho insistindo que o caminho da pesca esportiva passa - obrigatoriamente - pela mudança de filosofia em torno do assunto psicultura ! Precisamos, como alguns poucos empresários que apareceram na reportagem, deixar de ser "tímidos" com relação as oportunidades nessa área, e agir como verdadeiros empreendedores, pois existe muito a ser feito nesse segmento...

Quem sai na frente, leva alguma vantagem, embora quem se posicione posteriormente possa usar uma tecnologia mais nova e certamente mais propícia a questão dos resultados... Convém observar, e isso é algo de suma importância, que é o tipo de projeto que permite a comunhão de atividades parceiras, a exemplo do que já acontece há bastante tempo em granjas de frango e porcos... Tá chegando ( finalmente ) a hora do peixe !

Apenas como complementação dessa "possibilidade", já que um dos grandes desafios existentes é o capital para implementação de uma "indústria" desse tipo, com toda sua verticalização necessária a produção, já existe a demanda do "capital humano" de fazer com que o esforço da criação seja desenvolvido em paralelo, com todo o apoio técnico e tecnológico de quem detém o conhecimento. Longe de vir a significar "algemas", ações dessa natureza poderão gerar a liberdade de ação e atividade para milhares de famílias que hoje dependem de outras fontes de renda, não necessariamente rentáveis...

Claro que é importante e funciona como inclusão social !

Aumentando a capacidade de produção de peixe, e criando um hábito mais cotidiano de alimentação da população em geral ( lembram-se de quando começou o boom das granjas de frango ), o ciclo virtuoso de mais proteinas a custos mais baixos, fatalmente irá facilitar o surgimento de novos negócios nessa área, e consequentemente uma melhor conscientização em torno dos peixes silvestres...

Planos como esses, são uma realidade que precisa ser ampliada, e quanto mais cedo isso aconteça, mais perspectivas de uma regulamentação coerente e adequada iremos ter nos nossos rios e represas. Observe que em nenhum momento me referi ao contexto de que todas essas ações precisam de adequações ecológicas, e de preservação ao meio ambiente, até porque não precisamos ( se assim desejarmos ) dar um tiro no pé !

Vimos criações dedicadas a peixes exóticos, ou melhor, cruzamentos "industriais" de peixes híbridos, com ganho de escala nos objetivos perseguidos, mas que ainda tem muito a evoluir ! Parte desse processo já pode acontecer em ações de peixes mais populares, e por consequência mais "baratos" na escala de "socialização" e alimentação popular. Nenhum demérito nisso, até pelo contrário, mas é preciso QUERER, e isso, não se encontra com facilidade...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...