Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
João Biguá

BATERIA PARA BARCO

Posts Recomendados

16/10/2007 - 16:58

Baterias: Numa lancha, ela é tão essencial quanto o motor, mas escolha com cuidado

Quantas baterias usar? De quantos ampères? O que é um ciclo? Mas afinal de contas, qual é a melhor bateria?

Por Regina Hatakeyama

Da Revista Náutica

Se bem escolhida e bem usada, sua bateria pode durar cinco anos

Se você não tem idéia de como calcular o consumo de energia de um barco, muito menos como escolher uma bateria para ele, convém informar-se bem antes, para não correr o risco de ficar na mão ao dar a partida no motor, no meio do mar. Antes de tudo, é preciso entender como se mede a carga de uma bateria, dada em Ah ou "ampères-hora" e que, ao contrário do que muita gente pensa, não significa ampères "por" hora!

Esta medida apenas indica a corrente elétrica constante liberada por 20 horas, antes de a bateria ficar sem carga. Para saber de quanto é essa corrente, basta dividir o número de Ah por 20. Assim, uma bateria de 100 Ah, por exemplo, proporciona 5 A durante 20 horas, entendeu?

Esta é a medida que importa para garantir o funcionamento de equipamentos como as luzes e os eletrônicos de navegação. Mas há uma segunda medição, dada em CCA ou MCA (siglas do inglês "cold cranking ampères" e "marine cranking ampères", que significam, respectivamente, corrente de partida a frio a -18ºC e a 0°C) e que indicam a capacidade de descarga rápida da bateria. Para que servem? Para determinar a energia disponível para o arranque do motor! Para saber de quanto CCA ou MCA seu barco necessita, é preciso consultar o manual do motor.

Só isso? Não. Veja a seguir o que mais você deve saber sobre barcos e baterias.

Quantas baterias?

Para veleiros e lanchas que só façam passeios curtos perto da costa, uma bateria basta, desde que esteja com capacidade de carga e em bom estado. Já os barcos que vão bem além disso, ou seja, que façam travessias ou naveguem em alto-mar, devem ter pelo menos uma bateria para cada motor, além de um banco de baterias só para outros fins, como luzes e equipamentos de bordo.

De quantos ampères?

Para estimar a capacidade das baterias, deve-se saber o consumo em ampères (A) e o tempo de uso médio diário em horas de cada equipamento elétrico a bordo, multiplicando um pelo outro (por exemplo: o consumo de uma lâmpada de 2,1 A que fique acesa quatro horas por dia será de 8,4 A). Para converter minutos em horas, divida os minutos por 60 (assim, por exemplo, 30 minutos correspondem a 0,5 h). Depois, some o consumo dos equipamentos.

É aconselhável ter baterias com capacidade duas vezes e meia superior ao consumo estimado. Ou seja, se o seu gasto diário for de 240 Ah, o banco de baterias deve ter 600 Ah (240 Ah x 2,5). Neste caso, se as baterias forem de 150 Ah, serão necessárias quatro baterias.

Nas lanchas pequenas, a bateria funciona como num automóvel. Ou seja, requer descarga forte para o arranque, mas, depois, o próprio funcionamento do motor fornece energia para mantê-la. Neste caso, a energia da bateria será necessária só quando o motor estiver desligado. Já nos veleiros ou lanchas cabinadas sem gerador, o uso da bateria é maior. Os que possuem geladeira, requerem, por exemplo, além das baterias da motorização, outras para serviço, com pelo menos 300 Ah de capacidade.

Ciclo? O que é isso?

As baterias podem ser de chumbo e ácido de ciclo normal (como as automotivas, que são projetadas primordialmente para ter CCA bem alto e garantir o arranque do motor) ou ciclo profundo. Estas últimas suportam mais e maiores descargas e são bastante convenientes quando o motor não está em uso e não há gerador a bordo ou uma fonte de eletricidade externa.

Mas, qual é a melhor?

As baterias convencionais (como as automotivas, por exemplo) funcionam à base de chumbo, ácido sulfúrico e água, que deve ser completada periodicamente. Porém, há baterias seladas, também chamadas de baterias livres de manutenção, cuja grande vantagem é livrar o dono do barco de se preocupar com o nível da água. Tanto uma quanto outra deve ser mantida sempre na posição horizontal (porque o ácido pode vazar e danificar fiações e equipamentos) e tem maior autodescarga, mas é menos suscetível a danos por sobrecarga.

Já as baterias de AGM, para uso marítimo, são, normalmente, de ciclo profundo e têm em seu interior separadores de fibra de vidro (o tal AGM), que absorve o ácido e, entre outras coisas, as torna livres de manutenção. Suas vantagens são a maior resistência a choques e vibrações, nenhum vazamento e poder ser instaladas em qualquer posição, além de durarem bastante. Mas custam caro, pesam mais e não podem ser reparadas em caso de danos.

O que mais você precisa saber

Se instalar mais de uma, use baterias iguais, para facilitar a recarga. Cada tipo de bateria tem uma tensão própria

Baterias liberam gás hidrogênio, que é explosivo. Instale-as em local ventilado e nunca recarregue com o barco fechado

Para a recarga, o carregador deve estar desligado para conectar ou desconectar a bateria

As baterias devem ter fácil acesso, para as trocas

Instale-as o mais próximo possível do motor ou use cabos de diâmetro maior, para evitar perda de energia pela fiação

Fixe-as muito bem, para evitar curto-circuitos

Os terminais dos cabos devem ser prensados e não soldados, para não se quebrarem

Cheque sempre o estado dos terminais dos conectores, para evitar perda de condutividade

Nunca combine baterias velhas com antigas, porque as velhas podem prejudicar as novas

Monitore sempre o medidor de consumo da bateria e nunca deixe que a carga fique abaixo de 50% de sua capacidade,porque isso compromete a vida útil dela

Verifique mensalmente o nível da água das baterias de chumbo e ácido não-seladas. Se houver sinais de corrosão, faça uma pasta de bicarbonato de sódio e água e limpe-a

Uma recarga bem-feita demora. Porém, se você regular a tensão da recarga de acordo com a sua bateria, ela irá durar mais e o tempo de recarga será menor

Jamais use tensão de recarga acima de 15 V para as baterias de serviço. Já as baterias do motor devem ser recarregadas geralmente com tensão entre 13,5 e 14,5 V por bateria

A cada seis meses, cheque a tensão de saída do alternador ou carregador. Se estiver alta demais, danificará a bateria

Se bem-cuidada, uma bateria pode durar até cinco anos, embora a média seja de dois anos

Ao sair com o barco, verifique o voltímetro no painel. Ao ligar o motor, o relógio deve subir para 13 V. Isto indica que abateria está recebendo carga

Se tiver um jetski, recarregue a bateria sempre que ele ficar parado por mais de 20 dias. Sem ela, o seu jet não liga. E já pensou ficar parado no meio do mar? Afinal, barcos não pegam no tranco...

Quanto cada coisa consome

ampères horas-uso ampères/dia

Luz da âncora 0,8 12 9,6

Guindaste da âncora 150 0,2 30

Piloto automático 0,7 8 5,6

Exaustor do porão 6,5 0,2 1,3

2 ventiladores na cabine 0,2 48 9,6

3 lâmpadas fluorescentes 0,7 12 8,4

1 lâmpada incandescente 2,1 1 2,1

Lâmpada p/ mesa de navegação 0,8 0,5 0,4

Iluminação da bússola 0,1 8 0,8

Iluminação do convés 6 0,5 3

Sonda de profundidade 0,2 8 1,6

Indicador de combustível 0,3 24 7,2

GPS 0,5 8 4

Inversor 0,2 2 0,4

Forno de microondas (600 W) 100 0,1 10

Bomba de porão 15 0,1 1,5

Bomba de água doce 6 0,03 0,2

Bomba do tanque de esgoto 2 0,05 0,1

Radar 4 4 16

2 lâmpadas halogêneas p/ leitura 0,8 4 3,2

Geladeira 5 12 60

Luz de navegação 2,5 8 20

Luz de navegação tricolor 0,8 8 6,4

Toca-fitas 1 2 2

Televisão (13 polegadas) 3,5 2 7

Odômetro 0,1 8 0,8

SSB (receptor) 30 0,2 2,5

SSB (transmissor) 30 0,2 6

Videocassete 2 2 4

VHF (receptor) 0,5 4 2

VHF (transmissor) 5 0,2 1

Indicador de vento 0,1 8 0,8

DVD 1,1 4 4,4

Matéria originalmente publicada na Revista Náutica N°212

© Náutica - Seu portal náutico na Internet. Todos os direitos reservados.

Av. Brigadeiro Faria Lima, 3064, 10º andar - São Paulo - SP

CEP 01451-000 - Tel.: (11) 2186 1000

Mais matéria sobre bateria:

http://carros.hsw.uol.com.br/questao219.htm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bela materia, quando instalei o motor mercury 115 opitimax o mecanico me obrigou a colocar uma bateria de

160 ampéres e de 1200 cca, pois o motor exigia de partida fria 800 cca.

Só assim ele me deu a garantia.

abs

::tudo:: ::tudo:: ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

CARACAS!!!!! Bom demais esse tópico. Estava procurando umas respostas que achei aki.

Texto muito claro, didático e completissimo.

Valew Seu Jão!!!!! palmas:: palmas:: palmas:: joia::: joia::: joia::: ::tudo:: ::tudo:: ::tudo:: ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...