Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Marlúcio Ferreira

Ministério da Pesca quer criação de peixes exóticos em lagos

Posts Recomendados

Veja a matéria na Folha de São Paulo. ::fish2

http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/10 ... rica.shtml

É sabido que a tilápia e a carpa estão em nossos rios ha décadas, em todos, sem exceção. Então, vamos fazer com que essas espécies nada exóticas pague um preço justo pelo aluguel do novo lar em um país tropical. Nosso tucunaré que também está em todos os lagos do país, fará o controle populacional dessas espécies, ficarão grandes e fortes para movimentar o turismo de pesca esportiva que está crescendo, criando empregos e gerando renda.

Onde estavam os cientistas quando deixaram construir as hidrelétrica sem se preocuparem com os impactos ambientais? O dito peixe exótico é o efeito colateral de lagos construídos sem as mínimas condições de abrigarem a vida nativa.É notório o quanto o loby da geração de energia joga pesado, tratoram tudo, as medidas compensatórias são só para inglês ver. Um amigo biólogo traduziu tudo em uma frase: "Deixa eu amputar as suas pernas que eu te dou uma cadeira de roda motorizada."

Tudo a mais pura demagogia! doeu::

_________________

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Salve Marlúcio!

O tema é de interessante debate. A questão política, aqui, parece estar falando mais alto, principalmente porque o autor do projeto de lei, caso esta seja aprovada, garantirá o chamado "capital político".

Na grande maioria das vezes, as pessoas que estão nestas posições de comando, agem por impulsos "político-pessoais" ao invés de se ampararem na ciência.

O argumento mais utilizado é o de que os cientistas estão loucos, são muito restritivos ou de que que se acolhermos as suas teses impediríamos o desenvolvimento do país.

Façam à vocês mesmos a seguinte pergunta: quando estou doente eu procuro um arquiteto ou um médico? a resposta, provavelmente, será o médico, porque ele passou anos estudando o corpo humano para compreender as suas particularidades.

Porque então não ouvir a comunidade científica; os biólogos; os ecólogos; que são, na hipótese, como os médicos da pergunta anterior.

Não me parece lógica a ação política.

Um exemplo simples do que isto pode se transformar (a introdução de espécie exótica no ambiente), foi a introdução, não intencional, de uma espécie de peixe asiático nos rios americanos, conhecido por alguns como "fishzila", que é um predador mais voraz que o tucunaré e não é controlado por qualquer outra espécie, ou seja, não possui predador.

Como medida de contenção, a pesca dele foi incentivada (não funcionou), para encurtar a história, envenenaram a lagoa, para que todos as espécies morrecem, inclusive o "fishizila".

Não precisa nem dizer que "Não deu certo!"

Exemplos como este estão povoando o mundo inteiro. O problema é político e de cidadania.

Político, porque precisamos de pessoas competentes nos locais de decisão (e aqui vai uma crítica do Ministro da Pesca, que "não sabe colocar uma minhoca no anzol") e de cidadania, porque enquanto não tomarmos uma posição firme e enquanto não a externarmos, digo eu e você, e quem mais ler este fórum, ninguém saberá da nossa indignação.

Algumas vezes eu penso se o protesto, a indignação, a manifestação popular é vergonhosa? Porque as pessoas tem medo de se organizar? Porque sempre esperamos que "alguém faça alguma coisa?

A hora é de agir! O JCKruel é um cara de ação, pelo que pude perceber e é um exemplo a ser seguido.

Oxalá um dia eu me torne uma pessoa assim.

Por enquanto, sigo dando aulas de direito ambiental, na tentativa de incutir nos novos juristas uma consciência não-antropocêntrica, mas sim, biocêntrica, mais conectada com o meio ambiente, uma vez que não somos donos dele, mas sim, fazemos parte dele.

Enfim... discutamos porque este é um assunto de nosso interesse direto.

Ah... e aos que pensem que não me preocupo com a geração de renda para estas comunidades, existem várias formas desta acontecer, que não alterando, de forma deliberada, o ecossistema.

Abraços,

Fabrício Ferreira.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse povo é louco, ou não estudou ou apenas quer aparecer a qualquer custo, será que eles não viram o que aconteceu nos EUA quando foi introduzido a carpa e o Snakehead (fishzilla)? Será que eles não sabem que agora o governo de lá está gastando milhões para tentar limpar o rios destas pragas? Aff...

Meus Deus quanta ignorância, porque não fomentar a soltura de peixes nativos que possuem boa adaptação ao local como o tucunaré, forrageiros (brycons), corvinas... São destes peixes que o brasileiro gosta, ou vocês preferem tilápia? Quer começar a pescar com bambu e lata de milho? Eu que não!

Peixe exótico só traz consequência, pergunte ao alguém do Acre, Rondônia, Amazonas, para onde estão indo as matrinxãs, eles falarão: "depois que a tilápia chegou aqui elas estão sumindo..."

tchau::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Algumas vezes eu penso se o protesto, a indignação, a manifestação popular é vergonhosa? Porque as pessoas tem medo de se organizar? Porque sempre esperamos que "alguém faça alguma coisa?

Fabrício Ferreira.

Amigo Fabrício vou responder está sua pergunta com um fato que aconteceu a poucas semanas aqui em Goiás: um certo Promotor de Justiça de uma cidade do interior goiano ficou indignado com as atitudes de certos fazendeiros e começou a preparar uma ACP (Ação Civil Pública), poucos dias depois ele sofreu um atentado. Quase morreu.

E ai, será que você ainda não consegue intender porque as pessoas não fazem algo?

No Brasil pistoleiro ainda existe, ao milhões... morto::

Aquele que decidir lutar por algo neste país deve estar preparado para ser um alvo 24hs todos os dias.

Não estou tentando assustar ninguém, mas só alertar o que está acontecendo debaixo de vossos pés e ninguém sabe, ou finge que não sabe. As pessoas dizem que "falar é fácil", haha, fácil para quem fala lá dentro de casa, na rua para todos ouvirem é outra coisa. bang::

tchau::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fantástica a sua manifestação, Vinícius! Muito legal.

Eu entendo perfeitamente esta situação (trabalho no judiciário, justamente com a temática ambiental) porque tenho vários amigos que estão nesta situação.

Há risco? Sim, inegável, o exemplo você já citou.

O que é interessante, é a combatividade dessas pessoas que tem assumido os cargos públicos e que tem a competência legal para tentar impedir estas ações. Essas pessoas tem, ao custo já mencionado, se mostrado vigilantes e atuantes.

O que me refiro é que elas não podem ficar sozinhas! Sozinhas ela são o alvo. Juntos, nós fazemos com que os "errados" virem minoria e eles passam a ser o alvo.

Todas as vezes que agimos vigilantemente (veja o Código Florestal e aos mais antigos, as "Fiscais do Sarney") os políticos inescrupulosos recuam, porque perdem visibilidade ou se indispõem com seu público eleitor.

Forte abraço,

Fabrício Ferreira.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...