Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Fernando Braga

Garatéias Sem Farpa Existe ... Gamakatsu (no barb)

Posts Recomendados

É bem interessante mesmo Fernando, eu amasso todas as farpas também e conforme vou substituindo as garatéias das iscas tenho optado por estas sem farpas.

Até porque amassar as farpas é bem xarope mesmo. hehe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, Fernando.

Já estive em locais que alguns pescadores amassam a farpa ou até utilizam estes tipos de garatéias sem farpas. A pergunta é a seguinte: Em relação a produtividade em termos de captura do peixe, fica prejudicada.Sei que além de ser mais esportivo, ser muito mais seguro e fácil para devolução do peixe a relação de captura diminuí?

Me conta um pouco da sua experiência utilizando este recurso.

Abs, e boas pescas. ::fisherman

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, Fernando.

Já estive em locais que alguns pescadores amassam a farpa ou até utilizam estes tipos de garatéias sem farpas. A pergunta é a seguinte: Em relação a produtividade em termos de captura do peixe, fica prejudicada.Sei que além de ser mais esportivo, ser muito mais seguro e fácil para devolução do peixe a relação de captura diminuí?

Me conta um pouco da sua experiência utilizando este recurso.

Abs, e boas pescas. ::fisherman

Não sei se a cópia do post que se segue, apresentará as fotos.

Em todo caso podem ser vistas no link abaixo, que inclusive discutiu o uso ou não das farpas.

viewtopic.php?f=2&t=24023&p=269854&hilit=farpa#p269854

29/05/2012 20:32

Amasso as farpas de anzóis e garatéias por vários motivos.

Devo primeiro pontuar: pesco 99% das vezes em pesqueiros ou lagos, e peixes pequenos ... geralmente até 1,5kg (tilápias), eventualmente 2kg e fumaça (tilápias e matrinxã), e o maior foi um redondo de uns 5kg, se não me engano.

A produtividade?

Com anzol, se diminuiu, foi muito pouco ... linha esticada sempre e só e foi no anzol sem farpa que peguei matrinxãs, e todos sabem como ela salta e se “estremilica” toda para soltar-se do anzol.

Com iscas artificiais, uso eventualmente e ainda a pouco tempo, não posso portanto avaliar.

O maior motivo é segurança pessoal. Nunca fisguei ninguém (toc toc toc na madeira), mas já me “ferrei” 4 vezes.

Não precisei parar de pescar nenhuma das vezes, mas seria muito diferente se as farpas não estivessem amassadas.

O pior caso foi um em que fui mera testemunha. Deixo para dizer depois.

A primeira “ferrada” foi com um anzol mosquitinho de um sabiki para lambari.

Este não estava com a farpa amassada ... excesso de confiança.

Entrou com tudo no dedão direito da mão...

Saiu em um puxão forte e seco ... doeu “pacas” ... desinfetante e continua a pesca ... com uma “put@” raiva e incômodo.

A segunda foi com uma IA, com farpas amassadas, e que pegou no pulso esquerdo em 3 pontos e próximo de artérias ... se estivesse com farpa ... só indo para um PS.

Eis o estado à noite em casa

By efmbraga at 2011-09-04

As 2 seguintes foram, não me lembro à ordem,

Na palma da mão direita ... precisei da ajuda de outra pessoa para retirar ... só na terceira tentativa saiu ... imagina como seria se estivesse com farpa.

e entre a unha e a cutícula

Exceto a do pulso, nada de “espetacular” mas …

O pior caso, foi no Pesqueiro 3 Irmãos, em um encontro do pessoal de um fórum.

O pescador estava usando cevadeira para pegar um dos tambassauros que tem lá.

O arremesso tinha que ser de grande distância pois o lago é grande e os redondos ficam no centro.

Imagina a força que tem que ser aplicada.

Apesar de ele ser muito experiente neste tipo de pesca, e sua esposa estar acostumada a acompanhá-lo, ele fisgou o lábio inferior dela ao executar o arremesso.

Ninguém sabe como ocorreu.

A haste do anzol foi cortada (alicate adequado) ... mas cadê de soltar o anzol?

A farpa estava dentro do lábio dela.

Bem ... PS em Itariri ... voltaram com bom humor ... mas ...

Já li relatos sob auto fisgada e fisgada por terceiros, inclusive um caso onde o pai fisgou o filho.

Acho que em todos os fóruns tem um ou mais tópico sobre “Amassar ou Não Farpas”.

Cada um é cada um, e todos são responsáveis, e é claro que respeito a todos.

Mas guardo a devida distância dos que não amassam ... “paúra” minha.

Por isso amasso farpas de anzóis e garatéias ...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, Fernando.

Já estive em locais que alguns pescadores amassam a farpa ou até utilizam estes tipos de garatéias sem farpas. A pergunta é a seguinte: Em relação a produtividade em termos de captura do peixe, fica prejudicada.Sei que além de ser mais esportivo, ser muito mais seguro e fácil para devolução do peixe a relação de captura diminuí?

Me conta um pouco da sua experiência utilizando este recurso.

Abs, e boas pescas. ::fisherman

Não sei se a cópia do post que se segue, apresentará as fotos.

Em todo caso podem ser vistas no link abaixo, que inclusive discutiu o uso ou não das farpas.

viewtopic.php?f=2&t=24023&p=269854&hilit=farpa#p269854

29/05/2012 20:32

Amasso as farpas de anzóis e garatéias por vários motivos.

Devo primeiro pontuar: pesco 99% das vezes em pesqueiros ou lagos, e peixes pequenos ... geralmente até 1,5kg (tilápias), eventualmente 2kg e fumaça (tilápias e matrinxã), e o maior foi um redondo de uns 5kg, se não me engano.

A produtividade?

Com anzol, se diminuiu, foi muito pouco ... linha esticada sempre e só e foi no anzol sem farpa que peguei matrinxãs, e todos sabem como ela salta e se “estremilica” toda para soltar-se do anzol.

Com iscas artificiais, uso eventualmente e ainda a pouco tempo, não posso portanto avaliar.

O maior motivo é segurança pessoal. Nunca fisguei ninguém (toc toc toc na madeira), mas já me “ferrei” 4 vezes.

Não precisei parar de pescar nenhuma das vezes, mas seria muito diferente se as farpas não estivessem amassadas.

O pior caso foi um em que fui mera testemunha. Deixo para dizer depois.

A primeira “ferrada” foi com um anzol mosquitinho de um sabiki para lambari.

Este não estava com a farpa amassada ... excesso de confiança.

Entrou com tudo no dedão direito da mão...

Saiu em um puxão forte e seco ... doeu “pacas” ... desinfetante e continua a pesca ... com uma “put@” raiva e incômodo.

A segunda foi com uma IA, com farpas amassadas, e que pegou no pulso esquerdo em 3 pontos e próximo de artérias ... se estivesse com farpa ... só indo para um PS.

Eis o estado à noite em casa

By efmbraga at 2011-09-04

As 2 seguintes foram, não me lembro à ordem,

Na palma da mão direita ... precisei da ajuda de outra pessoa para retirar ... só na terceira tentativa saiu ... imagina como seria se estivesse com farpa.

e entre a unha e a cutícula

Exceto a do pulso, nada de “espetacular” mas …

O pior caso, foi no Pesqueiro 3 Irmãos, em um encontro do pessoal de um fórum.

O pescador estava usando cevadeira para pegar um dos tambassauros que tem lá.

O arremesso tinha que ser de grande distância pois o lago é grande e os redondos ficam no centro.

Imagina a força que tem que ser aplicada.

Apesar de ele ser muito experiente neste tipo de pesca, e sua esposa estar acostumada a acompanhá-lo, ele fisgou o lábio inferior dela ao executar o arremesso.

Ninguém sabe como ocorreu.

A haste do anzol foi cortada (alicate adequado) ... mas cadê de soltar o anzol?

A farpa estava dentro do lábio dela.

Bem ... PS em Itariri ... voltaram com bom humor ... mas ...

Já li relatos sob auto fisgada e fisgada por terceiros, inclusive um caso onde o pai fisgou o filho.

Acho que em todos os fóruns tem um ou mais tópico sobre “Amassar ou Não Farpas”.

Cada um é cada um, e todos são responsáveis, e é claro que respeito a todos.

Mas guardo a devida distância dos que não amassam ... “paúra” minha.

Por isso amasso farpas de anzóis e garatéias ...

Beleza Fernando

Vou comprar p usar qdo for pescar com meu filho.

Abraço

::tudo:: ::tudo:: ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fernando, obrigado pela dica desses anzóis, sempre amasso minhas farpas e isso facilita o trabalho, além de que quando a farpa é amassada, ela fica com uma "falha" que, apesar de tudo, pode atrapalhar a retirada do anzol. Fui fisgado uma vez por um amigo muito perto do olho, dei sorte. Como o anzol era pequeno e tinha a farpa amassada, foi fácil tirar e não parei a pescaria ::fisherman ::fisherman ::fisherman

Olha, que eu me lembre, a porcentagem de capturas diminuiu, mas pouco. Talvez cerca de 5 a 10%. Em compensação (aparentemente sem motivo), o número de fisgadas sempre foi melhor. Há um ano, começei a amassar as farpas em quaisquer condições. Nos rios, meu pai não amassa. E eu sempre peguei mais que ele desde esta data ::tudo:: ::tudo:: ::tudo::

Só não amasso as farpas quando pesco com anzóis grandes (acima de 5/0) e uso peixes inteiros VIVOS (tuvira, piau, mandi, tilapinha etc...)

Acho que compensa sim amassar as farpas.

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×