Ir para conteúdo
João Rech

ISCA HÉLICE - CONSIDERAÇÕES

Posts Recomendados

Balanço da Isca Hélice

 

 

A nosso ver o balanço da isca é de  fundamental importancia porque uma isca bem equilibrada tende a reduzir significativamente a torção da linha o que é um dos problemas frequentemente relatado por aqueles que costumam trabalhar com este tipo de isca e de outro lado considerando que em um dia de pesca provavelmente faremos no mínimo 600 arremessos, no final do dia haja físico para aguentar tamanho trabalho. Logo se a isca estiver bem equilibrada com um peso não excessivo e com uma boa hidrodinâmica no arrasto a vida do pescador será tremendamente facilitada.
 
Para se obter o equilíbrio da isca, o seu  centro de gravidade  deve estar para baixo e a isca bem alinhada quando flutuando. Se descobre o centro de gravidade tirando os split rings e as garatéias.  Coloca a isca na água e se observa como flutua. As Iscas podem  ficar na mesma posição ou girarem desde poucos até 180 graus (Fig, 1). Consideramos como ideal que a isca flutue de forma harmoniosa sem ocorrer giros das mesmas.  Iscas que giram muito devem ter seus pitões do meio reposicionados.

 

Fig 1. obseve que as 3 iscas a direita estao desequilibradas com rotação do eixo longitudinal

DSC09618_zps5c560e2f.jpg

 

 

O alinhamento dos pitões:  Pitão da frente, do meio e de trás devem estar bem  alinhados para que a isca esteja bem balanceada. Este alinhamento deve ser dado tanto no sentido latero/lateral quanto no sentido antero/posterior.
 
Deve-se observar também a distribuição dos pitões no corpo da isca para que esta se mantenha em equilíbrio antero/posterior; um peso muito excessivo na parte posterior (a hélice o pitão reforçado e a garateia exercem peso importante na trazeira da isca) tende a deixar a isca muito Stick e isso sobrecarrega o pescador na hora do arrasto. Para exemplificar de outra forma vou criar o conceito de “ÂNGULO STICK”  que é o ângulo que se forma traçando  uma linha passando pelo corpo da isca em repouso na agua e outra linha traçada  ao longo da superfície da agua (Fig. 2). Ergonomicamente falando quanto menor o Ângulo Stick menor o esforço para arrastar a isca uma vez que temos menor resistência da agua ao arrasto. Então consideramos:
 

arrow:: Ângulo Stick de 0 a 15º esforço mínimo ao arrasto.
arrow::  Ângulo Stick de 15 a 30º esforço moderado ao arrasto.
arrow::  Ângulo Stick de 30 a 45º esforço grande ao arrasto.
arrow:: Ângulo Stick acima de 45º esforço acentuado ao arrasto.

 

Fig 2.

DSC00037_zps4cd2b87a.jpg
 
Cada vez mais vemos uma tendência de se colocar dois ou três  pitões com garatéias no corpo da isca e a não colocação de garatéia no pitão da hélice (O amigo Eloy foi o pioneiro nessa configuração) deixando assim que a hélice trabalhe  mais livremente sem haver eventuais enrosco  no funcionamento da hélice.
 
Observações pessoais e de outros amigos (Eloy, Dini, Wellington, Nakatami e outros) do fórum dão conta de que esta alteração no posicionamento das garatéias tem promovido um trabalho mais harmonioso da isca com um esforço bem menor para o pescador facilitando muito o arrasto da isca. A isca bem balanceada não deve mergulhar na puxada e muito menos saltar e se ficar flutuando na horizontal facilita o trabalho em 1000%.
 
Vejam bem, aqui estamos falando da questão ergonômica da isca no sentido de dar mais conforto ao pescador e menos estafa ao longo do dia de pesca. Não nos atemos aqui ao aspecto de produtividade da isca que é assunto para outra discussão.  Entretanto é sabido por todos que uma isca bem equilibrada tende a ter um trabalho mais harmonioso e por consequência atrai mais peixes.

 

Abç a todos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

MUito boas e valiosas observações!! Parabéns@!!!  ::tudo::  ::tudo::  ::tudo::  ::tudo::

Seguindo o tópico, já, já os mestres, fussadores, etc, e etc vão dar seus valiosos "pitacos" aqui, eu só observo e aprendo por enquanto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Rech,

 

Grandes observações amigo.

 

Tem razão em tudo que disse ai. Aprendi muito e vou ficar atento nessas dicas ai.

 

Ah, e gostei também da helice sem garateia no pitão traseiro.

 

Grande Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Rech,

 

Grandes observações amigo.

 

Tem razão em tudo que disse ai. Aprendi muito e vou ficar atento nessas dicas ai.

 

Ah, e gostei também da helice sem garateia no pitão traseiro.

 

Grande Abraço.

Tiagão

 

Foi um prazer imenso pescar com você.

 

Aprendi muito com tuas dicas durante nosso dia de pesca.

 

Você não sabe mas alguns ensinamentos eu deduzi após observar tua forma de pescar e a partir de nossas conversas

no deck do barco Juliana.

 

Valeu de mais meu amigo

 

Abç

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tiagão

 

Foi um prazer imenso pescar com você.

 

Aprendi muito com tuas dicas durante nosso dia de pesca.

 

Você não sabe mas alguns ensinamentos eu deduzi após observar tua forma de pescar e a partir de nossas conversas

no deck do barco Juliana.

 

Valeu de mais meu amigo

 

Abç

Rech,

 

Fizemos uma bela dupla. Espero repetir logo logo. hehehhe

 

________________________________________________

 

Ah,

 

E as helices do Eloy são top, trabalham bem demais. Agora preciso descobrir o nome daquela que eu estava usando, uma isca perfeita. Vou mandar a foto dela pra contribuir com seus estudos, porque ela se encaixa perfeitamente nas suas dicas ai em cima.

 

Forte Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Blz  Tiago

 

Vou aguardar.

 

Olha Tiago...as Suras do Eloy são boas de mais. Eita isquinha facil de trabalhar.

 

Bem eu já estou ancioso pena proxima temporada. E seria uma Honra te-lo como companheiro.

 

Abç

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

João, só algumas considerações/observações ...

 

1. O conceito do Eloy é de evitar garateia no rabo ... daí, pitões todos na barriga ...

2. A facilidade do trabalho não é pq o pitão veio pra barriga, mas do fato de a isca ficar na horizontal enquanto em repouso ...

3. Isca normal só fica na horizontal com garateia leve ... o Eloy usa nas Suras six VMC 4X #2/0 com 2,94 g e sem argolas ... além de usar uma hélice de menos de 2 g e pitão compatível ... e pega ... e grande ...

4. Testando as Rips colocando um pitão na barriga, da forma que o Dini ensinou, vai no máximo VMC 6X #2/0 ... daria pra melhorar bastante ... basta ler aí pra cima ...

5. Sobre o ângulo da isca em repouso, quanto à maior ou menor dificuldade de puxar, raciocinem que somente na primeira puxada a traseira estará afundada ... as demais machadadas vêm no ritmo de no mínimo 80 cm por volta da manivela ... alguém acha que afunda o rabo de novo?

6. As Rips 5.5 Charutos, com aqueles olhinhos ridículos, nadam com VMC 6X #4/0 na frente e atrás e ficam na horizontal ... as Yakimas 5.5 ficam a 40 graus ...

7. Excelente a ideia de posicionamento de pitões ... mas não é isso que faz a isca girar ou não ... o bode todo tá na palheta ... e no eixo sobre o qual ela gira: pitão ... vejam que existe uma folga entre os olhais da palheta e o eixo ... seguinte: primeiro, aperte o pitão traseiro até no limite, mas de forma que a palheta gire livre limitada pelos dois cups; tentem ver que, justa entre os dois cups, o jogo da palheta é quase eliminado ... após, dê seu jeito e coloque as duas pás com curvaturas idênticas ... a palheta da CCM com a luva gira quase justa com o pitão da Rip ...

* pra quem não conhece, aqui uma grande vantagem (outra) das palhetas das Suras: quase que vestem o pitão, evitando cortar o pitão e deixando só pro ajuste das pás ...

* sobre o alinhamento de pitões, em testes simplórios não houve mudança nenhuma na torção ou não da isca.

 

* lembro que tô repartindo o q pratico nas minhas e nas iscas que customizo.

 

Parabéns ao João por levantar a bola ...

 

Abração a todos ...

 

PS: nada adianta isca balanceada sem ferro pra segurar o peixe, ou seja, se vc não conseguir montar sua isca com pelo menos Owner 4X #2/0, procure outra isca ...

Acompanho todas as garateias abertas e as que seguraram os brutos ... mas esse é assunto pra outro tópico ...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa 

Wellington BSB

 

Grato pelas considerações, elas só vem acrescentar muito a nossos conhecimentos.

 

A ideia do post é essa mesmo  somar conhecimentos de todos amigos do forum e a partir dai dar subtrato

para aqueles que curtem a arte da pesca e seus desafios.

 

Na ultima pescaria em Barcelos observei que as alterações feitas por mim nas hélices e  baseadas

nas considerações acima mencionadas meus dias de pesca foram menos cansativos e mais produtivos.

 

Como diz o Eloy - estou encontrando meu ponto de equilíbrio ::tudo::  

 

Abç

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo Rech! Que tópico em!!!!!!

 

Lembro com saudades da nossa pescaria, nossas conversas no angatuzinho sempre rendiam boas historias.

 

Agora tem um outro ponto a ser levantado, a forma como o pescador trabalha a isca. Tenho algumas iscas que eu só consigo trabalhar com puxadas mais fortes e rápidas, não deixando ela entrar muito na água, e outras iscas o inverso disso, preciso trabalhar um pouco mais lenta.

 

Já percebi que esse problema acontece muito por culpa do shape da isca, já troquei hélice, diminui o peso das garateias, mas mesmo assim, a isca continua com esse trabalho.

 

Essas iscas, muitas vezes feitas a mão, e com matéria prima natural, tendem a ter diferentes formas e pesos, então, mesmo analisando todas essas variantes, no final, o que importa é o shape.

 

Abraço amigo Rech! E lembre-se, quando passar por Manaus, vamos tomar um chopp e colocar a conversa em dia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa Gustavo

 

Muito bom ler você. Lembro muito bem da nossa jornada. Embora tenhamos pego poucos peixes

foi muito legal pela turma e pela confraternização.  

 

Tens razão Gustavo. O Shape da isca é muito importante. Eu estava fazendo uma com um shape tipo

charuto. Estava  uma droga, quando puchava saltava fora da agua. O Eloy vendo a isca sugeriu que eu afinassse

a ponta dela. Pimba,  resolvido o problema.

 

Na ultima pescaria peguei 3 bocudos com ela. alegre::  alegre::  alegre::

 

Abraços amigo ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Francisco sou de Concórdia sim

Costumo pescar no sudoeste, região de Primavera  (Pr)  no Rio Paranapanema e 

em Anaurilândia MT so Sul).

 

Aqui em Concordia é complicado. No Rio Uruguai com o advento das rabagens, as usinas 

acabaram com nosso peixes que não tem  como subir o rio para desovar. Coisa de Brasil...

somos explorados por empresas estrangeiras que não tem o minimo de respeito com a preser-

vação do meio ambiente e pior que isso temos (??? sera que temos) um IBAMA  que não serve para 

nada.  Brasillllll....

 

Vamos nos encontrar e podemos forma um time de pesca local...

 

Abç

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente as espécies nativas da nossa região foram extintas com a construção das hidroelétricas, não sobraram muitas opções por aqui...

Com Certeza! formar uma equipe é uma excelente ideia! Reunir o pessoal que gosta de pescar trocar dicas sobre equipamentos, locais seria muito legal.

 

Abraço.    

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ajudo ou atrapalho??? kkkk

 

20lbs.jpg

 

Barcelos060_zpse85ae6e0.jpg

 

Aí é covardia Betão  mestre::  mestre::

 

Em tempo,

A foto que eu exibi foi para demonstrar a forma de ataque do tucunaré na isca de hélice, ficando claro que ele a mira na cabeça, como incansavelmente afirma o Dini. Também a inequívoca vantagem de haver uma garateia suplementar na barriga ao invés desta estar na hélice.

 

Sobre a posição de Stick defendida pelo Jerferson eu não concordo não. 

Não tenho muita paciência para discussões acaloradas , Só SEI DO QUE VI E DO QUE FIZ. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola Jeferson ::tudo::

 

Concordo com tudo que você coloca....boas observações.

As hélices são a nossa maior dor de cabeça. Boas são difíceis de encontrar no nosso

mercado. As da Rip quando se encontra pedem o olho da cara.....é complicado blink::

 

Estou tentando ver se consigo alguém que se disponha a fabricar, mas não esta fácil.

 

Mas vamos em frente, um dia consigo

 

Abç

 

 

Beto!

 

Ptzzz que belas fotos e belos peixes...mexeu com as lombrigas aki....kkkk

 

Abç

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...