Ir para conteúdo

Fabricio.Passos

Membro
  • Total de itens

    396
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    10

Fabricio.Passos venceu a última vez em Novembro 18

Fabricio.Passos had the most liked content!

2 Seguidores

Sobre Fabricio.Passos

  • Rank
    Iniciante
  • Data de Nascimento 18-06-1983

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Fabrício Elias Macieira dos Passos

Informações de Perfil

  • Localização
    Belo Horizonte - MG
  • Interesse
    Pescaria

Últimos Visitantes

2.217 visualizações
  1. Show de relato e pescaria. Parabéns Eder arrebentou demais região linda.
  2. Show já estamos contando os dias. Vlw Edmar sem dúvida momentos muito felizes Vlw demais Raul. Já já chega o seu relato.
  3. Baita relato e a persistência deu resultado. Lindas iscas parabéns pelo belo trabalho
  4. Oi pessoal carretilha Shimano Scorpions vendida. Quem se interessar a curado também tá zerada praticamente sem detalhes. Um abraço
  5. Esqueci de comentar as duas carretilhas já vão com rolamentos abec 5 e freio de carbontex.
  6. Olá pescadores! Espero que estejam todos bem. Estou vendendo duas carretilhas todas revisadas em agosto/2021, rolamentos cerâmicos e freio carbontex. 1) Shimano Curado Bantam Japonesa perfeita e praticamente sem detalhes ( Valor: R$ 800,00) 2) Carretilha Shimano Scorpion (Customizada pelo Eduardo Chedid mas com pintura original) - Valor: 600,00 - vendida
  7. Muito obrigado Xará. Bom demais ter um espaço democrático e colaborativo como este para que outros que tiverem pensando em conhecer o Uatumã tenham uma referência. Luís pescaria maravilhosa e o rio é muito lindo mesmo. Vale a pena conhecer sem dúvida. Grande Kid. Sem dúvida aquele lugar é lindo e mágico. Agora entendo o motivo de pessoas irem várias vezes ao ano para aquele paraíso. Mesmo com o repiquete os pequenos dão sempre as caras. @Renato Weverton completou muito bem meu texto. Impossível descrever tanta experiência boa em um texto. Que venham as próximas. kkkkk bem observado Maurício. Realmente a preservação é o caminho e tivemos este depoimento do Sr Dica que nos alegrou demais. Esperança de que o exemplo se aplica a outros rios e estados Brasil afora. Vlw de mais Vagner tmj.
  8. Olá meus amigos, bora contar um pouco da viagem para o paraíso chamado Amazônia. O planejamento foi cercado de muitos desafios em função da pandemia e a pescaria, que deveria ocorrer em outubro de 2020 com 8 pescadores, acabou acontecendo agora em 2021 com apenas 3. Graças a Deus tudo deu certo no final. Abaixo da direita para esquerda @Renato Weverton , eu e @CRISTIANO BRAGA ANTUNES Eu sempre organizo as viagens do grupo de amigos e em 2019 me pediram para irmos em busca do tão sonhado tucunaré açu. Daí começam as dúvidas de sempre: SIRN, Barcelos, Rio Branco, Juma, Mutuca ou onde mais pescar? Bora achar um equilíbrio entre piscosidade, risco de repiquete, pressão de pesca e um custo que se enquadre no bolso de todos. Que luta meus amigos! Nessa hora o fórum, como sempre, mostrou o seu valor. Por aqui conheci o @Tammer Mendes que se tornou mais um amigo da pesca. Ele me relatou suas viagens ao Uatumã e nos deu todo suporte que vocês podem imaginar. Fica aqui mais uma vez meu agradecimento a ele por toda disponibilidade e apoio. Chegada em Manaus debaixo de chuva e rios todos bem cheios. Turma completa reunida em um almoço no mato (Cristiano, Eu, Tammer, Renato e Mário) Como organizamos a nossa pescaria: Pescamos 5 dias completos no Uatumã e 2 dias no Rio Preto da Eva. Graças a Deus acertamos mais uma vez nos dois destinos. Bom, bora falar de pescaria que é o que interessa né? Chegada no Porto da Morena no Rio Uatumã se faz por asfalto (aprox.. 3 horas), 1 hora de estrada de chão (bem ruim por sinal) e mais 1,5 horas de barco até a Reserva onde fica a pousada. https://youtu.be/vTzl1rhKSQU No início da navegação ainda vemos algumas residências de ribeirinhos, mas à medida que vamos chegando na reserva é só mata e poucos barcos na água. Na entrada da reserva é pago uma taxa de 50,00 por pescador e cada barco recebe uma bandeira que é entregue na saída da reserva. A estrutura da Pousada do Dica é muito boa e confortável. Quartos duplos, ar condicionados e colchões novinhos, limpeza impecável e refeições também muito boas. Todos os barcos são plataformados com motores de 25 hp e motor elétrico. Indico para os amigos os guias Diego e Nivaldo que nos atenderam muito bem e mergulharam muito atrás de peixe kkkkkkk Primeiro dia de pesca ( Domingo 24/10) Como estávamos pescando em 3, decidimos que cada dia um iria sozinho revezando os guias. No primeiro dia Renato ficou sozinho e eu e Cristiano saímos em outro barco. O Uatumã é um rio bem largo e de correnteza forte, por isso na maioria do tempo pescamos em grandes lagos e nas chamadas ressacas (pequenos remansos de água na beira do rio). Vejam alguns pontos Muito peixe batendo nas margens, pegamos muitos peixes menores e por volta de 10h da manhã meu primeiro açu bate na hélice. Porrada seca em que o peixe saiu todo fora d’água para atacar e aí foi freio da tatula cantando, frenesi no barco e do nada o peixe escapa (aquele sentimento de perder o troféu que ninguém gosta, pernas bambas por uns minutos, mas faz parte e bora pescar). Mais 4 arremessos na mesma região e outro ataque de cinema. Dessa vez o verdão gruda na isca e vai para o pau. Nivaldo cai rapidamente na água, mergulha, mergulha e numa tomada muito forte a linha (65lb Sufix 832) arrebenta e aí tchau hélice. Fica a dica: Lá tem que usar o líder, pois a quantidade de estruturas no fundo é impressionante. Neste primeiro dia todos perdemos pelo menos 2 peixes grandes cada um. Algumas fotos dos menores (fora de ordem pq fiquei meio perdido) Segundo dia de pesca (Segunda 25/10) Este sem dúvida foi o meu melhor dia. Pesquei sozinho com o guia Diego. Neste dia embarquei um paca 71 cm (Bonnie 128 osso) e um de 68cm (Bonnie 107 osso), um Açú de 70cm (Jig yara arari) e um de 63 (Bandok a donk osso). Fora os de 50 e poucos que nem fotografamos todos devido a fomiagem. Aqui comecei a mapear com a ajuda dos guias o comportamento. Peixe muito ativo na margem e superfície até por volta de 10h da manhã. Sempre com iscas de menos barulho. Depois os peixes começavam a bater mais no fundo. Algumas fotos: Pausa para o almoço Paca 71cm Açu 63cm Terceiro dia de pesca (Terça 26/10) Neste dia chega aquela notícia que ninguém quer. Abriram as comportas na noite anterior e o rio começou a pegar água (repiquete). No caso do Uatumã, o repiquete ocorre em função da liberação de água pela barragem e, como dito pelo Tammer no relato dele, normalmente inicia na segunda à noite e termina na quinta. Mesmo com a notícia ruim eu e @Renato Weverton não desistimos. Contrariando os guias que mandaram usarmos jig e meia água arremessando para o meio do lago, insistimos na superfície e saíram apenas poucos e pequenos neste dia. Cristiano pescava sozinho e ouviu mais o guia Diego e brigou com brutos. Carretilha tatula travada, garateia da inna 140 aberta com bicho pulando fora d’água, snap 130lb virando palito de dente. Infelizmente era o dia do peixe e ele não conseguiu embarcar nenhum, mas como ele mesmo disse: “Ver o gigante saltando com a isca na boca já pagou a pescaria dele” Quarto dia (Quarta 27/10) Neste dia Cristiano e eu fomos pescar num dos pontos mais bonitos que já vi na vida. Rio alto ainda, peixe comendo forte pela manhã no meio do mato. Faltou aquele arremesso preciso, pois ficamos um bom tempo sem pescar e os braços não estavam muito calibrados. Mesmo assim, acertamos alguns peixes e teve até dublê. Abaixo escondendo da chuva na antiga estrutura da pousada do dica. Quarto dia muita chuva e nublado. Pouco peixe nesse dia. Quinto e último dia (Quinta 28/10) No último dia resolvemos ouvir os guias e investir um pouco mais em meia água e jigs arremessando no meio para buscar os troféus. O rio começou a baixar e todos os barcos tiveram muita ação de médios e também alguns grandes. Logo de manhã em uma ressaca Renato acerta um lindo Açú com coloração ímpar e em seguida um paca praticamente já dentro do rio. Eu consegui tirar um lindo Paca de 68cm (no meio da pauleira e uns 15 metros após perder um gigante que nem consegui levantar ele do fundo. Abriu o anzol do jig yara e segundo o guia faltou dar aquela fisgada) Pesquei praticamente o tempo todo com o jig branco e rabinho vermelho da yara 17g. Peguei mais de 20 peixes, muitos acima de 50 cm, apapá e traíra. Até que a piranha levou o rabinho do meu único jig arari (tristeza) e a produtividade caiu. Dica: Nos lagos do Uatumã não tivemos muita incidência de piranhas, mas pescando nas ressacas e entradas de lagoa elas fazem a festa. Jigs e Shads de sua preferência reforce a tralha. Por fim o guia diz “Bora encerrar” e dá aquele frio na barriga. Hora de voltar para a pousada agradecendo a Deus pela oportunidade de visitar um lugar tão maravilhoso, cortar o snap, organizar as tralhas, abandonar os amigos Tammer e Mário (eles fizeram 6 dias de pesca) e partir para o Rio Preto da Eva que Irei falar em outro relato para ficar menos cansativo. Dicas de iscas: Bonnie 128 e 107 osso, T20 Osso. Jig Yara Branco com vermelho, Amarelo com Verde e Amarelo com Vermelho, Sará Sará 120 osso e osso com verde, Bandok a Donk osso, Pop Queen 105, Bora 12 osso e verde (pegou demais), Brava 110 transparente (pegou demais), Curisco 110. Hélices usamos a custom do toninho, CCM Tormenta e Yara, mas confesso que nenhum dos três conseguiu trabalhar hélices grandes muito tempo. Sugiro aos amigos que vão pela primeira vez testar as hélices antes de comprar um monte de 14cm, pois é muito pesado. Segue o site da pousada https://pousadatarumariouatuma.com.br e o contato da Cristiane filha do Sr Dica (92) 99393-5235 Concluo agradecendo aos amigos pela companhia nestes dias maravilhosos e com a frase que meu irmão Cristiano usou a todo gigante perdido: “Amazônia não é para amadores”. Ano que vem voltamos com a graça de Deus Ps: Desculpe pelo relato longo, mas tentei resumir as mais de 300 fotos que tiramos
  9. Vimos de passagem Bruno ela fica abaixo da pousada onde ficamos sentido uma ponto bem famoso de lá chamado Tiririca, mas não chegamos a parar perto dela não. Sei que é ela pq é a única que tem aquela piscina dentro d'água. Creio que a equipe da 80up deva fazer uma reforma lá. De toda forma cote o pacote nas duas. No Sr Alcides graças a Deus fomos muito bem recebidos. Ao chegar já tinha uma cesta de fruta na mesa e um suco de caju muito bom, cerveja é Heineken e Bud. Eu não gosto de Heineken, mas os amigos depois de uma semana de Petra no uatuma acharam bom kkkkkk
  10. @Bruno Rodrigo Nogueiraboa tarde! Estivemos pescando na Amazônia do dia 23/10 à 01/11/2021 (pescamos 5 dias no uatuma e 2 no Rio Preto da Eva). Justamente com essa sua dúvida devido a proximidade com Manaus e pressão de pesca, fizemos uma pescaria de reconhecimento e te falo que ficamos muito impressionados com o Rio Preto da Eva. Não vi essa quantidade de rede que falam (infelizmente comparado com três Marias lá não tem rede). No primeiro dia insistimos em iscas menores (braços cansados do Uatuma kkkk) e pegamos bastante peixe porém menores. Já no segundo dia foi Popper o dia inteiro e aí vimos os grandes exemplares. Tivemos um 77, 70, 68 e um 60 em dois dias. Lá ainda tem muito a pescaria com isca viva, mas tivemos ótimas ações de peixes que não ficaram no anzol, garateia aberta. Iremos voltar com certeza. Nós hospedamos na Pousada Tucuna (indicação do André do programa pesca na veia no YouTube) . Aos que interessarem o site da pousada: https://pousadatucuna.com.br/ Pousada das mais bonitas que eu já fui. Toda temática e o atendimento do Sr Alcides e família é muito bom. Sentimos falta de barcos plataformados e motores maiores (lá usam 15hp), mas o proprietário nós disse que já está trocando os barcos e motores. Espero fazer o relato essa semana ainda. Qualquer dúvida estou a disposição
  11. Show de relato @Tammer Mendesconseguiu traduzir um pouco dessa semana maravilhosa e deste lugar mágico chamado Uatuma. Agradeço demais por todas as dicas, orientações e ajuda para termos a melhor pescaria das nossas vidas. Que essa amizade antes virtual e agora presencial renda muitas pescarias. Por isso sempre digo como sou fan deste modelo de fórum, pois aqui trocamos informações e construímos amizades e experiências maravilhosas. um abraço a você e ao Mário gente finíssima
  12. Sempre bom ter esses relatos de experiências aqui no fórum. Como sou eu que organizo as pescarias dos amigos, na maioria das vezes dá um trabalhão deixar tudo nos conformes e aí vem uma surpresa com hotel, translado ou até mesmo passeios. Eu tenho usado além da técnica da indicação boca a boca procurar avaliações no Google, reclame aqui, trip advisor.
  13. Eu e mais três colegas já enviamos carretilhas para o Chedid, uma inclusive uma curado bantam que veio toda travada (golpe no MercadoLivre) e o Chedid fez um trabalho primoroso. Só elogios a ele também serviço nota mil.
  14. Olá pessoal, carretilha e lote de meia água continuam à venda. Um abraço
×
×
  • Criar Novo...