Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Fabricio.Passos

Mod Temp
  • Total de itens

    336
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    3

Fabricio.Passos venceu a última vez em Novembro 16 2019

Fabricio.Passos had the most liked content!

2 Seguidores

Sobre Fabricio.Passos

  • Rank
    Já consegue zarar
  • Data de Nascimento 18-06-1983

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Fabrício Elias Macieira dos Passos

Informações de Perfil

  • Localização
    Belo Horizonte - MG
  • Interesse
    Pescaria

Últimos Visitantes

1.282 visualizações
  1. Bom dia @Marcelo Senninhaestivemos lá o ano passado na https://www.cabanaquata.com/ operação do Bruno. Excelente pousada e estrutura muito TOP. Uma outra excelente opção é a pousada Ilha da Preguiça, operação conduzida pelo Salomão Rossi da Fishtv, fica num dos pontos mais isolados de lá. Devemos fazer uns dias lá em outubro antes de ir para a Pousada do Dica no uatumã. http://www.pescabalbina.com.br Em qualquer uma das duas você estará em regiões mais isoladas e muito boas de peixe. Se precisar de mais alguma informação estou à disposição. Um abraço e boas pescarias
  2. Adalberto em nossa viagem em Outubro pagamos os R$ 140,00 viajando pela Latam. Isso para perderem nossas bagagens e depois de mais de um dia inteiro sem notícias encontrarem elas todas danificadas. Felizmente as varas foram bem protegidas e os tubos só estragaram por fora. Um abraço e boa sorte.
  3. @Fabrício Biguájustamente pela dificuldade em se definir quem são confiáveis ou não que criei esse tópico e pelos itens levantados creio que vou partir para agências de pesca como forma de me resguardar ao máximo, desde que atendendo alguns dos requisitos bem ilustrados acima.
  4. @Marcel Werner você como operador sério que é falando dessa questão da responsabilidade solidária e compartilhada realmente é importante e uma segurança a mais, tive nesses meses de procura muita gente falando das pousadas que não entregaram o prometido. Só não sei se caberia para esses casos que tem muitos pescadores que são parceiros da pousada e nem são citados nós contratos. Estive conversando com o Choma e ele me disse como foi caótico resolver a questão dos vôos para Barcelos esse ano em função do encerramento das atividades da Map. Acho que nesse caso o importante é questionar a participação dessa agência no contrato como você disse e como falou muito bem o @Kid M avaliar se os serviços de direcionamento e seguranca estão presentes.
  5. @Kid Msem dúvida o que você chamou de "atalho" e "caminhos das pedras" agrega valor, principalmente para os que como eu estão indo pela primeira vez. Tenho acompanhado a muito anos vocês que vão todo ano para Amazônia e vejo que são muitas questões a se avaliar e muitas incertezas que podem ser decisivas no momento da definição do pacote. Esse ponto não tinha pensado e vale considerar, apesar que todas as minhas viagens fiz com a ajuda do pessoal aqui do fórum e fui muito feliz graças a Deus. Estive em contato com duas agências que fizeram um pouco desse suporte, mas confesso que o custo ficou muito acima do que eu esperava. Citando como exemplo no alto juma e rio mutuca, pegamos duas pousadas com características parecidas e o valor falando com a agência e falando com a pousada diretamente chegou a 25%. Com bem disse o barato pode sair caro, mas quando falamos de pescaria nada tem sido "barato" ultimamente.
  6. Entendi @Cristiano Rochinha essa questão da montagem dos grupos realmente é complicada e sem dúvida ter alguém para fazer esse serviço, unindo grupos diferentes principalmente é uma vantagem.
  7. Olá amigos pescadores. Como muitos acompanharam e inclusive me ajudaram aqui no fórum, conversei com diversas pousadas em algumas regiões da Amazônia como Juma, Mutuca, Uatumã, Rio Preto da Eva entre outros. Percebi que em poucos casos consegui falar diretamente com a Pousada, sendo que na maioria das vezes tinha um agenciador ou até mesmo uma empresa de turismo de pesca que era responsável por toda a operação. Minha pergunta é: O que nós pescadores e os próprios donos de pousada ganham com estes serviços intermediários? Obs:. Eu não tenho nenhuma experiência com pescarias na Amazônia e estou apenas querendo entender este modelo, visto que as empresas que conversei sinceramente não ofereceram nenhum serviço agregado que me leve a entender. Um abraço e boas pescarias.
  8. Obrigado pessoal já estou em contato com as pousadas indicadas. Agradeço pela ajuda
  9. Pessoal boa noite. Infelizmente (ou felizmente) meu grupo já estava fechado com uma pousada no alto Rio juma e no momento da assinatura do contrato o operador foi extremamente grosso e mostrou a que veio mesmo antes da assinatura do contrato. Inicialmente pensamos em ir para o rio mutuca, mas seguindo orientação dos amigos acabei optando pelo juma por ter as opções de pescar tbem em lagoas e diminuir um pouco os riscos, já que segundo relatos o juma é um rio mais largo e com muitas lagoas. Gostaria da ajuda dos amigos para indicação de pousadas nessa região. Desde já muito obrigado. Um abraço e boas pescarias
  10. Vlw amigo. Rapaz ai é meu sonho kkkkk. Ano que vem estamos indo para o Juma em outubro se Deus permitir, mas com certeza voltaremos em Balbina a pescaria foi top.
  11. Realmente se o companheiro já for prestativo e honesto no momento da divisão dos gastos já estamos no lucro. Felizmente eu tenho excelentes companheiros de pesca, mas tento como os amigos falaram acima me policiar em algumas "manias" que eu tenho. Por exemplo a organização no quarto e no barco passam longe de ser uma prioridade minha e tem gente que não aguenta um barco bagunçado.
  12. Situação complicada amigo. Sem dúvida erros e problemas podem acontecer e tentar resolver por vias administrativas e cordiais é o caminho mais simples. Se ele não fizer a parte dele sugiro um processo e a divulgação das informações para que outros não caiam na mesma. Um abraço e boas pescarias
  13. Agenda dos meus sonhos hehehe Realmente o Bruno é nota mil e a equipe que ele montou lá é dez. O gerente dele o Peres foi piloteiro durante muitos anos na ilha do Jeff. Obrigado amigo.
  14. Obrigado amigo. Jonas fala-se em pescaria o ano todo na represa de Balbina, nossos piloteiros faltam que os meses de setembro e outubro são muito bons. Mas troque uma ideia com o Bruno da cabana Quatá que ele te passa mais dicas. Se precisar de informações sobre iscas, linhas e tudo o que levamos e usamos lá estou a disposição.
×
×
  • Criar Novo...