Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''barco explorer''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Bate Papo Geral e Assuntos Correlatos.
    • Selecione a sala abaixo:
  • Pesca em Água Doce
    • Assuntos Gerais (água doce)
    • Equipamentos de Pesca (água doce)
    • Relatos de pescaria (água doce)
  • Pescaria em Água Salgada.
    • Assuntos Gerais (água salgada)
    • Equipamentos de Pesca (água salgada)
    • Relatos de pescaria (água salgada)
  • Pesqueiros (pesca-e-pague), Fly Fishing e Caiaque.
    • Selecione o tipo de pescaria abaixo:
  • Náutica
    • Tudo sobre náutica
    • BassBoat Brasil
  • Eletrônicos
    • Selecione a sala
  • Aprenda a usar o fórum. Entenda como ele funciona.
    • Selecione a sala
  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Selecione a sala abaixo:

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Nome + Sobrenome (obrigatório)


Localização

Encontrado 4 registros

  1. Com tantos problemas que enfrentamos este ano a temporada 20/21 tinha que começar , precisávamos disso….buscar o abrigo da floresta, o aconchego do Rio Negro a purificação das águas cor de chá e principalmente e sentir novamente a sensação de um ataque na superfície de um tucunaré açú. Para começar tínhamos algumas dúvidas e alguns medos, então combinamos antes da viagem que se alguém apresentasse problemas de saude ,como gripe, febre, a viagem seria abortada e todos retornariam imediatamente para Manaus….e o Ramon proprietário do Barco ExplorerXX, providênciou o teste de todos os tripulantes que nos atenderiam.... Assim cada um começou a jornada de ida para Manaus de acordo com a disponibilidade de voo que cada cidade apresentava, o grupo Bernardo Cassundé , Carlos Dini, Edson Coimbra, Enio Felipe,Marco Kudaka, Ramon Paz, Rogerio Araujo, foram chegando aos poucos e acabou se reunindo todos no início da madrugada de sábado, seguindo para o aeroporto de manhã as 6hs…. Em Barcelos muito tranquilo, aeroporto e porto com poucas pessoas, tudo organizado pela guarda municipal mantendo distanciamento entre as pessoas e o uso de mascara por todos, inclusive tivemos que colocar as nossas para transitar em locais públicos, mantendo apenas os momentos do grupo sem o uso. Bom mas vamos falar de pescaria que é o que interessa!!!! Esta pescaria de setembro para terceira semana saudosamente começou para mim nas viagens que fiz para Santa Izabel do Rio Negro nas concorridas turmas do Ramon e do Dini para tentar pegar a primeira seca dos Rios Eneuxi e Jurubaxi…. Que hoje estão loteados, e transportando esta realidade para Barcelos o que temos mais próximo destes rios é o Alegria que nasce em uma lagoa de agua preta as margens do Rio Japurá, local próximo das nascentes dos rios citados acima. Então nossa pescaria neste caso independente de informações de situação dos demais rios seria para uma jornada ao Alegria, definido na formação do grupo 1 ano antes da data..... Como o itinerário já era predefinido, com a imagem tranquila de Barcelos ao fundo, partimos para o barco ExplorerXX, nossa casa pelos rios amazônicos nos próximos dias Subindo o Rio Cuiuni, encontramos no inicio uma condição boa de altura de água, porem o peixe não estava ativo, encontramos ele chocando, em alguns pontos específicos havia um ou outro mais ativo, na região da comunidade.... Nos dias seguintes encontramos uma melhor ação na região do Paraná do Arabá, e da pista de pouso.... no Partimento e no início do Alegria na subida também tivemos ações , porém conforme subia o Alegria as ações foram diminuindo gradativamente, a acima da lagoa dos Patos o peixe estava parado, nesta região apesar do rio estar na caixa, tinha a presença de água nova, que nos fez retornar para a região do Paraná do Arabá para termos novamente ações de peixes..... Apenas para constar - Informações da água- coletada no Rio abaixo da superfície no final da manhã; Região da Lagoa dos Patos - água com ph entre 5,5 e 5,8 e temperatura da abaixo de 26graus celsius Região do Paraná do Araba - agua com ph entre 4,4 e 4,7 e temperatura da água acima em torno de 29graus celsius Mapeada toda a situação encontrada, nossos guias convidam a ver de perto os peixes encontrados nesta pescaria Não obstante as condições climáticas , com chuvas em pelo menos 2 dias de pesca, e a presença de água nova, tivemos bons ataques de peixes de maior porte, que atacavam as hélices mas com a intenção clara de espantar a isca, davam cabeçadas, e como ficavam fisgados por fora, com as garrastéias presas na cara do peixe acabavam escapando.... Sucesso obtivemos dois peixes 80 UP dos amigos Edson ( Marior peixe da pescaria e ganhador de nosso trofeu/lembrança) e do Marco Kudaka desempatado por milímetros ..... Tivemos bons momentos de descontração, e de boa comida em grupo, durante toda a viagem Entendo que muitos gostam de avaliar os peixes em suas medidas, então segue alguns peixes da pescaria na régua..... O sentimento de amizade e de companheirismo norteou esta jornada, graças a Deus todos os participantes da pescaria retornaram a suas casas com segurança e com muita saude após uma semana , longe da civilização e seus problemas.... por uma semana nossa preocupação era a chuva, era encontrar os pontos e segurar os brutos...... boas lembranças e a certeza do retorno em breve ..... IMG_8186.MOV Video de nosso amigo Bernardo..... PS: pena que ninguém filmou ele correndo entre as borboletas Barco adquirido pelo amigo Carlos Dini.... nao se aguentou quando viu o nome da embarcação ! AHHH o Marco Kudaka perguntou se tem conserto.... IMG_5832.HEIC
  2. Carnaval 2020, estivemos em Barcelos com os amigos: Pedro, Celso, Roberto, Silvio, Renato, Rui e os ilustres Toninho e Ramon( proprientarios do Explorer XX), situação de alta temporada e o barco Explorer XX excelente para pescarmos os tucunas. Segue o link dos videos:
  3. Pescaria realizada na semana do carnaval 2-8 março no Barco Explorer em Barcelos AM, mes de março já seria final de temporada mas arriscamos, junto com o Pedro Yoshida, Roberto Haiashida, Silvio Takahashi, Renato Okamoto e Nelson Yoshioka, condiçoes de pesca excelentes, subimos muito o Rio Caurés um pouco cheio mas secando forte, e finalizando no rio Negro na boca do Rio Aracá tambem secando, muita ação no popper, pancadas na superficie, linha estourada, garateias abertas, cardumes de Pacas e Borboletas fazendo fritadeiras atras dos matrinxãs. Segue um video da pescaria, Barco Explorer recomendadissimo navegou muito, só elogios desde o Ramon que cuidou da operação, ao Angelo responsavel pelo barco e a toda tripulação/ guias.Valeu abraços a todos
  4. A minha pescaria na Amazônia esse ano, 2016, foi uma pescaria marcada pela dificuldade. Esse ano foi um ano atípico, tanto para fechamento do grupo como na pescaria. Dos amigos que costumam pescar comigo, apenas dois estavam certos no grupo, éramos apenas três. Encontrar outros três estava um verdadeiro parto. Acredito que devido a crise econômica que o país enfrenta essa missão se tornou ainda mais difícil. Porém consegui mais um interessa por meio do Fórum Turma do Biguá, e o operador encaixou mais um pescador. Assim ficou o grupo até a data da pescaria: cinco pescadores (o barco hotel era para seis pescadores). O grupo era formado por mim, Leonardo Martelli de Araraquara SP, Felipe Souza também de Araraquara SP, Nei Muniz e Rodrigo Xingu de Rio Bonito RJ e Yuri Picanço, morador da capital cearense. Do grupo eu conheço e sou amigo pessoal do Nei e do Felipe, os demais conhecemos no aeroporto. Mas quem pesca sabe, geralmente o pescador esportiva é gente boa. Pelo menos sempre dou sorte de ter ótimas pessoas nos meus grupos de pesca. O barco que escolhemos para pescaria em 2016 é o barco de um amigo pessoal também, grande pescador esportivo e figura conhecida aqui no Fórum Turma do Biguá: Ramon Paz - Barco Explorer. Eu trabalhei com Ramon no desenvolvimento do nome do barco e também desenvolvi o logotipo do barco. A pescaria Chegando em Barcelos as notícias não eram assim tão animadoras, as águas do Rio Negro e dos afluentes estavam sempre com o nível flutuando, hora baixando um pouco, hora subindo bem. Assim como vem acontecendo até então nessa temporada, a pescaria seria difícil. Mas sinceramente, até hoje não fiz pescaria fácil, então, bóra trabalhar. Subimos o rio Demeni até certo ponto onde achamos que as águas estavam em um nível melhor e lá começamos a pescar. No primeiro dia de pesca sai para pescar com o Yuri, jovem estudante de medicina que estava estreando na região de Barcelos. Nesse dia o guia nos levou até um lago, lugar muito bonito, com muita estrutura. A primeira ação de peixe de porte médio/grande foi na isca do Yuri. Estávamos pescando próximo a uma árvore caída quando um grande rebojo se formou na isca do tipo zara que o Yuri estava usando. Mais do que depressa eu que estava no meio da voadeira arremessei minha Curisco e pronto "roubei" o Tucunaré do Yuri. Foi risada demais, pois não perdi tempo, não queria perder a chance de capturarmos esse peixe, uma vez que a pescaria estava muito difícil. Yuri disse: "cabra safado, você pegou meu peixe!" Posteriormente na boca de um igarapé vimos peixe grande atacando as bicudinhas. Essa cena traz até brilho nos olhos de quem pesca na Amazônia. Arremessamos iscas de meia-água e jigs mas os peixes não quiseram nossas iscas. Realmente essa pescaria seria bem difícil. Yuri ainda capturou um bom Tucunaré esse dia. Foi nos mesmos moldes da minha captura, o peixe rebojou na minha isca e ele mandou o jig na cara do peixe que não recusou proporcionou uma linda briga com tomadas de linha de tirar o fôlego e saltos espetaculares. O Tucunaré do Médio Rio Negro é um oponente sensacional, quem não conhece tem que conhecer. Assim seguiu a pescaria, peixe muito manhoso, peixe no igapó com baratinha na boca, mas com muito trabalho os peixes foram saindo. Um dia pescando com o Felipe, meu amigo de Araraquara, o guia nos levou a uma ponta de praia, eu estava na proa da voadeira, trabalhando uma ZigZara de maneira bem provocativa, bem rápido, sem um padrão definido. Nessa ponta de praia estava tendo ação de peixe bom. Dei um lance milimétrico entre dois troncos, numa parte rasa dessa ponta de praia, parece que a isca caiu dentro da boca do Tucunaré; voraz como sempre o peixe se arremessou pra cima da isca numa cena de filme de ação e dá-lhe briga. Por sorte consegui segurar o bicho para ele não se entranhar nos troncos e na parte limpa das águas tivemos ótimas tomadas de linha, saltos, até que conseguimos tirar o peixe para as fotos. Eita coisa boa que é o Tucunaré! Nesse ponto capturamos por volta de uns quinze peixes cada um. Para mim, foi o dia mais produtivo em relação a qualidade de peixe. No penúltimo dia de pescaria, já voltando para o Rio Negro, pescamos em um lago do Rio Aracá. Nesse dia estava pescando com o Nei. Eu tive a ação de lindo um Tucunaré Açu. Com certeza, seria o maior peixe capturado por mim nessa pescaria, mas ... como sempre dizemos e, até parece história de pescador, o peixe escapou, em um salto ele se livrou da isca ... Palmas para ele! A voracidade/força do Tucunaré é demais! Mesmo passando por uma semana difícil para encontrar o peixe a pescaria foi muito boa. O grupo foi nota 10 em todos os sentidos. Sempre insisto sobre a importância de se pescar com um grupo legal, que haja respeito, companheirismo, cuidado e principalmente que saiba que uma pescaria na Amazônia não é sinônimo pescaria fácil ou fartura de peixes. Outra qualidade importante do grupo é que todos praticaram pesque, fotografe e solte e sempre com muito respeito e cuidado com os Tucunarés fisgados, principalmente no momento da soltura. Felipe ainda realizou o sonho de capturar sua primeira Pirarara em ambiente natural, por sinal, uma linda Pirarara. Para o barco Explorer dou nota 10! Barco zerado, tripulação top, ótimos piloteiros, comida sensacional (engordei 3kg durante a pescaria). Meu equipamento: Carretilhas: Daiwa Tatula Type R, Team Daiwa Zillion, Quantum EXO. Varas: Team Daiwa Procyon e Team Daiwa Team T Linha: Power Pro 50 libras 4 fios e Power Pro 65 libras 8 fios Iscas: Nelson Nakamura basicamente Seguem fotos da pescaria! Espero que os amigos gostem! Forte abraço a todos os amigos do Fórum Turma do Biguá!
×
×
  • Criar Novo...