Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
maurofelipe

limpeza e lubrificação de carretilhas

Posts Recomendados

Amigos,

Continuando o assunto sobre os rolamentos, que o Nilton criou, o que os senhores recomendam para fazer a limpeza e lubrificação das carretilhas?

Eu faço da seguinte forma:

- limpeza => desmonto a carretilha toda e deixo os rolamento e engrenagens mergulhado na gasolina por uns 5 minutos e depois seco e bato um WD40 e tiro o excesso. Lógico que as engrenagens de plástico não passam por esse procedimento. O resto da carrelilha limpo com um pano úmido mesmo.

- lubrificação => os rolamentos eu pingo uma gota de óleo singer, os discos de freio eu não passo nada e nas engrenagens eu coloco graxa.

Está correto desta forma?

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A gasolina contém enxofre blink:: , "álcool anidro (sem água? medo:: )"...

Eu recomendo querosene, ou ainda o fluido de isqueiro Zippo.

E o óleo singer não foi feito para aplicações úmidas, melhor o óleo para motor de carro (sintético de preferência) para os rolamentos que sustentam o carretel.

Nos demais rolamentos, eu usaria a mesma graxa...

A única coisa indiscutível sobre esse assunto é que quanto mais fino um lubrificante, menor o intervalo para a relubrificação (ainda bem que os rolamentos que sustentam o carretel são fáceis de lubrificar wink ).

Mas até isso está sujeito à interferencias (como os aditivos polares, tipo aquele aditivo para óleo de motor de carro, o "Bardal B12 - ação polar"; eu uso no motor, e nas carretas e molinetes...).

Mas manutenção não tem jeito, cada um faz de um jeito! uhrm::

Vejamos como cada um faz... lingua::

Aquele abraço a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sempre pensei em usar os oleos odontológicos para alta e baixa rotação. Este mes a revista PC traz uma matéria a respeito. Eles recomendam usar o de alta (rótulo azul) que a viscosidade é mais baixa. Vou testar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mauro, sempre levo minhas carretas para o Fernando, em Valparaízo, ou ele manda buscá-las em casa.

Valeu Macedão! Valparaíso fica aqui do lado de casa smile:: , mas eu gosto de desmontar as carretas e fazer esse tipo de trabalho, pra min é uma terapia.

Agora o importante é saber como lubrificar e o quê lubrificar!

Vamos aguardar os mais experientes no assunto.

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A gasolina contém enxofre blink:: , "álcool anidro (sem água? medo:: )"...

Eu recomendo querosene, ou ainda o fluido de isqueiro Zippo.

E o óleo singer não foi feito para aplicações úmidas, melhor o óleo para motor de carro (sintético de preferência) para os rolamentos que sustentam o carretel.

Nos demais rolamentos, eu usaria a mesma graxa...

A única coisa indiscutível sobre esse assunto é que quanto mais fino um lubrificante, menor o intervalo para a relubrificação (ainda bem que os rolamentos que sustentam o carretel são fáceis de lubrificar wink ).

Mas até isso está sujeito à interferencias (como os aditivos polares, tipo aquele aditivo para óleo de motor de carro, o "Bardal B12 - ação polar"; eu uso no motor, e nas carretas e molinetes...).

Mas manutenção não tem jeito, cada um faz de um jeito! uhrm::

Vejamos como cada um faz... lingua::

Aquele abraço a todos!

Valeu Moacyr!

A querosene parece ser uma boa opção, já que é muito fácil de comprar.

Qual óleo de motor você recomendaria? (no meu carro eu só uso Shell Helix amarelo)

Agora, realmente qual a melhor opção para lubrificar os rolamentos? O óleo para motor ou aquele óleo usado pelos dentistas?

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sempre pensei em usar os oleos odontológicos para alta e baixa rotação. Este mes a revista PC traz uma matéria a respeito. Eles recomendam usar o de alta (rótulo azul) que a viscosidade é mais baixa. Vou testar.

Beleza Fernando!

Depois coloca aí o resultado do seu teste.

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu Moacyr!

A querosene parece ser uma boa opção, já que é muito fácil de comprar.

Qual óleo de motor você recomendaria? (no meu carro eu só uso Shell Helix amarelo)

Agora, realmente qual a melhor opção para lubrificar os rolamentos? O óleo para motor ou aquele óleo usado pelos dentistas?

Grande abraço!

Eu fui no mecânico e pedi a ele as embalagens "vazias" de óleo sintético; chegando em casa, eu deixei escorrendo o óleo e, após misturar um pouquinho de Bardal B12, eu o coloquei em vidrinhos de remédio com conta-gotas.

Sobre qual óleo, qualquer um sintético classe SL, e o mais fino possível (5W40 ?).

Sobre o óleo para motor de dentista, eu já dei minha opinião no outro tópico.

O óleo para turbinas de alta rotação ou "caneta de alta rotação (o "aviãozinho" dos dentistas, para rotações que superam os 350.000 RPM)" é uma opção interessante sim... smile::

Inclusive porque ele é usado em meio úmido. ::evil::

E outra vantagem é que ele é eficaz em quantidades mínimas, ele fica praticamente invisível! lingua::

Entretanto...

Por ser muito fino, eu nunca nem tentei usar porque pode haver a "falha de lubrificação (quando um óleo fino demais para o uso atual abandona o lugar onde deveria lubrificar, deixando esse lugar sem lubrificante medo:: )". Na caneta isso não ocorre porque o óleo é colocado no lado oposto ao dos rolamentos e, desta forma, ele fica armazenado no conduto para o ar e é fornecido ao rolamento continuamente durante o uso, em quantidades mínimas mas constantes. wink Quero dizer que este óleo feito para uso em rolamentos selados, de tamanho mínimo, e a forma como ele é colocado na caneta garante uma lubrificação contínua porque o ar vai removendo o lubrificante, mas isso enquanto mais lubrificante é fornecido ao rolamento.

Se eu fosse usar esse óleo (talvez eu ainda use mesmo... wink ), eu também iria relubrificar (1 gota ou mesmo uma fração disso, em cada rolamento, basta) diariamente...

Eu ainda acho um óleo sintético para motor de carro (15W40; ou mesmo um inferior) mais interessante para o dia-a-dia, de forma que eu só usaria esse óleo se for em uma competição ou por aí.

Outra opção interessante são as graxas específicas para este uso (como a hot sauce), pois por serem graxas evita-se que elas abandonem o lugar onde foram colocadas (a já explicada falha de lubrificação).

OBS: os buracos do carretel de uma carreta devem ser tampados, pois a água trazida pela linha é a causa principal da falha de lubrificação; mas acho que todos já sabem disso...

Faço questão de ressaltar que, por ele ser muito fino, ele deve ser aplicado novamente nos rolamentos diariamente; e que eu não usaria senão nos rolamentos que sustentam o carretel porque os outros não podem ser lubrificados 1 ou 2 vezes por dia...

Certamente esse óleo garante máximo desempenho, mas pode haver um sacrifício da vida útil do rolamento como efeito colateral!

Em: http://www.japantackle.com/Topics/Maintain_fix_reels.htm

Imagem Postada

Em verde, a vida útil.

Em vermelho, o desempenho do rolamento.

Na abssissa, a espessura do lubrificante.

OBS: observem no gráfico a posição do óleo de motor ("motor oil"), pouco sacrifício de vida útil, mas bom desempenho; razão pela qual eu inisito em recomendá-lo. O óleo de dentista ficaria na parte a direita da faixa amarela ("after market oils"); razão pela qual eu insisto em desaconselhar seu uso!

Em outras palavras, quanto mais fino o óleo, menor o intervalo para relubrificar, e menor a vida útil, do rolamento ou o que seja; mas melhor será o desempenho! Cabe a cada um, agora que eu acho que esta história está melhor explicada, tomar sua decisão sobre sacrificar a vida útil dos rolamentos em troca de desempenho ou não.

Aquele abraço a todos, e espero ter sido escalrecedor.

PS: será que o cara que pôs esse artigo na revista sabe disso tudo? uhrm:: seila:: wink

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos,

......, o que os senhores recomendam para fazer a limpeza e lubrificação das carretilhas?

Eu faço da seguinte forma:

- limpeza => desmonto a carretilha toda e deixo os rolamento e engrenagens mergulhado na gasolina por uns 5 minutos e depois seco e bato um WD40 e tiro o excesso. Lógico que as engrenagens de plástico não passam por esse procedimento. O resto da carrelilha limpo com um pano úmido mesmo.

- lubrificação => os rolamentos eu pingo uma gota de óleo singer, os discos de freio eu não passo nada e nas engrenagens eu coloco graxa.

Está correto desta forma?

Grande abraço!

GASOLINA - QUEROSENE - E OUTROS DERIVADOS CONTEM DESENGRAXANTES ( AJUDAM A TIRAR O EXCESSO DE GRAXA E OLEO DOS ROLAMENTOS) POREM POSSUEM TAMBEM CORROSIVOS QUE ATACAM AS PARTES RISCADAS DA MESA DO ROLAMENTO ( MESA DO ROLAMENTO - PISTA ONDE CORREM AS BOLINHAS OU ROLETES) - NORMALMENTE ESTAS PISTA SÃO FEITAS EM AÇO DURO - PARA EVITAR A FORMAÇÃO DE SULCOS - PRIORIZANDO O DESGASTE DAS BOLAS OU ROLETES) - POREM A PISTA DEVIDO O ESFORÇO APARECEM E AÍ A GASOLINA OU OUTROS DERIVADOS ATACAM.

EM CONTRAPARTIDA - A QUANTIDADE DE OLEO USADO NOS ROLAMENTOS ( NÃO SÃO DE LUBRIFICAÇÃO PERMANENTES E SIM DO TIPO ABERTO) É MUITO PEQUENA - ISENTANDO A NECESSIDADE DE LIMPEZA PESADA ( NÃO SE USA GRAXA NESTE TIPO DE ROLAMENTO). PORTANTO APENAS LAVANDO EMBAIXO DE UMA TORNEIRA (COM A PRESSÃO DA AGUA) OS RESIDUOS SOLIDOS OU SALINIDADE SÃO EXPULSOS E/OU DILUIDOS.

APOS ESTA OPERAÇÃO - USE OLEO TIPO MAQUINA ( ALTA VISCOSIDADE ) MAIS CONHECIDO COMO "SINGER" - DUAS GOTAS É O SUFICIENTE E MAIS A MANOBRA DE RODAR O ROLAMEWNTO - EXPULSA TODA E QUALQUER AGUA QUE ESTIVER NA PEÇA - SE QUISER SER MAIS RADICAL - ASSOPRE ANTES DE COLOCAR O OLEO - POIS A PRESSÃO DO AR VAI EXPULSAR A AGUA RETIDA -

NOTA - O PAPAY VAI DIZER QUE TEM QUE USAR UM COMPRESSOR DE AR ::evil:: ::evil:: )

APOS A LIMPEZA DO CORPO DA CARRETILHA - USO SPRAY DE SILICONE - PRINCIPALMENTE SE O MATERIAL FICAR OU SER USADO NO LITORAL - O SILICONE FORMA UMA CAMADA DE PROTEÇÃO QUE EVITA A AÇÃO DA MARESIA - POIS NÃO DEIXA O OXIGENIO DO AR TOMAR CONTATO COM AS PEÇAS.

USO TAMBEM APOS LAVAGEM DE AGUA LIMPA CORRENTE - NA MINHAS MULTIFILAMENTOS.

NÃO USO WD - É MUITO BOM PARA DESINGRIPAR PEÇAS E TIRAR CORROSÃO - MAS SE ELE FAZ ISSO IMAGINA NA PISTA DESGASTADA DO ROLAMENTO - VAI ACELERAR A AÇÃO CORROSIVA.

A gasolina contém enxofre blink::

Aquele abraço a todos!

PAPAY - O ENXOFRE E O CHUMBO TETRA ETILA HÁ MUITO FORAM BANIDOS DA COMPOSIÇÃO DA GASOLINA - CONCORDO QUE NOSSA GASOLINA TEM 25% DE ALCOOL ANIDRO + UMA PARCELA DE AGUA - MAS O PROBLEMA É A COMPOSIÇÃO CORROSIVA - PRINCIPALMENTE PORQUE HOJE ELAS SÃO TODAS RELIGIOSAS (BATIZADAS babei:: babei:: babei:: )

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos,

......, o que os senhores recomendam para fazer a limpeza e lubrificação das carretilhas?

Eu faço da seguinte forma:

- limpeza => desmonto a carretilha toda e deixo os rolamento e engrenagens mergulhado na gasolina por uns 5 minutos e depois seco e bato um WD40 e tiro o excesso. Lógico que as engrenagens de plástico não passam por esse procedimento. O resto da carrelilha limpo com um pano úmido mesmo.

- lubrificação => os rolamentos eu pingo uma gota de óleo singer, os discos de freio eu não passo nada e nas engrenagens eu coloco graxa.

Está correto desta forma?

Grande abraço!

GASOLINA - QUEROSENE - E OUTROS DERIVADOS CONTEM DESENGRAXANTES ( AJUDAM A TIRAR O EXCESSO DE GRAXA E OLEO DOS ROLAMENTOS) POREM POSSUEM TAMBEM CORROSIVOS QUE ATACAM AS PARTES RISCADAS DA MESA DO ROLAMENTO ( MESA DO ROLAMENTO - PISTA ONDE CORREM AS BOLINHAS OU ROLETES) - NORMALMENTE ESTAS PISTA SÃO FEITAS EM AÇO DURO - PARA EVITAR A FORMAÇÃO DE SULCOS - PRIORIZANDO O DESGASTE DAS BOLAS OU ROLETES) - POREM A PISTA DEVIDO O ESFORÇO APARECEM E AÍ A GASOLINA OU OUTROS DERIVADOS ATACAM.

EM CONTRAPARTIDA - A QUANTIDADE DE OLEO USADO NOS ROLAMENTOS ( NÃO SÃO DE LUBRIFICAÇÃO PERMANENTES E SIM DO TIPO ABERTO) É MUITO PEQUENA - ISENTANDO A NECESSIDADE DE LIMPEZA PESADA ( NÃO SE USA GRAXA NESTE TIPO DE ROLAMENTO). PORTANTO APENAS LAVANDO EMBAIXO DE UMA TORNEIRA (COM A PRESSÃO DA AGUA) OS RESIDUOS SOLIDOS OU SALINIDADE SÃO EXPULSOS E/OU DILUIDOS.

APOS ESTA OPERAÇÃO - USE OLEO TIPO MAQUINA ( ALTA VISCOSIDADE ) MAIS CONHECIDO COMO "SINGER" - DUAS GOTAS É O SUFICIENTE E MAIS A MANOBRA DE RODAR O ROLAMEWNTO - EXPULSA TODA E QUALQUER AGUA QUE ESTIVER NA PEÇA - SE QUISER SER MAIS RADICAL - ASSOPRE ANTES DE COLOCAR O OLEO - POIS A PRESSÃO DO AR VAI EXPULSAR A AGUA RETIDA -

NOTA - O PAPAY VAI DIZER QUE TEM QUE USAR UM COMPRESSOR DE AR ::evil:: ::evil:: )

APOS A LIMPEZA DO CORPO DA CARRETILHA - USO SPRAY DE SILICONE - PRINCIPALMENTE SE O MATERIAL FICAR OU SER USADO NO LITORAL - O SILICONE FORMA UMA CAMADA DE PROTEÇÃO QUE EVITA A AÇÃO DA MARESIA - POIS NÃO DEIXA O OXIGENIO DO AR TOMAR CONTATO COM AS PEÇAS.

USO TAMBEM APOS LAVAGEM DE AGUA LIMPA CORRENTE - NA MINHAS MULTIFILAMENTOS.

NÃO USO WD - É MUITO BOM PARA DESINGRIPAR PEÇAS E TIRAR CORROSÃO - MAS SE ELE FAZ ISSO IMAGINA NA PISTA DESGASTADA DO ROLAMENTO - VAI ACELERAR A AÇÃO CORROSIVA.

A gasolina contém enxofre blink::

Aquele abraço a todos!

PAPAY - O ENXOFRE E O CHUMBO TETRA ETILA HÁ MUITO FORAM BANIDOS DA COMPOSIÇÃO DA GASOLINA - CONCORDO QUE NOSSA GASOLINA TEM 25% DE ALCOOL ANIDRO + UMA PARCELA DE AGUA - MAS O PROBLEMA É A COMPOSIÇÃO CORROSIVA - PRINCIPALMENTE PORQUE HOJE ELAS SÃO TODAS RELIGIOSAS (BATIZADAS babei:: babei:: babei:: )

nossa papay ,tu manja da parada em !!

não está afim de me ar umas aulas de química não .KK

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem observado pelo Fylho que não há necessidade de limpar tanto assim.

Geralmente, a parte interna da carreta está limpa ou no máximo com mínimos debrís, de forma a ser desnecessário o uso de desengraxantes; qualquer papel toalha, sopradinha (não precisa ser com compressor lingua:: ) ou espanada tá valendo. Eu ficava com o papel toalha e/ou com o WD-40, mas concordo sem ressalvas que não há necessidade de limpar tanto, na maior parte dos casos.

Bem lembrado sobre as gasolinas batizadas, de fato, eu tinha deixado passar essa!

Sobre o enxofre e o chumbo, as leis brasileiras são das mais permissivas do mundo sobre suas concentrações máximas (50 partes de enxofre por milhão, que eu me lembre...); é bem pouco, mas tem lá também!

Na verdade, minha intenção era apenas dizer que a gasolina não é tão boa assim como desengraxante (e nem o querosene, ou a águarrás...); de forma que o fluido para isqueiro Zippo é o melhor produto neste aspecto.

Entretanto, a facilidade em obter o querosene e seu ínfimo potencial agressivo me faz recomendá-lo, caso seja mesmo necessário desengraxar.

O WD-40, embora seja um pouquinho corrosivo, sua ação corrosiva só se verifica sobre plásticos de má qualidade; sendo que o ingrediente ?um pouquinho corrosivo (solvente anfótero, inclusive responsável pela capacidade desengripante do WD-40)? evapora ou escorre rapidamente, mas deixa lá um inibidor de corrosão que também tem em sua fórmula.

Eu recomendo o WD-40 para fazer essa limpeza das partes internas da carreta, desde que não haja plásticos; até porque o spray sopra (sem perdigotos) e ajuda a limpar.

Se fosse tão problemática a corrosão dos rolamentos e engrenagens, não seria recomendável lavar em água corrente a carreta (eu recomendo!)...

Sobre o silicone em spray, eu prefiro aplicar sobre a carreta um verniz automotivo de PU (poliuretano), evita maresia, riscos (se chegar a riscar, basta polir para remover, na maior parte das vezes)...

Mas não discordo sobre a ação protetora do silicone frente a maresia. Apenas acho que o silicone acaba saindo em qualquer coisa que se encoste à carreta, e que sua reaplicação deve ser feita a intervalos curtos porque o sal pode contaminá-lo...

Se riscar, antes ou após o uso do PU, pode passar um esmalte de unha que veda perfeitamente!

Mas isso tudo não quer dizer que um ou outro esteja errado, isso tudo apenas mostra como esse assunto é controverso; fazer de um jeito ou de outro não fará tanta diferença.

O importante mesmo é lembrar que a carreta precisa ser limpa e lubrificada!

O resto é bate-papo!

Aquele abraço Fylho!

Aquele abraço a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já utilizei outros com bons resultados.

Hoje utilizo óleo e graxa Abú Garcia, óleo para os rolamentos e graxa para as engrenagens.

Outro que procuro a tempos e é um assunto controvertido é a lubrificação dos discos de fricção. Procuro para comprar o Star Drag Grease que é um lubrificante especialmente produzido para LUBRIFICAR OS DISCOS DE FRICÇÃO.

99% das pessoas 'condenam' quando digo isso, mas a lubrificação dos discos com o lubrificante certo ELIMINAM COMPLETAMENTE aquele efeito de soltar a fricção em soquinhos.

Aprendí com uma carretilha Daiwa Viento, e ela vem internamente com um reservatório com uma quantidade de lubrificante para uma lubrificada dos discos. Aprendi na prática, na primeira vez que limpei e lubrifiquei a carretilha eu limpei os discos que originalmente VEIO COM OS DISCOS BESUNTADOS com um lubrificante, após ter limpado os discos, a fricção que era perfeita, passou a soltar com soquinhos, lubrifiquei os discos com esta graxa que veio internamente na carretilha (neste reservatório que disse), e ficou perfeita novamente.

Parece incompatível e inadmissível mas os discos de fricção podem/devem ser lubrificados COM GRAXA PRÓPRIA PARA ISSO é claro.

Obs.: não adianta utilizar qualquer óleos/graxas que não são próprias para isso, eu mesmo já testei e vira uma caca, pesquisem no google 'STAR DRAG GREASE' este é da Shimano e funciona perfeitamente, devem existir outros de outras marcas.

Um abraço a todos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Mauro. Sou novo na área e dando uma olhada no site me interessei pelo assunto. Não sou especialista, mas "TENHO MINHA RECEITA" Posso te garantir uma coisa: a manutenção deve ocorrer periodicamente, independente de utilizar ou não a carreta, pois mesmo os melhores lubrificantes se oxidam e formam crostas de difícil remoção. Eu faço da seguinte forma: 4 pescarias ou a cada 4 meses. Pode ser excesso de zelo, mas vem dando excelentes resultado.

1- Desmonto toda a carretilha;

2- Coloco todas as peças, em querosene (com exceção do carretel com linha e dos rolamentos blindados e das peças que possuem vedações, esses apenas limpo com pano umedecido em querosene)

3 - Retiro e lavo com sabão neutro (detergente líquido auxiliado por uma escova de dente) as manoplas e as partes externas que por ventura estiverem com sujeira (atentando sempre para um enxágüe bem feito para retirar todo o sabão ou então vai saponificar dentro das frestas em contato com graxa ou óleo);

4 - Retorno as peças para o querosene (dessa forma evito que fique resíduos de sabão)

5 - Retiro todas as peças do querosene e elimino o excesso com um pincel e coloco sobre papel toalha para escorrer e espero cerca de 30 minutos para secagem;

6 - Recomeço a montagem lubrificando peça por peça na sua ordem;

OBS: casos especiais

- ROLAMENTOS BLINDADOS: lubrifico com o óleo e a graxa dissolvidos até o ponto em que ele passe pela blindagem (nunca somente o óleo)

- LONA DO DRAG: não pode estar ressecada e nem colada ao "ninho", o que acontece quando a carretilha cai na água ou por outro motivo entra água, caso note isso, passo graxa solvida em óleo, retiro toda ela e passo por fim uma lixa fina (600) levemente;... para se evitar isso quando for guardar, ABRA ATÉ A METADADE A FRISSÃO, TOMANDO CUIDADO PRA NÃO TODA SE NÃO PODERÁ EM COTRÁRIO DANIFICAR A MOLA DO FREIO;

MATERIAL QUE UTILIZO:

CHAVE DE FENDA E ESTRELA, QUEROSENE, GRAXA AZUL VEGETAL, ÓLEO SINGER, ESCOVA DE DENTE, PINCEL, ESPATULAS DE UNHAS (da esposa) rsrsrs..., PAPEL TOALHA E UMA BANDEJA PEQUENA (tipo pintor... para escorrer as peças)

Mais...

- sempre levo nas pescarias um lubrificante spray(W40 ou outro), o famoso SAFA ONÇA, pois numa emergência vai quebrar o galho.

Espero ter ajudado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×