Ir para conteúdo

Carlos Sommer

Membro
  • Total de itens

    213
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

Carlos Sommer venceu a última vez em Março 25

Carlos Sommer had the most liked content!

Sobre Carlos Sommer

  • Rank
    Já consegue zarar
  • Data de Nascimento 28-11-1989

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Carlos Henrique Sommer

Informações de Perfil

  • Localização
    Araras - SP
  • Interesse
    Desconhecido

Últimos Visitantes

1.172 visualizações
  1. Carlos Sommer

    Varas saint plus

    Edu, eu tenho uma Tucuna Pró, porém 6/14lb. Escolhi essa medida pois tem casting a partir de 3g, e eu uso muitas iscas bem pequenas e leves. A vara é FANTÁSTICA! Além de muito bonita, é um espetáculo para pescar... gosto demais, e estou a procura de uma igual, porém pra molinete. Já usei a Saint STP de um amigo, nas mesmas especificações, e é excelente também. Pode comprar tranquilo! 😃
  2. Ele é de minha cidade, já tive o prazer de conhecê-lo. Pra quem curte um pescaria mais leve, deixo a sugestão da EXCELENTE linha Multi X8 que ele vende, na medida 0,16mm (21lb). É uma linha preta, não perde a cor... top demais!
  3. Que legal esse relato, Kid! Sou de 89, comecei a pescar na metade da década de 90, com meu pai nos pesqueiros aqui da região. Infelizmente até hoje não tive o privilégio de conhecer esses lugares tão sonhados que você citou. Mas a sensação que tenho é bem parecida com o que você citou: nostalgia pura! Antes, tudo era mais difícil... menos informação, menos materiais. Porém, ao mesmo tempo, cada peixe passava uma sensação de conquista muito grande. Eu me recordo de assistir o Rubinho, e ficava imaginando ter um dia um barco pra ficar no meio do nada como ele... ter uma carretilha pra poder "pescar com a vara na mão"... bons tempos! Temos uma cultura de imediatismo que acaba sendo bem ruim. Temos centenas de fontes de informações, e por consequência é fácil procurar e achar "do bom e do melhor". Vamos fazer uma pescaria, basta acessar o YouTube e lá teremos um caminhão de vídeos com as melhores iscas, melhores pontos, melhores dicas, melhores pontos (...). Nos preparamos, gastamos uma grana... e nem sempre vai dar certo! Afinal, é pescaria... e essa danada tem seus mistérios! E de certa forma acabamos decepcionados... nos cercamos de todos os dados possíveis, elevamos as expectativas lá em cima... e aí vem essa sensação de que poderíamos ter feito mais. Vendo todo tipo de conteúdo que existe hoje em dia, é essa a sensação que tenho... muita "competição", e nem todo mundo consegue perceber o real prazer da pescaria... o desafio de as vezes pegar um peixe, o prazer do momento, a paz e o que mais gosto de dizer: a sensação de que tudo está absolutamente no seu devido lugar. Já foi do tipo que quer pegar peixe acima de tudo... mas mudei muito o meu pensamento desde que comecei a pescar de artificiais (há pouco mais de 01 ano apenas). Tudo muda, o tempo passa... e a saudade fica, sempre!
  4. Victor, Recentemente, um pesqueiro aqui do interior de SP abriu um lago apenas para pesca de tucunarés - pelo que me recordo, são 7 espécies no local, incluindo o Açu. Procure pelo pesqueiro 3 Irmãos Pesca e Lazer no Instagram. Eu conversei brevemente com um dos proprietários (que por sinal é muito gente boa), e ele comentou que inclusive já tem indício de reprodução dos tucunas por lá. Segundo ele, estudou muito sobre o assunto e talvez consiga te dar algumas dicas, se necessário. Pelo jeito, deu muito certo... tem vídeo do pessoal tomando paulada em hélice! kkkkk Vale a pena tentar!
  5. Resgatando um tópico de 2017 😃 Estarei num pesqueiro do interior de SP neste sábado, onde os tucunas são muitos... mas manhosos. Só batem em iscas pequenas e discretas. Como não tenho equipamento de fly, pretendo sequestrar umas moscas de um amigo, pois sabidamente atacam muito no fly neste lugar. Vou usar algo como um Texas ou Carolina Rig, com uma pequena mosca acompanhada de um pequeno chumbinho na linha. Para arremessar, vou usar meu Kit Finesse, com um molinete 500 e uma vara 6lb. Vamos ver no que vai dar rsrs
  6. Pessoal, Conforme mensagem acima, estive no Hotel 2 Marias nos dias 29, 30 e 31/01/2021, e vim deixar meu breve relato a quem possa interessar 😃 PERFEITO, define! Em todos os sentidos... atendimento espetacular de todos com quem tivemos contato, comida magnífica e cuidado extremo com os protocolos do Covid! Não tenho absolutamente nenhuma queixa a fazer. Indo ao que interessa - PESCARIA: - Pegamos um fim de semana após uma forte chuva, que acabou mudando um pouco os planos. Encontramos um amigo que havia pescado lá 01 semana antes e tinha tido muita ação na superfície. Ele retornou nesta semana em que estivemos lá e pegou o fim das chuvas... e acabaram-se as ações na superfície. Tivemos boa quantidade de capturas, inclusive 01 tilápia (acredito que seja a Rendalli) que é incrivelmente forte, mas todas elas com Spinners pequenos. Apenas 01 tucuninha bateu na superfície. Vou deixar algumas fotos!
  7. 03 anos depois... kkkk Você ainda tem alguma Chubby para venda?
  8. Henrique, Usei poucas linhas multi até hoje, pois não faz muito tempo que o mundo das artificiais me seduziu... então posso citar apenas a G-Soul Updrade 4X, que já usei. Vou deixar minha experiência, caso ajude em algo: - Comprei uma 0.17 (18Lb), carretel com 200m para usar em um conjunto de molinete bem leve, para usar com pequenos spinners e jigs, na pesca de tucunaré e traíras. O que não coube no molinete (tamanho 500), coloquei numa carretilha Scorpion e uma vara 14Lb, para fazer praticamente a mesma pescaria, embora com iscas um pouco maiores. Lado bom: A espessura da linha é incrivelmente final, se comparada a outras linhas da mesma espessura que já vi, e arremessa muito, muito mesmo. Lado ruim: A linha é MUITO quebradiça. Qualquer tranco no arremesso (cabeleira, por exemplo), ela quebra. Também é muito difícil desfazer um nó nela, quase sempre vai quebrar. Também já perdi iscas pelo fato da linha estourar na fisgada (quebrava no meio da linha, mesmo sem nó ou coisa do tipo). Comecei a usar um outro modelo 0.16 e esses mesmos problemas deixaram de acontecer. Mas em termos de arremesso, ela permanece muito superior. Minha opinião final, sobre essa que usei: Ótima linha para uma pescaria FINESSE, pelo arremesso ser ótimo com iscas leves. Porém, deve usar um conjunto bom, e bem ajustado, para evitar trancos no arremesso (o primeiro molinete onde usei ela tinha uma falha crônica de enroscar a linha, e dava as pancadas secas que quebravam no meio - coloquei em um Shimano Sienna 500, e problema resolvido!). Obs.: Sei que a espessura que você perguntou é beeem diferente da minha, mas deixo meu relato 😃
  9. Essa loja é incrível! Tem ótimos preços, atendimento muito bom e uma agilidade impressionante no envio dos pedidos! O site não é dos mais bonitos, então passa uma impressão que não é das melhores... mas é uma baita loja! Assim como a Ghost, que também tem preços bem atrativos e um atendimento único!
  10. Trombei com este post de 9 anos atrás, procurando por dicas de pescaria no Hotel 2 Marias! Há 3 meses, um casal de amigos esteve no hotel e ficaram encantados! Com tudo, desde a qualidade da roupa de cama, passando pelas refeições (que, segundo eles, não devem nada pra restaurantes caros) e principalmente pelos peixes. Foram muitos tucunarés, de bons tamanhos! Estarei lá neste próximo fim de semana (dias 29, 30 e 31/01/2021), e em breve tentarei passar um relato de como foi a experiência!
  11. Jaison, Eu uso uma SAINT Tucuna Pró, e gosto MUITO dela. É bastante versátil... pesco pequenos tucunas, traíras e até alguns pacus na artificial, e vai muito bem. Além de ser muito bonita e ótimo custo, na minha opinião (R$ 280 a R$ 350). Eu comprei justamente por ter um casting baixo, pois uso muitas iscas de 3g e 4g, e ter ação rápida (para as traíras). Abaixo as especificações dela: Tucuna Pró 581BC 6-14 lbs (inteiriça) Ação: Rápida. Arremessa: 1/8-1/2oz (3,5 - 14 gramas). Tamanho 5’8” – 1,78 m. Tamanho total do cabo: 33,5 cm. 8 passadores + ponteira. Peso: 109 g.
  12. Kid, Também acho! Mas os donos do sítio são "das antigas", e na cabeça deles a soltura dos tucunas ia acabar com o resto... o que sei que não é verdade. Pega muita traíra por lá, embora todas pequenas. Aliás foram elas que me ensinaram a mágica da pescaria de isca artificial. A maior que peguei lá deu 39cm. Acredito que no caso SAAD talvez leve um tempo ainda para os tucuninhas mostrarem as caras! rs
  13. Muito interessante esse tópico! Pesco em um sítio particular com características bem parecidas aqui no interior de SP, e sonhamos soltar uns tucunas por lá... só precisamos convencer os donos (dois senhores) de que não vão acabar com todas as tilapinhas e todos os lambaris do lago rsrs. Entendo muito pouco sobre o assunto, mas penso o seguinte: foram soltos em tamanhos bons, portanto não devem ser presas para as traíras. Também não devem ter morrido, do contrário seriam facilmente vistos por cima da água. Provavelmente estão nessa fase de adaptação citada pelo Kid, ainda ariscos demais para serem pegos no anzol. Vou acompanhar os relatos do pessoal! 😃
  14. Bruno, a Lumis também tem boas opções com excelente custo/benefício. Procure pelos modelos Intense e Excense, tem uma boa variedade de especificações, pra você escolher conforme melhor se encaixar na suas pescarias. Acho que vale a pena procurar, pois são bem fáceis de achar.
  15. Procurando por alguma sugestão de CRANK para pescaria de redondos, achei esse post, muito interessante... vou deixar minhas "conquistas" que consegui na artificial e o cenário que havia: SPINNER: Consegui pegar pacus usando o Spinner Laser de 4g da Marine Sports, arremessando exatamente onde os pacus estavam se alimentando de restos de comida jogados do restaurante do pesqueiro. PLUG: Acertei um baaaita de um pacu no sítio, onde o peixe é relativamente selvagem, raramente sendo alimentado. O local tem alguns pés de "João Bolão" próximos da margem, porém estava no fim do período da fruta, tendo poucas na árvore. Usei uma Deconto MS40 Preta e entrou o danado, quase tirou a vara da minha mão! Detalhe: Eu estava atrás das matrinxãs! JIG: Há duas semanas, estava num pesqueiro que tem tucunaré, e estava usando um Micro Jig da Big Ones, (soft) cor marrom. Estava com pouca ação de tucunarés na beirada, então comecei a jogar mais pro meio do lago - Acertei vários pequenos tambacus (o maior dava uns 2Kg) - como o jig era marrom, acredito que os tambas confundiam com a ração da galera das cevadeiras, e atacavam tanto na caída quanto na pindocada no fundo. Em todos os casos, equipamentos leves! Briga sem igual! 😃
×
×
  • Criar Novo...