Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''seaguar''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Bate Papo Geral e Assuntos Correlatos.
    • Selecione a sala abaixo:
  • Pesca em Água Doce
    • Assuntos Gerais (água doce)
    • Equipamentos de Pesca (água doce)
    • Relatos de pescaria (água doce)
  • Pescaria em Água Salgada.
    • Assuntos Gerais (água salgada)
    • Equipamentos de Pesca (água salgada)
    • Relatos de pescaria (água salgada)
  • Pesqueiros (pesca-e-pague), Fly Fishing e Caiaque.
    • Selecione o tipo de pescaria abaixo:
  • Náutica
    • Tudo sobre náutica
    • BassBoat Brasil
  • Eletrônicos
    • Selecione a sala
  • Aprenda a usar o fórum. Entenda como ele funciona.
    • Selecione a sala
  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Selecione a sala abaixo:
  • Grupos Organizados
    • Traga a sua turma de pesca pra cá. É fácil e rápido.

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Nome + Sobrenome (obrigatório)


Localização

Encontrado 3 registros

  1. Pepe Melega

    + sobre multifilamentos

    Respondendo há um tópico sobre multifilamento usei o texto abaixo - que completei com outras informações, por considera-lo interessante ao grupo em relação ao assunto motivou-me a abrir esse tópico. O que temos nessas informações são fruto de pesquisas diversas, diálogo com conhecedores do assunto e membros do staff internacional da Seaguar (@fishseguar - linhas de pesca), além do amigo querido Marcos Okamoto - o Marquinhos da YGK (Wakoku) Não é uma regra estabelecida, não é um norma inflexível e sim um descritivo de experiências vividas por mim e outros relatos em que estive presente. Primeiro é que Bitola é a largura determinada pela distância medida entre as faces interiores das cabeças de dois trilhos ou carris em uma via férrea. Diâmetro distâncias entre dois pontos de um subconjunto de um espaço métrico. Apesar do hábito de se falar bitola para linhas de pesca, não é correto de forma nenhuma mencionar esse termo. Diâmetro - apesar de as vezes as linhas não serem redondas e ou espessura é o mais adequado. Isso sim deveria ser um regra inflexível - pois se trata de nossa língua: o português (BR) As linhas possuem especificações de resistência em seu alongamento - ou seja prende-se em dois ponto - normalmente pinças de um dinamômetro hidráulico e essas vão puxando para lados opostos até se romperem (esse é o padrão). Esse procedimento é em parte semelhante ao que acontece quando já fisgamos o peixe e estamos na briga para embarca-lo. Porém há pescadores que procedem fisgadas bem vigorosas e há peixes predadores que atacam nossas iscas em uma intensidade que muitas vezes desacreditamos, como também há o ato do arremesso. Nessas situações o que ocorre é um impacto seco em nossas linhas - e elas não são testadas dessa forma. O teste de resistência é relativo ao alongamento até a ruptura! As marcas fazem recomendações em seus sites e ou embalagens quanto ao uso de linhas para a pratica de pesca de arremesso (bait casting) indicando espessura e ou diâmetro do fio compatível ao peso (isca) que vai ser lançado. Apesar de serem mais fortes - no alongamento até a ruptura, os multifilamentos e mesmo os monofilamentos de fluorcarbon não possuem a elasticidade dos monofilamentos confeccionados em náilon (poliamida) que ajudam a absorver o impacto provocado no ato do arremesso nas linhas atuais que usamos. Assim sendo não é um problema de linha, não é a aquisição de uma linha falsificada e sim o fato de ignorarmos muitas vezes a recomendação dos fabricantes para o uso desse material e depois culpamos as diversas marcas. Lembrete 1: Detalhe importante - há vários tipos de confecção - maneiras de extrusão, dos micro fios de PE ( Polietileno ) que foram batizados de Spectra (ROCKEWELL, DOW), Dyneema, Izanas (TOYOBO) que estão na mãos de dois ou três grandes conglomerados da industria química e há outras três ou quatros empresas (OM) que são os que tecem - processo têxtil, esses fios para o formato que conhecemos - as linhas de multifilamentos. É lógico que eles possuem um gama de ofertas muito grande - onde as diversas marcas existentes fazem suas escolhas de acordo com a faixa de preço que querem atuar e isso influência na resistência e diâmetro do fio que adquirimos. Há uma recomendação de resistência x peso para a pratica da pesca de arremesso, ela é baseada na experiência de vários staff (s) de marcas que pescam diversos espécimes em todo mundo: Peso Resistência 1-5 gr 10 - 15 lb 5-7 gr 20 lb 8-14 gr 25 - 30 lb 15-20 gr 35 lb 21-40 gr 40 lb 41-60 gr 50 lb 61-80 gr 65 lb 81-100gr 80 lb Lembrete 2: Há arremessos que usamos que causam pouco impacto a linha para ser executado onde precisamos usar um fio de baixa espessura mesmo usando um peso maior do que o indicado, que é o caso do flipping e pitching. Ou seja, em caso de pesca "de fundo" com jigs, head jigs, e diversas montagens onde muitas vezes temos a necessidade de usar diâmetros finos para evitar um arrasto da linha maior há soluções de arremesso que podem nos ajudar. Lembrete 3: Como eu uso os multifilamentos - pesca de fundo com necessidades de usar diâmetro fino dou preferência para multi de 4 fios entre 20 e 30 lb de resistência. Pesca de arremesso com iscas de até 15 gr uso multi de 8 fios de 30 e ou 35 lb. Acima de 15 gr uso multi de de 8 fios de 40 lb. Há situações que uso 50 e ou 65 lb, mas pela defesa do diâmetro maior em relação a abrasão de obstáculos como troncos de árvores - normalmente na região do rio Negro (bacia amazônica). Abraços
  2. O link de um trabalho feito no ano passado. Produção da Film Up Produções. Abs Abs
  3. Mais um ano se passa e novamente nossa turma se reúne para nossa pescaria anual em Barcelos – AM para a pesca do tucunaré Açú..... A temporada que começou com tudo em SIRN em setembro apresenta seus percalços e pede que o pescador se adapte, invente, traga novidades ,.... enfim faça a sua experiência valer a pena. Os afluentes preferidos de nossa turma, nesta empreitada constituída pelo Mestre Pepe Mélega, Marcos Quintas, Guilherme Deconto, Ronaldo Carioca pescador agora na versão light, e eu Rogério Araujo, estavam cheios e sem condição de pesca.... o Cuiuni e o Aracá, mas com muitas informações na mão, agradeço imensamente ao amigo Ramon Paz dono do barco Explorer o qual terei o prazer de pescar em Janeiro encerrando a temporada por estas, mais as informações do Guia de pesca Orlando Carneiro, tomamos a decisão de subir o Negro até a região do lago do Silva. Pescamos no Negro na região do Silva e o peixe estava inerte, parado, mesmo com jig e soft na cara do bicho ele não comia..... segundo dia e tivemos a mesma situação, saia de um ponto ao outro, hélice, stick, zara , meia a gua, jig e soft e nada..... PH da água da região entre 6,0 e 6,3, muito alto para o Negro que deve ficar entre 4,5 e 5,0 com peixe ativo, medidas feitas em outras pescarias! Decidimos então mudar de Rio e subimos o Padauari, pois a informação era de que ele estava na caixa , subimos a noite toda até a comunidade deste Rio, pescamos no rio e lagoas de boca franca, alternando lagos de boca franca aonde o peixe estava ativo e onde o peixe estava inativo.... mas com poucas ações, avaliando a água do Padauari, o ph estava em torno de 6,0, mas como não tínhamos dados de pescarias anteriores neste rio, não fizemos nenhuma conclusão, mas direcionamos nossa pescaria nos dois dias subsequentes no Rio Padauari para lago fechado....e fomos trabalhar, e arrastar os barcos, para dentro de um lago fechado, o qual foi apresentado pelo pessoal da comunidade para o nosso competente guia Orlando..... Depois de muito suar, entramos no lago com muita expectativa, PH da água medido antes de puxar os barcos 4,3.... expectativa e um show de peixes, muita pancada na superfície, Hélice , Zara, Stick, meia água, saiu peixe pra todo gosto, todos terminaram o dia neste lago com mais de 5 peixes bons, eu particularmente consegui um bom desempenho de 9 peixes, porém seguiram a regra do tamanho de peixes médio do Padauari ficando entre 10 e 15lbs os peixes fotografados e muitos outros não contabilizados abaixo deste tamanho informado.... Destaque para as ações da Sticknina 110, Siticknina 130 ( protótipo ) que tive o prazer de ter acompanhado o desenvolvimento, e ver o resultado na prática! Sairam peixes na hélice Apache da Deconto, na biruta 110, um abso.... peixe grande na biruta 70, um show.... rebojou, rebojou e não aguentou o trabalho da pequena gigante isca,,,kkkk. Mais um dia e novamente em um lago fechado agora no Rio Negro e tivemos novamente uma boa produção, e uma constatação, ph entre 4,4 e 4,7 dependendo do local do lago, e muitos peixes todos fêmeas pequenas 6 – 8lbs na isca de hélice Apache....., sem muito aviso por volta do meio entrou uma chuva muito forte, então pedi ao Orlando vamos para ir para os bicos que existiam no lago que tinha uma morfologia especial fazendo pelo menos 4 bicos ( pontas ) no lago e consegui com a ação da Hélice Apache da Moro um resultado imediato, um peixe acima da média que vinha conseguindo ação, com aproximadamente 15,5lbs..... No último dia, pescamos no lago da comunidade no Negro bem próximo de Barcelos, entramos num trecho de aproximadamente 100m entre árvores e troncos, mas com água.... batemos a entrada do lago e não tivemos ações de peixe grande, fomos para o fundo do lago, exisitam 3 ressacas no fundo e em duas delas insistindo com a Héice Apache 135 da Deconto.... tive duas explosões na superfície, peixe comendo com muita força, um com 12 e outro com 12,5lbs, os quais foram um encerramento com chave de ouro para minha primeira incursão amazônica neste ano. Equipamento utilizado: Iscas : Deconto Sitcknina 110, Desconto Sticknina 130 ( protótipo em fase de teste ) , Deconto Birura 70 sinking, 110 e 130, Deconto Hélice APACHE 130, Deconto Z110 e 130, Rebel T-20, Hélice CCM Ripper , Jig caseiro que eu mesmo atei! Varas : Redai Black Mamba 14-25lbs e Black Mamba 14-25lbs PS ambas de 6', Vara Black Mamba 10-17lbs 5'8", Vara Redai Viking 14-25 6', Vara Custom Moro, Blank F3 - Fish for fun de 25lbs Carretilhas de perfil baixo: Daiwa Zillion TWS , PE e Type R, Shimano Curado 200 e Chronarch 150 ci-4, Abu Garcia Revo Rocket 9.0 Quem Leva: A operação do tucuninha pode ser acessada através do site www.tucuna.com.br ou contato com o Pepe Melega através do e-mail pepemelega@gmail.com Vida que segue, .... esta pescaria eu não tinha certeza que iria acontecer, pois em janeiro de 2017 tive um AVC que me deixou 1 mês na cama, 3 meses de fisioterapia para reaprender a andar com minha filha Bruna que é fisioterapeuta se dedicando a minha recuperação além de todo o amor de minha família , esposa Érika e o filho Gabriel que andava comigo pela casa , mas então mesmo com peixes pequenos pra mim foi uma grande jornada cheia de emoções. Não posso deixar de agradecer ao meu amigo médico neurocirurgião e pescador Helvércio que esta sempre por perto me ajudando e me consertando..... E agradecer a Deus a chance de voltar para a Amazônia, de voltar a ver um ataque numa isca de hélice, voltar a ver um peixe caçando sua isca.... Em janeiro estou voltando, para Barcelos, para o Explorer, e para os gigantes açús.....
×
×
  • Criar Novo...