Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Walther Volpini

Para alegrar a 4º feira

Posts Recomendados

Luiz Fuinha parou o caminhão em frente à loja do turco Mamede e oferece:

- Seu Mamede, tem aqui um caminhão de arroz, sem nota, o preço é metade, o sinhô interessa?

- Claro que Mamede aceita! - e vira-se para o filho:

- Mamedinho, vai brá esquina e se abarecer o fiscal vem correndo pra avisá bábai, viu!

Começam a descarga e de repente surge Mamedinho gritando:

- Bábai!... Fiscal vem vindo!

- Bára tudo e volta carregar - ordena Mamede.

O fiscal se aproxima e diz:

- Venda grande não é seu Mamede?

- Oh! Si, si... melhó venda de ano que Mamede feiz..

- E isso aí tem nota, seu Mamede? - quis saber o fiscal.

- Ainda num tem nota não, borquê Mamede está esberando carregar bra ver quanto mercadoria cabe na caminhón... depois, enton, Mamede tira nota, né?

- Não pode! A nota fiscal tem de ser emitida antes de carregar!

- Ah!... Enton bára tudo, que Mamede non qué broblema com receita!... Volta descarregar tudo e guardar lá dentro do loja!

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×