Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Entre para seguir isso  
Paulo Pereira de Lima

Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção 2018

Posts Recomendados

Boa noite amigos pescadores!

Saiu a última edição do Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção 2018. Elaborado pelo Instituto Chico Mendes.

Pra se ter uma ideia, não era lançada uma nova edição deste estudo desde 2008.

Infelizmente 10% de nossa fauna está ameaçada de extinção☹️ Entre estes, muitos peixes: surubim, matrinchã, mandi moela...

Notícia boa é que a piraíba e a pirarara não foram incluídos no estudo como ameaçados. (O que de modo algum nos autoriza a matar tais animais, e nenhum outro que não tenha sido citado no texto)

Resolvi divulgar aqui pois acho importante que todos conheçam as espécies ameaçadas, que se fale sobre isto, que se divulgue. Estamos aqui entre conscientes protetores da natureza e devemos multiplicar esta consciência.

Grande abraço!

 

dcom_sumario_executivo_livro_vermelho_ed_2016.pdf

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia amigos pescadores! 

Olha que matéria legal sobre a preservação de espécies ameaçadas no Brasil. Trata da arara azul de lear e da onça pintada, mas há espécies de peixe em situação semelhante.

Ela mostra um paradoxo interessante e que, na minha opinião, se repete quando tratamos da relação ribeirinho X rio. A equação que tenta satisfazer os pescadores artesanais com sua subsistência num local habitado por espécies de peixes ameaçadas de extinção. 

Leiam este trecho e percebam o paradoxo:

"A chuva, que já é escassa e só cai em três meses ao ano, está ainda mais rara. Com isso, as palmeiras que produzem o coquinho licuri, alimento preferido das araras-de-lear, não dão muitos cachos. As aves, então, se voltam aos milharais – em cerca de dois dias, uma centena de araras é capaz de destruir uma plantação de até 13 mil metros quadrados.

O agricultor fica sem o milho, que serviria de alimento para ele, para o rebanho e as galinhas. A alternativa que encontram é complementar o alimento dos animais com – veja só – as folhas da palmeira do licuri. Com menos folhas, a palmeira produz menos frutos. É o ciclo da escassez".

https://g1.globo.com/natureza/desafio-natureza/noticia/2019/02/23/animais-em-risco-de-extincao-atacam-lavouras-e-rebanhos-ongs-buscam-pagar-prejuizos-e-mediar-conflitos.ghtml

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...