Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Kid M

Pescando Ariacós - você conhece ?

Posts Recomendados

1951075990_Ariac.jpg.69fbd1800ab0d67e97580b6bdfb97656.jpg pesca-de-camarao-parati-197.jpg.4621fe1265a3defc98f1e886ae615051.jpg

Para quem não teve o prazer e/ou a sensação de fazer uma pescaria de ariacós, ficam as recomendações para fazê-lo.

Peixe que vive em bons cardumes, onde os indivíduos quase sempre tem um "tamanho" semelhante. São um pouco exigentes com relação as iscas em que atacam (quase sempre pescados no "camarão vivo"), mas com muita agressividade na busca pela comida, disputando com seus companheiros de cardume as oportunidades de alimentação ! As melhores marés para que sejam encontrados são as chamadas de "mortas", com pouca correnteza ! Normalmente aparecem em pesqueiros naturais (ou "plantados") a partir dos 20 m de profundidade. Não tem qualquer cerimônia em beliscar as iscas nas primeiras descidas... Na verdade a melhor forma de pescá-los (pelo menos para mim) é com "linha nas mãos", um peso na ponta e dois a três anzóis configurados numa parada vertical (chicote). Anzóis médios complementam o "conjunto".   

Itapagipe.jpg.de2ff65aec78971cff7595721d241904.jpg

As saídas para a captura desses peixes se inicia bastante cedo, antes mesmo da claridade do dia dar sinal de vida ! Já existem os "pegadores de camarão" que passam parte da noite no ofício de captura dos camarões com um instrumental próprio para essa finalidade. A depender da maré (e da sorte), pegam até 5 quilos por bote ! As vendas são feitas "no olho", quase sempre de uma quantidade média de 100 à 150 indivíduos, por volta das 04:30 h em local específico, na parte "do fundo" da baía de todos os santos (BTS), no popular bairro da Ribeira ! Neste mesmo local é onde ficam as embarcações atracadas, de lanchas à catráias, de botes à saveiros e diversos outros tipos de embarcações. É onde o bairro acorda primeiro...

274161057_PraiadaRibeira.jpg.55910843de70fff575736a7a05d36c0d.jpg 901557234_Ariac.jpg.853a0eb472b55e03ad47d1e139a32dd7.jpg

Fregueses regulares e outros que se arriscam a buscar por essa disputada isca vão chegando de forma sistemática e a depender do assédio os preços podem crescer rapidamente, embora o mais normal é que uma venda custe abaixo dos R$ 100,00 (não é barato, mas é fatal na sua utilização). Preservá-los com vida é uma tarefa importante quase sempre direcionada ao dono da embarcação alugada, que se utilizando de um "cofo" (cesta de palha com tampa para ficar dentro d'água), vai controlando a oxigenação dos camarões até sua devida utilização. Hora de embarcar e partir no rumo desejado (esses pontos são quase que uma "posse" de cada barqueiro, já que a implementação do pesqueiro é feita por eles próprios com a colocação de madeiras, pequenos arbustos e tudo que possa significar uma proteção submersa).

O movimento inicial da embarcação é controlado com conhecimento de causa pelo seu proprietário, que sem qualquer ajuda tecnológica vai posicionando o curso pelos diversos canais existentes, evitando as amarrações de outras embarcações na região. Isso feito (não mais que uns 10') é hora de colocar a proa no rumo desejado e aumentar o som do motor de dois tempos, permitindo um aumento de velocidade ! O clarear do dia começa a anunciar a chegada do sol, embora ainda demore um pouco para isso acontecer. A temperatura da atmosfera é muito agradável e a ausência de vento faz com que o barco deslize no tapete aquático da BTS.

A estratégia usada quase sempre é ir direto até o pesqueiro mais distante e de lá vir voltando... (quase sempre funciona bem). Enquanto o "toc toc" continua ativo, é hora de preparar as linhas e para isso nada melhor que utilizar o conhecimento de alguém que está naquela vida há mais de 50 anos... Recebemos nossas "linhadas" já prontas para serem usadas, construídas com um fio de monofilamento 0,50 (ou 0,60 mm) e anzóis (2) presos em pernadas distintas ! Chumbo de 160 g para ser usado em locais com pouco correnteza (muda-se se for o caso). Repassa-se a explicação de como prender o camarão para mantê-lo mais tempo vivo (entre a terceira e quarta cascas vindo do rabo, pois o peixe abocanha tudo...). Um grande balde com água do mar pela metade é colocado num local de alcance para os pescadores (de 4 à 6 integrantes), faltando apenas a chegada do local. O cheiro do mar é estimulante, bem como a sensação de serenidade existente naquele navegar. Passamos por inúmeros outros botes, com cumprimentos e brincadeiras entre os conhecidos, num clima absolutamente relaxado. O dourado do sol nascente quase sempre coincide com a chegada do local desejado (uns 45' à 60' de navegação) e a ansiedade para começar a pescaria ainda é reprimida para a poita ser largada e o barco ficar alinhado no ponto desejado pelo "comandante". Tudo pronto e é hora das iscas irem de encontro aos peixes, quase sempre os ariacós !

Na descida da linha já tem peixe ferrado ! É uma verdadeira magia ! Como estamos todos pescando com dois anzóis, não demora para os dublês aparecerem... Ação intensa por uns 15' e depois uma "paradeira" ! A caixa de plástico já registra uma pequena quantidade de ariacós embarcados, embora sua grande maioria de peixes menores do tamanho desejado (nem por isso desprezados). Depois de 5' sem ações é momento de seguir para outro ponto. Recolher a poita, ligar o motor e partir para novas emoções no próximo local e assim sucessivamente ! Duas possibilidades pela frente, sendo uma delas o término das iscas (acontece bastante) e a outra é a passagem pelos derradeiros pontos antes de chegarmos na Ribeira. Normalmente isso acontece por volta das 11:30 h e dificilmente desembarcamos após às 12:00 h. Hora de providências finais como a limpeza dos peixes, os agradecimentos e pagamento do "comandante" pelo aluguel do barco e dos "pontos" (menos de R$ 500 a ser rateado) e a depender do dia (se feriado ou final de semana) um almoço no próprio bairro que fica localizado na região de Itapagipe (perto da igreja do Bonfim), famoso por suas moquecas e frutos do mar com preços bem mais acessíveis... Mesas sob amendoeiras e tamarineiros centenários, e uma cerveja mais que gelada... Alguém "preocupado com o peixe" ? Quando eu digo que é apenas um item complementar é nisso que me retrato... (mas os peixes são divididos e vão para casa sim)

  1843986956_IgrejaBonfim.jpg.249628e0247e00ced78d1510c2790238.jpg  Bogary.jpg.c85f44189f0ced3e33bf88daffa7c139.jpg  1052539429_Ensopadodecamaro.jpg.32f16aec13e70de823fa52d787a1ad48.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...