Ir para conteúdo

Posts Recomendados

Caros experts,

Gostaria da sua ajuda com o seguinte conselho. Quero montar minha primeira vara e gostaria que fosse uma vara rápida e curta (5'6" a 6'2") para trabalhar hélices na Amazônia (25 lbs). Trabalho com toques de ponta curtos, à la Jhonny Hoffmann rindo2:: rindo2::

Eu devo viajar pros EUA em breve e tô querendo comprar tudo (blank, reel seat, passadores, linhas, cola...)! Que blank vocês me indicam? E reel seat? Passadores? Queria comprar tudo de primeira! Aí eu treino numas varas velhas que eu tenho lá em casa primeiro e depois parto pro jogo!!!

Abraço!

Gustavo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavão, eu iria com muita fé em um Blanck St Croix, uma cana tipo americana, robusta porem não muito pesada, com uma resistencia excelente e um trabalho muito bom.

Porem como qq outro produtor, possui blancks de qualidade diferente, aqui no Brasil dificilmente vc achara os de melhor qualidade, então procure os St Croix Legend ou com composição SC-IV ou SC-V. Os SC-VI não são vendidos para montagem ainda!!!

Essa é minha opinião, mas logo logo os profissionais da arte te darão orientações mais precisas!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavo,

Concordo com o Vini, esses blanks da St. Croix SC-V são boas opções, dê uma olhada nesse modelo: 5C70HF-G.

Assim como o nosso amigo Vini, também esperava que os "profissionais da arte" passassem por aqui e dessem algumas dicas mais precisas. Mas pelo visto, ultimamente, eles só tem entrado pra postarem as fotos de seus trabalhos, de suas oficinas...

Enfim, continuemos esperando.

Grande abraço,

Newton

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alô,Gustavo. Como você não está conseguindo as infomações que precisa vou tentar ajudar. Eu montei minhas varas d seguinte maneira: Real Seat, Fuji, pssadors Fuji, Blanck

da Geloomes, cabo de cortiça portuguesa (tem pronto ou em rodelas,já furadas).

Nos Estdos Unidos você encntra de tudo (cabelas, Bass Pro). Você só tem que tomar cuidado com as medids do Real Seat (14, 16, 18 mm de diâmetro interno). Essas medidas tem que corresponder com o diâmetro extrno do Blanc.

Se puder compre passdores de reserva (qanto mais passadores melhor a ação da vara) é interssante

Qdo você for montar sua vara eu passo a quantida e as medidas de dstância entre os passadors de acordo com o Manual da Fuji.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caros experts,

Gostaria da sua ajuda com o seguinte conselho. Quero montar minha primeira vara e gostaria que fosse uma vara rápida e curta (5'6" a 6'2") para trabalhar hélices na Amazônia (25 lbs). Trabalho com toques de ponta curtos, à la Jhonny Hoffmann rindo2:: rindo2::

Eu devo viajar pros EUA em breve e tô querendo comprar tudo (blank, reel seat, passadores, linhas, cola...)! Que blank vocês me indicam? E reel seat? Passadores? Queria comprar tudo de primeira! Aí eu treino numas varas velhas que eu tenho lá em casa primeiro e depois parto pro jogo!!!

Abraço!

Gustavo

Gustavo,

Como queres tudo top, vai numa dessas lojas que já te passaram e pedes o que eles tem de melhor, vão te fornecer uma série de opções e você vai escolher o que te agradar mais.

Quanto ao blank, aí já é um pouco diferente,

olhe os blanks, e eles tem muitos, inclusive muitas marcas pouco conhecidas no Brasil, com o blank em mãos sinta a ação que queres na tua vara e vais com certeza fazer uma boa escolha, com relação a passadores estarás bem servido com a linha Fuji, com Pacific Bay, com American Tackle e com vários outros produzidos lá. Nestas lojas vais encontar grande variedade de resinas e colas e os mais variados tipos de linhas para amarração. Se queres cabo de cortiça forte opte pelos aglomerados, porém há vários tipos de grips prontos para você só chegar e colar.

E se puder, faça um curso para montagem adequada da tua vara, podes ter certeza que o investimento vale a pena, pois não estragarás material de primeira adquirido para a montagem.

Não sei pra que lado vais lá, mas na matriz da Cabellas o montador de varas deles é o Jim Ripp, que pode te passar orientações, só cuidado, as condições de pesca deles são uma e as nossas outra, então o que é bom para eles nem sempre é bom para nós.

Gustavo aqui, vai um adendo, a maior parte desses materiais você encontra no Brasil também e alguns acessórios produzidos aqui até melhores do que os de lá, eu mesmo, compro 90% do que utilizo nas minhas customizações por aqui, um exemplo disso é a Custom by Marco, que mantem estoque de materiais para montagem há mais de quinze anos e, de uma maneira ou outra, todos os customizadores de vara do Brasil ou dependem ou dependeram deles em algum tempo para as suas montagens. Outro exemplo é o Alves que produz acessórios e cabos em níveis iguais aos melhores do mundo e no mesmo caso se enquadra o Marco da Marbele.

Eu aqui faço as minhas brincadeiras também até porque a essencia da customização é fazer coisas diferentes do que se compra em escala.

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vini,

Valeu, amigo! Tô "namorando" esse St. Croix SC-V... Já recebi boas recomendações deles!

O reel seat acho que vai ser aquele ECS da Fuji mesmo... Acho ele simples e de boa pegada. Tenho uma vara com o ACS (super-anatômico, com o trigger furado), mas acho que se aplica mais para varas mais leves. Não sei se ele é tão anatômico assim pra um dia inteiro de Rip Roller!!! :gorfei:

E os passadores? SiC? Alconite? Vou usar tudo Fuji mesmo, acho mais garantido!

Gustavão, eu iria com muita fé em um Blanck St Croix, uma cana tipo americana, robusta porem não muito pesada, com uma resistencia excelente e um trabalho muito bom.

Porem como qq outro produtor, possui blancks de qualidade diferente, aqui no Brasil dificilmente vc achara os de melhor qualidade, então procure os St Croix Legend ou com composição SC-IV ou SC-V. Os SC-VI não são vendidos para montagem ainda!!!

Essa é minha opinião, mas logo logo os profissionais da arte te darão orientações mais precisas!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu, Newtão!

O blank tá decidido! St. Croix SC-V.

Concordo com você... Achei que o tópico fosse bombar, já que essa é uma quesão que desperta "fortes emoções". Acho que são as férias!

Você tem varas com aquele reel seat ACS da Fuji? O que você acha?

E os passadores, Alconite, SiC, ou outro???

Abraço!

Gustavo,

Concordo com o Vini, esses blanks da St. Croix SC-V são boas opções, dê uma olhada nesse modelo: 5C70HF-G.

Assim como o nosso amigo Vini, também esperava que os "profissionais da arte" passassem por aqui e dessem algumas dicas mais precisas. Mas pelo visto, ultimamente, eles só tem entrado pra postarem as fotos de seus trabalhos, de suas oficinas...

Enfim, continuemos esperando.

Grande abraço,

Newton

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pedro,

Valeu a dica, mas eu só encontrei esses blanks no Cabelas e com ação moderada ou leve... Eles são rápidos (fast), ou extra-rápidos (x-fast), mas tem ação lenta (a vara enverga muito). Acho que os que eu vi são próprios para jigs, mas não muito para tucunarés, que brigam na superfície... Você tem algum modelo pra indicar?

Abraço!

Rain Shadow (mais em conta)

ST Croix

Avalue

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu as dicas, Sr. João! Que blank o senhor usou? E os passadores? Com o material em mãos vou tomar a liberdade de te mandar uma mensagem... Posso?

Abraço!

Alô,Gustavo. Como você não está conseguindo as infomações que precisa vou tentar ajudar. Eu montei minhas varas d seguinte maneira: Real Seat, Fuji, pssadors Fuji, Blanck

da Geloomes, cabo de cortiça portuguesa (tem pronto ou em rodelas,já furadas).

Nos Estdos Unidos você encntra de tudo (cabelas, Bass Pro). Você só tem que tomar cuidado com as medids do Real Seat (14, 16, 18 mm de diâmetro interno). Essas medidas tem que corresponder com o diâmetro extrno do Blanc.

Se puder compre passdores de reserva (qanto mais passadores melhor a ação da vara) é interssante

Qdo você for montar sua vara eu passo a quantida e as medidas de dstância entre os passadors de acordo com o Manual da Fuji.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavo,

As minhas varas são todas com reel seat ECS, da Fuji. Não me adaptei muito com os ACS anatômicos.

Os passadores tenho algumas varas com Alconite e outras com Sic/titanium, sendo os SIC melhores e mais leves. Porém, bem mais caros. Daí vai depender da sua disposição em gastar mais $ nos passadores. Os Alconite dão muito bem conta do recado!

Abs

Newton

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Jorge, obrigado pelas dicas! Tenho um pouco de receio de chegar numa loja dessas e pedir o que tem de melhor... Acho que os caras vão tentar me fazer de otário! Por isso queria ir já com uma base, com alguns conceitos formados. Também não sei se voiu ter como ir fisicamente às lojas... Acho que vou comprar por aqui e pedir para entregar lá no hotel que eu vou ficar. Assim a tentação é menor!!! :gorfei:

Quanto aos distribuidores locais, entendo sua colocação, mas, por outro lado, os produtos importados custam caríssimo! Chegam a custar três vezes o valor em cobrado lá! Sei que os impostos são pesados (chegam a carregar em 90% o preço dos produtos em dólar), mas não justifica custar o triplo...

Andei apreçando pro aí... Por um kit de passadores Fuji de 1º linha, pode-se chegar a pagar R$ 250, R$ 300 aqui no Brasil. Lá sai por US$ 50, US$ 60, se muito (o kit com nove passadores de SiC custa US$ 44.55 no Mudhole)! Um reel seat Fuji ACS custa lá US$ 6,80 (no Mudhole). Aqui custa R$ 27, R$ 30!!! Ou seja, se eu comprar tudo aqui vou gastar o dobro ou triplo pra montar a vara que eu quero. Por uma outra perspectiva, compro material de primeiríssima lá, com o mesmo valor de um material intermediário aqui...

Por último, as opções de blank por aqui são meio restritas. E o pior: já ouvi histórias de caras que levaram gato por lebre... Tem rodbuilder de tudo que é jeito por aí, meu amigo! Nem todo mundo é ::tudo:: ... como você!

Você falou sobre produtos nacionais. Já tem coisas para rodbuilding made in brazil??? Legal!

Realmente o trabalho do Alves é impressionante! Não sei como ele consegue fazer aqueles cabos de EVA!!! Parece vara Megabass!!! É impressionante a habilidade do cara! Só que entra naquele lance de custo... Já vi varas que ele monta que custam R$ 2.000!!! Sei que é produto de primeiríssima, mas é o preço de uma vara Megabass aqui (volta e meia a Kingfisher tem umas...). Lá fora elas custam de US$ 400 a R$ 650. Como eu disse, é menos da metade...

E todo mundo já se atentou disso, amigo. Pode ver a quantidade de tópicos onde se postam dicas de compras nos EUA, via Ebay ou ourtos sites...

Valeu de mais as dicas, Jorge. Obrigado mesmo!!! Fico honrado de receber sua atenção! Realmente você ajudou a motivar minha incursão no mundo do rodbuilding!!!

Abração!

[quote name="Jorge PozzobonGustavo' date='

Como queres tudo top, vai numa dessas lojas que já te passaram e pedes o que eles tem de melhor, vão te fornecer uma série de opções e você vai escolher o que te agradar mais.

Quanto ao blank, aí já é um pouco diferente,

olhe os blanks, e eles tem muitos, inclusive muitas marcas pouco conhecidas no Brasil, com o blank em mãos sinta a ação que queres na tua vara e vais com certeza fazer uma boa escolha, com relação a passadores estarás bem servido com a linha Fuji, com Pacific Bay, com American Tackle e com vários outros produzidos lá. Nestas lojas vais encontar grande variedade de resinas e colas e os mais variados tipos de linhas para amarração. Se queres cabo de cortiça forte opte pelos aglomerados, porém há vários tipos de grips prontos para você só chegar e colar.

E se puder, faça um curso para montagem adequada da tua vara, podes ter certeza que o investimento vale a pena, pois não estragarás material de primeira adquirido para a montagem.

Não sei pra que lado vais lá, mas na matriz da Cabellas o montador de varas deles é o Jim Ripp, que pode te passar orientações, só cuidado, as condições de pesca deles são uma e as nossas outra, então o que é bom para eles nem sempre é bom para nós.

Gustavo aqui, vai um adendo, a maior parte desses materiais você encontra no Brasil também e alguns acessórios produzidos aqui até melhores do que os de lá, eu mesmo, compro 90% do que utilizo nas minhas customizações por aqui, um exemplo disso é a Custom by Marco, que mantem estoque de materiais para montagem há mais de quinze anos e, de uma maneira ou outra, todos os customizadores de vara do Brasil ou dependem ou dependeram deles em algum tempo para as suas montagens. Outro exemplo é o Alves que produz acessórios e cabos em níveis iguais aos melhores do mundo e no mesmo caso se enquadra o Marco da Marbele.

Eu aqui faço as minhas brincadeiras também até porque a essencia da customização é fazer coisas diferentes do que se compra em escala.

Abraços.[/quote]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alô,Gustavo. Como você não está conseguindo as infomações que precisa vou tentar ajudar. Eu montei minhas varas d seguinte maneira: Real Seat, Fuji, pssadors Fuji, Blanck

da Geloomes, cabo de cortiça portuguesa (tem pronto ou em rodelas,já furadas).

Nos Estdos Unidos você encntra de tudo (cabelas, Bass Pro). Você só tem que tomar cuidado com as medids do Real Seat (14, 16, 18 mm de diâmetro interno). Essas medidas tem que corresponder com o diâmetro extrno do Blanc.

Se puder compre passdores de reserva (qanto mais passadores melhor a ação da vara) é interssante

Qdo você for montar sua vara eu passo a quantida e as medidas de dstância entre os passadors de acordo com o Manual da Fuji.

O seu João disse tudo!!!!

Montar varas não é uma coisa que vc aprende da noite pro dia!!!

garanto que todo mundo que monta varas já deu com as caras em muita presepada, desde a escolha do blanck, o tamanho do real seat, a linha ideal para amarrar, a cola para o cabo, a resina que não vai encher de bolha depois de seca.

Pode ter certeza, se vc não está familiarizado com tudo isso, não monte uma vara para pescar na amazonia, ou se montar, leve uma de reserva!!!

Montar uma grande vara de maneira perfeita que deseja vc vai ter que treinar um pouco e adquirir experiência, respeito quem trabalha com isso e acho mais que justo eles cobrarem pela experiencia e "DOM" que eles tem!!!

É claro dentro de um limite!!!!

Nem por isso deixe de trazer o material de primeira linha dos EUA!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu as dicas, Sr. João! Que blank o senhor usou? E os passadores? Com o material em mãos vou tomar a liberdade de te mandar uma mensagem... Posso?

Gustavo, eu usei o Blanc da Gelooms. A partir de segunda feira eu vou te passar um esquema completo das varas que montei, com medidas, comm os passadores certos, com os Real Seat, com as distâncias e tujdo mais.

Vou passar por mensagem, valeu?

Abraço!

Alô,Gustavo. Como você não está conseguindo as infomações que precisa vou tentar ajudar. Eu montei minhas varas d seguinte maneira: Real Seat, Fuji, pssadors Fuji, Blanck

da Geloomes, cabo de cortiça portuguesa (tem pronto ou em rodelas,já furadas).

Nos Estdos Unidos você encntra de tudo (cabelas, Bass Pro). Você só tem que tomar cuidado com as medids do Real Seat (14, 16, 18 mm de diâmetro interno). Essas medidas tem que corresponder com o diâmetro extrno do Blanc.

Se puder compre passdores de reserva (qanto mais passadores melhor a ação da vara) é interssante

Qdo você for montar sua vara eu passo a quantida e as medidas de dstância entre os passadors de acordo com o Manual da Fuji.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pedro,

Valeu a dica, mas eu só encontrei esses blanks no Cabelas e com ação moderada ou leve... Eles são rápidos (fast), ou extra-rápidos (x-fast), mas tem ação lenta (a vara enverga muito). Acho que os que eu vi são próprios para jigs, mas não muito para tucunarés, que brigam na superfície... Você tem algum modelo pra indicar?

Abraço!

Rain Shadow (mais em conta)

ST Croix

Avalue

MONTEI UMA DE 25 LBS. COM UM BLANCK AVALUE ADQUIRIDO DA CUSTOM BY MARCO...ENTRE EM CONTATO COM ELE QUE TE ORIENTA MELHOR.

A QUE MONTEI FICOU EXCELENTE..O BLANCK É MUITO BOM.

UM MACETINHO ...SE QUISER DEIXÁ-LA MAIS FIRME OU MAIS RÁPIDA: MONTE COM A ALMA INVERTIDA.

CUIDADO COM O Nº DE PASSADORES...ESSA COISA DE QUANTO MAIS É MELHOR NÃO É VERDADE...TEM UMA QUANTIDADE IDEAL...QUANTO MAIS PESO COLOCAR NA FRENTE MAIS LENTA ELA FICA. TENTE USAR O SISTEMA NEW-CONCEPT OU AERO-CONCEPT(DA SHAULA).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pedro,

Valeu a dica, mas eu só encontrei esses blanks no Cabelas e com ação moderada ou leve... Eles são rápidos (fast), ou extra-rápidos (x-fast), mas tem ação lenta (a vara enverga muito). Acho que os que eu vi são próprios para jigs, mas não muito para tucunarés, que brigam na superfície... Você tem algum modelo pra indicar?

Abraço!

Rain Shadow (mais em conta)

ST Croix

Avalue

MONTEI UMA DE 25 LBS. COM UM BLANCK AVALUE ADQUIRIDO DA CUSTOM BY MARCO...ENTRE EM CONTATO COM ELE QUE TE ORIENTA MELHOR.

A QUE MONTEI FICOU EXCELENTE..O BLANCK É MUITO BOM.

UM MACETINHO ...SE QUISER DEIXÁ-LA MAIS FIRME OU MAIS RÁPIDA: MONTE COM A ALMA INVERTIDA.

CUIDADO COM O Nº DE PASSADORES...ESSA COISA DE QUANTO MAIS É MELHOR NÃO É VERDADE...TEM UMA QUANTIDADE IDEAL...QUANTO MAIS PESO COLOCAR NA FRENTE MAIS LENTA ELA FICA. TENTE USAR O SISTEMA NEW-CONCEPT OU AERO-CONCEPT(DA SHAULA).

E aí colega Paulo,

Vejo que além da odontologia estás entendendo muito de varas e realmente passadores tem a quantidade ideal para cada blank, pois aqui quem dita as regras do jogo é o próprio blank. As tabelas pre-fabricadas podem servir para um blank mas não para outro, isto em se falando de montagem para carretilhas, o que vai estabelecer a maior ou menor quantidade de passadores é a flexibilidade do blank, então um blank ultra-rápido de baixísiima flexibilidade não vai precisar de muitos passadores, ao passo que um de ação moderada, de maior flexibilidade vai precisar mais, é por issso que em varas de ação moderada e lenta, geralmente uso o sistema de montagem dos passadores em espiral rápido, para que uma vara ultar-light não fique pesada na ponta e desbalanceada como esta para piabanhas que postei ontem, onde, se fossem todos os passadores colocados na maneira tradicional iria precisar o dobro. E há ainda outro fator com essa colocação dos passadores que é não causar stress por torção no blank na hora de tracionar o peixe, o que sempre acontece se os passadores estiverem por cima, com risco de quebra.

Grande abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vini,

Concordo com você! Com certeza a minha primeira vara não vai ficar excelente... Por isso vou treinar à exaustão em varas velhas que eu tenho! Além disso, pretendo trazer também alguns blanks e componentes mais baratos pra treinar... Estou pesquisando material tutorial lá fora (livros, DVDs, manuais) e pedindo conselhos também. Esse ponto é bastante interessante: como nos EUA tem muito mais gente que encara rodbuilding como hobby que aqui, é muito mais fácil conseguir dicas lá... Aqui quem conhece a arte, "conversa pouco", até por receio de revelar seus segredos profissionais. Ressalva feita ao nosso guru Jorge mestre:: , que já entendeu o espírito da coisa... joia:::

Também respeito demais quem trabalha com isso e acho que eles têm que ser muito bem remunerados. Eu tenho duas varas montadas pelo Jansen, que fez um trabalho excelente, exatamente como eu queria, que não custou nada barato mas que apresentou um custo vs. benefício sensacional. Mas por outro lado, não consigo (ainda) aceitar pagar R$ 2.000 numa vara... Além disso, eu fico imaginando o prazer que deve ser você pegar um peixe com um equipamento que você montou... Deve ser demais!!! Além de arremessar a isca no lugar certo, trabalhá-la de meneira correta, trazer o peixe e embarcar, você ainda fez a vara que permitiu isso tudo!!! Deve ser fantástico!!! Por último, dá pra ter um equipamento de primeira com preços acessíveis (1/3 ou a metade dos R$ 2.000 ), se puder trazer tudo de fora!

Abraço!

Alô,Gustavo. Como você não está conseguindo as infomações que precisa vou tentar ajudar. Eu montei minhas varas d seguinte maneira: Real Seat, Fuji, pssadors Fuji, Blanck

da Geloomes, cabo de cortiça portuguesa (tem pronto ou em rodelas,já furadas).

Nos Estdos Unidos você encntra de tudo (cabelas, Bass Pro). Você só tem que tomar cuidado com as medids do Real Seat (14, 16, 18 mm de diâmetro interno). Essas medidas tem que corresponder com o diâmetro extrno do Blanc.

Se puder compre passdores de reserva (qanto mais passadores melhor a ação da vara) é interssante

Qdo você for montar sua vara eu passo a quantida e as medidas de dstância entre os passadors de acordo com o Manual da Fuji.

O seu João disse tudo!!!!

Montar varas não é uma coisa que vc aprende da noite pro dia!!!

garanto que todo mundo que monta varas já deu com as caras em muita presepada, desde a escolha do blanck, o tamanho do real seat, a linha ideal para amarrar, a cola para o cabo, a resina que não vai encher de bolha depois de seca.

Pode ter certeza, se vc não está familiarizado com tudo isso, não monte uma vara para pescar na amazonia, ou se montar, leve uma de reserva!!!

Montar uma grande vara de maneira perfeita que deseja vc vai ter que treinar um pouco e adquirir experiência, respeito quem trabalha com isso e acho mais que justo eles cobrarem pela experiencia e "DOM" que eles tem!!!

É claro dentro de um limite!!!!

Nem por isso deixe de trazer o material de primeira linha dos EUA!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, olha só o que eu achei!!! A Mudhole (fornecedor de equipamento para rodbuilding) tem uma pancada de vídeos do youtube!!!

Vejam o link!

http://www.youtube.com/user/MudHoleCustomTackle

Tem tudo lá! Como achar a "espinha" do blank, como enrolar, amarrar, colar, secar... TUDO!!! Como são vídeos, acho que podem ser usados até por quem não entende inglês direito...

Abraço!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tbm acho muito dinheiro 2.000,00 reais em uma vara, por mais que essa peça possa valer!!!

Concordo que é um Hobby muito bom e o prazer de pescar com algo montado por vc deve ser indescitível!!!

Com menos da metade disso vc pode montar uma super vara, para manaus com um Baita Blanck, passadores fuji de primeira linha, o cabo do tamanho forma e material que quiser, e melhor pode acompanhar toda a amontagem desde a escolha "pessoalmente" do blanck, a confecção do cabo, as peças de acabamento, a cor da amarração e até as firulinhas que gostar!!!

Foi o que eu fiz com o pessoal da Marbele!!!

Abços!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só não entendi, ainda por que algumas "alfinetadas" no pessoal que monta varas profissionalmente.

Com todos eles que já pedi orientações sempre fui muito bem atendido e recebi muitas orientações, que me ajudaram muito......principalmente pelo Jorge e pelo Marco.......

Quando a gente monta a "nossa vara" daremos mais valor ainda prá eles...porque não é assim fácil como se pensa, não.

De repente é melhor pagar um pouco mais do que estragar um material de primeira por inexperiência.....um material de primeira não significa, necessariamente que se fará uma excelente vara...podemos nos decepcionar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só não entendi, ainda por que algumas "alfinetadas" no pessoal que monta varas profissionalmente.

Com todos eles que já pedi orientações sempre fui muito bem atendido e recebi muitas orientações, que me ajudaram muito......principalmente pelo Jorge e pelo Marco.......

Quando a gente monta a "nossa vara" daremos mais valor ainda prá eles...porque não é assim fácil como se pensa, não.

De repente é melhor pagar um pouco mais do que estragar um material de primeira por inexperiência.....um material de primeira não significa, necessariamente que se fará uma excelente vara...podemos nos decepcionar.

Prezado amigo Paulo,

Meu desabafo a respeito está aí no fórum, no tópico da vara do Jhonas Pedroza, que desenterrrei, mudei de nome para PASSO A PASSO, para que as pessoas avaliem melhor sem sair alfinetando o mundo, porque o mundo é como nós o fazemos e não tem culpa dos problemas de cada um.

Grande abraço e vamos pescar que o resto é asneira....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

PRD,

Não tem alfinetada nehuma... Longe disso! Meus comentários com relação aos preços praticados por aqui foram todos muito bem explicados. Em um deles vou no detalhe do imposto cobrado, mencionei o valor do trabalho deles, enfim, não fui agressivo, nem irônico, nem nada... ::nada::

Eu tenho e já tive varas montadas por profissionais. Já tive equipamentos ótimos e outros péssimos, paguei caro por todos eles, justamente ou injustamente, só que agora eu quero montar minhas varas! Não porque eu ache que vou fazer trabalho melhor que eles (pelo contrário!), ou porque eu ache que eles cobram caro demais, mas porque eu quero pescar com um equipamento montado por mim, porque eu posso ter um equipamento TOP por um preço acessível, porque não existe vara TOP (tô falando de G.Loomis, Megabass...) "pronta" pra Amazônia e do jeito que eu quero e porque eu quero ter um hobby! Só por isso.

Até acho que os builders profissionais tem que cobrar caro mesmo! Montar uma vara leva dias!!! Se fosse eu que montasse cobraria um R$ 500 só de mão-de-obra!

O que eu quero é comprar o material mais barato.

Só me chama atenção uma coisa: quando pintam posts de "como fazer compras pelo Ebay" ou "como comprar no exterior sem pagar imposto", não aparece ninguém defendendo os logistas locais... De novo: não tô "alfinetando" ninguém, só quero entender o porquê da diferenciação...

Abraço!

Só não entendi, ainda por que algumas "alfinetadas" no pessoal que monta varas profissionalmente.

Com todos eles que já pedi orientações sempre fui muito bem atendido e recebi muitas orientações, que me ajudaram muito......principalmente pelo Jorge e pelo Marco.......

Quando a gente monta a "nossa vara" daremos mais valor ainda prá eles...porque não é assim fácil como se pensa, não.

De repente é melhor pagar um pouco mais do que estragar um material de primeira por inexperiência.....um material de primeira não significa, necessariamente que se fará uma excelente vara...podemos nos decepcionar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Jorge,

Tomei a liberdade de citar seu comentário no link qo qual você se refere. Veja (e reveja, por favor) meu comentários. Em nenhum momento eu questionei o valor da MÃO-DE-OBRA do rodbuilding! Pelo contrário! Vocês tem que cobrar caro!!! Dá um trabalho do cão montar uma vara!

Critiquei SIM, e continuarei criticando até o dia que eu morrer, os impostos cobrados para a importação de equipamentos de pesca, partes e acessórios.

Também comentei, repito, COMENTEI, sobre os preços que são praticados por aqui em blanks, passadores, reel seats, etc. Realmente são caros! Isso é inegável!!! E o preço deles não é somente justificado pelos impostos... Existe aí um lucro, que não é pecado nenhum, mas nem por isso eu sou obrigado a pagar por ele, seu eu tenho como fazer de maneira diferente. Comprei quase todas as minhas carretilhas fora do Brasil, por meio de amigos. Muitas iscas e carretéis de linhas que eu tenho eu também comprei fora. Nem por isso critico, nem sou criticado, pelos donos e vendedores de casas de pesca (alguns deles são, inclusive, meus amigos!).

Parabéns pela sua iniciativa, Jorge! Aprender uma nova profissão não deve ser mole... Além disso, já prestei homenagem aqui nesse tópico a você pelo seu desprendimento ao divulgar informações de maneira tão autruísta. Eu não te "alfinetei", nem ninguém aqui o fez, pode apostar!

Abraço!

Já que está havendo, parece que uma busca desenfreada por montagens de vara, resolvi desenterrar o tópico da seguencia de montagem, para que possam ter uma idéia do trabalho que dá, trabalho este que tem que ser valorizado, porque apesar de não ser em blank top o trabalho realizado nela é digno de um blank top e tem o seu valor e, embutido nesse trabalho tem horas, dias e meses de pesquisas, de erros e acertos até se conseguir chegar a um padrão destes. Para vocês terem uma idéia levei tres meses fazendo cálculos, muito trabalho feito e desmanchado para descobrir como medir um blank para que um trabalho artístico desses fechasse ao final, pois o blank tem diferentes espessuras de um lado e outro do desenho e se usarmos a mesma medida para a primeira passagem de linhas não vai fechar nunca o desenho, aí 1/10 de mm. faz diferença. Um desenho aberto não dá o mesmo trabalho. Então tudo, além do blank, reel seat, passadores...........e a arte......devem ser considerados no orçamento, pois isto é a essência da customização e personalização, algo que só você possua e tem a certeza que não vai encontar ninguém com uma igual.

Uma vara deste padrão leva-se até uma semana para fazer e essa foi a maneira que achei , após descobrir que tinha capacidade para isso, para incrementar a minha aposentadoria e sustentar minha família.

...Não há que se cobrar preços astronômicos, porém todo nosso trabalho artístico e conhecimento adquiridos à duras penas também não pode ser depreciado........

.....Até porque vários rodbuilders brasileiros tem condições de fazer varas do padrão das mega bass e o fazem, com certeza, até a preços mais baixos do que aquelas que nem são muito adequadas às nossas condições de pesca....

e, enfim ninguém tem o direito de achar abusivo o preço do trabalho artístico de uma semana, quando a conotação pode ser completamente diversa......a de que o preço apenas não cabe no bolso de alguém...... quem sabe o trabalho que deu, o esforço, a dedicação e o melhor de si para a conclusão do trabalho é o customizador.......e cabe a cada um ver se está dentro de suas possibilidades.............chega por hoje vou trabalhar......

...Enfim é apenas um desabafo......

Abraços a todos os companheiros de fórum.

Jorge

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essas hitórias das pessoas colocarem seus dons cratiativos em ação sempre geram discussões, que, muitas das vezes não levam a nada, outras vezes permitem uma troca de experiências sadias e construtivas.

Discussões são sadias, apesar de que às vezes deixamos nossos impulsos voarem em total liberdade, acabando por pousarem em searas alheias.

Todos os profissionais que se dedicam a nobre arte da montagem de varas, ou como queiram chamar, merecem todo o nosso apreço e nossa consideração.

Desde cedo, aprendí certos postulados que, ao longo do tempo serviram para nortear meus caminhos e pautar minha conduta pela vida a fora; respeitando sempre que possivel as opiniões alheias. Um destes postulados sempre bate de frente comigo, aquele famoso, que diz..."querer nem sempre é poder".

Durante muitos anos fabriquei minhas próprias iscas, modifiquei outras, gostava de umas, detestava outras e assim por diante. O meu defeito era semples. Eu achava que podia fazer minhas iscas. Quando entrei na parte de pintura descobrí que não entendia nada de tintas e vernizes. Fui consultar um profissional do ramo de pintura automotiva e percebí que eu estava anos-luz atrasado. Ainda bem que tive o bom senso de desistir, não sem antes gastar uma boa quantia com aquela história de pinta e repinta, que não se pinta cm vento nem com tempo frio, que verniz não combina com isso ou aquilo.

Depois cismei de fazer minhas próprias varas. Comecei pegando varas usadas e mudando os passadores e trocando os cabos, e usando as cores preferidas na pintura das mesmas.

Até o dia em que peguei um blanc Geloomis, passadores fuji, real seat fuji, cola importada e conseguí estragar tudo. Depois de muita dor de cabeça, de retoques pra todo lado resolví mandar tudo para um pofissional e admitir que não era meu ramo.

Claro que a satisfação de tentar e tentar novamente é indescritível e vai da motivação de cada um. Hoje, digo com certeza que tentar fazer você mesmo desperta a criatividade e o dom de cada um. É assim que nascem os profissionais.

Então, minha gente, que cada um tente fazer aquilo que tem vontade, que desista qando não tiver dom para aquilo que se quer fazer, e não vamos confundir hoby e passatempo com profissionalismo e arte. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. Ou seja, cada coisa tem seu preço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...