Ir para conteúdo

Hanako

Membro
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Sobre Hanako

  • Rank
    Pescador de Lobó

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Hanako

Informações de Perfil

  • Localização
    Valinhos - SP
  • Interesse
    desconhecido

Últimos Visitantes

594 visualizações
  1. Márcia, Existe a pousada Sol do Amanhã no Rio Juma, novíssima inaugurada no ano passado. Dê uma olhada: http://www.protucuna.com.br/novo-destino-pro-tucuna-rio-juma/
  2. Valeu Fabiano. Vc tem razão. Pescar com a família é a melhor coisa que existe. E o Dadá continua o mesmo. Divertido e sabe muito sobre Barcelos.
  3. Oi pesssoal, tudo joia? As pescarias de 2018 em Barcelos começaram muito bem. Essa temporada promete! Fui para Barcelos de barco recreio no dia 28/12 para passar o reveillon e é claro pescar no sistema bate e volta. O Rio Negro estava enchendo uns 5cm por dia e as notícias não eram muito animadoras, mas a água estava na caixa o que é sempre bom. Pescamos 4 dias no sistema bate e volta e 4 dias acampados no Aracá. Próximo a Barcelos pegamos muitos peixes de 4, 5 e 6Kg e saiu um de 8Kg. Vocês verão nas fotos abaixo. No dia 02/01 fomos acampar no Aracá, que também estava enchendo. Muitas ações de peixes pequenos, mas saiu esse GIGANTE TUCUNARÉ-AÇU. Dêem uma olhada: Segue as fotos dos tucunas perto de Barcelos:
  4. Aprendi a gostar do tucunaré há mais de 10 anos com meu amigo e companheiro de pesca, André Shinzato. A primeira pescaria foi na Serra da Mesa e eu não conhecia a voracidade e beleza de um ataque desse bruto. A partir dessa pescaria o tucunaré passou a ser meu mais cobiçado troféu fazendo eu partir em viagens para diversos locais atrás desse bocudo. Serra da Mesa, Lago do Peixe, Lago São Martins, Araguaia, Ceará no açude Castanhão e Barcelos, a capital mundial do Tucunaré. Vou a Barcelos pelo menos 1 vez ao ano, sempre pinchando minhas artificiais para buscar os velherões de 8, 9 e 10 kgs. Esse ano fiz uma pescaria diferente e descobri que Barcelos é muito mais que tucunaré. Eu, minha esposa e o Piloteiro Dadá subimos o Aracá, que estava muito baixo e nenhum barco conseguia navegar em suas águas. Estávamos sozinhos naquele mundão. Pegamos muitos tucunarés, nunca vi tanto tucunaré como nessa viagem, pegamos também os grandes de 6, 7, 9 kgs. Muito legal, mas como sou filho de pescador e que adorava o Pantanal, resolvi experimentar uma pescaria que meu finado pai adorava: a Pesca de Pacús e Piaús com varinnha de mão. Ficamos na propriedade da Família Gadelha (Op. Allen Gadelha), o Sauadaua, um lugar simplesmente paradisíaco, com água cristalina e com muitas espécies de peixes. Subi em um barquinho tipo piroguinha como fazem os locais e fomos atrás dos Pacús e Piaús. Mesmo sem ceva a espera não demora mais que alguns miinutos e os peixes já começam a aparecer: Arararipirás, Chidáuas, Pacú Tiuí, Piau Flamengo, Matrinxãs. Uma variedade enorme de peixes e muito esportividade utilizando varinhas de bambus feitas pelos locais. Realmente uma pescaria que me remeteu ao tempo do meu pai no Rio Miranda, Rio Cuiabá, Rio Mogi Guaçu. E ouso dizer que em Barcelos se pega muito mais esses peixes que no Pantanal. Fomos atrás também dos peixes de couro como o Surubim. O resultado foi rápido. Menos de 5 minutos de espera e o resultado está nas fotos abaixo. Além da pescaria também fomos focar as pacas e os peixes a noite. Muito legal, mas apenas para observação. Essa pescaria na primeira semana de Outubro de 2015 foi uma grata surpresa, muitos tucunarés e muita emoção com a pescaria artesanal. Experimentem. Vale a pena tirar um dia para descansar o braço e se emocionar com a briga desses peixes. Um forte abraço e até a próxima. Eric Hanai (Hanako)
  5. Fala Dr Alex! Precisamos marcar mais uma pescada daquela hein?! Como vai o Lago do Peixe? Tem que proteger senão acaba hein?! Abração! Hanako
  6. Fizemos uma pescaria, eu e o meu amigo Sergio Tanizaki de Araraquara entre os dias 17 e 24 de Novembro. Pegamos um período não muito bom pois deu um repiquete com a quantidade de chuva que caiu nos rios acima de Barcelos. Mesmo com o repiquete conseguimos pegar alguns peixes bons e que fizeram nossa alegria. No primeiro dia fomos pescar na Mata Alta e logo de cara pegamos um de 6kgs o que animou bastante e depois disso caiu uma chuva intensa e não conseguimos pegar mais nenhum peixe bom, apenas os pequenos de até 3kgs. Após discutir com os outros pescadores e locais descobrimos que a melhor pescaria poderia sair apenas nos lagos centrais, pois a influencia do repiquete poderia ser menor. Dito e feito, no segundo dia fomos pescar em um lago central bem próximo a Barcelos, mas isso custaria uma caminhada por terra de cerca de 15 minutos selva amazônica adentro. Nesse lago pescamos com uma canos de madeira do piloteiro Sidney e que requeria bastante equilibrio e tranquilidade. Foi realmente sensacional essa pesca, pois sempre quis pescar como os pirangueiros locais, sem auxilio de Barcos de Aluminio e motores eletricos. Sonho realizado e bons peixes capturados. Tentamos mais uns 2 dias nos lagos próximos a Barcelos mas a produtividade foi bem baixa e então resolvemos subir o rio e acamparmos mais ao norte. Por lá tivemos mais ações mas a chuva mais uma vez atrapalhou. Num dos lagos, meu parceiro Sergio conseguiu capturar o recorde dele 7kgs. O mais incrivel que aconteceu no mesmo ponto que ele pegou o recorde é que eu consegui pegar mais 2 peixes bons (6kgs e 5kgs) e mais 2 pequenos tauás em menos de 2 metros de distância entre um lançamento e outro e isso apesar de todo o barulho que se faz para embarcar os peixes. Em vários lagos precisamos muito dos trabalhos do piloteiro Sidney, cortanto várias toras nas entradas dos lagos, arrastando o barco por varios metros e passando por cima de troncos enormes. O Sidney se mostrou muito prestativo e conhecedor da região apesar da pouca idade, pois já foi pescador profissional. Recomendo fortemente os trabalhos desse garoto! Bom, abaixo segue as fotos de alguns peixes que conseguimos pescar. Um abraço e espero escrever mais um relato desses em Janeiro de 2011.
  7. Nada como começar 2010 com uma pescaria nota 10! Primeiramente gostaria de agradecer ao André Viana pelas dicas que ele deu em sua postagem sobre os hotéis e principalmente sobre o Piloteiro Dadá, pois se não fosse isso dificilmente iria ter uma pescaria de tanto sucesso. Obrigado André! Consegui uma curtas férias de 10 dias de última hora, isso foi lá pelo começo de Dezembro. Naquela época eu e minha esposa saímos procurando pacotes de viagens pelo Brasil afora e também pelo exterior (Praias, Campo, etc). Tudo lotado ou tudo muito caro. Foi quando li a postagem do André aqui no site. Dei uma ligada para o Dadá e o que me causou o maior espanto foi o Dadá ir logo dizendo "Olha Eric a coisa não tá muito boa por aqui não, o rio tá baixo e assim fica difícil de pescar, então acho melhor você não vir ainda não. Me liga depois do Natal e quem sabe as coisas já melhoraram.". Fiquei espantado com a honestidade desse senhor de 50 e poucos anos. Acredito que a maioria dos outras pessoas logo iriam dizendo que podia vir que a coisa tava melhorando. Vocês sabem como isso funciona... a pescaria da turma da semana passada sempre é melhor que a nossa. Dadá é um senhor que já trabalhou de tudo o que é coisa em Barcelos com muita simplicidade e honestidade. Foram no total 7 dias de pescaria, chegamos no domingo de manhã e o Dadá logo foi nos animando para uma pescaria no periodo da tarde. Já no primeiro dia saiu um o meu recorde pessoal que era de 4,3kgs na Serra da Mesa, pesando 4,5kgs. Muito lindo e ficamos bem empolgados. Pescamos em um barco plataformado, simples, mas muito bom, com um motor Yamaha 15HP isso foi essencial pois como os lagos estavam secando muitas vezes precisamos empurrar o barco, com um motor 15 ficou mais facil. O Dadá tinha um motor 40HP mas como não íamos muito longe de Barcelos (no máximo 1 hora) não comprometeu a pescaria. No segundo dia para espanto de muitos de vocês consegui tirar um de 6kgs usando vara de 17lbs, Chronarch Mg e linha de 30 lbs! Mas decididamente não recomendo para ninguem pois se o bichão vai para a tronqueira... fica muito mais dificil tira-lo. Nos dias seguintes os peixes foram aumentando em quantidade e qualidade e os recordes foram sendo quebrados um atrás do outro. 5, 5,5, 6, 6,5, e finalmente saiu o maior de 7,5kgs! Para mim um monstro, já que não saiamos mais que 1 hora de Barcelos. Conversei com pescadores que saíram de Barco com preços bem mais altos e que conseguiram pegar de até 9,5 kgs. Mas para mim 7,5Kgs pertinho de Barcelos já era demais. De 2 a 5kgs saiam toda hora, Borboletas, Pimentas, Pacas e muitas trairas... Foi bastante divertido. Dica: Não arremesse muito próximo a margem pois você corre o risco de pegar muitas traíras. RS! No último dia minha esposa também conseguiu pegar um de 7,5kgs! As perninhas dela ficaram batendo uma na outra... Muito engraçado. Para minha sorte no meu último arremesso do último dia de pescaria nesse paraíso peguei um bichão de 5,5kgs! Nunca mais vou me esquecer dessa viagem. Segue um resumo: 7 dias Viagem: SP - Manaus - Barcelos Hotel Ornamental: R$ 50,00 diaria do casal com café da manhã (fraquinho) Piloteiro Dadá e Barco plataformado: R$ 120,00 diária Gelo: R$ 1,00 por dia Gasolina: R$ 40,00 por dia Materiais Utilizados: - Varas 20 a 25 lbs - Carretilhas Scorpion, Aldebaran, Chronarch e Curado 100 - Linhas 30lbs, 55lbs e 60lbs - Iscas mais utilizadas: - Jumpin Minow, João Pepino, Dr Spock, Zuanon - Rip Roller Eric Hanai (hanako)
×
×
  • Criar Novo...