Ir para conteúdo

Árlen

Membro
  • Total de itens

    26
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Árlen

  • Rank
    Pescador de Lobó
  • Data de Nascimento Novembro 10

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Árlen de Oliveira Fernandes
  • Sobre mim
    <p>
    <img class="ipsImage ipsImage_thumbnailed" data-fileid="16217" src="<fileStore.core_Attachment>/monthly_2017_09/65DC6229-3763-4F1E-AF5B-1DCFF3C4B6D5.jpeg.6b4cbae9d10a350f048f53ab5340cfa9.jpeg" alt="65DC6229-3763-4F1E-AF5B-1DCFF3C4B6D5.jpeg.6b4cbae9d10a350f048f53ab5340cfa9.jpeg" /></p>

Informações de Perfil

  • Localização
    Belo Horizonte - MG
  • Interesse
    Pescaria

Últimos Visitantes

535 visualizações
  1. Concordo, Rodrigo. O pós venda da Pesca Pinheiros não me decepcionou
  2. Pessoal, confesso que fiquei chateado. Penso que um comerciante só deve expor à venda produto que ele tem em estoque. Mas entendo que a falta dos produtos não foi por má-fé. Tanto assim, que o funcionário de lá me atendeu super bem e resolveu o problema, inclusive com nítida vantagem para o comprador/consumido (no caso, minha pessoa). O objetivo do tópico foi alertar a todos para que, antes de passar o cartão, confira se há em estoque a mercadoria, principalmente para quem estiver com viagem perto como eu. É isso aí.
  3. Obrigado pelas dicas. Problema resolvido a contento. Mas fica o conselho recebido de ligar antes.
  4. Pela segunda vez seguida, em menos de 2 meses, tenho problemas em compra on-line no site da Pesca Pinheiros. Na primeira compra, não tinham o jig da Yara 17g. Agora, a isca Pop Action da Monster 3X. No site a mercadoria está disponível à venda, a compra segue naturalmente, meu cartão é debitado... mas a loja não tem o produto em estoque. Razões, porque, deixo de recomendar compras on line da Pesca Pinheiros.
  5. Adalberto, Fui nessa pescaria no ano passado. Saímos de hidroavião de Manaus, num vôo tranquilo até o Flutuante. Pesquei em meados de setembro. A organização do Marlon é perfeita, não há como botar defeito: boa logística (barco, acomodações, comida, atendimento etc.). Achei apenas os piloteiros inexperientes para o local e, ainda, nos chateou o fato de um barco hotel do próprio Marlon pescar justamente na região do Flutuante... fatos comunicados para o Guerreiro, agente do Marlon em São Paulo. O rio Caurés tem uma característica particular: ele é muito estreito. Sofre com o regime de águas... se chover, enche rápido, o mesmo acontecendo na vazante! Torça pela estabilidade das águas. Nossa pescaria não foi fácil, mas saíram bons peixes, um até de 21lbs. Isca, optamos por hélices... sempre! Pegamos o nível um pouco alto, daí, era insistir muuuuiiito num local promissor. Vai com Deus amigo e boa pescaria.
  6. Lucas, O que o pessoal disse acima, está correto. Amazônia tem um forte fator externo na pescaria. Mas como diria um grande amigo, é lá que mora o GRANDÃO. Te diria, apenas, para reforçar o material. Vara, carretilha, linha, snap, iscas e garateias etc. Não subestime a Amazônia! Mas cuidado, nada adianta trocar as garateias, se a isca perdeu o equilíbrio. Nada adianta levar uma vara de 30 lbs, se seu braço não aguenta trabalhar o dia todo com ela. Você certamente vai ter duas ou três oportunidades de estar na ponta da linha com um tucuna GRANDÃO. Aí, estando com o equipamento adequado, sua sorte aumenta muito de fotografá-lo. Pesque o máximo.... isca fora d'água não pega.
  7. Luizinho, Concordo com o que disse. Ainda que os peixes sejam soltos, não há certeza de que o tucunaré voltará para a "filhotada", se é que a encontrará viva. Respeito opiniões contrárias, mas evito jogar minhas quando identifico essa situação.
  8. FABRÍCIO, Valeu, mais uma vez, pelas dicas. Como muitos, já li e reldias tópicos já existentes neste forum, inclusive o seu tutorial sobre equipamentos, iscas etc. Diga-se, por sinal, de fácil compreensão e com valiosas informações. É bom saber que a pescaria continua dentro do conhecido. Eu ainda sou marinheiro novato nas águas do Negrão. Estou indo pela terceira vez. Mas sei que bater hélice com rio cheio tem que ter muita confiança no braço e na isca usada. Mas, repito, é muito animador saber que levamos as iscas certas. Beto, acho que todo mundo entendeu sua brincadeira. É só separar o joio do trigo para compreendermos... Como ressaltou o Fabrício, vamos na fé nas iscas consagradas.
  9. A coisa tá começando a melhorar. Valeu pelas dicas, Beto! Se bem entendi, vamos nas iscas já consagradas! Na cheia, sempre o Negrão salvando a pescaria. Lindo peixe, Beto, parabéns!
  10. Ok, sabemos das top dicas existentes neste Fórum, de leitura obrigatória. Mas este tópico objetiva saber mais.... Dentre tudo o que já foi dito, o que está realmente funcionando no NEGRÃO especificamente para esta temporada 2012/2013. Vamos lá, pessoal, quem já foi este ano ao Negrão nos ajudem a prepara nossa futura pescaria. Uma dica que lhe possa parecer boba pode ser o sucesso da pescaria de um colega do Fórum. ENTÃO, ::nada:: o que não funcionou Conada chorei:: ::tudo:: e o que funcionou alegre:: ::fishing
  11. Pessoal, vejo que muitos já retornaram da pescaria em Barcelos ou SIRN este ano. Vários, como eu, estamos na expectativa de subir o Rio Negro em busca dos tucunões. Assim, para aqueles que já retornaram, QUAL dica de isca, cor, trabalho, estrutura a explorar ou MACETE está ou NÃO está dando resultado este ano. Ajudem-nos a nos armar para a batalha!
  12. Assinado, participem!!!! O tucunaré há muito deixou de ser espécie exógena da Represa de Três Marias. Está inserido no ecossistema e, por isso, merece proteção. Não há como separá-lo das outras espécies e é mentirosa e sem nenhuma prova científica a falsa versão que prega que o tucunaré acaba com as espécies nativas. A prova em contrário é Três Marias, há mais de 10 anos o tucunaré vive naquele ambiente, sobrevivendo com todas as outras espécies. Mesmo, porque, não há como o pescador profissional utilizar uma rede que malhe (pesque) apenas o tucunaré... certamente malharão em suas redes piaus, corimbas, surubins, piranhas etc. Também os órgão de controle não podem ignorar o mercado econômico que o tucunaré azul tem gerado e pode aumentar na região. E olhe que essa região atinge até lojas de artigos de pesca da Capital (BHte).. Lojas de pesca estão sendo sustentadas por esta espécie de peixe, clubes (como o Náutico) foram ressuscitados, pousadas (como a do Peixe Boi) ganharam vida, restaurantes abrem suas portas para o pecador de tucunarés. A esse movimento econômico somam-se mão de obra, emprego, no comércio (lojas, hotéis, comércio etc). Não fechem os olhos para o mercado econômico que gera a pesca esportiva numa região! Tudo, sustentado pela pesca esportiva do tucunaré azul. Não transformem o potencial da Represa de Três Marias, que ganha espaço em respeitosas revistas de pesca esportiva, recebendo denominação como a "Meca do Tucunaré Azul", em mais outra represa sem peixe como tantos lagos brasileiros. Acho que é o bastante para se preservar esta espécie.
  13. PREZADO SR. ÁRLEN. SOU GERENTE ADMINISTRATIVA DA ESTANCIA SERRA DA MESA E INICIALMENTE QUERO ALERTÁ-LO QUE O TÓPICO "FURTO NA ESTANCIA SERRA DA MESA" SE ENCONTRAVA SEM ACESSOS NESTE FORUM HÁ QUASE 5 ANOS, DESDE NOVEMBRODE 2007, E PORTANTO PRATICAMENTE ESQUECIDO. FOI INICIATIVA MINHA COLOCAR UMA MENSAGEM DE RESPOSTA, MESMO SABENDO QUE PROCEDENDO ASSIM ESTE ASSUNTO SERIA REATIVADO. QUEM NÃO DEVE, NÃO TEME, E É DO MEU TOTAL INTERESSE PRESTAR TODO E QUALQUER ESCLARECIMENTO SOBRE ESTE DESAGRADÁVEL EPISÓDIO. TRABALHO AQUI HÁ 5 ANOS E MEU INGRESSO SE DEU APÓS O FATO OCORRIDO, MAS, MESMO ASSIM ME VEJO NA OBRIGAÇÃO DE DEFENDER AS PESSOAS ENVOLVIDAS EM NOME DA ESTANCIA. ESTE FATO SE ENCONTRA NA ESFERA JUDICIAL, À ESPERA DE UMA DEFINIÇÃO. POSSO LHE GARANTIR QUE DESDE QUE TRABALHO AQUI, NUNCA HOUVE NENHUM EPISÓDIO DESTE TIPO, E MESMO ANTERIORMENTE, INFORMAÇÕES POR MIM COLHIDAS COM FUNCIONÁRIOS, PILOTEIROS E CLIENTES, INDICAM SER ESTE FATO INÉDITO E ÚNICO. NÃO QUE NÃO POSSA OCORRER, POIS É IMPOSSÍVEL EVITAR QUE OCORRA ALGUM DESLIZE ONDE TRABALHAM DEZENAS DE PESSOAS. MAS SÓ TEMOS CONHECIMENTO DE UMA ÚNICA QUEIXA, E DESTA REFERIDA PESSOA. O DANO CAUSADO À IMAGEM DA ESTANCIA É INFINITAMENTE MAIOR DO QUE A ALEGADA PERDA DE UMA SIMPLES CARRETILHA E UMA PEQUENA IMPORTANCIA EM DINHEIRO, E ISTO VAI SER OBJETO DE SENTENÇA JUDICIAL. SERIA MUITO MAIS FÁCIL E COMERCIALMENTE VANTAJOSO, INDENIZAR O AUTOR DA DENÚNCIA PELOS SUPOSTOS PREJUIZOS ALEGADOS. O QUE POSSO LHE ASSEGURAR É QUE O DEPOIMENTO DE MILHARES DE CLIENTES SATISFEITOS, CONTRA UMA ÚNICA QUEIXA, FALA MAIS ALTO QUE A MINHA DEFESA. SE O SR. PRETENDER VOLTAR A SE HOSPEDAR AQUI, POSSO LHE GARANTIR QUE ALÉM DO TRATAMENTO ATENCIOSO QUE É DISPENSADO A TODOS QUE NOS PROCURAM, DOU-LHE A GARANTIA DE RESSARCIMENTO DE QUALQUER PREJUÍZO QUE POR ACASO VENHA À TER AQUI. SERIA MUITO MAIS FÁCIL LHE DIZER QUE LAMENTAVA O OCORRIDO E QUE O SR. PENINHA NÃO TEM MAIS NADA À VER COM A ESTANCIA SERRA DA MESA. MAS NÃO É O CASO, HOJE ME ENCONTRO NA DIREÇÃO DESTE EMPREENDIMENTO E NÃO É DO NOSSO FEITIO EMPURRAR SUJEIRA PARA DEBAIXO DO TAPETE, MAS MUITO PELO CONTRÁRIO. QUEREMOS QUE APURAÇÃO DAS CIRCUNSTANCIAS QUE ENVOLVEM ESTE EPISÓDIO TENHA UMA SENTENÇA DEFINITIVA E SE POSSÍVEL COM A PUNIÇÃO DO(S) CULPADO(S). ESTAMOS AGUARDANDO DE BRAÇOS ABERTOS A SUA VISITA, ASSIM COMO DE QUALQUER OUTRO MEMBRO DESTE FORUM COM O MAIOR PRAZER. ATENCIOSAMENTE. JORDANA MERCES BONFIM - ESTANCIA SERRA DA MESA. JORDÂNIA,Quando manifestei neste tópico, não pretendi atacar a Estância Serra da Mesa. Também não pretendi polemizar essa questão, mesmo, porque, só tomei conhecimento agora! Queria apenas saber se já houve algum entendimento entre as partes... Não disse, ainda, que deveria a sua empresa indenizar o hóspede, já que não me cabe presumir fato que não conheço. Como a questão chegou ao conhecimento do Poder Judiciário, deixamos que ele a resolva compondo o litígio estabelecido entre as partes.
  14. Como pescador e consumidor de serviços, gostaria de saber ser a Pousada entrou em acordo com o Pescador Kleber. Que erros acontecem... infelizmente, ninguém é infalível. Mas que sejam corrigidos os erros.... isso, sim, me interessa saber. Já fui a esta pousada e, sinceramente, aguardo saber o desfecho dessa questão para eventual retorno!
  15. Pessoal, Desculpem pela intromissão. Mas se brigamos pela taxa ilegal de Barcelos, não podemos deixar de fazer a nossa parte no pagamento da licença de pesca amadora. Infelizmente, nós brasileiros, me incluindo em seu rol, não conseguimos nos organizar para ter voz ativa nas discussões políticas e administrativas sobre a pesca amadora. Temos uma legislação pouco protetiva dos recursos pesqueiros e que incentiva a pesca profissional. Não se concebe, nos dias atuais, haver franca permissão para "matadores" de peixes jogarem quantas redes queiram nos rios. Pelo menos as redes deveriam ser proibidas de serem utilizadas por nossa legislação, ainda mais em águas interiores. Embora haja no governo federal um ministério específico para gerir a pesca, apenas as vozes dos pescadores profissionais chegam aos ouvidos de nossos governantes... daí o caos de nossos recursos pesqueiros. Licenças desordenadas e sem critério a pescadores profissionais convivem com autorizações e permissões sem controle a hotéis e barcos-hotéis. Não há nenhuma exigência para aqueles que usam, vivem e exploram economicamente a indústria da pesca, repito, explorando um recurso que pertence a todos. O que não entendo é a diferença entre a proibição de caça à fauna silvestre e a permissão do abate de peixe. A falsa premissa é a mesma, vários indivíduos alimentavam-se e vendiam animais abatidos. Proibiu-se essa conduta e ninguém morreu de fome. Porque não cota zero também para peixes. Pensem nisso! ::fisherman Ajam por isso! ::fishing Denunciem! bang::
×
×
  • Criar Novo...