Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''dica''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Informações de caráter geral do FTB
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Iniciação ao Fórum e Informações Gerais
    • Novos Usuários. Começem por aqui, apresentem-se.
    • Mostre o seu maior peixe. Poste o seu recorde pessoal
    • Tutoriais - Entendendo o fórum.
    • Dúvidas, Sugestões e Críticas ao FTB???
  • Conversas e Descontração
    • Sala do Bate Papo
    • Aniversariantes do Dia
  • Equipamentos de Pesca
    • Varas, Carretilhas/Molinetes, Iscas e Linhas
    • Acessórios de Pesca e Camping
    • Eletrônicos
    • Náutica
    • Poste aqui as fotos do seu barco.
    • Builders. Personalização de Varas, Carretilhas, Iscas e etc.
  • Pesca Esportiva
    • Assuntos Gerais sobre a Pesca
    • Sala Vintage - Fotos e "causos" muito antigos.
    • Pegou as manhas? Quer Ensinar? Compartilhe sua experiência conosco.
    • Relatos de Pescarias
    • Convites de Pescaria
    • Aprovado ou Desaprovado?
    • Ambientalismo e Legislação de Pesca - Cantinho do JCKruel
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • BassBoat Brasil
    • Assuntos Gerais sobre BassBoats.
    • Desempenho, Acertos e Regulagens.
    • Poste aqui as fotos/vídeos do seu BassBoat.
    • Classificados BassBoats.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Classificados de "Tráias de Pesca".
    • Classificados de barcos, motores, carretas, ranchos de pesca, carros, e etc..
  • Grupos Organizados
    • Traga a sua turma de pesca pra cá. É fácil e rápido.

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Nome + Sobrenome (obrigatório)


Localização

Encontrado 11 registros

  1. Fabrício Biguá

    [Motores de popa] Saiba como usar, armazenar e muito mais...

    Tutorial de uso, armazenamento, funcionamento e manutenção de motores de popa de baixa cilindrada. Percebi q vários usuários do fórum tem dúvida de como usar, armazenar, funcionar e manutenir corretamente seus motores de popa de baixa cilindrada. (15hp a 60Hp - todos 2T) Tentarei criar um tutorial, com a ajuda de vários usuários do fórum, ainda na versão 1.0, para tentar ajudar na medida do possível, já q eu tb não sou especialista no assunto. Se tais passos forem levados em conta 95% dos problemas encontrados pelo utilizador do motor de popa poderão ser evitados/sanados. Uma providência q julgo de extrema importância é a compra de um horímetro. Esse aparelho é facilmente instalado ao motor e tem por finalidade o registro do tempo de uso, em horas, do seu motor de popa. Com isso vc pode programar toda a manutenção dele. Procure no Google por horímetro, Sendec, e veja se consegue adquirir um. Vale a dica. Outra q considero importante é a compra de um "orelhão" ou "telefone" q nada mais é q uma peça onde vc conecta a mangueira de água ao motor para refrigerá-lo, quando fóra da água. 1 - Mangueira ligada. 2 - Orelhão ou telefone. 3 - "Mijada" Vamos ao q interessa. Para facilitar a leitura de um tópico tão grande e complexo, dividi o assunto nos seguites ítens: Nas Dicas de utilização, armazenamento e funcionamento eu falo: - Para quem não está habituado a manipular motores de popa. - Para usuários que já manipual bem seus motores de popa. - Como calcular o arrasto ideal do seu motor. - Como saber a velocidade máxima alcançada pelo seu motor: (teóricamente - Como saber se a hélice do seu motor é a mais apropriada para o seu barco? Enquanto nas Dicas de manutenção eu falo sobre: - Como trocar o óleo da transmissão - Se o seu motor cair na água - Como descarbonizar seu motor - Como saber se seu motor está precisando ser retificado? Dicas de utilização, armazenamento e funcionamento Para quem não está habituado a manipular motores de popa: 1 - Leia atentamente o manual do usuário antes de utilizar o seu motor pela primeira vez. 2 - Esteja devidamente habilitado (arrais amador) antes de utilizar seu motor em águas "públicas". 3 - Jamais, nunca, nem pense em pilotar embriagado. 4 - Apesar de vc estar motorizado ande sempre com o remo, jogo de ferramentas e salva-vidas a bordo. 5 - Utilize sempre gasolina de boa procedêcia e faça a mistura correta de óleo 2T/Gasolina. A mistura ideal de óleo 2T e gasolina deve ser de 1 litro de óleo 2T para 40 litros de gasolina. Para motores novos essa mistura é diferente, mais "gorda/rica", normalmente 1 litro de óleo 2T para apenas 25 litros de gasolina. Consulte o manual específico do seu motor e cheque a mistura ideal para motores novos. 6 - Antes abastecer seu tanque jogue um pouco de combustível dentro, balance o tanque e jogue fora esse combustível com prováveis resíduos do tanque. 7 - Cheque se o motor está corretamente afixado na embarcação. 8 - Use sempre o salva motor, que nada mais é q uma corda amarrada ao mesmo e presa na embarcação. Se por acaso o motor se soltar da embarcação, e isso acontece pode apostar, vc não perderá seu motor. 9 - Use a chave de ligar presa ao braço. 10 - Evite navegar com o acelerador totalmente aberto. Navegue a 80%. Além da diferença de velocidade não ser grande, o consumo de combustível será muito maior. 11 - Navegue sempre com o motor de popa destravado. (cuidado quando for dar marcha-ré). 12 - Mantenha a bordo uma reserva mínima de combustível. Se o piloto vacilar e se esquecer de conferir o tanque e o combustível acabar, uma reserva de 2 litros conseguirá tirá-lo do sufoco. 13 - Proporcionalmente quanto maior a cilindrada de um motor de popa maior será o consumo, né?!?! Essa resposta está ERRADA. Mas pq??? Porque a distância percorrida por um motorzão é muito maior q a pelo motorzinho....então, se um motorzinho for andar aquela mesma distância, com certeza gastará mais combustível. Por uma questão de peso de motor, tipo de embarcação, necessidade de percorrer grandes percursos, tática comercial e afins, ERRONEAMENTE se acredita q motores pequenos são mais econômicos. 14 - ATENÇÃO - Quando o seu motor estiver no cavalete (suporte de motor) funcionando com o auxílio do "orelhão" vc não deve acelerá-lo acima dos 1.500 RPM. A pressão da água na mangueira tem q fazer o seu motor "mijar" durante o funcionamento. Caso contrário ele irá aquecer. 15 - CUIDADO - Não é aconselhável engatar o motor funcionando no cavalete, mas se o fizer certifique-se de que ele está bem preso, não existam pessoas próximas a hélice e não acelere muito. Caso contrário vc poderá ficar sem uma perna. Para usuários que já manipulam bem seus motores de popa 1 - Se o seu motor estiver parado a vários meses/anos, antes de funcioná-lo vc deverá desmontar todo o carburador e checar o estado das juntas, giclês e etc. Se vc aplicou óleo de máquina, (ensinaremos como fazer isso mais abaixo) tem tudo para o sistema estar em boas condições de uso. Ainda assim é interessante dar uma limpada em tudo com querosene ou gasolina. Retire a(s) vela(s), aplique um pouquinho de óleo (pode ser de máquina tb) na cabeça do pistão(ões) e puxe (algumas vezes) levemente a "cordinha" da partida. Se for guardar o motor muito tempo vc tb poderá fazer a mesma coisa. Tal procedimento tem por finalidade manter a integridade dos anéis, camisa(s) e pistão(ões). Como nosso combustível geralmente é de péssima qualidade, os resíduos de uma má queima podem gerar oxidação de tais peças, e vc, ao tentar ligar o motor sem seguir essa dica poderá riscar a camisa e comprometer a vida útil do motor. 2 - A hélice do motor deve estar sempre em ótimas condições. Amassados, quebrados, trincas e tals farão a transmissão vibrar, perdendo performance e comprometendo a durabilidade e vida útil. 3 - As dimensões da hélice devem ser proporcionais ao tipo de embarcação e sua utilização. Para entender a hidrodinâmica da hélice acesse o link abaixo. http://www.nautibras.com.br/suporte/texto-007.htm Antes de ligar o motor: 4 - Conecte a mangueira apenas no tanque já abastecido. Enfie com cuidado uma chave de fenda na esfera do encaixe da mangueira (na outra estremidade) e bombe a "perinha" para q o combustível novo passe limpando toda a mangueira. 5 - Conecte a mangueira no motor...bombe novamente a "perinha" até q ela fique cheia de combustível (dura). Puxe o afogador, acelere um pouquinho e tente a partida. Antes de guardar o motor: 6 - Jamais guarde o seu motor com resíduos de água suja (barrenta ou salgada) no sistema de refrigeração dele. Dê um jeito de funcioná-lo em água limpa antes de guardá-lo. (orelhão, balde, piscina, etc.) 7 - Deixe-o funcionando até apagar desconectado da mangueira de combustível. 8 - Abra o capacete, retire o copinho/cuba do carburador e puxe a "cordinha" da partida para q todo o resíduo de combustível da tubulação seja "cuspido" fóra. 9 - Solte a mangueira de combustível q entra no carburador e aplique um pouquinho de óleo fino (tipo Singer de máquina) na tubulação. Esse óleo tem por finalidade lubrificar as juntas do carburador e evitar ressecamentos. Quando vc for ligar o motor novamente pela primeira vez ele funcionará muito mais facilmente. Como calcular o arrasto ideal do seu motor: 1 - De acordo com o representante e importador dos motores Suzuki no Brasil, qualquer motor carburado, independente do numero de Hps, funcionando em stand by (funcionando parado), gasta 0,275 ml por HP/Hora: 15 Hp x 0.275 ml = 4,13 L/Hora 25 Hp x 0,275 ml = 6,88 L/Hora 40 Hp x 0,275 = 11 L/Hora 2 - Para se chegar ao Arrasto ideal da embarcação, usa-se a regra de 22 a 28 Kg por Hp do motor: 28 Kg x 15 Hp = 420 Kg 28 Kg x 25 Hp = 700 Kg 28 Kg x 40 Hp = 1120 Kg Então vamos tentar exemplificar essa conta: (aproximadamente) Barco de Alumínio 5m = 100Kg Motor de Popa 15Hp = 30Kg Caixa de Gelo = 20Kg Motor Elétrico = 4Kg Bateria 60Amp = 25Kg Caixas de Isca (3) = 30Kg (já incluído máquina fotográfica, e toda a tralha) Tanque de Combustível = 25Kg Pescadores (3) = 240Kg (80Kg cada um) Total aproximado = 474Kg ....ou seja...vc estará navegando com 54Kg a mais de peso q o ideal...Sua embarcação está sobre carregada, gerando um gasto de combustível maior, e navegando numa velocidade um pouco abaixo da "recomendável". Tenha paciência. Como saber a velocidade máxima alcançada pelo seu motor: (teóricamente) 1 - Vamos usar uma fórmula básica. 2 - Normalmente os motores de 15hp, 25hp e 40hp tem a relação da engrenagem da rabeta de 2.00:1, ou seja, a cada 2 voltas completas do eixo principal da transmissão a hélice dá 1 volta completa em torno do seu eixo. (os Mercury/Mariner são assim. Já o Sea Pro tem relação de 1.92:1. Cheque a relação do seu motor no manual do usuário) 3 - Usarei o Mercury Sea Pró de 25 Hp para exemplificar: 5600 x 0,521 x 13 x 0.0009469 = 35.91 milhas por hora x 1,85200 = 66,5 Km/h. Essa é a velocidade máxima do motor navegando sozinho, sem piloto, barco ou outra coisa pra arrastar..kkkkk... Como saber se a hélice do seu motor é a mais apropriada para o seu barco? Aqui está um dos maiores segredos em como tirar o máximo desempenho do seu motor/barco e garantir uma longa vida útil do seu motor. Tentarei usar uma linguagem o mais simples possível. Para fazer esse teste vc precisará de um tacômetro instalado ao motor para saber o giro alcançado. 1 - Coloque o motor na sua embarcação + tanque cheio + 2 pescadores (+ ou - 150Kg). 2 - Já de motor quente acelere ao máximo e veja qual a rotação máxima atingida. No caso de muito giro. No caso de pouco giro. 3 - Normalmente o diâmetro e o passo da hélice vem escrito na lateral dela. O Sea Pro da Mercury, por exemplo, está vindo de fábrica com a hélice 9.9 x 13. 9.9 = diâmetro 13 = passo 4- Faça as contas e veja qual a ideal para o seu motor. Dicas de manutenção Obs: O ideal é fazer a manutenção do seu motor a cada 50 horas de uso. (1ª revisão com 20h de uso) Se precisar abrir o capacete do motor e mexer na parter mecânica dele durante a pescaria o faça perto da margem. É super comum ao se mexer (retirar parafusos, velas, cabos, e etc) deixar cair alguma coisa dentro d'água, então, o faça na margem, é beeeemmmm mais fácil recuperar algo q cair, além de estar melhor apoiado, mais pessoas poderão te auxiliar. Como trocar o óleo da transmissão 1 - É ideal trocar o óleo da transmissão a cada 100 horas de uso (eu recomendo metade disso) ou a cada 6 meses de uso. 2 - Esteja com todas as ferramentas e o óleo específico de transmissão a mão. (vasilha para coletar o óleo, chave de fenda grande, seringa e estopas) 3 - Normalmente se indica óleo 90 para a transmissão, mas procure pelos óleos API-GL4 ou GL5. Vários óleos 90 são tipo GL3 ou GL2....ou seja, menos "tecnológicos". Compre o importado. 4 - Retire o parafuso do óleo da transmissão (o de baixo)....deixe todo o óleo escoar. Não jogue o óleo na água. O meio ambiente agradeçe. 5 - Depois retire o parafuso do óleo da transmissão da parte superior. 6 - Os parafusos geralmente são imantados, limpe-os antes de colocá-los novamente no lugar. 7 - O ideal é q vc tenha uma motolínea ou bomba de óleo q consiga "empurrar" o novo óleo de baixo para cima, assim evita-se a formação de bolhas dentro da transmissão, mas empurre o óleo de baixo para cima até q ele escoe pelo orifício superior. Feche os parafusos e pronto. 8 - Caso vc não tenha essa bomba, não tem problema. Feche o parafuso inferior e com uma seringa (sem agulha) coloque lentamente o óleo pelo orifício superior até q ele escoe. Feche e pronto. Se o seu motor cair na água 1 - Retire as velas e vire-o de cabeça pra baixo para escoar a água q por ventura estejam na câmara de combustão. 2 - Jogue um pouco de gasolina (pode ser temperada) dentro do(s) cilindro(s), e ainda sem as velas, puxe a partida levemente e lentamente para q seja limpa e lubrificada a(s) câmara(s) de combustão. Repita o procedimento umas 3 vezes. 3 - Leve seu motor o mais rápido possível para um mecânico especializado. 4 - Caso vc esteja em plena pescaria e não tem outro motor, outra saída, e precisa desse, limpe as velas com combustível e deixe-as secar. 5 - Assopre e seque as cabeças dos cabos de velas. 6 - Retire a cuba do carburador, escoe a água/combustível de dentro e com a mangueira do tanque conectado ao motor, bombe a "perinha" e acelere o motor até "cuspir" gasolina nova. Tal procedimento tem por finalidade retirar a água do sistema. 7 - Seque todas as conexões elétricas do motor. 8 - Instale as velas no lugar. 9 - Feche tudo e tente a partida. Caso não dê certo repita todo o procedimento. 10 - Normalmente não entra água no óleo da transmissão, mas vale a pena checar. Se tiver como vc comprar óleo de transmissão nas proximidades ótimo, troca logo, caso contrário seu motor estará em risco. Retire o parafuso de escoamento do óleo da transmissão e veja se o óleo está esbranquiçado (sinal de água misturada com óleo). Como descarbonizar o motor Obs: Vc irá na verdade descarbonizar a câmara de combustão. (pistão, anéis e cilindro) Geralmente a cabeça do pistão é porosa e como nossa gasolina é "ótima", a má queima gera resíduos (carvão)...e esses resíduos se aderem na cabeça do pistão. Durante o funcionamento do motor esse carvão fica encharcado de combustível e como a temperatura da câmara é altíssima ele fica incandecente, gerando ainda mais calor a queima e consequentemente uma pré-ignição da mistura ar/combustível. Motor trabalhando mais quente menor será a vida útil. Lembrando q qualquer volume sólido dentro da câmara, no caso o carvão, aumentará a compressão do motor, aquecendo-o e diminuindo tb a vida útil. 1 - Esteja com todas as ferramentas a mão. (descarbonizante de boa qualidade - Wurtz e etc -, chave de vela e pano limpo. Lembrando q descarbonizante pode agredir plásticos, borrachas, amianto, a pintura do motor e outros componentes mais macios) 2 - Funcione o motor até q ele fique quente. 3 - Retire as velas e aplique o desengripante na cabeça dos pistões. 4 - Deixe o desengripante agir por 12h. 5 - Jogue gasolina dentro da câmara. Simule a partida levemente e lentamente (SEM AS VELAS). Alterne o ponto morto superior e inferior do outro pistão e jogue combustível novamente dentro da câmara. (lembrando q quando um pistão está no topo da câmara o outro está embaixo, alterne-os para fazer a limpeza). 6 - Quando vc simular a partida o pistão irá jogar todo o combustível sujo pra cima, uma melequeira só de carvão e gasolina, esteja com muito pano/estopa a mão para não deixar escorrer pelo exterior de todo o motor de popa. 7 - Repita essa lavagem até q saia apenas gasolina limpa da câmara. 8 - Deixe secar por por alguns minutos. 9 - Enquanto a câmara seca aproveite para limpar as velas e deixe-as secar. 10 - Instale novamente as velas e tente a partida. Como saber se seu motor precisa ser retificado? 1 - A ferramenta para se checar a compressão do motor é chamada de relógio comparador de pressão de cilindros, ou medidor de compressão. 2 - Leve o seu motor até uma oficina mecânica ou adquira um medidor desses nas lojas de ferramentas. 3 - Retire uma vela do motor e rosqueie o medidor ao cilindro. (as outras velas continuam no lugar) 4 - Simule a partida como se fosse ligar o motor (rapidamente e com força). Claro q a chave de ignição deve estar fora do motor. 5 - Cheque no relógio o máximo de pressão conseguida. Se for inferior a 85PSI seu motor está precisando de trocar os pistões. E se estiver acima de 140PSI ele está com o cabeçote rebaixado, ou com muito carvão sobre o pistão indicando carbonização excessiva. 6 - Repita tal procedimento em todos os outros cilindros e se a diferença entre eles for maior q 10% vc tb deverá retificar o motor. Bem...espero q tais dicas tenham sido úteis. Deu trabalho, aff. Grande abraço. Fabrício Biguá
  2. Item quase nunca comentado. Geralmente os pescadores guardam segredo sobre temas tão importantes como esse. Observação geral / panorâmica do local após se fisgar um bom peixe. A análise do que se passa ao redor do peixe já fisgado é tão, ou mais importante, que o sucesso do seu embarque. A Amazônia é o lugar onde você encontrará os maiores tucunarés que existem. O Rio Amazonas, e seus afluentes, têm tanta água, mas tanta água, que impressiona a grande maioria dos pescadores que passam por lá, e isso torna a pescaria ainda mais difícil, afinal, onde estarão os peixões? Uma grande falha que observo na maioria das pessoas que pescam comigo, e até em mim mesmo, é que elas, ao pegarem um bom peixe, fecham o seu cone de visão e não observam o que está acontecendo em sua volta. O difícil foi acertar a cabeça do peixe em meio a tanta água ! Se já acertou, porque não aproveitar ao máximo esse momento e esse lugar ?! O tucunaré é um peixe que anda em casal, ou em cardume, e se o pescador, e / ou seu parceiro, souberem aproveitar o momento, poderão "fazer a festa", e decidir o rumo da pescaria nesse instante. Ao se fisgar um bom exemplar o pescador deverá observar alguns ítens, dentre eles: Será esse, o único peixe do lago ? O peixe que eu fisguei é realmente um bom exemplar ? Será o macho ou a fêmea ? O seu parceiro(a) ( do peixe ), estará logo abaixo, observando tudo ? Vale a pena "perder" tempo com esse peixe, logo agora que eu acertei a "casa" dos bocudos ? Medir o peixe, pesar o peixe, fotografar o peixe, recuperar o peixe, e soltar o peixe, podem fazer com que você deixe de aproveitar, talvez, o melhor local e horário do seu dia de pescaria.... ( mas há controvérsias! ) Como dica : Pegou um peixe que não é tão grande ? Procure soltá-lo o mais rápido possível. Caso veja o parceiro maior ( do peixe ) acompanhando-o, passe a sua vara para o seu parceiro ( ou peça-lhe para arremessar a isca dele em cima da sua isca ), ou até mesmo pegue a sua vara reserva e jogue em cima do "furdunço". Depois de passado o momento "crítico", arremesse dezenas de vezes nas regiões próximas ao local que o peixão bateu na sua isca. Geralmente outros bons peixes estão por ali. Vale a pena insistir ! Agora, quem não ouviu aquele ditado: "É melhor um peixe na linha que dois outros rindo da sua cara ? " Caberá somente a você, escolher qual será sua postura e decisão. Abs. Fabrício Biguá
  3. Olá nobres pescadores! Liste 10 iscas artificiais (Modelo, tamanho e cor) vocês levarião numa pescaria com as seguintes condições: Peixes alvo: Tucunarés azuis pequenos e médios até 4kg, trairás de todo tamanho, tilápias de todo tamanho e raramente dourados. Sendo foco principal o Tucunaré. Possíveis alimentos dessa região para esses predadores: Lambaris, Piaus branco e três pintas, mandis, camarão de água doce, caramujo. Comportamento: Local frequentado por pescadores profissionais de rede e embarcações de turismo, portanto o peixe é mais arisco. Água: bastante muita clara e com tons levemente verdes; Estrutura: Vegetação espinhos nas margens com rasura e terra vermelha e muita pedra nas partes mais fundas, ambos com poucos troncos de arvore, vários pontos de pesca com essas duas condições. OBS: Se tiver mais informações úteis para passar que ajude nessa seleção só me perguntar ok... Vamos lá compartilhar aprendizado!! hehe...
  4. A primeira questão a ser observada por quem quer realmente pegar um determinado tipo de peixe é a escolha do lugar. Com os maiores tucunarés não poderia ser diferente. Atualmente os maiores exemplares de tucunarés são encontrados na Amazônia. Muitos defenderão que os grandes bocudos estarão no Rio Solimões/Japurá, e seus afluentes, outros, que os gigantes estarão no Rio Negro, e seus afluentes. Outros, que os "cavalões" estarão no Rio Amazonas, enquanto alguns afirmarão confiantes que eles estão no Rio Madeira e seus afluentes. A verdade é que toda a bacia amazônica está repleta de grandes bocudos. Uma rápida navegação na internet e você encontrará fotos de belos exemplares em cada um dos locais que citei acima. Mas para responder essa questão irei utilizar como exemplo os maiores operadores de toda a região. O Rio Negro Lodge, localizado acima de Barcelos, que possui 3 hidroaviões, 60 "bassboats" ( barcos de alta velocidade ), além do Amazon Queen II, e o AracáCamp. ( http://www.amazontours.com/ ). Já OFF LINE. Depois vem o River Plate Outfitters... ( http://www.riverplateoutfitters.com/ ) ...com seus vários acampamentos flutuantes, hidroaviões, o Amazon Angel, além de possuir os maiores agenciadores de pacotes de tucunaré no mundo, os Srs. Don Cutter, e Luis Brown... Em qualquer lugar do mundo que você procure o grande tucunaré, esses dois sujeitos estarão por perto. Apesar dos maiores agenciadores do mundo estarem presentes com seus barcos e acampamentos por quase toda a Amazônia, a maioria esmagadora dos seus investimentos está localizada no Rio Negro e seus afluentes. Diria que 85% de todo investimento deles está na "bacia" do Rio Negro, com hidroaviões sobrevoando toda a região na intenção de verificar o nível das águas nas cabeçeiras. Também devemos levar em consideração que o recorde mundial, um tucunaré Paca-Acú com 27lb, ou 12,245g, pego pelo norte americano Doc Lawson em 04 de dezembro de 1994, foi pego no Rio Arirarrá ( Ararirá )... afluente da margem direita do Rio Negro, Depois dessas observações sobre o assunto acredito que qualquer pescador esportivo interessado em buscar qualidade/tamanho de tucunaré, deverá se programar para pescar na região conhecida como médio Rio Negro, que vai da cidade de Santa Izabel do Rio Negro, passa por Barcelos, e desce até Mariuá, pequena currutela localizada acima de Manaus. Aqui uma foto com o Rio Negro em destaque ( linha amarela ). Clique na imagem para ampliá-la. E aqui um mapa super detalhado de toda bacia hidrográfica da Amazônia. Vale a pena baixar o mapa. ( é necessário ter o Acrobat Reader ) - http://www.brasil-turismo.com/mapas/pdf/amazonas.pdf Nosso amigo Johhny Hoffmann no ano de 2015 fez algumas fantásticas pescarias de tucunarés na Colômbia. Como a operação era totalmente nova e feita em forma de prospecção, não temos ainda muitos dados sobre ela. Mas saíram enormes peixes por lá também. Também já estive com o Sr. Álvaro Tucano, representante junto a FUNAI de todas as comunidades indígenas do Alto Rio Negro, e chefe indígena de uma tribo chamada Balaio, que me repassou algumas informações valiosas de como se localizar os grandes bocudos, e que mais uma vez aponta para Barcelos como a melhor de todas as regiões. Claro que o crescimento demográfico e a pesca predatória fizeram com que a quantidade dos peixões diminuisse drasticamente, mas segundo ele, as águas de Barcelos são as mais propícias de toda a bacia do Rio Negro para a captura de recordes. Acima de Santa Izabel do Rio Negro a pesca é proibida, por tanto, esqueça essa alternativa ( Terras Indígenas ). Em frente a cidade de Santa Izabel do Rio Negro estão as entradas de quatro grandes afluentes : os rios Téa, Uneiuxi, Aiuanã, e o rio (J)Urubaixi. Infelizmente, as comunidades que vivem na foz desses rios criam enormes dificuldades a quem tenta subí-los. Para falar a verdade, barcos hotéis não tem conseguido muito êxito por lá. pois somente após o pagamento de "muita propina" é que se consegue o acesso ( mas isso é assunto pra outro tópico ). A maioria esmagadora dos operadores de pesca está localizada na cidade de Manaus, poucos em Barcelos, e nenhum em Santa Izabel do Rio Negro. Barcelos, apesar de ter sido a primeira capital do Estado do Amazonas, e boa parte dos seus rios estarem "bem pescados", ainda é o ponto central de partida dos melhores pacotes. Os valores variam muito. Depende da qualidade da estrutura, quantidade de dias, e ponto de partida. Boa parte dos pacotes, que tem como ponto de partida a cidade de Barcelos, são estruturados com sete dias integrais dedicados a pesca, com barcos hotéis equipados com suítes, botes de alumínio de 5.5m, motor de 25hp, elétrico, refeições completas, bebidas frias diversas, translados do aerporto/barco/aeroporto, e etc... Você encontrará esses pacotes com valores que vão desde os R$ 2.500,00 até Us$ 4,950.00 ( isso mesmo, R$ 10.000,00 ). Também deve ser levado em conta o transporte até Barcelos ( ou Santa Izabel do Rio Negro ), pois apenas a empresa aérea Trip ( regional ), e algumas empresas de fretamento, fazem vôos para essas cidades. Regularmente apenas a Trip... Cada "perna da viagem" sai por volta dos R$ 500,00, e através de aluguel/fretamento, esse valor pode ser ainda maior, caso os grupos que chegam e saem, não estejam "amarrados" ( conectados, aproveitando os respectivos retornos ). Para Santa Izabel do Rio Negro, o valor é ainda maior ! Mais do que evidente que esse é um aspecto a ser considerado e cuidado previamente, pois as ofertas de lugares são sempre muito disputadas... A opção de seguir de barco de Manaus para Barcelos é praticamente inviável, já que as datas de partida dos "recreios" ( grandes "ônibus" flutuantes ) não são diárias, além de desconfortáveis, e duram 36h para Barcelos, e 50h para Santa Izabel do Rio Negro. Como "dica" tenho a dizer o seguinte: Quer pegar um grande tucunaré (10Kg pra cima) ? Vá para o médio Rio Negro. A escolha dos rios, épocas apropriadas e dos próprios operadores, só devem ser feitas por quem já conhece a região, pois isso evitará que os "novatos" gastem pequenas fortunas e não obtenham o sucesso esperado. Espero ter respondido boa parte das dúvidas dos pescadores que buscam o melhor lugar para se fisgar os maiores tucunarés que existem. Mas essas são apenas uma pequena parte das muitas coisas que precisam ser levadas em consideração... Um abraço. Fabrício Biguá
  5. Ae galera, tava dando uma pesquisada e não achei nada muito definitivo. Eu gostaria de saber qual a opinião de vocês referente as linhas monofilamento, qual a melhor linha que vocês consideram no mercado atual ? Usarei pra pesca de tamba, iria precisar de uns 200m de linha 0,40, pois usarei em uma BG FW, estou pensando em colocar a platinum XT da ottoni ou a raiglon tournament por serem mais fáceis de achar aqui na minha região e pelo custo x benefício.
  6. Alexandre Xucrão

    Trilho de borda de barco de aluminio

    Opa pescadores, esse é meu primeiro post, venho aqui apresentar uma ideia aos fabricantes de barcos do Brasil. P ode até ter algum que já tenha esse sistema, mais eu realmente não conheço nenhum ! Esse barco americano "como existe também em caiaques" tem a borda do barco feita com uma estrutura de alumínio bem funcional e assim possibilitando a facil instalação de acessórios diversos ( suporte de vara, suporte de sonar etc..) e também a parte elétrica e acessórios eletricos! Detalhe do trilho Vídeo do barco! https://www.youtube.com/watch?v=3YQf7E00hfM Outros modelos da marca! http://wareagleboats.com/boats/11/860ldsv http://wareagleboats.com/boats/22/542fs
  7. Segue uma dica que fiz mostrando como arrumo meus camarões com rabo torto, aqueles que entortam ao entrar em contato com outras marcas de camarão e reagir. Tomara que ajude: https://www.youtube.com/watch?v=PJD0mowDW0k
  8. Segue um vídeozinho que fiz explicando a forma de melhorar a soltura de linha das carretilhas que possuem freio magnético. Sei que essa dica já foi dada outra vez, mas vejam o vídeo e entenderão que a forma que faço é mais rápida e fácil!!! Espero que seja útil: https://www.youtube.com/watch?v=VVCQkhv45uw O vídeo não está aparecendo aqui não sei porque, mas aí o link!
  9. Olá! É horrível ficar quebrado no meio do rio, represa ou mar. Porém, para algumas situações, você mesmo resolve. Veja esta dica que gravei solucionando um problema comum que acontece muito. É só clicar no link: Todo dia postamos no Youtube DICAS resolvendo várias dúvidas do meio náutico. Assine meu canal no youtube: Reginaldo Herrera (https://www.youtube.com/channel/UC0C4-Cxkj_90UWbbpaJ_KOw) Forte Abraço, Reginaldo Herrera Diretor - Ti Nautica (17) 3631 1460 www.tiyamaha.com.br
  10. Olá! Essa dúvida quase todo mundo tem. Quando devo trocar as velas do meu motor? Quais sinais de desgastes? Sabia que as velas nos mostra como esta o funcionamento do motor? Esse vídeo tira essas e muito mais dúvidas, vale a pena vê-lo. Quer ver mais dicas importantes sobre navegação e manutenção de motores de popa, assine meu canal no youtube: Reginaldo Herrera segue link: https://www.youtube.com/channel/UC0C4-Cxkj_90UWbbpaJ_KOw Mais uma vez obrigado, Reginaldo Herrera - Diretor Ti Náutica
  11. Reginaldo Ti Náutica

    [Ti Náutica] Como Evitar Acidentes No Transporte de Sua Embarcação

    Olá! A ansiedade na hora de sairmos para navegar pode causar um sério acidente, que, se não tivermos um pouco de precaução e os equipamentos adequados o risco é muito grande. Veja neste vídeo que gravei, que talvez você ja tenha passado por essa situação ou conhece alguém que tenha. Segue link de: Como Evitar Acidentes No Transporte de Sua Embarcação Quero agradecê-lo por ter clicado em meu link. Se você quiser saber mais sobre assuntos relacionados a embarcações e Motores de Popa, assine meu canal no youtube: Reginaldo Herrera (https://www.youtube.com/channel/UC0C4-Cxkj_90UWbbpaJ_KOw) Forte Abraço, Reginaldo Herrera Diretor - Ti Nautica (17) 3631 1460 www.tiyamaha.com.br
×