Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Dudu Chagas

flutuantes, qual deles??????

Posts Recomendados

Sei que é uma pergunta que não deve ter uma resposta certa e errada, mas pros mais experientes deve ter uma mais provável (assim espero) rsrsrrs

Existem 2 flutuantes operando em barcelos, os do tayaçu, um opera no alto caurés e o outro opera no alto alegria, qual dos dois, na opinião de vcs, seria melhor???

óbvio que é tudo hipoteticamente falando...rio na caixa, condições perfeitas, qq rio de lá vc faz a festa rsrsrs

valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo, os flutuantes do Marlon ficam no rio que estiver com melhores condiçoes de pescaria, na pratica tem ficado no Cuiuni, ou no Caures ou no Araca. Então na pratica não existe uma base fixa para cada um. Mas como a movimentação deles é muito lenta, acabam mudando pouco, em novembro eles estavam indo ao alto Araca. Então o local que o hidroavião vai levar vai ser definido somente proximo a pescaria. No incio da temporada normalmente opera no Caures e Cuiuni, pois estes estaõ na margem direita e secam antes.

Os tres rios são TOP demais, a melhor situação(obvio para aqueles que estão no flutuante) seria estar seco na cabeceira para que esteja inascessivel a outros barcos hoteis, e estavel do ponto de vista de nivel de agua. Então na pratica é dificil adivinhar. Em uma situação certa, qualquer um dos rios proporcionam pescarias espetaculares ::tudo:: . Já vi pescarias no flutuante nos 3 rios que foram do sucesso surtei:: a pescaria regulares chorei:: . Se fosse para escolher optaria pelo Caures pois se ele estiver seco, o lugar que o flutuante fica é quase inatingivel pela distancia que fica do porto de Barcelos, do porto pois existe uma estrada (entenda estrada como picada na mata) de Barcelos que chega quase na metade do rio Caures.

Abs

Dini

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa movimentação q o Dini se refere não acontece muito...eles tem 3 flutuantes..um no cuiuni, outro caures e outro no araca (esse me parece que vai para o unini) segundo informaçãoes q o Marlon me passou...o flutuante seria a melhor coisa do mundo se estiver no lugar certo. oq esta acontecendo é que eles não estão subindo tanto e estão sendo outrapassados pelos barcos hoteis (isso inicio de temporada), aconteceu comigo e com o grupo do francisco uma semana antes, eles passaram o flutuante no rio caures e na semana seguinte passamos o flutuante no rio aracá.

Com rio seco acho dificil de acontecer ...mas agora vem a pergunta, pq o flutuante não esta la na casa do chapeu, na cabeceira mesmo, pq....la em cima não tem lugar para o hidroavião pousar, isso se resolve facilmente comprando lachas rapidas para o deslocamento do ponto de pouso a cabeceira, e parece que isso esta sendo estudado, segundo o Guerreiro me passou...e acontece outra chatice....nos pescamos no thayaçu, e para eles passarem o flutuante foi um pau danado, tivemos que dar uma baita pressão no comandante, e pela cara q o Marlon fez não o agradou....mas voltando a pergunta, se o rio estiver seco, estou com o dini vai para o Caures...

att

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não entendi essa parte Odirlei:

"nos pescamos no thayaçu, e para eles passarem o flutuante foi um pau danado, tivemos que dar uma baita pressão no comandante, e pela cara q o Marlon fez não o agradou".

Como é isso? O barco não passava por causa de espaço no rio ou por que o outro se acha o dono do pedaço?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alexandre, oq acontece é o seguinte, o tayaçu e o flutuante são do mesmo dono, e imagino que isto ocorreu pela promessa do flutuante pescar em locais que os barcos não chegam, e quando são "ultrapassados" por um barco, essa "promessa" vai por água abaixo entendeu?! por isso o desconforto, eu imagino...(corrijam-me se eu estiver errado por favor!!!!)

obs: dei uma desanimada com os flutuantes :/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Infelismente o flutuante tem esse problema de nao estar no lugar aonde deveria estar , quando eu fui dia 12 de Outubro no rio alegria tive uma enorme surpresa , duas semanas antes da viagem fui avisado que o flutuante estaria no repartimento , entao como todos do grupo queriam pescar o mais alto possivel independente de nivel de agua liguei para o guerreiro e informei que nos queriamos que o flutuante ficasse mais para cima para atingir os ultimos lagos do alegria , entao ele informou tanto para mim quanto para o gusman que estava no nosso grupo tambem que o flutuante ja estava subindo a 4 dias , uma semana antes tornei a ligar para o guerreiro e ele me confirmou que o flutuante ja estava mais alto que o repartimento mais uma vez tanto para mim quanto para o gusman , no dia da viagem no aeroporto ligamos para o gerreiro e ele confirmou a localizaçao do flutuante mais uma vez para a alegria do grupo que estava doido para chegar la em cima no alegria , porem o piloto do hidroaviao nao encontrava o flutuante na localizaçao que foi passada para ele, sobrevoando o local e nada de flutuante ate que foi passada uma nova localizaçao para o piloto bem a baixo do repartimento na pista de pouso do cuiuni para ser exato , assim que entramos no flutuante nos foi dito que ele estava la faz tempo e que ele ja tinha descido a bastante tempo do repartimento , entao todo mundo ficou puto. porque a localizaçao que nos foi passada era totalmente diferente da real , sendo que aonde o flutuante estava segundo os piloteiros era possivel ter vindo de barcelos de voadeira sendo desnecessario o uso do hidroaviao que nao é barato valor +- 2.000 e ainda nos foi cobrado um adicional de 100 por pessoa porque guerreiro nos informou que o hidroaviao teve reajuste de preço , soluçao foi pedir que o flutuante fosse para cima como combinado pelo menos nos 3 ultimos dias estariamos dentro do alegria pescando aonde deveriamos estar pedido que foi atendido pelo marlon .

Nao achei que valeu a pena ir de flutuante porque eles nao foram corretos comigo , porque paguei mais caro no flutuante para pescar na cabeçeira sem navegar muito e acabei passando todos os dias navegado ,3 dias pescamos com um barco hotel conosco nos acompanhando com um grupo de americanos , e acabei pescando aonde barco hotel tem acesso nada do esperado pela operaçao de um flutuante correto ?. sendo que nada disso tinha necessidade porque era so ter falado que o flutuante nao estava la em cima que eu como a maioria do grupo tambem tinha deixado a viagem para 2013.

Obs : Tenho noçao da dificuldade de logistica que eles tem com esses flutuantes , mais acho que a partir do momento que estes flutuantes sao deslocados para o mesmo lugar que um barco hotel pode chegar ,isso deve ser avisado para os clientes porque muda todo o diferencial da operaçao sendo assim deveriam reajustar os preços tambem coisa que nao foi feita.

Fora isso tudo ai em cima , o resto foi impecavel atendimento , comida estalaçoes , barcos motores piloteiros muito profissionais tudo ok

Recomendo o operador , porem deixo um alerta para nao acontecer isso com mais ninguem porque é uma situaçao desagradavel .

Fiz este comentario com um unico objetivo alertar Todos os que vão viajar de flutuante cobrar transparencia dos seus operadores para ninguem quando chegar la no meio da amazonia ter uma surpresa essa que para nosso grupo foi extremamente desagradavel e para que eles tomem mais cuidado com os proximos grupos. caveira::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Turma....não estou aqui defendendo o Marlon, ok?!?! Se ele combinou de estar lá na cabeçeira e não foi, apesar de lá pra cima estar top, top, top, a culpa é dele e pronto.... mau::

....mas o q muitos não entendem, é q nem sempre lá pra cima está bom de pesca. Já vi isso ocorrer dezena de vezes e o grupo querer ir pra lá de qualquer jeito.

Em nossa última pescaria ocorreu algo semelhante.

O Vini estava em um barco alugado lá na cabeçeira do Jurubaixi.....e nós, no Angatu, subindo atrás (2 ou 3 dias)...A turma q estava a bordo queria de qualquer forma q navegássemos a noite a todo vapor...Subimos bem, até q no terceiro dia de pescaria, vimos o barco do Vini descendo com tudo. Mesmo lá pra cima estando em boas condições de pesca, os peixes não saíam....e outra, eles fizeram a pescaria deles do meio pra baixo do rio.

Acredito q, se o rio estiver secando demais, a ponto de comprometer alimentação/reprodução/conforto, os peixes da cabeçeira começam a descer...então, é bom saber exatamente pq o barco ou flutuante não estão muitttoooo acima na cabeçeira.

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alexandre, oq acontece é o seguinte, o tayaçu e o flutuante são do mesmo dono, e imagino que isto ocorreu pela promessa do flutuante pescar em locais que os barcos não chegam, e quando são "ultrapassados" por um barco, essa "promessa" vai por água abaixo entendeu?! por isso o desconforto, eu imagino...(corrijam-me se eu estiver errado por favor!!!!)

obs: dei uma desanimada com os flutuantes :/

::tudo:: ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom tópico.

Já analisei muito, estive com o Borin na empreitada deste ano, e a conclusão que cheguei e que o custo x beneficio do flutuante não vale a pena em função do risco que o Fabrício citou.

Se estiver lá em cima e estiver ruim, lascou, não há como se movimentar. Já com o barco hotel há como minimizar o risco caso algo de errado.

Abxx!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Assim como se acertar a mão, faz a pescaria da vida né ...

acho que As GRANDEs QUESTÕES dessa estrutura são o custo benefício e a mobilidade ...

ainda não consegui chegar a uma conclusão sobre isso rsrsrsr

abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom eu estive com o Crispin o problema foi a mentira durante as semanas que antecederam, subir no hidroavião e ver que marcaram cuiuni13 não é nada agradavel, realmente foi uma pisada de bola enorme da operadora.

quanto a operação do flutuante se ele estiver realmente nas cabeceiras eu aconselho de olho fechado, o que não é aceitável é falta de logística de mandar um barco da mesma operadora ultrapassar o flutuante, pois o flutuante custa exatos 1400,00 a mais do que o barco e a intenção do flutuante é exatamente pescar em lugares com menos incidencia de pesca, sou totalmente a favor da proibiçao por conta das operadoras nesse caso.

quanto ao nosso caso não foi nada legal descer no cuiuni e ter que fazer uma pescaria de 4 dias subindo pra chegar no nosso objetivo (PESCAR NO ALEGRIA) sem contar que tivemos que correr como um barco hotel e atras do barco do juninho que era mais rápido, pois tivemos que deslocar o flutuante (por minha opção apoiado pelos amigos do grupo) se fosse pela operadora pescaria no cuiuni com 14 barcos na nossa cabeça haja visto que nessa data a margem do aracá e demeni havia repicado portanto todos pro cuiuni

os prós a estrutura do flutuante sem dúvida é melhor que um barco hotel

meu conselho FAÇA UM CONTRATO antes de embarcar

abraços Gusman

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já que todo mundo está "falando", deixa eu apresentar um ponto de vista pessoal !

arrow:: Já frequento a região de Barcelos há alguns anos, da mesma forma que diversos outros companheiros do FTB.

Não posso querer me comparar a alguns bem mais experientes que vão ao rio negro várias vezes por ano, mas - por outro lado - já me considero um pouco conhecedor de algumas das características regionais da região.

arrow:: Infelizmente JAMAIS consegui antecipadamente fazer uma "previsão" adequada de uma situação de pesca por lá.

arrow:: Existiram ( SEMPRE ) surpresas nessas pescarias, nem todas negativas...

Os principais operadores regionais, certamente os mais acostumados a "ler as entrelinhas do rio", também carecem de uma precisão que imaginamos possa existir em "pacotes pré-aprovados", principalmente com relação à época estabelecida. As condições climáticas tem sido (sem qualquer dúvida) os principais adversários em "fazer cumprir" o que a "estatística do passado" recomendava. Isso é inquestionável ! Entendo até que os pescadores mais experientes entendem bem essa questão, e (via de regra) convivem bem com essa situação.

O que parece faltar sempre - e falo isso de forma indistinta, e não apenas com relação aos "flutuadores" em questão - é a transparência dos fatos, e/ou programação reformulada pelo operador/comandante do barco hotel. Em defesa dessas "decisões" fica evidenciado o desejo de acertar um local onde "as frustrações" do não cumprimento do que foi previamente combinado, possam ser minimizadas (dificilmente funcionam...).

Considero isso o principal fato que reacende a questão de "pouco profissionalismo" nas atitudes, deixando de ser "transparente" e buscando o eterno "jeitinho" de "uma solução alternativa". Não menos importante levar em conta que parte dessa situação é constantemente provocada pelo próprio Grupo, pressionando o "operador" em torno de decisões decorrentes de seus próprios "sentimentos", quase sempre inadequados à realidade presente no local desejado. Isso comumente gera um clima de "irritação coletiva", onde as possibilidades de sucesso (entenda-se sucesso=satisfação) são bastante minimizadas pelos vestígios de "rancor" pelo desapontamento dos fatos...

Volto a afirmar o que já disse antes, principalmente em torno da sapiência de alguns, que se instrumentalizam e pesquisam antecipadamente informações do "status quo" da região pretendida, POIS o local onde pode ser considerado "o melhor" é aquele "da hora", onde as condições de água, temperatura e piscosidade assim o determinarem. E isso, quem conhece ? Os que por lá habitam e conhecem todas as situações climáticas do local.

Sempre me organizo previamente a uma pescaria, MAS me limito a cobrir itens que possam ser considerados previsíveis, já tendo assimilado que "os demais" não me competem definir, e sim a confiar naqueles que escolhi como operadores da região. A relação de confiança com essas pessoas é que faz com que "eles" possam fazer o trabalho que deles se espera ! Claro que - novamente insistindo - a questão da transparência e profissionalismo é algo a ser construído e praticado por todas as partes envolvidas... (será que nos "contemos" nas mudanças de roteiro ?). Certa feita fui dormir a caminho do rio Negro (embarcado em Manaus) e acordei no Madeira... (mas a pescaria foi ótima !)

Finalizando, o que importa (quase sempre) é o grau de confiança que se deposita naquele escolhido para ser seu guia. Ele saberá adotar a melhor alternativa disponível para enfrentar a questão climática. Se souber escolher "o cara", saberá tirar proveito daquilo que lhe for ofertado... mas, em contrapartida, se "o cara não for o cara", vai ver todas suas expectativas se frustrarem ! Pesquisar antecipadamente para a escolha "do cara" é fundamental...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Amigos,

Vale relatar neste site o ocorrido com o meu grupo, mesmo sendo um dos mais novos T.Bigua.

Estive presente neste grupo em 12 Outubro no Flutuante junto com o Gusman e Crispim. Mais uma oportunidade de pescar em Barcelos hora barco, hora cabana River ou P.Itapara isto vai nos possibilitando aprender à cada pescaria, como é difícil pescar na Amazônia.

Mas o que podemos aceitar em todas as pescarias é o fator natureza e não falta de profissionalismo ou até mesmo total falta de transparência de alguns operadores. Independente de quem é "o cara" .

Quando entrei em contato com Sr. Marlon ele me indicou o Sr. Guerreiro como seu operador em SP, e nossa proposta de pescaria seria no Alegria no flutuante operando com hidroavião, e a principal garantia nesta operação era a baixa pressão de pesca por estar descendo na cabeceira do Alegria.

O que realmente aconteceu em nossa pescaria foi uma grande falta de transparência ou até profissionalismo, afirmo isto porque, até o ultimo momento o Sr. Guerreiro informou que flutuante estava no Alegria e faríamos a pescaria no local acertado. Todo grupo já tinha definido em nossas reuniões com Gusman que pescaríamos no Alegria independente de qualquer fator de Agua.

O que é inaceitável foi a falta de atenção com grupo por parte do Sr. Guerreiro em não informar a real posição do flutuante ao lado Barcelos, DEIXANDO POR PARTE DO GRUPO A DECISÃO DE EMBARCAR OU REMARCAR PESCARIA PARA 2013.

O que realmente não ocorreu quando subimos no hidroavião e o piloto informou já estamos descendo com pouco mais de 35 minutos de vôo ao lado de Barcelos o que foi realmente lamentável, não tenho palavras para descrever qual foi a reação do grupo.

No flutuante ficamos sabendo que tinha o barco do Juninho a nossa frente com os Americanos e que pouco tempo do flutuante tinha vários b.hotel devido a grande baixa do Aracá...kkkk

Qual opção....Kkkkkk subir o mais rápido possível antes dos barcos, porém vale lembra que o flutuante é lento e não navega à noite. Kkkkkkk

Levamos três dias para chegar no repartimento já batido pelo grupo de Americanos e somente na quinta feira chegamos no primeiro ponto ou pista no Alegria onde o hidroavião deveria ter decido com nosso grupo.... Kkkk O mais engraçado nisso tudo, é que tivemos que pagar mais R$ 100,00 na diferença de custo do hidroavião.

Infelizmente agora não sou mais tratado como aquele cliente em potencial em novas pescarias!

Chander.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia amigos pescadores!!!

Também estive no grupo do Crispin, Gusmann e Chander na semana de 12 de Outubro. Segue abaixo o meu comentario a respeito do acontecido.

Prós:

Seriedade do Guerreiro ( minha pescaria estava agendada para outubro de 2011 e devido às advercidades da temporada 11/12 o Guerreiro " quase que nos forçou a alterar a data para 2012", pois o nível do rio estava muito instável ).

Estrutura do flutuante é nota 1000.

Atendimento de todos funcionàrios impecável.

A empresa assumiu os custos de uma nova passagem aéria para a minha volta p casa e despesas de hospedagem até a hora do embarque ( nos contras eu explico o motivo ).

Contras:

Primeiramente a falta de seriedade do Guerreiro em relação à localização do Flutuante. ( realmente foi frustrante ver o flutuante no médio cuiuni, sendo que até a hora do embarque nos foi dito que estava no repartimento ).

O Piloto do Hidroavião não concordou e levantar da pista com 8 ocupantes, sendo que segundo os piloteiros sempre levanta com 8. ( por este motivo perdi o Vôo de volta para casa, vide em prós )

Reajuste de R$: 100,00 no valor do Hidroavião.

O desconto que nos foi dado pelo ocorrido ( creditado para a próxima viajem e em cima do valor do barco ) foi irrisório diante de um custo de aproximadamente R$: 6.000,00.

_______________________________________________________________________________________________

Resumindo, em minha opinião os barcos menores são muito mais viáveis que os flutuantes, os flutuantes são muito lentos para se deslocar, e se voce pegar o rio repicando ou com qualquer outro fenômeno, ta ferrado. Ja os barcos tem a opção de procurar um novo afluente.

É isso amigos. Talves tenha ficado alguma coisa de fora nos prós e contras, mas o mais importante foi citado.

Grande abraço a todos.

Diogo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É, pelo visto o tópico mudou de direção rsrs

Sobre o corrido, pelo que foi dito, não tem desculpa e ponto final mesmo!!!!

Já que aqui no ftb é o lugar onde mais se comenta, incentiva, da dicas e etc sobre a pesca no rio negro, será que não existe uma maneira dos responsáveis pela operação darem um alô sobre o ocorrido?!?!?! ou até mesmo um esclarecimento maior sobre a operação, de uma forma mais abrangente?!??!

Não tenho a intenção de prejudicar ninguém, até pq nas vezes que entrei em contato com o guerreiro, o mesmo foi absolutamente profissional e correto comigo, sem nada a reclamar (mesmo sem ter ido pescar no tayaçu ou flutuantes tayaçu), e o tópico acabou deixando uma impressão ruim sobre a operação (pode ser a correta ou a errada...).

é só uma proposta, não sei se é possível...

abraços e ótimas pescarias à todos!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dudu, boa tarde!!!

O Guerreiro sempre foi muito proficional em td até a data da pescaria. Porém ocorreu este deslise que nos desagradou.

Como postei nos prós, ele foi proficional em varias coisas, arcou com um custo de viajem que não era de responsabilidade deles, mas este custo poderia ter sido ainda maior, caso não houvese a atitude de um dos membros de nosso grupo em Barcelos. Mas isto até o memento não vem ao caso.

Oque posso lhe dizer é o seguinte, a estrutura do flutuante é show, os piloteros e tripulação nem se fala, só que ele tem que estar em um local estratégico e com condições ideais de pesca.

Em nossa pescaria, mesmo sabendo que as condições nas cabeçeiras não eram as ideais, todos do grupo concordaram em descer la e pescar do jeito que estivesse, porém não foi oque aconteceu. Só por isso a bronca do grupo total.

No mais, o Flutuante é Show.

Grande abço amigo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dudu e demais companheiros...

Nossa postura (como Equipe de Moderação) é a de não interferência em situações particulares, ou melhor, ações e/ou pacotes de pesca negociados com terceiros (independente de quem sejam).

No caso específico, já postei minha opinião (como usuário), e como Moderador posso-lhes afirmar que praticamente todos os operadores que trabalham no Alto Rio Negro são nossos conhecidos, e a eles é oferecido (SEMPRE) o direito de exercer seus respectivos posicionamentos, desde que - é claro - assim desejem fazê-lo !

É inteiramente natural que as pessoas se irritem ao verificar que "nem tudo o que foi combinado tornou-se realidade".

diabo:: Assim como muitos de vocês, também nós (Moderadores) passamos por situações que nem por lembrança se justificam...

Como todas as coisas ligadas à pesca esportiva na Amazônia, as possibilidades de insucesso são grandes ! As de profissionalismo e transparência é que não precisam ser menosprezadas, diria até que deveriam ser ressaltadas... seila::

Quem se arrisca a ir para um "Flutuante" (independente de qual seja), tem a expectativa de fazer A PESCARIA, até porque o preço pago é para isso...

arrow:: Nem sempre isso ocorre, e faz parte do jogo !

arrow:: A forma pela qual as pessoas vêm assimilar "suas perdas" (sejam financeiras ou frustrações) são variadas e inerentes a cada um.

Nosso espaço continua aberto para as partes exporem seus pontos, e mais que isso, servirem como "alerta" aos menos experientes que certamente também acalantam esse mesmo sonho de ir pescar numa "cabeceira de rio, acordando no local dos pinchos"...

Em tempo, como usuário, ainda ei de fazer uma dessas... ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu ja pesquei 2 vezes com o Marlon Otero, em ambas nunca tive problemas

Agora em outubro estou indo para o Flutuante onde fechamos o pacote desde março/2012.

Estamos ansiosos pela viagem e pela pescaria.

A Galera fala muito no Rio Alegria, mas para lá eu nunca fui.

O Local de onde o flutuante vai estar não depende das aguas e das chuvas desse ano??? É possivel prever com antecedencia onde pode estar atracado o flutuante?

Por mim não importa o rio. .. . o que eu quero é pegar, fotografar os bocudos.

açbrs moçada

Fiquem com Deus

Adalberto ( Magrão )

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×