Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Adhemar

MULHER DE PESCADOR SOFRE

Posts Recomendados

MULHER DE PESCADOR SOFRE

Quando conheci meu marido jamais pensei ter que dividi-lo com a pesca, seu segundo amor (isto se eu ainda for o primeiro!). E o pior é que tudo começou com a minha sugestão de levar uma "varinha" ultrapassada, abandonada desde a sua infância, para nos divertirmos um pouco no litoral.

O que eu não podia imaginar é que atrás desta varinha tão inocente, viriam outras cada vez mais sofisticadas e específicas: telescópicas, de carbono, de encaixe, IM-7... acompanhadas de molinetes, carretilhas, motores de barco, iscas e mais iscas artificiais a perder de vista. E pôr falar em iscas, ainda prefiro as artificiais. Pelo menos não tenho que dividir o espaço da geladeira com corruptos vivos, camarões quase podres e minhocas de pesca "a milanesa".

Um verdadeiro horror!Voltando as tralhas de pescas, que ocupam cada vez mais espaço em casa, na bagagem de férias e na minha vida, tenho a dizer que para o meu marido é simplesmente irresistível não adquirir as ultimas novidades do mercado. Os gasto exorbitantes com equipamentos, segundo ele "indispensáveis", me deixam enlouquecida. Aí ele tem a genial idéia de introduzir novas aquisições ao seu arsenal escondido da "esposa megera" e camuflar o canhoto do talão de cheques com uma criatividade de fazer inveja. Mas nem todo o crime é perfeito e quase sempre a casa cai. O mais hilário é o seu semblante radiante ao receber um telefonema de algum amigo pescador. Poder falar sem censura de tucunarés, robalos, black-bass, pescarias e afins, e ser correspondido do outro lado, leva meu marido a um êxtase total.

O pior é que após os telefonemas, geralmente sou comunicada que ficarei mais um fim-de-semana em "banho-maria" pois surgiu "aquela" pescaria simplesmente imperdível que ele tanto esperava. Só me resta ajudar nos lanches e encher as famosas carretilhas.Bem, não há mais porque chorar sobre o leite derramado. No começo me desesperei, me descabelei e fui até as lágrimas. Já me conformei. Apesar da pesca ele tem suas qualidades. E afinal, como tudo na vida tem seu lado bom, a cada pescaria tenho de volta uma marido mais feliz, realizado, sereno e bem-humorado.

Márcia Cordeiro

e uma realidade bem redigida que gosto de compartilhar co os amigos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara!!!! sera que não foi minha patroa ::medo:: que mandou esse relato???

Pensei em postar isso também... mas!!! lacou:: lacou:: lacou:: lacou::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

joia::: joia::: joia::: joia::: joia::: joia::: joia::: joia::: joia:::

Estou tomando a liberdade de copiar esse texto e já vou enviar pra Dona Patroa!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Putz com todo respeito adhemar , mas que inveja que eu estou de vc cara!!!!!!

Não precisa ter inveja não, esta mulher ai não é a minha bang:: paia:: alegre:: surtei:: danca:: palmas::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×