Ir para conteúdo

Alfre Andriani

Membro
  • Total de itens

    21
  • Registro em

  • Última visita

1 Seguidor

Sobre Alfre Andriani

  • Rank
    Pescador de Lobó
  • Data de Nascimento 24-08-1992

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Alfre Andriani

Informações de Perfil

  • Localização
    São Bernardo do Campo - SP
  • Interesse
    Pesca Esportiva

Últimos Visitantes

843 visualizações
  1. Show João! Em outubro estou lá junto com o Victor! Acho que vamos para esses mesmos lugares! Abraços Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  2. Obrigado amigo. Com certeza, vamos marcar sim, quando quiser. Abraços
  3. Rs ela mandou bem mesmo! Isso mesmo, Fica no caminho da Vila de Balbina, muito bacana a pousada. Em média de 30 a 40 peixes por dia embarcados, e bastante ataque. Pescamos 2 dias em cada vez. Abraços
  4. Relato top Ibrahim, parabéns pela pescaria!! Abraços Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  5. Olá Amigos, como pescamos em um mesmo lugar em um curto espaço de tempo, vou relatar as duas pescarias em um único relato, ok? Esse é meu primeiro relato aqui no fórum, qualquer erro me desculpem. Espero que gostem! 1ª: 7 e 8 de Março Saímos de Manaus, eu minha namorada e mais um casal de amigos, no sábado por volta das 2:00 com destino a Balbina, chegamos no lago as 5:30, organizamos as coisas e já partimos para a pescaria. Conversando com o piloteiro, ele nos informou que o lago estava baixo, e que a pescaria poderia ser um pouco difícil, mas sem problemas. Amanhecer em Balbina. Já pesquei em Balbina outras vezes, porém pedi para ele dessa vez nos levar onde houvesse possibilidade de pegar peixes maiores. Navegamos por volta de 1 hora até chegar no primeiro ponto de pesca, conhecido como Água Branca. Logo nos primeiros arremessos já começaram a sair peixes de 1 kg, como era a primeira vez dela pescando tucunaré, se divertiu, e eu também rs. Trocamos de ilha e os ataques começaram a ficar mais fortes, o peixe estava bem ativo, no período da manhã pegamos bastante na faixa de 1 - 2 kg. Arremessando sempre próximo a grandes troncos era certeza de ataque. E o legal era que o casal vinha atrás, então ela jogava a meia água e pegava o outro, fizemos alguns dublês assim. Segue algumas fotos dos peixes: Na hora do almoço nos encontramos com nossos amigos em posto avançado para fazer uma caldeirada, assar um peixe e trocar informações de como foi a manhã. Na parte da tarde até as 16:00 tivemos poucas ações, só foi melhorar por volta das 16:00, mas como era 1 hora de navegação de volta, acabamos pegando poucos peixes. O segundo dia foi bem parecido com o primeiro, o destaque foi um momento que paramos em uma ilha no final do dia e vimos um casal grande caçando, eu jogava próximo a eles, eles vinham até debaixo do barco e não atacavam, mas de tanto insistir, um não resistiu, atacou a isca e correu para a pauleira, travei a carretilha com o dedo e ele acabou estourando a argola da garateia, joguei o jig logo em seguida e consegui pegar o outro, exatos 4 kg, o maior da pescaria. Para Balbina está ótimo rs. Enquanto eu tirava esse maior, minha namorada pegou um também. E essa primeira vez terminou assim, pegamos bastante peixe de 1 - 2 kg, foi minha melhor pescaria em balbina até então. No retorno, o piloteiro me disse para voltarmos em maio que estaria melhor, pois o lago estaria mais cheio, eu como não sou de negar pescaria, já marquei a de maio rs! 2ª 16 e 17 de Maio Saímos de Manaus sábado também de madrugada, a programação foi bem parecida, porém dessa vez fomos só nós dois. Amanhecer na pousada Tucuna Realmente o lago estava bem mais cheio. Salles, nosso piloteiro de sempre, nos levou a um local mais distante, porém a coisa ficou um pouco diferente da primeira vez, na parte da manhã tivemos poucos ataques, mas bons, saíram alguns peixes de 2 kg. O peixe estava rebojando muito a isca, eu jogava o jig atrás mas por 4 vezes a piranha cortou minha linha, acabei desistindo do jig rs. Após o almoço a quantidade de ações foi bem maior, tinha ilha que era porrada atrás de porrada, realmente dessa vez foi melhor. Segue algumas fotos. O maior da pescaria foi um de 3,5kg que atacou do lado de um tronco, mas correu para um local aberto facilitando meu trabalho rs. Esse dublê fizemos na superfície, dois lindos ataques praticamente juntos. 2 e 3 kg. Nessa época de maio, pegamos muita chuva no lago. No primeiro dia, na volta, pegamos um temporal muito forte com muito vento, tivemos que nos amarrar em uma galhada e esperar passar pois o banzeiro estava muito forte. Acabamos chegando só as 21:00, como tem muito pau lá voltamos bem devagar. Ficamos sabendo no outro dia, que um barco do Ibama tinha virado no temporal, então voltamos 1 hora mais cedo para não passar por aquilo outra vez. Do resto, foi muito boa a pescaria também, ficamos na Pousada Tucuna, fomos muito bem recebidos, a comida é muito boa, a pousada é bem bacana também. Pescamos com o Rei da Pinga, sempre que vou lá, pesco com ele, muito atencioso e cuidou de tudo. O pesque e solte está sendo levado mais a sério em Balbina. Em março estava na época do defeso do tucunaré, já em maio não, mas mesmo assim não vi nenhum pescador levando peixe, fiquei bastante contente com isso. Segue algumas fotos do lago. Abraços Amigos.
  6. Olá Amigos, como pescamos em um mesmo lugar em um curto espaço de tempo, vou relatar as duas pescarias em um único relato, ok? Esse é meu primeiro relato aqui no fórum, qualquer erro me desculpem. Espero que gostem! 1ª: 7 e 8 de Março Saímos de Manaus, eu minha namorada e mais um casal de amigos, no sábado por volta das 2:00 com destino a Balbina, chegamos no lago as 5:30, organizamos as coisas e já partimos para a pescaria. Conversando com o piloteiro, ele nos informou que o lago estava baixo, e que a pescaria poderia ser um pouco difícil, mas sem problemas. Amanhecer em Balbina. Já pesquei em Balbina outras vezes, porém pedi para ele dessa vez nos levar onde houvesse possibilidade de pegar peixes maiores. Navegamos por volta de 1 hora até chegar no primeiro ponto de pesca, conhecido como Água Branca. Logo nos primeiros arremessos já começaram a sair peixes de 1 kg, como era a primeira vez dela pescando tucunaré, se divertiu, e eu também rs. Trocamos de ilha e os ataques começaram a ficar mais fortes, o peixe estava bem ativo, no período da manhã pegamos bastante na faixa de 1 - 2 kg. Arremessando sempre próximo a grandes troncos era certeza de ataque. E o legal era que o casal vinha atrás, então ela jogava a meia água e pegava o outro, fizemos alguns dublês assim. Segue algumas fotos dos peixes: Na hora do almoço nos encontramos com nossos amigos em posto avançado para fazer uma caldeirada, assar um peixe e trocar informações de como foi a manhã. Na parte da tarde até as 16:00 tivemos poucas ações, só foi melhorar por volta das 16:00, mas como era 1 hora de navegação de volta, acabamos pegando poucos peixes. O segundo dia foi bem parecido com o primeiro, o destaque foi um momento que paramos em uma ilha no final do dia e vimos um casal grande caçando, eu jogava próximo a eles, eles vinham até debaixo do barco e não atacavam, mas de tanto insistir, um não resistiu, atacou a isca e correu para a pauleira, travei a carretilha com o dedo e ele acabou estourando a argola da garateia, joguei o jig logo em seguida e consegui pegar o outro, exatos 4 kg, o maior da pescaria. Para Balbina está ótimo rs. Enquanto eu tirava esse maior, minha namorada pegou um também. E essa primeira vez terminou assim, pegamos bastante peixe de 1 - 2 kg, foi minha melhor pescaria em balbina até então. No retorno, o piloteiro me disse para voltarmos em maio que estaria melhor, pois o lago estaria mais cheio, eu como não sou de negar pescaria, já marquei a de maio rs! 2ª 16 e 17 de Maio Saímos de Manaus sábado também de madrugada, a programação foi bem parecida, porém dessa vez fomos só nós dois. Amanhecer na pousada Tucuna Realmente o lago estava bem mais cheio. Salles, nosso piloteiro de sempre, nos levou a um local mais distante, porém a coisa ficou um pouco diferente da primeira vez, na parte da manhã tivemos poucos ataques, mas bons, saíram alguns peixes de 2 kg. O peixe estava rebojando muito a isca, eu jogava o jig atrás mas por 4 vezes a piranha cortou minha linha, acabei desistindo do jig rs. Após o almoço a quantidade de ações foi bem maior, tinha ilha que era porrada atrás de porrada, realmente dessa vez foi melhor. Segue algumas fotos. O maior da pescaria foi um de 3,5kg que atacou do lado de um tronco, mas correu para um local aberto facilitando meu trabalho rs. Esse dublê fizemos na superfície, dois lindos ataques praticamente juntos. 2 e 3 kg. Nessa época de maio, pegamos muita chuva no lago. No primeiro dia, na volta, pegamos um temporal muito forte com muito vento, tivemos que nos amarrar em uma galhada e esperar passar pois o banzeiro estava muito forte. Acabamos chegando só as 21:00, como tem muito pau lá voltamos bem devagar. Ficamos sabendo no outro dia, que um barco do Ibama tinha virado no temporal, então voltamos 1 hora mais cedo para não passar por aquilo outra vez. Do resto, foi muito boa a pescaria também, ficamos na Pousada Tucuna, fomos muito bem recebidos, a comida é muito boa, a pousada é bem bacana também. Pescamos com o Rei da Pinga, sempre que vou lá, pesco com ele, muito atencioso e cuidou de tudo. Segue algumas fotos do lago. Abraços Amigos.
  7. Olá amigo, tenho uma chronarch 201 também e usei 2 vezes em água salgada, não tive problema algum. Acho uma boa opção sim para os robalos. Pode ir sem medo. Quanto a quantum não conheço. Abraços Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  8. Show André!! Pescaria top! Parabéns Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  9. Olá Amigos, já tive boas informações do Uatumã também, pretendo conhecer esse ano (setembro ou novembro) vou com minha namorada e uns amigos de Manaus. Estou planejando com o Rei da pinga, o Chrystiano mandou os contatos dele. Pesco com ele a bastante tempo em Balbina, ele realmente tem um preço bem bacana e é bem atencioso. Voltei de lá semana passada e eles me disseram que ano passado saiu um de 13kg no Uatumã, acredito que seja um sinal de que a preservação está sendo levada a sério por lá. Abraços
  10. Olá amigo, vi uma vez que guardar iscas soft de marcas diferente acontece isso mesmo. Acredito que seja a química de cada fabricante que acaba acontecendo isso. Eu só uso da monster, algumas a quase um ano e não tive esse problema ainda. Separa elas por marca, se possível em estojo diferente que pode resolver. Espero ter ajudado. Abs Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  11. Inclui o meu também por favor (11) 996864067 abs Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
  12. Olá Amigo as iscas que tiveram bastante produtividade quando fui a Balbina foram: Zig Zara 90 - Cor osso; Brava verde fluorescente (peguei um tucunaré de 4kg com essa); Brava Cabeça Vermelha; Borá 10 Amarelo com Branco. Depois me conte como foi a pescaria por lá, vou dia 5 de março. Abraços Boa Pescaria!!
  13. Obrigado Marcel, estou pensando em barco hotel mesmo, vou entrar em contato com o Kalua e obter maiores informações!! Obrigado pela dica!! Forte Abraço e sucesso em suas pescaria também!!
×
×
  • Criar Novo...