Ir para conteúdo

Cuca Pesca

Membro
  • Total de itens

    323
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

3 Seguidores

Sobre Cuca Pesca

  • Rank
    Já consegue zarar
  • Data de Nascimento 01-02-1988

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Rudimar De Maman
  • Sobre mim
    Empresário da pesca esportiva e proprietário da Agência e Operadora de Turismo CucaPesca.
    cucapesca.com

Meu contato

  • Website URL
    cucapesca.com

Informações de Perfil

  • Localização
    São Paulo - SP
  • Interesse
    Agência e Operadora de Turismo de Pesca
    CucaPesca

Últimos Visitantes

2.111 visualizações
  1. Represa de Balbina - AM Operação exclusiva Cuca Pesca No início do mês fui conhecer um destino que já me chamava atenção há um tempo: Represa de Balbina - Amazonas. Imagine você pescando em uma represa: estruturas e paliteiros alagados e tradicionais de tucunaré okay? Porém agora eleve essa pescaria a outra potência: uma represa com tucunarés amazônicos! A pesca e foco na região são os Tucunarés Cichla vazzoleri de 60-70cm que explodem ao lado das galhadas ou riscam a superfície na margem para atacar a sua isca artificial. A emoção de pescar em Balbina é garantida. São muitos ataques ao lado do barco ou colados em paliteiros ou estruturas submersas. A Temporada ao contrário de outros locais na Amazônia que dependem muito do regime de águas (seca e cheia), Balbina tem o seu nível de água regulado pela Usina, o que faz com que durante o ano todo tenhamos possibilidade de pescar. Esta é a grande cartada de Balbina, que nos permite pescar em todos os meses do ano fazendo pescarias com qualidade. Agenda corrida e pesquei somente dois dias. No primeiro pegamos uma chuva fria e forte. E ainda veio com vento = nada bom para tucunaré. Com o clima mais estável, no segundo dia o aumento de ações e ataques foram bem maiores. Gostei muito da Ilha de Cara Lodge do meu brotherzão Antonio! Será uma honra trabalhar nesse time! tucunaré pesca esportiva organização de pesca tucunaré áçu pescaria na colombia Barcelos - am pesca em barcelos grupos de pesca rio juma pesca no rio juma dica de pesca rio manso Pescaria em barcelos barco hotel em barcelos barco hotel pesca pescaria no panamá barcelos amazonas barcelos am fotos voos para barcelos amazonas pescaria tucunaré pesca de tucunare
  2. TEMPORADA 2020-21 SERÁ PROMISSORA realmente já batemos abaixo da marca histórica e isso anima muito nós que vamos fazer a pescaria de tucunaré. Bem, todos sabemos que pancadas brusca de chuva podem atrapalhar alguma semana mas faz parte da natureza. Essa semana tenho uma turma em com pescaria em Barcelos e vou informar os senhores como foi.
  3. Boa notícia tucunaré pesca esportiva organização de pesca tucunaré áçu pescaria na colombia Barcelos - am pesca em barcelos grupos de pesca rio juma pesca no rio juma dica de pesca rio manso Pescaria em barcelos barco hotel em barcelos barco hotel pesca pescaria no panamá barcelos amazonas barcelos am fotos voos para barcelos amazonas pescaria tucunaré pesca de tucunare
  4. Buenas, Dá uma olhada nestes links: https://www.cucapesca.com/single-post/2016/07/30/Material-para-Amazônia https://www.cucapesca.com/single-post/Iscas-para-tucunare-rio-juma-2019 espero que ajude e complemente abssss
  5. Boa noite caro Arthur e amigos públicos do meu querido Fórum, Respondendo sua pergunta do tópico: Entendo que a chamada “...mais o transfer...” foi mal colocada e dando significado ambíguo - 4 dias de pesca com tudo incluso mais - o valor do - transfer ou 4 dias de pesca com tudo incluso e com o transfer? Eu sou o Cuca, proprietário da agência e representante exclusivo do pacote/pousada em questão. A confusão na elaboração do texto ocorreu pois 90% dos nossos pacotes iniciam a partir do check-in na pousada/destino de pesca sem os voos de origem do passageiro e recorrentes transfers locais. Tenho print do seu contato, respondido pelo Sergio Takeshi (vendas e organização de grupos Cuca Pesca) que inclusive respondeu de forma muito cordial - texto e áudio - todas as dúvidas do Sr., principalmente esta sobre o itinerário em que comentas que está um pouco confuso sobre o transfer e gostaria de sanar a questão. Ele, Sergio, respondeu que seria o valor (R$2.800) anunciado do pacote para 4 dias mais o valor do transfer local local. Como eu mesmo escrevi o texto da promoção, confesso que realmente o significado “mais o transfer" se tornou ambíguo e pode ter levado a entender que não teria custo extra… Mil desculpas… Mas antes de mais nada caro Arthur, caso o Sr. não conheça nosso trabalho, temos ótimas referências (pessoais e profissionais) aqui no fórum, facebook, instagram… Trabalhamos sério e acredito que não pensou que foi uma comunicação de má fé por parte de nossa empresa. Se por ventura o pensou, pedimos mil desculpas pela falha na comunicação e constrangimento. Uma pena não podermos ter fechado desta vez Grato pelo alerta no próprio WhatsApp e aqui publicamente no forum. Já solicitei a correção e errata do E-mail! Agradeço e peço desculpas novamente pescador
  6. Bahia Solano é muito bacana. Uma baita experiência. Eleva mesmo! Forte abs
  7. Rooster, Caranha e mais... Colômbia - Bahia Solano Tivemos o prazer de receber um dos maiores pescadores do Brasil: Capitão Thiago Moraes da operação Sport Fishing Sergipe. Acompanhado do grande Oswaldo, Marcos Cheque e Seno Damke Jr. O trio chegou na Bahia Solano - Colômbia dia 15/01/18 em voo fretado. Se hospedaram em nosso posto avançado na região de Punta Ardita (60milhas N) e pescaram 4 completos e intensos dias de pesca. // Tenho um post falando sobre o posto avançado neste link aqui A maré corria o padrão para a região e enchia pela manhã e final da tarde. Nesta semana, peixes esportivos como caranhas, roosters e xareus atacavam iscas de superfície (poppers, stickbait e pencil) na subida da maré. Os robalões deram as caras na forte vazante próximo as ressacas das praias e seus rochedos. Inclusive um belo Pacific Black Snook (robalo negro do pacífico) foi garantido utilizando uma técnica nova para os locais e antiga para o Cap Thiago Moraes: jig head com camarões artificiais. As caranhas como sempre manhosas e mais lentas. Porém com ataque assustador! Foi isso que relataram os amigos da expedição. Elas apareceram no popper e estouraram algumas linhas nas pedras. Os exemplares abaixo, inclusive foram capturados a poucos metros do barco. O popper Sea Fish Hunter de cor azul e cor verde foram fundamentais na pescaria desta turma. Inclusive, destacamos em todas nossas expedições pelo pacífico, que iscas de tom verde são excelentes para caranhas e roostersfish. Falando em Rooster, o Thiago garantiu também um MONSTRO desta espécie incrível. Tal animal que veio seguindo com as nadadeiras dorsais toda de fora e atacando de um vez o popper verde! E como é comum, o rooster está quase sempre encardumado e foram dois ou três atacando e brincando na flor-dágua sem parar! "Que cena incrível" relatou o experiente Cap Thiago Moraes. A turma seguiu a recomendação nos materiais para roosterfish, xaréus, red snapper. A vara ideal de numeração PE #4 à #6 com tamanho entre 7’6” e 8’ (pés) para iscas até 90g. O molinete deste conjunto será um 5.000 (Daiwa) ou 10.000 (Shimano) que comporte 300 metros de linha multifilamento PE #5 ou +70lb com leader fluorcarbon de 80 à 100lb de 2 metros de comprimento. Arremessos longos fazem a diferença, principalmente quando a água está clara e flat (tranquila). A região também surpreende pela variedade. A turma não explorou muito o light e slow jigging, mas sentiram que a categoria traz bons resultados com a variedade enorme de peixes. Muitos vermelhos, xareus e pelágicos atacam nesta área. Cardumes de atuns de pequeno porte também fizeram a alegria com muitos ataques na superfície. Logo os grandes Bravos (olho-de-boi no espanhol local) também deram as caras. No Brasil, chamadas de pitangolas, são violentas, brigam mais que outras variações da espécie, correm muito para a pedra e exigem ao máximo do equipamento. A turma teve ação na superfície, mas foi no jumping jigging que bons exemplares saíram. Não interfere muito a maré enchente ou vazante, desde que não esteja parada! Assim os Bravos estarão rodando os parcéis e pedras atacando em emboscada cardumes de peixes menores e logo, subirão em nossos poppers ou comerão os jumping jigs de média 150g. A pesca local é na maior parte em profundidade média à 30 ou 40 metros. Shockleader de 80lb com molinetes abastecidos de linha PE #5 japonesa segurarão os monstros de olho-de-boi. Pescar no oceano pacífico, nesta região específica de Bahia Solano é algo incrível e inspirador. Dias mais duros de pesca e outros mais fáceis. Porém lá temos a chance de bater nosso record em diversas categorias e modalidades de pesca. Agradecemos a preferência e confiança da turma em nossa operação exclusiva no Brasil: FishColombia colombia bahia solano pesca na colômbia olho-de-boi roosterfish caranha cubera
  8. Foi na GoPro mestre. Agora tenho uma lente menos angular! Haha postarei novas valeu abs
  9. Turma, caso não saibam eu monto e organizo muitos grupos para o amazonas. O Cido e Fabio (proprietários) da operação Savana Sport Fishing são nota 10. Atendem todas as minhas exigências (sou chato pra caramba) e apresentam um contrato de prestação de serviço que é exemplar. Rodam os afluentes da região de Barcelos como ninguém. Cravei no meu GPS diversas viagens com mais de 350km rodados com o barco Hotel. A operação aposta muito no calado baixo do barco que atende até 12 pescadores, na estrutura com mecânica perfeita e no atendimento da tripulação. A Tripulação é incrível. Olha o nível dos guias: Branco, Kelson, Renato (primo Kelson), Chupita, Sr. Luiz, Fabiano... Este time é um grande diferencial. Nossa cozinheira Perla já trabalhou comigo e agora integrou a equipe. O garçom Ronny é praticamente um mordomo hehe. Governa tudo lá com os clientes... Focados nos peixes grandes! Buscam navegar para encontrar nível de água e tucunaré grande! São exemplares! Fica aqui meu APROVADO e algumas fotos da operação
  10. No geral não! Mas tem o peixe bruto e acho arriscado... Por isso recomendei uma linha que tem diâmetro relativamente baixo com boa libragem.
  11. Turma, Dentre as opções questionadas, acredito que o Rio Juma e região seja a melhor opção atualmente pelos seguintes fatores: - No Rio Juma NÃO SE MATA PEIXE! A comunidade local está toda empenhada no turismo. Existe sim bastante barco rodando nos lagos e no próprio rio? Sim! Mas lá tem peixe e o custo benefício é incrível. R$3.300 4 dias de pesca com tudo incluso a partir de Manaus considero muito bom! - Juma é relativamente extenso, tem diversos lagos, ressacas e igarapés. Além de fazer acesso com os lagos do Paraná do Mamori (onde agora estão explorando o pirarucu). - O Ministério Público do Amazonas, junto com o Governo e prefeitura local, estão regularizando e fiscalizando as pousadas com alvará de funcionamento e estaçãp de tratamento de água... Assim como outros requisitos ambientais que o IPAM estão exigindo Dá uma olhada nessa operação: www.cucapesca.com/rio-juma também leia: https://www.cucapesca.com/single-post/2019/05/16/Pirarucus-no-Rio-Juma espero ter ajudado
×
×
  • Criar Novo...