Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''torresmoaçu''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Bate Papo Geral e Assuntos Correlatos.
    • Selecione a sala abaixo:
  • Pesca em Água Doce
    • Assuntos Gerais (água doce)
    • Equipamentos de Pesca (água doce)
    • Relatos de pescaria (água doce)
  • Pescaria em Água Salgada.
    • Assuntos Gerais (água salgada)
    • Equipamentos de Pesca (água salgada)
    • Relatos de pescaria (água salgada)
  • Pesqueiros (pesca-e-pague), Fly Fishing e Caiaque.
    • Selecione o tipo de pescaria abaixo:
  • Náutica
    • Tudo sobre náutica
    • BassBoat Brasil
  • Eletrônicos
    • Selecione a sala
  • Aprenda a usar o fórum. Entenda como ele funciona.
    • Selecione a sala
  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Selecione a sala abaixo:
  • Grupos Organizados
    • Traga a sua turma de pesca pra cá. É fácil e rápido.

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Nome + Sobrenome (obrigatório)


Localização

Encontrado 3 registros

  1. BARCELOS - SET/19 - TORRESMAÇU E BIGUÁTEAM Cidade de partida: Barcelos - AM Barco hotel: Angatu Açu Turma: @Fabrício Biguá, @Fábio Neves, @Marquinhos, @Ricardo Nagatomo, @Denis Nagatomo, @Raimundo Dias, @Wallace Rodrigues, @Matheus Testa, @Marlon Iser, @Douglas Irber, @Xandego, @Carlinhos Araguaia, @Caio Pinelli, @Joao Poiani, @Thiago deRoure, @Clodoaldo Lamana. Mais uma vez esta turma se reune na região do Médio Rio Negro. Infelizmente o nosso amigo @Eduardo Camargo teve um problema de saúde e não pode estar conosco nesta...O amigo Clodoado integrou o grupo aos 42 minutos do 2º tempo. Como a turma do FTB bem sabe, a região de SIRN passa por um enorme conflito envolvendo Terras Indígenas/Pescadores Esportivos/Município. Quem tiver o interesse de entender melhor o assunto, basta pesquisar pela palavra SIRN aqui no fórum, q encontrará mais informações. Mas no ano de 2019 a empresa Angatu Pesca Esportiva, nossa parceira de sempre, e o nosso grupo em comum acordo, para fugir dos conflitos de SIRN resolveu partir diretamente da cidade de Barcelos. Menos tempo de voo (e mais barato), melhores opções de hotéis, mais opções de afluentes, fizeram com o que o grupo não partisse de SIRN e ficasse rondando a região do Negrão, Paranã da Floresta, Atauí e Preto. Resolvemos sair dos conflitos e pescar em paz. São 07 anos juntos e nenhuma discussão até hoje. Não havia razão para ingressarmos no "olho do furação", até pq as informações do nível de água dos afluentes de SIRN tb não eram boas. Nosso grupo tem pescador de todo Brasil. Antes, aquela passada básica por Manaus. Quase todos da turma chegaram em Manaus por volta do meio dia, e partindo todos para o Restaurante Amazônico (fantástico por sinal)... Cerveja gelada, tira-gostos variados, pratos excelentes...realmente uma boa opção para quem quer comer e beber bem, e no ar condicionado...rsrs Do restaurante todos para a loja Sucuri Pesca do Manauara Shopping (conhecida por quase todo pescador amazônico, mas desta vez a novidade foi a nova loja, inaugurada poucos dias atrás. Partimos pra lá e ficamos impressionados com a qualidade, quantidade e o preço dos produtos que a Sucuri tem comercializado. Confesso q quando o dólar estava baixo e quase todo mundo trazia produtos de pesca de fora (USA, PY e etc), ficava complicado comprar algo na loja. Hj a situação se inverteu completamente. Eles estão vendendo Carretilha Curado por R$ 850,00, sendo q ela custa $200 dólares lá nos EUA. O preço de quase tudo está parelho com o Mercado Livre. Alicates Boga Grip, régua oficial da IGFA, iscas variadas para todos os tipos de peixes a preço super competitivos, a mais variadas vitrine de carretilhas e molinetes que tenho visto por aí...e, é claro, o Espaço Heineken, que não poderia deixar de fora...rsrs. Só digo uma coisa...Você e seu grupo estarão passando por Manaus?!?! Deem uma ligadinha para o Jorge e digam o que vcs ainda precisam. Ele tem itens que não se encontra facilmente no Brasil. Fizemos isso e conseguimos Jummping Minow a R$ 39,00...😱 Ah, e a loja fica localizada no bairro Vieiralves (muitos barzinhos top), e no térreo do Hotel Manaus Express. Dá para aliar o útil o agradável. Dia seguinte, logo cedo, todos partimos para o Aeroporto Internacional de Manaus. Aquele voo partindo do Eduardinho não existe mais. Marquinhos encontrou alguns parentes, mas passa bem...rsrs Como sempre, fomos recepcionados no aeroporto pelo nosso amigo Magal. Voo tranquilo até Barcelos.. Turma reunida e sendo recepcionada pela equipe do Angatu, e nossas Heinekens. Biguá Team marcando presença. As informações eram de que o Negro estava secando, mas os afluentes subindo.🤔 Tomamos conhecimento de que o Rio Alegria (cabeceira do Cuiuni) estava secando. Todos os outros afluentes, subindo. E agora?!?! Em quem acreditar?!?! Como sempre, as informações obtidas são sempre contraditórias. Como esta turma já é conhecida e é formada por amigos que gostam mais de pesca que de pegar peixe, escolhemos o Alegria, sabendo que o "tiro" dado não poderia ser desfeito. Ou era o Rio Alegria, ou era o Rio Alegria. São mais de 300Km de rio a ser navegando para subir, e o mesmo para descer. Se desse errado, já era. Na semana anterior os barcos hotéis de Barcelos não foram muito felizes em suas pescarias no Negrão. Como a turma gostar de navegar junto, almoçar junto, e estar mais junto 🥰...rsrsr., resolvemos partir mesmo para a cabeceira do Alegria. No primeiro dia a turma resolveu não pescar. Como todos estavam cansados e o barco tinha que navegar muito, resolvemos partir para a nossa primeira churrascada...rsrs E que churrascada.... Essa picanha a pururuca feita pelo nosso amigo Caio Pinelli foi o ponto alto da noite...rsrs Ver o Dentinho, ops, o Wallace e o Carpincho juntos não tem preço. Amor incondicional. Casal maravilhoso...rsrs Logo na manhã do dia seguinte ultrapassamos a antiga pista de pouso da River Plate (desativada a vários anos)...mas serve de referência para a navegação. Já estávamos no alto Cuiuni. Mesmo lá pra cima o nível não estava ideal. Precisaria abaixar mais de 1m para termos as boas condições de sempre. Mesmo assim continuávamos a subir. Não pegamos nada de interessante no primeiro dia de pescaria. Na manhã do segundo dia, amanhecemos o dia dentro do Alegria. Eu, Poiani, Marquinhos e o Fábio, voltamos um pouco de voadeira e resolvemos subir o Cuiunizinho (afluente que, juntamente com o Alegria, formam o Cuiuni) por mais de 1h para sondarmos as condições por lá. Puts, altíssimo. Lá sim, a água estava sem condições. O nível dava no meio dos molongozais. Pescamos apenas por parte da manhã, e resolvemos descer rapidamente de volta para o Alegria. Depois do almoço estávamos pescando no Lago dos Patos (mais de 1h acima do repartimento). O nível era outro. Muito mais propício a pesca. Tínhamos muito barranco. Mais 50cm e o nível estaria perfeito, ou seja, o Cuiunizinho estava represando o Alegria e lascando o nível do Cuiuni. Tivemos mais ações de peixes, mas nada de monstro bater na isca de nenhum dos 16 pescadores. Neste dia pegamos 30 minutos de chuva, e foi só essa a chuva que pegamos em toda a semana. No resto foi sol forte na cabeça. Alguns amigos pescaram bem acima do Lago do Patos e nos relataram q lá estava com nível perfeito. E foi assim q no dia seguinte metade do grupo partiu para acampar lá na cabeceira. O barco de apoio seguiu atrás com o Jairo, gerente do barco, com o nosso garçom, e mais uns 2 funcionários para nos atender, e no final da tarde todos estávamos confortavelmente comendo e bebendo bem, numa estrutura de pousada abandonada. Este foi o dia de maior atividade de peixe. Eu e o Fábio Neves, amigo de voadeira neste dia, pescamos bem acima do Marituba, e tivemos boas ações. Nenhum peixe grande bateu em nossas linhas (incrível), mas os pequenos começaram a aparecer, e passamos a ver atividade nos lagos, coisa q antes não víamos. Daqui pra baixo irei colocar as fotos de maneira aleatória. Não me lembro ao certo o dia que todos pegaram seus peixes, então, vai assim mesmo. E a turma foi garimpando e acertando alguns peixinhos. No dia seguinte em q eu e o Marquinhos pescamos juntos, naquele mesmo lago em q eu e Fábio vimos bem ativo, o bicho acerta este belo peixe. Matheus tb pegou este bruto da foto acima. Não é o Carlinhos, é o peixe da direita...rsr E durante os assados nas praias a turma sempre pronta para sacanear o outro e rir as palhaçadas. Claro, tomando umas...rsrs A água estava muito baixa, e não era só isso. A água estava secando "na porrada". Aquele lago onde o Marquinhos pegou o maior peixe dele era grande, parecia fundo. Tentei passar o jig na cara de uma filhoteira, quando vi q a linha não afundou. Enfiei a ponta da vara na água para ver a profundidade e quase quebrei a ponta...rsr...Era raso demais. A marca nas praias demonstravam que o nível estava abaixando cerca de 10cm por dia. Os molongós e jarás estavam com lodo, ainda molhando, logo acima do nível da água. Acredito q esta semana a pescaria já esteja comprometida em face do baixo nível. Vi vários comentários da turma falando que o Cuiuni estava de repiquete e tals...mas não era do Alegria. Era do Cuiunizinho...rsrs. Apenas o flutuante do Amazon Fisher estava lá pra cima com 4 voadeiras. Pescamos praticamente sozinhos. Muitos não acreditariam, mas tiramos algumas fotos para mostrar pra turma. E assim foi a nossa pescaria. Nada de peixe enorme, nada de pancada bruta, tudo muito difícil em se tratando de peixe. No Negrão o Caio ainda pegou um belo peixe. Não descobrimos a razão do peixe não estar comendo. Colocamos a culpa na água abaixar rápido demais, e com isso aquela nata de sujeira pode ter diminuído a oxigenação da água...mas tudo isso é só cogitação. Acredito q os peixes estavam acasalando..só pode. Não tem justificativa para o q ocorreu. Mas isso pouco importou para o nosso grupo...Como seu sempre digo a todos, esta turma é muito, mas muito diferenciada. Do mesmo jeito q fomos, voltamos...Sem uma discussão sequer, sem uma palhaçada sequer, sem uma babaquice sequer. Finalizo com uma fotinha do Caio levando os 18kg de bagagem dele... Ah, isso pq a Azul não deixou ele embarcar com o tubo de varas de 300mm... Agradeço a turma do Angatu pela atenção dada. Eu que conheço a turma de perto, sei o quanto foi desgastante essa mudança de SIRN para Barcelos. Muitos grupos cancelaram a pescaria, o q atrapalhou a logística das operações, mas a equipe não mediu esforços em nos atender bem. Ao amigo Jairo q, mesmo estando doente, prontamente se colocou a frente da excursão/acampamento sem deixar o nosso garçom pra trás...rsrs E aos amigos do TorresmAçu, mais uma vez agradeço pela confiança de organizar a pescaria e ajustar o detalhes dela. E quanto aos peixes de Barcelos q não quiseram vir na isca, q se lasquem vocês. Fui....e ano q vem estaremos por aí pescando novamente.
  2. Torresmo Açu - 2018 Data: Out Local: Santa Isabel do Rio Negro Barco: Angatu Açu Pescadores: Fabrício Biguá, João Biguá, Xandego, Thiaguinho, Ricardo, Denis, Paulo Emi, Raimundão, Edu Camargo, Poiani, Durante, Carpincho, Pinelli, Megda, e os novatos nesta turma, Wallace e Carlinhos. Mais uma vez resolvemos reunir esta turma fantástica em uma pescaria no Rio Negro. São 6 anos de convivência, excelentes amizades, muita risadas, e todos focados num objetivo só: o de se divertir. Pesco em SIRN desde 2005. Parei de contar as semanas de pesca quando ultrapassei a 30, isso, em 2014. De lá pra cá foquei totalmente em estar com pessoas melhores q eu. Os "fissurinhas", COMO EU ERA ANTES, fui deixando de lado, assim como os perfeccionistas, os chatos, os aproveitadores, ou aqueles se preocupam mais com o peixe, q com o colega ou com a boa convivência. Claro q estou sendo generalista, afinal, graças a Ele, tenho facilmente mais uns 100 amigos q poderiam estar nesta turma e não estão, seja por falta de tempo, oportunidade ou por dinheiro mesmo. Mas esta turma se dá ao trabalho de dispensar os primeiros citados. Esta turma é disparada a melhor q tive a oportunidade de pescar. 😍😍....kkkkk...Para ajudar, este ano pesquei na companhia do meu pai. Como nos anos anteriores (depois colocarei os links aqui pra baixo), vamos conversando de tudo no decorrer do ano...O q menos conversamos, é da pescaria, afinal, esta turma já é tarimbada demais. Por incrível q pareça, o foco maior é sempre em agradar, é sempre poder ajudar. Rumamos para SIRN, e, como a maioria de vcs bem sabem, os conflitos envolvendo comunidades ribeirinhas/indígenas, tem atrapalhado em muito a pesca na região. Como fazemos todos os anos, escolhemos um afluente e partimos pro pau. Água 2m acima do nível, fria, e muito pouco peixe na linha. Em alguns períodos, vários do grupo chegavam "dedão" no barco hotel. E sabe o q era melhor?!?! NINGUÉM, simplesmente ninguém, chegava de cara feia, ou indignado, ou chateado. Todos chegavam rindo, zuando, e tocando o terror...rsrs...Se um peixe grande apenas rebojava em um lago, o amigo chamava outros pescadores para tentar arrancar o bicho lá de dentro. Coisa q nunca vi em outro grupo de pesca (não dessa forma). Chegávamos a pescar em 4, 5 ou 6 voadeiras num mesmo lago, e, várias vezes a última canoa que era a premiada...É sério!!! Pescamos por 4 dias inteiros em condições totalmente desfavoráveis, mas com todos do grupo querendo ficar no afluente, independente de resultados. Contrariei um pouco a turma e resolvemos descer para o Negrão, estávamos com 2 novatos no grupo (Carlinhos e o Wallace), q pouco se importavam com os peixes, mas eu queria q os caras conhecessem um pouco do q é Santa Isabel. Descemos na bagaça, e ainda conseguimos pescar por 1 dia inteiro + meio dia, nos lagos próximos a cidade. A água estava uns 5 graus mais quente e os peixes bem mais ativos. E foi aqui q fizemos a maior parte da pescaria (peixes). Em pouco mais de 1 dia, conseguimos um resultado até q razoável para o nível q encontramos. E aqui vão as fotos!!! Xande também acertou a cabeça de um monstro.... E foi aos 45 do segundo tempo, que meu pai, bem desanimado com a pescaria, sugeriu q ficássemos o último meio dia de pescaria no barco hotel. Disse ao coroa que negativo, q pescaria só se acaba, quando acaba...hehee....Cantamos parabéns pra ele e para o Thiaguinho (70 e 40 anos, respectivamente) no café da manhã q foi fizemos na praia, e partimos para a "guerra" naquelas poucas horas q nos restavam. Chegamos ao último lago possível. Dali pra cima era TI...Bastou o coroa arremessar o já conhecido Pop Queen da Maria (135), quando, no segundo arremesso, o bicho entrou com tudo na isca. Tomou um pouco de linha e enroscou no pau. Fomos nos aproximando vagarosamente do bicho, quando meu pai percebeu q o peixe estava quietinho e de boca aberta, ao lado uma galhada, quando chamou o guia para q o "bogasse". Com a típica destreza daquela turma de guias, o nosso conseguiu bogar o peixe antes dele pensar em tomar linha pela segunda vez. Quando o peixe pensou em correr, já era, já estava dentro do barco...rsrs...Depois postarei o vídeo aqui para vcs verem como foi.. Lindo peixe, belas fotos, e o melhor presente de aniversário q meu pai poderia receber naquele dia. + Peixe fotografado e devidamente solto. E foi assim a nossa semana...ou melhor, claro q saíram vários peixes pequenos que não estarei postando para não deixar o relato muito grande. Outro fator q merece ser compartilhado com todos, foi a nossa pescaria "gourmet"...rsrs...O nosso chef, pescador e amigo Thiaguinho, tem feito algumas viagens nos Angatus para mudar completamente o cardápio do barco. Ele e o nosso cozinheiro Mizaque mandaram muito, mas muito bem. Todos os anos levamos acepipes diversos, mas este ano, puts, tudo foi gourmetizado mesmo...rsrs Deem uma curtida nestas fotos abaixo. E olha, isso não chegou nem perto do q realmente comemos...🤪 + E assim encerramos a nossa pescaria. Mesmo com água alta, pescaria fraca, saímos mais felizes do que chegamos. Os serviços do barco, segundo todos os amigos do grupo, melhorou muiiiiitttooooo....Claro q o Thiaguinho teve grande participação nisto, mas o nosso cozinheiro tem aprendido tudo muito facilmente, os nossos guias foram muito bem, camareira moeu dessa vez, o nosso gerente, Jairo, colocou 150 caixas de Heineken pra nossa turma. A partir de 2019, TODAS AS OPERAÇÕES DO ANGATU, contarão com cerveja Heineken, Campari, Smirnoff e Red Label INCLUSO NO PACOTE...E claro, todos os outros funcionários mandaram muito bem. Nosso garçom Alessandro, foi tão bem, mas tão bem, q estará, fora da temporada amazônica, trabalhando com o Carlinhos aqui no Araguaia. Pescaria finalizada e todos, simplesmente TODOS, já confiram novamente presença em outubro de 2019. Materiais utilizados: - Os já conhecidos como matadores por todos vocês. Agradeço de coração a cada um dos amigos que me confiaram a organização dos pequenos detalhes em nome do grupo. E até 2019. Vlw turma, e vlw pai...
  3. SIRN - Out17 - Torresmo Açu Team - Barco: Angatu Açu Turma: Fabrício Biguá, Xandego, Marquinhos Biguá, Castelano, Caio Pinelli, Alberto Megda, Thiago Theroure, Douglas Iber, Rodrigo Durante, Ricardo Nagatomo, Denis Nagatomo, Paulo Emi, Eduardo Camargo, João Poiani, Paulo Lamatia e Tio Du. Condições de Pesca: Péssimas. Água do Rio Negro e dos afluentes ainda altas, pior, todos subindo. Pescaria é isca na água e "desencanamento". A Torresmo Açu Team surgiu há alguns anos atrás, quando um dos pescadores do grupo levou um balde cheio de torresmo de porco pra pescaria. Sabe aquele torresmo monstro q vem com carne junto!??! Esse é muito melhor...rsrsr. No ano seguinte, durante os preparativos para a próxima pescaria que teria como base a mesma turma de pescadores, o nosso amigo Eduardo Camargo resolveu criar uma camisa pra turma...Ao pedir sugestões para o nome da turma, bastou a lembrança do torresmo enorme...rsrs... Açu vem do tupi-guarani e significa GRANDE/MAIOR, nome perfeito para a turma de cachaceiros comedores de torresmos gigantes...kkkk E assim este grupo se mantém unido até hoje. Eu, que chegava e pescar com 04 turmas diferentes por ano em SIRN, passei a adotar esta turma como a minha titular. E sabe porque?!?! Pq estes estão lá para se divertirem, para descansarem das chateações diárias, para fugirem dos problemas, para comer e beber bem, e ainda, PARA FERRAREM OS ENORMES TUCUNARÉS AÇUS. Todos pescam muito, mas muito bem. Todos sabem que encontrar os enormes tucunas depende de vários fatores. Se formos descobrindo como chegar nos brutos, eles vão pular em cima da isca. E foi assim que marcamos mais esta pescaria para o ano de 2017. Abaixo algumas fotos da turma já reunida no Restaurante Amazônico (top, top, top)....e na direita o segundo tempo na Cachaçaria do Dedé (pra variar e para fazer as comprinhas de última hora, né?!?! hehe. Nosso amigo Caio Pinelli ainda saiu de lá com 09 bonés, 3 varas, 5 rolos de linha e umas 20 iscas...kkkkk... + As 6h da manhã partimos de Manaus rumo a SIRN. Voo tranquilo, mas bastou entrarmos no barco para a chuva cair em cima...rsrs.. Abaixo uma foto que sempre desanima os que estão chegando - a ausência de praias no Negrão. Na direita o nosso transfer até a beira do rio. + As notícias não eram as melhores. Ao perguntarmos para nossos guias como estavam os afluentes, a resposta veio como um machado em nossas cabeças.... "Fabrício, a água subiu 1m, 1 metro e pouco, desde a primeira semana de setembro (semana do Alexandre Dick)". Se o nível estava mais alto que no começo de setembro, sabíamos que teríamos q "remar" muito pra acertar os peixes. Pra ajudar, a pesca esportiva em SIRN está uma zona. O prefeito criou um decreto ilegal (q não regulamenta lei alguma), mas para evitar um mal maior e desgosto nos pescadores q só querem se divertir, os operadores cumprem um rodízio maldito que vem sendo feito por lá. Hoje, apenas um único barco por rio, pode subir os 05 afluentes de SIRN, além da região do Atauí. O IBAMA, sob fortíssimas suspeitas de estar sendo bancado por empresas estrangeiras (sejam operadores, sejam ONGs), estava lá sob a desculpa de ordenar a pesca esportiva. Fato é q eles fecharam 02 rios bem no começo da temporada sem comunicarem os operados que estariam por lá. Mas isso fica pra depois, pois eles já foram denunciados e uma hora a porrada come. Não irei estragar o nosso relato falando desta cambada de espertalhões q, juntamente com estes políticos q temos, ajudam a lascar o País. Mas, pelo fato de eu estar participando das discussões do COTA - que é a associação dos operadores de pesca de SIRN - consegui me ajustar com os outros operadores de SIRN. Agora a estratégia estava feita. Tínhamos 03 dias para testarmos, se não desse certo, partiríamos para o Plano "B". Quanto mais subíamos o afluente, mais a água dava sinais de que não iria ceder rapidamente. A cada 24h o nível subia cerca de 4cm ou 5cm. Bom mesmo foi apenas a semana ensolarada. De chuva mesmo, apenas 30 minutos durante toda a semana. Mas o rio não tinha uma praia sequer em seu leito. Geralmente não se pega nada com este nível de água...mas não tínhamos outra opção a não ser a de pescar. Nos 2 primeiros dias eu e o parceiro Xande embarcamos dezenas de tucunarés de pequeno e médio porte. Usando Bonnie 128 ou Jummping Minow, chegamos a embarcar mais de 50 peixes durante 1 único dia. Mas peixe grande, NADA....sequer um ataque, NADA. A pescaria foi essa pra todo o restante do grupo. Muita ação de peixe médio/pequeno. Apenas um ou outro que já foram agraciados com belos exemplares. + + + + A expectativa não era boa. Dava pra perceber que alguns da turma estavam perdendo as esperanças, mesmo sabendo que na base da insistência uma hora ele aparece. E assim fomos nós...garimpando daqui e dali. Acertando um monstrinho vez ou outra... = Caio (acima) acertou este belíssimo exemplar logo nos primeiros dias. Acima nosso amigo Ricardo (vulgo Garú), acertou este monstrinho tb. Abaixo (esq) o novato Denys (irmão do Garú). Pensem num cara figura?!?! Ele é muito mais. Basta ele chegar pro inferno se instalar...kkkk...O "mau" se instala e uma super sacanagem estará sendo bolada...kkkkk...Top demais... + Esta turma é fudida demais...rsr..Basta que uma canoa se junte a outra para as outras 06 venham também...kkkkk...Música alta e muito mel na parada (a lata de fanta estava cheia de pinga....kkkk.. + Carpincho (vulgo Douglas), Beto Megda. Carpincho de novo, Durante, e, ao fundo, o guia Loro. Abaixo o Maurão, com sua hélice 24h, acertou um bom peixe. = E enquanto isto o Marquinhos tentava encontrar a cabeça de porco (a da macumba) q enterraram pra ele... Foto com datador, Sr. Poiani?!?! Aí num dá, né?!?! Num dia lá, logo cedo, eu e o Xande entramos na boca de um lago. Logo atrás outra voadeira, nesta, nossos amigos Denys e seu pai, o Doutor Miagui, ops, Sr. Paulo Emi (olha o respeito, rapá)...Depois de não ter sucesso na Bonnie, resolvi colocar uma hélice e arremessar para o centro do canal. Bastaram 10 arremessos pra este monstrinho aí acertar a isca já pertinho do barco (foto acima)...Ô porrada bem dada...rsrs. Peixe dominado, fotografado e solto. O Paulo Emi ainda chegou a fazer um vídeo do bicho sendo embarcado. Abaixo o também novato, apenas no grupo, mas um novo amigo q se mostrou titular logo no primeiro jogo, João Poiani. O cara não veio pra brincar. Dupla do Marquinhos, acertou este monstrão... Mas foi no terceiro dia a coisa ficou meio feia para alguns. Como peixe grande não saiu para todos, os pescadores com "menos fé"...rsrsr...cogitavam a ideia de descermos para o Negro. Eu sabia que a situação estava feia, mas a ideia de descer para o Negrão e disputar lagos com outra dezena de operadores não estava me agradando. Além disto, eu sabia q o Negrão estava subindo. Apesar desta turma buscar sempre qualidade, eu sabia que lá no Negro as chances PODERIAM ser ainda piores. Bom mesmo era que a turma estava muito preocupada em pegar peixe...rsrsr = Pedi um pouco de paciência pra todos. Como nosso barco hotel já estava parado no ponto final que escolhemos (bem onde achávamos que a água nova se encontrava com a mais quente), pedi para q todos se empenhassem mais no dia seguinte. Lagos melhores batidos e utilização das técnicas que estavam dando certo. O nosso grupo não tem frescura. O q está dando certo é rapidamente repassado aos demais... E lá foi a turma para o quarto dia de pesca. Eu e o Xande continuamos de parceiro...Entramos num lago onde os amigos já tinham pescador no dia anterior (e nós já havíamos passado direto por ele horas antes)...Mas resolvemos voltar e tentar a sorte mais uma vez, agora focados em tirar os bichos do mato. E não é que deu resultado?!?! Joguei uma Bonnie 128 lá no final do lago e dei umas fortes sticadas...E foi aí q vi o bicho passar rapidamente por baixo da isca, quando resolvi acelerar o trabalho dela fugindo...Não deu outra, o bicho veio por baixo, coisa de 2cm abaixo da isca, fazendo aquela marola por baixo dela, quando resolveu acerta-la a 1m do barco...POOOWWW...e tome-lhe linha nas costas...rsr.. Peixe dominado, fotografado e solto...e lá vamos nós rodar o lago novamente. Agora foi a vez do Xande, com uma Perversa pintada com as cores dos Fluminense (presente dos Mocorongos), acertar outro bruto que encharutou-na com vontade. = + Os félas Durante e Caio acertaram este belíssimo dublê. Este da direita mediu 86cm e pesou 24lbs. Nossa situação era deprimente...Olha só...rrsrs A noite o pau quebrava. Nosso mestre culinário Thiaguinho levou essas preciosidades lá pra cima. = Para quem não sabe o nosso amigo Thiaguinho está acompanhando grupos de pesca (ou não) que apreciam um churrasco "gourmet" hehe...e comida top, top, top. O cara tá arrebentando demais...aff... No dia seguinte eu e o Xande ainda conseguimos fisgar 2 bons peixes antes de irmos para o barco hotel. Lá, o nosso amigo Thiaguinho estava preparando uma costela de wagiu. Turma animada em se divertir (sempre) quando chegaram os dois últimos pescadores do dia, já na boca da noite, Caio e Rodrigo. Os caras estavam em êxtase. Quando perguntamos o que era, o Caio já voou de cima da voadeira para a água....rsrsr...Ele como sempre, pouco exagerado, né!??! kkkk Mas em meio aquela confusão toda conseguimos compreender que eles haviam acertado um monstro. Peso?!?! Um monstro com 26.5lbs de peso. Rodrigo havia acertado o peixe "de uma vida". + = Isca?!! Uma Inna da MS. Detalhe, pelo menos umas 5 voadeiras do grupo haviam passado por duas ou três vezes no mesmíssimo lugar naquele dia....rsrs. Ao ser explicado o local exato da captura, pelo menos 10 pescadores haviam pinchado exatamente naquele EXATO ponto. Mas, como o Caio sempre diz, "quando o peixe tem q ser seu, será!". Parabéns Durante...tu merece muito este peixe meu amigo... E foi nesta noite que quase afundamos o barco hotel...kkkk...Foram garrafas e mais garrafas de destilados, engradados de cerveja, sabe aquelas caixinhas de som JBL Extreme?!?! Acabamos com a bateria de umas 5 caixas daquela...kkkkk...A costela?!?! A melhor q o Thiaguinho já fez na vida (ou seria o excesso de mel?!?! )....Nada, e nem ninguém, atrapalharia a alegria dessa turma de pescadores. Até a turma mais experiente moeu na cachaça...rsr.. + TODOS se sentiram agraciados pela captura do amigo Rodrigo, afinal, este grupo é verdadeiramente um grupo. Todos se preocupavam com todos. Todos repassavam dicas e informações verdadeiras e úteis de suas capturas (ou quase capturas). Vez ou outra estávamos em 5 ou 6 voadeiras nos mesmos lagos...tudo, sem o menor estresse. Bom mesmo foi q estes monstros deram um outro "gás" na turma. Agora qualquer arremesso poderia acertar um bruto destes. E lá se foram todos atrás dos brutos. E não é que eles deram as caras?!?! Betão tb estava endemoniado nesta pescaria...Todos os dias ele pegou um bom peixe. Thiaguinho (acima) vai lá e acerta este monsssssttttrrrrooooo. Este foi o seu recorde, peixe com 22.5lbs, capturado depois de muitas, muitas pescarias lá pra cima. Puts, q peixe lindo da porra... E os brutos explodindo na hélice.... E abaixo um exemplo de foto bem batida pelo Tio Du... E assim seguimos com nossa pescaria. Já no Negrão, ainda conseguimos capturar bons exemplares também. Este Negro é duca, né?!?!...ô rio bonito do caramba... Último dia de pescaria e o cansaço já tomava conta de boa parte do grupo. Além disso, Negrão subindo... Neste dia, saí com o Marquinhos (ainda com a cabeça de bode enterrada). O parceiro estava desanimado, abatido. E não era por menos....faziam 3 anos que a macumba que jogaram em cima dele ainda estava funcionando. O cara não acertava um peixe grande. Mas tínhamos algumas horas para quebrar a maldição...kkkkk...e lá fomos nós. Período da manhã com mais 04 canoas no Jaradi (região acima de SIRN q faz divisa com a TI Médio Rio Negro II), região show de bola...Como disse lá pra cima, todos estavam pescando próximo...Dois pescadores batiam de um lado do paranã, e dois do outro lado. Tomamos algumas pancadas de peixes menores, mas nada de grande. Ao fundo, víamos que o nosso amigo Betão estava com peixe engatado na linha. O cara pegou um monstro logo após a passagem de 04 barcos pelo mesmo lugar, confirmando a teoria de que o peixe dentro do mato, escuta a isca a água e vem ver o que é. O problema é q o pescador já bateu naquele lugar e está longe do peixe... Foto do guia Bolo com o peixe do Betão. Linda foto, hein, Betão?!?! Câmera suja, sol nas costas... kkkk...o contrário da perfeição...kkkk, féla... Paramos na praia da saída do Jaradi para almoçar. Lá, os nossos amigos do Baquara Team. Trocamos algumas informações, e lá fomos nós novamente. Na saída da canoa encontramos com a dupla Thiaguinho e Caio...Os caras estavam no Lago do Mamá e nos falaram q tinha peixe grande mas não queriam entrar na isca. Eu e o Boto resolvemos tentar assim mesmo...afinal, difícil é encontrar o peixe...Se já encontraram, agora é fazer ele comer...economizando muito no tempo de pesca. Entramos no lago e começamos a bater. Ao passarmos exatamente pelo mesmo lugar onde o nosso amigo @Márcio Biguá havia pego um belo peixe no ano passado, um bruto veio atrás da hélice do Marquinhos e cacimbou-a ao lado da barco. E lá se vai linha da carretilha...rsrs... Peixe agarrado nas pauleiras quando o nosso guia pula na água atrás dele. Vcs acreditam que o guia veio com peixe agarrado pela boca e pelo rabo?!?! hehee...Sim, ele não usava as mãos para nadar. O cara foi uma foca ninja...rsrsr. Melhor foi ver a alegria do amigo...O feitiço estava desfeito... Soltamos o peixe e voltamos a pescar....E com mais 10 arremessos outro bruto caceta a minha hélice. Esta foi a terceira vez que um bom peixe acerta a minha isca na borda do barco..rsrs.. Bom demais. Peixe solto...e a certeza do dever cumprido. Durante uma semana tive a oportunidade de conviver com pessoas incríveis. Os mais experientes, Tio Du 1, Tio Du 2 e Paulo Emi foram de uma fineza ímpar. A tranquilidade dos caras "contamina" os mais novos. Na turma mais nova, a certeza de que mais uma vez o peixe foi apenas um dos detalhes da viagem. A tripulação do Angatu o nosso muito obrigado. Principalmente ao nosso garçom Ney, um doce de pessoa. E no dia seguinte lá vamos nós, de volta aos nossos lares com a certeza do dever cumprido. Corpo moído mas mente renovada...E assim foi a pescaria 2017 da Torresmo Açu. Vlw cambada.... E assim encerramos mais uma belíssima pescaria. Agradeço aos 15 amigos pela oportunidade conviver com eles por esta semana incrível. Se fosse descrever as qualidades de todos aqui, certamente não seria justo. Todos fizeram com que a pescaria fosse única. Ao pessoal do barco o nosso muito obrigado. Palavras do grupo: comida melhorou ainda mais este ano, guias fantásticos, colchões top de linha, e o melhor de tudo, um garçom q fez curso nos melhores restaurantes de Paris. Abs...e até o ano q vem!!! Aos que ainda estão lendo o relato, gosto de postar algumas situações engraçadas que surgem com o grupo. E esse ano tivemos duas situações q merecem ser compartilhadas...kkkkk... Historinha 1: Eu e o Xande pescando neste dia. Xande na frente e eu no meio do bote. Canalzinho estreito, e os dois arremessando do lado esquerdo da vegetação, quando o guia pede ao Xande para arremessar do outro lado, pois estava com mais chances de pegar o peixe. O Xande arremessa na direita e nada. Eu, no primeiro arremesso (ainda na esquerda) acerto um tucuna de 14lbs q era um demônio....kkkkkk O peixe não tinha pra onde correr e resolveu pular nas árvores...kkkkk...Um cena q nunca mais esquecerei (a cena do peixe e a cara do Xande)... ...pois o peixe saltava no meio do igapó...kkkkk Depois disso o Xande só arremessava ao contrário do q o guia recomendava...kkkkkk Historinha 2: Rio subindo 5cm por dia. Durante um almoço com a turma toda reunida na praia, o Marquinhos, ao descer da canoa, faz uma marcação do nível do rio na areia da praia (colocou um toquinho na linha da água). O Betão, muito FDP, viu ele fazer a marcação e ficou caladinho. Assim q o Marquinhos deu bobeira, o Betão foi lá e enfiou o toquinho pro fundo do rio...kkkkk (q FDP...kkk) Meia hora depois ele pergunta pra turma se alguém fez alguma marcação para saber como estava o nível... O Marquinhos saiu todo inocente e serelepe lá do meio do mato bradando...."eu fiz, eu fiz, eu fiz"...e foi em direção ao toquinho submergido. Colocou as mãos na cabeça e disse: "fudeu, fudeu...vamos embora daqui desta merda. É por isso q essa água tá fria e eu não pego nada. Tá explicado, tá explicado. Essa porr@ até subindo igual o Tietê em dia de enchente. Cara, eu nunca vi isso!!!".... E pior, a turma ficou caladinha...kkkkk. Todos desconversaram, e o almoço seguiu com o Marquinhos reclamando do repiquete....kkk Assim q o Marquinhos deu bobeira novamente, o Betão foi lá e retornou com o toquinho pra linha da água e ficou quietinho novamente...kkkk Meia hora depois o Marquinhos volta e se depara com o nível "antigo"....Coça a cabeça sem entender nada...E diz ao grupo q o nível estava muito estranho, pois havia secado o mesmo tanto. O Betão disse a ele que a razão da queda da água poderia ser atribuída ao fato da turma q estava dentro da água tomando banho, agora estar fora da água...kkkk E o Marquinhos ainda chegou a responder: "rapaz, isso aqui é um rio, num é um lago não"....kkkkk Ai a turma não aguentou... Até hoje todos riem da situação do amigo...kkkk..
×
×
  • Criar Novo...