Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
ThaisonScopel

usina no rio Araguaia

Posts Recomendados

Licença do Ibama para usina no rio Araguaia deve sair em 45 dias

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) deve emitir em 45 dias o parecer sobre a licença de construção da Usina Couto Magalhães no rio Araguaia, localizado entre os municípios de Alto Araguaia (MT) e Santa Rita do Araguaia (GO). A garantia foi dada nesta quarta-feira (15/6) pelo coordenador Geral de Infraestrutura de Energia Elétrica do Ibama, que analisará os Estudos de Impacto Ambiental antes de emitir a licença.

O empreendimento energético é um antigo sonho da região Araguaia. E a discussão se arrasta há mais de 30 anos. “Esse projeto é a esperança de uma região carente de desenvolvimento”, destacou o deputado Homero Pereira. (PR), que esteve reunido junto com os deputados Wellington Fagundes (PR), Neri Geller (PP); Julio Campos (DEM); Valtenir Pereira (PPS) e Ságuas Moraes (PT), além de vereadores e prefeitos das duas cidades.

O coordenador Adriano afirmou que a viabilidade da hidroelétrica já é constatada e aguarda apenas a adequação do projeto para evitar que a biodiversidade do local seja afetada.

De acordo com a assessoria de imprensa de Homero Pereira, a Couto Magalhães irá alagar apenas 48 quilômetros quadrados, para uma produção energética de 150 MW, o equivalente a cerca de 25% da demanda mato-grossense. O empreendimento permitirá o desenvolvimento de projetos de irrigação em Mato Grosso e Goiás e terá importante função no controle das cheias no rio Araguaia. A previsão de custo total é de R$ 250 milhões.

Em 2007, quando a presidente Dilma Rousseff era então ministra chefe da Casa Civil, ela havia afirmado que a EPE- Empresa de Pesquisa Energética – estava concluindo o estudo de avaliação ambiental integrada do rio Araguaia.

De acordo com Dilma, assim que esses estudos fossem concluídos seria definida a sua construção. A então ministra argumentou que o governo federal não aceitou a definição do rio Araguaia como sendo um rio que não podia ter nenhuma usina. "Pelo contrário, nós estamos fazendo o projeto de avaliação integrado, que terá que ser concluído para ser divulgado".

http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?noticia=Licenca_do_Ibama_para_usina_no_rio_Araguaia_deve_sair_em_45_dias&id=184568

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O mais engraçado é ler que que a usina vai permitir controlar a cheia do rio Araguaia.... como asim???? A cheia, o extravasamento da água é essencial para aquele meio ambiente. Vai dar merda!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É como eu disse, o que eles estão realmente preocupados é com grana que eles vão morder da verba que será liberada para construção da usina.

Se não fosse o dinheiro eles não construiriam tantas usinas.

Eles não conhecem nada sobre meio-ambiente, pois não precisa estudar muito pra saber que o rio precisa do ciclo de cheia e isso até mesmo deixa o solo mais fértil para pratica da agricultura.

negativo::

Abrs!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
O plano diabólico do governo parece ser o de destruir todos os rios brasileiros de vital importância para os ecossistemas, um a um... caveira:: diabo:: caveira::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu ia escrever um monte de coisa das quais não tenho conhecimento, algumas até indecorosas, mas vou dizer apenas duas da qual eu tenho certeza, 48 km quadrados o cacete, vai ter muito mais do que isso e o araguaia nunca mais vai ser o mesmo ::nada:: .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xingu, Tapajós, Madeira, Teles Pires e agora o Araguaia... mau:: mau:: mau::

Onde isso vai parar?????? Será que já não está de bom tamanho?????

Lista das 10 maiores hidrelétricas do Brasil

Usina Hidrelétrica de Itaipu - Rio Paraná, 14.000 MW - Paraná

Usina Hidrelétrica de Belo Monte - Rio Xingu, 11.233 MW - Pará (licitada)

Usina Hidrelétrica São Luiz do Tapajós - Rio Tapajós, 8.381 MW - Pará (projetada)

Usina Hidrelétrica de Tucuruí - Rio Tocantins, 8.370 MW - Pará

Usina Hidrelétrica de Jirau - Rio Madeira, 3.450 MW - Rondônia (em construção)

Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira - Rio Paraná, 3.444 MW - São Paulo e Mato Grosso do Sul

Usina Hidrelétrica de Xingó - Rio São Francisco, 3.162 MW - Alagoas e Sergipe

Usina Hidrelétrica Santo Antônio - Rio Madeira, 3.150 MW - Rondônia (em construção)

Usina Hidrelétrica Paulo Afonso IV - Rio São Francisco, 2.462 MW - Bahia

Usina Hidrelétrica Jatobá - Rio Tapajós, 2.338 MW - Pará (projetada)

Listagem de Hidrelétricas do Brasil

Usina Hidrelétrica de Itumbiara - Rio Paranaíba, 2.082 MW - Minas Gerais

Usina Hidrelétrica Teles Pires - Rio Teles Pires, 1.820 MW - Mato Grosso

Usina Hidrelétrica de São Simão - Rio Paranaíba, 1.710 MW - Minas Gerais/ Goiás

Usina Hidrelétrica de Foz do Areia - Rio Iguaçu, 1.676 MW - Paraná

Usina Hidrelétrica de Jupiá - Rio Paraná, 1.551 MW - Mato Grosso do Sul/ São Paulo

Usina Hidrelétrica de Itaparica - Rio São Francisco, 1.500 MW - Pernambuco

Usina Hidrelétrica de Itá - Rio Uruguai, 1.450 MW Santa Catarina

Usina Hidrelétrica de Marimbondo - Rio Grande, 1.440 MW - Minas Gerais

Usina Hidrelétrica de Porto Primavera - Rio Paraná, 1.430 MW - Mato Grosso do Sul/ São Paulo

Usina Hidrelétrica de Salto Santiago - Rio Iguaçu, 1.420 MW - Paraná

Usina Hidrelétrica de Água Vermelha - Rio Grande, 1.396 MW - Minas Gerais

Usina Hidrelétrica de Serra da Mesa - Rio Tocantins, 1.275 MW

Usina Hidrelétrica de Segredo - Rio Iguaçu, 1.260 MW - Paraná

Usina Hidrelétrica de Salto Caxias - Rio Iguaçu, 1.240 MW - Paraná

Usina Hidrelétrica de Furnas - Rio Grande, 1.216 MW - Minas Gerais

Usina Hidrelétrica de Emborcação - Rio Paranaíba, 1.192 MW

Usina Hidrelétrica de Machadinho - Rio Pelotas, 1.140 MW Santa Catarina

Usina Hidrelétrica de Salto Osório - Rio Iguaçu, 1.078 MW

Usina Hidrelétrica Luiz Carlos Barreto - Rio Grande, 1.050 MW - Minas Gerais

Usina Hidrelétrica de Sobradinho - Rio São Francisco, 1.050 MW

Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães- Rio Tocantins, 902,5 MW

Usina Hidrelétrica Henry Borden- Canal do Rio Pinheiros e Rio das Pedras, 889 MW

Usina Hidrelétrica Jamanxim - Rio Tapajós, 881 MW (projetada)

Usina Hidrelétrica de Campos Novos - Rio Canoas, 880 MW

Usina Hidrelétrica Foz do Chapecó- Rio Uruguai, 855 MW

Usina Hidrelétrica de Três Irmãos - Rio Tietê, 807,5 MW

Usina Hidrelétrica Cachoeira do Caí - Rio Tapajós, 802 MW (projetada)

Usina Hidrelétrica de São Manoel - Rio Teles Pires, 746 MW (projetada)

Usina Hidrelétrica de Capivara - Rio Paranapanema, 619 MW

Usina Hidrelétrica de Cachoeira Dourada - Rio Paranaíba, 600 MW

Usina Hidrelétrica Cachoeira dos Patos - Rio Tapajós, 528 MW (projetada)

Usina Hidrelétrica de Taquaruçu - Rio Paranapanema, 526 MW

Usina Hidrelétrica de Nova Ponte - Rio Araguari, 510 MW

Usina Hidrelétrica Itaúba – Rio Jacuí, 500,00 MW

Usina Hidrelétrica de Sinop - Rio Teles Pires, 461 MW (projetada)

Usina Hidrelétrica Mascarenhas de Moraes - Rio Grande , 458 MW

Usina Hidrelétrica de Cana Brava - Rio Tocantins, 456 MW

Usina Hidrelétrica de Itapebi - Rio Jequitinhonha, 450 MW

Usina Hidrelétrica de Moxotó - Rio São Francisco, 440 MW

Usina Hidrelétrica de Jaguara - Rio Grande , 424 MW - Minas Gerais/ São Paulo

Usina Hidrelétrica de Chavantes - Rio Paranapanema, 414 MW

Usina Hidrelétrica de Miranda - Rio Araguari, 408 MW

Usina Hidrelétrica de Três Marias - Rio São Francisco, 396 MW

Usina Hidrelétrica de Volta Grande - Rio Grande, 380 MW

Usina Hidrelétrica de Corumbá - Rio Corumbá, 375 MW

Usina Hidrelétrica de Mauá - Rio Tibagi, 361 MW Paraná (em construção, conclusão:2011)

Usina Hidrelétrica de Irapé - Rio Jequitinhonha, 360 MW

Usina Hidrelétrica de Rosana - Rio Paranapanema, 353 MW

Usina Hidrelétrica de Tabajara - Rio Ji-Paraná, 350 MW - Rondônia (Em processo de licenciamento)

Usina Hidrelétrica de Nova Avanhandava - Rio Tietê, 347 MW

Usina Hidrelétrica de Aimorés - Rio Doce, 330 MW

Usina Hidrelétrica de Porto Colômbia - Rio Grande , 320 MW

Usina Hidrelétrica de Promissão - Rio Tietê, 264 MW São Paulo

Usina Hidrelétrica de Dardanelos - Rio Aripuanã, 261 MW (em construção, conclusão: 2010)

Usina Hidrelétrica de Capivari Cachoeira - Rio Capivari e Rio Cachoeira, 260 MW

Usina Hidrelétrica de Balbina - Rio Uatumã, 250 MW

Usina Hidrelétrica de Samuel - Rio Jamari , 216,0 MW - Rondônia

Usina Hidrelétrica de Boa Esperança - Rio Parnaíba - 237 MW

Usina Hidrelétrica de São Roque - Rio Canoas - 214 MW

Usina Hidrelétrica de Manso - Rio Manso - 212 MW

Usina Hidrelétrica Leonel de Moura Brizola (Jacuí) – Rio Jacuí, 180,00 MW

Usina Hidrelétrica Passo Real – Rio Jacuí, 158,00 MW

Usina Hidrelétrica Garibaldi – Rio Canoas, 150,00 MW

Usina Hidrelétrica de Bariri - Rio Tietê, 143 MW

Usina Hidrelétrica de Barra Bonita - Rio Tietê, 141 MW

Usina Hidrelétrica de Ibitinga - Rio Tietê, 132 MW

Usina Hidrelétrica de Mascarenhas - Rio Doce, 131 MW

Usina Hidrelétrica Castro Alves - Rio das Antas - 130 MW

Usina Hidrelétrica Montes Claros - Rio das Antas - 130 MW

Usina Hidrelétrica de Corumbá IV - Rio Corumbá, 127 MW

Usina Hidrelétrica Dona Francisca – Rio Jacuí, 125 MW

Usina Hidrelétrica Quebra Queixo – Rio Chapecó, 120 MW

Usina Hidrelétrica de Fundão - Rio Jordão, 118,0 MW

Usina Hidrelétrica de Santa Clara - Rio Jordão, 118,0 MW

Usina Hidrelétrica Salto do Rio Verdinho - Rio Verde, 108,0 MW (em construção, conclusão: 2010)

Usina Hidrelétrica de Euclides da Cunha - Rio Pardo, 109 MW

Usina Hidrelétrica de Queimado - Rio Preto, 105,0 MW

Usina Hidrelétrica de Salto Grande - rio Santo Antônio, 102 MW

Usina Hidrelétrica 14 de Julho - Rio das Antas - 100 MW

Usina Hidrelétrica de Jurumirim - Rio Paranapanema, 98,0 MW

Usina Hidrelétrica Salto - GO - Caçu-Itarumã, 93 MW

Usina Hidrelétrica Barra dos Coqueiros - Rio Claro, 90 MW (em construção, conclusão: 2010)

Usina Hidrelétrica de Paraibuna - Rio Paraibuna - Bacia do Rio Paraíba do Sul, 85 MW

Usina Hidrelétrica de Retiro Baixo - Rio Paraopeba - Bacia do Rio São Francisco, 82 MW

Usina Hidrelétrica de Canoas I - Rio Paranapanema, 81 MW

Usina Hidrelétrica de Caconde - Rio Pardo, 80 MW

Usina Hidrelétrica Coaracy Nunes - Rio Araguari, 78 MW

Usina Hidrelétrica de Salto Grande - Rio Paranapanema, 74 MW

Usina Hidrelétrica de Canoas II - Rio Paranapanema, 72 MW

Usina Hidrelétrica Caçu - Rio Claro, 65 MW (em construção, conclusão: 2010)

Usina Hidrelétrica de Santa Clara - Rio Mucuri, 60 MW

Usina Hidrelétrica de São João - Rio Chopim, 60 MW

Usina Hidrelétrica de Rosal - Rio Itabapoana, 55 MW

Usina Hidrelétrica de Camargos - Rio Grande, 48 MW

Usina Hidrelétrica de Cachoeirinha - Rio Chopim, 45 MW

Usina Hidrelétrica Canastra – Rio Santa Maria, 44,00 MW

Usina Hidrelétrica Barra Bonita - Rio Tietê, 36,02 MW

Usina Hidrelétrica de Espora - Rio Corrente, 32 MW

Usina Hidrelétrica de Limoeiro - Rio Pardo, 32 MW

Lista de pequenas centrais hidrelétricas do BrasilUsina Paulista Queluz de Energia – Rio Paraíba do Sul, 30 MW

Usina Paulista Lavrinhas de Energia – Rio Paraíba do Sul, 30 MW

Usina Hidrelétrica Irara – Rio Claro, 30 MW

Usina Hidrelétrica de Jataí - Rio Claro, 30 MW

Pequena Central Hidrelétrica Santa Rosa - Rio Grande, Cordeiro - Rio de Janeiro, 30 MW

Usina Hidrelétrica Jaguari - Rio Jaguari - Bacia do Rio Paraíba do Sul, 27,6 MW

Usina Hidrelétrica de Porto Góes - Rio Tietê, 24,6 MW

Usina Hidrelétrica Presidente Vargas - Rio Tibagi, 22,5 MW

Usina Hidrelétrica de Rasgão - Rio Tietê, 22 MW

Usina Hidrelétrica Retiro Velho - Rio Prata, 20 MW (Fase Final de Construção)

PCH Santo Cristo - Rio Pelotinhas, SC - 19,5 MW

PCH São Mateus - Rio Lava Tudo, SC - 19 MW

PCH João Borges - Rio Caveiras, SC - 19 MW

Usina Hidrelétrica de Piau - Rios Pinho e Piau, 18 MW

PCH Coxilha Rica - Rio Pelotinhas, SC - 18 MW

Central Hidrelétrica do Oeste de Santa Catarina - Rio das Antas, 16,5 MW

PCH Barra do Rio Chapéu - Rio Braço do Norte, SC - 15 MW

PCH Antoninha - Rio Lava Tudo, SC - 13MW

Usina Hidrelétrica de Gafanhoto - Rio Pará, 13 MW

Usina Hidrelétrica Bugres – Rios Santa Maria e Santa Cruz, 11,50 MW

PCH Gamba - Rio Lava Tudo, SC - 10,8 MW

PCH Pinheiro - Rio Caveiras, SC - 10 MW

PCH Malacara - Rio Lava Tudo, SC - 9,2 MW

PCH Itararè - Rio Caveiras, SC - 9 MW

Usina Hidrelétrica de Peti - Rio Santa Bárbara, 9 MW

Usina Hidrelétrica de Rio das Pedras - Rio das Velhas, 9 MW

Usina Hidrelétrica de Poço Fundo - Rio Machado, 9 MW

Usina Hidrelétrica de Garcia - Angelina,8 MW

Usina Hidrelétrica de Joasal - Rio Paraibuna, 8 MW

Usina Hidrelétrica de Tronqueiras - Rio Tronqueiras, 8 MW

Usina Hidrelétrica de Martins - Rio Uberabinha, 8 MW

Usina Hidrelétrica de Moji-Guaçu - Rio Moji-Guaçu, 7 MW

Usina Hidrelétrica de Cajuru - Rio Pará, 7 MW

Usina Hidrelétrica de São Bernardo - Rio São Bernardo, 7 MW

Usina Hidrelétrica da Derivação do Rio Jordão - Rio Jordão, 6,5 MW

Usina Hidrelétrica Capão Preto - Ribeirão dos Negros e Rio do Quilombo, 5,52 MW

Usina Hidrelétrica Santana - Rio Jacaré-Guaçu, 4,32 MW

Usina Hidrelétrica Caju - Rio Xanxerê, 4 MW

Usina Hidrelétrica Capingüí – Rio Capingüí, 4 MW

Usina Hidrelétrica de Paraúna - Rio Paraúna, 4 MW

Usina Hidrelétrica de Pandeiros - Rio Pandeiros, 4 MW

Usina Hidrelétrica de Paciência - Rio Paraibuna, 4 MW

Usina Hidrelétrica de Marmelos - Rio Paraibuna, 4 MW

Usina Hidrelétrica Ernestina – Rio Jacuí, 3,70 MW

Usina Hidrelétrica Passo Ajuricaba – Rio Ijui, 3,70 MW

Usina Hidrelétrica Izabel - Rio Sacatrapo, 3,3 MW

Usina Hidrelétrica de Tombos - Rio Carangola, 2,88 MW

Usina Hidrelétrica Luiz Dias - Rio Luorenço Velho, 2,4 MW

Usina Hidrelétrica Chibarro - Rio Chibarro, 2,28 MW

Usina Hidrelétrica do Lobo - Rio do Lobo e Rio Itaqueri, 2,1 MW

Usina Hidrelétrica de Dona Rita - Rio Tanque, 2 MW

Usina Hidrelétrica de Salto de Morais - Rio Tijuco, 2 MW

Usina Hidrelétrica de Sumidouro - Rio Sacramento, 2 MW

Usina Hidrelétrica de Anil - Rio Jacaré, 2 MW

Usina Hidrelétrica de Machado Mineiro - Rio Pardo, 2 MW

Usina Hidrelétrica de Xicão - Rio Santa Cruz, 2 MW

Usina Hidrelétrica Santa Rosa – Rio Santa Rosa, 1,90 MW

Usina Hidrelétrica Guarita – Rio Guarita, 1,70 MW

Usina Hidrelétrica Herval – Rio Cadeia, 1,40 MW

Usina Hidrelétrica do Rio Novo – Rio Novo, 1,28 MW

Usina Hidrelétrica Maurício - Rio Novo, 1,28 MW

Usina Hidrelétrica Cachoeira do Salto – Rio do Braço, 1,2 MW

Usina Hidrelétrica Forquilha – Rio Forquilha, 1,10 MW

Usina Hidrelétrica Toca – Rio Santa Cruz, 1,10 MW

Usina Hidrelétrica Passo do Inferno – Rio Santa Cruz, 1,10 MW

Usina Hidrelétrica Ijuizinho – Rio Ijuizinho, 1 MW

Usina Hidrelétrica Ivaí – Rio Ivaí, 0,70 MW

Usina Hidrelétrica Sede – Rio Potiribu, 0,70 MW

Usina Hidrelétrica de Bocaina - Rio Bravo, 0,62 MW

Usina Hidrelétrica Monjolinho - Rio Monjolinho, 0,60 MW

Usina Hidrelétrica Três Saltos - Rio Taló, 0,60 MW

Usina Hidrelétrica de Sodré - Rio Piagui, 0,60 MW

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...