Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Weberton Pascuoti

DICAS DE SEGURANÇA

Posts Recomendados

Bem pessoal, todos sabemos que cada um tem suas próprias experiências e muitos tb colhem a dos amigos e antepassados, deixo aqui um tópico para os companheiros e espero que os tais possam enriquecê-lo com suas contribuições e experiências.

DICAS DE SEGURANÇA:

ITENS QUE SEMPRE DEVE TER A MÃO:

COLÍRIOS + SORO FISIOLÓGICO

FAIXAS E GASES ESTEREIS + IODO + LUVAS DESCARTÁVEIS ESTEREIS

LANTERNAS, LAMPIÃO, LAMPARINA etc

FOSFOROS, ESQUEIROS

FACAS, FACÕES

SERRA DE LAMINA P/ AÇO + LAMINAS RESERVAS

SERRA DE MÃO PARA MADEIRA

EXCEÇÃO: (QDO NA EQUIPE HOUVER UM MÉDICO, OU PROFISSIONAL DA SAÚDE COM TREINAMENTO ADEQUADO)

TALAS P/ IMOBILIZAÇÃO

LINHA CIRURGICA, AGULHA CIRURGICA

BISTURI SÓ SE FOR ESTERIL E DESCARTÁVEL

SORO ANTIOFÍDICO, ANTIBIÓTICO, ANESTESIA

SERINGAS P INJEÇÃO E AGULHAS

PROCEDIMENTOS:

• FOGO E COMBUSTÍVEIS + SUJEITO DE FOGO = FESTIVAL DE HORRORES, O EXCESSO DE CONFIANÇA ACABA NOS TRAINDO, ESCALEM PESSOAS SÓBRIAS PARA TAREFAS PERIGOSAS.

• FACA SEMPRE A MÃO, NUNCA DENTRO DA CAIXA DE PESCA, OU NO PORTA TRECOS DO BARCO, SEMPRE A MÃO E LIVRE DE TRAVAS E SISTEMAS DE SEGURANÇA, ESSA FACA É A FACA P EMERGÊNCIA, NÃO PRECISA SER A FACA DA PESCA, DO MESMO MODO DE NADA VAI ADIANTAR UM CANIVETE FECHADO, A NÃO SER OS AUTOMÁTICOS, SENÃO, OPTE POR UMA FACA.

• PESCA DE RODADA, ENROSCOU E TÁ FORÇANDO NO LIMITE, FACA NA LINHA, NÃO ESPERE O CHUMBO OU ANZOL FERIR ALGUÉM... LEMBRE-SE O OBJETIVO É DIVERSÃO, NÃO TRANSFORME EM UM FESTIVAL DE HORRORES.

• AO NAVEGAR PERTO DE ÁRVORES, ARBUSTOS E GALHADAS, CUIDADO COM LINHAS SUSPENSAS, PODE HAVER ANZOIS NAS LINHAS E ALGUÉM SE FERIR GRAVEMENTE.

• ONDAS [OS FAMOSOS CAVALEIROS DÁGUA, CARNEIROS DÁGUA, CAVALOS DÁGUA, CADA REGIÃO TRATA DE UM JEITO], MUITO CUIDADO, SE VC NUNCA ENFRENTOU UMA SITUAÇÃO DESSAS NÃO SE META EM ENRASCADA, VÁ PARA A MARGEM MAIS PRÓXIMA E AGUARDE O TEMPO MELHORAR, MELHOR PERDER ALGUMAS HORAS DO QUE UM AMIGO OU PARENTE OU MESMO A PRÓPRIA VIDA, LEMBRE-SE O OBJETIVO É A DIVERSÃO. SITUAÇÃO CRITICA PARA EMBARCAÇÕES PEQUENAS DE BORDA DE ATÉ 70 CM, TIPO BOTES DE ALUMINIO, MADEIRA OU INFLÁVEIS, OBSERVAR:

a) Quanto ainda resta de combustível, imprescindível sabe-lo, pois se vc optar por atravessar a intempérie é melhor que não fique preso lá no meio da represa com esse tempo.

b) Barco chato ou de borda baixa, não entre nessa situação a não ser que esteja realmente familiarizado com ela e tenha muito motor para levantar a frente do barco. Situação desaconselhável.

c) Verifique o excesso de peso no barco, se a carga estiver próxima do máximo para a embarcação, não prossiga, procure um local para ficar abrigado.

d) Fique atento ao tempo, se a região é conhecida por rajadas de ventos e formação de ondas, observe os sinais de mudança e seja prevenido, ainda que não vá abandonar a área definitivamente, procure estar mais próximo da margem.

e) Cuidado com o equilíbrio do barco distribua a carga de maneira homogênea e não concentro “todo” o peso na popa, lembre que o barco tem seus limites máximos de tolerância, se vc já tem um motor próximo do máximo do indicado pelo fabricante, vc já tem um bom limite de carga na popa.

f) Se for bater em retirada esvazie os viveiros, a pesca já era mesmo, qquer peso desnecessário não é bem vindo.

g) Tenha sempre um companheiro atinado a esses detalhes, que saiba manusear os tampões de arrasto do barco para em caso de emborcar água fazerem a drenagem rapidamente. Se está com companheiros que não conhecem os detalhes de navegabilidade e de salvatagem, melhor antes de saírem dar umas instruções básicas.

h) Coletes salva vidas, não serve só de acento de privada ok? Ele pode salvar uma vida.

i) Se o casco for perfurado, e o furo for pequeno, uma redistribuição da carga e a operação dos tampões de dreno podem ser suficientes para se deslocar até a margem mais próxima, não arrisque seguir adiante se houverem ondas, não há como analisar se comprometeu a estrutura ou se a chapa vai resistir aos trancos das ondas, vá para a margem;

j) Mentalize antes e estará prevenido, se o casco furou e a água que adentra é realmente abundante, coloquem os coletes, se houver companheiros em numero que permita operar os tampões e jogar a carga excedente fora, façam rápido. Ex.: iscas, poitas, bebidas, extintor, guarda sol, mantimentos, fogareiro, churrasqueira, e se ainda assim o volume de água é maior, afivelem bem os coletes e preparem-se para abandonar o barco, dependendo do barco ele possui boa flutuabilidade ainda que imerso, dando para se segurarem nele. Como estamos tratando de uma situação critica realmente valeria a pena até soltar o motor e tanque para diminuir o peso da embarcação e poder utiliza-la para flutuação.

• COLETES: Os coletes são um incomodo realmente, mas são necessários e podem salvar-nos; procure utilizar coletes dentro dos padrões estabelecidos e se preciso troque as fivelas, há fivelas que ou não prendem direito ou não soltam com a facilidade que um item de segurança requer. Soltar? Sim soltar com a mesma facilidade que se prendem, pois se o colete ficar enroscado em algo vc precisa se livrar dele rapidamente e em certas circunstancias aquela faca não que deveria estar na caixa de pesca tb pode te salvar. Alguns coletes tem uma cinta para se passar por entre as pernas, esse serve para o colete não sair para cima qdo houver uma pressão como que qdo um homem pula em pé na água. Outro item importante é o apito, ele pode não alcançar socorro a quilómetros de distancia, mas pode chamar a atenção a alguém próximo ou até uma embarcação desapercebida que poderia até mesmo passar por cima da vítima.

• COLETES II: Nada de sair sem o colete, mesmo pra quem sabe nadar, ou vai só dar aquela voltinha, ou o lugar é raso... se vc bater em um toco, pedra, embarcação, pessoa, animal etc e cair de mal jeito na água vc pode ficar desacordado, pode se ferir e não conseguir nadar, pessoal ele tem nome de coletes salva vidas pois essa é a sua função, não é acento para latrina como muitos insistem. Isso vale principalmente para o pessoal dos caiaques, hj muitos caiaques já possuem técnicas aprimoradas que o desviram ou forçam a rotação normalmente, mas vc pode ficar enroscado em algo, muito cuidado, lembre-se de ter sempre uma boa faca a mão. Pessoal tenho insistido nesse assunto, e não me refiro a uma faquinha apenas, tenha uma boa faca, cuja qual vc se adeque bem, e que tenha um corte excelente, evite usá-la para outros fins, essa é a faca de emergência, a não ser que vc seja um exímio prático da arte de afiar um instrumento, mantenha uma faca só para emergências e não amole. :gorfei:

• Banhistas, sky e jetsky: máxima atenção ao ter por perto taís usuários. Sempre peça auxilio para os companheiros qdo forem ligar o motor para partir ou qdo em regresso a margem. Nunca sabemos se alguém mergulhou, se houver vários botes enfileirados e crianças por perto muita atenção se não há crianças nas bordas dos botes. Jetsky, pra mim esse é o maior perigo, muitas vezes não são habilitados, na grande maioria imperitos e com uma alta dose de autoconfiança tudo isso aliado a embriaguez e esta pronto o pano de fundo para um acidente. Os sujeitos fazem manobras ainda ao lado do deck e muitos caem na água bem próximos às hélices dos motores, então muito cuidado, lembre-se depois do acidente o imprudente e inabilitado vira vítima, não preciso dizer mais nada... Cuidado tb com os serventes das marinas e condomínios, muito atenciosos, alguns com anos de prática e assim cheios de autoconfiança, alguns adeptos do álcool, alvos potenciais de acidentes tb.

• Remos: Remos para remar que nada, isso cansa demasiadamente, brincadeiras a parte, qdo embarcações se aproximam nada de dar aquela mão com a mão na outra embarcação, meta o remo, segure, empurre com o remo, se o outro piloteiro não for tão piloto assim ele pode na melhor das hipóteses estrangular sua mão. Da mesma sorte qdo vc se aproximar do deck com barcos enfileirados ou de um ceveiro e perceber aquele sujeito já no espirito da pescaria, todo distraído com a mão na borda do barco, muita cautela, se vc tb não é tão piloto assim já peça para seu companheiro usar o remo para dar distancia segura da outra embarcação ou deck e se preciso meta o remo sem dó, lembre-se o cara pode até ficar puto, mas melhor que participar de um show de horrores.

• Remos II: item importante nos barcos, principalmente se vc não tem um motor elétrico. Se esqueceu do remo? Vai adentrar em lagoas profundas e muito largas, volte buscar seu remo, empreste de alguém que tenha sobressalente, da marina, sei lá, mas não vá sem um bom remo. Vai pescar em rios ou represas pequenas, tem aquele facão junto na tralha, beleza, procure um bom bambu ou um arbusto de boa espessura e reto e faça um varão, com ele vc se desenrola bem.

• Ferramentas: um jogo de chaves que acessem os parafusos principais do seu motor, velas de ignição, e demais itens que tenha ou saiba como usar são bem vindos. Se vc não tem pratica com tais ferramentas e/ou não sabe onde apertar ou desapertar mantenha seu conjunto sempre bem revisado e não leve sobrepeso.

• DICA DE SEGURANÇA: serra de lamina para aço, esse item é bom vc ter sempre no veículo tb e com laminas sobressalentes, imagine que um acidente de transito onde a vítima ficou presa nas ferragens não consegue se libertar, se vc tiver uma serra dessas vc pode cortar a coluna do teto ou perfis das portas e ao menos tentar tirar a pessoa, todos sabemos que se puder não tocar na pessoa é melhor para preservar sua segurança, mas em determinadas circunstâncias de nada adianta essa premissa se o veículo corre risco de incêndio, de ser abalroado por outro, ou cair em uma vala. Aquela faca que vc deve ter sempre a mão tb pode ajudar a cortar um cinto de segurança que não se solta.

Bem pessoal, já acendi o estopim, agora é com vocês, contribuam com outras observações e experiências e vamos construindo um tópico para alertarmos nossos companheiros e amigos e nos atualizarmos.

Para quem nunca viu ondas devido ao mau tempo segue um link do terra da gente que mostra um pouquinho, tudo bem que eles não estão com um barco pequeno no momento mas dá pra se ter idéia.

http://www.terradagente.com.br/videos/V ... lista.aspx

Grande abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem dica para evitar ataque de ataque de jacaré? mau::

Rapazzzzzzzzzzzzz!!! Olhe nunca enfrentei tal situação não, amigos do meu grupo de pesca já foram em locais que haviam bastante jacaré mas não tiveram problemas, claro que eles atacam os peixes qdo vc está trazendo eles ainda na água e tal...

Uma coisa que vale para qualquer espécie de predador, é evitarmos lixo próximo ao acampamento, de preferencia restos e barrigadas ou joga no rio se houver piranhas ou devemos enterrar para afastar tais animais, cuidado com os peixes e carnes pendurados pois o cheiro vai atrair predadores etc.

Tomara que algum companheiro do forum tenha uma boa contribuição a respeito.

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

uma dica para evitar problemas com jacarés é nunca deixar comida exposta no barco, como iscas de peixe, comida e etc. legal::

Certa vez um grupo de amigos pescadores perderam toda a tralha de pesca pq na hora do almoço um bendito jacaré tentou entrar no barco pra pegar as iscas e acabou virando e jogando tudo pra água. chorei::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapaz, quanta dica boa.

A melhor foi: Combustível + sujeito de FOGO= É explosão na certa. :gorfei: :gorfei:

Sobre remos: eu uso remo de madeira. Esses remos com cabos de aluminio não são confiáveis. Os cabos quebram facilmente com a fadiga. Tenho um que é a pá de plástico e cabo de enxada, mais outro inteiro de madeira que trouxe de MAnaus.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×