Ir para conteúdo
Armênio Neto

Flash Bass Calaça Náutica + 25HP

Posts Recomendados

Prezados colaboradores, crio esse tópico a fim de receber opiniões a respeito do conjunto que estou querendo comprar conforme tentarei detalhar abaixo:

Conjunto: Flash Bass Calaça Náutica + Novo Yamaha 25 HP

Ambiente de uso: 80% em água doce (nas represas das hidroelétricas do rio São Francisco e leito do rio) e possíveis 20% em mares abrigados do litoral nordestino.

Atividades:

(1) Passeio só ou com mais 2 passageiros em 70% dos casos.

(2) Pescarias e mergulho com mais duas pessoas em 15% dos casos;

(3) Passeios leves com 5 ou 6 pessoas em 15% dos casos.

Atividades extras: tira e colocar o conjunto na água no mesmo dia do uso, assim como transportá-los por distâncias de 500km (Ranger 4x4 200cv) será uma necessidade constante.

Observação: Em 80% dos casos espaço para guardar o conjunto (motor, casco e carretinha) não será problema.

Frequência de uso do conjunto: de um a quatro dias por mês.

Frequência da logística por 500km: uma ou duas vezes por mês.

É isso ai pessoal, considerando as informações acima o que acham desse conjunto?

Minha expectativa pro casco é que seja seguro, de boa navegabilidade nesses ambientes citados, de bom espaço e de material durável. E para o motor, que seja confiável (não seja bronqueiro), de bom custo/benefício e que gere um bom desempenho no casco escolhido.

Aguardo opiniões!

Obrigado a todos antecipadamente.

Armênio Neto

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

armenio, que bom que fez o topico, certamente muitos irao te ajudar tb.

 

lembrei de uma coisa que nao coloquei nas mensagens imbox: a calaça vende como opcional uma escadinha pra por nos flashbass... pra quem vai curtir um mar, acho essencial!

 

outra coisa, caso opte pelo calaça, ate dia 15 estao em promoção, entao corre pra nao perder $$ ehehe

 

abaixo vou colar o que te postei imbox, pode ajudar outros usuarios tb...

 

----------------

Dito isso, vou te responder por aqui, mas seria bem legal vc criar um tópico (pode copiar a mesma mensagem na integra) e ver outras opiniões, quanto mais informação você receber, melhor. Você verá relatos de pessoas que navegam no mar (fiz isso pouquíssimas vezes) e certamente eles te darão mais amplitude de visão que eu ok?

 

1 - a primeira coisa que vc precisa saber é que represa e rio se comportam diferente, pela correnteza do rio, mesmo grandes rios são mais previsíveis e seguros que se navegar que uma represa, embora a represa pareca uma enorme piscina, quando vem o vento, devido as grandes áreas descampadas torna-sem um grande risco, o vento fica louco por toda parte, como tem muita agua, formam-se as temíveis marolas, são ondas que vem de tudo que é lado, algumas maiores outras menores, e elas definitivamente viram barcos e lanchas (inclusive algumas maiores), muitas vezes é até mais arriscado que um mar agitado (onde as ondas seguem quase sempre o mesmo caminho).

Nas marolas e ondas do mar, a navegacao fica muito prejudicada, o barco bate com força , entra agua, tem a ventania, a tralha pula, cai na agua, é uma merda.... Por isso bons barcos são fundamentais.

Barcos abaixo de 5 metros não tem condição nem de chegar na margem quando isso ocorre. 

Quanto mais larga o barco, mais estável ele será, alem de confortável e outras coisas.

Por isso opte sempre que possível por uma emabarcação maior .

Barcos maiores tb navegam melhor, eles afundam menos na agua, cortam melhor as ondas e te geram mais conforto. Por mais estranho que pareça, embora mais pesados andam em velocidade maior e com maior economia (afinal estão menos afundados na agua).

 

2- Aluminio ou fibra? Um bom barco de aluminio te permite ir em qualquer lugar, é leve, confortável e muito seguro. Mesmo os rebitados te permitem usam no mar (mar abrigado! ), porem os fibrados por serem mais lisos, planos e sem nada embaixo é normalmente um pouco mais rápido (isso nem sempre é realidade). Acontece que tudo tem vantagens e desvantagens.

Fibra é pesado, requer um motor maior, é dificil por numa carreta por exemplo, exige manutencao.

Aluminio é mais leve, pode usar um motor menor, mas tb por ser mais leve vai bater mais nas ondas no mar, gerando maior desconforto (Especialmente em quem fica enjoado fácil, e a navegacao tb é mais arisca).

 

Enfim, é uma questao de escolher o que vc quer... Se pra vc leveza, economia, facilidade etc é mais importante, vai de aluminio, se pra vc um pouco mais de conforto (nao sera muito ehehhe afinal é uma canoa nao uma lancha), tem mais dinheiro, etc, vai de fibra.

 

Isso td pensando no mar ok?

 

Se vc for pensar em rios/represas, o aluminio dá um show, pois 99.9% do tempo a navegação é muito tranquila, vc pode usar barcos semi chato. chato, quilhado etc, a leveza do aluminio é ótima para rios e represas, por isso ver um barco de fibra num rio é mosca branca de olhos azuis que voa de lado.

 

Ha aqui no forum o Kituta que usa o barco dele de aluminio no litoral , procure o topico dele, ele anda se divertindo por lá sempre, inclusive teve muito receio de por o barco de aluminio etc, eu que incentivei e ele foi , adorou e nao quer outra coisa.

 

No teu caso, que é recreação, pesca, etc, eu nem pensaria no barco de fibra. Se vc fosse usar sempre o barco no mar, pescaria, uso intenso, ai a fibra se torna imbatível. Mas acho que nao é o caso.

 

3- motor: eu acho que no teu caso o 25 será o ideal, mas obviamente, enfiar 6 pessoas num barco, vai perder velocidade, planeio, etc, etc, etc, se vc vai usar isso pra brincar, dar umas voltinhas perto OK, se vai pra longe (mais de 1 hora e meia de navegacao direto), pense num 40. Mas o 40 é aquilo, é um trambolho, é pesado pacas, bebe, etc. Pra por e tirar um 40 no braço é um esforço grande, se vc for forte faz sozinho, mas normalmente pessoas normais farão isso sofrendo e suando em 2 pessoas... Pense nisso, é um peso grande. A maioria das pessoas que tem um 40 já deixa fixo no barco (o que exige reforço do barco, reforço na carreta, muita calma no transporte, etc).

 

um motor 25 com 3 pessoas é sossegado, nem está forçando, mesmo com tralha leve/média, ele toca tranquilamente isso (um 15 já começa a sofrer). mas com 6 pessoas dentro o 25 vai sofrer (anda, chega, com seguranca, etc, mas vai gastar bastante, nao vai dar velocidade, enfim, está no limite dele). Inclusive para andar sozinho ou com 2 pessoas ele é um canhãozinho ! Delicia mesmo! Mesmo com tralha ! Fica economia, rápido, gostoso, nao é tão pesado, enfim, conjunto ideal para um barco de 6 metros.

 

4- Yamaha vs mercury:  eu iria de yamaha, mais confiável . O mercury é um sonho, anda mais, bebe menos, mas se vc tiver azar vai sofrer com as chatices dele. Pra mim nao compensa. É tipo aquela mulher gostosa do vizinho, todo mundo baba, mas quem paga as contas é ele...

 

5- Barco calaça flash bass: eu tneho um, excelente barco, muito estável, confortável, leve, muito bonito (e isso faz diferenca!!! ), bem acabado, soldado, enfim, um barcão !!! E barato! Pra mim está muitos km a frente da concorrencia. Tem um topico meu (procure por review calaça que deve achar) onde eu posto muitas fotos, detalhes, etc... Vale a pena ler ! Com motor 25 é mais que show!! Mas se vc quiser colocar um 40 tem que pedir pra fabrica (vira mais reforçado e com uma documentação pra esse tipo de motor).

 

Mas pra mim é barco mais voltado para pescaria mesmo, embora bem largo (1.60 de boca), cheio de acessorios (o meu por exemplo tem cadeiras giratorias, toldo, protecao lateral do sol, etc etc), o barco é mais voltado para pesca. Obviamente vc pode usar pra passeios, nada te impede isso, especialmente ate 4 ou 5 pessoas, vao com conforto mas nao tera espaco pra por exemplo andar dentro do barco, etc, será um passeio do tipo: vai ate la e volta... nao sera um tipo : vamos curtir um dia inteiro dentro do barco, pra isso uma opcao melhor seria o pesca e lazer ou um panther (ambos da calaça), sao amis largos, possuem bancos estilo sofá, pilotagem a comando etc. Sao tipo lancha mas com a possibilidade de pescar (lanchas sao pessimas pra pesca, pois a fibra fica com a borda grossa, alta, atrapalha muito), esses barcos da calaça sao verdadeiros sonhos de consumo.

 

O panther com comando a distancia por exemplo aceita um motor 25hp, pense nele!

 

Agora se for pra curtir visual, dar aquela volta com a familia, puxar uma boia por exemplo, curtir uma praia, etc, o flash bass cumpre bem a funcao de levar com seguranca e voltar sem problemas.

 

Inclusive esse no inicio das minhas pesquisas (todas relatadas no forum, onde procurei por lanchas, lanchas de aluminio, barcos, etc) a ideia inicial era um barco de pescaria (maioria do tempo) e uns passeios com criancas, dar umas bandas. Esse foi um dos motivos que comprei o calaça, barco largo, confortável, estável, seguro, muito bonito, com vários acessórios e .. LEVE, ou seja, meu pai nao pode fazer força, sobra tudo para mim, um barco e motor pesado é só desespero na beira do rio/praia, acabei deixando de lado um barco maior e optando por ele.

 

nao me arrependo ! e olha que meu motor eh 15 !

 

outra coisa, o unico barco semi chato que eu aconselho no teu caso (que vai ver o mar), é o calaça mesmo, pq tem um desenho diferente dos outros semi chato do mercado. Se vc for optar por outra marca, estilo, obrigatoriamente terá que ir de bico fino, oque vai te obrigar a ter um barco mais estreito, perdendo estabilidade quando parado), mas ajudando bastante no mar.

 

qqr coisa fica a vontade pra perguntar.

-------------------------

eu iria no calaça de 6 metros, sinceramente, 0.5 a mais vai fazer uma baita diferenca quando estiver no mar e ou com 6 ocupantes.

 

(posso estar enganado, mas a marinha recomenda o maximo de pessoas pela quantidade de metros, ou seja, 6 pessoas = 6 metros)

 

ademais, o barco de 6 metros tem um banco a mais que o 5.5,  basicamente vc tem o 5 e 5.5 com a mesma quantidade de bancos (mas o 5.5 vc ganha espaço no chão) , já o de 6 metros ganha um banco a mais .

 

um barco de 6 metros vai andar sempre por cima das ondas, ou seja, ao passar uma onda ele ja esta encostando em outra onda, e assim por diante, entao vc bate MUITO menos o barco, alem do conforto a segurança é MUITO maior. barcos de 5.5 e 5 metros é pra rio e represa mesmo... (nada impede de andar no mar, mas vai sentir porrada a toda hora).

 

um flash bass e motor de 25 é um baita conjunto !! vai se dar muito bem!!! (eu nao comprei o de 6 pq tenho problema com espaço, mas acabou que ocupo 1 1/2 vaga do predio hehehe se fosse o de 6 seriam 2 vagas!) se vc nao tem esse problema, nem pense no 5.5 ou 5 metros.

 

lembrei de uma coisa que esqueci de te falar, barcos de fibra absorvem melhor os impactos, seja pq a fibra tem certa mobilidade , seja pelo peso, seja pela caractistica normal das fibras de serem fiapos que dispersam a força do impacto... mas pra mim o peso e a manutencao nao compensa.

 

lembrando que usou no mar tem que lavar (ate a fibra!), lavar e adoçar o motor muito bem, lavar a carreta (opte por carretas de viga U ou viga H ou viga C, elas escorrem a agua e nao deixam agua parada dentro dela, alem de ser facil de lavar), metalon e galvanizacao a fogo nao vao resolver o problema da salinidade.

----------------------

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Barco top, mas como vai transportar muito em carreta prefira chapa de 1.5mm  2mm no fundo.  E cuidado com Mar Abrigado, se marolas e ventos forem constantes os Semichatos podem sofrer e até ficarem perigosos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 2x o que o Guto falou, chapa 2 mm no fundo 1,5mm na lateral, isso pelo transporte constante e uso em mar pois se precisar acelerar pra fugir de um mal tempo pode dar umas  pancadinhas em ondas pequenas e medias.

 

 Eu prefiro barco de 5,5 metros e 6 metros, dá maior espaço e conforto. 

 

 Já peguei em mar liso igual espelho de manhã e a tarde virou um caos, ondas e ventos, e vou ser bem sincero, eu não tenho muita coragem em me aventurar no mar com semi chatas não hem...e olha que eu tenho 4 semi-chatas aqui em casa, duas de 5 metros uma de 5,5 metros e uma de 6 metros....  A não ser que você vá sair pertinho, atras de umas ilhas, aí com bom tempo vai de boa, mas não pode empolgar e sair longe, pois há riscos. 

 

Aqui no litoral norte de SP sempre vejo barcos tipo Marfim, Marujo, Squalus da levefort. Me corrijam por favor se eu tiver errado, mas nunca vi nenhuma semi-chata no litoral, a não ser os amigos que pescam robalo em mangue!!

 

Abraço!!

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vale lembrar: A FlashBass em marolas pode chegar a se comportar melhor que uma bico fino em marolas, pelo fato de ser previsível ( ela não é imprevisível, alguns barcos tradicionais ficam "doidos" em marolas) por ser um semi chato que não é totalmente um semi chato, e não pode ser comparada com as outras semi chatas. Tenho mais de 300 horas de navegação com FlashBass e digo com propriedade.

Não compare-a com o termo "semi-chata" em relação a outros barcos, é diferente! Lembre-se também que vai te dar mais segurança em marolas até que um bico fino tradicional.

Uma vantagem enorme são as bordas abertas e a borda flutuante no final da borda, o que acontece com isso?!

Simples, ao passar pela marola a água é toda jogada para os lados e não entra na embarcação ( bico fino em marolas = banho ), também por ser mais aberta quando o bico se abaixa após passar pela marola ele não tem perigo de abaixar-se muito, segurança nesse caso de discute?

Mas para esclarecê-los melhor por que a FlashBass é superior em marolas: Todos barcos quando pegam a marola a cortam inteira, assim causando grande impacto. Já a FlashBass ela não corta a marola/onda inteira, ela corta somente a parte que ela precisa passar, assim sendo, o impacto é muito melhor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 João, queria mais uma vez parabeniza-lo primeiramente pelos produtos, barcos e carretas cada dia mais tops, sempre inovando, melhorando. e tornando os produtos mais atraentes dentro de um enorme segmento.  Parabeniza-lo posteriormente pela participação ativa nos fórum, assim tirando dúvidas, e se prestando a expor as novidades da fábrica Calaça!! mestre::  mestre::

 Já comentei em outros tópicos, que embora não conheça pessoalmente o FlassBass, achei o barco com um desenho muito bonito, com opções de pinturas e cores fantásticas.  joia:::  joia:::

  

 Mas voltando ao tópico, tenho certeza absoluta que o FlashBass deve ter um ótimo comportamento hidrodinâmico tanto em rios e também e pequenas, medias e grandes represas. Cito grandes represas por lembrar que nelas ocorrem desde carneiros, ondas medias e até ondas grandes.

 

 De antemão peço minhas sinceras desculpas, por comparar ou enquadrar o FlasBass também como semi-chata. :amigo:

 

 Com todo respeito, queria que se possível, que me esclarecesse uma dúvida. Você citou que já testou o FlashBass por mais de 300 horas. Destas 300 horas, quantas horas foram testadas em água salgada, mar? E com quais condições meteorológicas?  Por favor, não leve a mal minha pergunta, somente lhe questiono isso pois posso estar falando bobagem quando afirmei que um barco de alumínio com certas característica pode se tornar perigoso em condições adversas no mar, (que é muuuuito pior que ondas grandes em represas)....por isso a dúvida!

 

 Me preocupo muito com a segurança, (pois são vidas que podem ser colocadas em risco), fora a responsabilidades civis e criminas que podem ser arguidas em eventuais acidentes, tando para o condutor como para o fabricante que atesta o produto para determinado fim!

 

 Desde já obrigado, forte braço!!

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na verdade não existe barco perfeito pra todas as Situações.

O Inflável que o Lamana citou é uma excelente opção, estável,  seguro, são curtos sendo fácil de manobrar, ótimo para  o Mar ( na verdade os preferidos ), top pra Mergulho,  mas teria que ser de boa qualidade como os Zefir e Flexboat da vida com fundo  Rígido,  porem só um casco desses com 3.5m custa 15 conto, fora que pra andar 4 ou mais pessoas o arrasto é gigante, além de que dá mais manutenção que  o Alumínio a longo prazo e pescar com iscas artificiais se for o caso não é legal

Barcos de Aluminio usados no Mar como o Leonardo disse é Marfim, Mogi Robalo, Miraguaia, etc.. ou seja barcos com fundo em V pronunciado , borda extra alta e popa lavada, e lembre-se que o Armenio é de Recife, Litoral do nordeste venta muito.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 João, queria mais uma vez parabeniza-lo primeiramente pelos produtos, barcos e carretas cada dia mais tops, sempre inovando, melhorando. e tornando os produtos mais atraentes dentro de um enorme segmento.  Parabeniza-lo posteriormente pela participação ativa nos fórum, assim tirando dúvidas, e se prestando a expor as novidades da fábrica Calaça!! mestre::  mestre::

 Já comentei em outros tópicos, que embora não conheça pessoalmente o FlassBass, achei o barco com um desenho muito bonito, com opções de pinturas e cores fantásticas.  joia:::  joia:::

  

 Mas voltando ao tópico, tenho certeza absoluta que o FlashBass deve ter um ótimo comportamento hidrodinâmico tanto em rios e também e pequenas, medias e grandes represas. Cito grandes represas por lembrar que nelas ocorrem desde carneiros, ondas medias e até ondas grandes.

 

 De antemão peço minhas sinceras desculpas, por comparar ou enquadrar o FlasBass também como semi-chata. :amigo:

 

 Com todo respeito, queria que se possível, que me esclarecesse uma dúvida. Você citou que já testou o FlashBass por mais de 300 horas. Destas 300 horas, quantas horas foram testadas em água salgada, mar? E com quais condições meteorológicas?  Por favor, não leve a mal minha pergunta, somente lhe questiono isso pois posso estar falando bobagem quando afirmei que um barco de alumínio com certas característica pode se tornar perigoso em condições adversas no mar, (que é muuuuito pior que ondas grandes em represas)....por isso a dúvida!

 

 Me preocupo muito com a segurança, (pois são vidas que podem ser colocadas em risco), fora a responsabilidades civis e criminas que podem ser arguidas em eventuais acidentes, tando para o condutor como para o fabricante que atesta o produto para determinado fim!

 

 Desde já obrigado, forte braço!!

 

 

Opa Leonardo, tudo bem?

 

Agradecemos pelos elogios, estamos aqui para trazer o melhor! rs

 

Sobre a navegação em mar da minha parte ficarei lhe devendo, foi principalmente em lagos , já em rio também foi pouco. As principais experiencias foram no Serra da Mesa onde pude testar em marolas que dão medo, comportamento sempre previsível assim dando maior segurança, além de diversas outras situações.

 

A FlashBass já tem mais de 1.000 unidades pelo Brasil inclusive no mar, é o mais legal? Satisfação total nas situações navegáveis. 

 

O que lhe recomendo, só navegue se você ter certeza que não vai ocorrer nenhum problema.

 

Outro fato que comprova a a qualidade de construção da FlashBass é que entre 1.000 unidades a quantidade de problemas por garantia é de aproximadamente 0,04% mesmo sendo as primeiras! E foram apenas problemas fúteis como por exemplo um erro de vedação na válvula do viveiro, nada que influencie na segurança ou navegabilidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Armenio, viu como é bom abrir um tópico? Mais experiencias e visões sempre é bom ajuda bastante a ter uma posição melhor.

 

Pessoal, concordo em muito com vocês, e acho bastante prudente algumas observaçÕes... mas cabe aqui mencionar algumas coisas

 

a) nao ganhei R$1 e não ganho da calaça, ao contrário, paguei (e caro) pelo meu flashbass, não pretendo vende-los para ficar exaltando qualidades (e apontei até algumas coisas a melhorar no meu review), também nunca comprei pensando no mar (embora já tenha navegado no mar algumas vezes como piloto e muitas vezes como passageiro, não pretendo levar o barco pro mar).

 

b) a Marinha não exige nenhuma documentação, porte, teste, nada para se fabricar um barco, ontem, hoje e vai saber no futuro. Logo, os barcos nacionais nunca tiveram suas habilidades testadas em todos os rios, mares, condições etc. Tenho total certeza que nem mesmo levefort leva seus barcos para testes em mar. O teste quem faz de fato é o consumidor. Especialmente todos esses barcos que são a mesma coisa há 40 anos ou mais, quem os testou foram seus clientes mesmo. 

 

c) barcos de aluminio sempre foram mal visto por caiçaras pq eram rebitados e nao aguentavam a bateção do mar por mais que 2 ou 3 anos, mais areia, sol, maresia, etc, ainda mais os antigos que eram calafetados, não duravam nada mesmo. Hoje com os barcos soldados a coisa mudou bastante, inclusive os rebitados de hoje são bem melhores que os antigos, mas como no brasil a cultura da ignorancia é enorme, pouco vemos esses barcos na praia, ate pq temos opcoes como fibra, madeira, e outros.

 

d) mar abrigado é diferente de mar aberto, muito diferente. obviamente ele tb fica agitado (quebrado) e isso é sempre um risco, especialmente, para embarcações pequenas, mesmo lanchas (a recomendação se não estou enganado é: abaixo de 25 pés, o tempo mudou? corre pra abrigo em aguas rasas ou fora da agua, acima disso, corre pra mar aberto onde as ondas sao maiores mas com maior espaçamento, possibilitando uma seguranca maior). Mas há pontos onde é difícil até para lanchas tipo iate, como foz, canais, barras, etc, ali sempre é um local dificil, especialmente com ondas.

 

Mas isso não impede o uso recreativo e ocasional de barcos, mergulhei por alguns anos e usei muito barquinho inflável (que bate horrores, balança muito, entra agua, e é a melhor opção pro mar...), barco de madeira, traineira, trawler, lancha, lanchinha, lanchona, etc... E íamos até mares aberto com relativa facilidade. Obviamente tudo é precaução, tudo tem limite, e o mar não é pra brincadeira, viu que o tempo vai mudar lá longe, a brisa passou pra ventinho, hora de voltar, e voltar com velocidade! Dito isso, é perfeitamente possível andar com um barco pequeno no mar.

 

Ora, que digam os caiçaras, que usam duas travessas de madeiras com isopor no meio e uma vela de pano, também chamadas de jangadas... Aquilo nao tem quilha, nao tem popa e proa definida, é apenas um monte de isopor colado e amarrado em duas travessas de madeira. E eles ficam dias e noites no mar pescando, inclusive debaixo de chuva. Qualquer um que já foi pro litoral nordestino sabe disso. Já no litoral do sudeste o que imperam são as canoas estreitas e longas de madeira, tronco, etc, tudo a remo.

 

Obviamente que não estamos falando de conforto, velocidade, etc... Mas é perfeitamente possível. 

 

Nosso amigo armenio quer se divertir, de vez em quando, ir de uma praia pra outra, etc, nisso um flashbass é perfeitamente cabível. Sem nenhum problema. Ainda mais perto de recifes, ilhas, ilhotas etc. O que é muito diferente de fazer um passeio que vai andar 2 horas mar adentro... 

 

e) um inflável é uma aberração que deu certo.... pouquíssimo espaço interno, uma quilha pequena, duas grandes laterais infladas que geram um arrasto enorme, etc. Qualquer um que já andou de inflável sabe que ele bate, bate MUITO , na prática, é uma canoa muito larga que se comporta um meio termo entre bico fino e semi chata, ele trabalha com um fundo quilhado mas com os batelões jogando ele pra cima sobre as ondas, ou seja, ele de fato nao corta onda, ele flutua sobre ela, mais ou menos o mesmo que o flash bass que nao pretende cortar ondas e sim planar sobre elas, isso só é possível pq o flash não é uma semi chata como imaginamos, infelizmente por fotos é dificil ver isso, mas na prática ele é um quilhado ou bico fino mais largo, comparar ele as semi chatas tradicionais é talvez cometer um erro, também não é um bico fino normal... 

 

Obviamente vai bater mais que um bico fino, mas tb vai ser mais estável e vai entrar menos agua. Não existe almoço grátis. Se existissem os grandes estaleiros estariam fabricando lanchas e iates dos sonhos.

 

Na minha visão, para quem vai usar tão pouco no mar, não convem o inflável. Aidna que no mar ele seja muito interessante (sua facilidade de manobrar é incrível, fora que ele consegue parar em espaços muito curtos, nao machuca se a onda te jogar contra ele, pode ser guardado num paiol, etc... inflável é pra mar, pra rio, represa, com tocos, pedras, arvores, nao convém..).

 

Para ele que vai usar muito amis em rio/represa, etc, aluminio é muito mais negócio.

 

Pena que nao tem um barco para todas as finalidades sem desvantagens... mas eu iria num flashbass, ele vai se comportar mais parecido com um inflável do que com uma semi chata, e em rios e represas é a casa dele...

 

Mas concordo com os levantamentos dos amigos, é sempre bom ter mais visão e opiniões !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 Queria ver muito o fundo deste casco, e ver o que tem de diferente!!! Pelas fotos não é V mais profundo que as demais semi chatas como Araguaia da Pantanaltica, Bigfish da Metalglass.

 Estes Pantanalticas maiores e Bigfish na versão 5014 com e sem console tem uma engenharia inovadora, pelo menos para o Brasil, que é a asa de gaivota, onde o casco tem um V pequeno e faz uma asa de gaivota no fundo próximo aos bordos, assim toda a água que é lançada para as laterais durante a navegação bate no vinco da asa de gaivota gerando uma força para cima, assim levanta o casco e o mesmo fica mais leve, com menor arrasto para o motor empurrar, navega melhor, imprime maior velocidade. 

 

Algumas fotos do fundo de uma Araguaia para vocês entenderem, e neste barco a asa de gaivota é bem pequena, mas já ajuda!!!

 

DSC03320.JPG?sbsr=6ca3da3b1a2d05927602a5

 

DSC03321.JPG?sbsr=d5284e6a1ed7014caf16b9

 

DSC03322.JPG?sbsr=7c829b0641bc0fc5cf8561

 

DSC03323.JPG?sbsr=1016d933b1cae12f16122b

 

 

 

 Queria saber na técnica, qual o diferencial deste Flashbass. Porque não pode comparar com outras semi chatas? Porque navega tão melhor que as outras semi chatas.....Desculpe mais uma vez, não quero ser um "semi-chato"...kkkkk....mas gosto de entender o porque das coisas!!! Se tiver algo muito inovador, que dê mesmo diferença, vendo uma semi minha e vou comprar um Flash Bass!!! joia:::  legal::

 

 Abraço!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Posso estar errado mais por mais que um barco tenha um fundo em V, meu receio é do bico aberto, usar no mar e ter um efeito submarino ainda mais se tiver em alta velocidade a chance é grande, eu já vi isso acontecer comigo mesmo numa semi-chata no Rio Grande, o barco bebia agua pela frente e não tinha o que fazer, sorte que tava perto do barranco.  Eu gosto das semichatas  são meus barcos preferidos, o Flash com certeza será meu próximo barco mas pra algumas situações não dá.  Olha esse vídeo nos 2 minutos pra entenderam o que digo, as vezes uma proa Lançada como o Squalus , Marfim , pode fazer a diferença

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Guto, e eles estavam com uma Savage 5013 sem console, barco fundo V e borda super alta:

 

Comprimento: 5,00 m
 
Boca : 1,68 m
 
Pontal : 0,64 m
 
Calado: 0,21m
 
Deslocamento: 0,840 t
 
Peso Aprox : 0,120 t
 
P.M.C.: 0,720 t
 
Potencia HP: até 40 HP 2T
 
Lotação: 05

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 Queria ver muito o fundo deste casco, e ver o que tem de diferente!!! Pelas fotos não é V mais profundo que as demais semi chatas como Araguaia da Pantanaltica, Bigfish da Metalglass.

 Estes Pantanalticas maiores e Bigfish na versão 5014 com e sem console tem uma engenharia inovadora, pelo menos para o Brasil, que é a asa de gaivota, onde o casco tem um V pequeno e faz uma asa de gaivota no fundo próximo aos bordos, assim toda a água que é lançada para as laterais durante a navegação bate no vinco da asa de gaivota gerando uma força para cima, assim levanta o casco e o mesmo fica mais leve, com menor arrasto para o motor empurrar, navega melhor, imprime maior velocidade. 

 

Algumas fotos do fundo de uma Araguaia para vocês entenderem, e neste barco a asa de gaivota é bem pequena, mas já ajuda!!!

 

DSC03320.JPG?sbsr=6ca3da3b1a2d05927602a5

 

DSC03321.JPG?sbsr=d5284e6a1ed7014caf16b9

 

DSC03322.JPG?sbsr=7c829b0641bc0fc5cf8561

 

DSC03323.JPG?sbsr=1016d933b1cae12f16122b

 

 

 

 Queria saber na técnica, qual o diferencial deste Flashbass. Porque não pode comparar com outras semi chatas? Porque navega tão melhor que as outras semi chatas.....Desculpe mais uma vez, não quero ser um "semi-chato"...kkkkk....mas gosto de entender o porque das coisas!!! Se tiver algo muito inovador, que dê mesmo diferença, vendo uma semi minha e vou comprar um Flash Bass!!! joia:::  legal::

 

 Abraço!!!

 

 

Opa Thiago, aqui vão algumas explicações.

 

Primeiramente o ''semi-chato'':

 

Essas fotos são de cascos com o formato quase igual, porém maiores o que facilita a visualização:

 

12074942_433369796862203_74552827267616011218795_433369826862200_660428586437662

 

 

 

O formato em sim como pode ver nas fotos já é algo diferente, possui uma forma bem agressiva (dependendo de onde olhar ela pode parecer não ser, mas é uma quilha bem ''agressiva'').

 

Aliado a quilha prolongada, enquanto na maioria dos barcos semi chato a quilha e bem acentuada porém curta, veja a foto abaixo em relação a FlashBass (de baixo) e um tradicional (de cima):

 

12118774_433376153528234_510017347432954

 

 

 

 

A junção da quilha agressiva + quilha prolongada + vincos especiais no casco = Proporciona efeito diferente do tradicional.

 

 

De uma olhada na quilha de uma FlashBass de baixo para cima ( Nessas fotos já não parecem ser agressivas, mas é o ponto de vista, rs ):

12108203_433377283528121_81399353916968210410256_433377340194782_916257692064910

 

 

Para completar, a FlashBass faz esse efeito de ''asa de gaivota'' de 2 maneiras;

 

1) As bordas abertas e maiores, quanto mais o barco tenta afundar na água após passar uma marola e cair , mais jogam o barco para cima pois aumentam a flutuação dele ( como se fosse uma extensão do fundo por ser bem mais aberta)

 

2) O casco possui alguns vincos que fazem esse efeito da ''asa de gaivota'' de forma bem eficiente, e como vantagem deixa o casco extremamente mais rígido, como pode ver nas fotos do fundo da FlashBass:

 

12108285_433377440194772_856477447653753

 

12108943_433377426861440_55637201486991212109061_433377423528107_758373256415921

 

 

 

Bônus: Cada repartição de vincos e travada de ambos os lados, assim criando várias estruturas secundarias que não existem em outros barcos que possuem vincos diferentes, é algo muito difícil de entender, mas acontece.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

João...agora entendi o que você estava tentando explicar!!! ::tudo::

 

 A principal diferença, que só tinha visto em barcos gringos, é a forma do alumínio estampado do fundo do casco, assim como em lanchas de fibra e bass boats, vocês criaram pequenas vincos ou dobras (pequenas asas de gaivota) por todo o casco, assim também ajuda muito na hídrica a levantar o casco durante a navegação. Assim ganha velocidade e abaixa o consumo de combustível, pois diminui o arrasto. Além do que os vincos estampados na chapa traz rigidez ao casco, ajuda a travar tudo.

 

João, vocês estão bem próximo de fazer um fundo apenas estampado, sem rebites, sem quilhas usando perfis de alumínio, igual aos barcos americanos. Se isso acontecer, teoricamente vocês terão os barcos pequenos mais rápidos do Brasil!!

 

Lhe agradeço pela paciência, e por colocar fotos explicando o processo de fabricação!!!

 

Abraço!!! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leonardo, bom que entendeu amigo, o que precisar estarei aqui para explicar  ::tudo:: .

 

 

Como você citou, planeio melhor e até economia de combustível, mas como isso? 

 

O espelho de popa do FlashBass é mais alto que o tradicional com isso o arrasto já e menor, se fosse um barco tradicional nas mesmas condições iria cavitar pois os vincos do fundo da FlashBass fazem um redirecionamento de água melhor e mais limpo para o motor, além de possuir mini flaps, assim você podendo deixar o trim do motor mais alto, evidentemente diminuindo o arrasto e melhorando o planeio em alta velocidade. Bem... se eu for começar a falar um pouco sobre essas coisas vai virar um enorme texto! hehe

 

ps: A FlashBass e a borda flutuante são patentadas!

 

Temos novidades nunca vistas no Brasil para o ano que vem, já pensou um barco sem travessas no fundo ( no assoalho), 20% dos rebites que os normais possuem, fundo estampado. Não será como uma FlashBass mas vai ser uma opção mais barata, pratica e inovadora.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

guto esses caras ai deram cabeçada a toa.... mar agitado tem que entrar de zigue zague, tipo nesse video aqui: 

 

 

do contrario vai levar porrada das ondas e piorou ainda que eles tiveram problema com o motor bem na crista da arrebentacao, ai vai babar agua pra todo lado mesmo, ate se estivesse de iate!

 

esse video é ainda melhor..

 

agora obvio que estando um mar assim e vc nao sendo um "lobo do mar" , nem tente entrar... tb nao pode surfar pq vai virar o barco qdo arrebentar a onda... tem que sair do mar ENTRE as ondas, ou no cavalo dela...

 

duas coisas legais do flashbass é que as laterais sao muito inclinada, trabalham como verdadeiras extensores laterais, o barco nao afunda, ele plaina sobre as ondas. 

 

mas ainda mais dfiferente é  o bico dele, os semi chatas normais sao curtos, ja o bico do flash vem desde o meio do barco, é bem agressivo mesmo.  por isso eu digo q eh uma mistura de bico fino com semi chata.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Astra eu entendi o projeto  do Flash desde o começo, a quilha começa no meio e não no final como os semichatos tradicionais, ele vai bater bem menos,  mas o bico dele é voltado pra baixo  e a frente é quadrada como todo semichato ou chato, se pegar marola grande ali , vai beber água , isso não tem como evitar.  

Não to falando de Marola de Rio Grande ou Serra da Mesa, estou falando de Marola do Paranazão, de Mar, marola com mais de 1.5m .   Como já disse o Flash é top, com certeza hj é o melhor barco para os Rios do País, mas nessas situações  adversas não dá pra compará-lo com o Marfim por exemplo.  Ao não ser que na prática alguém demonstre isso.  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Astra eu entendi o projeto  do Flash desde o começo, a quilha começa no meio e não no final como os semichatos tradicionais, ele vai bater bem menos,  mas o bico dele é voltado pra baixo  e a frente é quadrada como todo semichato ou chato, se pegar marola grande ali , vai beber água , isso não tem como evitar.  

Não to falando de Marola de Rio Grande ou Serra da Mesa, estou falando de Marola do Paranazão, de Mar, marola com mais de 1.5m .   Como já disse o Flash é top, com certeza hj é o melhor barco para os Rios do País, mas nessas situações  adversas não dá pra compará-lo com o Marfim por exemplo.  Ao não ser que na prática alguém demonstre isso.  

 

2X  ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi agora a construção do Flash... ele tem bico de semi chata... isso é fato, mas tem como diferencial a quilha que começa no meio do barco e isso faz toda a diferença, sem dúvida.

 

Problema que talvez esse bico, como bem disse o Guto, pode dar problema. Não podemos esquecer que no encontro com uma marola, quem chega primeiro é o bico e dependendo da altura da onda (não comprimento), tem chance de beber água assim como todo barco, muito mais os que tem bico semi ou chato.

 

É um ótimo barco, sem dúvida, se o João construísse um barco com essa tecnologia de quilha empregada e finalização do fundo mas com um bico um pouco mais levantado ou mesmo um bico fino de vez, seria o primeiro da lista a comprar.

 

Fico imaginando um bico fino com essa tecnologia empregada, ficaria 10.

 

Talvez alguém diga que não seja possível empregar essa quilha num bico fino, tenho certeza que daria sim. O bico de um barco começa a tomar forma já quando seu fundo não mais entra em contato com a água.

 

Que tal João ???

 

Calaccedila_zpst3s1eid0.png

 

Agora o fato de você postar as fotos João e explicar para a gente é de aplaudir mesmo. É o único.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×